Pular para o conteúdo
15/06/2024 21:16:15 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 4340 – 11/12/2023 – Emancipação Política

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sr. Mauricio Bellaver.

 

Às 18h o senhor presidente vereador Mauricio Bellaver assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Calebe Coelho, Clarice Baú, Cleonir Roque Severgnini, Davi André de Almeida, Deivid Argenta, Edson Luiz Paesi, Eleonora Peters Broilo, Felipe Maioli, Juliano Luiz Baumgarten, Marcelo Cislaghi Broilo, Sandro Trevisan, Thiago Pintos Brunet e Tiago Diord Ilha.

 

PRES. MAURICIO BELLAVER: Boa noite a todos. Declaro aberto os trabalhos da presente sessão solene comemorativa ao 85 [sic] anos do nosso município. Dada a verificação do quórum informa a presença de 15 vereadores nesta sessão solene, 14 vereadores ausente o vereador Chico Sutilli. Inicialmente a Câmara Municipal de Vereadores agradece a presença de todos e saúda autoridades aqui presentes, entidades de classe, imprensa, senhoras e senhores presentes. Convidamos para fazer parte da Mesa o excelentíssimo senhor Fabiano Feltrin, prefeito municipal. Convido a todos para, de pé, ouvirmos a execução do hino nacional brasileiro. (EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL). Convido o vereador Davi André de Almeida para que faça uso da tribuna em nome do poder legislativo municipal.

VER. DAVI DE ALMEIDA: Boa noite senhor presidente. Quero cumprimentar todos os vereadores/vereadoras hoje à noite aqui e já agradecer a honra de poder representá-los nesta sessão solene. Quero cumprimentar também o nosso excelentíssimo prefeito municipal Fabiano Feltrin, cumprimentando vossa excelência cumprimento os demais secretários presentes nesta Casa; quero cumprimentar a imprensa aqui presente, as pessoas que estão nos acompanhando de seus lares e todos aqueles que vão nos acompanhar a posteriori. Farroupilha, a história de uma terra e de um povo se faz pelas ideias e pela luta dessa gente que honra o chão em que pisam; sejam elas nativas, do lugar ou que adotam essa terra como sua morada.  O progresso da nossa Farroupilha é o resultado de mentes visionárias e de mãos trabalhadoras. Se inicia 59 anos antes de sua emancipação com a chegada de sonhadores que aventuraram-se em uma terra desconhecida, mas promissora, para construir uma nova história. Farroupilha é considerada o ‘berço’ da imigração italiana no estado do Rio Grande do Sul. As primeiras famílias de imigrantes chegaram na localidade que denominaram Nova Milano, em maio de 1875, vindas da província de Milão, norte da Itália. As primeiras famílias foram as de Stefano Crippa, Tomazo Radaelli e Luigi Sperafico. Segundo dados históricos, entre 1885 e 1886, Luís Antônio Feijó Junior, dono das terras, instalou uma comunidade habitada por imigrantes italianos trentinos e trevisanos. A localidade, que distava 8 km ao norte de Nova Milano, onde atualmente é o bairro Nova Vicenza, que tomou o nome de Linha Vicenza e posteriormente, de Nova Vicenza. Os primeiros moradores de Nova Vicenza teriam sido imigrantes italianos vicentinos, tiveram de criar condições de sobrevivência, surgindo os primeiros artesãos, a casa de comércio, a igreja e o ferreiro, além de desenvolverem fortemente a agricultura. O núcleo prosperou com rapidez, favorecido pela circunstância de situar-se no entroncamento das estradas que conduziam as colônias vizinhas: Caxias do Sul, Conde D’Eu hoje Garibaldi, e Dona Isabel hoje Bento Gonçalves. Enquanto isso, Nova Milano, por sua vez, situada fora da colônia particular Sertorina, também progredia. A população, organizada e cheia de vontade, fez com que Nova Vicenza crescesse. Então veio o desenvolvimento da população, o surgimento do comércio da pequena indústria, além da forte agricultura, cantinas de vinho, casa de saúde, hoje o nosso hospital e a instalação de uma escola, sob a responsabilidade das irmãs da congregação de São Carlos. Ao mesmo tempo Nova Milano também progredia, tinha cartório, padre, igreja, subintendente e grande atividade agrícola.  Em 1º de junho de 1910 foi inaugurada a ferrovia Montenegro – Caxias do Sul.  A linha férrea passou entre as duas localidades – Nova Milano e Nova Vicenza, tendo sido construída a estação de trem e o armazém da ferrovia onde hoje é área central de Farroupilha. A estação foi denominada ‘Nova Vicenza’ e em torno da mesma começou a surgir um núcleo habitacional. Em seguida, em 1911, surgiu a estrada estadual Júlio de Castilhos que iniciava em São Sebastião do Caí, passava por Nova Milano, estação Nova Vicenza, pela Nova Vicenza original e seguia até Antônio Prado, dando mais força à expansão do novo núcleo urbano. Com o progresso econômico da nova região foi inevitável que surgisse um movimento de emancipação. Os moradores queriam autonomia administrativa e política. Desta forma, em 1934, uma comitiva de 35 pessoas, lideradas por Ângelo Antonello, representando as comunidades de Nova Vicenza, Nova Milano, Vila Jansen e Nova Sardenha, entregou uma petição ao então interventor federal no Estado José Antônio Flores da Cunha.  O município de Farroupilha foi criado através do decreto estadual nº 5.779, de 11 de dezembro de 1934; o seu território sendo desmembrado dos municípios de Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Montenegro. O nome é em homenagem ao centenário da Revolução Farroupilha, que seria comemorado no ano seguinte. O novo município foi dividido em quatro distritos:  1º distrito – a Sede; 2º distrito – Vila Jansen; 3º distrito – Nova Sardenha; e 4º distrito – Nova Milano. A emancipação teve um custo financeiro, pois Farroupilha precisou pagar o ‘quantum’ da dívida pública aos ex-municípios sedes. A primeira câmara legislativa foi eleita e formada em novembro de 1935 e as eleições diretas para prefeito ocorreram a partir de 1947. Farroupilha é um doce encanto, sobre os vales ela está debruçada, nossas videiras maduram esperança, trazendo a beleza estampada nas franjas da cascata de Salto Ventoso. Não podemos deixar de lembrar daqueles que nos antecederam e construíram com lagrimas e alegrias a nossa história de pujança, neste solo permeado de beleza e encanto manifestamos o orgulho e a emoção de pertencer a Farroupilha que tanto no acolhe. Uma cidade construída pelo coletivo a qual destacamos a nossa agricultura, que tanto nos orgulha, nossas industrias que expandem no Brasil e no mundo, nosso comercio e serviço que tanto nos aproxima, nossos artesãos que nos orgulham, nossas cantinas e cervejarias que nos alegram, nossos atletas que a cada dia nos inspiram com suas conquistas; mas também com o nossos munícipes que todos os dias levantam para viver, construir, amar e desfrutar, da alegria de estar nesta cidade que é a Farroupilha de todos.  O tempo passa de pressa e hoje completamos 89 anos de uma linda história, quase um século de trabalho, fé, amor e esperança que guiou a nave antiga pela trilha do imigrante, para ancorar no fértil coração desta terra amada chamada Farroupilha. Parabéns Farroupilha. Parabéns a todos os munícipes desta cidade. Muito obrigado senhor presidente.

PRES. MAURICIO BELLAVER: Agradecemos o vereador Davi André de Almeida. Convidamos para que faça uso da tribuna em nome do poder executivo municipal o prefeito Fabiano Feltrin.

PREFEITO MUNICIPAL DE FARROUPILHA FABIANO FELTRIN: Muito boa noite. prazer enorme nós estarmos aqui. Uma saudação toda especial para o nosso presidente Maurício Bellaver, saudar todos os vereadores/vereadoras, imprensa, secretários presentes, comunidade, funcionários da Casa, Diego Tormes representando aqui nosso SISMUF e também fazer uma saudação especial para o nossa secretário Jorge Cenci que esse ano então dando a sua contribuição para o Executivo no ano de 2024 retorna para o legislativo dessa vez diferente como vereador de situação. Então desejamos muito sucesso, muito obrigado em nome do poder público, em nome da administração foi uma honra muito grande ter trabalhado contigo, inesquecível, muito obrigado por tudo. Nós queremos hoje agradecer, falar de Farroupilha é realmente muito bom, a gente tem uma terra privilegiada uma cidade extremamente solidária, sempre que solicitada a população se movimenta para o bem. Somos como disse o que não antecedeu, vereador pastor Davi falando em nome do legislativo, berço da imigração italiana. São tantos fortalezas: capital do moscatel, capital da moda do inverno, a maior romaria do Sul do Brasil, uma cidade repleta de fé como eu chamo nas nossas reuniões regionais Farroupilha é o portal da espiritualidade porque somos realmente um povo em que todas as igrejas acolhem as pessoas. E aqui nós temos uma cidade onde eu tenho uma fala muito importante que quando me demandaram quando me deram a oportunidade de estar no executivo municipal que é: não haverá a justiça social enquanto houver um farroupilhense com fome. Isso realmente vocês fazem o dia a dia para que a gente possa atender a todos na plenitude. Uma cidade de oportunidades quando os nossos lendários ex-prefeito Avelino Maggioni com a sua visão empreendedora traz o Distrito Industrial; o primeiro distrito industrial do Rio Grande do Sul, mas tem pessoas que dizem que é o primeiro distrito industrial do Brasil. A partir daquele momento chega outro prefeito e traz o primeiro bairro popular; o prefeito Clóvis Tartarotti para chegar até então acolher as pessoas que vieram aqui buscar as suas oportunidades para viver, para trabalhar, para ter a sua renda. E hoje nós temos uma população que escolheu Farroupilha para morar por opção própria e isso é maravilhoso, e essa cidade foi construída por todas essas mãos. Há pouco tempo atrás nenhum sem demérito nenhum, mas Farroupilha talvez tivesse uma população menor que Garibaldi; em pouco tempo a gente é maior que Barbosa e Garibaldi juntos. Farroupilha tem hoje a sua a cidade com a 3ª maior população da Serra Gaúcha, mas a segunda em área territorial; nós temos mais de 500 km de estrada de chão e terão muitos prefeitos ainda de desafios para nós levarmos o progresso, os asfaltos. E que bom que estamos fazendo isso ao longo de toda a caminhada com todos os méritos de todos os prefeitos que passaram; cada um com a sua característica, mas também com a necessidade do momento. se hoje temos aqui Luciana uma educação referência é porque foi sim construída por muitas mãos e por muitas administrações, e a gente da sequência nisso melhorando ainda mais. Quando a gente fala da educação de Farroupilha por vezes a gente tem que chamar até uma irmã gêmea da Luciana para ir receber as distinções dado o volume de reconhecimentos que nós temos. Quando a gente fala de saúde quem não lembra a pouco tempo atrás das dificuldades que passávamos, quem não lembra da situação do hospital? Hoje temos uma Farroupilha plena na saúde. No dia do aniversário a gente inaugura as estruturas coloca o centro de especialidades juntamente com nosso centro de saúde e tudo isso vai melhorando a cada dia; mas tudo pelas mãos de vocês. Quando a gente fala em turismo nós dobramos em pouco tempo as nossas receitas advindas do turismo. Seguem os asfaltos no interior solicitados pelas comunidades sempre com diálogo, protocolo, organização. Quando a gente fala em desenvolvimento econômico a desburocratização, os reconhecimentos e ao mesmo tempo sendo uma pessoa que tem a dor de que cada um que vem lá para fazer os seus pedidos. De uma Farroupilha de todos. De uma Farroupilha que entra pela porta da frente da prefeitura e sai pela mesma porta; que cumprimenta todo mundo todos os dias. Uma Farroupilha que é feita por cada um de vocês. Tiago Ilha, Thiago Brunet, Deivid Argenta, Juliano, Roque, pastor Davi, Calebe, nosso presidente Maurício, Marcelo, doutora Eleonora, Felipe, doutora Clarice, Sandro e professor Kiko eu tenho muito orgulho de ter tido a oportunidade de trabalhar com vocês e de vocês terem feito parte de uma Farroupilha que tá num outro patamar. E vocês têm mérito de tudo isso por conta das aprovações que passa aqui nessa Casa, por tudo aquilo que a gente ouve a comunidade e que a gente sempre se acerta. Fazer certo melhora a vida das pessoas. Que pena que tem gente que não presta atenção, mas quem presta atenção sabe que é uma Farroupilha de todos. Muito obrigado.

PRES. MAURICIO BELLAVER: Quero em nome do poder legislativo agradecer o prefeito Fabiano Feltrin, aos nossos vereadores, as entidades de classe, imprensa, senhoras e senhores presentes. Dizer que esta Casa com muito orgulho presta homenagem à nossa amada Farroupilha. Muito obrigado pelas suas presenças. Convido a todos para, de pé, ouvirmos a execução do o hino de Farroupilha. (EXECUÇÃO DO HINO FARROUPILHENSE). Nada mais a ser tratado nesta noite declaro encerrados os trabalhos dessa presente sessão solene. Boa noite a todos.

 

 

 

 

Mauricio Bellaver

Vereador Presidente

 

 

 

Calebe Coelho

Vereador 1º Secretário

 

 

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa e Apoio Administrativo.