Pular para o conteúdo
14/06/2024 20:13:15 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 4285 – 29/05/2023

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sr. Maurício Bellaver.

As 18h o senhor presidente vereador Maurício Bellaver assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes Vereadores: Calebe Coelho, Clarice Baú, Cleonir Roque Severgnini, Davi André de Almeida, Eleonora Peters Broilo, Felipe Maioli, Gilberto do Amarante, Juliano Luiz Baumgarten, Marcelo Cislaghi Broilo, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Thiago Pinto Brunet, Tiago Diord Ilha e Volnei Arsego.

 

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Boa noite a todos. Declaro abertos os trabalhos da presente sessão solene de outorga do título mérito esportivo ao senhor Mário Luiz Dal Cin. Dada a verificação do quórum informo a presença de 13 vereadores nesta sessão solene do dia 29 de maio de 2023; ausente os vereadores Tadeu e Thiago Brunet. Convidamos para fazer parte da Mesa o excelentíssimo senhor Fabiano Feltrin, prefeito municipal, nosso homenageado desta noite o senhor Mário Luiz Dal Cin e sua esposa Marinês Dal Cin.  Confirmamos a chegada do Tadeu, vereador Tadeu, e do Thiago Brunet. Convido a todos para de pé fazermos um minuto de silêncio em virtude do passamento do ex-presidente desta Casa senhor José André Zanella ocorrido no dia de ontem. (UM MINUTO DE SILÊNCIO). Inicialmente queremos agradecer e saudar as autoridades aqui presentes, entidades de classes, a imprensa, senhoras e senhores presentes nesta sessão solene. Convido a todos para de pé ouvir a execução do Hino Nacional Brasileiro (EXECUÇÃO DO HINO). Solicito ao vereador Calebe Coelho, 1º secretário, para que proceda à leitura da lei municipal nº 4.821, de 27 de abril de 2023, que concede Título Mérito Esportivo do Ano ao senhor Mário Luiz Dal Cin.

1º SEC. CALEBE COELHO: Estado do Rio Grande do Sul. Prefeitura do Município De Farroupilha – lei municipal nº 4.821, de 27 de abril de 2023. O Prefeito Municipal De Farroupilha/RS faz saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: art. 1º É concedido o título mérito esportivo do ano ao senhor Mário Luiz Dal Cin em conformidade com a lei municipal nº 3.353, de 02 de abril de 2008; art. 2º Serão atendidas por dotações orçamentárias próprias as despesas porventura resultantes do cumprimento desta Lei; art. 3º esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Farroupilha/RS, 27 de abril de 2023. Fabiano Feltrin, prefeito municipal.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Informamos aos presentes que farão uso da tribuna nesta noite um vereador por bancada, nosso homenageado Mário Luiz Dal Cin e o nosso prefeito Fabiano Feltrin. Convidamos o Partido Democrático Trabalhista – PDT para que faça uso da tribuna; fará uso da palavra o vereador Gilberto do Amarante.

VER. GILBERTO DO AMARANTE: Boa noite senhoras e senhores. Quero saudar a todos os presentes aqui essa noite, a nossa imprensa, nosso prefeito Fabiano Feltrin, os vereadores, as vereadoras, o nosso homenageado Mário Dal Cin e a sua esposa Marinês Dal Cin. É com muita honra, Mário, que hoje o partido do PDT junto com todos os demais vereadores e depois então sancionado pelo nosso prefeito Fabiano Feltrin concede a homenagem ao título mérito esportivo do ano. Quero dizer, Mário, que às vezes passou por essa Casa muitos esportistas sim, de profissão formado, ganham sua vida com isso, mas de forma voluntária tu é um esportista desde criança no segmento do futebol, no seguimento do fomento do futebol como tu mesmo mencionaste na tua colocação, da onde tu vem da cidade de Lajeado; aonde lá nos anos 90 você já ajudou a montar o primeiro título Atlético das montanhas. Então é com toda honra que sim está homenagem é o fomento que você faz de forma voluntária com grande parte dessa equipe que está aqui essa noite. Quero aproveitar para saudar aqui os secretários, secretária Luciana Zanfeliz – secretaria da Educação, o secretário Schmitz, o ex-prefeito Baretta, Ademir Baretta, a secretaria do planejamento a Cris, os demais secretários o Fernando Silvestrin que estava também secretário que faz parte do SER Farrapos e todas as autoridades que aqui estão presentes. Quero saudar também os presidentes e ex-presidentes aqui do Farrapos que estão aqui essa noite o Damião, acho que eu vi antes… O Farrapos ele tem uma história e não tem como não ligar né, Mário, o Farrapos, o clube SER Farrapos, com o nome do Mário que está hoje como presidente; que fomenta o esporte, que tem lá a sede, que tem o mando de três times que é o Grêmio Esportivo, que é o SER Farrapos e que é também o time Florestal. E também fomenta o campeonato Venzon Neto que já vem aí no seu 41º feito esse campeonato que já dura já foi feito, pulou se sim alguns anos, mas são 41 anos que aconteceu o campeonato. Quero dizer que a história do Mário ele se confunde com muitos de nós que estamos aqui e que hoje traz aqui os seus pais Ivo José Dal Cin, a sua mãe Delezia Dal Cin, os seus irmãos Marcos, Márcio, Márcia, Marcelo; o Marcos que também é vereador, obrigado pela sua presença, na cidade de Lajeado, aqui esta noite. E que traz uma história junto com o esporte mais a migração que veio em Farroupilha a construir a cidade com os imigrantes que vieram aqui e que todos nós juntos se juntamos para construir e fazer a Farroupilha que nós temos hoje no esporte e todos os segmentos de nossa cidade. O Mário que veio que em 2000 então chegou em Farroupilha, montou sua empresa e começou no SER Farrapos a fazer parte do SER Farrapos como jogador, depois então jogou um período no Brasil da Linha Muller, depois então ingressou-se como, ingressou-se como esportista, fez parte do diretor do clube SER Farrapos aonde acompanhava junto com a família Minella/com a família Trubian os torneios e a organização dos times junto ao Farrapos. O Mário que construiu uma história no esporte, de Farroupilha, amador, porque hoje o nosso esporte Fernando Silvestrin ele vem morrendo. Uma vez eu lembro quantos times do interior e que de certa forma também migrou para a cidade e foram se terminaram esses times e os Farrapos através das suas equipes, voluntária, manteram vivo todo esses anos todo esse tempo ativo. Eu quero dizer que o Farrapos hoje tem um dos melhores campos aqui de nossa cidade, cuidado/protegido pelo seu Renê que é um historiador do Farrapos; aonde o seu Renê Trubian junto com o grupo do Farrapos tem uma história muito linda também que poderia muito bem ser homenageado hoje junto com o Mário, mas cabe um né, seu Renê. E o Mário hoje está à frente deste clube junto com tantas pessoas que lá passaram. Quero, Mário, aqui, eu não sei o tempo acho que tá acabando, eu quero dizer Mario que parabéns por manter vivo o esporte amador em nossa cidade. E o prefeito convido também que incentiva e temos que continuar essa motivação para que as pessoas que vem mudando de costume aos poucos né tem outras atividades nos seus computadores, nos seu celulares e vai deixando o esporte de lado e isso nós vamos perdendo; vamos perdendo a sua essência e claro que tem o lado financeiro que aqueles melhores ou bons jogadores acabam mudando e migrando para os times que acabam pagando ou alcançando tributos financeiro. Então parabéns a todos: o time do Grêmio, o time do SER Farrapos, o time do Florestal. Que contemple e continuamos com essa força do futebol amador aqui nosso município. Então muito obrigado a todos.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convido o Partido Progressista – PP para que faça uso da tribuna; fará uso da palavra o vereador Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite, senhor presidente, senhores vereadores, senhoras vereadoras, prefeito municipal Fabiano Feltrin, secretários aqui presente – Schmitz, Cris, Lu, Fernando Silvestrin; cumprimentando a vocês todos, entidades que aqui estão, ex-prefeito continua aqui Ademir Baretta, sempre vereador Arielson e de forma muito, muito especial cumprimentar a imprensa, público presente e mais especial ainda cumprimentar o nosso homenageado de hoje: senhor Mário. Senhor Mário juntamente com sua esposa Marinês, parabéns, essa Casa então faz essa homenagem. Homenagem justa, até então o vereador Amarante falou a respeito da sua trajetória e também além de ser um esportista né, gostar muito do futebol, a gente percebeu percebe conhece sabe que tem um tino também para o comércio né pois é um empresário de nossa cidade; além de trazer para cá sua seu conhecimento na área da dos esportes, traz também o seu conhecimento e ajuda a nossa cidade na questão da nossa economia, porque não falar dessa maneira. Os parabéns são a ti e sua esposa, com certeza junto com todo homem que tem uma esposa do lado batalhando acho que a homenagem é dividida né. E eu fico na questão do futebol como esporte também, no viés de que esse o futebol em si ele é algo que traz benefícios imensos na área de saúde. A gente eu voltei a jogar de novo voltei a jogar as lesões quase me impediram, mas tô de novo ali insistindo, porque é alguma coisa que para mim consegue associar algo que eu gosto e que por consequência ainda sabe me faz bem. Então é um ato de inteligência sim a pessoa conseguir associar na sua vida e ao mesmo tempo que faz bem para o corpo e para mente, faz algo que gosta. Muitas vezes a gente vê crianças que hoje em dia e muitas vezes não é o cotidiano crianças que estão com um celular o tempo inteiro na mão ou internet ou computador aqui e nem sequer tem um contato com o futebol. O meu tô tendo esse eu tô tendo esse cuidado de levar ele junto comigo, espero que ele não se impressione com o futebol que eu demonstro né, mas eu tô levando ele junto comigo, porque eu quero que ele entenda isso, eu quero que ele presencie isso, eu quero ele quem sabe na frente não tá fazendo um esporte que venha ajudar. E como todo esporte neste caso não só o futebol a gente só tem benefícios. Ele é educação, ele é convivência, porque que bom que é está no grupo de pessoas, não é simplesmente o futebol uma coisa isolada para uma pessoa outra, lá vocês tem um grupo, eu tenho certeza que o Mário lá ele se sente muito bem e isso é o que tem de mais importante dentro até do esporte, porque ele faz bem para psicológico. Ele realmente te deixa bem, tu sai de lá cansado fez teu exercício, mas de bem com aquelas pessoas que são uma segunda família ou uma família maior. E estão aqui na noite de hoje. Essas pessoas que estão aqui são as pessoas que no teu convívio, no teu dia a dia você foi cativando, você foi buscando para perto de ti; essas pessoas são pessoas que realmente gostam de você, te respeitam e isso é o que tem de muito importante. A gente apenas agora fizemos um minuto de silêncio pela passagem de um ex-vereador, que foi o presidente da Casa, e hoje a gente faz um minuto de silêncio. Se tem alguma coisa realmente inteligente a nós utilizarmos o nosso tempo que é algo muito primordial para fazermos algo que a gente realmente goste, se sinta bem. Isso na minha humilde opinião é ser inteligente utilizar o nosso tempo para fazer algo que a gente gosta e que vai nos fazer bem e vai fazer bem para as pessoas que estão ao nosso redor. Então eu gostaria de ir parabenizar de novo. Muito obrigado, muito obrigado por contribuir com a nossa cidade, nossa de todos nós, porque ela é nossa, obrigado. Eu aqui fico agradecido então por poder representar a nossa bancada – os vereadores que aqui estão Tadeu, Clarice do PP e nós temos também o nosso Vereador Calebe – e eu pude então falar em nome da nossa bancada. Meus parabéns. Obrigado por ajudar a nossa cidade ser cada vez melhor.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convidamos o Partido Socialista Brasileiro – PSB para que faça uso da tribuna; fará o uso da palavra o vereador Juliano Baumgarten.

VER. JULIANO BAUMGARTEN: Senhor presidente, colegas vereadoras/vereadores, cumprimento a todas e a todos. Uma boa noite a todos os nossos cidadãos e cidadãs.  Cumprimento o prefeito Feltrin e em seu nome saúdo as demais autoridades já referendadas. Um cumprimento especial ao nosso homenageado Mário e a sua família que se faz aqui presente. Cumprimento também imprensa. Bom, se hoje nós estamos aqui é que que teve um mérito, o mérito do avanço, mérito da dedicação, do empenho e do envolvimento. Sem envolvimento não teria empenho e não teria dedicação. E o que que nós temos visto ao longo deste anos, cada época é marcada por um contexto, cada época ela é inerente a um fato e se nós formos analisar o século passado, nós vemos que o quê? Muitas das coisas mudaram houveram diversas transformações. Uma delas na própria questão do fomento do esporte no envolvimento. Era muito comum e se a gente andar pelo interior da cidade nós vamos ver que cada comunidade tem um campo de futebol; mas a gente não vê aquele envolvimento mais das comunidades mais a quantidade de jogos, as partidas, as crianças, os adolescentes, se diminuiu; por quê? Porque hoje nós vivemos em meio ao advento tecnológico onde que o próprio espírito coletivo, o espírito de grupo, foi superado. Antes o que era lazer o que era integração hoje tá distante que é a própria questão desse uso muito benéfico e muito maléfico, sendo uma faca de dois gumes; que às vezes as coisas deveriam se complementar, mas elas se dividem. Eu falo nesta noite em nome da bancada do PSB, em nome do meu colega vereador Roque. E o que mais importa aqui nessa noite, Mário, é que tu olha para trás e tu vê toda a sua trajetória. Quantas vezes tu abdicou de ficar com tua família, quantas vezes tu te dedicou num trabalho voluntário junto com demais pessoas? Conheço o Mário lá do SER Farrapos e mais muitas das pessoas primeiro para manter aquele campo, para manter as pessoas próximas, para manter a instituição, porque quantas vezes tiverem fazer promoções, seja com pandemia, sem pandemia, para tentar o quê? Poder manter o básico as condições necessárias para o desenvolvimento do jogo. E quando a gente fala isso, a gente olha e vê a importância do fomento, a importância do estar vivo o esporte amador. Aquele esporte que mexe lá no coração da pessoa que pratica ou daquela que se envolve e claro por mais de tudo que eu falastes da questão que envolve a tecnologia, há muitos sonhos nos corações das crianças em serem jogador de futebol. Porque talvez seja o esporte mais popular do nosso país ou do planeta ou talvez seja uma forma coletiva ou uma forma que muitos acreditam que seja fácil a ascensão econômica, mas têm muito nos bastidores. E nessa noite a gente traz um bastidor importante de uma pessoa que arregaçou as mangas, que foi lá, que se dedicou e é uma das que mantiveram o esporte amador vivo no município de Farroupilha com o SER Farrapos e demais clubes que o meu colega vereador Amarante citou. Eu quero cumprimentar também o meu colega Amarante pela proposição e pela escolha muito bem importante. E para falar de esporte no precisa ser só atleta ou corredor ou jogador, mas sim o fomentador, a pessoa que é do meio, a pessoa que estimula. E para finalizar eu quero citar uma frase que ela não é de futebol ela é do basquete, mas ela serve com a tua trajetória, que vou citar do Michael Jordan: algumas pessoas querem que aconteça, outras desejam que aconteça, outras fazem acontecer. E, Mário, tu é que faz acontecer. Parabéns, é merecedor desse título nessa noite. Boa noite obrigado a todas e a todos.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convido o partido Republicano para que faça uso da tribuna; fará o uso da palavra o vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor presidente, colegas vereadores e vereadoras, um cumprimento especial ao nosso prefeito Fabiano Feltrin e na pessoa dele a todo o secretariado, também as pessoas que nos acompanha aqui e das suas casas. E hoje o dia é de falar e de trazer o nosso cumprimento ao Mário né que é hoje nossa agraciado, aliás, parabéns pela indicação ao PDT, especial ao Amarante e o Thiago, que estão também trazendo esse nome apresentando aqui e referendando esse nome, prefeito, por toda a comunidade. Porque esse ato aqui é um ato de trazer publicamente o reconhecimento da nossa sociedade, que isso está é um ato formal da Câmara e ao mesmo tempo verdadeiro de reconhecimento; como se a nossa cidade dissesse senhor prefeito: “Farroupilha, Mário, Farroupilha te agradece pelo seu trabalho”. É isso que nós estamos aqui e temos a incumbência e a representatividade da sociedade de dizer. Porque aqui nós estamos falando de alguém que traz a sua trajetória toda ligada ao futebol amador, mas não é só o futebol em si. Aqui a gente vê vários adeptos e praticantes e trabalhadores do esporte da nossa cidade e sabe que um sábado ou um domingo de futebol é muito mais do que uma atividade esportiva, Mário, é envolver a comunidade como um todo. É levar e aí as pessoas aqui vão lembrar dos tempos áureos do nosso futebol aqui da cidade que ainda continua, mas talvez aqui muitos vão lembrar com saudosismo esse momento que o futebol viveu na nossa cidade, que sempre foi referência, Felipe Maioli, para todo o Rio Grande do Sul. Então de falar das competições que faziam, o domingo de manhã despertar uma comunidade inteira para estar na beira do gramado coparticipando; porque não era só o atleta que estava lá da sua família, era da comunidade que estava abraçando o estádio como se tivesse de mãos dadas abraçando aquele campo. Nós não estamos falando só, Mário, que o reconhecimento do seu trabalho é pelo trabalho do esporte, mas é um trabalho doado para a comunidade, porque num time de futebol assim como lá no centro de tradições gaúchas, todo mundo faz de forma cooperada trabalhando de forma coletiva, cada um dando um pouquinho de si, porque aí o coletivo vence. Essa é a cidade, prefeito, que nós acreditamos. quando a comunidade é reconhecida aqui porque é o esforço de um que lidera, mas é a união e esforço de todos que coparticipam; que estão lá fazendo e doando, Ramon, da sua vida pelo esporte. Quantos daqui muitas vezes largam tudo para fazer alguma coisa em doação a algo que acredita seja no esporte como o Mário, seja no CTG, seja em todas as manifestações culturais, sociais, enfim, esportistas da nossa cidade. Então dessa forma eu sempre costumo dizer que eu gosto de tirar o chapéu para quem tem propósito, Mário, e hoje na tua pessoa no nome da Marinês, do da família, do Guilherme, da Júlia, do seu Ivo, da dona Delezia, dos irmãos – o Marcos, o Márcio, a Márcia e o Marcelo né, a nossa comunidade, a cidade de Farroupilha cumprimenta você por esse destaque. Que você possa levar é esse reconhecimento ao teu trabalho, mas que também sirva de inspiração para que você continue sempre motivando outros que vem aí adiante a dar sequência, porque toda vez que a gente tiver uma modalidade esportiva sendo feita, uma comunidade unida e reunida nós vamos ter mais do que uma prática saudável e importante que é o esporte, nós vamos ter vida, nós vamos ter alegria, nós vamos ter comunidade, nós vamos ter emoção, nós vamos ter coração. A comunidade unida precisa ser participativa. Então na em nome da bancada do partido Republicano eu gostaria também de prestar essa justa homenagem o nosso parabéns nossos cumprimentos e vida longa ao teu trabalho e a todos aqueles que lutam para que a gente possa ter uma cidade cada vez melhor. Muito obrigado e boa noite.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convidamos o Partido Liberal – PL para que faça uso da tribuna; fará uso da tribuna o vereador Volnei Arsego.

VER. VOLNEI ARSEGO: Obrigado, senhor presidente. Boa noite ao público presente, ao senhor prefeito Fabiano Feltrin, aos vereadores aqui que compõem suas bancadas. Quero felicitar-te, Mário Dal Cin e sua esposa, seus familiares, que aqui marcam presença. e vamos recordar um pouquinho mais antiga porque eu sou mais antigo ainda né, quando se ‘tchucava la bolita’ né num domingo de tarde. Quando vocês participavam das comunidades você participava na comunidade e se reuniam, gente que vinha de todos os lugares, para fazer o primeiro e o segundinhos né e aí você se destacou. Mário começa a pegar o gosto do futebol da época e determina né que se alavancasse mais ainda e participa do futebol amador aqui do SER Farrapos de Farroupilha. Em pouco tempo ele foi demonstrando à sua época o aperfeiçoamento e o gosto e foi abraçando vários amigos formando uma equipe; e aí essa equipe ela veio trazendo resultados, resultados positivos, resultados que começou a alavancar o clube SER Farrapos que já existia e já vinha também sendo notificado em outros campeonatos. Mas o importante de tudo isso é a equipe que você formou, hoje também eu tiver o prazer, não conhecia, mas eu tive o prazer de conhecer o seu trabalho, a sua mecânica. E quero dizer assim que eu fiquei muito impressionado com o que eu enxerguei porque você é uma pessoa dedicada, você é uma pessoa que quando abraça uma causa você vai até o fim. Eu já notei isso, uma pessoa de responsabilidade e de respeito também, porque as pessoas gostam de você e você demonstra isso né. Então ser homenageado hoje com o título de mérito podia ser qualquer outra pessoa, nós temos gente os próprios Minella eu vou dizer para vocês, mas hoje é teu dia e na próxima vez será reconhecido outras pessoas né também para esse título. Eu gostaria de agradecer também ao secretário, em nome do Fernando né, todos os secretários que estão aqui que se fazem presente, porque o Fernando é um rapaz que participa com você lá também né, tá na brincadeira e domingo de manhã o futebolzinho sagrado né e você vai puxando essa amizade toda para que a gente não só demonstre títulos na prateleira/troféus expostos, mas sim para demonstrar amizade, o amor entre os colegas e transmitir para todos eles. Também você já demonstra um grande aperfeiçoamento em organizar quando se faz as festinhas lá no SER Farrapos né, o baile do chopp de casais e tal; cara nunca vi aquilo lá com pouco gente está sempre lotado. Isso é mérito. Pessoas, acabei de falar, que tem o lado empreendedor né e você tem tudo isso. Então Mário eu podia estar aqui falando muito mais coisas, mas acho que os colegas já contribuíram bastante. Eu quero te dizer que essa noite é sua ninguém e de mais ninguém, você está aqui por mérito, pelo seu caráter, seu trabalho então meus parabéns. Parabéns ao vereador Amarante por te trazer até esta Casa e ser homenageado. Muito obrigado a todas.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convidamos o Partido do Movimento Democrático brasileiro – MDB para que faça uso da tribuna; fará uso da tribuna o vereador Felipe Maioli.

VER. FELIPE MAIOLI: Boa noite, presidente. Boa noite a todos que estão presentes, quem está em casa assistindo pelas redes sociais. Quero dar um boa noite especial ao senhor prefeito Fabiano Feltrin, em nome do Fabiano Feltrin um boa noite para todos os secretários/todas as autoridades aqui presentes, colegas vereadores e em especial ao Mário. Como vocês falaram, meus colegas vereadores, que ficar por último não é muito interessante, porque a gente vai se tornar um pouco repetitivo, mas eu vivenciei muito do esporte amador de Farroupilha desde o primeirinho, do segundinho, no domingo de tarde até as competições onde movimentava toda sociedade/as comunidades. E eu sei o quanto é difícil ser líder de comunidade como é o teu caso, Mário. Como falaram muitas pessoas poderiam estar aqui sim sendo agraciado neste momento com esse título, porém parabéns ao PDT, parabéns ao Amarante, ao Thiago, pela indicação do teu nome. Serve como um exemplo de garra de determinação de superação, porque como todos ou a grande maioria faz pega sua família no final de semana vai passear/vai aproveitar e você não né, Mário; você está lá na sede do clube Farrapos se dedicando, se empenhando não só pelo futebol, mas para não deixar que a sociedade se dilua, se desfaça como a gente vê em muitas comunidades, em muitas sociedades por aí. Parabenizar também o Grêmio Farroupilha com os seus representantes que estão aqui hoje, o Florestal não sei se tem alguém aqui hoje, mas eu sei que utiliza aquele campo. Eu quero dar um boa noite especial também ao Beto que eu sei que é um braço direito né, Mário, para não deixar aquela comunidade não usufruindo de tudo o que é bacana de se ver no esporte amador. Aos Minella também tem uma influência muito grande na comunidade da SER Farrapos, extremamente importante para que se mantenha viva a chama daquela comunidade que é tão importante para toda a cidade de Farroupilha. Então Minella, Minella que está aqui nos assistindo também, e ao Mário principalmente, tu é um exemplo a ser seguido pelos jovens, tenho certeza que os teus filhos a tua esposa te admiram muito pela tua dedicação, pelo teu tempo que tu destina para a comunidade. Então além de te parabenizar eu quero dizer que tu é um exemplo para que as pessoas que tem envolvimento com o esporte amador não deixe se apagar, é difícil é de gerações; agora temos de fazer alguma coisa para que as futuras gerações comecem a voltar a ter o gosto por ficar nas suas comunidades e não sair. Esse é um desafio muito grande e muito importante. Então em nome da doutora Eleonora e do Marcelo, que fazem parte da nossa bancada do MDB, quero te deixar os parabéns te desejar muita saúde para que tu consiga dar continuidade aos teus objetivos. Obrigado a todos.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convido o partido da Rede Sustentabilidade para que faça o uso da tribuna; fará o uso da palavra o vereador pastor Davi.

VER. DAVI DE ALMEIDA: Boa noite, senhor presidente. Eu quero cumprimentar os senhores vereadores, também as vereadoras, cumprimentando também nosso prefeito Fabiano Feltrin, cumprimento do secretariado que está presente e as autoridades também que estão aqui conosco. E quero cumprimentar em especial o senhor Mário, a senhora Marinês, também cumprimentar os filhos Guilherme e a Júlia que estão aqui conosco também, os pais seu Ivo e Delezia Dal Cin também e os irmãos que estão aqui e toda a família. Se hoje o senhor está aqui recebendo essa homenagem é merecedor, mas com certeza com apoio da senhora Marinês também e de toda a família, porque a gente constrói juntos com a família né; de um grande empresário da nossa cidade né de empreendedorismo e também de investir esse tempo numa paixão né no amor ao futebol, esporte, um incentivador, alguém que dispõe de tempo né para investir e incentivar o esporte amador né. E a gente vê a importância e de quantas pessoas tem se beneficiado deste empenho que o senhor tem feito aqui na nossa comunidade farroupilhense. Então quero lhe parabenizar e dizer que essa Casa se sente lisonjeada em poder homenagear. Parabenizar também o vereador Thiago e o vereador Amarante pela proposição também. E dizer que aqui os colegas relataram seu currículo né e falaram tantas coisas maravilhosas ao seu respeito e eu quero então encerrar pedindo que Deus abençoe a sua vida, sua casa né, os seus empreendimentos e que o senhor possa continuar incentivando o esporte amador que é uma cultura da nossa cidade também, e proporcionando lazer a todos os envolvidos. Então uma boa noite a todos. Obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Quero neste momento em nome do poder legislativo municipal convidar o nosso prefeito Fabiano Feltrin para que proceda a outorga do título mérito esportivo do ano ao senhor Mário Luiz Dal Cin, que também receberá das mãos deste presidente a medalha com o brasão do município. (CERIMÔNIA DE OUTORGA). Convido para que faça uso da tribuna o nosso grande homenageado Mário Luiz Dal Cin.

  1. MÁRIO LUIZ DAL CIN: Boa noite. Gostaria primeiramente de cumprimentar o presidente da Câmara de Vereadores Maurício Bellaver, o prefeito municipal Fabiano Feltrin, os demais senhores vereadores desta bancada; meus cumprimentos se estendem também ao vereador de Lajeado Márcio Dal Cin e bem como os demais secretários municipais. Cumprimento, enfim, a minha família, a equipe da SER Farrapos e as demais comunidades que aqui se fazem presente, e a imprensa também. Essa homenagem representa muito do que minha vida de trajetória de um promotor esportivo, portanto nada mais justo que falar da minha história. Sou filho de Ivo José Dal Cin e Delezia Dal Cin ambos nascidos no Rio Grande do Sul, mas que foram para Santa Catarina ainda criança em busca de uma vida melhor. No estado catarinense e eles se conheceram, casaram e tiveram seus cinco filhos. Nasci na Cidade de Guaraciaba e cresci na localidade de Linha Guataparema, interior do município. Meus pais sempre participavam e ajudavam nas funções da comunidade que lá existia, portanto desde cedo já praticava o futebol e tinha como esporte favorito. Naquela época nós cortava a grama no campo sábado à tarde com aquelas máquinas ainda com fio de eletricidade; nós terminava de cortar o campo/a grama no domingo de manhã para jogar no domingo de tarde. Aquele tempo era mais sofrido. Sempre fui trabalhador desde cedo, realizei o árduo e difícil trabalho pois havia pouco espaço de terra para trabalhar dificultando o crescimento de todos os 5 filhos; meu irmão mais velho Marcos já estava estudando no seminário então eu, segundo filho mais velho, aos 16 anos foi trabalhar como ajudante de leiteiro que lá naquela época depois do serviço da roça era uma grande passo para tu aprender por exemplo, aprender a dirigir que era meu sonho. Às vezes saindo da manhã, às cinco da manhã e voltando as quatro da tarde comendo uma fatia de pão. Vendo toda a família, vendo toda a dificuldade e o esforço da família, meu pai decidiu deixar o interior de Santa Catarina para ir morar em Lajeado, aonde ele tinha saído com 18 anos de idade que foi para Santa Catarina; vendo que não tinha muita possibilidade de sucesso, pouca terra, os filhos já crescendo, ele foi buscar algo novo. O destino era Lajeado no Rio Grande do Sul em busca de melhores oportunidades. Na nova cidade todos da família conseguiram um emprego rapidamente para o sustento geral e pagar o aluguel de um porão que nós tinha alugado; fomos morar no bairro Montanha em Lajeado o qual ainda era bastante deserto e lá decidimos criar uma associação para organizar as melhorias do bairro; onde que nós chegamos lá era só estrada de chão no bairro, não tinha nada de infraestrutura. Assim fundamos a Associação Atlética Montanha na qual fui um dos fundadores e jogador, me lembro hoje, o primeiro fardamento que conseguimos era tudo vermelho – meia vermelha calção vermelho e camisa vermelha – doado por um dono de um mercado do bairro. Por muitos anos batalhamos muito, jogamos muito na região de Lajeado. A Associação que existe hoje lá é um complexo de atividades esportivas e de lazer. Me lembro que eu trabalhava na Volks de Lajeado até às 17:30 e depois desse horário eu ia para o campo e tinha várias crianças que nós se reunia para ensinar eles a bater no gol, bater na bola, passe; que desse 5/6 garotos dois se tornaram profissional, um até jogou aqui no Brasil de Farroupilha, volante Maurinho. Então isso me orgulho muito. No ano de 2000 recebi um convite de um amigo que naquela época aqui na Serra não tinha nenhuma concessionária de carro importado; os clientes da Toyota, por exemplo, da Kia, da Asia, eles iam em Lajeado para fazer as manutenções. Saia daqui e ia para lá. E num certo dia fazendo um trabalho no carro desse amigo, conversamos e pedi para ele quando é que ele ia arrumar um lugar para nós abrir uma oficina em Farroupilha. Um ano depois ele veio lá e disse: consegui o terreno. Quem se lembra da Borracharia do Iano? Ele comprou a borracharia do Iano. Aí um outro amigo que trabalhava com ele disse eu vou se tu vai senão não vamos. Então decidimos encarar essa mais nova etapa. Vindo para cá no setor esportivo me convidaram para jogar na SER Farrapos que na época se falava um dos bons times que têm em Farroupilha, que tinha e tem ainda, e naquele ano tinha o Distritão se não me lembro e tinha o campeonato municipal; que era um dos dois times que sempre brigava por título. Fui jogar na véspera do campeonato no amistoso entre primeiro quadro e segundo quadro do Farrapos e numa dividida o centroavante do segundinho me quebrou um dedo. Aí esse ano fiquei fora do campeonato municipal. No próximo ano conheci um amigo e cliente meu que ia para Lajeado fazer as revisões da caminhonete, seu, falecido hoje, seu Dionísio Rigatti me convidou para jogar na Linha Muller. lá fiquei 10 anos todo final de semana, joguei no segundo quadro/joguei no primeiro quadro, não conseguimos títulos, mas por três vezes decidimos o títulos, duas vezes nas Castanheiras perdemos o título. Mas ganhei muitos amigos. Por volta de 2011 conheci, é que nem o Maioli ele falou, podia estar ele aqui em cima, mas como se escolhe um vamos representar, conheci o meu amigo Roberto Finatto; eu jogava na Linha Muller e ele jogava no Esporte Clube Serrano, e nós morávamos no bairro Belvedere e o primeiro campo perto era o Farrapos. depois de algumas conversas eu e ele decidimos organizar o futebol da SER Farrapos para participar no campeonato municipal na categoria de veteranos. Pode ver que a idade já estava um pouco avançada. Já no primeiro ano conquistamos o terceiro lugar, nos próximos três anos o time da SER Farrapos com participação de atletas de Farroupilha e região consagrou-se tricampeão consecutivo do campeonato municipal de veteranos. Com o decorrer dos anos não houve mais campeonatos para participar, então eu e Roberto resolvemos ajudar a comunidade de várias maneiras: uma delas na direção da sociedade. Com apoio de várias pessoas e amigos como o futebol poderia acabar, reabrimos os jogos no sábado de tarde contando com a participação de muitos atletas que continuaram a participar das partidas até hoje. Atualmente então a SER Farrapos realiza jogos com frequência na cidade e região até no estado e em outros estados brasileiros, por exemplo, a praia; levar a equipe do Farrapos na praia para jogar. Como integrantes ativos da sociedade, assumimos o compromisso de ajudar empresas, ligas, associações e demais organizações a realizar eventos como forma de ajuda também à comunidade em geral. Assim contribuímos/construímos uma infraestrutura e um ambiente adequado para realizar eventos tais como almoço, jantares, bailes, casamento, formaturas, festas, entre outros. Dessa forma a SER Farrapos com a participação de todos os integrantes busca sempre atuar em prol da comunidade geral. Mesmo com a pandemia que afetou no mundo todo nos últimos anos, a SER Farrapos manteve-se forte e ativa sempre buscando se reinventar diante do cenário; foi assim que surgiu a ideia de realizar tradicionais festas que se reuniam muitas pessoas no salão de outra maneira através de marmitas entregue de formato ‘drive-thru’ essa realização foi pioneira na cidade servindo de exemplo para outras comunidades. Sendo que antes da pandemia nós tinha reformado cozinha/banheiro e veio a pandemia e nós tinha uma dívida grande. A solução foi fazer marmitas para entrar algum de ‘cascalho’ para pagar as contas. E conseguimos, conseguimos pagar as contas. O tradicional torneio Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella nós já ajudava antes da pandemia, porém é que eles falam no mês de janeiro todo mundo vai para a praia, a família, nós da SER Farrapos nós ficava 5 final de semana em janeiro e fevereiro para organizar o torneio com várias pessoas que ajudavam. Depois da pandemia se falou-se de parar com o torneio, não tinha mais possibilidade de fazer e resolvemos então fazer num outro modelo; alteramos os dias, fizemos no formato de seis final de semana, aumentou o final de semana, mas só sábado à tarde e aí nós não tinha o compromisso de ficar no sábado e no domingo trabalhando, porque era muito cansativo. Resolvemos fazer então e diminuímos algumas equipes que por causa da pandemia encerraram suas atividades. O Roberto Minella responsável pela organização das equipes batalhou bastante para nós conseguimos 24 equipes sendo que fizemos daí seis final de semana e a final no sétimo, num domingo com almoço com todos os as equipes. Para o torneio acontecer sempre com o auxílio de patrocinadores e da prefeitura municipal que sempre nos ajudou no torneio. Além do próprio time, atua hoje no campo da SER Farrapos equipes como Grêmio Esportivo Farroupilha e Esporte Clube Florestal; assim existe uma grande parceria entre o Farrapos e esses clubes para a realização de jogos e demais confraternização. Sendo que a SER Farrapos nós adotamos de não cobrar mensalidade ou anuidade, mas sim a realização de dois almoço durante o ano que as equipes contribui com 100 ingressos de almoço para levar seus familiares para o clube. Durante minha vida participei de várias equipes, cito umas entre elas: Cruzeiro de Guataparema/SC, Associação Atlética Montanha de Lajeado, Bangu, Canabarense, Juventude de Teutônia, Juventude de Colinas, Juniores do Lajeadense, Brasil da Linha Muller, SER Farrapos, CartoMap, Grêmio Esportivo Farroupilha e Saletino. Em cada um desses times fiz várias amizades. Diante disso tudo, percebo que as práticas esportivas possuem um papel essencial na sociedade, pois elas são capazes de transformar e alegrar muitas vidas. Para que continue sendo desenvolvidas de maneira efetiva é preciso muito cuidado e muito investimento nessa área, portanto cabe ao governo municipal assegurar o bom desenvolvimento do esporte de Farroupilha através de investimentos, ações definitivas como criação de espaços públicos adequados e bem planejado destinados à prática de atividades. É necessário iniciativa e apoio total dos órgãos públicos para que o amor pelo esporte nunca acabe e para que histórias como a minha se repitam com maior frequência. Agradeço sempre à equipe da SER Farrapos, jamais qualquer pessoa sozinha não faz nada. Por fim agradeço todos da diretoria e todos os demais clube que participei na minha vida, pois sem eles não estaria recebendo essa homenagem e muito menos teria motivo para comemorar essa conquista. Todos os times são formados por um grupo de pessoas, existe um capitão ou um líder, mas sem as pessoas um líder não consegue realizar nada. Então agradeço a todas as pessoas que de alguma forma foram importantes ao longo da minha vida. Muito obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Convido para que faça uso da tribuna em nome do poder executivo municipal o nosso prefeito Fabiano Feltrin.

PREFEITO MUN. FABIANO FELTRIN: Muito boa noite. Prazer enorme nós estarmos aqui. Primeiramente agradecendo pelas nossas vidas. Alegria, meu presidente Mauricio Bellaver, estar nessa noite tão importante para nossa comunidade. Saudar nossos vereadores, vereadora Clarice, vereadora Eleonora; a Clarice no esforço né de estar aqui gripada e veio realmente num momento importante sabendo que era a sua presença muito importante aqui. Parabéns pelo esforço e dedicação. Funcionários dessa Casa que nos tratam sempre com tanto carinho. Ex-prefeito Ademir Baretta que nos presenteia com a sua presença, todas as autoridades. O Márcio Dal Cin, irmão do nosso homenageado, vereador de Lajeado uma honra tê-lo aqui; comentava com o nosso vereador de Lajeado que Farroupilha e Lajeado tem umas características muito parecidas tanto número de habitantes, quanto também no próprio orçamento, desejando muito sucesso na sua carreira lá ajudando a cidade. Ex-vereadores também aqui presentes Kiko Paese, Arielson, aliás, o Kiko com uma inserção muito grande ao longo da sua história no futebol. A nossa imprensa, secretária de educação, cultura, esporte e juventude Luciana Zanfeliz, e a cumprimentando também saúdo os demais secretários o Fernando inclusive parceiro aí do nosso homenageado, a Cris, o Schmitz. E também uma saudação especial ao Silo Monteiro que é o nosso diretor de esporte no município, que tem feito um esforço fenomenal para que a gente tenha na essência, na prática, os investimentos no esporte não só em cargos e salários, mas lá no nosso placar eletrônico, nas lâmpadas de led, no piso, nas bolas, nos equipamentos necessários para a população ter os esportes e nunca vi tanta gente lá trazendo eventos estaduais. Silo, nosso reconhecimento aqui em nome do poder público do teu trabalho da tua dedicação, do esforço, do amor que tu tem pelo esporte. E obrigado por nos esperar também né, Luciana, ele todos os dias tá lá no gabinete com as suas demandas e espero que tenhamos atendido a contento. Também em especial é o nosso homenageado Mário Dal Cin e a sua esposa Marinês. Aí perguntei para a Marinês Dal Cin se ela te conheceu já como esportista e ela disse que sim, então tá aí o teu melhor prêmio. O maior prêmio é o que tu já conquistaste: a tua família; estão aqui seus pais, seus filhos, irmãos, todos teus familiares. E que lindo de ver isso. E quando eu falo em família eu falo de todas as pessoas da comunidade do Farrapos também do Grêmio Esporte Farroupilha que também está lá com vocês, o Florestal. Os torneios né o Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella e aqui eu vejo o Edson e o Alcione e aí eu me lembrei que eu queria muito ser goleiro de vocês lá, mas eles escolheram o Marcelo Dalmonte. Eu fiquei e aí mais tarde quem sabe Fabiano. aí nunca me convidaram não consegui chegar lá. E eu me esforcei mostre uns jogos para eles uns treino, mas não rolou né. Mas o Marcelo realmente é bem melhor do que eu. Muito bom ver essa proximidade lá nas grades também. As falas que antecederam aqui foram muito felizes, maravilhosas, extraordinárias, porque também aqueles que estão na grade torcendo fazem parte. Porque se não tem a torcida não tem aqueles que estão lá, os familiares, qual é a graça. Tu fazer o que lá no ‘vasco’ se não tinha tudo nós lá torcendo por título. Então isso é muito importante também que a gente coloque a comunidade e a socialização e o amor pelas famílias, pelas pessoas, a nossa cultura, a nossa tradição, isso tudo envolve uma comunidade sabendo que sim temos um desafio de continuar trazendo os jovens para o esporte. O esporte ele envolve uma questão muito grande que transcende a saúde, a educação, a disciplina, a determinação, mas acima de tudo de viver em coletividade e isso eu queria te falar, Dal Cin, que as pessoas gostam muito de ti. E isso é maravilhoso, porque quando a gente dedica a nossa vida em algum momento tu se torna um missionário e aí tu é uma pessoa que inspira outras e isso é legado. Tu faz isso como empresário, tu faz isso no esporte, mas acima de tudo como um ser humano; que com sua família aqui, com a história dos teus pais, com tudo que vocês vivenciaram, tu é sim um vencedor de uma Farroupilha que você inspira. Que a noite é tua que o dia é teu o mérito é teu, agradecendo e cumprimentando a todos que nesta noite homenagearam o Dal Cin. E aí quando cheguei aqui eu perguntei: Fernanda, assessora do PDT, quem que fez aquela aquele cenário lá? Ela disse “não, fui eu”. Lindo, parabéns porque ilustra a história também não só do Dal Cin, mas da comunidade. Eu quero finalizar dizendo para vocês que os vossos sonhos são os nossos, nós queremos cada vez mais melhorar a vida das pessoas, deixar o mundo melhor do que nós recebemos e nada melhor que ser inspirado pelo Dal Cin e sua família. Muito obrigado.

PRES. MAURÍCIO BELLAVER: Quero em nome do poder legislativo agradecer ao nosso prefeito Fabiano Feltrin, ao nosso homenageado Mário Luiz Dal Cin, seus familiares/amigos, agradecer aos nossos vereadores, entidades de classe, autoridades municipais, senhoras e senhores presentes. E dizer ao nosso homenageado que esta Casa muito se orgulha em poder homenageá-lo. Um reconhecimento a tudo o que fizeste e continue fazendo pelo esporte, elevando o nome de nossa cidade. Muito obrigado pela sua presença. Convidamos a todos para de pé ouvir a execução do Hino Rio-grandense. (EXECUÇÃO DO HINO). Agradecemos a todos e declaro encerrado os trabalhos desta sessão solene. Boa noite a todos.

 

 

 

 

Maurício Bellaver

Vereador Presidente

 

 

 

Calebe Coelho

Vereador 1º Secretário

 

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa e Apoio Administrativo.