Pular para o conteúdo
27/11/2020 05:53:46 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 20 de agosto de 2019

Ativista denuncia caça irresponsável de javalis na Serra Gaúcha

A ativista e protetora dos animais, Arlene Lazzari esteve utilizando a Tribuna Livre do mês de agosto para apresentar os casos de maus-tratos que ocorrem na região por parte de caçadores.

Por convite da Comissão de Meio Ambiente do Congresso Federal, Arlene esteve em Brasília no mês de junho deste ano relatando as irregularidades e crimes que ocorrem na região da Serra no que tange a caça de javalis. Na época, os deputados analisavam a Instrução Normativa 12/19 que estrutura o regimento do Ibama.

Segundo a ativista, caçadores negligenciam a segurança de seus cães, abatem os javalis de forma cruel e desnecessária e através de grupos sociais comercializam armas de forma irregular.  Todo trabalho apresentado já é fruto de investigação da Patram (Patrulha Ambiental da Brigada Militar).

Os caçadores devem manter a segurança do cão com coletes que sinalizam sua presença, além de um gps para resgate do animal. Arlene ressalta a importância da caça de javalis no Brasil, uma vez que o suíno por não ser nativo do país, não possui predador natural, porém, ela alerta os métodos embutidos na ação de alguns caçadores.

A vereadora presidente da Frente Parlamentar de Apoio e Bem Estar à Vida Animal, Eleonora Broilo buscará junto aos demais vereadores uma ação para coibir que novas práticas ocorrem em Farroupilha.

Texto e foto: Gabriel Venzon | MTE 18.804