Pular para o conteúdo
27/10/2021 14:29:39 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 4073 – 14/12/2020

SESSÃO ORDINÁRIA

 

Presidência: Sr. Fernando Silvestrin.

 

Às 18 horas o Senhor Presidente Vereador Fernando Silvestrin assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes Vereadores: Arielson Arsego, Deivid Argenta, Eleonora Peters Broilo, Fabiano André Piccoli, Jonas Tomazini, Jorge Cenci, José Mário Bellaver, Maria da Glória Menegotto, Rudmar Elbio da Silva, Sandro Trevisan, Sedinei Catafesta, Tadeu Salib dos Santos e Thiago Pintos Brunet.

 

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Boa noite a todos e a todas. Dando início à Sessão do dia 14 de dezembro de 2020. Invocando o nome de DEUS declaro abertos os trabalhos da presente Sessão Ordinária. Senhores Vereadores, em virtude da pandemia, não realizamos a Sessão Solene em homenagem aos 60 anos de emancipação política de Farroupilha; 86 anos, justamente. Nesta noite, porém a mesa solicitou ao Vereador Jonas Tomazini que fizesse o uso da palavra para que de forma singela homenagearmos o nosso município. Antes de passarmos a palavra ao Vereador Jonas Tomazini, eu convido a todos para que de pé ouvirmos o nosso hino municipal de Farroupilha. (HINO DE FARROUPILHA) Obrigado a todos. Uma questão de ordem ao Vereador Rudi da Silva.

VER. RUDMAR DA SILVA: Senhor Presidente e nobres colegas Vereadores, queria pedir licença para me ausentar da presente Sessão hoje se assim os demais colegas concordarem.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Se todos concordar, então o Vereador está liberado então.

VER. RUDMAR DA SILVA: Obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado. Então convido o Vereador Jonas Tomazini para que faça uso da tribuna em nome do Poder Legislativo Municipal.

VER. JONAS TOMAZINI: Boa noite Senhores Vereadores. Cumprimento o Presidente desta Casa Legislativa Senhor Fernando Silvestrin, a imprensa que nos acompanha, quem nos acompanha aqui na Câmara de Vereadores ou também através das nossas redes sociais, funcionários da Câmara e em especial a todos os munícipes de Farroupilha que aqui nasceram que adotaram o município para construir a sua família, a sua história; e a todos os farroupilhenses também que estão em todos os lugares do mundo, mas que aqui deixaram um pouco de si, do seu carinho, do seu coração, pelas histórias vividas com seus familiares e amigos. No dia 11 de dezembro de 2020 Farroupilha completou seus 86 anos de emancipação política. Município em que se transformou com o passar do tempo, que evoluiu, recebeu a todos com igualdade, pois Farroupilha a terra de oportunidades, prosperidade e de avanço. É uma história que iniciou com grandes lutas, persistências políticas que já acreditavam na capacidade da nossa Farroupilha; buscando a sua emancipação, um grupo de 35 pessoas lideradas pelo ilustre Ângelo Antonello, representante das comunidades de Nova Vicenza, Nova Milano, Vila Jansen e Nova Sardenha fizeram uma petição solicitando desmembramento do nosso município ao interventor federal do Rio Grande do Sul José Antônio Flores da Cunha. Com esse movimento, em 11 de dezembro de 1934, através do Decreto Estadual nº 5779, que Farroupilha teve a sua emancipação política levando este nome em homenagem a Revolução Farroupilha sendo o primeiro Prefeito o Senhor Ângelo Antonello. Quero cumprimentar aqui também presente o nosso sempre Prefeito Ademir Baretta que teve a oportunidade de conduzir o município e viver junto um pouco dessa história. Nossa honra e gratidão a todos que lutaram por esse momento direta e indiretamente, acredito que todos nós seres humanos temos um propósito maior de colaboração com a comunidade e vocês cumpriram com êxito essa missão. Colegas Vereadores, se hoje estamos aqui é porque várias pessoas lutaram muito pela evolução, por crerem que podíamos ser mais, aos imigrantes italianos que aqui chegaram e colocaram em prática todo o seu conhecimento e garra de vencer as adversidades assim como todos que se dedicaram para fazer de Farroupilha a sua casa. Necessitamos deixarmos viva a sua história, a história daqueles que fizeram acontecer. Farroupilha terra de oportunidades, acolhedora, de desenvolvimento; município que aqui, Senhores Vereadores, quais todos nós servimos a cada munícipe, ao Poder Legislativo temos o dever e o compromisso de fazermos o nosso melhor independentemente de onde estivermos. Hoje é um momento de respeito à história, a nossa história, à história de Farroupilha. De refletirmos o quão importante é a união e como podemos fazer a diferença quando se tem um objetivo maior. E aqui, caros Vereadores, o bem maior é a nossa comunidade trazendo oportunidades, desenvolvimento, saúde, educação de qualidade, um lugar mais seguro, com dignidade humana. Acredito que seja esse o objetivo de todos que estão aqui que integram a vida pública, que contribuem com o nosso município. Muito obrigado a todos pela oportunidade de representar, Vereador Presidente Fernando Silvestrin, o Poder Legislativo Municipal nesta data tão especial. Boa noite a todos.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Muito obrigado, Vereador Jonas Tomazini. E parabenizar a todos os farroupilhenses, nós farroupilhenses, pelos 86 anos de emancipação. Nós temos uma cidade pujante e promissora graças a todos nós farroupilhenses; então obrigado a todos. Dando continuidade então eu coloco em aprovação a ata nº 4071 do dia 07 de dezembro de 2020 e a ata nº 4072 do dia 08 de dezembro de 2020. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Vereadores presentes com a ausência justificada do Vereador Rudmar da Silva. Agora solicito ao Vereador Arielson Arsego, 1º Secretário, para que proceda à leitura do Expediente da Secretaria. Com a palavra o Vereador Arielson Arsego.

 

EXPEDIENTE

 

1º SEC. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente e Senhores Vereadores. Cumprimentar aqui o sempre Prefeito Baretta, Presidente do MDB, cumprimentar também a família do nosso Vereador José Mário, cumprimentar os Vereadores eleitos, os Secretários já anunciados, a imprensa, Zé Theodoro da Rádio Miriam, o Muller da Rádio Spaço, o Leandro da TV Serra. Senhor Presidente, Ofício nº 265/2020 – SEGDH; Farroupilha, 10 de dezembro de 2020. Exmo. Sr. Fernando Silvestrin, Presidente da Câmara Municipal de Vereadores – Farroupilha/RS. Assunto: Projetos de Lei. Senhor Presidente, honra-nos cumprimentar Vossa Excelência oportunidade em que encaminhamos para análise dessa egrégia Câmara de Vereadores os seguintes Projetos de Lei: a) Projeto de Lei nº 60, de 10/12/2020, que altera a Lei Municipal nº 4.176, de 26/11/2015; b) Projeto de Lei nº 61, de 10/12/2020, que autoriza a cessão de uso de bens públicos à Companhia Riograndense de Saneamento – CORSAN. Atenciosamente, Pedro Evori Pedrozo, Prefeito Municipal. Era isso o Expediente, Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereador Arielson Arsego, pela leitura do Expediente dessa Casa. Antes de passar ao espaço destinado ao Grande Expediente, quero saudar a todos os Vereadores, principalmente as Vereadoras Eleonora Broilo e a Maria da Glória Menegotto; também saudar os internautas que nos acompanham nessa noite, a imprensa, Rádio Spaço FM através do Muller que nos acompanha, nós temos a Rádio Miriam o Zé Theodoro que também nos acompanha e a TV Serra através do Leandro Adamatti. Também quero fazer uma saudação especial ao sempre Prefeito Ademir Baretta, o Ex-prefeito e Presidente do MDB, o Argídio Schmitz futuro Secretário de Obras; nós temos para saudar também o Rogério da Silva patrão do CTG Ronda Charrua, temos presente aqui, quero saudar também o Renato Benacchio, tem o nosso colega de partido Alexandre Paesi que nos acompanha, também quero saudar o André de Lima, Presidente da Rede, também nos acompanha aqui o Giovani Mandelli, também o Darci Levis, obrigado, Darci, pela presença e o nosso Vereador eleito Gilberto do Amarante, obrigado pela presença. E também me passaram aqui que está presente a família do José Mário Bellaver, tem a Jessica Bellaver, a Miriam de Bona Bellaver, a Maria Eduarda Bellaver; também nos acompanha aqui a Cristiane Girelli a Secretária de Planejamento. E também quero saudar os funcionários da Casa e demais presentes. Então dando início ao Grande Expediente.

 

GRANDE EXPEDIENTE

 

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Eu convido o Partido Social Democrático – PSD – para que faça uso da tribuna. Fará uso da tribuna o Vereador Sedinei Catafesta.

VER. SEDINEI CATAFESTA: Senhor Presidente, quero aqui cumprimentar todos que estão nessa Casa, a Casa do povo, os Vereadores, colegas parlamentares, os que também se elegeram neste último pleito, sejam todos bem vindos. Quero cumprimentar, de modo especial, quem está assistindo através da TV Serra, pessoal que anda conosco no 4 Rodas e fala que assiste a TV Serra; obrigado, Leandro, parabéns pelo trabalho desejo sucesso para a TV Serra que leva as informações desta Casa e dos eventos desse município e da nossa região através da TV. Parabéns pelo teu trabalho e também estenda esse reconhecimento ao Ismael teu colega. O que me traz aqui hoje, Presidente, eu tenho alguns requerimentos como de fato Catafesta sempre traz a esta Casa as reivindicações, os anseios da comunidade e nesta tribuna aonde estivemos por 12 anos defendendo a comunidade de Farroupilha. Cidade a qual completou 86 anos na última, no último dia 11, na última sexta-feira, uma cidade jovem, uma cidade que se destaca entre as melhores cidades do Rio Grande do Sul, com orçamento acima de trezentos milhões/ano, uma cidade que acolhe imigrantes de todo o Brasil. Tenho recentemente, fui ao aeroporto buscar um pessoal do Piauí que estão morando aqui, familiares que já moram aqui e outros que vieram recentemente; Bahia, muitas pessoas vindas de todos os cantos do Brasil e aqui em Farroupilha que elas escolheram para uma nova vida e para construir a sua vida. Os Estados lá do nordeste aonde o trabalho hoje está muito baixo e as pessoas vêm para Farroupilha, uma cidade famosa pelo desemprego e uma cidade que atende e acolhe as pessoas como foi o meu caso. Catafesta uma história lá… Nascido em Nonoai vem a Farroupilha em 2002 aonde trabalhamos por um período no Hospital São Carlos, tenho muito orgulho de ter sido recepcionista do São Carlos, aonde recebemos com todo o carinho as pessoas que ali passavam para visitar seus familiares, sendo que muitos era o último momento o adeus aos familiares e seus entes queridos. E aquele curto tempo entre o quarto que ia visitar e a portaria, lá tinha o Catafesta fazendo sua recepção. E de lá que saiu então o Vereador que hoje, e eu vou aqui registrar e agradecer os meus 9557 votos que eu tive nestes meus 12 anos de vida pública. Aonde a primeira eleição: 1170 votos, em 2008, quero agradecer cada um dos farroupilhenses; 2012: 941, 2016: 759 votos, 2014 quando fui candidato a Deputado Estadual somei 5654 fotos no Estado do Rio Grande do Sul. Agradecer cada um que confiou o seu voto enquanto fui candidato a Deputado Estadual. Um jovem com um sonho de lutar pelo nosso Estado. E agora 2020: 1033 votos somando então 9557 pessoas que confiam, que acreditam e que estão comigo nesses 12 anos, nesses 12 anos, e estiveram conosco nesta última eleição, uma eleição onde fomos chapa pura com um novo propósito, um novo projeto não vitorioso, mas saímos de cabeça erguida com o dever cumprido.  Aonde levamos para a comunidade o nosso plano de governo, as nossas propostas na qual não foi o projeto vitorioso nesta eleição, mas deixamos a semente plantada e as pessoas que estiveram conosco tantos meus candidatos a Vereadores e as pessoas que votaram nesse projeto, eu aqui deixo a minha gratidão a cada um. Hoje é meu último dia nessa tribuna. A tribuna que apresentei diversos projetos que hoje são Lei Municipal. Tribuna na qual apresentei centenas e centenas de requerimentos buscando melhorias para a nossa comunidade. Sendo Vereador de oposição ou situação, a minha atuação sempre foi a mesma em prol da comunidade. Lutando para quê aquela simples reivindicação, aquela simples melhoria na rua, ou iluminação, ou algo maior que a comunidade tanto precisa foi aqui nessa tribuna que nós estivemos levando, através do PSD, as demandas para ser discutida aqui no parlamento na Casa do povo. Outras eleições virão, agora é o momento de dar um passo para trás, momento de organizar. Organizar o nosso partido PSD que conta com 333 filiados, 332 porque uma se desfiliou hoje.  Mas quando se perde também se ganha, se ganha experiência tu tem a oportunidade de ver aonde tu errou para na próxima você acertar; se perdeu uma batalha e não a guerra; agora é hora de ver as estratégias para a próxima para o próximo avanço. E o PSD está de portas abertas, porque em 2022 nos vamos disputar uma eleição estadual e também vamos reeleger o Presidente da República Bolsonaro. E o PSD vai ter um deputado estadual ou uma deputada estadual. Um Deputado Federal que muita ajuda esse município chama-se Danrlei. São milhares e milhares de recursos que já veio e projetos que estão acontecendo e que já aconteceram e que estarei sendo porta-voz desse Deputado com o novo governo que se inicia agora em janeiro. Indiferente de ter perdido, estarei aqui buscando recursos para que a nossa comunidade ganhe e que o governo que foi eleito pelo povo, pela maioria, também tenha esse apoio do nosso partido para os seus projetos. Para que a comunidade se sinta feliz cada vez mais de morar em Farroupilha, a cidade que ela escolheu, e aos imigrantes que é o meu caso e de muitos aqui dessa Casa, eu quero aqui estender a minha gratidão por vocês. Pelo trabalho feito em prol da nossa Farroupilha nesses 86 anos, cada um dentro da sua área, da sua atuação; por isso que hoje estamos perto de 80.000 habitantes; 80.000 pessoas numa cidade de 86 anos. Obrigado aos Vereadores colegas pelo tempo em que estivemos juntos. Vereador Tadeu, muito aprendi com você, Vereador Mário, que por três mandatos estivemos juntos, Vereador Jorge, Vereador Jonas, Doutora Eleonora, Kiko Paese, Sandro, Vereador Arsego que muito discutimos aqui na Casa, projetos, e construímos ideias como o mesmo objetivo: para nossa comunidade; Vereador Presidente Fernando, Vereador Thiago Brunet colega do Deivid, Vereador Rudmar que há pouco saiu, o Vereador Rudi, que foi se ausentou a pouco e os trabalhadores desta Casa seu Geraldo, a Sandra, Duilus, Silvio, nossa Procuradora Jurídica, as assessoras das nossas bancadas, todos vocês, Gabriel da imprensa. A todos vocês quero aqui estender a minha gratidão pelo trabalho, minha gratidão pela dedicação em prol do Legislativo Municipal, minha gratidão pela dedicação de vocês por uma causa. A imprensa que esteve presente com chuva, com sol, com frio. Jornal Farroupilha na pessoa do Jorge, obrigado, Jorge, pela sua seriedade e pelo trabalho no Jornal Farroupilha levando as informações aos nossos farroupilhenses. Jornal Informante que sempre foi parceiro da Casa, Rádio Spaço, Rádio Viva, Rádio Miriam, Rádio Sonora e os meios de comunicação que estão sempre aqui conosco; aqui tem a Rádio Miriam hoje na pessoa do Zé Theodoro desejar a todos vocês sucesso no caminho a partir de 2021. Aos que vão assumir uma função pública no na Prefeitura o amigo Vereador Fernando, sucesso aonde você já fez muito bonito, naquela Secretaria que você se identifica, te desejo sucesso; o Vereador Cenci também nessa nova missão de ser Secretário Municipal. Eu tive essa oportunidade de dois anos e seis meses estar lá e muito eu fiz em prol do esporte, das crianças, dos jovens, com um orçamento pequeno, mas deixamos lá nossa marca de trabalho. Nesses meus 12 anos, dois mandatos de Presidente desta Casa, o imigrante que veio lá de Nonoai o jovem Catafesta Presidente em 2012 e 2014. 2014 tive a honra de ser por quatro dias Prefeito em exercício deste município e algo me chamou atenção que era final do ano e tinha o salário atrasado dos nossos funcionários do São Carlos e também décimo terceiro e férias e uma das nossas missão, missão do Catafesta como Prefeito, foi a Lei Municipal aonde repassamos um recurso de R$ 754.000,00 para suprir aquelas necessidade do final do ano. Essa foi uma lei que está lá registrado. Quero aqui dizer a todos vocês que eu dou um até breve, 2 anos passa rápido, 4 anos também passa rápido e torcemos para que 2021 tenhamos a vacina contra o covid-19 para que o nosso município, o nosso Estado, a nossa nação possa voltar ao normal, para que as empresas possam abrir vagas de emprego, para as escolas voltar ao normal, para que as nossas famílias possam se encontrar normalmente, os nossos amigos, o nosso trabalho. Meu muito obrigado e feliz natal a todos vocês e um excelente 2021. Gratidão do amigo Catafesta por esses 12 anos de colegas, de amizade e de trabalho. Obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Muito obrigado, Vereador Sedinei Catafesta. Eu quero fazer uma saudação especial ao neto, Théo Bellaver, do nosso colega Ver. José Mário Bellaver e também o genro né Giovani Madalosso, obrigado pela presença. Também quero saudar o Senhor o Senhor Adelino Balsani que está aqui presente, quero fazer uma saudação especial também ao Matheus Paim, Presidente da juventude do MDB, e também saudar o Jorge Bruxel do jornal O Farroupilha. Dando continuidade ao Grande Expediente, eu convido o Partido Democrático Trabalhista – PDT – para que faça uso da tribuna. Fará uso da tribuna o Vereador Deivid Argenta.

VER. DEIVID ARGENTA: Obrigado, Senhor Presidente. Quero cumprimentar meus colegas Vereadores, colegas Vereadoras, a imprensa e a todos os presentes e os que nos ouvem de casa. Hoje também, da mesma forma, para mim é um dia de agradecimento, praticamente o encerramento de um ciclo né encerramento de um ano no Legislativo onde muita coisa vai mudar, muita coisa vai continuar, então é um momento de agradecer, de refletir. Quero nesse agradecimento também cumprimentar meu colega Gilberto do Amarante que aqui se encontra que estará aqui no ano que vem nos representando, quero também cumprimentar a Cris Girelli que estará no Planejamento e dizer, Cris, que quer queira quer não tu será a primeira mulher Secretária de Planejamento de Farroupilha então já é um marco; tenho certeza que tens capacidade para isso e eu como colega de profissão estou muito feliz com a escolha. Então te cumprimentando, cumprimento todos os escolhidos para tocarem as Secretarias no ano que vem. Amanhã a gente vota o orçamento né e o orçamento do Planejamento, Cris, de todas as Secretarias é pequeno do Planejamento ele é insignificante. Então essa vai ser uma luta que tu terás também acho que só se faz política com planejamento e o planejamento tem que ser visto em algum momento com um olhar diferenciado. Então que se invista em planejamento, que se coloque um pouquinho de recurso a equipe técnica é sempre muito boa e tem pessoas qualificadíssimas no nosso município e que bom que as escolhas também desse novo governo priorizaram quem é do município; quem é no sentido de quem nasceu ou de quem veio construir sua vida aqui. Farroupilha tem gente qualificada para assumir todos os postos de um Executivo, de um Legislativo então isso também parabéns que eu acho que foi o primeiro acerto priorizar quem é de Farroupilha. Tomara que isso também continue nos próximos escalões que nós temos condições sim de suprir com a nossa mão de obra o Executivo e o Legislativo. Quero agradecer também do fundo do meu coração às pessoas que contribuem para que essa Câmara legislativa seja um exemplo para o Estado. São pessoas que carregam o piano, que fazem com que as coisas andem com naturalidade, com respeito, todo dia a gente chega aqui está tudo muito bem organizado. Então um agradecimento especial ao Duilus Pigozzi, a Sandra Gasperin, o Rose dos Santos, o Gabriel Venzon, o Geraldo Vargas, a Rita Pereira, A Viviane Varela, a Simone Somacal, o Marcelo da Silva e a todos os assessores também de Vereadores, do Presidente, que quando a gente chega aqui para uma Sessão ou para uma reunião tudo tá pronto, tudo está organizado e isso também faz com que nossa Câmara flua da melhor forma possível. E como eu digo, tanto da forma econômica, tanto pelo andamento dos trabalhos essa Casa é exemplo para todo o Rio Grande do Sul. Então me honra muito e quero deixar esse agradecimento. Quero agradecer o meu colega de bancada, o Thiago, também que foi um parceirão ao longo desse um ano um ano e meio e um pouco mais que eu estive aqui; nunca mediu esforços para fazer visita, para ir atrás de situação quando nós queríamos elaborar uma lei, um requerimento, sempre foi um parceiro, então quero deixar meu agradecimento para ele. E a todos os Vereadores né, aprendi muito com cada um de vocês. Nós representamos aqui um momento da história de Farroupilha muito bom, fomos escolhidos pela população para estar aqui representando; quantos tiveram essa oportunidade, essa honra? Nós tivemos. Fomos uma equipe qualificada que se respeitou ao longo do tempo isso é muito importante ao longo do período, eu acho que quando a gente fala que perdemos a batalha, mas a guerra ainda não acabou, eu acho que pela política são termos ultrapassados. São eleições. Porque quando a gente trata de batalhas e de guerras a gente vê o oponente como inimigo e aqui ninguém é inimigo todo mundo tem o mesmo objetivo que é o melhor para Farroupilha. Então me honra muito ter convivido com vocês esse período também, com os outros 14 Vereadores, como eu disse, aprendi muito com cada um; cada um do seu jeito cada um dominando uma área mais que a outra, mas que no final das contas se complementava e conseguimos aprovar bons projetos para Farroupilha. E deixamos também nosso nome na história, nosso legado nesses 86 anos de Farroupilha. Então agradeço também a todo cidadão farroupilhense que confiou em mim tanto os 1028 votos que tive na última eleição quanto os 778 desta que acreditaram novamente no meu trabalho. Agradeço em especial também ao meu assessor o Rogério Bisi Júnior que também foi um parceirão nessa empreitada de um ano e meio de Vereador; onde correu atrás de processos, fez muita busca em outras cidades e o Rogério foi esse rapaz que ia atrás, ligava para Caxias ligava para Bento ligava para Barbosa via o que estava acontecendo no Estado que facilitou muito a minha vida também durante esse período. Dizer aqui que a gente fica feliz e honrado com a eleição que teve, foi uma boa votação, e eu pretendo sim como cidadão continuar de forma atuante respeitando os 778 votos que fiz, respeitando a parcela da população que me escolheu para representá-lo. De outra forma, como cidadão atuante vou continuar sim lutando por uma Farroupilha melhor. Da mesma forma também imagino ser um até breve e no momento só tenho que agradecer. Então muito obrigado cidadão farroupilhense, obrigado por tudo, e tenho certeza que vão poder contar comigo também nos próximos anos. Obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereador Deivid Argenta. Quero saudar a Greize Bellaver e a Giovana Bellaver Madalosso também familiares do nosso colega José Mário Bellaver. Eu convido então o partido do Movimento Democrático Brasileiro – MDB – para que faça uso da tribuna. Fará uso da tribuna o Vereador José Mário Bellaver.

VER. JOSÉ MÁRIO BELLAVER: Muito boa noite, Senhor Presidente. Eu peço licença para mim retirar a máscara. Senhor Presidente, colegas Vereadores, uma saudação a Vereadora Eleonora, a Vereadora Glória, público presente. Quero saudar a imprensa, a TV Serra, Rádio Spaço, Rádio Miriam, Jornal O Farroupilha, também quero saudar o Ex-prefeito Baretta que se encontrava na Casa, os Ex-Secretários, os futuros Secretários Municipais que vão assumir dia primeiro de janeiro, o futuro Vereador Gilberto do Amarante também. Saudar os funcionários da Casa, pessoal que nos assiste através das redes sociais nosso carinho, nossa, nosso reconhecimento. E também quero agradecer nesse momento aos meus colegas a Eleonora, o Jonas, o Jorge e o Arielson por me oportunizar nessa noite de ocupar essa tribuna. É com imensa felicidade e gratidão que hoje, dia 14 de dezembro de 2020 ocupo a tribuna pela última vez em um Grande Expediente, após 24 anos consecutivos de vida pública sendo minha primeira legislatura em 1996 com 1202 votos. A minha palavra da noite é gratidão primeiramente a DEUS e a minha família. Minha companheira de vida, esposa e que sempre esteve ao meu lado nos bons e nos maus momentos, a Miriam; as minhas filhas a Greize e a Jéssica que nem lembram como eram nossas vidas antes da política. Temos marcos históricos em nossa família. Minha caçula tinha apenas oito anos em minha primeira legislatura, de idade do meu neto Theo, e que quando completou 16 anos, no dia do seu aniversário, dia 03/10/2004, teve a oportunidade de eleger o pai Vereador e o amigo da família Bolivar Antônio Pasqual de Prefeito. Para quem não me conhece muito bem talvez não saibam, mas Farroupilha me acolheu assim como muitos dos moradores atuais sou natural de Bento Gonçalves, da comunidade de Santo Antônio, caminhos de pedra, e sou grato a São Marcos de Farroupilha, a comunidade que escolhi para viver e na qual tornei líder comunitário diante de várias demandas e afins de melhorar sempre a vida do homem e da mulher do campo que possui adversidades imensas. Devo um agradecimento ao meu amigo de longa data e também meu padrinho de vida política ao Senhor Bolivar Antônio Pasqual, tempos bons que vivemos na antiga Tegon-Valenti, o qual também me oportunizou de gerir a Secretaria de Obras do Município de 2001 a 2008. Tantas obras, tantos desafios, mas trabalho nunca me assustou. Teria mil obras para falar, mas quando comentamos sobre esse momento da minha vida minha filha sempre tem uma obra em especial para comentar: o desafio do extinto pedágio. Ao longo das 4 legislaturas que estive presente nesta Casa por conta da votação unânime dos meus colegas Vereadores pude presidir a mesma; que honra 2009 foi um marco em minha carreira política. Acabava de sair do primeiro escalão do Executivo direto para a Presidência da Câmara de Vereadores. E com a licença do amigo que a política me deu, e Prefeito da nossa cidade na legislatura de 2009 a 2012, o Senhor Prefeito Ademir Baretta pude por três dias ser o Prefeito de Farroupilha. Aproveito e cumprimento o Senhor Ademir Baretta, Presidente do MDB, e também a todos que já passaram por esse cargo; o partido que muito me orgulho e que escolho todos os dias fazer parte. Muitas coisas mudaram desde a minha primeira vez como Vereador, por vezes não é visto o tamanho da nossa responsabilidade. Caros colegas, vocês são um testemunho de que a nossa função não se restringe a parte burocrática. Não é, somos muito mais que isso. Nossas vidas se tornam públicas em tempo integral. Nossa função é diária, nossos telefones não param de tocar em diferentes horários. Enfim é uma linda missão, porém ela é exigente. É como tudo na vida, somos cíclicos, eis que meu ciclo como Vereador se encerra neste ano. Sou agradecido demais pelos quase 10.000 votos conquistados, pelas vezes em que fui campeão de votos. Saibam, queridos farroupilhenses, que cada vez dentre as seis eleições em que concorri e que fui eleito, vocês me mostravam que eu estava no caminho certo e que deveria seguir firme e forte com os meus ideais. Deixo aqui meu agradecimento aos meus colegas Vereadores desta legislatura e aqueles que aqui já passaram em especial colegas do partido do Movimento Democrático Brasileiro – MDB – que se tornaram grandes amigos. Importante ressaltar que tenho colegas que me acompanharam desde a primeira legislatura e sou muito feliz por compartilhar tantos momentos especiais com vocês, Vereador Arielson Arsego e a Vereadora Maria da Glória Menegotto. Muito obrigado, aprendi muito, tenho um respeito muito grande por todos os Vereadores, mas principalmente naquele 1996 quando assumimos o Legislativo juntos. Muito obrigado! A todos os funcionários dessa Casa meu agradecimento e minha admiração. Uma saudação especial à imprensa, veículo importante que faz diferença em nossas vidas, já somos velhos conhecidos afinal são mais de duas décadas. Hoje encerro meu ciclo de vida pública e espero ter suprido as expectativas que em mim foram depositadas na função de representante do povo. Com a cabeça erguida e com o coração tranquilo que entrego o meu cargo e deixo à disposição para uma geração mais jovem. Desejo sucesso aos novos Vereadores e a minha admiração aos que se reelegeram. Segundo John Kennedy, assim como expressamos nossa gratidão nunca devemos esquecer que o maior apreço não é apenas pronunciar as palavras, mas viver por elas. Hoje a minha despedida como Vereador desta Casa mais uma vez representante do povo para sempre serei então vocês sabem aonde me encontrar, estarei à disposição em minha amada comunidade de São Marcos. Não poderia deixar de mencionar e agradecer e desejar sucessos aos meus amigos Fabiano Feltrin eleito com mérito Prefeito Municipal de Farroupilha assim como seu Vice Jonas Tomazini que lembro-me com emoção no dia em que me contou que no ano de 2000 votou em minha pessoa para ser Vereador. Obrigado, Jonas, este ano sinto que lhe retribui a altura votando em Fabiano e consequentemente em ti. Mais uma vez deixo expresso a minha emoção, meu agradecimento a DEUS, a minha amada família Miriam, Greize, Giovani, Theo, Giovana, Jessica, Eduardo, Maria Eduarda; vocês que foram meus alicerces, que me apoiaram e que me compreenderam mesmo em minhas faltas e também em minha vontade de servir à comunidade. A cada um de vocês meus eleitores, colegas e amigos, familiares e a esta Casa que sempre me acolheu tão bem quero desejar a todos os que estão presentes e a toda comunidade farroupilhense um feliz natal, um feliz ano novo com muita saúde e paz no coração. A todos os farroupilhenses muito obrigado por tudo que fizeram por mim nesse tempo de vereança e a todos mais uma vez quero agradecer e dizer muito obrigado. E dizer que hoje é o dia de gratidão a todos os farroupilhenses. Muito obrigado. E o que desejo então é que tenham um 2021 abençoado e com muita paz. Muito Obrigado. Muito boa noite, Senhor Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Muito obrigado ao Vereador José Mário Bellaver pelas palavras. Agora eu convido o Partido Progressista – PP – para que faça uso da tribuna. Fará uso da tribuna o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, em saudá-lo peço a Vossa Excelência também para retirar a máscara para quê a gente possa falar um pouquinho mais limpo numa noite em que eu não estava preparado para falar, confesso aos Senhores, mas várias razões me trouxeram até aqui. Ouvindo os colegas e hoje retornando ao plenário desta Câmara eu não poderia iniciar sem me referir a quem nos conduz a nossa vida: a DEUS. A DEUS eu me refiro hoje dizendo a ela da bondade em me conceder o direito de voltar. Falando em DEUS, nós temos que lembrar dos anjos que nos acompanham. Eu quero dizer de que nesses quatro anos vocês também fazem parte da minha legião de anjos, meus colegas Vereadores, as minhas colegas Vereadoras e as pessoas que estão na noite de hoje aqui na Câmara de Vereadores. Quero saudar de um modo especial a todos que foram nominados pelo Presidente no protocolo dessa noite como visitantes desta Casa, dizer que a presença de vocês nos dá a responsabilidade e o dever de fazer jus a que viemos. Obrigado pela presença de cada um. Das falas, eu vi aqui um menino que dentro da sua simplicidade disse com muito orgulho: fui porteiro de um hospital; logo depois, um arquiteto que deixa aqui entre as suas grandes obras uma que ele jamais vai esquecer: os seus feitos por tantos que o Senhor não sabe nem o nome, mas o Senhor nos representou muito bem. Falar de José Mário, meu irmão falar para quem tem a experiência que tu já tiveste, eu quero te resumir o que eu penso na eleição de um Vereador. Não é a eleição que coloca ninguém aqui; é o passado do cidadão que faz com que ele ocupe o seu espaço aqui. Tenha orgulho sempre, José Mário, do teu passado, porque é ele que faz e fez a tua grande história aqui na nossa Casa. À dona Miriam eu queria dizer que vocês têm o maior diretor da grande empresa que existe no universo chamada família; com um diretor que nem esse não poderia ser diferente o sucesso que no conjunto vocês contemplam. Falaste também de colegas ali de trás, do Arielson e da Maria da Glória, não esquecendo os grandes valores que na tua caminhada foram importantes, isso é coletividade, isso é fraternidade e isso é reconhecimento. Quero te dizer, Zé Mário, que eu vim para essa tribuna com a alma pura e limpa dentro da minha humildade, porque eu acredito no amanhã como referência o ontem; ao amanhã eu já quero antecipar aqui uma homenagem uma homenagem; quem chama a minha filha número 1 de Nani para mim é um filho que chega na minha casa. Estou falando do Jonas. Me emociono de falar de ti, Jonas, porque a Nani é uma pessoa que eu tenho o maior amor do mundo e não mais e nem menos do que Aline Taís e Amanda Taiane. Isso é o nosso passado é isso que nos conduz ao futuro. Esse ano a gente conquistou também o Sandro, está conosco e ele não mudou nada, ele só evoluiu. Um guri que eu acolhi com carinho, com amor e lá naquele silêncio da gente, eu em algum momento eu disse: se eu tivesse um filho homem podia ser parecido com esse guri. É dessa forma que a gente acolhe as pessoas que entram na nossa vida. Dr. Thiago, Dra. Eleonora, a missão de vocês é sublime. Vocês estão investindo a vida de vocês na maior criação do universo a criação de Deus. Eu quero dizer que vocês estão aqui dentro como anjos porque quando a gente se encontra num leito de hospital esperando algumas respostas são vocês que nos dão. A Dra. Eleonora e o senhor estiveram na maternidade aonde eu estava internado, vocês não se enganaram, porque vocês estavam levando lá vida para alguém; vocês estavam dentro daquilo que vocês constroem que vocês fazem todos os dias, dar vida. Muito obrigado pela visita de vocês que foi extremamente importante para a minha recuperação. Que DEUS os abençoe. Mas agora eu quero falar para vocês de uma pessoa a qual me fez vir a esta tribuna que se chama Josué Paese Filho, Kiko como politicamente ele é conhecido. Não estou aqui fazendo nenhuma despedida em nome dele e muito menos para ele. Eu estou aqui sim na condição de vice-presidente do Partido Progressista de me curvar diante da sensibilidade e também do trabalho feito por esse homem. Ele não foi apenas um Vereador que não concorreu neste último pleito ele é um cidadão dos quais tem o meu respeito e o respeito de uma infinidade de pessoas as quais ele teve o voto durante 12 anos que o conduziram a esta Casa e ele nesse ano fecha com chave de ouro na Presidência do Partido Progressista e também encerrando a sua carreira política pelo menos na questão de vereança, porque ele decidiu desfrutar um pouquinho do que melhor nós temos neste universo que é aproveitar aquilo que DEUS nos dá e ninguém que nos tira que é exatamente saúde e saúde. Ele é um verdadeiro presente a todos que confiaram neste homem e que ele tem o respeito de muita gente. Minha gratidão ao Kiko pelos ensinamentos e dividindo com o Kiko ao Arielson que estava ao meu lado durante esse tempo antes da pandemia; um de um lado com seus exemplos outro de outro lado com a motivação. Quero te dizer, Arielson, que tu foi muito importante para mim apesar de eu ser bem idoso, tu ser um jovem, mas eu aprendi muito contigo pela tua sabedoria, pela tua inteligência. E vou sentir muita saudade do meu grande mestre, grande professor e não menos o grande orientador que eu tive aqui nessa Casa juntamente com o Kiko. Então homenageando ao Kiko quero te homenagear também e dizer muito obrigado, muito obrigado. Para fechar, eu não poderia deixar de falar aos homens da imprensa e vou citar um nome aqui: Leandro Adamatti. Leandro, que DEUS continue te abençoando para que tu possas levar para Farroupilha verdades absolutas que são os depoimentos de quem ocupa essa tribuna e através da imagem e do som da TV Serra tu estás proporcionando um grande trabalho para Farroupilha. DEUS te abençoe. E o que eu disse lá no início: uma caminhada se constrói pelo passado não é pelo poder, muitas vezes, ninguém chega aonde chega somente pelo poder, senão teria pessoas que jamais através do seu poder eles optariam pela ignorância de não dividir com os outros aquilo que DEUS nos proporcionou para nós. Então que a TV Serra receba a minha gratidão e a gratidão de Farroupilha pelo trabalho que você e as emissoras de rádio e os jornais fazem pela nossa comunidade. Parabéns a cada um que leva o que de bom a gente procura trazer aqui. Desejo a todos um abençoado natal, um ano muito próspero. E dizer, Jonas, tu vai dividir uma sala com um ser humano incrível; que DEUS abençoe a vocês dois e abençoe a essas quase 80 mil pessoas que fazem parte da comunidade de Farroupilha. E obrigado pelo presente que você me deu, Nani, não esqueça disso; isso é amor e amor que seja acima de tudo a motivação de vocês no dia a dia teu e do Fabiano. Parabéns e sucesso e obrigado a todos.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereador Tadeu Salib dos Santos pelas palavras. Agora eu convido o Partido Liberal – PL – para que faça uso da tribuna. Esse Vereador abre mão do uso da tribuna. Eu convido o Partido Socialista Brasileiro – PSB – para fazer uso da tribuna. Os dois Vereadores estão ausente então não farão uso da tribuna. Eu convido o partido da Rede Sustentabilidade para que faça uso da tribuna. Fará uso da tribuna a Vereadora Maria da Glória Menegotto.

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Boa noite a todos e a todas. Quero cumprimentar o Presidente, cumprimentar os Vereadores, a Vereadora Eleonora, todos que já foram nominados pelo protocolo; cumprimento à imprensa, Senhoras e Senhores e os internautas. Bom, eu não tinha feito nada nem me preparado, porque eu não pensei em fazer digamos assim uma despedida até porquê acho que despedida é só quando a gente vai para o outro mundo. Eu já tive longe dessa Casa, eu amo muito a política e já tive longe dessa Casa por 8 anos consecutivos. Mas eu sempre digo que um dia é da caça outro do caçador e sempre tudo tem volta. Então nós desta vez não corremos à Vereadora e não estamos aqui no próximo ano e eu quero desejar sucesso a todos que estarão aqui, porque vão fazer um grande trabalho tenho certeza pela nossa cidade. Eu quero cumprimentar com grande carinho o André nosso porta-voz, André Lima, que está sempre presente e que tenho certeza irá continuar no ano que vem que nós teremos o novo Vereador nosso Vereador o Davi que estará aqui e nós vamos estar com ele. Estar junto ajudando sempre né, André, e te digo assim, André, você aprendeu muito e estou notando que você está amando a política. É de coração. Todos os dias nos conversamos, todos os dias a gente tem um encontro, todos os dias isso não encontro de algum dia por semana todos os dias, isso significa que nós vamos avançar muito e que nada tem fim para nós. Quero cumprimentar também o meu sempre o Vice-prefeito, Darci Levis, que eu vejo aqui nessa noite e que é um prazer muito grande te ver, Darci. Um rapaz que aprendi a amar verdadeiramente, nossos encontros todos os dias a primeira coisa era um abraço era dizer como é bom estar junto. Como nós tínhamos um projeto maravilhoso que uma pena que Farroupilha perdeu, mas temos outro vencedor que também nós desejamos muito, mas muito sucesso e que realmente se concretize tudo aquilo que foi colocado para população. Porque a população não é mais como antigamente que ouvia e depois simplesmente esquecia daquilo que ouvia. Não. Hoje eles cobram e com muita razão e com muita propriedade por isso que nós queremos sim estar aqui presente, nós temos um representante e vamos estar presente para que realmente tudo aquilo se foi que foi colocado seja por partidos ‘A’, ‘B’ ou ‘C’ seja, e principalmente pelo partido que venceu e os partidos que venceram, que sejam realmente repletos de felicidades e que realmente possa se concretizar. Mas, Darci, é como o nosso colega Catafesta disse 2 anos passam tão rápido né e 4 também. Me parece que foi ontem da última legislatura que nós iniciamos e já terminou. Quando as pessoas dizem que demora “ah vai demorar para passar” eu naquele dia não lembro qual o Vereador que me disse “4 anos passa rápido, Glória” e passou muito rápido; um Vereador, colega, não sei quem falou.  Então eu não estou aqui para me despedir não. Não estou aqui para me despedir, porque tenha certeza que a política está aqui dentro e quero dizer mais ela está aqui dentro sem pensar em cifras, sem nunca ter pensado em cifras. Nunca, nunca. Porque que quem é Vereador sabe o quanto que também custa ser Vereador. Não é simplesmente a gente ser Vereador e terminou. Não mesmo. A gente está aí é para atender a população no dia a dia e eu nunca tive e eu quero que todo mundo aqui saiba e tenho certeza que saibam que sabem e quem está me ouvindo também sabe, eu nunca tive hora nem de sábado nem de domingo, nem de noite nem de dia. Quando as pessoas e agora não me elegi e as pessoas me ligam e já estou correndo lá, fazendo coisas que quem está lá dentro talvez não faça, quem está lá; e falo mais quem é Secretário que pense muito bem, porque tem que atender sim dia e noite as pessoas. Não é simplesmente ser Secretário para estar lá para simplesmente mandar. Não! Secretário tem que trabalhar e muito. Então a política não é essa brincadeira que muitas pessoas pensam que é. A política é uma coisa muito séria coisa muito séria e nós como políticos que somos até quando ouvi o Vereador Catafesta, meu colega, falar de números, eu vou falar também agora. Eu tenho 57.335 pessoas que acreditaram em mim nessa caminhada na vida pública. Eu comecei em 1992 com 342 votos, 96: 1.365, 2000: 12.345, 2004: 16.522, 2006: 6692, 2008: 1.845, 2010: 7.515, 2012: 1.473, 2016: 1704 e 2020: 7.531. São pessoas que acreditam na gente. São pessoas que avalizam nós, são pessoas que querem realmente que a gente faça alguma coisa, porque eles votam na gente. E agora eu tenho até vou mostrar para vocês tem algo que até chama atenção de muitas pessoas, veja bem, tem votação que num único lugar, Darci, num único lugar com 7 urnas nos fizemos, todas elas, 46 votos cada urna 45 e 46. Olha isso é inédito, isso é inédito; isso é inédito e teria que ser verificado. Por incrível que pareça, 46 votos, 46, 46, 46, 46, 45. Que incrível isso né? Outras têm só duas unas 42 e 42, 60 e 60. Nossa por incrível né. Só que não terminou a eleição. Tem muita coisa para a gente olhar. Igual o Catafesta, né Catafesta, 7, 7, 7, 7. Tem que jogar na megasena né, Cata. Enfim, quanta coisa, quanta coisa. Só que todo mundo se cala sabe por quê? Ninguém quer se comprometer. Só que quem não fez churrasco, quem nunca fez nenhum churrasco e hoje sentei com um cara almocei com um cara aí que disse assim “bah eu ia todos os dias num”. Agora quem nunca fez pode falar. Então pode falar, pode falar Doutora. Agora aqui dentro todo mundo sabe cada um deve saber das suas, dos seus compromissos daquilo que fez. Graças a DEUS, Darci, nós não comemos nem um cachorro-quente junto com alguém. Isso que é bonito, isso que é bonito. Eu tive prazer muito grande de estar inclusive na minha vida pública na saúde da qual até hoje a gente auxilia as pessoas. Na habitação e que inclusive as pessoas desdenham a gente, muitas vezes, acha que a gente não faz. Quando a gente falou que nos íamos fazer aqueles 220 apartamentos e que passou pela Casa e que eu não estava aqui, estava como Secretária, mas que eu parabenizei essa Casa por ter aprovado o local. Então é um conjunto de tudo quando a gente faz, ninguém faz nada sozinho. Mas eu lembro muito bem que as pessoas não acreditavam nem os colegas de trabalho não acreditavam, quando você convidava para uma reunião não iam achava que não ia ser feito. Cenci, você vai estar lá e quero te dizer “dá para fazer”. Tem que ter perseverança como tive quando “não, nós vamos fazer, nós vamos fazer”. Bah, mas imagina, capaz, deixa ela, deixa ela brincar um pouco. Está ai 220 famílias recebendo a chave. Mas foi muito trabalhoso, foi muito trabalhoso. A mesma coisa quando teve os postos de saúde, nem vinham lá, nem acreditavam. Essa Câmara de Vereadores ninguém acreditava. Essa Casa aqui oh que ninguém acreditava. Quando nós em 2013 prometemos, falamos vamos fazer e depois como fazer se nem os Vereadores não acreditavam. Quando começamos a desmanchar essas paredes que estão ali, porque aqui era uma garagem de automóveis né. Aqui era uma garagem eu entrei e quando o cara disse que ia alugar isso aqui me trouxe aqui entrou aqui na porta tem uma porta de garagem entrou aqui dentro com o carro. Eu disse “sim, mas tu vai o quê?” “Sim é isso aqui mesmo”; “Ah é, mas aqui não dá para fazer”. Sério, Vereadora Doutora Eleonora, não foi fácil eu chorava de noite. Eu passei 2013 todinho quase que não dormindo para fazer esse palco aqui. Vocês não imaginam. O Bobi Busetti, o Bobi que me ajudou Bobi que não é nem Vereador. Às vezes eu nem dormia. Essas cadeiras que vocês estão sentado aqui oh não custou um centavo para a Prefeitura, para o município, foi tudo ganha, uma a uma eu ia buscar eu ia pedir. Teve Vereadores inclusive que deu; alguns deu uma brincadeira duas cadeiras né, seu Bellaver. Um centavo não custo. Tudo isso aqui a gente trouxe de lá foi se virando as paredes aqui oh tudo; isso aqui então nem se fala, choramos para fazer essa parte aqui. Foi trabalhoso trabalhamos muito, mas muito mesmo, mas graças a DEUS está aí. Eu só tenho a agradecer, agradecer. Aquele banco social então que a gente também todo mundo desdenhava hoje todo mundo ama, porque tem tudo é de graça. A gente ganha de graça roupas novas. Tinha tanta coisa até andei rabiscando aqui, mas não precisa, não precisa é só agradecer. Dizer muito obrigado, muito obrigado por tudo que a gente tem feito tanto na saúde, quanto na habitação, na ação social; aqui na Casa Legislativa esses anos todos que a gente esteve aqui, quero agradecer a cada Vereador, a cada colega como mesmo o Bellaver falou antes. A gente começou junto 1992; 96, mas em 92 já fui candidata. O Vereador por um dia é obra, é projeto desta Vereadora em 92, 93. Então eu só tenho que agradecer a todos os colegas Vereadores dessa legislatura e a todos que já passaram. Muito obrigado agradeço a DEUS. E quero dizer nada tem um fim tudo é um começo, vamos estar juntos, eu torço, estou sendo franca, torço muito, Tadeu, para que dê tudo certo por que nós vivemos em Farroupilha e a gente quer o melhor por essa cidade. Então parabéns aos que vão continuar, parabéns a nova administração, parabéns a todos. E eu e a Renata estamos saindo junto, a Renata minha assessora que começou comigo na Rede Sustentabilidade sairemos juntos. Amanhã será meu último dia também. Então muito obrigado e um abraço a todos.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Muito obrigado a Vereadora Maria da Glória Menegotto pelas palavras. Quero fazer uma saudação especial ao Luiz Broilo nosso companheiro aí que está todas as Sessões aí esposo da Dra. e Vereadora Eleonora Broilo. Então finalizando o Grande Expediente passamos agora o espaço destinado ao Pequeno Expediente.

 

PEQUENO EXPEDIENTE

 

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente e Senhores Vereadores, Vereadoras. Eu peço desculpa por não saudar todos, já foram nominadas no protocolo, porque nós queríamos fazer o nosso discurso e em consideração a um Vereador campeão de votos e que esteve aqui nesta Casa por muitos anos nós abrimos mão do Grande Expediente. Todos aqui sabem que o Grande Expediente é um por partido e nós solicitamos ao nosso líder de bancada que se eu não conseguir fazer nos 5 minutos que me abrisse mão do espaço de líder de bancada para que eu possa continuar as palavras que eu vou falar agora. Primeiro lugar um agradecimento a minha família. A minha família, eu sinto aqui agora o meu pai eu não tenho dúvida nenhuma de que aonde ele está ele sempre me apoiou. Foi uma pessoa humilde, mas que conseguiu com certeza fazer do seu filho um Vereador pela amizade que tinha; a minha mãe que saia com a bolsinha dela com os panfletinho na mão fazendo campanha e pedindo voto. Porque muitas pessoas do município de Farroupilha e estou falando daqueles que há muito tempo viviam em Farroupilha que diziam assim, “imagina só se o filho do Gasolina, caminhoneiro, José Mário, vai ser Vereador”. E aqui está o “Gasolina 3”, neto do Gasolina, filho do Gasolina, e está aqui há a 24 anos sempre tendo o reconhecimento da comunidade de Farroupilha pelos trabalhos que fez. Eu não precisaria ter este reconhecimento para fazer cada vez mais, porque era o que eu queria fazer. Eu comecei a minha, não minha carreira política, mas comecei a trabalhar como carregador de caixa lá na Transportadora Trevisan, depois trabalhei num supermercado, depois trabalhei 18 anos na empresa nas lojas Colombo onde comprava todos os móveis que tinha em 340 lojas. Era a locomotiva de 340 lojas no comércio de todos os móveis que tinham dentro dessas lojas. Daí veio o casamento em 92 e fui morar no bairro Cinquentenário e comecei a trabalhar com a comissão da igreja e daí me fizeram Presidente do bairro. Por mais uma vez me fizeram Presidente do bairro novamente e me disseram “tu tem que ser candidato a Vereador”. Naquele momento quando eu trabalhava na Colombo, nós tínhamos o Vice-prefeito que se chamava Renato João Bellaver; essa foi, essa foi a pessoa que disse para mim “olha eu tô vendo em ti uma nova liderança e eu preciso que tu faça parte do MDB” na época PMDB. E eu fui para o PMDB sem saber nada de política e ao contrário quase não gostando nada. Mas comecei a pegar o gosto e fui, assisti 4 anos a Sessão da Câmara de Vereadores todas as segundas-feiras. Toda segunda-feira eu ia mais que os Vereadores na Sessão da Câmara de Vereadores para aprender. E tinha umas feras na Câmara de Vereadores que era bonito de ver os debates que eles faziam. Aí passando isso em 1992 que eu fui candidato a primeira vez eu fiz 503 votos; ninguém imaginaria naquele momento que eu fizesse 503 votos, nem eu. Aí eu fui candidato novamente em 96, José Mário e a Glória em 92 foi candidata também eu me lembro: eu, a Glória e o Roque. Nós éramos candidatos a Vereador a Glória fez trezentos e poucos votos, o Roque fez duzentos e pouco e eu fiz 503. E logo depois os dois que fizeram os votos que eu tinha feito sozinho foram candidato a Prefeito e Vice. Tu vê que candidato a Vereador e candidato a Prefeito não tem nada a ver na questão dos votos. Eu já fiz mais votos em eleição fazendo dois mil votos numa eleição para Vereador onde um Ex-prefeito fez 1.300 e aonde um Ex-prefeito numa outra eleição fez 1.060 votos e eu fiz 1.144. Mas eles foram Prefeitos e eu nem Presidente da Câmara fui. Mas eu não fui Presidente da Câmara, porque eu tive uma disciplina partidária, Vereador Thiago, eu tive uma disciplina partidária por isso eu fui três vezes Secretário Municipal. Mas continuando lá depois na carreira aí, a gente acabou indo trabalhar na Prefeitura então de 97 a 2000, Vereador de 92 a 96 como suplente e assumi naquela época, de 2001 a 2004 Secretário de Desenvolvimento Econômico, 2005 a 2008 Secretário de Administração, 2009 a 2012 Secretário de Obras, 2013 a 2016 Vereador, 2016 a 2020 aqui com vocês colegas Vereador novamente. Tudo isso fez com que a gente tivesse um conhecimento maior da política. Vereador Tadeu, eu não fiz mais nada do que minha obrigação pelo que tinha dentro da minha cabeça, não era ser mais o ser menos do que ninguém, apenas ter uma história registrada. E com essa história poder quem sabe até fazer alguns debates diferentes pelo que a gente tem enquanto conhecimento na vida pública tanto como Vereador quanto na Prefeitura. Eu tive aqui vários debates, posso ter tido debates com o Vereador Catafesta, com a Vereadora Glória, mas foram bons debates. Meu objetivo era o melhor para a comunidade. Não tenho dúvida de quem está aqui quer fazer o melhor para comunidade, porque tem próxima eleição e tu vai ser candidato, e tu sabe que se não fizer o melhor para comunidade… Espaço de liderança, Senhor Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Espaço de liderança.

VER. ARIELSON ARSEGO: Se tu não fizer o melhor pela comunidade a comunidade não te coloca de volta. E aí fui Presidente, Matheus Paim do MDB jovem, o qual tu é Presidente hoje, e com muita honra naquela época nós fizemos um belo trabalho com a juventude do MDB. E depois então quanto Vereador, a primeira vez me lembro quando assumi eu fui muito contra um projeto que tinha na Câmara de Vereadores eles queriam me tirar e eu não votei eles falavam de novo e veio o Presidente do partido e saiu e veio outro e eu não votei, porque eu tinha uma posição muito forte assim como eu tenho hoje. Eu sei que eu tenho posição forte, eu sei que às vezes a gente discute bastante, mas eu agradeço a todas as discussões e vou dizer a frase que eu sempre dizia aqui: “eu não me envergonho de mudar por que eu não me envergonho de pensar”. E essa frase eu vou levar para minha vida toda. Eu posso discutir até o fim, mas se quando eu chegar lá no fim e sentir que a pessoa está mais certa do que eu vou mudar também, porque eu não me envergonho de pensar. Vereador Jonas, sucesso no seu trabalho, sucesso a ti e ao Feltrin e tomara que Farroupilha ela possa cada vez seguir seu caminho melhor. Vereadora Eleonora, grande parceira, eu chego a me emocionar, porque quantas vezes Doutora nós estivemos aqui nessa sala às 4h/03h30min da tarde discutindo alguns projetos “não, mas eu acho que não é assim não, mas é assim, não por que eu vi assim” e nós chegávamos sempre numa definição. Vereador José Mário, não só colega de Vereador, mas colega de Prefeitura, de secretário. Nós não tínhamos lugar que nós não íamos quando o Prefeito estava em algum lugar nós estávamos lá juntos. Nós vestimos a camisa de Farroupilha e trabalhamos. Aquilo que o Vereador José Mário disse de ligação nós atendia mais de cem ligação por dia e 100 ligações por dia não era para que as pessoas agradecessem era para pedir mais alguma coisa e mais alguma coisa e mais alguma coisa ,Vereadora Glória; a Senhora passou pela Secretaria sabe, Deivid, passou pela Secretaria também, Catafesta. Então cada um dentro do seu conhecimento fazendo que Farroupilha cresça. Ver. Thiago, eu no início nós não nos conhecíamos, mas nós fomos nos conhecendo e vendo que objetivo nosso é o engrandecimento de Farroupilha, das pessoas, o bem-estar de cada um. E eu não posso deixar aqui de agradecer também a minha esposa, como o Vereador José Mário disse Vereador eu me lembrei ali na hora que o Senhor falou que a sua filha não sabia como a vida era antes, a minha de 24 anos, ela tem a minha filha tem 27 meu filho tem 21 esse não sabe mesmo né, porque com 21 e eu com 24 de política. Mas eles sempre aceitaram aquilo que eu fazia e me davam força. A minha esposa então um amor de pessoa ela não nunca reclamou por todas as ausências que eu tive de casa, do meu pai e da minha mãe já falei. E eu quero falar um pouco do meu partido também do Prefeito Pasqual que me deu oportunidade de ser Secretário duas vezes, do Prefeito Baretta que me deu oportunidade de ser Secretário mais uma vez. De falar, aqui, Jorge, eu deixei por último aqui não por menos, mas porque eu ia falar dos Presidentes do partido do Piazza, Adalmir Piazza, o Pasqual que foi Presidente do nosso partido, o Baretta que foi Presidente do nosso partido, o Vitor Busetti que foi Presidente do nosso partido, Jorge Cenci; Jorge que fez um belíssimo trabalho enquanto Presidente que elegemos 5 Vereadores, elegemos de novo cinco Vereadores, agora elegemos 3, mas isso é do jogo é da política é do crescimento de novos partidos. É de a população achar que daqui um pouco outro partido tem o Prefeito esses Vereadores estão mais do lado. Fernando, que trajetória bonita nós fizemos aqui na verdade. Quando nós fizemos aquela parceria e vou dizer assim, porque eu queria ser o Presidente o Fernando queria ser Presidente a Glória queria ser a Presidente e nós estámos mais próximos, eu e o Fernando, nós acabamos conversando no último minuto nos dissemos “e por um bem maior que nós vamos fazer o Fernando Presidente, mas nós vamos eleger o Feltrin de Prefeito”. E aquele momento, nós abrimos mão, era um ato de simplicidade, de humildade; que a humildade para o político é o que tem de melhor. Nós não podemos fazer algo que a gente acha que seja superior a qualquer um. Eu comecei dizendo isso que duvidavam que o filho de um caminhoneiro pudesse ser Vereador. Foi Vereador e três vezes ficou nessa Casa e três vezes, José Mário, que foi caminhoneiro também, e três vezes foi Secretário; e vou estar à disposição desta Casa para ajudar a todos os Vereadores dentro da minha humildade, dentro da minha possibilidade. Se os novos Vereadores acharam que eu posso ser útil, eu vou estar à disposição. Tadeu, eu sei do carinho que tu tem e às vezes o Tadeu fala, ele é muito bondoso né, o Tadeu eu aprendi muito contigo e sempre dizia, Tadeu, queria até a metade da calma que tu tem. Se eu tivesse metade da calma que tu tem, desculpem eu passar um pouquinho do tempo, pessoal, mas é o ultimo discurso de uma pessoa que tá há 24 anos na vida política, se os Senhores e se o Senhor Presidente mais um minutinho só para mim terminar e agradecer a todos.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Fica a vontade aí.

VER. ARIELSON ARSEGO: Muito obrigado, Farroupilha. Muito obrigado àquelas pessoas do Cinquentenário que na época me acolheram, seu Lori que deve estar ouvindo uma hora dessas; os funcionários da Casa, de todas as legislaturas, que sempre foram, Duilus, entrou com nós entrou e eu era Vice-presidente da Casa, boa escolha que nós fizemos na época. Nós também gostaríamos de agradecer a DEUS principalmente então agradecer os meios de comunicação, porque sem vocês nós não levaríamos o que nós estamos falando aqui para fora. Porque muitas vezes a gente fala aqui discute projetos, mas se não tiver os meios de comunicação nós não conseguimos levar a nossa mensagem a todos os farroupilhenses; então muito obrigado a todos vocês também. E desejar a todos um feliz natal e um ano novo cheio de realizações. Que a gente possa ter Farroupilha cada vez melhor, que a gente possa crescer nas nossas diferenças, mas no campo das ideias e que a gente possa poder ter uma convivência cada vez melhor. Porque de nada adianta nós fazermos isso aqui de querer ser mais querer ser menos por que ali no fundo o nosso destino o nosso final é todo igual para todo mundo. Um abraço a todos vocês, um abraço principalmente àqueles eleitores que me permitiram estar aqui, eu vou falar também o número fiz uma soma meio rápida em torno de sete mil votos que eu tive não são sete mil pessoas, porque a cada eleição podem repetir os eleitores né; eu mesmo, por exemplo, votei cinco vezes em mim então só faltava né, então não são cinco mil pessoas, mas são eleitores. Então agradecer mais uma vez muito obrigado Farroupilha. Nos 86 anos de Farroupilha dizer que durante 24 eu tive a possibilidade de fazer algo por essa cidade maravilhosa e daqui para frente continuar fazendo. Obrigado, Senhor Presidente, e desculpa pelo tempo que passei aqui, mas foi além de um desabafo além de um agradecimento né não escrevi o discurso, mas, Vereador José Mario, eu sei que vai a gente vai tirando do coração para falar. Então muito obrigado a todos e que DEUS ilumine a todos. Obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Muito obrigado, Vereador Arielson Arsego. E quero te dizer que eu sou muito grato a tua pessoa, vai ficar para o resto da vida isso é de coração. Dando continuidade ao Pequeno Expediente, a palavra está disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Sedinei Catafesta.

VER. SEDINEI CATAFESTA: Senhor Presidente, eu vou aqui apresentar três requerimentos para que o Executivo possa dar uma atenção em frente a CRESOL, que é a agência de crédito que abriu nesse ano de 2020, que ela possa fazer então a sinalização para os clientes e também para os veículos de transporte de valores em frente à agência. Se há essa possibilidade o requerimento é o nº 293. Também para facilitar o tempo em que os clientes forem até o seu caixa eletrônico no tempo de 15 minutos. O Vereador abaixo firmado, requerimento nº 294, para que a Prefeitura possa fazer então os reparos na Linha Ely próximo ao numeral 3005; pedido dos moradores. E o requerimento nº 295 na Rua Papa João XXIII para que possa fazer então a substituição desse poste que está bem na curva com os fios soltos e também sem utilidades. Isso aqui é serviço da RGE e sua empresa terceirizada para fazer então a retirada deste fio que é bem próximo ao Posto Sim ali da Papa João XXIII. Esses aqui eram nossos requerimentos de hoje, Senhor Presidente, mais uma vez agradeço a todos, a TV Serra, os colegas que estão aqui, agradecer a nossa assessora Dilvane pelo trabalho que esteve conosco, a Monica que esteve conosco também no passado recente, teve o Max que foi nosso assessor, o Alex que foi nosso assessor do partido, que estiveram aqui contribuindo com o PSD neste tempo em que nós estivemos aqui na nossa bancada. Muito obrigado a todos e que DEUS nos ilumine. Boa noite a todos. Eu peço, Presidente, para me retirar que eu tenho um compromisso agora às 20h15min se possível.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Com a concordância dos Vereadores então está liberado. Coloco em votação então o requerimento formulado pelo Vereador Sedinei Catafesta, então requerimento nº 293/2020, o Vereador abaixo firmado solicita anuência dos demais pares que seja encaminhado ao Poder Executivo Municipal, através do departamento responsável, para que seja pintada faixa amarela para carga/descarga em frente à agência CRESOL; local necessita de espaço para transporte de valores. A agência fica na Rua Júlio de Castilhos, 1240 – Centro. Então os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Vereadores com a ausência justificada do Vereador Rudmar da Silva e com a ausência do Vereador Josué Paese Filho e o Fabiano Piccoli. Colocamos em votação o requerimento também encaminhado pelo Vereador Sedinei Catafesta nº 294/2020 o Vereador abaixo firmado solicita anuência dos demais pares que seja encaminhado ao Poder Executivo Municipal, através do departamento responsável, para que seja colocado o suporte e lâmpada nos postes de luz na Linha Ely próximo ao numeral 3005. Então os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Vereadores presente com a ausência justificada do Vereador Rudmar da Silva e com a ausência do Vereador Josué Paese Filho e do Fabiano Piccoli. Colocamos em votação também o requerimento encaminhado pelo Vereador Sedinei Catafesta, o requerimento nº 295/2020, o Vereador abaixo firmado solicita anuência dos demais pares que seja encaminhado à RGE uma solicitação com urgência para que seja feita a manutenção ou retirada dos fios elétricos na Rua Papa João XXIII em frente ao Posto Sim. Fios encontram-se caído na rua causando perigo às pessoas que passam por ali. Então os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Vereadores presente com a ausência justificada do Vereador Rudmar da Silva e com a ausência do Vereador Josué Paese Filho e do Vereador Fabiano Piccoli. Dando continuidade ao Pequeno Expediente, a palavra está disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra a Vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite Senhor Presidente, colegas Vereadores, colega Vereadora. Eu não vou citar todo mundo, mas todos que já foram nomeados no protocolo apenas o Tiago Marques que eu acho que não foi citado no protocolo; não sei se ele foi, mas em todo caso estou… Foi?

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Não, acho que não.

VER. ELEONORA BROILO: Então Tiago Marques que tem estado sempre aqui né. A imprensa cito Adamatti e em nome dele cumprimento toda a imprensa. Senhoras e Senhores, eu tinha decidido que eu falaria hoje sobre a bandeira preta, mas não vou falar, porque hoje é um dia de agradecimento. É um dia de despedida, mas de agradecimento. Então eu acho que vai haver tempo para falar sobre isso. Eu me lembrei de uma frase que Mark Twain falou, Mark Twain disse o seguinte: “que há dois momentos especiais na vida de uma pessoa: quando ela nasce e quando ela descobre o motivo pelo qual ela nasceu”. Muitas pessoas talvez não tenham a oportunidade, infelizmente, de descobrir o motivo pelo qual ela nasceu, mas tenho certeza absoluta que todas as pessoas que lutaram pela emancipação de Farroupilha há 86 anos descobriram o motivo pelo qual elas nasceram. Tenho certeza absoluta disso. Nós teríamos uma noite festiva, nós teríamos uma noite solene pela emancipação da nossa cidade. Bom, como isso não foi possível, né, então eu quis apenas fazer uma alusão a isso. Vou fazer uma despedida rápida ao Arielson, ao Zé Mário e ao Jonas e em me despedindo deles eu estou me despedindo de todos os colegas Vereadores que não estarão aqui o ano que vem no novo mandato. Com certeza sentirei falta de todos; daqueles com quem eu fui ao embate e daqueles com quem eu tinha ideias parecidas e semelhantes. Porque tudo faz parte, tudo faz parte do jogo da política, o embate e as ideias semelhantes. Vereador Jonas, o Senhor tem uma capacidade incrível. O Senhor é um monstro dentro do que o Senhor faz. O Senhor é uma pessoa muito séria, eu só consigo tirar um sorriso seu quando lhe dou alguma coisa para o Senhor comer aí o Senhor fica feliz né. O Senhor vai sentir minha falta, ah vai. Eu desejo que esses próximos quatro anos sejam fortuitos para o Senhor e para o Feltrin. Tenho certeza que será. E quem vai se beneficiar com isso será Farroupilha. Vereador Arielson. Vereador Bellaver, eu aprendi a lhe conhecer eu aprendi que o Senhor é uma pessoa maravilhosa tanto como pessoa como Vereador. Parabéns e muito obrigado por tudo que o Senhor me ensinou. Vereador Jorge, né eu acho que nós iniciamos juntos e juntos nós aprendemos muita coisa nesta Câmara nestes quatro anos. Muito obrigado por tudo que nós aprendemos juntos. Tenha um excelente próximos quatro anos, tenha um excelente trabalho eu acredito no Senhor. Por fim eu deixei o Senhor, Vereador Arielson, que me ensinou tudo, quase tudo que eu aprendi na política aprendi com o Senhor. Dentro dessa sua cabeça tem uma biblioteca que sabe tudo sobre administração política. Mas não só como colega, o Senhor foi um amigo, o senhor e a sua família. Eu aprendi que a Kátia é uma pessoa fantástica assim como a Priscila, o Leonardo, o nenê que não tenho palavras para descrever. Eu, eu aprendi tenho uma nova família então gostaria muito de dizer a vocês que eu vou sentir muita falta, mas muita falta mesmo. Mas não fique muito feliz, porque eu vou estar toda hora usando do seu conhecimento. Então me espere, me aguarde, me aguarde que nós vamos nos ver muito seguidamente; o Senhor também, Jonas, não fique feliz por que eu vou incomodar bastante e o Senhor também, seu Cenci. Seu Mário, várias vezes nós vamos nos ver também. Eu desejo a todos uma excelente festa de fim de ano, muita saúde, muita paz, não apenas aos Senhores, mas a todos os Vereadores né. E eu gostaria de dizer que realmente sentirei muita falta de todos vocês. Presidente, muito obrigado por tudo.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Eu que agradeço.

VER. ELEONORA BROILO: O Senhor fez foi um grande Presidente também. E eu quero desejar a todos boas festas. Muito obrigado por tudo, Vereador Tadeu, o seu foi um irmão, o Senhor foi um irmão, eu amo o Senhor. Um beijo para toda a sua família. Boas festas.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereadora Eleonora Broilo. Agora sim saudando também o Tiago Marques que está aqui presente conosco também, obrigado pela presença. Dando continuidade ao Pequeno Expediente, a palavra está disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, a quem nos acompanha. Quero primeiro já começar me desculpando, porque provavelmente dentro dos 5 minutos a gente já não consiga fazer todas as saudações que nós gostaríamos. Mas hoje como já antecedido pelos demais colegas Vereadores é uma noite especial, é uma noite em que muitos colegas se despedem, pode ser alguns até por maneira temporária aqui da Câmara de Vereadores então acho que é importante que a gente possa deixar registrado um pouco desses anos que a gente teve a convivência juntos aqui. E, Vereador Arielson, como você estava falando antes né o filho do caminhoneiro eu também ouvi isso em muitos momentos que o menino que tinha nascido, que nasceu lá em Brasília e filho do churrasqueiro também não poderia ter talvez a oportunidade que nós tivemos. Então sou muito grato e começo agradecendo, Tadeu, como você sempre faz, aos meus pais que foram fundamentais insistentes e que me oportunizaram para que eu estivesse aqui nesses anos podendo compartilhar com vocês e com a comunidade farroupilhense um pouco das nossas ideias, um pouco do nosso trabalho. Então a eles que estão me assistindo em casa, o meu pai Darci e minha mãe Marilde, a minha eterna gratidão por sempre acreditar em mim e por me darem a melhor formação possível para que nós pudéssemos com humildade fazer o trabalho que fizemos aqui. Quero dizer também, Jorge, que quando meu pai tinha um mercadinho lá no bairro Bela Vista e eu tinha 12 ou 13 anos, num dos aniversários ele me pediu que eu queria ganhar de presente, Leandro, e eu escolhi uma assinatura do Correio do Povo né. E era um presente completamente inusitado para uma criança de 12 ou 13 anos né, mas foi através daquele jornal, foi através das leituras da política que no Correio era na página 2 que eu acabei me envolvendo e muitas vezes usando os clientes lá do bar para poder fazer pesquisa, fazer sondagem, fazer um monte de coisa que me instigaram a percorrer essa pequena trajetória que a gente tem até agora; que me colocaram no grêmio estudantil da escola, que me colocaram no diretório acadêmico da faculdade e tantos outras oportunidades que eu tive ao longo desses momentos. Participei de quatro eleições: a primeira em 2008 com 389 votos, a segunda em 2012 com 683, a terceira em 2016 quando me elegi Vereador. Em 2012 mesmo ficando entre os 15 mais votados pela legislação não me elegi, em 2016 com 1118 votos e agora em 2020 com meu grande parceiro meu irmão de caminhada e que a gente tem desenvolvido a cada dia uma parceria mais sólida, mais firme, irmanados no mesmo objetivo que é contribuir com nosso município, Fabiano Feltrin que a gente fez 20.240 votos. Sou muito grato a todas essas oportunidades e quero aqui rapidamente agradecer a cada um dos colegas Vereadores principalmente os meus colegas de bancada. Vereador Arielson, a sua frase de maneira diferente um pouquinho também virou até um dos chavões da campanha quando eu dizia “eu não me importo de recuar” ela é um resultado da sua frase que você me deixou de ensinamento assim como tantos outros que eu tive a oportunidade de aprender contigo. Dra. Eleonora, pode ser que o sorriso só ficava mais expresso quando eu ganhava uma bala ou um torrone ou uma rapadura que o moço que vendia aqui, mas teve tantos outros momentos que a gente pode compartilhar e um pouquinho de cada um a gente teve a oportunidade de aprender. Ver. José Mário, o Senhor como relatou o mais cedo, foi a minha primeira opção e o primeiro voto lá no ano 2000, porque o primeiro voto é e era para Vereador e foi a primeira foto que apareceu na urna eletrônica quando eu pude exercer esse direito de votar. E sempre cito isso com muito orgulho, porque me tenho a oportunidade de me espelhar no Senhor na sua trajetória e que bom que o Senhor pode me devolver um pouquinho nesse ano. Mas queira Deus que a gente possa continuar com essa nossa amizade e assim também podermos continuar juntos e ter outras oportunidades de exercer essa nossa confiança. Vereador Jorge Cenci, estou muito empolgado, já tive a oportunidade de dividir o comando do partido contigo, ao MDB do qual sou muito grato, estou muito empolgado com a possibilidade de trabalharmos mais próximos né; dividimos quase três destes quase 4 anos e nesse ano quase não deu né, mas aqui em cadeiras muito próximas e quero dividir contigo os próximos 4 anos no Governo Municipal e tenho certeza que teremos juntos grandes desafios, mas estamos preparados e estamos também com o espírito de trabalhar muito para poder honrar a confiança que recebemos de cada um dos farroupilhenses.  Quero também deixar registrado o meu agradecimento público ao Ex-prefeito Ademir Baretta, Presidente do MDB, que me deu já diversas oportunidades, seja oportunidade na Secretaria de Finanças no ano de 2009 quando eu tinha 26 anos e assumi um grande desafio, seja também quando me aceitou e me convidou para fazer parte da sigla no ano de 2013 quando me deu oportunidade de ser candidato a Vereador em 2016 e agora quando me deu oportunidade de ser candidato a Vice-prefeito representando o MDB no ano de 2020. Quero também, Tadeu, em seu nome agradecer a todos os demais colegas que estão aqui e dizer, Tadeu, que os seus discursos, as suas falas, o seu amor, o seu carinho, a valorização das coisas mais simples são as que mais importam para que a gente possa crescer e ter paz e amor no dia a dia vão ficar guardados no meu coração para o resto da minha vida. E que a gente possa exercer nesses próximos anos também essa nossa proximidade e continuar cultivando as coisas boas que a vida nos dá. E para concluir, vou virar um pouquinho aqui para minha esquerda para agradecer aqueles dois meninos que estão ali na porta: Gabinho e Matheus são responsáveis junto com tantos outros por eu estar aqui nessa cadeira e por estas outras oportunidades que a vida nos dá. Obrigado, guris. E por fim agradeço a DEUS pela oportunidade de estarmos juntos nesses anos de ter a Câmara de Vereadores depois de quase 30 anos ter elegido para a majoritária um Vereador no exercício do mandato e podem ter a certeza que junto com os colegas que estarão conosco na Administração Municipal eu farei de tudo todos os dias para poder honrar essa confiança que recebemos, e valorizarei cada minuto da experiência que tive aqui nessa Câmara de Vereadores quando aproveito também para agradecer aos colaboradores dessa Casa que foram fundamentais para que nós pudéssemos exercer o nosso trabalho. Muito obrigado, Senhor Presidente e demais colegas.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado ao Vereador Jonas Tomazini pelas palavras. Eu quero, eu recebi uma mensagem aqui do Josué Paese Filho, nosso Vereador, ele está ausente por motivo de doença, por isso que ele não está não estará na Sessão nem hoje nem amanhã. Então desejo, desejamos a ele recuperação. Uma questão de ordem ao Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: O discurso foi um pouco mais emocionante, eu acabei esquecendo de registrar que eu recebi também uma mensagem do Vereador Fabiano Piccoli dizendo que estava impossibilitado de comparecer na Sessão de hoje, me pediu para justificar a sua ausência e que ele fará o possível para estar presente amanhã. Eu não pedi a palavra antes da apresentação dos requerimentos então eu também solicito a Casa para que possa registrar depois a ausência justificada do Vereador e não como constou na votação, porque eu ainda não tinha feito à justificativa. Muito obrigado, Senhor Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Será retificado então. Com a palavra agora Vereador Deivid Argenta.

VER. DEIVID ARGENTA: Obrigado, Senhor Presidente. A minha fala agora é na verdade para falar sobre o projeto nº 17 o qual possivelmente entre em votação amanhã e nós recebemos hoje o parecer do jurídico constitucional com ressalvas. Eu fiz uma pesquisa até e não concordo com o parecer, acho extremamente equivocado, mas conversando com o Doutor Thiago nós vamos respeitar o parecer e a ideia é entrar com uma Emenda amanhã. O quê que o parecer entende? Que por se tratar de matéria urbanística necessita de audiência pública conforme o estatuto da cidade. Porém essa lei é uma lei em separado do plano diretor, ela trata de construções construídas já no município em construção antes de 2015, antes do ano de 2015, ou seja, não afeta em nada o urbanismo da cidade, porque as construções já estão aí já estão de pé e só podem ser regularizadas se elas forem de fato comprovadamente construídas antes de 2015. Comprovando isso, em 2015 quando se aprovou a lei também não teve audiência pública por que não trata do tema plano diretor. Qualquer o estatuto da cidade é muito claro quando diz o quê que necessita de audiências públicas; até no parecer jurídico cita “ademais, tem-se que a matéria está inserida no contexto da execução da política urbana, com vistas a ordenar o desenvolvimento das funções sociais da cidade em conformidade com o plano diretor, o que submete a matéria aos ditames da Lei federal – Estatuto da Cidade”. E realmente o plano diretor ordena o desenvolvimento. Essa situação já está ordenada, já posta, ela é uma condição de regularização. Nós para não perdermos o projeto, vamos entrar com esse parecer com essa emenda suprimindo a mudança dos índices o que traria um benefício bastante grande para população principalmente nessa época de pandemia para aprovarmos o projeto; só a sua simples renovação que aí o parecer é favorável e a gente espera que no ano que vem daí com mais calma e de repente até com uma revisão desse dessa situação jurídica se faça as mudanças necessárias pelo Executivo ou pela Câmara de Vereadores que aqui se encontra. Então só para esclarecer a ideia é essa e precisaríamos então amanhã do parecer da CCJ né para podermos votar. Então eu peço se a comissão puder se reunir amanhã, amanhã de manhã mesmo estará protocolado essa emenda respeitando assim, na minha opinião, o equivocado parecer jurídico. Para finalizar também eu quero deixar gravado o meu agradecimento especial também na minha última fala livre hoje a minha família que andou comigo por todo esse período também no sonho de ser Vereador, caminhou comigo e realizou esse sonho junto e a minha noiva é que se encontra também hoje; agradecer do fundo do coração a essas pessoas que com certeza fizeram estar aqui hoje nessa cadeira. Então muito obrigado e até mais. Era isso, Senhor Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereador Deivid Argenta. A palavra continua disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos. Quer vir para a tribuna? Só uma questão de ordem ao Deivid Argenta.

VER. DEIVID ARGENTA: Eu peço autorização para me ausentar, também tenho compromisso agora. Se os Vereadores se assim entenderem eu me ausentarei da Casa. Obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Se todos concordarem então está liberado aí o Vereador Deivid Argenta. Tem quórum sim. Então com a palavra agora o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, Senhor Presidente. E eu vou falar daqui, vou falar daqui, agradeço também ao Leandro. Presidente, eu estou retornando aqui por alguns motivos, o primeiro chama-se Jorge Cenci. Como é que eu não falei dessa pessoa que em tantas vezes esteve aqui do meu lado, estaria aqui do meu lado, mas vai para uma missão maior. E estava tão pertinho do Zé Mário e não é diferente a minha gratidão da tua pessoa como foi a pessoa José Mário. Mas é que o Zé Mário hoje ele roubou um pouquinho de algumas coisas, quero dizer, Zé Mário, hoje tu foi impecável ali na tribuna nem ficou nervoso. Verdade né. Foi uma das coisas que eu observei hoje que você não ficou nervoso, foi impecável. O Cenci foi uma das pessoas, alguma das vezes que eu ocupei a tribuna, fez com que eu estivesse calmo, como é que eu não ia falar em ti, Cenci. Gratidão é a palavra que resume tudo com referência ao teu nome. Presidente, o Senhor teve tanta calma que eu não falei no Senhor, mas sempre tive a sensibilidade de agradecê-lo não pelo cargo que o Senhor ocupa, mas pela pessoa que o Senhor é. E não esquecendo, Presidente, eu queria que o Senhor levasse um recado àquela pessoa que prepara a comida para o Senhor, sua esposa; importante a gente não esquecer dessas pessoas, porque são elas que nos orientam muitas vezes e que nos dão o caminho. Então a minha gratidão também ao Senhor e a sua esposa. Claro que eu permito sim, Doutora, imagina se não.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Um aparte a Vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: É bem rápido. É só que eu na comoção de todo esse momento acabei me esquecendo de agradecer também para pessoas que não vão estar conosco que são os nossos assessores. Então eu gostaria muito de agradecer o Gabinho, a Dani que foram pessoas nestes anos todos que nós estamos aqui. Muito obrigado meninos e meninas por tudo que vocês têm feito por nós. Muito obrigado ao Matheus Paim também, muito obrigado a todos os funcionários desta Casa, ao Gabriel Venzon, a todos os assessores das outras bancadas também que nos ajudaram. Muito obrigado por tudo.  Obrigado.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Olha que para mim sentar aonde não pode sentar pode ser, mas não vai acontecer, não vai acontecer. Têm pessoas aqui que fazem parte da minha vida nos últimos 4 anos. Presidente, para o Senhor gratidão.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Muito obrigado.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: E agora eu vou falar para o chefe desta Casa que é o Duilus e a minha companheira dos 4 anos, a Renata, e o seu Menzen que não está aqui hoje. Mas a todos vocês, a quem comanda essa Casa que é o Duilus e quem, assim como me ajudou, ajudou a muita gente que são os assessores. Não esquecendo esse homem maravilhoso que quando a gente entra ali ele diz assim “tudo bem?”; ele não esquece de ninguém, que é esse garoto que está sempre aqui conosco que é alguém que a gente aprendeu a dizer muito obrigado. Muito, muito obrigado por estar na recepção dessa Casa. A nossa assessora jurídica, incrível. Eu digo sempre que a foto de um candidato a Vereador é sempre alguém que nos representa. Assim está aquele que bate as nossas fotos em ocasiões especiais, dois Gabriel. Matheus. O que seria de nós se não fosse vocês, o que seria de nós se não fosse vocês. A Dani entre tantos assessores que aqui estiveram, que aqui estão e que alguns talvez não estejam aqui no início de 2021. Coitado de nós. O que seria de nós que levamos o nome, mas que vocês merecem os méritos; tu, menininha, me marcou pelo teu jeito de ser, talvez porque tu em alguns momentos lembrou de dizer…

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Espaço de liderança?

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Pode ser?

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Então tá.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Esqueci que eu tinha. Obrigado, Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Fica a vontade.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Que salvador esse espaço de liderança. Mas talvez porque quando a gente lembra dos alemães tudo ‘xunto’ reunido né, Renata, tudo ‘xunto reunido. E talvez, porque a gente lembre de outro ditado aonde tem mais do que uma Renata vocês são… Porque vocês uma só já vale por duas. Aquele anjo que está ali em cima se tu pegar a imagem dela também, Leandro, olha está até na tribuna, porque o futuro vai dizer que um dia ela poderá ser uma grande Vereadora por que ela entende muito. E uma das coisas que ela trás é a sensibilidade. Renata, por coincidência algumas coisas vocês são parecidas, porque sensibilidade não é aquilo que todo mundo precisa, mas é tudo aquilo que alguém que assessora tem. Glória, como é que eu ia não falar dessa turma? Como é que eu não ia falar desta gente que nos aguentou durante 4 anos, 48meses, e que a gente só pode ter gratidão. Aqui está o menino com a sua máquina, Jorge, por isso que às vezes tu sabe tanto, porque muitas máquinas te levaram a fotografias talvez alguma tu não tenha posto no jornal, mas tu guardou no teu coração. Olha quem está aí de máscara e a máscara às vezes a gente tem que retirar ela para que alguém nos reconheça. Seu Luiz, quantas vezes o Senhor tornou importante essa Sessão aqui tanto quanto o Jorge, quanto nosso Secretário de Obras, o Amarante, o Silvio foi o seu assessor, mas parecia assessor de todos nós. O cabo eleitoral do Kiko, meu Deus, hoje fui usar a tribuna só por causa do teu Vereador, o Kiko, e ele acabou passando uma mensagem para alguém provavelmente foi a nossa assessora e com certeza é o nosso anjo da guarda e que tanto não quebrou os galhos, mas as árvores todas; é mais do que quebrar um galho. Glória, eu não disse o teu antes, disse da Dra. Eleonora e não disse o teu. Gratidão para ti. E eu recebi de alguém que representa muito para mim por isso que eu vou dizer para ti aquilo que é verdadeiro: muito obrigado. Desde os velhos tempos que eu tenho que dizer isso, eu te amo pelo aquilo que tu faz; muitas pessoas gostariam de estar no meu lugar para dizer para ti “eu te amo”. Muito obrigado, meu Presidente, que DEUS lhe dê a maior riqueza do universo que é a saúde assim como para o Senhor para todos os que nos ajudam incondicionalmente; eles ajudam a todos que passam por essa Casa e citando o Duilus eu quero dizer que me sinto mais aliviado, porque o pensamento é o de todos os que estão aqui. Muito obrigado a todos.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereador Tadeu Salib dos Santos. E muito obrigado pelas palavras aí também. Dando continuidade, a palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra a Vereadora Maria da Glória Menegotto.

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Sim. A assessora me coloca aqui que tem um requerimento que não está aqui agora não sei onde colocaram…

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Mas eu tenho aqui Glória.

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Isto! Que tinha que colocar em votação.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Eu vou colocar em votação…

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Isto. Então agradeço muito, Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: …antes de encerrar a Sessão.

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Perfeito. Senão não vai entrar amanhã. Ok. Muito obrigado então.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Era isso?

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Sim.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Então tá. A palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores. Mais algum Vereador gostaria de fazer uso da palavra? Nós colocamos então agora em votação o requerimento nº 288/2020 encaminhado pela Vereadora Maria da Glória Menegotto: “A Vereadora signatária, após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que seja encaminhado ao Poder Executivo Municipal, a sugestão de Projeto de Lei que dispõe sobre a Lei Mateus, referente ao “programa de prevenção e controle do diabetes” nas crianças e adolescentes matriculados nos estabelecimentos de ensino da rede pública municipal”. Foi encaminhado na Sessão passada e também eu tenho que destacar que é uma sugestão do Projeto de Lei é de iniciativa do Tiago Miranda Marques, conhecido Tiago do pão. Coloco em votação esse requerimento nº 288/2020, os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Encaminhamento de votação ao Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente, só para dizer que nós tínhamos percebido que o requerimento estava então ele ficou da semana passada para essa para ser votado e já havia antes da reunião, antes da Sessão apontado para nossa assessoria caso não pedisse nós mesmos pediríamos para colocar em votação, porque senão ele ficaria só para o ano que vem. Além de tudo eu vinha falando com o Tiago que apresentou a sugestão de projeto para a Vereadora Glória e nós também já temos esse comprometimento que falamos na semana passada de quando estivermos na Administração Municipal no ano que vem nós vamos olhar essa sugestão de projeto, verificar a viabilidade de aplicação do mesmo, conversar com o proponente para que nos possamos, quem sabe, até fazer alguma de adequação verificar a disponibilidade de colocar em implantação a sugestão que está sendo dada. Até porque nós entendemos tecnicamente a necessidade de ser feito algo nesse sentido, de verificar com antecedência a existência dessa doença que acaba por prejudicar as pessoas nesse caso principalmente as crianças caso ela não seja diagnosticada com a antecedência devida. Então parabéns, Tiago, pela sugestão que você deu e já tem o nosso compromisso para que nós possamos acompanhar junto ao Executivo Municipal no ano que vem a sugestão desse projeto que foi feito e será aprovado em seguida nesta Casa. Muito obrigado era isso, Senhor Presidente.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Jonas Tomazini por nos ter lembrado colocado em votação e a Glória também né por ter lembrado. Então é um requerimento, mas é um projeto sugestão de grande importância. Encaminhamento de votação à Vereadora Maria da Glória Menegotto.

VER. GLÓRIA MENEGOTTO: Obrigado, Presidente. Eu quero também então dizer que fico muito feliz por ter percebido esse, essa sugestão, que para que a gente encaminhasse esse projeto de lei que dispõe sobre a Lei Mateus referente ao programa então de prevenção e controle do diabetes nas crianças e adolescentes matriculados nos estabelecimentos de ensino da rede pública municipal. Tiago, eu sei o quanto você lutou né o tempo todo para que realmente isso pudesse ser legalizado e nós temos aqui então o encaminhamento, meu juntamente com a Vereadora Eleonora, que assinamos então essa sugestão de projeto, Tiago, para que realmente se torne realidade. E ainda assim ficamos muito feliz por que temos o nosso Vice-prefeito que também está se comprometendo para que possa encaminhá-lo no ano que vem como projeto então daí para que se torne lei. Então parabéns, Tiago, pela iniciativa, você tem várias outras iniciativas que nós amos também encaminhá-las o ano que vem através do nosso Vereador Davi e que são ótimas para nossa cidade, mas essa é mais uma maravilhosa e agora então nós vamos então vai estar em votação para que realmente se torne realidade. Parabéns, Tiago, e obrigado então a todos os Vereadores que aqui estão por receber esse projeto, essa sugestão de projeto e que a gente possa nessa noite então aprová-lo. Obrigado.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Vereadora Maria da Glória Menegotto. Então colocamos em votação o requerimento formulado pela Vereadora Maria da Glória Menegotto com subscrição também da Doutora Eleonora, Vereadora. Então colocamos em votação o requerimento nº 288/2020 projeto sugestão projeto sugestão que dispõe sobre a Lei Mateus referente ao programa de prevenção e controle de diabetes nas crianças e nos adolescentes matriculados nos estabelecimentos de ensino da rede pública municipal. Então os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Vereadores presente com a ausência justificada do Vereador Rudmar da Silva, Josué Paese Filho, Fabiano Piccoli, Deivid Argenta e o Sedinei Catafesta; e aprovado por todos os Vereadores presentes. . Mais algum Vereador gostaria de fazer uso da palavra? Um comunicado ao Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Obrigado, Senhor Presidente. Só então nós já iniciamos a umas duas ou três semanas considerando que amanhã é nossa última Sessão Ordinária; eu quero agradecer aos Vereadores que são componentes principalmente da Comissão de Constituição e Justiça, o Vereador Jorge que está aqui e o Vereador Tadeu também que já deram pareceres aí em alguns projetos que nós estarão aptos para que nós possamos fazer a discussão amanhã. Também agradecer ao Vereador Fabiano Piccoli que é meu colega na Comissão de Finanças e Orçamento e eu tratei com ele aqui ele já se comprometeu também a assinar os pareceres aí dos projetos nº 58 e nº 59. E nós ainda temos o nº 55, nº 56 e nº 57 que são as leis orçamentárias que também já estão aptos para ir daí nesse caso para 2ª discussão e para votação amanhã. Com relação então a pauta então é importante dizer que nº 55, nº 56, nº 57, o substitutivo do nº 58 e o nº 59 estarão aptos para serem votados. O nº 58 e nº 59 tiveram audiência pública nesta data, um pouco antes da Sessão, e agora já cumpriram todos os requisitos legais para que possam ser apreciados na Sessão de amanhã. Nós tivemos a informação de entrada de dois novos projetos do Poder Executivo o nº 60 e o nº 61 que o Senhor vai encaminhar para as comissões amanhã, mas lamentamos né que a gente receba projetos um dia antes do término da do ano legislativo e eu não tenho certeza se a gente terá condições de fazer a apreciação adequada desses dois projetos que foram apresentados nessa data. E ainda só para concluir, Senhor Presidente, então os projetos nº 17 e nº 18 do legislativo também só peço que acho que a comissão de obras talvez se verifique se já está com os pareceres para que caso tenhamos condições… Obras também? Tá. Para que a gente possa então fazer e avançar nesta pauta amanhã. Muito obrigado pela compreensão de todos os colegas assim nós poderemos amanhã ter uma Sessão bastante produtiva e resolver esses projetos pendentes seja do Executivo ou do Legislativo.

PRES. FERNANDO SILVESTRIN: Obrigado, Jonas, pelas informações e pelo encaminhamento aí. Está parecendo o líder do governo. Não sei se mais algum Vereador gostaria de fazer uso da palavra? Então nós encaminhamos às comissões de Constituição e Justiça e Obras, Serviços Públicos e Trânsito os Projetos de Lei nº 60/2020 e nº 61/2020. Então a agradecer a presença de todos aí então Obrigado pela atenção e pela paciência. Então agradecer a presença de todos aí, obrigado pela atenção e pela paciência aí. Então nada mais a ser tratado nessa noite, declaro encerrados os trabalhos da presente Sessão Ordinária. Uma boa noite a todos e a todas. Saúde e paz a todos.

 

Fernando Silvestrin

Vereador Presidente

 

 

 

 

Arielson Arsego

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa e Apoio Administrativo.