Pular para o conteúdo
26/10/2021 06:48:34 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 24 de junho de 2021

Comissão trata comércio ambulante com entidades de classe

A Comissão Especial sobre o Comércio Ambulante esteve reunida na tarde desta quinta-feira com a CICS, Sindilojas e CDL, tratando dos impactos do comércio informal em Farroupilha. Atualmente esta categoria apenas pode trabalhar de forma itinerante e nas áreas em que não há a zona azul.

Criada em maio deste ano, a Comissão busca analisar a legalidade e os impactos econômicos e sociais do comércio ambulante na cidade. Presidida pelo vereador Juliano Baumgarten, o grupo de trabalho já esteve reunido com o Executivo Municipal, o qual aponta, em síntese, a estratégia de qualificar os imigrantes para o mercado de trabalho formal.

Na reunião desta tarde, as entidades de serviço apresentaram a gama de responsabilidades necessárias ao comerciante formal para manter seu estabelecimento atendendo dentro da legislação, como alvarás, impostos, declarações contábeis, entre outros. De forma exclusiva posicionaram-se contra uma possível criação de espaços para comércio popular, os camelôs, pois entendem que não comporta esse empreendimento para Farroupilha.

As entidades ressaltaram também o seu respeito aos imigrantes que atuam como vendedores ambulantes, porém esclarecem a necessidade de que todos devem atender as regulamentações existentes, coibindo assim o comércio clandestino e ilegal.