Pular para o conteúdo
17/05/2022 14:15:28 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Projeto 018/2020 – Aprova denominação para vias públicas municipais

Confira o posicionamento do vereador sobre o projeto através da Ata 4074

07/12/2020: encaminhado para as comissões

15/12/2020: Aprovado por unanimidade

16/12/2020: Lei 4635 sancionada

 

 

 

PROJETO DE LEI DO LEGISLATIVO Nº 018/2020

 

 

Aprova denominação para vias Públicas municipais.

 

 

A VEREADORA signatária, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei Orgânica, apresenta o seguinte:

 

 

 

PROJETO DE LEI

Art. 1º. Ficam aprovados para denominação de vias públicas municipais, os nomes elencados a seguir:

 

 

I – CATHARINA REGALIN

 

 

 

 

Art. 2º. O Prefeito municipal, por decreto, designará as ruas que levarão os nomes descritos no artigo 1º desta lei.

 

Art. 3º. Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

 

Nestes termos,

Pede deferimento.

 

Sala de sessões, 08 de dezembro de 2020.

 

 

 

 

 

MARIA DA GLÓRIA MENEGOTTO

Vereadora Rede Sustentabilidade

 

 

 

 

 

JUSTIFICATIVA

 

Honra-nos cumprimentá-los, na oportunidade em que apresentamos o Projeto de Lei que aprova denominações de ruas em nosso município.

O presente Projeto tem por finalidade homenagear cidadãos queridos, que contribuíram com a sua comunidade de diversas maneiras.

CATHARINA REGALIN: Filha de Abel Cuartieri e Joana Cuartieri, nascida em 1853 na localidade de Tretto, Comuna de Schio, Itália. Profissão: agricultora.

Casou-se aos 22 anos de idade na Comuna de São Pedro, Schio em 1875, com Pietro Reghellin (Pedro Regalin), posteriormente imigrando para o Brasil.

Estabeleceu residência nos lotes 6 e 7 do Travessão Trentino, hoje comunidade de Nossa Senhora da Salete, no 4° distrito desse município.

Mãe de 5 filhos: Geremia, Adelaide, Catharina, Mística e João (Giovanni Vitório). Faleceu aos 60 anos de idade, em 29 de janeiro de 1912, sendo sepultada no cemitério da comunidade de Santos Anjos, localidade vizinha hoje em dia, mas a qual fazia parte na época.

Catharina é ancestral comum de muitos moradores da localidade, sendo uma representante do trabalho, amor e esperança feminina, que merece destaque, servindo de inspiração e elo de ligação entre os moradores atuais, também para as futuras gerações.

Diante do exposto e entendendo ser relevante a proposta, solicitação e aprovação do presente Projeto de Lei.

 

 

Nestes termos,

Pede deferimento.

 

Sala de Sessões, 08 de dezembro de 2020.

 

 

 

 

 MARIA DA GLÓRIA MENEGOTTO

Vereadora Rede Sustentabilidade

 

 

 

ANEXO I:

 

SOLICITAÇÃO DE NOME DE RUA

 

Eu, Renata Regalin Onzi, CPF 935599090-15, RG 8076404014, em nome dos moradores da comunidade de Nossa senhora da Salete, 4° distrito, venho através desta, solicitar a definição do nome da rua em anexo, como CATHARINA REGALIN, como forma de homenagem à Imigrante Italiana e primeira moradora do local, ancestral comum da grande maioria dos moradores de hoje.

 

Relação de famílias que residem nessa rua atualmente:

– Família Reni Luiz Regalin (bisneto de Catharina)

– Família de Renita Regalin Onzi (trinetos e tetranetos de Catharina)

– Flávio Regalin (trineto de Catharina)

– Fabricio De Gasperi (tetraneto de Catharina)

– Família de Fabiano Correia (tetraneto e pentaneto de Catharina)

– Família de Ildo De Gasperi (trinetos e tetraneto de Catharina)

– Familia de Francieli Bristot (tetranetos e pentanetos de Catharina)

– Zeno Valentini (sem parentesco)

 

Além da homenagem a Catharina Regalin, a definição do nome dessa rua se faz necessária, tendo em vista os empreendimentos locais que estão com dificuldades de definição de localização perante setor de alvarás da prefeitura municipal, pois não constam nos registros da prefeitura de forma padronizada e clara, gerando informações conflitantes entre a RGE, a junta comercial, o setor de viabilidade urbanística da prefeitura municipal de farroupilha e os correios, que apresentam CEP geral para a área rural como sendo 95181-899, não eixando claro a localização dos empreendimentos.

Nessa rua, já existem três empresas, sendo que uma está no processo de solicitação de alvará e está com dificuldade de comprovação de localização mediante a Prefeitura Municipal de Farroupilha.

 

 

Grata pela atenção.

 

 

Farroupilha, 03 de dezembro de 2020

 

 

 

 

Renita Regalin Onzi