Pular para o conteúdo
17/05/2022 15:21:37 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 4167 – 20/12/2021 – Agricultor Destaque

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sr. Tadeu Salib dos Santos.

 

Às 18 horas o senhor presidente vereador Tadeu Salib dos Santos assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Calebe Coelho, Clarice Baú, Cleonir Roque Severgnini, Davi André de Almeida, Eleonora Peters Broilo, Eurides Sutilli, Felipe Maioli, Gilberto do Amarante, Juliano Luiz Baumgarten, Marcelo Cislaghi Broilo, Mauricio Bellaver, Sandro Trevisan, Thiago Pintos Brunet e Tiago Diord Ilha.

 

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Boa noite a todos. Declaro abertos os trabalhos da presente sessão solene de Outorga do Certificado Agricultor Destaque. Dada à verificação do quórum, informo a presença de 15 vereadores nesta sessão solene do dia 20/12/2021. Inicialmente, a Câmara de Vereadores agradece a presença e saúda as autoridades aqui presentes. Convido para comporem a mesa: o excelentíssimo senhor Fabiano Feltrin, prefeito municipal, e a senhora Élia Benedetto Borsoi, nossa homenageada desta noite. Convido a todos para, de pé, ouvirmos a execução do Hino Nacional Brasileiro. (EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL). O certificado Agricultor Destaque foi instituído pela lei municipal nº 2.698, de 11 de junho de 2002, de autoria do vereador Orlando Pegoraro. A palavra está à disposição dos senhores vereadores pelo prazo de até cinco minutos. Esse ano nós vamos fazer uma situação diferente, ao invés de nós começarmos do lado direito ou do lado esquerdo nós faremos alternado então nós iniciamos convidando o vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor presidente, colegas vereadores e vereadora, quero cumprimentar de uma forma muito respeitosa nosso prefeito municipal Fabiano Feltrin e com ele também toda a equipe de governo aqui presente, demais autoridades, representantes da nossa comunidade de Farroupilha. Hoje é um dia tão importante e que trouxe ao seu Orlando, autor dessa lei quando vereador, um reconhecimento a quem planta quem colhe quem cultiva. Como é importante reconhecer; hoje a nossa cidade, a Câmara Municipal, venha todos os anos que segue prestando essa justa homenagem. Quero cumprimentar aqui também a hoje agraciada com certificado agricultor destaque dona Élia Benedetto Borsoi. Dona Élia tem uma música aqui fala e traz uma síntese muito importante que a mensagem que eu gostaria de trazer hoje “tudo o que se planta cresce e o que mais floresce é o amor”. É com essa mensagem que eu gostaria de deixar o meu abraço, meu carinho, meu reconhecimento a sua história porque tudo realmente na vida presidente Tadeu e a nossa homenageada e prefeito tudo que se planta cresce e quando a gente floresce e cultiva só pode dar o amor. Então com essa mensagem de agradecimento e reconhecimento em nome da agraciada com esse certificado, a dona Élia, queria saudar a todos que já foram também homenageados nessa Câmara ou que ainda serão. Porque só sabe reconhecer para onde vai quem sabe da onde veio. Com essa nossa fala, gostaríamos de abrir aqui em nome da bancada do Republicano o nosso abraço, o nosso carinho, a nossa homenagem pela sua história, e estamos felizes de trazer o nosso abraço o nosso carinho e o nosso reconhecimento. Parabéns e receba o abraço desse vereador e dessa bancada. Muito obrigado, senhor presidente.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Tiago Ilha. Eu convido o vereador Mauricio Bellaver para que também use o espaço de 5 minutos.

VER. MAURICIO BELLAVER: Boa noite senhor presidente, boa noite prefeito, boa noite Fernando Silvestrin todos que estão participando aí. Boa noite Élia Maria Benedetto Borsoi, boa noite Marcelo Dariff que me surpreendeu hoje dizia que era o genro da dona Élia, “mas quem será esse genro?” Baita conhecido, baita guerreiro. Então que ele está acompanhando essa senhora que ajude bastante a senhora. E eu também sou agricultor e parabéns para senhora receber esse prêmio aí e que continue sempre assim e que continue com o Marcelo Dariff e que os jovens fiquem mais agricultura, que precisemos mais de jovem né. Também estava falando com o secretário que foi pioneiro no plástico, plasticultura, que ninguém acreditava eu também não acreditava e agora acredito e que continue com essas tecnologias vindo para frente aí. E que para experimentar uma coisa, testar na agricultura é tudo investimento e ter o pulso, ter fé que vai dar certo é difícil. Mas a senhora teve esse pulso firme aí e que continue assim que precisamos gente que faça teste, que ajude a nossa agricultura aí. E também o Pegoraro que começou com o produtor destaque aí. Então era isso, senhor presidente.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado vereador Bellaver. E nós convidamos doutor Tiago Ilha para que em 5 minutos também, ou melhor, doutor Thiago Brunet e em 5 minutos ele traduza também a sua homenagem a nossa homenageada de hoje.

VER. THIAGO BRUNET: Boa noite, senhor presidente. Boa noite demais colegas vereadores, senhor prefeito municipal Fabiano Feltrin, a todos que estão na Casa nos prestigiando, imprensa, funcionários da Casa. É uma honra estar aqui hoje, dona Élia, prestigiando uma mulher, prestigiando a sua história e principalmente os seus familiares. Vocês devem estar muito orgulhosos hoje. Nós queremos dizer aqui que estamos muito feliz em poder falar de uma mulher que representa a fibra, garra e perseverança da mulher farroupilhense, uma trabalhadora, mãe, agricultora, esposa e empresária tudo em uma única mulher. Por isso hoje viemos aqui te homenagear e não é só pelo que você representa, mas por tudo aquilo que construiu e contribui para a nossa cidade; eu sou médico e me preocupo muito com a saúde das pessoas lá no hospital quando elas já buscam atendimento médico. A senhora tem a missão com seus alimentos, com seus produtos, de fazer essa prevenção por isso eu tenho certeza que a senhora tem todos os cuidados desde a plantação, desde o adubo, desde a embalagem, para que esse produto chegue na mesa do cidadão farroupilhense com a melhor qualidade possível. Dona Élia Borsoi, receba meu carinho e admiração, espero que você seja exemplo para muitas outras mulheres da nossa Farroupilha. Desejo votos de sucesso para você e sua família. Uma boa noite a todos e muito obrigado.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, doutor Thiago Brunet. E nós convidamos o representante do PL, Chico Sutilli.

VER. EURIDES SUTILLI: Boa noite a todos. Boa noite, senhor presidente, nosso prefeito Fabiano, principalmente a dona Élia Borsoi e seus familiares, pessoas de garra da nossa agricultura. Eu fui agricultor até os 23, mas continua sendo no sangue até hoje que a agricultura é fundamental para nós, os produtos que nos alimentam no dia a dia. E hoje com o desenvolvimento, vocês capazes de acompanhar o nosso desenvolvimento, aí cada vez melhor né, só pessoas inteligentes que tem a visão para frente que conseguem dar o andamento. Lá na nossa época era tudo muito mais difícil, mais complicado, a gente não tinha entendimento e não tinha acesso ao entendimento. E hoje pessoas que estudam, vocês buscam a tecnologia, essas qualidades maiores aí, para cada dia mais produz alimentos com mais qualidade e ter o cuidado no orgânico também que as pessoas estão pendendo muito para o orgânico que, como o doutor falou, saúde em primeiro lugar né. Nós temos que produzir alimentos com qualidade para aí na frente cuidar da nossa saúde também que os agrotóxicos são fundamentais para produção né, mas também temos que cuidar da nossa saúde aí na frente que daqui a pouco o cara produz em grande escala e talvez sai um pouco do ritmo como em muitos lugares. Eu sei que nós aqui nossa região é um pessoal mais consciente tá indo para esse lado. Boa noite a todos. Obrigado.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Chico Sutilli. E nós convidamos o vereador Gilberto do Amarante para também prestar a sua homenagem no tempo de até 5 minutos.

VER. GILBERTO DO AMARANTE: Boa noite, senhor presidente, boa noite aqui ao nosso prefeito Fabiano Feltrin, a nossa homenageada Élia Maria Benedetto Borsoi, todos aqui presente esta noite, o Fernando Silvestrin também representando a Secretaria da Agricultura e todos os demais que de uma forma ou de outra estão representando a comunidade de Farroupilha para homenagear a nossa prestigiada hoje: Élia Maria Benedetto Borsoi. Agricultora que rompe muitas vezes as barreiras né, dona Élia, por que agricultura ela traz muitas vezes dificuldades pela questão às vezes do mercado, às vezes a questão dos interpérios [sic] está lá com tudo pronto, a produção pronta para ser colhida e de repente vem as questões de interpérios [sic] ou chuva de pedra ou vendaval mesmo e acaba destruindo e vocês aqui agricultores muito valente recomeçam tudo de novo. Então a nossa homenageada parabéns, parabéns também por ser mulher, que são poucas as vezes que as mulheres são prestigiadas nesta Casa e cada vez mais elas ocupam seus espaços em todos os setores; hoje na agricultura, no comércio, na indústria, em todos os setores, em todas as ramificações. Que bom, que ótimo que de certa forma estão vencendo e pode contar sempre com nós homens legisladores para que possam cada vez mais estar à frente de tudo, porque vocês têm essa sensibilidade muitas vezes de lidar com tudo; inclusive com as frutas, hortifruti que é o caso que a senhora produz, para cuidar, zelar e saber que quem vai receber lá na frente para por em suas mesas é um produto com qualidade, um produto digno daquela agricultora, daquele agricultor, que produz lá em sua terra muitas vezes e que começa antes de clarear o dia e acaba depois que escurece. Muitas vezes vai fazer as embalagem daquelas frutas ou daqueles produtos para no dia seguinte entregar. Até estava conversando outro dia, muitas pessoas trabalham a noite para tirar para fazer a colheita das alface para daí no dia seguinte entregar com a verdura verdinha/fresquinha para que nós que colocamos na mesa, que somos, na verdade, os consumidores desse produto tenhamos a qualidade e a garantia que vocês produzem lá fora. Que muitas vezes nós aqui da cidade e tudo que nós colocamos na mesa não nos damos conta de que tudo que nós colocamos provém da mão ou passa pela mão do agricultor. E por isso que também, prefeito Fabiano e todos nós legisladores, temos que buscar mais políticas públicas que, de certa forma, dê garantia para o agricultor que muitas vezes em muitos momentos faz a sua produção do começo ao fim e chega ao final muitas vezes que acredito que vocês também atravessaram momentos que não tem para quem entregar, o mercado está ruim ou então porque deu uma colheita um pouco melhor que é o caso desse ano na fruta de caroço que há dois anos atrás, aliás, há um ano atrás nós tivemos problemas com pedra com problemas interpérios [sic] então grande parte dos agricultores não produziram; este ano então deu uma colheita um pouco melhor, embora com estiagem, e aí muitos desses agricultores não tem preço e também não tem para quem entregar. Então parabéns, dona Élia, parabéns, e continue essa mulher valente, essa mulher investidora, essa mulher próspera a trabalhar, a investir, arriscar o seu próprio patrimônio, muitas vezes, que arrisca né. E muito obrigado, presidente, por nós homenagear aqui essa nossa colega Élia Maria Benedita Borsoi. Muito obrigado, senhor presidente.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Gilberto do Amarante. Nós convidamos quem irá sentar aqui, com muito orgulho, eu estou convidando a vereadora doutora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite, senhor presidente, colegas vereadores, colega vereadora doutora Clarice, prefeito Fabiano Feltrin, todas as autoridades presentes, todas as autoridades que aqui se encontram, a imprensa, funcionários dessa Casa e de modo muito especial, mas muito especial mesmo, a nossa convidada, a nossa convidada, a nossa agricultora destaque de 2021, a senhora Élia Maria Benedetto Borsoi, seus familiares e seus amigos. Mas de modo muito carinhoso, mas muito carinhoso mesmo, eu preciso fazer um destaque mesmo que pequeno agora neste momento a sua filha Quelin Borsoi minha amiga muito querida. Que se faça um parênteses [sic] neste momento aqui. Estamos homenageando uma mulher agricultora numa sessão solene que quase sempre homenageia uma figura masculina, nessa noite em que homenageia o agricultor ou agricultora destaque. Mas a senhora Élia assumiu os negócios da sua família após a perda de seu cônjuge, o senhor Antoninho Borsoi, a partir de 2007. Pulso forte, transformou o incentivo concedido em 1990 pelo então prefeito Clóvis Zanfeliz e pelo então secretário municipal de agricultura Ademir Baretta, para o cultivo de hortaliças em estufas com cobertura plástica, plasticultura, num negócio que foi se tornando cada vez mais rendoso. Foi iniciado pequeno, foi iniciado com uma estufa de 1.000 m2 e com muito trabalho, muito investimento, muita organização, muita doação e muita ajuda do seu genro Marcelo; chegou ao que é hoje, uma estrutura moderna, produtos livres de resíduos químicos e produtos que chegam com qualidade ao seu destino. Senhora Élia, a senhora é um exemplo de força, de trabalho e de família. Nós precisamos de mais ‘Élias’. A senhora representa toda a classe de agricultores, mas não só essa classe, a senhora representa todas as mulheres que ‘fazem’. Se esse teto se abrisse e nós pudéssemos ver as estrelas, com certeza elas estariam se curvando ao seu esplendor. Senhora Élia Maria, essa é uma homenagem muito mais que merecida. É um orgulho para mim estar ao seu lado nessa noite solene. Boa noite a todos.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, doutora Eleonora Broilo. Nesse instante convido o pastor Davi para que também faça uso da tribuna para homenagear a dona Élia no espaço de até 5 minutos.

VER. DAVI DE ALMEIDA: Boa noite, senhor presidente. A minha saudação ao nosso excelentíssimo prefeito senhor Fabiano Feltrin, a minha saudação também a senhora Élia Borsoi que hoje está aqui para ser homenageada, a minha saudação ao secretário Fernando Silvestrin e cumprimentando ele cumprimento todos os secretários que estão aqui nesta noite. Cumprimento também o senhor Trujillo, cumprimentando ele todas as entidades representadas aqui, cumprimento também o Leandro Adamatti e nossa imprensa cumprimentando eles cumprimento todos da imprensa aqui presente, as pessoas que estão nos acompanhando e cumprimentando também o porta-voz da Rede Sustentabilidade o André e cumprimento todos os presidentes de partidos que estão aqui. E quero dizer que hoje é uma noite muito especial que nós trazemos a esta Casa, como bem frisou aqui já os nossos colegas, a senhora Élia Borsoi que traz uma história fantástica, uma história linda de construção e nós temos a história que nós mesmos construímos. Desde 1990 a gente vê esse trabalho fecundo né, tenho certeza que foram muitas as adversidades para chegar até aqui, muitos aprendizados, mas que hoje se torna tudo em um dia muito festivo. E eu creio que este é um tempo de favor de Deus sobre toda a agricultura aqui da nossa cidade, creio que este é um tempo favorável e quando eu digo isso eu digo por que a Bíblia Sagrada diz que então toda a semente ela prosperará. Essa é uma palavra para todos nós. Toda semente ela vai prosperar “a vide dará o seu fruto e a terra então dará o seu orvalho, o céu darão então a sua chuva e então fará se prosperar toda a terra”. Eu creio que este é um tempo de muita prosperidade, estamos encerrando um ciclo, 2021, e creio que 2022 nós teremos boas notícias, porque este é um tempo que todos nós estamos com muita esperança. Assim como as boas notícias chegaram para a senhora Élia, este é um tempo de boas notícias para toda nossa agricultura. Deixo aqui meu abraço a todos e uma boa noite.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Boa noite e obrigado, pastor Davi. E nós convidamos o vereador Calebe Coelho para também se pronunciar em até 5 minutos.

VER. CALEBE COELHO: Boa noite a todos. É um prazer estar ocupando essa tribuna mais uma vez para falar de vocês que estão aqui, a grande maioria agricultores, gente que entende realmente coisas que talvez eu nunca vá entender; como que é esse dia a dia da agricultura dos agricultores. Eu gosto muito de pedalar, ultimamente eu não tenho feito isso dá para ver, mas eu pretendo voltar logo. E quando eu vou pedalar eu gosto de ir para a colônia e normalmente, seja sábado ou domingo, nós vemos, eu vejo agricultores trabalhando, máquinas no campo, as pessoas com os seus chapéus trabalhando. Normalmente o agricultor que ele usa um chapéu, a testa ela é bem clarinha né e o braço bem escuro, porque o sol tá cruel nos nossos tempos né. É muito difícil ser agricultor hoje em dia, porque os dias estão ficando cada vez mais difíceis; por outro lado tem a tecnologia. Também gostaria de falar que as pessoas, os jovens hoje em dia eles falam muito nos seus heróis né, seus heróis. Quem é herói hoje em dia? Neymar? Desculpa-me, mas para mim Neymar não tem nada de herói né. Não importa esporte. Heróis são vocês. Vocês que estão lá, às vezes, em baixo de chuva ou até depois que o sol se põe trabalhando para que as coisas possam acontecer no tempo que devem acontecer; e vocês são otimistas por natureza, porque se vocês não fossem otimistas, vocês não plantavam para só daqui alguns meses colher o fruto do trabalho das mãos de vocês. Então isso é otimismo.  A gente aprende muito com vocês. E até olhando essas fotos aqui da dona Élia né, do seu trabalho, para mim que sou leigo nesse assunto parece fácil né olha ali é simples né. Mas e para chegar até aí? Quanto não foi gasto, quanto tempo, quantas decepções até se aprender a trabalhar direitinho né. É muito esforço. Então a gente pensa que o alimento tá lá no mercado, ele vem dali, a gente não, mas muita gente pensa né. Eu morei em São Paulo e algumas famílias as crianças não sabiam que o leite vinha da vaca que estava no mato na colônia né, eles achavam que vinham do mercado. Nós sabemos o quanto vocês ralam todos os dias, é vocês que sustentam o país. Se vocês pararem acabou né, porque se acabar a gasolina tudo bem a gente até dá um jeito agora se não tiver comida. Então é importantíssimo esse trabalho de vocês que trabalham todos os dias de sol a sol né no sol e na chuva e, além disso, são mães, avós, pais, filhos, netos. A minha esposa diz que quando ela era bem pequenininha, ela e os irmãos dela, ficavam embaixo de um guarda-chuva, às vezes numa caixa, enquanto a mãe ia plantando ali mandioca/batata/milho. Isso deve ser familiar para vocês né. Então eu imagino assim quando eu vejo uma pessoa que é um agricultor, eu sinto muito orgulho e eu vejo em vocês cada vez mais disso, mais orgulho. Gente, se não é vocês acaba. Então eu quero dizer continuem tendo esse orgulho, parabéns pelo seu trabalho, muito obrigado, desculpa, porque às vezes a gente não sabe dar valor, mas a gente está aprendendo. E quanto mais o nosso turismo aqui aumentar, mais nós iremos para colônia e aí nós vamos ver vocês, nós vamos ver o trabalho de suas mãos por isso que é muito importante o turismo. Nas grandes cidades as pessoas não sabem o que vocês fazem, o que vocês passam, as dificuldades. Então eu acredito num futuro melhor para todos, para nós, mas principalmente para vocês que são os que colocam alimentos na nossa mesa né. E desculpa se a gente como cidadãos comuns de vez em quando não fomos muito agradecidos ou quem sabe até ingratos é que a gente não tem essa noção do quão é duro essa labuta diária de vocês. Muito obrigado de coração. Um abraço.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Calebe Coelho. Eu convido agora o vereador Juliano Baumgarten para que faça uso da tribuna também para homenagear a senhora Élia no tempo de até 5 minutos.

VER. JULIANO BAUMGARTEN: Senhor presidente, colegas vereadoras e vereadores; cumprimento o senhor prefeito, cumprimento especial a nossa homenageada desta noite a dona Élia, cumprimento também o secretário de agricultura Fernando Silvestrin, a Márcia Georg da EMATER, representantes dos sindicatos e também a imprensa e obviamente o cumprimento especial a todos os cidadãos e cidadãs que se fazem presentes. Como é bom depois de um ano puxado, um ano com muitas adversidades, nos vermos praticamente cheio com uma grande população que nos prestigia e que vem aqui acompanhar o mérito, algo festivo de alguém que tanto trabalhou e vem se dedicando e vem aqui mostrando o exemplo da importância do trabalho, da honestidade, que ganha todos os dias um campo. E quando a gente fala nós fomos conhecer um pouquinho da propriedade um pouquinho da vida da dona Élia, eu e meu colega vereador Roque, conhecemos um pouquinho para compreender. Quando a gente não sabe da realidade, a gente parte do pressuposto de conhecê-la e quando a gente vê que se passam três décadas do plantio das hortaliças e cada dia que passa vai aumentando a diversidade mostra o que? Que o nosso povo trabalha muito. Mas não adianta só a gente enfatizar isso é preciso condições, programas, ações atitudes, e quando falamos nisso sim nos remete a concepção das políticas públicas. Neste ano uma das pautas que eu trabalhei aqui foi encaminhar a indicação de programas para a agricultura, projeto, abrange todo a questão do maquinário, a questão da troca de sementes, a questão do fomento lá do poço artesiano, do desenvolvimento nas propriedades. E não adianta nós falarmos: precisa que o jovem fica na propriedade; precisa, mas nós temos que avançar com coisas básicas infraestrutura, pavimentações, condições de tráfego, todas as regiões. E acima de tudo nós vemos muitos descasos como a falta de energia elétrica corriqueiramente, não pega sinal de telefonia, não pega sinal de internet, como é que a gente quer que quem produz, quem mantém a sociedade de pé fique no lugar se não se tem condições, se não é ofertado o básico, do básico, do básico; e claro se parte para a cidade. A gente sabe que precisa e tem que avançar nisso. Mas são essas questões que nos inspiram, que faz com que nós acreditamos e que nós aqui, Câmara de Vereadores, reconhecemos e quando a gente vê uma mulher destaque em uma sociedade totalmente machista, uma sociedade que não reconhece, que não valoriza, que muitas vezes não respeita as mulheres, a gente tem que fazer enfatizar isso e expor todos os dias essas questões; a igualdade de gênero tem que se fazer presente quando a gente fala, é que as pessoas sejam tratadas da mesma forma, é que as mulheres recebam a mesma coisa que o homem receba, a competência. Quem que comanda a família? E quando a gente fala em agricultura não posso deixar de mensurar a história, como que a história da evolução da humanidade aconteceu. Como? Foi através da agricultura, as tribos, os grupos, eles eram nômades, ou seja, eles ficavam num local, eles se alojavam, acampavam próximo ao rio, próximo a árvores frutíferas, ali se alimentavam quando acabavam partiam. Agricultura foi o fator determinante com que fez que começassem a virarem sedentários, ocupar o local, a dominar o cultivo e fazer com que se desenvolvesse primeiro a agricultura para a própria subsistência e depois ao longo do passar das civilizações, ao longo das gerações, dos povos, se pode se ver o que nós temos hoje. Infelizmente nós acompanhamos muitas falas que o agricultor fica para trás, que o agricultor não é valorizado, que a agricultura não é valorizada; então nós precisamos disso, mais ações pragmáticas pontuais, atacar o problema de frente. Enfrentar que é assim que a gente consegue desenvolver. E quando a gente desenvolve, atende, a gente vê que não têm demandas, a gente vê que conseguiu se evoluir, que conseguiu se avançar. Então, dona Élia, mais uma vez parabéns por tudo que a senhora vem fazendo pelo seu trabalho juntamente com seu genro Marcelo, toda a família, que isso é muito bonito e que fique para a posterioridade e que nós conseguimos levar adiante como exemplos como, por exemplo, o gemellaggio que é incentivar o cultivo de videiras, o cultivo de outras produções que ficam aqui na cidade. E por isso é preciso investir não só infraestrutura, mas acima de tudo conhecimento, conhecimento, e o conhecimento ele se multiplica. Muito obrigado, senhor presidente. Boa noite, mais uma vez parabéns, dona Élia, por todo o trabalho e o merecimento deste título nesta noite. Muito obrigado.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Juliano Baumgarten. E nós queremos destacar aqui, nesse instante a presença do senhor Hadair Ferrari, prefeito de Pinto Bandeira, muito obrigado pela presença. Convidamos doutora Clarice Baú para que faça também a sua homenagem no tempo de até 5 minutos.

VER. CLARICE BAÚ: Boa noite, presidente, boa noite excelentíssimo senhor prefeito Fabiano Feltrin, um boa noite também para nosso ex-prefeito Ademir Baretta, ao nosso secretário da agricultura Fernando Silvestrin, a nossa Márcia da EMATER, a todas as entidades que aqui se fazem presente; e também ao meu colega de partido Beto Maioli e a todos meus colegas vereadores, doutora Eleonora, aqueles que nos prestigiam aqui na Câmara, aqueles que nos assistem de seus lares, funcionários da Casa, imprensa. E uma boa noite especial a nossa homenageada Élia Maria Benedetto Borsoi e a todos seus familiares e convidados o nosso carinho. Hoje, presidente, se percebe a presença cada vez maior de mulheres atuando no setor agrícola em diferentes áreas, não somente como auxiliares de seus maridos, como assim a tradição nos mostrava. Assim ocupando vagas que eram ocupadas somente pelos homens. E é este o papel da mulher na agricultura, demonstrar que pode ser tão competente quanto qualquer um. O que as mulheres culturalmente precisam é o mesmo espaço e as mesmas oportunidades para mostrar a sua competência. Sabemos que é muito forte ainda que os agricultores, os produtores, não se sentirem confortáveis em passar às filhas, às esposas a liderança da sua propriedade. São criadas para serem do lar ou complementar a renda da família com atividades domésticas e quando auxiliam nos afazeres na agricultura. Assim, nós sabemos que as agricultoras e agricultores têm peculiaridades sim, mas que, quando somadas, permitem que o negócio tenha muito mais chances de sucesso. Temos que os homens são visionários, ambiciosos, têm uma tomada de decisão muito rápida; já as mulheres são ótimas em planejar, organizar e otimizar. Quando unimos tudo isso, temos uma equipe só pra ganhar. As características que são inerentes às mulheres são muito bem-vindas à agricultura, mesmo que familiar, isto fica claro no sentido da organização, do planejamento do futuro, do cuidado com os pequenos detalhes no manejo da lavoura; que traz uma resposta muito boa em produtividade. As mulheres estão conquistando seu espaço nesse segmento da agricultura também justamente pelos resultados que vêm alcançando. Nós, mulheres, temos muito a contribuir com o setor da agricultura e já estamos mostrando isso no dia a dia, desde a mulher produtora rural até a mulher que ocupa um alto cargo em uma empresa. Assim, prova de tudo isso que dividi com todos nesta noite histórica é a homenagem a nossa agricultora destaque 2021 a senhora Élia Maria Benedetto Borsoi. Que mora e desempenha suas funções, juntamente com sua família, na Linha Muller/3º distrito de nosso município; que com certeza todos lá estão muito orgulhosos, Élia, por ter uma mulher agricultora destaque 2021 representando aquele distrito. Sabe-se que o trabalho na agricultura é árduo, sol a sol, chuva, frio, sempre nas intempéries de nosso clima e, ainda aliar a organização de todas as tarefas domésticas, a casa, os filhos. Muito difícil. Mas com competência, amor, sensibilidade, organização, a senhora Élia fez e faz tudo muito bem e por isso é mais que merecedora deste prêmio destaque da mulher agricultora deste ano. Um reconhecimento de todo o seu trabalho, esforço e competência. É a voz das mulheres na agricultura. Hoje todas ganhamos. Muito obrigada, Élia, por termos a oportunidade de homenageá-la hoje. Élia, a senhora nos representa. Muito obrigado a todos. Saúde e muito sucesso sempre. Obrigada.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, doutora Clarice Baú. E nós convidamos para fazer uso da tribuna o vereador Roque Severgnini no tempo de até 5 minutos.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Senhor presidente Tadeu, senhor prefeito municipal Fabiano Feltrin, senhoras e senhores vereadores. Cumprimento aqui a nossa homenageada dona Élia Benedetto Borsoi, ao cumprimentá-la, quero cumprimentar seus familiares também; dizer que aqui nesta Casa, nesta noite, temos quatro gerações né seu Benedetto temos quatro gerações o seu Benedetto e o responsável por isso né. Também quero cumprimentar os agricultores e agricultoras que acompanham essa justa homenagem, cumprimentar as entidades que tiveram essa tarefa de escolher a agricultora destaque e com certeza uma novidade, porque se não me falha a memória, é a primeira vez que se homenageia uma mulher aqui como agricultora destaque. Cumprimentar também o ex-vereador Orlando Pegoraro que juntos aqui na lá legislatura entre 2001/2004 apresentou o projeto eu tive a felicidade de poder aprová-lo juntamente com os demais vereadores. Cumprimentar aqui a nossa imprensa, demais autoridades e em nome do secretário da agricultura Fernando Silvestrin, cumprimento todas as demais os demais integrantes aí da do executivo municipal, as pessoas que nos assistem aqui do plenário dessa Casa e também as quem nos assistem de seus lares. Nós hoje estamos homenageando aqui, reconhecendo dona Élia, a agricultora destaque do nosso município lá do nosso 3º distrito, lá da comunidade de Linha Muller. Uma comunidade que tem uma vocação para a agricultura familiar a exemplo de praticamente toda a nossa agricultura da serra gaúcha. Mas há sempre uma peculiaridade quando nós vimos que pessoas com pouca terra conseguem tirar da terra o sustento e ter uma importante rentabilidade de uma pequena propriedade. Isso, senhor prefeito, demonstra o grau de empreendedorismo que está impregnado em nossos farroupilhenses independente se eles são da área da indústria, do comércio, do serviço ou da agricultura.  A agricultura, sem dúvida nenhuma, é a que sustenta esse país e digo mais a aqui sustenta esse país é agricultura familiar. Porque o grande produtor exporta, manda embora e o pequeno agricultor produz para sustentar as cidades, os Estados e o país. Se o agricultor não levantar cedo e não dormir tarde, a cidade não toma café não almoça e não janta. Porque não adianta ter dinheiro se não haverá alimentos. E você se especializaram em produzir um alimento que, ouso dizer, não é um alimento da primeira necessidade da mesa, não é o feijão o arroz a carne, é o tempero, a salada, as hortaliças e muito diversificadas. Você passeia lá pelas estufas né e nas estufas você vai encontrar lá alface, radicci, repolho, couve-flor, brócolis, tomate diversas espécies, salsa, cebola e agora também tem um parreiral lá né que está sendo instalado também com a intenção de atrair os turistas para lá. Porque ali como nós vimos numa das fotos, chegou o asfalto né, o asfalto que circundou por Nova Sardenha/Linha Muller/Linha Ely/Salto Ventoso e é o conjunto da obra todo que traz essa prosperidade para a região. E eu quero aqui render a minha homenagem ao ex-prefeito Clóvis Zanfeliz que num ato ainda que imagine ser um ato singelo à época, mas foi o início; o início que estendeu a mão, secretário Ademir Baretta, na época da agricultura, que estendeu a mão e criou um programa. Por isso que, no meu entender, são os programas que transformam os ambientes de negócio na cidade e no interior. Se você cria programas e dá ao agricultor, ao empresário, ao empreendedor condições de ele empreender, ele se moderniza, ele diversifica, ele buscar mercado. Aqui nós ouvindo o relato, a primeira vez que houve a colheita, foi feito uma doação, porque não tinha mercado, doou-se para o Hospital São Carlos alfaces/verduras, porque não tinha para quem vender. E a dona Élia e a sua família né não desistiram, por isso que eu afirmo, essa frase não é minha, mas há muito mais pessoas que desistem do que fracassam. Há mais pessoas que desistem do que fracassam. Por isso a persistência é a alma do negócio. Quando se sabe o que se está plantando é a certeza que se vai fazer boa colheita. Plantar, colher e vender não é tarefa fácil. O agricultor hoje se modernizou, lá na dona Élia, na sua família, lá o Marcelo que trabalha junto, a família, enfim, hoje chegou à modernidade através da internet. O controle da irrigação por ‘Bluetooth’ através do celular você controla o gotejamento né, Maurício, tu que é um defensor da agricultura e é agricultor inclusive. Isso é importante, por isso que aqui nós criamos a frente parlamentar em defesa do agronegócio e essa frente parlamentar está buscando que o agricultor seja enxergado. Que o agricultor não pode ser enxergado como o pobrezinho que não tem conhecimento, o agricultor tem muito mais conhecimento do que as pessoas imaginam. O que falta para ele às vezes é os governos olharem para eles como é o caso da telefonia rural, como é o caso da internet, como é o caso da tecnologia que tanto precisa no meio rural. Então é isso que precisa.  Dona Élia, receba nossa homenagem em nome desse vereador que afundei aquela região para nós fazer aquele maravilhoso asfalto, que cada um vai fazendo a sua parte, parabéns a senhora, a sua família, parabéns a todos os agricultores você sabe que eu tenho um carinho especial pela agricultura e pelos agricultores, homens e mulheres, que levantam cedo e enxergam o dia nascer e enxergam também o escurecer. Muito obrigado.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador. E nós seguimos convidando o vereador Sandro Trevisan para que faça também a sua homenagem para a dona Élia no tempo de até 5 minutos.

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite, senhor presidente, nosso Prefeito Municipal Fabiano Feltrin uma boa noite, senhores vereadores, senhoras vereadoras. Cumprimentar aqui nosso ex-prefeito Ademir Baretta, não posso deixar de cumprimentar o Betinho que estava sempre sentado do meu lado aqui, um ícone dessa Casa, Pegoraro também ex-vereador. Cumprimentando a vocês então, eu comprimento a todos os outros já citados, são inúmeros representantes de entidades aqui na casa, público presente, de maneira especial a todos. Pandemia. Era um tempo que a gente não via uma quantidade de pessoas, quer dizer até agora, está começando, mas era um tempo que a gente não via essa quantidade de pessoas aqui dentro. Que bom. Quem sabe que o ano que vem isso esteja normalizado e que a gente possa se ver livre dessa pandemia. E de maneira muito, muito, muito especial eu quero aqui cumprimentar/parabenizar a ti, Élia Borsoi, lá do nosso 3º distrito. Meus parabéns, é justa, justa, justa essa homenagem. Parabéns a ti, parabéns à família, parabéns pelo trabalho. Trabalho louvável, indispensável, digno. Como é a propagandinha: ‘Agro é tech, agro é pop, agro é tudo’. Mas na verdade a produção se dá, a grande maioria da produção é feita onde? Nesse tipo de agricultura familiar. A grande quantidade dos produtos que são produzidos no Brasil e que de certa forma sustentam a nossa população são produzidas aonde? Nessas empresas como a da senhora. E vou dizer eu vejo passar ali no tomate, tomate cereja, saladete, longa vida, alface crespa/lisa, eu vi parecia que era mimosa roxa também; trabalhei bastante tempo com isso, nós tínhamos estufa ali no Caçador é nós mesmo fazíamos aquela parte plana e puxava ali o plástico, tinha que puxar com muita força para que se não fica embolsando agua né às vezes fazem aquele bolsão de água né, e daí tem que puxar muito e o plástico vai de volta e nós enrolávamos na ripa e depois pregava, (INAUDÍVEL) se o cara não empregar direito que eu prego não tá bem firme ali para acertar os dedo é bem rapidinho. Quanta martelada que dei nos dedos lá. Oh coisa bacana assim, a gente sempre ia para lá depois acabamos não tendo mais aquele terreno que a gente tinha, acabamos vendendo, mas ano de pandemia fiz uma estufinha ali no meu sogro, aonde eu vou lá na estufa, planto as coisas de novo. Porque eu até sai da colônia, mas ela não saiu de mim, com certeza ela não saiu de mim, ela tá dentro de mim. Então eu preciso aqui deixar registrado a importância dessa homenagem, justa, essa homenagem que sim feita a uma mulher batalhadora e a gente sabe que a vontade de desistir, nossa, não é uma vez que acontece e se não persistir e persistir muito, muito, acaba desistindo. Se faz uma produção lá no interior, longe dos mercados, com um produto que muitas vezes é difícil de cultivar, porque entram pragas e tem que ter um cuidado e depois tem que ser transportado para as cidades e ainda é um produto perecível; então são vários fatores extremamente complicado e se não tiver persistência, não correr muito atrás disso, não consegue. E aí quando eu vejo falar da diversidade, a diversidade é uma demonstração de trabalho e é uma demonstração de insistência, de perseverança e de conhecimento. Porque produzir uma espécie e produzir outra, muitas vezes, é totalmente diferente. Se não tiver o conhecimento quantas vezes se perde muita coisa por não conhecer aquilo e esse conhecimento só se faz em função do tempo; esse conhecimento de se cultivar; o próprio tomate em si eu assisti uma vez tem uma mosca tem a mosquinha branca então ele é extremamente complicado para efeito de ser produzido. Então meus parabéns pela persistência, pelo esforço, pelo trabalho, parabéns mesmo, é muito importante a gente, de maneira bem singela, aqui poder homenagear pessoas como à senhora. Meus parabéns, sucesso sempre, sempre. Tudo de bom.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Sandro Trevisan. Nós convidamos agora o vereador Felipe Maioli para também prestar a sua homenagem a nossa homenageada de hoje Élia Benedetto Borsoi.

VER. FELIPE MAIOLI: Boa noite a todos, colegas vereadores, imprensa, presidentes de entidades que estão aqui nos assistindo, ex-prefeito Ademir Baretta, público presente, as pessoas também que estão em casa nos assistindo através das redes sociais e um boa noite muito especial e ao mesmo tempo; antes disso, esqueci, quero dar um boa noite muito especial ao nosso prefeito municipal Fabiano Feltrin e dando sequência, dona Élia Maria Benedetto Borsoi e sua família que está aqui presente. Tive a honra de estar sentado ao seu lado e durante muitas dessas falas eu me recordo de como a minha mãe, durante os 15 anos que eu vivi na colônia me criou. Todos os homens que estão aqui tem os seus valores, mas quero lhe dizer que atrás de um grande homem sempre tem uma grandiosíssima mulher; que se não fosse as mulheres, acho que nada seríamos e nada conquistaríamos. Portanto, através de um discurso simples e objetivo, eu quero lhe parabenizar três vezes e dizer para a senhora que você é um orgulho para todos nós. Uma boa noite e muito obrigado.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Felipe Maioli. Nós convidamos agora o vereador Marcelo Broilo para que também preste a sua homenagem a nossa homenageada na noite de hoje.

VER. MARCELO BROILO: Obrigado, senhor presidente. Quero agradecer a presença do nosso prefeito municipal Fabiano Feltrin, nos honra muito, nobres colegas vereadores e vereadoras, público aqui presente, pessoal de casa, os familiares da nossa homenageada, Marcelo, a Quelin, meu amigo Mateus, a imprensa, o Jorge/O Farroupilha, nosso ex-prefeito Baretta, enfim, nossos secretários, desculpa, perdão, se eu esqueci de alguém. Élia, dona Élia, antes de representar em palavras esta homenagem tão bela, eu quero dizer da minha alegria em ter te conhecido e você se lembra como foi; curso do SENAC, sábado de manhã, professora Sirlei, entre uma atividade e outra. Gratidão. Pois bem, hoje é um dia especial e sentimos honrado por termos uma pessoa tão positiva para homenagear. Élia você é uma luz e uma amiga querida. Você comentou comigo que há 14 anos atrás você tinha dois caminhos a seguir ou um grande dilema a resolver assim dizendo, ou você desistia ou persistia. E você persistiu. E é nesse sentido que a Élia está sendo homenageada, por representar uma referência para nossa cidade para nossa serra gaúcha e para o nosso estado do Rio Grande do Sul. Pessoas que também se dedicam ao próximo são referência pela expressão de bondade, a virtude de uma sábia, de uma matriarca no melhor sentido da palavra, a virtude de uma mulher que é mãe de muitos. Não me admira que alguém que tenha tanto contato com a natureza seja justamente essa pessoa admirável, parece paradoxal, mas a natureza doa sem pedir nada em troca, doa sem suscitar homenagens. Élia e natureza são unas, não podemos homenagear uma sem a outra, e da mesma forma que a terra sustenta, que o fruto alimenta, que o vento revigora e que o sol estimula, a homenageada de hoje nos faz isso diariamente, pois a agricultura realizada de maneira sustentável, além da segurança alimentar, reacende a esperança num futuro cada vez mais possível. Fora comentado que a presença das mulheres na produção agrícola é fato e, é verdade, estão ocupando terras, plantando, colhendo e cultivando o desejo de ter um espaço livre e usufruí-lo com o seu trabalho. Presentes na casa, no quintal, na roça e na luta pela terra as mulheres tiveram e ainda tem de lutar pelo direito de estarem na linha de frente. Élia, obrigado pelo seu capricho, pelo cuidado e pela perseverança. Muitas vezes quando homenageamos pessoas aqui nesta Casa, ficamos muito focados no que a pessoa faz, na ação específica, tenho certeza que nosso foco também está no mais íntimo do teu ser. Quero propor aqui, pessoal, um olhar real e dizer que sim você é uma pessoa que nos estimula, nos comove não somente pela sua visível ação de toda terça-feira, as suas doações, mas pelas ações que não vemos, pelos sentimentos e pensamentos que não vemos. Toda ação emana de camadas mais profundas, não por acaso que dentro da palavra estética está à palavra ética; palavras estas que a definem. Quando olhamos para as suas ações também elas representam as mãos sujas e calejadas, o suor no seu rosto, longos dias na lida, homem e a mulher da terra, gente que tem orgulho de plantar e colher, que tira da natureza o que ela oferece, um estilo de vida que sobrevive graças àqueles que a amam. São homens e mulheres que unem suas famílias em torno do trabalho e que a agricultura produz é o que chega às nossas mesas. Se o mundo parou quando um homem santo fez greve de fome para parar uma guerra, nós, mesmo de forma singela, paramos para te homenagear. Quando uma grande e sábia mulher decide não jejuar, ao contrário, ajuda a alimentar, ajuda a regar; é um trabalho da mãe do mundo, mãe das pessoas, é o trabalho. também da mãe natureza também hoje homenageada. Por fim, senhores, precisamos cada vez mais despertar para a noção da soberania alimentar a fim de que sejamos capazes de refletir sobre suas necessidades, práticas alimentares e sobre a origem dos alimentos. Parabéns, Élia, e que você continue sendo essa pessoa tão querida e especial para todos nós, que Deus a proteja sempre. Muito obrigado a todos.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, vereador Marcelo Broilo. E nós encerramos a fala dos senhores vereadores, porém me toca essa missão, dona Élia. Essa missão que tenho o orgulho de hoje presidir essa casa legislativa. O quanto foi importante, porque eu tinha escrito um monte de coisa, mas cada um completou aquilo que eu queria dizer. Eu quero hoje dizer ao seu Oswaldo Pedro Benedetto que a sua missão está cumprida, que pena que nós não tenhamos hoje a dona Alzira Spinelli Benedetto aqui ela não pode estar por motivo de saúde, mas ela está presente aqui nos ensinamentos. Tem alguma coisa que somente a mãe confidencia para sua filha, lhe dá o rumo e diz: “minha filha, vai que vou estar contigo”. Depois de uma época da vida da gente, que foi exatamente o que aconteceu com a dona Élia, mais precisamente em 2007, ela teve que decidir para onde eu vou. A Quelin e o mano foram as figuras que deram o rumo para onde a mãe queria ir, porque a partir dali ela estava gerenciando a maior empresa do universo, a maior empresa que alguém já conseguiu a implantar neste mundo, essa empresa é chamada de família. É tudo isso, seu Benedetto, que o senhor ensinou para sua filha através dos seus exemplos que a família vale a pena sempre; juntamente com o senhor também a dona Alzira que não pode estar aqui. Agora a Quelin deu um presente para dona Élia, a netinha, essa figura a Isabele Borsoi que é o olhar para frente, não tem como ser diferente, não tem. O que é importante na família não importa se o filho é meu, o importante é que ele faça aquilo que um filho tem que fazer, e pegar um filho criado, Quelin, significa que a escolha foi tua, mas o privilégio é de todos. O Marcelo Dariff veio para construir e junto com a dona Élia ele vai cada vez mais buscar a inspiração para cultivar com boas sementes, porque a semente que ele plantou junto contigo já está dando seus frutos. A filha de vocês faz com que vocês encontrem motivos para fazer cada vez mais. Parabéns a quem escolheu a dona Élia como a representante agricultora; nós temos o título agricultor que é no masculino, mas felizmente nós tivemos aqui uma mulher. Ela, para quem conhece um pouquinho a dona Élia, sabe o quanto ela é determinada e o quanto ela vai fazer por muitos e muitos e muitos agricultores. O exemplo quem sabe eu poderia dizer, está nas doações semanais para o nosso hospital. Gostaria que vocês pensassem sobre isso. Quem já conquistou o seu, todo seu comércio, a qualidade dos seus produtos e ainda abre o seu coração para aqueles que estão no desconforto, quem sabe de uma doença, quem sabe até mesmo de não saber se eles vão e voltam, mas ela diz: “vocês vão voltar e vão saborear essas verduras” que foi dada com amor por vocês. Tudo que é feito com amor vale a pena. Parabéns, dona Élia, que Deus a abençoe pela sua bondade, pela sua perseverança de conseguir a se manter na terra com o mesmo vigor e mantendo os filhos fora da terra, mas com o olhar para aqueles que lá trabalham representado pelo Marcelo e pela senhora e pelas quatro outras famílias que estão aqui e que representa também o ganho naquela terra. Parabéns. Parabéns. Eu convido, nesse encerramento, no espaço de até 10 minutos para que a dona Élia possa se manifestar para todos que estão aqui homenageando no dia de hoje.

SRA. ÉLIA MARIA BENEDETTO BORSOI: Boa noite a todos os presentes.  Inicialmente quero agradecer a Deus por esse momento muito especial. Agradeço a essa Câmara Municipal de Vereadores pela acolhida, por essa homenagem, pelos funcionários que se mobilizaram e auxiliaram essa sessão solene. E agradeço, em especial, da casa o excelentíssimo vereador Tadeu Salib dos Santos que inclusive veio visitar a propriedade nesta última semana e na sua pessoa saudar a todos os demais vereadores e demais autoridades aqui presentes. E também quero agradecer em especial o vereador Marcelo Broilo, meu amigo, que conheci num curso também dedicou seu tempo visitando e conhecendo a propriedade, demonstrando o grande interesse em me auxiliar. Agradeço também os senhores vereadores Roque Severgnini e o Juliano que a igualmente visitaram a propriedade. E agradeço também o executivo municipal na pessoa do senhor Fabiano Feltrin e agradeço em especial ao secretário da agricultura senhor Fernando Silvestre e, na sua pessoa agradecer aos demais secretários municipais. E agradeço aos conselheiros e entidades participantes do Conselho Municipal da Agricultura pela escolha do nome da propriedade e da agricultura destaque do ano 2021. Agradeço a Márcia da EMATER, assim como ela é conhecida, que sempre esteve conosco nessa caminhada tendo se tornando uma grande amiga da família. E agradeço, em especial, a minha família principalmente meu genro Marcelo Dariff, pois é ele quem fez frente de trabalho e dos negócios, sem ele com certeza hoje eu não teria chegado até aqui. Também agradecer a meu esposo Antoninho Borsoi, em memória, falecido no ano de 2007, pois juntos iniciamos o trabalho rural. Agradeço a meus pais Alzira e Oswaldo, inclusive meu pai de 86 anos aqui está presente. Agradeço aos demais familiares e a todos os convidados. Agradeço os colaboradores que trabalham na propriedade aqui nomeando o João Maffei, Aline, Paula e Laura Troes e familiares; e obrigado pela dedicação e empenho, pois são fundamentais para nosso trabalho. Agradeço à comunidade de Linha Muller/3º distrito, local da propriedade, aqui presentes. Agradeço também o prefeito de Pinto Bandeira senhor Hadair Ferrari aqui presente e os advogados e colaboradores do escritório Borsoi/Dariff, da propriedade da minha filha Quelin, que estão aqui presentes prestigiando esse evento. E agradeço a toda à imprensa aqui presente e aos demais presentes nessa Casa no dia de hoje. E agradeço também o senhor ex-prefeito Ademir Baretta aqui presente que veio prestigiar o evento. E, se porventura em especial eu esqueci de citar algum nome, eu peço desculpa pelo lapso. Eu e minha família estamos muito vaidosos por estar recebendo este título, agricultura destaque é uma grande honra, pois estou representando todos os agricultores da nossa querida Farroupilha. Nós agricultores que trabalhamos incansavelmente, um trabalho árduo, com sol quente, chuva, frio, vento, não tem desculpa é preciso seguir a rotina. Temos que plantar, limpar, irrigar, colher e entregar; tudo muito organizado até que o produto chegue no seu destino com muita qualidade. E aqui um breve histórico sobre nosso trabalho na família: em março de 1982 eu casei com Antoninho Borsoi, compramos a nossa propriedade rural da minha sogra Maria Lazzari Borsoi, em memória, e iniciamos o trabalho familiar na agricultura com plantação de parreiras e batatas. Nós tivemos dois filhos, Quelin nascida em 1984 e Ismael nascido em 1988. Em 1990 eu e meu esposo Antoninho Borsoi recebemos o incentivo inicial do então prefeito da época, excelentíssimo senhor Clóvis Zanfeliz, em memória, bem como do então secretário municipal de agricultura senhor Ademir Baretta para cultivar hortaliças com estufas, cobertura plástica, e assim aceitamos o desafio. Fomos os pioneiros no município no segmento; assim esse incentivo foi fundamental para recebermos da administração municipal o plástico para a cobertura da nossa primeira estufa. Foram muitos desafios na época, entre eles podemos citar: sem acesso a comércio, foi toda doada a plantação como já os demais vereadores falaram. Por isso um ponto importante foi conseguir uma oportunidade para a venda de produção de alface que foi alcançada logo em seguida na antiga NutriFar que era refeições industriais. O transporte da mercadoria era por etapas, pois tínhamos uma picape de cor azul e carroceria de pouca capacidade, era muito velha. Desenvolvimento com muita luta, trabalho e dedicação, nunca desanimamos, sempre acreditamos que podíamos conseguir ter sucesso e prosperidade. Progredindo de forma honesta, fomos fazendo mais investimentos e melhorias na propriedade, construindo mais estufa, ampliando as vendas, contratando pessoas, melhorando transporte para um caminhão com mais capacidade de carga e diversificando a produção; mais variedades de alface, beterraba, pimentão tomate e diversas variedades; pepino, espinafre e couve chinesa, brócolis e suquete.  E no ano de 2007 o esposo Antoninho faleceu e eu dei continuidade ao trabalho; e atualmente com a idade mais avançada, problemas de saúde, a partir do ano de 2016 passei a contar com o auxílio do meu genro Marcelo Dariff para administrar e trabalhar na propriedade. E quero aqui reiterar publicamente o meu agradecimento a ele, meu genro Marcelo Dariff, por todo seu trabalho, esforço e dedicação, paciência e persistência. Eterna gratidão por tudo e por tanto. Muito trabalhador o meu genro e muito esforçado. E queremos agradecer os clientes, pois não poderíamos alcançar esse sucesso sem a confiança e a parceria, os quais são atualmente da cidade de Farroupilha: Lazzari do Imigrante, Lazzari do Medianeira e Lazzari do 1º de maio; Kidelizz, Burati Lanches, Kikão lanches, Mercado Bianchi, Zulmir Possa, Jacir Fetter e Campiol. Da cidade de Caxias: Sacolão São José, Sacolão São Cristóvão, Casa de Carnes Esmeralda, Degustare, Distribuidora Rodrigo, Mania Lanches e Sacolão Zimmermann. Da cidade de Rolante: Mate Hortifruti; e para cidade de Campo Grande no estado de Mato Grosso do Sul: Eduardo Girelli. E nesse ano de 2021 com iniciativa do meu genro Marcelo Dariff, foi iniciado um novo investimento: parreiras de uva Niágara e Rainha Itália com irrigação contendo estrutura pronta para receber a cobertura plástica para obter melhor qualidade. Destacamos também que nós também fazemos parte social destinando semanalmente doações ao Hospital Beneficente São Carlos. E também agradecemos aos fornecedores Viveiro HortiBazzo, Agrimar, Agrisul, Agrotec, Agrocaxias que são essenciais na execução dos trabalhos. E o diferencial da propriedade que podemos citar é a utilização de adubos orgânicos com gradativa crescente de tratamentos biológicos e orgânicos livre de resíduos químicos com diminuição de tratamentos convencionais. Também é importante mencionar que há três anos eu implantei moderno sistema de irrigação de forma automatizada com comando em aplicativo de celular fazendo a rega de forma planejada. Nossos produtos são de muita qualidade com destaque para duração de armazenamento acima da média devido ao cultivo em plasticultura. Nossa missão é corresponder às expectativas dos clientes através de um trabalho cuidadoso e de excelência. Por fim, um período de grandes desafios, estamos muito honrados de receber esse título e continuarmos trabalhando para manter posição de destaque no cultivo de hortigranjeiros em plasticultura. Com certeza nosso trabalho seguirá em frente. Por fim é com muita gratidão que quero agradecer o reconhecimento do trabalho com o recebimento desse título que muito nos orgulha. Vou deixar aqui uma frase especial para encerar meu pronunciamento: pela força do seu trabalho temos comida em nossas mesas, combustível em nossos carros e vida em nossa terra – Samuel Mano.  Obrigado a todos.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Quero neste momento convidar o nosso prefeito Fabiano Feltrin para que juntamente com este presidente fazer a outorga do Certificado Agricultor Destaque 2021 à Élia Benedetto Borsoi. (CERIMÔNIA DE ENTREGA). Estado do Rio Grande do Sul – Câmara de Vereadores de Farroupilha Casa Legislativa doutor Lidovino Antônio Fanton. Agricultor destaque 2021. O Poder Legislativo Municipal no uso de suas atribuições que lhe conferem a lei municipal nº 2.698, de 11 de junho de 2002, outorga o certificado Agricultor Destaque do ano à senhora Élia Benedetto Borsoi. Em reconhecimento expresso ao trabalho desenvolvido em prol da agricultura do nosso município. Farroupilha, 20 de dezembro de 2021. Tadeu Salib dos Santos, vereador presidente. Passo a palavra ao nosso prefeito municipal Fabiano Feltrin pelo tempo de até 5 minutos.

PREFEITO MUN. DE FARROUPILHA FABIANO FELTRIN: Muito boa noite a todos. Prazer enorme estarmos aqui vendo essa linda retomada, agradecendo a oportunidade. Cumprimentando o senhor presidente Tadeu e aproveito, Tadeu, para lhe agradecer o ano que passamos, vosso trabalho engrandeceu muito o município de Farroupilha bem como a todos os teus colegas, nossa alegria de poder estar fim do ano após no dia 19 de janeiro termos tido a primeira vacina em Farroupilha, chegamos agora no momento e que a gente se sente tranquilo, feliz e com grandes perspectivas para o nosso futuro. Uma saudação muito especial a ti, Élia, a tua família, que lindo isso, que momento histórico nessa retomada você poder construir, quem sabe, um divisor de águas como bem as meninas aqui falaram, doutora Eleonora e a Clarice, de nós podermos oportunizar a cada vez mais as mulheres em todas as atividades e lógico não posso deixar de lembrar aqui, olhando os familiares, de lembrar da mãe que foi a primeira mulher eleita vereadora; deve ter sido um desafio bastante interessante para a época. Seu, Benedetto, muito bom vê-lo aqui, saúde, satisfação. E eu quero cumprimentar a todos os colaboradores também e aí a Élia sabiamente citou seus principais clientes. Sem união desses esforços não acontece nada né, Élia. Uma saudação muito especial ao nosso ex-prefeito Baretta, imagino o vosso orgulho lembrando do Clóvis, nosso prefeito também na época, de toda essa caminhada que tu fez na tua vida; então que Deus te abençoe grandiosamente, tu tem muito ainda para contribuir, meu guri, muito. E quero saudar também o Marcelo, pô Marcelo que moral com a sogra hein! Eu nunca tinha visto isso, geralmente é o genro que vai lá e puxa o saco da sogra, agora tu tá de parabéns meu irmão, espetacular, que coisa Quelin.  Saudar também o Ismael, a Tais e a nora, enfim, todos os familiares. O Clair do SICREDI também, uma empresa que realmente coloca toda sua força do cooperativismo à disposição da agricultura, a nossa imprensa aqui, que vejo o Jorge vejo o Adamatti o Zé Theodoro da Rádio Miriam, me perdoe se não estou vendo todos aqui. O presidente da nossa Câmara de Comércio, Indústria e Agronegócio de Farroupilha o Trujillo. O Sergio Rossi do Sindilojas; Linha Muller, Sergio Rossi, tuas origens, meu irmão, espetacular, imagino que tu estás muito feliz de lembrar da tua vida e de todos os teus vizinhos e das famílias de Linha Muller. Espetacular. Muito obrigado, por tudo que o senhor ajudou o nosso inesquecível Natal de Todos. Pegoraro, ô guri, autor da lei na época junto com outros colegas que prestigiaram né, Roque, estavas aí na época; parabéns, Pegoraro, sempre muito bom te ver aqui nosso sempre vereador; e acho que tu tem como dar mais uma colaborada tá. Pensa nisso. Nosso secretário Fernando Silvestrin e toda tua equipe, parabéns pelo trabalho junto à comunidade, o Schmitz também que nos acompanha aqui representando o executivo municipal, nossa querida Márcia amanhã de manhã, às 07h30min, em primeira mão que eu anuncio aqui o Gervásio Silvestrin vai ser anunciado presidente da Fenakiwi e a Márcia Georg vice-presidente da Fenakiwi, todos da comunidade, para serem empossados amanhã, para nós construímos a maior festa de todos os tempos com ajuda de todos vocês. Os funcionários dessa Casa, brilhantes, sempre atenciosos, muito obrigado por tudo. Grande Beto Maioli, taí o Beto? Que saudade, Beto! Tu é uma pessoa extraordinária que também representa toda a nossa agricultura, um homem sábio, querido, gentil, muito obrigado pela tua presença. Cumprimentar também o Cleiton Ferraboli eu cumprimento todos os presidentes de entidades/associações dos moradores. Eu rapidamente, eu queriadizer,  Élia, que é impossível transmitir a ti em palavras momento tão importante que vocês estão vivendo, que a comunidade está vivendo. O nosso setor primário, a nossa agricultura são as nossas origens, de onde todos nós viemos. A tua história nos representa. E fico imaginando que essa tua força e sensibilidade de mulher para que todos pudessem acreditar no sonho, isso realmente fica para sempre para todos nós. Hoje é um dia muito especial para o município de Farroupilha e em nome da municipalidade, em nome de todos que contribuem para nós termos essa qualidade de vida que Farroupilha proporciona ao longo dos anos, inclusive para aqueles que escolhem Farroupilha para morar, é o momento que a tua vida e a vida da tua família é abençoada para que seja um exemplo. Não é por nada que nós estamos aqui, não é por nada, o teu exemplo vai ficar para sempre porque nos somos passageiros, de prefeito então a passagem é ‘assim’. Mas o quê que a gente quer? Fazer deste momento que a gente possa trazer algo que possa contribuir, porque todos nós queremos fazer correto, melhor, e as dificuldades se apresentam todos os dias. E a tua vida virou um exemplo para todos nós e nós queremos realmente fazer com que o teu caminho seja o caminho de muitos outros que possam se inspirar em vocês. A Quelin estava aí o tempo inteiro feliz da vida com um sorriso largo, mesmo com máscara, eu via teus olhos puxando assim, meus parabéns. Que Deus abençoe grandiosamente a cada um dos senhores que vieram aqui realmente poder prestigiar algo que fica para sempre para todos nós, que vocês possam saber que todos nós de uma certa maneira podemos e devemos ser colaborativos, ninguém é uma gota no oceano né, pastor Davi. Ninguém. Todos nós somos pessoas que contribuem para as pessoas do teu entorno, primeiramente no teu lar, das pessoas que você convive, do nosso bairro, do nosso interior, da nossa comunidade, da nossa cidade, da nossa região.  Eu agradeço muita a oportunidade que vocês me deram de estar aqui representando o Executivo desejando um feliz natal, sucesso a todos, o ano novo vai ser realmente extraordinário. Talvez em 2022 nós vamos ter um dos melhores anos da história da humanidade pelo aprendizado que tivemos. Muito obrigado e sucesso, saúde a todos vocês.

PRES. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, senhor prefeito municipal Fabiano Feltrin. Quero em nome do poder legislativo, agradecer a presença do nosso prefeito Fabiano Feltrin, da nossa homenageada senhora Élia Benedetto Borsoi, seus familiares e amigos, autoridades, entidades de classe, imprensa, senhoras e senhores presentes. Agradecer ao Marcelo Dariff, agradecer a Quelin, o Ismael, agradecer ao Oswaldo Pedro Benedetto, agradecer aos funcionários da dona Élia, secretário Argídio Schmitz. Agradecer e muito a presença e a disponibilidade do senhor prefeito municipal Fabiano Feltrin, secretário da agricultura Fernando Silvestrin, Márcia Georg chefe do escritório da EMATER, José Carlos Trujillo presidente da CICS, suplente de vereador nosso sempre vereador Beto Maioli. Agradecer também Hadair Ferrari prefeito de Pinto Bandeira, Sérgio Rossi presidente do Sindilojas e agradecer também ao ex-prefeito Ademir Baretta e todos que estão aqui representando alguma entidade ou estão representando alguma dessas fortalezas do nosso interior. Eu convido a todos para de pé ouvirmos… Eu convido antes a doutora Eleonora Broilo que vai fazer a entrega de flores para senhora Élia. Por gentileza. (ENTREGA DE FLORES) Agora sim eu convido a todos para de pé ouvirmos a execução do Hino Rio-grandense. (EXECUÇÃO DO HINO RIO-GRANDENSE). Nada mais a ser tratado, declaro encerrada a presente sessão. Uma boa noite a todos.

 

 

 

 

Tadeu Salib dos Santos

Vereador presidente

 

 

 

 

Felipe Maioli

Vereador 1º secretário

 

 

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa e Apoio Administrativo.