Pular para o conteúdo
02/10/2023 19:20:54 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 1 de agosto de 2023

Gestão da Guarda Municipal é questionada pelos vereadores

A Câmara de Vereadores proporcionou um debate na noite desta segunda-feira para tratar do uso da Guarda Municipal de Farroupilha. Para isso foram convidados o Secretário de Obras, Argídio Schmitz, pasta responsável pela gestão da Guarda; o assessor jurídico da Prefeitura, Tiago Galvan, o presidente do Sismuf, Diego Tormes e o diretor da Guarda, o agente Leandro Silveira.

A Guarda Municipal tem a premissa de zelar pelo patrimônio público, cidadãos e auxiliar em ações da Administração Pública como eventos e diligências. Atualmente conta com 12 agentes concursados e em grande parte do tempo atua junto ao monitoramento eletrônico da cidade.

Suas vindas em Sessão, se deram, a conhecimento dos vereadores, de um possível descontentamento de agentes quanto ao ócio hoje desempenhado. Silveira explica que a Guarda é mais que um ente patrimonial e que há uma vontade dos agentes de estarem mais atuantes no município. Ao encontro desse anseio o Sismuf ingressou com uma ação civil pública este ano buscando melhores condições de trabalho aos agentes; o sindicato também defende o seu retorno ao trabalho ostensivo nas ruas.

Schmitz defende a importância da Guarda no monitoramento eletrônico, e que sua atividade também envolve rondas escolares entre outras ações pontuais. A Pasta entende que a fiscalização do trânsito, por exemplo, é de competência da Brigada Militar. Questionados pelos parlamentares, sobre uma contratação de empresa para prestar serviços similar ao da Guarda Municipal, o advogado Galvan esclarece que a empresa presta o serviço de fiscalização e prevenção a invasões de áreas.

Programação