Pular para o conteúdo
03/10/2022 14:11:57 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 13 de abril de 2022

Frente busca conhecer serviços do Senac no Jovem Aprendiz

Com foco no desenvolvimento do Programa Jovem Aprendiz, a Frente Parlamentar em Defesa da Juventude esteve na tarde desta terça-feira no Senac. Recepcionados pela diretora Evandra Scotta, os parlamentares conheceram a estrutura do centro profissionalizante, bem como seus serviços no município.

O programa Jovem Aprendiz possibilita a inclusão de jovens de 14 a 24 anos no mercado de trabalho, associada com a experiência de cursos profissionalizantes. A parceria constituída pelos Serviços S, empresas e juventude é uma Lei Federal e sua aplicação é obrigatória para empreendimentos de médio e grande porte.

Conforme explica Evandra, o Senac oferece, desde 2018, cursos com 21 meses de duração onde o jovem pode, neste período, ingressar em até  três experiências diferentes dentro na mesma empresa. A taxa de efetivação do curso, segundo dados do centro, é de 65%. Grande parte das desistências é motivada por jovens que ao atingirem a maioridade buscam novos empregos com pretensões salariais melhores.

A Lei do Aprendiz estabelece meio salário mínimo de remuneração, por parte da empresa a contribuição junto ao FGTS é de 2%  e não há multa rescisória.

Através de editais semestrais, o Senac abre suas vagas à empresas interessadas em inscrever novos jovens aprendizes. Atualmente há cerca de 200 estudantes no centro profissionalizante, mas com previsão de 80 novas vagas ainda neste semestre.

As empresas e comércios  interessadas em aderir ao programa, podem buscar seus candidatos junto ao Senac que possui um banco de currículos aptos para avaliação dos empresários, enfatiza Evandra.