Pular para o conteúdo
02/03/2024 14:31:14 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 4 de abril de 2023

A insegurança alimentar afeta metade da população brasileira

Metade da população brasileira está hoje em situação de insegurança alimentar, ou seja, cidadãos que não sabem se vão alimentar-se no dia seguinte. Essa constatação está no texto base da Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é “Fraternidade e Fome: dai-lhes vós mesmos de comer!”.

O assunto motivou a presença do padre Gilmar Paulo Marchesini na Sessão parlamentar desta segunda-feira, a fim de explanar mais sobre o tema e as ações da igreja diante da fome no Brasil.

Conforme Marchesini, o objetivo da Campanha é sensibilizar o cristão sobre a importância do tema e seus deveres para com a sociedade. O pároco elencou como grandes auxiliadores do combate a fome o desenvolvimento da agricultura familiar e a geração de renda, para as pessoas conquistarem sua segurança alimentar.

A Pastoral da Criança, órgão ligado a igreja tem a missão de voluntariamente alimentar, educar e proporcionar saúde as famílias para propiciar o crescimento saudável da criança. Com resultados positivos em todo Brasil, o padre cita a necessidade de criar mecanismos que mapeiem a fome nas regiões para atender estrategicamente.

Diante disso, o pároco Gilmar propôs aos vereadores a criação de um Conselho Municipal da Segurança Alimentar, a fim de promover dados sobre localidades com populações mais vulneráveis a fome, e atuar nelas de foram que diminua os índices de insegurança alimentar.

Esta é a terceira edição da Campanha da Fraternidade cujo tema é Fome, as anteriores ocorreram em 1975 e 1985. Nesta semana movimentos ligados a igreja angariaram cerca de duas toneladas de alimentos para serem doados a entidades do município.

Programação