Pular para o conteúdo
23/04/2021 09:04:14 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3934 – 27/05/2019 – Cidadão Emérito – Itacyr Luiz Feltrin

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sr. Sandro Trevisan

 

Às 18 horas, o Senhor Presidente Vereador Sandro Trevisan assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes Vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Peters Broilo, Fabiano André Piccoli, Janir Leomar Guth, Jonas Tomazini, Jorge Cenci, José Mário Bellaver, Josué Paese Filho, Odair José Sobierai, Raul Herpich, Tadeu Salib dos Santos e Thiago Pintos Brunet.

 

 

PRES. SANDRO TREVISAN: Boa noite a todos. Em nome de DEUS declaro abertos os trabalhos da presente Sessão Solene de outorga do Título de Cidadão Emérito ao Senhor Itacyr Luiz Feltrin. Inicialmente a Câmara Municipal de Vereadores de Farroupilha agradece e saúde as autoridades aqui presentes, entidades de classe, imprensa, Senhores e Senhoras. Convidamos para fazer parte da mesa o Excelentíssimo, está chegando aí. Convidamos os nossos homenageados o Senhor Itacyr Luiz Feltrin e sua esposa Marlene Feltrin, e convidamos também o Fabiano Feltrin. Convido também para que faça  parte da mesa o Excelentíssimo Senhor Claiton Gonçalves, Prefeito Municipal de Farroupilha. Solicito ao Ver. Raul Herpich, 1º Secretário, para que proceda à leitura da Lei Municipal nº 4514/2019 que concede o Título de Cidadão Emérito ao Senhor Itacyr Luiz Feltrin.

1º SEC. RAUL HERPICH: Ok Sr. Presidente, Senhores Vereadores, Senhora Vereadora, Senhor Prefeito Municipal, familiares do nosso homenageado, convidados, Senhoras e Senhores, boa noite. A Lei Municipal nº 4514 de 9 de maio de 2019 que concede Título de Cidadão Emérito de Farroupilha ao Senhor Itacyr Luiz Feltrin. O Prefeito Municipal de Farroupilha/RS faz saber, que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: Art. 1º É concedido o Título de Cidadão Emérito de Farroupilha ao Sr. Itacyr Luiz Feltrin, em conformidade com as disposições da Lei Municipal nº 3.088, de 29 de dezembro de 2005; Art. 2º Serão atendidas por dotações orçamentárias próprias, as despesas porventura resultantes do cumprimento desta Lei; Art. 3º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Farroupilha, 9 de maio de 2019. Claiton Gonçalves, Prefeito Municipal. Isso é o teor da Lei, Senhor Presidente.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Vereador. Informamos os presentes que farão uso da tribuna nesta noite o Vereador Tadeu Salib dos Santos, da bancada do PP, que falará em nome do Poder Legislativo com apartes das bancadas, o nosso homenageado Itacyr Luiz Feltrin e o Prefeito Claiton Gonçalves. Convido para que faça uso da tribuna em nome do Poder Legislativo o Vereador, da bancada do PP, Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, quero cumprimenta-lo primeiramente nessa noite. Cumprimentar o Excelentíssimo Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, e obrigado pela sua presença aqui conosco; cumprimentar a todos os Vereadores, a Vereadora Dra. Eleonora e agradecer ao meu companheiro de partido e atual Presidente dos Progressistas, Ver. Josué Paese Filho, o Kiko, por me oportunizar estar aqui nesta noite. Cumprimentar a todas as autoridades que se fazem presentes, tanto do atual momento em que vivemos como de um passado muito lindo da história de Farroupilha, Ex-Prefeitos, Ex-Secretários e saudar especialmente ao Dr. Itacyr Luiz Feltrin. Em saudar ao Dr. Itacyr eu quero saudar a cada membro da família Feltrin. A nossa família Feltrin. Eu não poderia deixar deste momento de saudar a pequena Lisa, a pequena Lisa que tanta esperança nos traz e tanto faz com que a gente reconheça que a vida é feliz porque ela faz ser mais feliz ainda. Quero dizer aos Senhores que hoje para mim, aqui nesta Tribuna, é uma noite mais do que especial. Nós tivemos aí a Romaria de Caravaggio que foi ontem, um dia abençoado para Farroupilha, mas tanto quanto ontem hoje é um dia abençoado para nós; para voltar no tempo e falar a um homem que fez de um tempo uma história linda de construção, de doação, de simplicidade e algo que o consagrou: não é só pelo seu semblante. Um semblante lindo, mas que nos reporta a dizer assim “a humildade cabe em qualquer lugar”. Até mesmo dentro de uma grande história. Doutor Itacyr, para nós o Vô Ita carinhosamente o chamamos dentro do amor que sentimos por este ser incomparável, é alguém que eu digo a vocês: ele continua nos cativando. Ele continua nos ensinando e nos dando razão para dizer: ontem foi bom, hoje é ótimo e amanhã será melhor porque é DEUS que diz para gente; somente DEUS sabe o que nos reserva para o amanhã. Eu vou falar um pouquinho da história porque nós temos que deixar aqui registrado, nesta Casa, a história para que a Lisa amanhã faça que nem a Amanda hoje, e a Laura. Vocês falam com amor quando falam do Vô Itacyr, mas não é só aquele amor que vocês sentem, mas que vocês compartilham com todas as pessoas que falam o nome do Vô de vocês. Por isso que nós temos que falar hoje da história, um pouquinho da história do Vô Ita para que a Lisa amanhã ela possa ler e dizer: “olha o meu Vô Ita foi homenageado quando era muito pequenininha e Vovô Tadeu falou em mim”. E ela vai dizer isso com um orgulho tão grande porque ela está vivenciando essa história aonde ela está tirando do Vô Ita algo que somente o amor pode construir. O Vô Ita em momentos que ele olha e diz assim “como está grande essa menininha”, com a pureza que a Lisa tem por ser uma criança. O Senhor Itacyr Luiz Feltrin, filho de Abramo Feltrin e Maria Anunciata Feltrin, nasceu em 18 de Maio de 1931, portanto, ele está com 88 anos, porém seu registro de nascimento foi lavrado em 17 de agosto 1931. Formou-se na faculdade de odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a PUC/RS, em 20 de dezembro de 1958, sendo o primeiro dentista formado de Farroupilha; casou-se em 16 de maio de 1959 com a Ex-Vereadora Marlene Rozina Feltrin e dessa união nasceram os filhos: Bianca, Giancarlo e Fabiano. Vocês estavam imaginando que eu não ia falar de vocês ia falar só das netas, mas eu sabia que vocês estavam aqui no meio dessa história linda. Esses meninos aos quais o Dr. Itacyr criou, formou e preparou para vida, dando a eles condições de serem cidadãos do bem. Nos anos de 1960 foi um grande líder político na luta pelas demandas da sociedade, foi fundador da CNEC, que hoje está aqui representada, e logo mais nós teremos também o livro aonde retrata a história da CNEC e o nome do Dr. Itacyr está ali. Ele como fundador juntamente com Antão de Jesus Batista, e aí vem o porquê da gente explorar as ruas e saber o porquê dos nomes de rua; Antão de Jesus Batista e também Thomaz Molina Martins, o nosso querido Thomaz, para que os jovens pudessem trabalhar e estudar à noite por isso que foi criado a CNEC. Na época com a falta de professores acabou lecionando as matérias de biologia, química e física, além de auxiliar na direção do colégio. Falando em colégio, eu tive há pouco alguém me dizendo: “eu tinha que estar aqui”, Heitor Marcelino Arruda; e ele me dizia: “o Dr. Itacyr foi diferença na minha vida é por isso que eu estou aqui”. Obrigado meu professor por reconhecer no mestre aquilo que estamos fazendo hoje também. Em 1967 foi fundador do Conselho Regional de Odontologia que garantiu normas e legislação à profissão, nos anos de 1970 criou a primeira clínica odontológica incentivando o colega Dr. Nestor Feltrin; Doutor Nestor, eu dizia antes, chamado de irmão por toda a comunidade, mas na verdade são primos, são primos, mas todos os têm como irmãos. Criou essa associação dos dentistas no estado para orientar e estruturar novos profissionais com treinamentos e cursos que ministrava de forma voluntária. Ainda nos anos 70, incentivou sua esposa a se formar em Direito iniciado na UCS em Caxias do Sul e terminando na PUC em Porto Alegre, sendo uma das primeiras mulheres a se formar em Direito aqui na nossa cidade. Também atendeu no seminário apostólico por três décadas como voluntário e aqui está o nosso querido Padre Gustavo também representando o seminário apostólico Nossa Senhora de Caravaggio, os nossos pobres servos da Divina Providência. Foi cônsul gaúcho do Grêmio Futebol Porto Alegrense trazendo o primeiro jogo beneficente para a cidade com o objetivo de arrecadar fundos às primeiras entidades assistenciais de Farroupilha. Presidiu todos os clubes da cidade a exemplo do Clube Santa Rita, Clube do Comércio, Círculo Operário e Clube Primeiro de Maio, além da SER Brasil que também atuou como jogador do clube. Em 1981 incentivou sua esposa, Dra. Marlene, a concorrer por uma vaga na Câmara de Vereadores sendo a primeira mulher eleita pelo voto e com mandato pleno no município de Farroupilha, e que deixou aqui nessa Casa uma história muito linda da qual se orgulha e orgulha toda a família Feltrin. Em 1987 iniciou os estudos da cultura do kiwi no município e no estado. Ver. Alberto Maioli me dizia “a primeira muda de kiwi que chegou em Farroupilha pode se falar em algum outro nome, mas o verdadeiro é Itacyr Luiz Feltrin que plantou”. Não é verdade Gian? E o Fabiano é testemunha disso também. A primeira muda de kiwi em Farroupilha, visualizando essa nova cultura, foi o Dr. Itacyr que trouxe; e ele está lembrando deste momento importante para Farroupilha, que tornou-se uma verdadeira festa, a festa Nacional do Kiwi. E devido a isso em 1990, foi o maior índice de notoriedade do município, estando nas principais emissoras de TV e nos horários de maior audiência do país. Como o tempo passa rápido quando a gente faz o que ama. Para fechar, eu não poderia encerrar de outra forma. Eu te amo Vô Ita, nós te amamos Vô Ita, a comunidade de Farroupilha te ama; bem-vindo a mais este que é justo, merecido e que é seu: cidadão emérito de Farroupilha. Muito obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Nesse momento então, obrigado Vereador, nesse momento então eu vou passar a palavra para as bancadas e cada bancada tem um Vereador que irá falar. Nesse momento então passamos a palavra a Vereadora Eleonora Broilo, da bancada do MDB.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite Senhor Presidente, colegas Vereadores, Senhor Prefeito, autoridades, imprensa, nossa homenageado Dr. Itacyr Luiz Feltrin, sua esposa Marlene, seu filho Fabiano, seus outros filhos Giancarlo e Bianca, familiares, amigos; Tetela, Pasqual, Cignachi, Bianchi, Rossi, Renato, Baretta, seu Zeno e as demais pessoas que nos acompanham e que o tempo urge e eu não consigo denominar a todos. Agradeço aos Vereadores da minha bancada pela honra de falar em seus nomes sobre essa pessoa tão querida e tão especial, Dr. Itacyr Luiz Feltrin. Que orgulho para esta Casa do povo homenageá-lo e recebê-lo como cidadão emérito, título que o Senhor merece, e como o Senhor merece. O Senhor que perdeu tão precocemente sua mãe, mas que o amor e a  união de sua família através da tia, mãe de Clarice Feltrin Azevedo, o abraçou, o ninou e o amamentou junto com a filha também recém-nascida. Único filho homem de seis irmãos, contou com a força dessa família e se formou na PUC, em Porto Alegre, 1958; e assim se tornou o primeiro dentista com formação odontológica em Farroupilha que antes contava com o valoroso trabalho dos dentistas práticos. Dr. Itacyr que durante o período de formação em Porto Alegre dividiu um quarto com o amigo Nataly Valentini.  Dr. Itacyr que teve como inspirador político Lidovino Fanton. Dr. Itacyr, um dos fundadores do MDB de Farroupilha, que esteve muito tempo à frente do conselho de sua ordem profissional. Que trouxe o CNEC para cá devido à necessidade dos jovens que queriam estudar e trabalhar. Que deu aulas em áreas exatas e biológicas por falta de professores, mas que sobretudo, Dr. Itacyr, tratava os alunos como amigos. Não há um ex-aluno que não demonstre carinho pelo antigo mestre e diretor. Dr. Itacyr casado com Marlene Rozina Feltrin e pai de Bianca Giancarlo e Fabiano, e que impulsionou a brilhante carreira política de sua esposa e advogada. Que foi dentista voluntário no seminário apostólico Nossa Senhora de Caravaggio, que criou convênios com indústrias, que se sobressaiu no cultivo do kiwi, que foi Presidente de vários clubes. Parabéns ao Partido Progressista por essa indicação maravilhosa. Orgulho, Dr. Itacyr, por esse título que o Senhor merece como profissional, como político, como chefe dessa família querida, mas principalmente e sobretudo pela família que o Senhor, desculpe, pela pessoa que o Senhor é. Obrigado por nos honrar com sua presença nessa noite solene que é sua. Obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Vereadora. Nesse momento convido ao Vereador Raul Herpich que falará em nome da bancada do PDT.

VER. RAUL HERPICH: Ilustríssimo Sr. Presidente Sandro Trevisan, Excelentíssimo Sr. Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, nosso homenageado Itacyr Luiz Feltrin, sua esposa Marlene, seus filhos presentes hoje aqui Giancarlo, Bianca e Fabiano. Aos Secretários, representantes da imprensa, funcionários da casa e público em geral – sejam bem vindos! Quero agradecer ao Vereador Thiago Brunet e ao Vereador Aldir Toffanin por terem me oportunizado nesta noite ser o portador dos mais sinceros votos do PDT, onde homenageamos o Senhor Dr. Itacyr Luiz Feltrin para receber o Título de Cidadão Emérito desta cidade, estendendo esta homenagem a sua família e todos os seus convidados. Dr. Itacyr Luiz Feltrin, a comunidade Farroupilhense reconhece e valoriza todo o teu trabalho e de sua família, que juntos compartilham as alegrias, os desafios e as conquistas do dia-a-dia. Sabemos com toda certeza que você foi um dos grandes líderes políticos nas lutas para fazer uma Farroupilha melhor e mais próspera, a todos nós farroupilhenses. Esta luta onde o Senhor nunca mediu esforços para alcançar os objetivos, e conseguiu repassar estes ideais e valores a seus filhos. Que seguem orgulhosamente seus passos em busca de uma cidade melhor. A relevância deste trabalho é para a comunidade, o motivo desta homenagem que lhe concedemos hoje, como Cidadão Emérito de Farroupilha, e que esta casa lhe oferece carinhosamente, é por tudo que fizeste por nossa cidade. Sentimos orgulho de ter, junto a nossa comunidade, pessoas que nos dão exemplo de fé, trabalho e competência. Por isso, essa singela homenagem como reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo Sr. Itacyr Luiz Feltrin. Nós queremos, em nome da bancada Pedetista, ressaltar a relevância desta justa homenagem; em nome do Partido Democrático Trabalhista, os nossos parabéns a você Itacyr e a sua família. Muito obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Vereador. Nesse momento então passo a palavra ao Vereador Fabiano A. Piccoli que falará em nome da bancada do PT.

VER. FABIANO A. PICCOLI: Obrigado, Senhor Presidente. Boa noite colegas Vereadores, Vereadora Eleonora, saudação ao Prefeito Claiton Gonçalves, aos Ex-Prefeitos Ademir Baretta, Bolívar Pasqual, Wilson Cignachi, Ex-Vereadores presentes, Dr. Maurício Bianchi, Presidente da OAB, aos nossos Secretários Tiago Ilha, Gilberto Amarante e a minha querida amiga e competente Secretária de Educação Elaine Giuliato; Seu Itacyr, Dona Marlene, os filhos, noras, netos, amigos e familiares que estão presentes na nossa Casa Legislativa nessa noite. Seu Itacyr todos nós somos sonhadores e a vida nos proporciona os caminhos para executar as ações necessárias para que os sonhos se tornem realidade, mas nem todos têm a coragem necessária para realizar, para empreender, para conquistar. E o Seu Itacyr sempre teve essa coragem de fazer o diferente, de ir além, e de sonhar com um município cada dia melhor, um município cada dia mais competitivo, um município cada dia mais diferente. Nós precisamos de líderes sonhadores, líderes inovadores, líderes que conduzam Farroupilha para o futuro. E o Seu Itacyr, através da sua vida, nos deu esses exemplos quando lutou para termos o CNEC aqui em Farroupilha, quando lutou para termos para que tivéssemos clubes para que as pessoas pudessem praticar esportes e fazer integração, quando trouxe a cultura do kiwi, quando incentivou a sua esposa a fazer um curso superior, a participar da política, a participar ativamente da vida da sociedade. Então, Seu Itacyr, parabéns, nós agradecemos essa sua liderança e o dia de hoje é um dia muito especial, comemoramos esse título ao Senhor que lutou tanto pela educação e hoje Farroupilha também está muito feliz porque nós conseguimos realizar um sonho que o Senhor teve lá no passado, hoje nós realizamos também; conseguimos trazer um campus da Universidade Federal do Rio Grande do Sul para Farroupilha. É um avanço que lá o Senhor trabalhou para trazer o CNEC e hoje o Executivo Municipal, através da liderança no nosso Prefeito Claiton, e após muitos anos de luta vamos conseguir olhar para o futuro, olhar para os nossos jovens, para Lisa, para o meu filho Benjamin e poder sonhar que ali na frente nós tenhamos um espaço público de qualidade para os nossos filhos poderem estudar. Parabéns ao Senhor, parabéns por todo o trabalho; a comunidade farroupilhense agradece. Muito obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Vereador. Nesse momento passamos a palavra ao Vereador Alberto Maioli que falará em nome da bancada da Rede Sustentabilidade.

VER. ALBERTO MAIOLI: Boa noite, gente querida, me apresento mesmo assim, porque esse é o meu jeito que eu tenho dentro de mim, de prestar esta homenagem ao Senhor Itacyr Feltrin; sempre faço os meus versos com muito carinho e amor, e olhando para você, Feltrin, eu vejo um grande esplendor, sempre foi um grande guerreiro honesto, simples, porém trabalhador; tantas obras já têm feito que seja sempre perene tem seus filhos e teus netos aqui nesta Sessão bem solene, mas tu tem o teu braço direito que é a tua esposa Marlene; Itacyr, quanto tu trabalhou para fazer a nossa cidade e de ver sempre o progresso é a tua própria vontade, mas pode ficar tranquilo que os teus filhos vão dar continuidade; sou obrigado aqui falar e não é um exagero o trabalho que tu prestaste é um exemplo para o mundo inteiro, eu te presto esta homenagem por ser teu amigo puro e verdadeiro. Muito obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Vereador. Nesse momento então passo a palavra ao Vereador Leomar Guth, da bancada do PRB.

VER. LEOMAR GUTH: Boa noite Senhor Presidente, colegas Vereadores, Senhor Prefeito, as demais pessoas aqui presentes hoje. Senhor Itacyr Luiz Feltrin além do empreendedor nato sempre esteve à frente de projetos e entidade que incentivassem outras pessoas; um visionário. Esta homenagem se faz justa e necessária para mostrar o quanto somos gratos ao Senhor Itacyr. Por que não basta ter talento se não tiver uma estrutura familiar, caráter, não vamos muito longe. E nesta família essas qualidades andam juntas. Muito obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Vereador. Neste momento eu convido o nosso Vereador Fabiano A. Piccoli, 2º Vice-Presidente dessa Casa, para que assuma um momentinho só para que eu possa fazer a homenagem, em nome da bancada do PSB.

2º VICE-PRES FABIANO A. PICCOLI: Com a palavra o Vereador Sandro Trevisan que falará em nome da bancada do Partido Socialista Brasileiro.

VER. SANDRO TREVISAN: Obrigado Senhor Presidente. Cumprimentar rapidamente nosso Excelentíssimo Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, Vereadores, Vereadora, cumprimentando os Senhores cumprimento todos que já foram citados e de maneira especial cumprimentar o Senhor Itacyr e a família, os amigos que estão aqui nessa noite de hoje. Não devo esquecer de cumprimentar ao meu querido amigo, Vereador Tadeu Salib dos Santos, que me oportunizou que fossemos juntos entregar o convite para que viesse a essa Casa para receber o Título de Cidadão Emérito. Lá então foi um momento onde sentamos, conversamos, junto estava, Fabiano também apareceu durante a conversa e conversou conosco; a Dona Marlene estava lá também. E enquanto nós conversávamos foi contando da sua experiência na vida política, da vida do Seu Itacyr, toda a questão do colégio. A parte interessante onde que foi ele que trouxe o ensino à noite para que as pessoas pudessem trabalhar durante o dia. Aquele momento e que em particular disse que houve até uma perseguição né no colégio, pois ele era um líder no momento que perceberam que, os ditadores perceberam que ele era um líder comunitário foi perseguido até naquele momento de ditadura.  Então toda essa questão, a sua formação, a formação de sua esposa, o trabalho de sua esposa como Vereadora dessa Casa; então me senti em casa mesmo, pois as pessoas da nossa cidade e pessoas queridas, pessoas que contribuem muito, pois pessoas da nossa cidade, pessoas queridas que contribuíram e muito pelo desenvolvimento de Farroupilha. Eu acho que tudo foi citado e de maneira bem citada; Ver. Tadeu fez um resumo, mas para mim ficou naquele dia que estávamos lá Ver. Tadeu, Seu Itacyr, Dona Marlene, ficou aquela ficou visão, eu realmente conheci o Senhor de uma forma bem pessoal dentro da sua casa, na sua família e foi muito interessante. Eu quero dizer que o Senhor é um vencedor, foi sempre um vencedor, Farroupilha deve muito ao Senhor. Meus parabéns por toda essa trajetória. Queria agradecer ao Ver. Odair Sobierai por permitir que eu fizesse essa homenagem em nome da nossa bancada, o PSB. Meus parabéns. Esse na verdade é um título no mínimo muito justo. Muito obrigado.

2º VICE-PRES. FABIANO A. PICCOLI: Obrigado, Vereador Sandro Trevisan. Convido para retomar o acento e conduzir os trabalhos.

PRES. SANDRO TREVISAN: Convido então nesse momento a Marli Bortolini e sua família que fará sua apresentação. Para que possamos ouvir a sua música. Desculpa, desculpa. O Ver. Tadeu continua ali, por favor, me desculpe; faça suas considerações finais meu querido.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Obrigado, Senhor Presidente. O que eu disse antes justifica agora. O Senhor saiu contagiado ainda com a emoção e falava daquele dia de quê, que gostoso conversar com o Dr. Itacyr, com a Dra. Marlene e no seu aconchego, no seu lar, na sua casa. Eu quero agradecer a cada um, ao nosso Presidente, aos Senhores Vereadores que aqui também trouxeram a sua palavra, a sua homenagem ao Dr. Itacyr. E de uma forma muito especial a cada um dos Senhores e Senhoras que estão aqui conosco o nosso muito obrigado.

PRES. SANDRO TREVISAN: Marli, agora sim sem susto né. Pode fazer sua apresentação. Muito obrigado.

SRA. MARLI BORTOLINI: Boa noite. Quero agradecer imensamente o convite para estar aqui por parte do Fabiano e da bancada. Eu escolhi algumas músicas para fazer aqui para vocês, mas eu quero deixar a minha mensagem. Por isso, essa primeira canção eu escolhi para fazer o meu agradecimento especial, à mãe padroeira da nossa cidade, Nossa Senhora do Caravaggio, agradecê-la pela vida do Seu Itacyr Feltrin. Foi desta forma que eu encontrei nosso jeito de homenageá-lo. (APRESENTAÇÃO MUSICAL). Muito obrigada. Essa que eu vou fazer agora é a pedido, mas é uma canção quando foi pedido, foi porque tem um símbolo, um significado especial para que a gente também se espelhe nos exemplos do Seu Itacyr e a gente também deixe para as pessoas e para o futuro uma mensagem assim, um exemplo de serviço na comunidade (APRESENTAÇÃO MUSICAL). Bom, eu também tenho a minha banda preferida, que é essa que eu quero apresentar para vocês: meu marido, o Claudiomiro, o meu filho, o João Paulo, meu outro filho, o Marcos Paulo, quer dizer: os nossos 2 filhos. Para quem não nos conhecia, Nós temos um nome artístico que nós chamamos de Família, Som e Cor. Está apresentada aqui para vocês. Então agora, nós vamos fazer uma das músicas que a gente gosta de fazer juntos nas nossas horas “família” também.

PRES. SANDRO TREVISAN: Muito obrigado, então, à banda Som e Cor. Quero nesse momento, em nome do Poder Legislativo Municipal, convidar o Prefeito Claiton Gonçalves para que proceda à outorga do Título de Cidadão Emérito ao Senhor Itacyr Luiz Feltrin que também receberá das mãos desse Presidente a medalha com o brasão do município. (ENTREGA DO TÍTULO E DA MEDALHA). Convido, nesse momento, Fabiano Feltrin que fará uso da tribuna representando nosso homenageado da noite Itacyr Luiz Feltrin.

  1. FABIANO FELTRIN: Pai, pai aqui oh. Quer falar? Posso falar por ti? Então tá bom. Boa noite a todos pessoal. Muito obrigado pela presença de cada um de vocês. Eu vou tentar ser o Itacyr aqui tá. Ele não cumprimentaria os filhos, ele está próximo todos os dias com eles é uma energia muito positiva, ele não iria se preocupar com isso; mas ele iria neste momento cumprimentar o Claiton, como Prefeito, iria cumprimentar o Sandro, como o Presidente da Câmara de Vereadores, provavelmente ia nomear cada um de vocês: Léo, Sobierai, o Beto, Piccoli, o Toffanin, o Thiago, o Raul, o Sandro já nominado, provavelmente ele ti cumprimentaria Mãe viu, fica tranquila, Josué Paese Filho, Tadeu, Arielson, José Mário Bellaver, Dra. Eleonora, o Jorge Cenci e o Jonas. Ele estaria olhando perguntando o seguinte: “porque tanto Feltrin aqui? A primeira coisa que ele perguntou. E com certeza ele iria e está pensando como ele é grato à Tia Iracema e à Tia Clarice, que representam nomeados, eles representam toda a família Feltrin aqui. A Clarice para vocês saberem, quando o Pai nasceu, a mãe dele faleceu e a Clarice dividiu então o seio da sua Mãe para o Pai. Isso realmente é muito bonito. Os Feltrins têm isso; eles não compram um saco de Bergamota sem pedir um pelo outro. Sem saber o quê que os outros acham. Então o Santa Rita é algo muito valoroso para nós; nós temos muito orgulho daquela região e vocês entendem, cada um dos Feltrins aqui e familiares, o que eu estou falando. Eu, permita-me cumprimentar a Secretária Elaine que foi vizinha do Pai e da Mãe muito tempo; pessoa muito querida por nós além de ser uma autoridade local. O Padre Gustavo, 30 anos de caminhada lá, mas o pai sempre dizia “não foi tão voluntário assim”, porque tinha uma janta depois, daquelas, no capricho; era isso né Gustavo. E o Nestor sempre acompanhou isso. E o Moacir Sacchett, que a mãe dele é Feltrin também, vem de Caxias do Sul, o Wilson Cignachi que tinha que estar em Florianópolis e ele deixou de estar nos seus compromissos para nos acompanhar; Ex-Prefeitos como o Ex-Prefeito Pasqual, Ex-Prefeito Baretta. O Zeno Pessin fundador do Partido junto com o Pai em um momento de grande militância por várias causas e isso me faz lembrar como eles eram bons, porque eles deixavam a gurizada fazer parte das reuniões aí. Passei uma época assistindo isso e em uma ocasião presenciei uma eleição do Cignachi que ele ganhou, mas perdeu; é porque a soma das legendas naquela legislação não o permitia assumir. Assisti tudo quando criança. O Pai gostava muito de política, pessoal, podem ter certeza disso. Em 76 era para ser candidato e apelidaram-no de ‘Mussum’, quando era para hora né Sergio ele vazava. E aí em 81 ele não teve como cair fora botou a Mãe; superesperto né. Por isso que ele mandou ela se formar e tal, isso já estava planejado há muito tempo. 60 anos de casados, o chinelo lá de casa dele é 0 km pessoal, ele nunca parou em casa. Ele sabia como fazer as suas reuniões à noite, lecionava. Muito bacana isso. E aqui também me sinto muito honrado com a presença do Marcos Preto, representando o CESF/CNEC; estive lá a semana passada fazendo uma palestra e me emocionei bastante por saber todo o legado que o Pai está deixando para a cidade. E também não posso deixar de citar as suas irmãs: a Zilá, Alzira que são as mais velhas, depois nasceu ele faleceu a mãe o Vô casou de novo e veio a Rita, Adiles, a Marlene; e a tia Adiles junto com o Bagatino grandes confidentes do Pai né. As jantas eram lá né tia e ele era muito grato; alias o que vocês jantavam não é nem permitido falar né tia. E hoje já é meio proibido né, então deixamos assim e podemos tirar do protocolo aqui. E aí o tio Alcides, o Rui e o Nestor uma história que todo mundo acha que são irmãos, eles de fato são irmãos de alma, mas na verdade são primos e acho que poucas pessoas sabiam disso que o Nestor não é irmão do Pai. Mas somos muito mais do que família, também a gente troca muitas informações daquilo que a gente vai fazer. Parece que é uma benção assim né que faz um para o outro e isso é muito bom, porque a gente sente confortável com isso. Com certeza ele citaria as netas: a neta mais velha que chegou primeiro, a Laura que é minha filha, Amanda 2 meses depois que é filha do Giancarlo e agora a Lisa; aliás, a Lisa é a grande emoção do Pai né porque eles aprontam cada uma que vocês não têm noção. Hoje eu perguntei para ela para dizer alguma coisa aqui para vocês “Lisa o que tu mais gosta no Vô?” “Quando eu vou atrás que eu vou dar um susto nele, ele me dá um susto primeiro”. Então ele também apronta né. Tem pessoas que fazem muita diferença para o Pai que é quando o Guto Pessin pega ele e vai dar uma volta lá no Santa Rita, eles fazem isso toda semana; e aí o Pai lembra tudo que acontece no Santa Rita. A família Damin aqui representado pela Mari, a parentada é muito grande. Então pessoal muito obrigado por estarem aqui; o seu Dino Dorigon morava na frente do Pai ou o Pai na frente do seu Dorigon. E aí me perguntaram, hoje à tarde: em que ano o pai fundou as nossas primeiras empresas? Eu fiquei pensando e digo a vocês o seguinte: eu acho que o Nestor tem mais capacidade de te dizer isso e responder isso porque o Pai não queria, o Pai queria que nós fossemos dentistas. Então nós fundamos a primeira empresa, o Giancarlo fundou em Porto Alegre escondido; para vocês saberem a história o meu pai escutou na rádio que o filho estava no colégio chamado IPA né Gian e aí ele foi para reunião de pais e mestres. Chegando lá foi recebido, a primeira coisa que eles olhavam naquela época era se as mensalidades estavam em dia. “Ah o Senhor é o Dr. Itacyr?” “Ah que bom, está tudo em dia só que o seu filho nunca apareceu aqui não”. Eu já tive que falar a verdade ele tinha uma de carro na Assis Brasil. E aí ele disse “então pelo menos bota o negócio em Farroupilha” e aí que entra o Sergio Rossi, que vendeu os materiais de construção tudo a fiado porque disse “para vocês eu não venderia nada, mas para o Pai de vocês eu tenho certeza que vai me pagar né”. Então sim o Pai é responsável por tudo, por tudo que acontece hoje no grupo Feltrin; são 12 empresas, 300 pessoas envolvidas entre diretas e indiretas. Sim, ele é responsável por tudo, por todos nós e ainda fez muito por Farroupilha. Muito obrigado que Deus abençoe a todos.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Fabiano. Convido para que faça o uso da Tribuna, em nome do Poder Executivo Municipal, o nosso Prefeito Claiton Gonçalves.

PREFEITO CLAITON GONÇALVES: Senhoras e Senhores boa noite. Uma alegria estar aqui neste momento representando o Executivo de Farroupilha nesta homenagem sincera e importante para Farroupilha que é a de Cidadão Emérito de Farroupilha; Lei criada em 29 de dezembro de 2005, Lei de nº 3088 e referendada pela Lei nº 4514 de 9 de maio deste ano assinada por este que vos fala. No momento em que estamos saudando de forma efusiva o município de Farroupilha, o Senhor Itacyr Luiz Feltrin. Dr. Itacyr. De serviços prestados à comunidade. Esposo da professora Marlene, Pai da Bianca, do Giancarlo e do Fabiano. Avô, sogro, Pai, família Feltrin, Grupo Feltrin, história Feltrin. História inserida na comunidade de Farroupilha, bonita história de muitos amigos, de muitas relações, de efetivas realizações. Esse é o Itacyr Luiz Feltrin, 88 anos, duas vezes 8, duas vezes o infinito, duas vezes o perfeito, duas vezes o para sempre. Tempo certo da homenagem alcançou o infinito, passou para a história. Que bom tê-lo aqui nesta noite para que possa receber a honraria de Cidadão Emérito de Farroupilha. Quero saudar em nome do professor Sandro, Presidente do nosso Legislativo, a todos os Vereadores que compõem o parlamento nesse momento, a comunidade em geral, os Ex-Prefeitos o Wilson, o Ademir e o Pasqual. Prefeitos que conduziram a cidade durante os seus mandatos de forma brilhante que alcançaram também com seu trabalho grandeza nesta cidade. Quero saudar os Ex-Vereadores e fazer isso também aos Vereadores atuais dizendo: seu Itacyr, que o teu grande legado como político foi: construtor da boa política. Fundador do nosso MDB, mas construtor da política e a galeria desta Casa, do Parlamento Municipal, está lotado de figuras que passaram muito pelos teus conselhos, muito pelas suas ideias, aliás, um homem de grandes ideias. Quando as coisas estavam em paz, o Senhor buscava a guerra, a guerra da mudança, isso é importante. Um determinado dia, o Senhor achou Sr. Itacyr, que a Dra. Marlene estava acomodada em casa, só mãe, dona de casa e precisava ir adiante; instou com ela para que ela fosse de novo estudar, e foi para a UCS e foi para PUC virou a Doutora Marlene, operadora do Direito, Vereadora da cidade. Construtora junto contigo desses grandes projetos que fizeram com que nós tivéssemos mudanças constantes na política local. Mas eu não queria me atentar só ao teu mundo político, eu queria, no dia de hoje, como cidadão Emérito de Farroupilha, sonhar um pouco contigo. Vamos olhar para o passado e eu imagino que tu começaste como dentista no tempo, no mínimo, tu conheceste a broca a pedal, não sei se usaste, mas conheceste.  Aquela broca que quanto mais pedala mais afunda no dente, quanto menos pedala mais tranca no dente, aquela que assusta a gente, mas que é importante, foi importante. Faz parte da história. Ela é da indústria 1.0, estamos na 4.0 a caminho da 5.0; tu é um homem de visão quando a uva que por aqui sobrava não inspirava mais ninguém porque vamos lá, tu e eu, o vinho que se fazia era de péssima qualidade e chupar uvas, todas elas, não tinha quem fizesse. Suco de uva não tinha aparecido ainda então veio o kiwi. É veio o kiwi. Veio o kiwi lá em 1987 e a projeção de Farroupilha no cenário nacional. O kiwi, uma fruta exótica, peluda, alguns apreciando outros nem tanto, mas ela virou festa e girou e movimentou por 30 anos a economia deste município.  Fez com que esse município se tornasse conhecido no agronegócio e que atraísse pessoas para indústria, para o comércio, para os serviços, para grandeza, para o desenvolvimento. Dr. Itacyr, foi no kiwi que nós nos fizemos Farroupilha tu estás inserido nisso lá no início, no conceito; no conceito da fruta. A fruta transformada em caminho de desenvolvimento. Fazendo o momento político da cidade, o desenvolvimento da cidade, e eu quero te dar uma notícia importante: nós aperfeiçoamos isso. No ano passado nós mandamos cinco meninos para a Itália reaprender kiwi; polinização, poda, forma de plantio. Fazer de novo aquilo que tu começaste. Um caminho porque as pessoas estavam esquecendo o kiwi. Alguns produtores estavam podando o kiwi. E nos achamos que ele é importante, que ele tem uma relação intrínseca com a história da nossa cidade e esses meninos trouxeram uma mensagem: estamos atrasados, precisamos remoçar. E um deles, um desses produtores, em meio hectare, 5.000 m2, o seu pomar ele extraia 700 kg/safra; na última safra, já com as novas técnicas, ele extraiu 10.000 kg, 10.000 kg onde tirava 700 kg. Daquilo que você trouxe. A renovação, a continuidade, o 88, o infinito alcançando a plenitude. Muito bom; Cidadão Emérito de Farroupilha, grandeza, alegria. Neste momento em que chega a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e ela chega amparada pelo instituto Zênite, mas chega amparada também pela PUC e pela Unisinos, ela vem pregar a mensagem da indústria 4.0, reafirmando esta, e conduzido para 5.0 em consonância com a cadeia produtiva local. Mas tem mais. Na tua inspiração ajudaste a criar a Campanha Nacional das Escolas da Comunidade em Farroupilha e eu quero saudar aqui o Marcos Pretto com quem temos junto a direção nacional uma conversa aprofundada para avançarmos também com o CNEC nessa cidade. Então a tua estada aqui é de inspiração, de construção, é de empreendedor nato, de quem fez. É de homem de vanguarda. É de quem veio antes, de quem fez acontecer. A estada dos líderes sonhadores, só estes fazem diferença e tu fostes um destes. Tu fostes um líder sonhador, voluntário como no trabalho lá no seminário; voluntário, mas sonhador na construção. Parabéns, Farroupilha precisava muito de ti e tu veio e fez a diferença. Parabéns pela tua história, pela história da tua família, pela estada na nossa cidade, tão vigorosa, tão profunda, com tanta diferença. Por isso mais do que muitos de nós, tu merece o título de Cidadão Emérito de Farroupilha. Parabéns, Doutor. Itacyr Luiz Feltrin e toda a sua família.

PRES. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Prefeito Claiton Gonçalves. Gostaria agora com uma explicação bem rápida.  O Ver. Tadeu com a conversa que tivemos ele falou da importância que tivesse o Prefeito na noite de hoje aqui e o Prefeito Claiton me passou isso dizendo que gostaria muito de estar presente nessa noite, para poder cumprimentar pessoalmente Itacyr Feltrin então em função disso e de um compromisso que o Claiton tinha isso foi adiado; então desculpa pelo atraso, mas eu acho que como nesse momento nós temos aqui uma pessoa extremamente importante na sociedade eu achei importante a gente adiar um pouquinho nesse sentido com a concordância de várias pessoas. Saberia que o Senhor não estaria aqui esperando, nem a Senhora né, que saberiam desse horário então peço desculpa nesse sentido; a própria Secretária Elaine disse que gostaria muito de estar presente, teria um compromisso, estaria aqui. Então nos desculpem o atraso, mas foi para um bem maior. Tudo bem. Eu quero, em nome do Poder Legislativo, agradecer ao Prefeito Claiton Gonçalves, ao nosso homenageado Itacyr Luiz Feltrin, a sua esposa Marlene Feltrin, sua família, filhos Bianca, Gian e Fabiano, netos; agradecer aos nossos Vereadores, às entidades de classes, às autoridades municipais, Senhores e Senhoras presentes. E dizer que o nosso, e dizer ao nosso homenageado que esta Casa muito se orgulha em homenageá-lo. Um reconhecimento aos serviços prestados para a nossa comunidade. Muito obrigado pela sua presença. Agradecendo a todos declaro encerrado, em nome de DEUS, os trabalhos da presente Sessão Solene. Uma boa noite a todos.

 

 

 

 

Sandro Trevisan

Vereador Presidente

 

 

 

 

 

 

 

Raul Herpich

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.