Pular para o conteúdo
01/03/2024 00:32:15 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 4324 – 16/10/2023

SESSÃO ORDINÁRIA

 

Presidência: Sr. Maurício Bellaver.

 

Às 18h o senhor presidente vereador Mauricio Bellaver assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Calebe Coelho, Clarice Baú, Cleonir Roque Severgnini, Davi André de Almeida, Edson Luiz Paesi, Eleonora Peters Broilo, Eurides Sutilli, Felipe Maioli, Marcelo Cislaghi Broilo, Sandro Trevisan, Thiago Pintos Brunet e Tiago Diord Ilha.

 

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Boa noite a todos. Declaro aberto os trabalhos da presente sessão ordinária. Dada a verificação do quórum informo a presença de 11 vereadores nesta sessão do dia 16 de outubro de 2023; ausente o vereador Tiago Ilha, Thiago Brunet, Gilberto do Amarante com falta justificada e vereador Juliano Baumgarten com falta justificada. Solicitamos ao vereador Calebe Coelho, 1º secretário, para que proceda à leitura do expediente da secretaria.

 

 

EXPEDIENTE

 

1º SEC. CALEBE COELHO: Expediente de 16 de outubro de 2023. Ofícios – SMGG (Secretaria Municipal de Gestão e Governo): nº 211/2023 assunto: Reposta ao Pedido de Informação nº 82/2023; nº 212/2023 assunto: Reposta ao Pedido de Informação nº 830/2023; e nº 213/2023 assunto: Projetos de Lei. Ofício nº 03/2023 – Comissão de Finanças, Orçamento e Contas Públicas – assunto: Solicitar agendamento de Audiência Pública Projeto de Lei nº 35/2023. Comunicado – Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul Deputado Vilmar Zanchin, convida para o Ato de Encerramento do Movimento pela Educação e Apresentação do Marco Legal da Educação, que ocorrerá no dia 18/10/2023, às 9h, no Auditório Dante Barrone da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre. Pedidos de Informação de autoria do vereador Juliano Baumgarten: nº 95/2023 – assunto: Solicita informações a respeito da implantação de um “Centro-Dia”; e nº 96/2023 – assunto: Solicita informações a respeito da Conferência de Assistência Social. Pedidos de Providência de autoria do vereador Juliano Baumgarten: nº 218/2023 – assunto: notificação de limpeza de terreno; nº 219/2023 – assunto: alargamento de via; nº 220/2023 – assunto: conserto de buracos Rua São Vicente; nº 221/2023 – assunto: colocação de areia; e nº 222/2023 – assunto: manutenção nas estradas da Linha Amizade.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Calebe Coelho. Passamos ao espaço destinado ao grande expediente.

 

 

GRANDE EXPEDIENTE

 

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convidamos o partido do movimento democrático brasileiro – MDB para que faça uso da tribuna; fará uso da tribuna a vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite a todos. Boa noite presidente Maurício, boa noite colegas vereadores, bem-vindo de volta Marcelo né, que bom que o senhor se recuperou do seu ato cirúrgico; boa noite a minha colega feminina a minha musa inspiradora né a doutora Clarice Baú. Boa noite a todos que aqui se encontram, a nossa imprensa, ao senhor Ivanir Verona que, aliás, eu quero solicitar mais uns adesivos porque eu não consegui entregar a todos, mais uns adesivozinhos tá bom, obrigado. A nossos assessores/nossas assessoras muito boa noite, àqueles que nos acompanham de forma presencial e os que nos acompanham do aconchego do seu lar. Bem, como não poderia ser diferente eu hoje vou falar – Rose, tu coloca para mim, por favor, as imagens – eu vou falar um pouquinho hoje sobre a nossa caminhada pela vida. a caminhada pela vida inicialmente foi um grupo que foi criado pelo Ivanir Verona e seus amigos e eles acabaram colocando muitas pessoas que estavam afoitos pelo tema que é a ‘caminhada pela vida contra o aborto’ e nós formamos um grupo então em que todos eram administradores do grupo, o que acabou funcionando muito bem. O intuito deste grupo era a caminhada do dia 12/10; a caminhada que sairia em fronte da Unimed, onde teria a concentração; doutora Eleonora…, desculpe, eu não consigo enxergar o que está escrito no cartaz; ah, ‘obrigado’. Imagina não tem que agradecer. Eu que agradeço pela oportunidade que eu tive, por me sentir mais útil e mais eu. então o objetivo era uma concentração em frente na rodovia dos Romeiros em frente ao PA da Unimed e iríamos até o santuário; em virtude do mau tempo mudou um pouquinho, nós não suspendemos, nós não suspendemos optamos por manter a caminhada mesmo debaixo do mau tempo mesmo com aquele frio que cortava os ossos né, aquele vento frio, nós fomos. só que nós não saímos da frente então dá ali da Unimed nós saímos do entroncamento da rodovia dos Romeiros com a propriamente a faixa que vai dar no santuário. então ali foi o nosso local de encontro, nós saímos dali e fomos até o santuário. todos nós estávamos ou com toda a roupa branca com a camiseta branca e todos colocamos este adesivo: juntos pela vida contra o aborto. Todos. Em virtude do mau tempo nós colocamos capa então o adesivo estava sobre a capa, estávamos todos de capa, era impossível. Rose, pode passar, dá para virar? dá para virar Rose? Agora sim. Então na frente da nossa procissão por assim dizer né as pessoas levavam este cartaz que diz: sim a vida, não ao aborto, não a ideologia de gênero e não descriminalização das drogas’. caminhamos então até o santuário com o carro de som na frente e chegando no santuário, nós, como era uma caminhada que não tinha cunho político nem cunho religioso as pessoas estavam/foram bem tranquilas, podiam ir embora ou entrar com quem quisesse no santuário. eu ouvi algumas que não sei de onde tiraram isso dizendo que não tínhamos sido recebidos em Caravaggio. Isso foi uma mentira muito grotesca porque nós fomos recebidos muito bem pelos párocos que estavam realizando a missa das 10h, das 10h ou das 10h30min, enfim, o pároco que estava realizando os párocos que estavam realizando a missa nos receberam muito bem. Aqui nós estamos indo; claro que nós esperávamos mais pessoas, mas em virtude do mau tempo eu até achei que fomos em muita gente. Bem, continuando nós chegamos no em Caravaggio e entramos então no santuário né e o pároco nos convidou para que fossemos lá para frente no altar e pudéssemos colocar aquele cartaz lá no altar; o cartaz foi colocado no altar e o padre o leu inclusive e foi/houve uma salva de palmas para todos nós. pode passar ali, aqui, mas aquela onde, a da igreja, por favor. Bom, aqui sou eu e a minha assessora, a Patrícia, com capa de chuva e tudo mais para aguentar/enfrentar o mau tempo. mas não, aquela onde nós estamos dentro da igreja; será que não tem aquela Patrícia? eu acho que aquela ficou de fora. Bom, enfim, uma das fotos que foi tirada, é um vídeo, talvez esse foi a diferença, quando nós estamos entrando na igreja né e essa faixa então é colocada no altar; foi um momento bastante emocionante foi um momento muito emocionante. eu quero dizer para todos que se eu tivesse de ir novamente nessa caminhada embaixo de mau tempo eu o faria novamente, eu estaria lá novamente com os balões, eu estaria lá novamente tremendo e gelada até os ossos, mas eu estaria lá novamente. Porque a nossa caminhada a nossa caminhada pela vida, a nossa caminhada de fé que diz não ao aborto ela diz tudo. Essa imagem que eu consegui dar para alguns de vocês, não para todos, mas a maioria de vocês têm sobre a mesa ou está na bancada né é de um feto de 12 semanas; apenas aumentado o tamanho dele, mas é de um feto de 12 semanas. então eu francamente espero que a nossa o nosso sacrifício a nossa caminhada tenha surtido efeito e que novamente eu digo que as pessoas levem para suas casas levem para sempre dentro de suas almas essas imagens e pensem que um bebê não é só um amontoado de células; não é só isso um feto/um embrião é um futuro cidadão é um futuro cidadão porque indivíduo ele já é. ele é um indivíduo e merece respeito, merece respeito porque quando começa o direito de outra pessoa caba o direito de uma outra pessoa. Quando começa o direito do feto/do embrião termina o direito da mãe. Então sobre isso eu quero que todos pensem e que todos levem essa mensagem para casa. Muito obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereadora Eleonora Broilo. deixar registrada a chegada do vereador Tiago Ilha às 18h8min e também deixar registrada a chegada do Thiago Brunet às 18h10min. Convidamos o partido democrático trabalhista – PDT para que faça uso da tribuna; abre mão. Convidamos o partido rede sustentabilidade para que faça uso da tribuna; abre mão.  Convidamos o partido progressista – PP para que faça uso da tribuna; abre mão. Convidamos o partido socialista brasileiro – PSB para que faça uso da tribuna; fará uso da tribuna o vereador Roque Severgnini.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Senhor presidente, senhoras e senhores vereadores, demais pessoas aqui presentes, sejam todos bem-vindos a nossa Câmara de Vereadores. Saudar a imprensa, quero saudar aqui o nosso ex-prefeito Pedro Pedrozo, saudar as pessoas que nos assistem aqui pelas plataformas digitais. e também comentar aqui que estamos vivendo um período de muita chuvas e essas chuvas tem sido de muita preocupação não só para o nosso Estado, mas também nosso município aqui em Farroupilha; que ela certamente impactam de alguma forma principalmente na questão da nossa produção de uvas que o interior vem sofrendo e muito né em outros anos por conta da seca e agora por conta do excesso de chuvas. E a gente tem conversado muito com agricultores que tem relatado essa preocupação com relação ao nosso interior. Eu gostaria também de falar sobre as obras porque fui convidado hoje por alguns servidores para dar uma olhada aqui numa guarita da nossa UPA, e essa imagem aqui é de dentro da guarita da UPA. E por que que eu chamo atenção? talvez problema de obras, isso acontece né pode acontecer a qualquer momento em qualquer obra. O que ocorre é que essa obra é a 5ª empresa que tenta concluí-la e não consegue. hoje a água lá dentro é igual estar lá fora, de chuvas, molhado que tá ali dentro; até fiz um vídeo aí ó dá para ver o cidadão batendo com o pé ali na água. A água chove torrencialmente Marcelo lá dentro. então falei Marcelo porque tá aqui mais do meu lado, mas seria importante aí a liderança do governo, enfim, ver o que que é que tá acontecendo tchê. É a 5ª empresa uma obrinha pequena e está ali feito/refeito recontratado e vou dizer uma coisa: de péssimo acabamento a obra né.  É uma obra pequena como disse, mas que precisa dar uma olhada nisso aí para ver o que que tá acontecendo. eu quero falar de um tema aqui que ele foi uma denúncia de um cidadão que todos temos aqui, que é o seu Muller, que trabalha há muitos anos no cemitério público municipal. Entra administração e sai administração e o Muller está lá; já estava seu pai e agora está o Muller, e ele fez uma denúncia muito séria a poucos dias atrás. e eu gostaria de comentar aqui dividir essa denúncia dele em duas partes; uma delas é que diz respeito as obras propriamente do cemitério, que ele fala que no cemitério tem muito lixo tem o problema da serpentina que, aliás, o secretário de obras falou que foi a gestão do Feltrin que colocou a serpentina. na verdade foi a gestão do Pedrozo que colocou. eu lembro aqui que fizeram o movimento e justo o movimento encabeçado pela doutora Eleonora, vereador Tadeu, vereador Jonas Tomazini e vereador Arielson Arsego; fizeram um movimento muito grande lá no cemitério e levaram o Pedrozo, à época prefeito, lá no cemitério para cobrar explicações. e o Pedroso foi lá e se encontrou algumas soluções. por exemplo uma delas foi de fazer as gavetas que lá estão são todas cobertas com zinco. Foi na gestão do Pedrozo quando estava de prefeito que pediu que fosse coberto com zinco para não ter mais infiltrações; a outra foi colocar a serpentina. e eu com todo o respeito não vi mais ninguém tratar desse tema a não ser o seu Muller quando fez uma denúncia seríssima. Eu gostaria que o nosso colega Rose aí que opera o sistema de som aqui da Casa colocasse aí o áudio do Muller que é rápido é um minutinho aí que ele trata da questão do descaso com o cemitério no que diz respeito ali a questão das obras. Veja se está no ponto ali Rose para nós ouvir. (REPRODUÇÃO DE AUDIO). Então segura um pouquinho aí Rose. dá para ver aqui, segura aquela imagem daquela foto da dos de dentro do cemitério ali que aparece, é essa aí. Vejam bem, vocês notam que tem essa foto aí aonde que tá claramente demonstrado que esse líquido sai das gavetas tá, é dura a imagem, mas é essa, é uma imagem que está no site inclusive da Rádio Spaço que o Luiz Carlos Muller foi quem fez a foto; e depois tem umas fotos complementares que não tem nada a ver com a parte de dentro. Mas é para mostrar que tudo isso que está ali sai depois na calçada que, aliás, reconhecer foi uma bela de uma obra o passei o público, mas sai tudo naqueles cano que está no muro do cemitério e sai tudo para calçada. então num dia que nem hoje, por exemplo, aquelas fotos daquela água ali exatamente aquilo ali tá no dia de hoje saindo assim sai de onde de dentro do cemitério. Então quem passa na rua na calçada está em contato diretamente com isso Então isso é muito preocupante né. eu cedo um aparte ao vereador Felipe.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Um aparte para o vereador Felipe Maioli.

VER. FELIPE MAIOLI: Presidente, obrigado. Boa noite a todos que estão aqui presente. Vereador Roque Severgnini, eu preciso demonstrar minha preocupação através da fala que o senhor está fazendo e nós não podemos nos privar de fazer algumas comentários rápidos porque só tenho um minuto. Quando essas gavetas estavam sendo construídas uma etapa agora na atual gestão o Muller entrou em contato comigo, estive lá conversando com ele, e realmente foi feito uma solicitação junto à secretaria; o Muller já vinha alertando muitas coisas a verdade tem que ser dita. E infelizmente está acontecendo isso agora, mas já foi feito o pedido para que a secretaria desse uma atenção, secretaria de obras, ao Muller porque ele estava alertando que esse problema iria ocorrer. então eu estive presente fiz essa solicitação e infelizmente as coisas não estão acontecendo a contento. com relação ao que tu mostraste com relação à rua/a calçada passei hoje lá atrás também, que eu recebi essas mesmas fotos, e é tudo real também. quando tu faz uma obra nesse nesse sentido, bem rapidinho, é óbvio que tem que botar um joelho e esconder, a água não pode cair na calçada é uma coisa muito evidente. Infelizmente sei que talvez a minha fala poderá não agradar algumas pessoas, mas a verdade ela tem que ser dita. depois eu vou falar algumas coisas de bom que está ocorrendo também né. mas isso tudo eu tenho que falar que eu participei dessas duas demandas e foram feitas as solicitações: a das gavetas no passado e essas das calçadas inclusive eu abri um protocolo hoje para que resolva o problema dessas dessa água que está escoando na calçada. Obrigado.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Obrigado pelo aparte vereador Felipe, realmente faz sentido tem tem muito a ver. eu só vou pedir uma gentileza, lhe concedo em seguida vereador Tiago, eu só quero colocar o outro áudio que onde tem a denúncia sobre o envolvimento de CCs na realização de obras que são denúncias feitas na Rádio Spaço, todos ouviram imagino, que diz que tem CC lá empresa sendo pagas, mas as obras sendo executada por CCs durante o expediente de serviço. E eu quero ouvir do governo que fez pelo mínimo uma sindicância para apurar eu gostaria de saber disso. coloca o áudio, por favor, então Rose. (REPRODUÇÃO DE ÁUDIO). Então eu gostaria de ceder um aparte para o vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Só para contribuir com o aparte para a gente ver como tá o diálogo da atual administração né. Eu não consigo entender como o prefeito tem se manifestado na mídia dizendo que tá aberto ao diálogo que tá conversando o diálogo. tá aqui ó o vereador líder do governo né fez uma solicitação alertando que o problema poderia acontecer, uma solicitação que acredito que até formal pelo menos por mensagem né Felipe, formalizado para que a prefeitura pudesse tomar providência vereador Roque e nós estamos aqui agora sofrendo com isso. porque às vezes as pessoas acham que é legal para que vereadores que não são da situação apontar problema; não né, isso é triste enquanto cidade. Então e pela parte 2 que se isso realmente foi verdade que a prefeitura paga uma empresa e o CC, que já recebe pela prefeitura, fazendo um trabalho para empresa isso cabe inclusive algo uma prerrogativa que é dessa Casa de investigação até mesmo de pensar numa CPI senhor vereador.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Obrigado pelo aparte vereador Tiago. Eu inclusive quero dizer que eu sei que nós temos uma vedação do regimento quanto à questão da reprodução de áudios, mas eu tomei a iniciativa de reproduzir porque eu achei que era importante a Câmara ter esse conhecimento, ter essa informação né, ter uma exceção aqui ao regimento para a gente tomar conhecimento e ficar gravado nos anais da Casa. E também eu gostaria de dizer que antes que alguém faça um cardiozinho uma fake news para dizer que o vereador Roque é a favor disso ou contra aquilo deixar bem claro que não estou fazendo aqui nenhuma avaliação nenhum juízo com relação a qualquer situação de irregularidade. Estou apenas dizendo que há uma denúncia e que nós precisamos tomar conhecimento disso. é grave a denúncia. Não foi uma denúncia feita por uma pessoa que não tem conhecimento é por uma pessoa que tem um histórico de serviços dentro do cemitério municipal, que conhece muito bem ali, que passou por várias administrações e inclusive esse áudio ele tá editado em partes ele não está comprometido o áudio com outras informações além daquilo que está na entrevista, mas ele não é a integralidade do áudio; inclusive em determinado momento e o senhor que fez a denúncia ele faz crítica inclusive da nossa administração então não tá fazendo por conta de uma administração ou de outra ele está relatando um fato e que houve uma explicação por parte do secretário de obras e por parte do prefeito, mas não se ouviu nada de que estão apurando estão averiguando. então eu acho que a todos é dado o direito de defesa, mas tem que fazer uma busca de algumas informações. nós estaremos fazendo um pedido de informação agora na próxima segunda-feira pedindo informações sobre as câmeras de monitoramento ali, para concluir senhor presidente, sobre as câmaras de monitoramento, a questão das filmagens interna do cemitério, a listagem das horas extras do CCs da prefeitura municipal e de funcionários contratados e também a relação de empresas terceirizadas que prestaram serviço ali no cemitério municipal. Faremos agora na próxima semana que vem. obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Roque Severgnini. Convidamos o partido republicano para que faça uso da tribuna; abre mão. Convidamos o partido liberal – PL para que faça uso da tribuna; abre mão. Encerrado o espaço destinado ao grande expediente. Passamos ao espaço destinado ao pequeno expediente.

 

 

PEQUENO EXPEDIENTE

 

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: A palavra está à disposição dos senhores vereadores. Se nenhum vereador… Com a palavra o vereador Felipe Maioli.

VER. FELIPE MAIOLI: Presidente, pessoas que estão aqui nos assistindo um boa noite especial aí a todos. na manhã de hoje queria tive o prazer de participar de um de uma ação uma ordem de início de obra que vai acontecer aqui do nosso lado. Tive acesso ao projeto de revitalização do canteiro central aqui no Largo Carlos Fetter. Confesso que é um projeto bonito extremamente importante que vai fortalecer a cidade na questão de embelezamento. E quero dizer que aproveitando a oportunidade foi feito mais algumas solicitações a nível de mostrar a importância que a nossa cidade tem para os outros municípios e para as pessoas que nos visitam, alertando de quanto é importante fazer investimentos nesta questão de embelezamento das principais entradas da nossa cidade. falo da entrada que tem no bairro São José e no São Francisco, melhorou muito. eu fiz a solicitação hoje que tem que melhorar ainda mais principalmente para os dias de chuva onde tem que ser colocado alguns tachões que iluminem aquele traçado feito; além de toda a iluminação que foi colocada naquele segmento acho que tem que ser feito alguma questão no próprio asfalto para as pessoas que vem de Barbosa/Garibaldi em direção a Farroupilha. e quem sabe pórtico neste local será muito importante para todos nós. com relação as imagens que o vereador Roque falou então eu tenho essas mesmas imagens Roque que chegou até mim e eu acho importante alertar sim, tem que falar sim, porque é inadmissível que uma quantidade extrema de água possa correr numa calçada onde pessoas transitam ou poderão transitar. Sabe-se que ali não é um local onde muitas pessoas transitam, mas tem que ser evitado este problema. Sim, com certeza um aparte.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Um aparte para o vereador Roque Severgnini.

VER. ROQUE SEVERGNINI:  Felipe, eu quero te parabenizar pelo envolvimento com o tema e esse tema não é de um vereador, é um tema da cidade que a gente precisa trabalhar com a cidade. e ali aquela rua paralela que me foge o nome ali agora, ao cemitério, ela tem impacto inclusive no CREAS que é uma um órgão público da prefeitura e na própria UPA. Então daqui a pouco nós estamos jogando essa água para dentro inclusive destas instituições municipais. Então parabéns pelo envolvimento e acho que é bem importante isso.

VER. FELIPE MAIOLI:  Dizer também que eu e o, não sei se ele me autoriza a falar, mas eu e o Sandro estivemos também acompanhando algumas as obras que estão ocorrendo na antiga UPA né que agora tem é caracterizado por uma outra nomenclatura né pastor Davi e a gente também notou e nos mostraram né Sandro, nos mostraram e tinha até o fiscal da obra e falou sobre o que estava ocorrendo lá. então se nós não falar aqui o que a gente faz no dia a dia da impressão que os vereadores de situação não fazem nada né Sandro então eu vou começar a explanar todas as demandas que chegam até nós porque não são poucas; muitos elogios acontecem também. Eu quero usar o espaço de líder tá presidente. Muitos elogios chegam até nós também. e eu acho que é importante ressaltar muitas coisas que estão envolvidas a nível de educação: as escolas que tem problemas e tem sim; tem que construir escola, tem sim, mas muitas coisas estão chegando. eu falo porque sou presidente do CPM da Escola Oscar Bertholdo e a gente conversa muito com a direção das escolas, atuo no contraturno Odete Zanfeliz e lá está sendo feitas muitas reformas também. então a gente se depara com muitas coisas positivas e se depara com muitas demandas também da nossa cidade. dizer também que… espaço de líder. dizer também que, Rose, tu me mostra aquela foto das calçadas. então isso foi protocolado já algum tempo também: a solicitação para que a fiscalização compareça a este local e que exija que o proprietário faça a calçada que é de sua responsabilidade, pois ali uma senhora cadeirante do São José sempre quando ela vem para o centro ela tem dificuldades em passar nesta região. Eu já venho falando isso há muito tempo e eu acho que é importante. posso falar agora porque todas essas demandas eu levei ao secretários então não tenho o porquê de não de não explanar. todos me atenderam super bem todos atenderam as solicitações. Quando se ouve que o diálogo não existe não é real; o diálogo existe entre o poder público e os vereadores de situação só que nós não podemos entrar na mente de algumas pessoas né Sandro né Chico e fazer com que as pessoas façam o que a gente quer. então isso é um é uma outra questão, é nível de poder executivo, legislativo e judiciário. Então as demandas chegam a gente repassa, cobra, fica em cima, mas temos que ter muito claro essas questões. Então para de deixar registrado isso então. Uma outra questão que está acontecendo na nossa cidade que as pessoas tem que se dar conta, que começou no governo no passado, as pistas de caminhada né; no São José pelo que eu sei o vereador Roque não sei se o vereador Roque comentou sobre isso que o início se deu pelo projeto do governo anterior né a pista de caminhada no São José. então agora está sendo uma continuidade muito grande na pista de caminhada que está indo até Carlos Barbosa, está andando; estamos sempre em cima questionando a fiscalização para que faça com que a empresa agilize porque senão vai chegar ao final e não vai ter acabado. Caravaggio é uma questão de sequência. agora com lançamento hoje de manhã de uma revitalização de um local extremamente então extremamente importante para nossa cidade. Então as coisas elas acontecem e sempre são sequência; passa governos e a cidade está aí. Sempre governos dando o seu melhor tentando fazer o melhor, não conseguindo fazer tudo porque Farroupilha já tá com 80 mil habitantes, não é fácil e vou dizer mais: todas as reivindicações elas são extremamente verdadeiras e importantes. Cabe a nós tentar resolver elas da melhor maneira possível e o mais rápido possível. Então quero dizer que estamos atentos sim estamos cobrando sim estamos representando as pessoas e a comunidade sim e estamos alertando também. uma outra coisa que chegou até nós muito forte é a questão dos quebra-molas na cidade, todo mundo quer quebra-mola. então acho que chegou a hora de pensar uma solução para Farroupilha um estudo tem que ser feito de mobilidade urbana. Tem que se pensar o que será feito logo. temos conhecimento que tem cidades exemplares não aqui no Rio Grande do Sul, mas em Santa Catarina; é só conhecer é só buscar informação é só buscar conhecimento. tem uma cidade de Joinville/SC, está ali, o prefeito investiu muito forte em totens onde serve para muitas coisas com inteligência artificial; eles ajudam no monitoramento, ajudam com botão onde as pessoas podem acessar rapidamente e vir pessoas ajudar no que for preciso se acontecer um acidente e ajudariam até nos excessos de velocidade. Então existe. eu sou uma pessoa que não sou a favor de quebra-molas tá, mas alguma coisa tem que ser feita a curto prazo porque se nós só ficarmos com aquele discurso que a educação é importante a educação é importante; eu também acho que a educação é importante, mas é curto prazo o que que nós vamos fazer para educar esse povo aí. Muito obrigado senhor presidente.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Felipe Maioli. Mais alguém… Com a palavra o vereador Chico Sutilli.

VER. EURIDES SUTILLI: Boa noite a todos. eu quero parabenizar o pessoal dos feirantes que ontem teve o evento dos 40 anos dos feirantes e em nome do seu presidente César Troes parabenizar todos os feirantes que estão aí; são guerreiros, agricultores né, que estão há 40 anos servindo bem a nossa população. e mais um pequeno assunto da nossa secretaria da agricultura, temos um problema hoje que o José Mário Bellaver está com problema de saúde o nosso colega Silvio tem que se afastar por problema de saúde da esposa e o nosso presidente do nosso partido Fernando Silvestrin pediu exoneração do cargo para cuidar de assuntos particulares e assunto de nível do PL a nível de Estado aqui na serra que ele vai dar uma nas candidaturas/pré-candidaturas a prefeitos e vice-prefeitos e vereadores da nossa Serra Gaúcha; aí tem muito comentário disso daquilo PL sai do governo fica no governo, mas nesse momento é o nosso secretário que teve que sair por motivos particulares e motivos do partido. Era isso presidente.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Chico Sutilli. Com a palavra o vereador Kiko Paesi.

VER. EDSON PAESI: Boa noite senhor presidente, colegas de legislativo, servidores da Casa, imprensa, público e um boa noite ao meu amigo de longa data Valmir Roman que também está aqui nos prestigiando, obrigado. eu troquei uma ideia com o subsecretário/diretor-geral Renan Bondan na questão do cemitério. providências estão sendo tomadas: a princípio já teria uma empresa licitada que tá tomando as devidas ações cabíveis. há de lembrar também que o excesso de chuva, muito acima da média mensal em poucos dias, ela satura qualquer sistema de drenagem; mas claro não negando que pode ter erros de projeto e que serão os sanados. E também falar da beleza das novas praças aqui de Farroupilha – tecnológicas, ecológicas, lúdicas, inclusivas e pedagógicas. Que beleza de praças, lindas, e já ainda não foi inaugurado oficialmente e o público já adotou a ideia. gostaria de falar também que foi publicado hoje no site da prefeitura o edital da Lei Paulo Gustavo, tão esperado. e agora sendo um pouco das divisas do município nós estamos tendo aqui na região sul do Brasil problemas com excesso de chuvas – não apenas aquele do cemitério, aquele é mínimo perante os desastres que a chuva em demasia tem causado -no norte do Brasil seca e observem só a Amazônia, tão polêmica e que chama atenção do mundo, está em chamas de novo. Mas a gente não vê a mesma repercussão a nível mundial como ocorreu anos atrás. Por que será? Porque descobriram que lá não tem girafas. Obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Kiko Paesi. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Com a palavra o vereador Roque Severgnini.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Senhor presidente Maurício, eu gostaria de tocar num assunto que talvez até exista no nosso Rio Grande do Sul, mas não sei se a nossa região aqui estaria contemplada; mas creio que é possível a daqui a pouco fazer o movimento nesse sentido que são e aí eu falo vereador Maurício, presidente, porque eu sei que o senhor é ligado à agricultura e talvez o senhor possa até saber muito mais do que a gente com relação a isso: que são o sistema antigranizo. eu vejo, por exemplo, ali lendo alguns sites de notícias Santa Catarina hoje possui pelo menos 139 sistema de antigranizo e a e a região de videira, que é inclusive produtora de uvas, existe esse sistema também lá. eu não tenho notícia que a gente tenha algum tipo de incentivo por algum município ou até mesmo do estado do Rio Grande do Sul, mas vejo o quanto isso seria importante para nossa região; uma região de pequena propriedade onde nós temos aí o pequeno agricultor da agricultura familiar que produz aí o pêssego que já sofreu com o granizo deste ano, que produz o caqui, a ameixa, mas principalmente a uva. e a gente vê todo o ano o agricultor com desespero né, ou é a pedra ou é a seca ou é a geada ou é o excesso de chuva ou é a falta de chuva então creio que algumas questões poderiam ser preventiva como, por exemplo, esse sistema que são geradores antigranizo. então eu gostaria de propor aqui ou melhor comentar até que estarei conversando com alguns agricultores que me procuraram e acho que talvez tenham procurado mais gente por aí para conversar sobre esse tema. Claro que não são investimentos baratos, mas daqui a pouco aí investimento de 50/100 mil para um agricultor é bastante, mas daqui a pouco para o município não é tanto e para o Estado é menos ainda e quem sabe que o governo federal muito menos. Então acho que é o momento da gente venha para os nossos agricultores e agricultoras também para que a gente possa buscar de alguma forma minimizar esses impactos. Eu creio que a agricultura ela precisa de algumas questões para melhorar ainda mais, que já é muito boa a nossa agricultura, uma delas é sem dúvida nenhuma a infraestrutura; e infraestrutura passa por estradas que é o que primeiro nos vem à cabeça. mas nós temos também a infraestrutura na propriedade que é o sistema de irrigação, açudes, mas não só fazer o açude fornecer também o sistema de irrigação porque você tem o açude você precisa levar água até ao agricultor. você precisa ter todos os licenciamento ambiental, você precisa ter todos os projetos, acompanhamentos. O agricultor precisa de máquinas né para poder trabalhar na sua propriedade e precisa também de alguma forma tentar minimizar os impactos do granizo e eu creio que se tem lugares que está dando certo e não é muito longe, não precisa fazer grandes viagens; se a gente quiser ir a Videira, por exemplo, em Santa Catarina você pode ir num dia e até voltar no mesmo né Chico, tu que é daquela região. Então eu creio que a gente pode começar a estabelecer uma conversa com esses outros municípios do estado de Santa Catarina e ou até de algum município aqui próximo que tenha e tentar buscar alguma informação com relação a isso, e se for bom vamos copiar né. a gente pode emprestar a nossa tecnologia os nossos conhecimentos para outros, mas também ser humilde de buscar informação aonde existem outras informações que possam nos ajudar. Então fica essa sugestão, pretendo trabalhar esse tema e nos próximos dias ou meses para depois trazer para essa Casa alguma questão mais afinada. Obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Roque Severgnini. Com a palavra a vereadora Clarice Baú.

VER. CLARICE BAÚ: Obrigado presidente. Boa noite a todos, aqueles que estão aqui mesmo com tempo ruim, mas estão aqui conosco nos prestigiando, aqueles que estão nos seus lares e quem está nos acompanhando pela imprensa. só pedi a palavra para parabenizar toda a iniciativa e todos os envolvidos na questão da caminhada pela vida. quero dizer que é importante em função de que não deixemos naturalizar as narrativas, está muito comum agora naturalizar as narrativas principalmente as que estão de contramão né como a descriminação das drogas como a questão do aborto né. Importante chamar a atenção; dificilmente passará pelo Senado pelas informações que nós temos, mas que bom que fizeram que bom que que teve toda uma equipe que organizou. acredito que deu muito trabalho né, mas não foi feito só no nosso município foram vários municípios né em vários lugares foram feitos essa caminhada para chamar atenção e dizer que a pauta de todos que participaram é a nossa pauta também tá. então parabéns pela iniciativa e seguimos em frente. Obrigada.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereadora Clarice Baú. Com a palavra o vereador Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Obrigado senhor presidente, senhores vereadores/senhoras vereadoras. também parabenizar aí a caminhada que foi feita no dia 12 né, infelizmente com aquele tempo lá eu na última experiência que eu tive com um tempo desses me deixou dois meses mal quando tu olha o CPF e vê que está amarelo. Mas parabenizar e dizer assim que é uma luta nesse sentido né e que tem muitas pessoas que pensam até diferente, eu não entendo como elas pensam quando que se quer o aborto de um ser que é um ser vivo né eu não entendo como isso pode ser normal numa sociedade em que teoricamente é evoluída na concepção de ser intelectual, de ser alguém inteligente, mas. então parabenizar eu acho que a luta é extremamente justa e o que foi feito é o que deve ser feito. eu até estava vendo outro dia, não vou nem citar, que tinha um abaixo-assassinado onde que pediam para as pessoas assinar para quem era contra a extração e comer ovo de aves silvestres né e daí o pessoal de pronto já começava a assinar “não, imagina vamos comer os ovos silvestres coitados dos pássaros” e com razão eu também seria a favor né poxa o bichinho tá no meio do mato aí e tem tanto ovo de galinha que pode ser comido isso. Aí o pessoal de pronto já assinava e no momento que pediu para assinar e que fosse contra o aborto eles já “opa, não pera o aborto é diferente”. Então na verdade um ovo de um uma espécie silvestre eles eram totalmente contra em prejudicar aquela vida, mas já quando era uma quando era uma vida humana né aí não aí tinha que ser pensado duas vezes porque tinha o direito daquelas mulheres. e eu me vejo nessa questão eu vejo algumas coisas, por exemplo, muitas vezes a irresponsabilidade das pessoas. por exemplo no trânsito que o Felipe estava comentando agora a irresponsabilidade das pessoas causa morte e quando causou a morte a tua irresponsabilidade ela causou algo que é extremamente irreversível e no momento então sei lá o descuido de uma irresponsabilidade se tem a vida poxa se tem a chance se foi irresponsável, mas que se prossiga a vida e querem também nesse momento então acabar com a vida. o ser humano é um é um ser que é considerado inteligente dentre os outros ele é muito inteligente, mas em alguns momentos e eu me questiono essa inteligência. falando a respeito do tempo isso é extremamente preocupante, o que o Roque falou agora, a gente está com tempo horrível e não para de chover tempo. Eu lembro um tempo atrás que estava eu ia na Jansen, no colégio da Jansen periodicamente, e lá deu um ano como esse e o pessoal não tinha tempo nem para quando abria o sol para tratar a parreira não é presidente. Eu lembro que alguma das alguns dos guris de lá falavam eu só queria um dia que abria o sol lá um dia de sol ele disseram que só queria o dinheiro do tratamento que foi utilizado naquela região naquele dia porque era todas as máquinas trabalhando e daí a produção se vai. e outra coisa que a gente já tem estávamos conversando, eu e o Felipe que a gente normalmente tá junto nessas andanças, em conversar com o pessoal ali porque as estradas com esse tempo né e para a secretaria falar a respeito desse assunto porque as estradas com esse tempo por si só as estradas em um período normal da colônia principalmente, estrada de chão, já não se mantem então imaginem como estarão agora com o término dessa loucura dessa quantidade absurda de chuva. então eu acredito que logo amanhã ou depois de amanhã a gente estará conversando com os responsáveis pela pasta, a secretaria da agricultura e também de obras, para que faça uma força-tarefa nas estradas de chão porque vão estar precisando. a quantidade de buracos que vem surgindo com essa chuva é absurda né. e a gente a gente sabe que na verdade todos os governos né Roque nos últimos Farroupilha todos os governos sempre enfatizaram as estradas; muitas vezes tem reclamação tem, a quantidade de estrada de chão aqui em Farroupilha segundo informações que tive há um tempo atrás passava de 1.000 km eu não quis dizer 1.200 porque achei que estaria exagerando, mas era, já vou terminar presidente, já era o que eu sabia 1.200 km. então imagine né pessoal é daqui até São Paulo pela estrada de chão, daqui a São Paulo uma estrada de chão daqui a São Paulo se distribui dentro Farroupilha. a chuva acabando com toda ela e agora a gente tem que recuperar. precisa então de uma estratégia a nível do governo para poder recuperar isso e dar o mínimo de acessibilidade a essas pessoas que já estão extremamente castigadas. Então senhor presidente na verdade eram esses comentários que eu tinha respeito tá. Obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereadora Sandro Trevisan. Com a palavra o vereador pastor Davi.

VER. DAVI DE ALMEIDA: Boa noite senhor presidente, senhores vereadores/senhoras vereadoras, a imprensa que está aqui conosco, aqueles que estão nos acompanhando online e também honrando as pessoas que estão aqui conosco. Quero parabenizar também o esforço dessa equipe que se voluntariou para fazer essa caminhada né. Parabéns a todos. Eu não pude estar presente, mas parabenizo aqui o trabalho que todos veem desempenhando. Eu quero aqui fazer a retomada da fala do nosso colega vereador Roque da importância de trazer essa temática aqui para Câmara do cemitério; ali estão as pessoas que partiram e que são os nossos entes queridos né e o quanto nós precisamos ter o cuidado com essas pessoas que estão ali, enfim, todo o cuidado. eu estive falando também com o Muller, o que cuida lá do cemitério, no dia em que ocorreu e conversando com o secretário de obras também naquele período e hoje eu quero trazer aqui informação a todos nós, a toda a comunidade, de que nesse período que o Executivo está trabalhando a área mais prejudicada vereador Roque o secretário de obras me disse que já a empresa está fez o reparo. tem muitas ainda que precisam ser feitas devido à demanda que foram construídas. Foram construídas 580 gavetas, um número significativo né, algumas já foram outras estão sendo trabalhadas. Na entrada lateral ali do cemitério não tinha um calçamento né, quando nós entrávamos pela lateral era brita então foi feito todo o calçamento das ruas laterais, foi feito também acrescentado no monitoramento, acho que foram colocadas as duas câmeras se os colegas puderem ajudar também então acredito que acredito que foi esse o número. A calçada que já foi citada aqui né que precisa ser revista a questão do escoamento da água. Acho que tudo isso a gente precisa rever. Mas é importante dizer que foram feitas obras significativas, importantes né, e a gente precisa trabalhar para que não haja falhas né mais na questão. hoje eu estava ouvindo numa rádio regional aqui que choveu 80mm, que num mês chove 150 e hoje choveu 80. Então há de se ver que é importante trazer esses temas para nós conseguirmos estar juntos na solução, mas também apresentar o que está sendo feito. então é importante se dizer do que foi investido né nesse tempo que o Executivo está com olhar nesse tema né, o secretário de obras envolvido nesse tema. e acredito que nos próximos dias então nós vamos ter soluções nessas outras gavetas que estão sendo cobertas também e que vai ter solução nos próximos dias. então trago essa informação para que a gente possa ter ciência. e sim é importante se fazer um pedido para que se tenha de informações né para que se tenha clareza de tudo que está sendo realizado. obrigado senhor presidente.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador pastor Davi. Passo a palavra para o vereador pastor Davi, o vice-presidente.

VICE-PRES. DAVI DE ALMEIDA: Uma boa noite a todos novamente. Com a palavra o vereador Maurício Bellaver.

VER. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado. para responder a palavra a pergunta do vereador Sandro Trevisan nós estamos na época lá na colônia que o tempo mija para baixo e nós mija para cima; estamos desse jeito aí. e sim, sábado e domingo foi muito tratamento para cima e nós se preocupamos também para abastecer as prateleiras do supermercado e para nós receber um dinheiro para normalmente pagar os bancos. É assim que passa nossa vida. A respeito da fala do vereador Roque Severgnini nós temos nos pomar nós temos nós sofremos com a geada e tem os antigeada que normalmente nós temos antigeada que é mantido por irrigação por cima; nós começamos a mandar água desde que abaixa a zero grau e continuamos só que isso se torna um custo caro. Temos a seca que nós temos irrigação antigotejo e via canhão para molhar; também sai caro e tem que ter normalmente os açudes para abastecer né. E tendo açude tem que ter/puxar a tal da luz trifásica e é tudo um custo. e assim nós agricultores vamos tocando para frente. Mas nós temos um vizinho que ele mora na divisa de Pinto Bandeira/Farroupilha que é um tal de ‘chileno’ e ele tem tudo isso, mas ele tem também um catavento; quando tem a geada ele faz vento dos pomares. o cara é muito esperto ele já apareceu numa reportagem no Globo Repórter com os espumantes dele. e hoje ele tem uma um empreendimento que é antigranizo. Esse empreendimento ele dispara quando 20 minutos antes de chegar o temporal granizo ele já começa a disparar e ele é guiado por satélite, tudo automático, e daí eu tenho hoje de manhã era 6 horas começou a trabalhar. Então se o Rose puder colaborar aí para nós escutar aí como é que funciona. (REPRODUÇÃO DE ÁUDIO/VIDEO). Dá para ver que o tempo tá limpo ainda então 20 minutos antes ele começa a disparar e isso não cai pedra. Espanta, ele abre a nuvem e por 500 metros ao redor ele não cai pedra, mas só que para frente também não vai né então os vizinhos sempre beneficiada. Isso o custo disso aí não sei te dizer, aqui na redondeza é só ele que tem. e esse chileno é um cara fantástico ele tá sempre na frente de tudo ali; muitas vezes nós passamos e olhamos para ver o investimento dele. a uva dele o moscatel dele é um dos melhores do mundo, que é considerado um dos melhores do mundo. então ele é um cara que veio para botar o empreendimento aqui na Serra Gaúcha então esse cara não é fraco não. Então era isso.

VICE-PRES. DAVI DE ALMEIDA: Obrigado vereador Maurício. Devolvo a palavra a vossa excelência.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador pastor Davi. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Com a palavra a vereador Marcelo Broilo.

VER. MARCELO BROILO: Obrigado senhor presidente. Boa noite colegas vereadores/vereadoras, nossa imprensa, pessoal que nos assiste presencialmente, Valmir seja bem-vindo, especial ao pessoal da caminhada pela vida parabéns pela missão pelo realizado; pena que eu não pude também comparecer tanto que usando as palavras da doutora Eleonora eu retorno a essa Casa em que pese terça passada já ter participado depois de um procedimento. e sobre o procedimento cirúrgico eu queria comentar e pegar o ensejo doutora da caminhada pela vida gratidão quando a gente faz o procedimento preocupado né Thiago de anestesia e a gente acorda Leandro é fantástico e a gente vê que a gente não é nada senhores a gente não é nada, entrega a nossa vida literalmente as pessoas que ali estão e a Deus principalmente. então quero dizer por essa breve experiência, não é a primeira é a correção de uma anterior que eu já fiz né doutora, mas que façamos por merecer Thiago, façamos valer a pena cada ato cada atitude Chico inclusive os nossos pensamentos né vigiando porque é uma passagem é muito rápido. e quando a gente está lá e não dá mais para sair pastor Davi é complicado, não dá mais para fugir me arrependo não quero mais fazer a operação né. Mas graças a Deus deu tudo certo lá tem todos os cuidados pós-operatórios e a gratidão é eterna a Deus sempre. então é um breve relato que eu quero passar a vocês. E dizer que dia é que nesses 15 dias principais que eu fiquei mais por casa assim dizendo eu vi muita coisa acompanhei muito mais rede social do que acostumo e eu ouvi muito ligações também. E Volnei a gente vê muita mentira muita difamação muita injúria muita gente pisando nas pessoas e depois eu penso o que que leva da vida simplesmente. e digo para a gente cuidar muito ter muita cautela porque nem tudo o que a terra faz o céu aplaude. Então fica como reflexão porque naquelas horas que passa um filme pela tua vida e a gente não é nada a gente tem justificar inclusive essa passagem. Então vigiar os pensamentos vigiar as atitudes e sejamos pessoas cada vez mais éticas, corretas e com o bem no coração porque de nada adianta pessoal, isso é um relato mesmo de 15 dias atrás que faz com que a gente pense cada vez mais e reflita a vida. Bom, nesses dias pegando matérias então da nossa imprensa local, que bom senhores praticamente toda segunda-feira uma obra se inicia colega Felipe e eu peguei algumas do dia 18 de setembro para agora. Bom, é sabedor a todos né Rua Paim Filho, praticamente concluindo a 10ª etapa da pista de caminhada de Caravaggio, pavimentação do trecho na Avenida Veneza, hoje mesmo né como colega comentou a revitalização do Largo Carlos Fetter né início de obras, enfim. E observei também assistindo a sessão acho que o colega pastor comentou, mas eu tenho que dar parabéns também a nossa unidade básica de saúde do bairro São José ganhando título ‘selo ouro UBS amiga do idoso’. Fantástico, fantástico doutora.  aproveitando então para colaborar com um colega Kiko e pastor Davi me ausentei um pouquinho aqui da do local aqui da cadeira e liguei para o nosso sempre vereador Arielson, inclusive é bastante imbuído nas questões do cemitério, lembra colega Calebe das demandas que o senhor Muller fez há exatos acho que praticamente um ano né doutora Eleonora, quando você estava de presidente da Casa, e comentar e vocês lembram bem do fato tinha umas 20 reivindicações. não que o colega Roque e os demais colegas falaram que não é importante, bem pelo contrário, mas vejam bem senhores tinha 20 reivindicações, 20, posso trazer para a Câmara de Vereadores. A exemplo das placas pastor Davi das câmeras que você falou de monitoramento, as calçadas já ilustradas que foi uma belíssima obra, a iluminação, as lixeiras, certo; é que essa parte né não é comentado e eu só fico um pouco entristecido do que hoje ainda não finalizamos por causa do tempo. As algerosas vão ser colocadas sim e as 580 gavetas que foram feitas muitas já estão totalmente prontas e nós recebemos praticamente sem uma gaveta. a limpeza dentro do cemitério inclusive várias pessoas elogiando. e aquele lixo que estava lá senhores ele acumulou um pouquinho mais e converso com o Arielson para aproveitar o maquinário. agora posso usar espaço de…

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: O vereador Marcelo [sic] usou.

VER. MARCELO BROILO: Tá, então eu encerro. ele vai ser recolhido de 15 em 15 dias tá senhores. então quero dizer que a gente vai corrigir as algerosas, a questão do lixo já fora retirado tá então isso gente para colaborar com a discussão tá bem. Obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Marcelo Broilo. Com a palavra a vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Bom, eu só vou dar uma noite novamente a todos porque eu já falei antes no protocolo. Primeiro, eu quero agradecer a vereadora Clarice por ter mencionado a caminhada; eu quero agradecer o vereador Marcelo por também ter mencionado a caminhada; o vereador Sandro também, o pastor Davi muito obrigado. e o vereador Sandro vereador Sandro o meu CPF não tá mais amarelo ela já não tem mais cor, já deixou de ter cor há muito tempo. pois é. Eu gostei muito de uma frase, vereador Marcelo o senhor disse que ‘nem tudo que a Terra faz o céu aplaude’. O senhor ficou poeta agora depois da cirurgia.

VER. MARCELO BROILO: Mais pensativo.

VER. ELEONORA BROILO: Eu acho que o senhor acho que deu um ‘tilt’ qualquer ali né. mas, enfim, também parabéns a UBS São José por ser ‘amiga do idoso’. mas eu quero parabenizar o nosso governo municipal. as pessoas falam normalmente falam muito mal vão falando, mas esquecem de dizer o que é bom. nós inauguramos, inauguramos não vamos inaugurar sábado, mas as crianças já estão aproveitando as 6 praças né; eu não ia nem ia falar sobre elas agora, mas como o vereador Kiko já falou eu vou aproveitar o ensejo. dessas 6 praças 3 são absolutamente lúdicas e inclusivas; são cercadas para evitar que as crianças corram para a rua, tem piso que evita que essas crianças se machuquem né podem cair e tudo mais e não vão se machucar, tem brinquedos pedagógicos. Então eu não sei eu desconheço outras cidades que tenham esse tipo de praças, deve ter, mas eu desconheço. Mas eu queria, as árvores são cuidadas tem uma um sistema de irrigação interno. eu vejo tudo isso como um ponto muito positivo. eu acho que nós temos que começar a aplaudir o que está sendo feito e não só não só falar de coisas que tem conserto; as coisas têm conserto gente estão sendo inclusive olhadas com olhos de quem vai resolver de quem vai consertar. nós não podemos só ficar batendo nessa tecla. eu até entendo que existe um ganho pessoal com isso, eu entendo isso, mas não entendo que seja só só só que se fale dessa maneira. nós precisamos começar a enumerar as coisas boas que acontecem, eu acho que a gente se sente melhor, a gente se sente bem e começamos a pensar também no que é bom. obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereadora Eleonora Broilo. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Com a palavra o vereador Roque Severgnini com o tempo de líder de governo, espaço de governo…

VER. ROQUE SEVERGNINI: Espera mis um pouco.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Espaço de líder.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Obrigado presidente. Eu também quero parabenizar os que foram na caminhada, parabéns pela caminhada parabéns pela luta a luta pela vida; nós somos parceiros também. quero também parabenizar o Filó né que fez a ‘tortelada’ na noite de sábado; estivemos lá prestigiando eu, o vereador Chico, vereador Eleonora também, tivemos um bom bate-papo lá além de saborear uma boa comida. Bom, vereador Marcelo que bom as reivindicações atendidas, ótimo, maravilha, agora precisamos resolver o que tem aí que é grave, é grave, gravíssimo. Esperamos que seja resolvido isso também. voltando a pauta da questão dos agricultores tivemos agora a saída do secretário Fernando Silvestrin. creio que é um momento bastante delicado né, além dos agricultores estarem nessa situação de tempo de chuva, de problema de estradas, problemas das agricultura, enfim, das plantações, também a saída do secretário; e diga-se de passagem o terceiro secretário que deixa o governo. De 9 secretário tivemos a mudança de 1/3. Um secretário experiente já de três mandato né três gestões né – dois governos do Claiton/Pedrozo e agora o governo Feltrin -, mas o secretário Fernando deixa o governo. Sobre a questão dos agricultores tem muitos até políticos que às vezes nem são aqui da nossa cidade da nossa da nossa região ou até da nossa cidade e acha que vai na colônia explicar alguma coisa para os agricultores. os agricultores são muito mais esperto e mais bem informados do que todos nós juntos. os agricultores sabem o que estão fazendo, eles conhecem a tecnologia, eles dominam a tecnologia, eles têm informações para administrar a produção deles a propriedade deles como ninguém. são empreendedores rurais. o que falta, às vezes, aliás, na maioria das vezes é iniciativa do poder público. e eu vou explicar para não ter nenhum mal entendido. o que que nós temos? A obviedade. O que que é óbvio o que que é feijão com arroz? patrolar uma estrada, abrir uma valeta, limpar um bueiro, roçar uma beira de estrada, emprestar umas retroescavadeira para abrir uns valo para abrir/fazer uns buracos. Isso é óbvio. Isso é coisa do dia a dia. nós precisamos ir além da obviedade. Ir além da obviedade significa o seguinte: é surpreender com programas e projetos capazes de desenvolver ainda mais o nosso interior. Porque tem tecnologias que embora os agricultores dominem eles não tem o alcance financeiro às vezes para chegar lá como, por exemplo, esse sistema antigranizo. então quando nós assumimos em 2013 a prefeitura municipal e eu fui convidado a ser secretário de obras eu pensei ‘vou ter que dar um retorno aqui para o prefeito Claiton e vice-prefeito Pedrozo e para os agricultores. O que que vamos fazer? Criamos um programa de asfaltamento rural. Isso foi ir além da obviedade. Criar um programa e dizer: vocês tem condições de ter asfalto na colônia. e foi feito. agora o que que nós precisamos? criar um programa maiúsculo, um programa forte, um programa robusto de irrigação. Olha, o Mauricio disse que os agricultores usam irrigação para gotejamento para seca né e nem que não tenha seca precisa ter o gotejamento; usa irrigação antigeada; usa o sistema de ventilação para disseminar dissipar a geada; usa o sistema antigranizo. Mas qual é o programa que a prefeitura municipal criou para esses agricultores? Nenhum. Nenhum. Isso não é uma crítica é uma constatação. não tem um programa robusto que vai além da obviedade, além do óbvio, além do cidadão levantar de manhã e escovar os dentes lavar o rosto tomar banho se barbear e se assear e se ajeitar para ir para o trabalho. Bom, isso é o mínimo. agora o que que tu vai apresentar nesse dia a dia? é isso. fazer essas coisas triviais qualquer um que ganhar a eleição vai ter que fazer agora nós precisamos ter um projeto forte robusto que tenha capacidade. olha só, por exemplo, o ex-prefeito Clóvis Zanfeliz ele perseguia a ideia do kiwi, a ideia das oliveiras; aí veio um outro prefeito vai asfalto no interior; aí um outro prefeito cria um outro programa e não estou nem lembrando outros programas que poderão ter tantos. mas nós precisamos criar um programa para nossa agricultura que seja contemporâneo e moderno e isso a gente não tem oferecido. Obrigado senhor presidente.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Roque Severgnini. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Com a palavra o vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor presidente, eu quero o cumprimentar os colegas vereadores/vereadoras, o nosso ex-prefeito Pedrozo né, todas as lideranças que estão aqui. Também dizer da importância de atos como a caminhada pela vida doutora Eleonora, pela sua liderança, e com os demais também e na pessoa do Darlan também cumprimento todo o grupo que estão fazendo esse movimento simbólico e importante pela vida né. Ceder um aparte para a vereadora Eleonora.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Um aparte para a vereadora Eleonora.

seria uma parte a vereadora Eleonora boa parte para a doutora Eleonora

VER. ELEONORA BROILO: Só uma pequena, mas pequena correção: a liderança não foi minha a liderança foi do Verona e do seu grupo. Eu apenas contribui né, mas ele que começou e eu acho que tem que ser dito o que é verdade; ele que começou esse movimento. Obrigado.

VER. TIAGO ILHA: Obrigado pela contribuição. quando eu falo liderança é no intuito de nos representar talvez né vereadora de nos representar na condição de vereadores a senhora tomou a frente eu achei bem importante e tinha o Felipe também tinha feito alguns comentários nesse sentido, o vereador Thiago também né, é sempre importante. Vereador Roque eu concordo contigo, de novo a gente vai falar na falta tremenda de planejamento da nossa cidade. hoje já existe, por exemplo, eu estava pesquisando sobre uma sugestão só que é tão frustrante fazer projeto sugestão de lei é tão frustrante porque você faz vai lá para prefeitura e é engavetado. ninguém de dá satisfação de nada. até hoje eu pergunto para vocês aqui na atual legislatura vocês conseguiram ter retorno de algum projeto sugestão de lei que é vim voltar para essa Casa. Mas, por exemplo, por quê? Porque o vereador não pode fazer nenhum projeto que gere custo, basicamente é isso. vou dar exemplo de um projeto que já existe vereador Roque e que aqui na nossa região funcionaria muito bem, de aproveitar o nosso declive do nosso terreno e só com a com a água da chuva criar mini poços nas nossas encostas e morros que podem com a própria água das chuvas irrigar várias propriedades daquela região. É por declínio que são chamados de mini lagoas que vão transformar isso né em irrigação aproveitando a própria água da chuva. por exemplo, no dia que nem hoje toda essa chuva colocada poderia ser represada aproveitando só o declínio das nossas do nosso próprio interior com mini espaços reservatórios né para poder abastecer durante toda a semana. Isso já é uma realidade que algumas cidades como, por exemplo, pega toda a área rural vão conhecer a área rural de Florianópolis, da grande Florianópolis, pega toda aquela parte de morro que a serra que faz chegar lá, quem vai aqui pela serra; a grande Florianópolis já usa isso, é uma realidade né. até eu quero trazer melhor isso aqui no telão; eu fui lá conhecer quando era secretário do meio ambiente, a gente deixou inclusive na secretaria uma sugestão de licenciar algumas áreas e trazer os agricultores para dentro desse projeto. Porque é como o vereador falou o agricultor daqui a pouco ele espera que o município entregue uma ajuda de solução e ele vai ser parceiro sempre; o nosso agricultor é muito coparticipativo, se você chegar chamar o grupo de agricultores e dizer ‘olha nós temos uma solução é a prefeitura vai trazer um programa para financiar’. E quem sabe pode ser inclusive público privada né; a prefeitura entra com uma parte como aconteceu com o asfaltamento vereador Roque. A prefeitura entra com uma parte e a e a o próprio proprietário ou um grupo de associação/proprietários possa entrar com a outra parte como a gente faz com as estradas. o que a gente não pode é ficar achando que a gente só tenha que fazer o feijão com arroz que isso é isso é a obrigação da obrigação da obrigação de quem tá lá na prefeitura de fazer né. Hoje, por exemplo, nem até nós estamos conseguindo atingir Broilo a estrada de produção. eu estive em algumas propriedades que se queixaram que não estão conseguindo ter o trabalho da estrada de produção né que em todos os governos gente, todos, vereador Roque foi secretário sabe a prefeitura sempre precisou coparticipar da estrada de produção que vai ligar na estrada maior municipal. Espaço de líder senhor presidente assim que terminar o meu espaço. Mas para que a gente possa oferecer mais do que o óbvio como vereador Roque falou agora tudo isso então nós estamos falando que o mundo tá mostrando diariamente os impactos das mudanças climáticas e até o dia que nós estamos falando aqui qual foi a ação e aí não tô falando governo eu tô falando prefeitura institucional. a prefeitura que hoje é governado pelo prefeito Feltrin apresentou para a sociedade qual a discussão, quais ações, qual o planejamento, para onde que a cidade vai se preparar para essas mudanças climáticas que estão impactando hoje no dia a dia. Hoje foi o segundo dia, já faz uns sete ou oito dias que eu percebo o mesmo comportamento, a Papa João XXIII bem próximo aonde que a nossa empresa está instalada é 15 10/15 minutos de chuva o carro não consegue mais passar. nós estamos falando numa rua asfaltada que é uma das entradas da nossa cidade né e que agora até a prefeitura fez uma manutenção e ocasionou a represa da água maior ainda. Então 10/15 minutos tu não consegue mais passar ali na Papa João XXIII. então nós não estamos nos preocupando com isso que já tá nos alertando já tá mostrando já tem estudo científicos que falam que as previsões erraram em 10 a 15 anos que isso já ia acontecer, mas o que que o que que errou as previsões? o tempo que isso ia acontecer. Influência de vários situações que estão na macro, a questão ambiental que estão aqui na nossa cidade. e aí eu quero de novo deixar essa pergunta: nós continuamos com a secretaria do meio ambiente fechada, nós estamos aqui fazendo todos os movimentos do que é possível. Ah o vereador tá falando que fez. eu fiz o que eu posso fazer: apresentar o projeto de lei para criar diretrizes para educação ambiental. todas as outras sugestões que pude pesquisar e ir atrás e me dedicar fiz. mas o que que a última que a gente recebe. Secretária, que era secretária de urbanismo e meio ambiente, pede demissão; agora já é o 3º secretário que diz que sai. E aí com todo respeito que eu tenho aqui pelo PL e tô falando né junto com vocês dois uma das grandes lideranças quem sabe uma das principais lideranças do partido PL né, que toma a decisão de sair da administração, se dedicar um outro projeto partidário, tranquilo, mas já demonstra na liderança do seu principal líder que alguma coisa não né e o que a gente observa aí né observa nos bastidores políticos né. e não vamos esconder o sol com a peneira também né gente a gente observa os movimentos políticos né naturais até e a principal liderança do PL nesse momento, uma das principais junto com o Mauricio e o Chico, sai do do do governo. Isso não adianta esconder o sol com a peneira demonstra já uma instabilidade natural né porque inclusive já aconteceu na na época que estávamos no governo ‘ah saiu o Tiago o partido está lá’. Tá gente, por favor, né então a gente entende como é esses movimentos políticos. ‘ah saiu o Tiago’ então essas são as situações que a gente precisa observar. eu tô falando aqui no ponto de vista institucional de análise política. mas no ponto de vista de organização de cidade é uma cobrança que eu tenho feito porque assim ó nós estamos precisando que a cidade apresente um planejamento socioambiental para dizer assim. Porque nós estamos falando aqui da discussão daqui uns dias do plano diretor da cidade e eu quero ver porque eu fui lá na audiência pouco consegui ver da parte ambiental e eu quero ver aqui o que vai dizer o plano diretor no ponto de vista ambiental. porque não adianta ir lá para o plano diretor só para resolver entraves de possível fiscalização; não, a gente precisa resolver a sustentabilidade dessa cidade e vários aspectos econômicos, social. porque assim todo movimento é importante, mas grito não adianta mais a gente precisa de pla-ne-ja-men-to. e hoje meus amigos eu desafio aqui alguém que me apresente, até desafio que o prefeito venha aqui e apresente um plano que eu quero ajudá-lo para que isso dê certo para a cidade daqui a 40 anos. É a missão dele, claro que é. Não pode sentar naquela cadeira e pensar que 4 anos termina a tua missão. a tua missão enquanto governante da cidade precisa projetar a cidade para 40/50 anos porque senão você só foi lá e fez o óbvio que qualquer um poderia ter feito. obrigado senhor presidente.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Tiago Ilha. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Se nenhum vereador quiser fazer mais uso da palavra está encerrado o espaço do pequeno expediente. Espaço de comunicação importante.

 

 

ESPAÇO DE COMUNICAÇÃO IMPORTANTE

 

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: A palavra está à disposição dos senhores vereadores por dois minutos. Com a palavra o vereador Felipe Maioli.

VER. FELIPE MAIOLI: Presidente, então vamos parabenizar eu vou falar com relação para não citar pessoas vamos falar com relação aos movimentos, aos grupos, movimento Farrapos, os Patriotas e o grupo Pró-vida né que são os três movimentos que estavam engajados na caminhada do dia 12; e dizer também que nós realizamos a moção, parabenizar os vereadores também que todos assinaram a moção conosco, que essa será já foi na verdade encaminhada ao Senado para que eles encaminham ou não sei se vai chegar lá, mas a ideia é que chegue né o STF né para que as nossas reivindicações. então podem contar conosco eu acredito que esse grupo de vereadores está muito atento e muito parceiro nas ações desses três grupos citados. e para não fugir da pauta então amanhã nós vamos votar um projeto muito importante, projeto nº 28 do executivo municipal, que refere a gratuidade do transporte coletivo urbano às pessoas portadoras de deficiência e também a acompanhantes delas para utilização do transporte urbano. então o projeto muito muito importante encabeçado aqui Sandro pelo Calebe e dizer que amanhã será um dia muito gratificante para nós e convido a todos para estar presente então nessa votação. Muito obrigado presidente.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Felipe Maioli. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Com a palavra o vereador Kiko Paesi.

VER. EDSON PAESI: Obrigado senhor presidente. Eu costumo dizer que eu saí talvez temporariamente da Casa de Cultura, mas a Casa de Cultura não saiu de mim; convidar os vereadores para quinta-feira e a o público também para mais uma quinta da arte, ocorrem duas mensalmente. Essa quinta-feira com a banda Entretantos. E para finalizar doutora Eleonora e o movimento que organizou a caminhada no dia 12 o que eu pude reparar uma um exemplo de manifestação democrática, pacífica e ordeira com muita classe, muito diferente daqueles que defendem o aborto onde utilizam expedientes agressivos. Exemplo de manifestação. e reparem muitos grupos que são engajados no movimento pró-abortivo são os mesmos que apoiam as ações terroristas do Hamas. Reflitam.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Obrigado vereador Kiko Paesi. Mais alguém quer fazer uso da palavra. Se nenhum vereador quiser fazer mais uso da palavra está encerrado o espaço de comunicação importante. Espaço do presidente por até 5 minutos.

 

ESPAÇO DO PRESIDENTE

 

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Abre mão. Nada mais a ser tratado nesta noite declaro encerrado os trabalhos da presente sessão ordinária. Boa noite a todos.

 

 

 

 

Maurício Bellaver

Vereador Presidente

 

 

 

 

Calebe Coelho

Vereador 1ª Secretário

 

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa e Apoio Administrativo.