Pular para o conteúdo
08/12/2022 06:48:09 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 27 de julho de 2022

Saúde estuda novas ações no atendimento psicossocial infantil

Nesta semana, a Comissão de Infraestrutura e Bem-Estar Social recebeu representantes do Pró-Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde, que apresentaram aos vereadores o ritmo de trabalho realizado nos Centros de Saúde Mental (Caisme) e de atendimento Psicossocial (Caps) do município.

Os Centros, geridos pelo Pró-Saúde, são considerados Portas-Abertas, ou seja, aptos a atender qualquer cidadão que possuir tal tipo de necessidade, além de realizar consultas de casos crônicos. Questionados pelos parlamentares quanto ao tempo de espera por um atendimento a crianças, a coordenadora da Saúde Mental, Eliane Veronese afirma que as demandas estão sendo supridas, havendo neste momento dez jovens na fila de espera, mas já agendadas para o mês de agosto.

Porém, Carlos Grasseli, diretor do Pró-Saúde, estuda novas estratégias para flexibilizar o fluxo de atendimentos. Entre as ações apontadas há o direcionamento de fonoaudiologia infantil nas escolas, descentralizando este atendimento do Caisme e para o futuro a instalação de um Caps exclusivo para crianças e adolescentes.

A reunião foi presidida pelo vereador Gilberto do Amarante e contou com a participação dos vereadores Juliano Baumgarten, Paulo Telles e Calebe Coelho. Os parlamentares estudam ampliar o tema com a Secretaria de Educação, Conselho Municipal e direções escolares.