Pular para o conteúdo
03/07/2022 05:38:03 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3763 – 03/07/2017 – Solene 90 anos do Colégio Estadual Farroupilha

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sr. Fabiano André Piccoli

 

Às 19:00 horas, o Senhor Presidente Vereador, Fabiano André Piccoli assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Jonas Tomazini, Jorge Cenci José Mario Bellaver, Odair Sobierai, Raul Herpich, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Tiago Ilha, Thiago Brunet.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Invocando o nome de DEUS declaro abertos os trabalhos da presente sessão solene Comemorativo aos 90 anos de fundação do Colégio Estadual Farroupilha. Inicialmente pedimos desculpas pelo nosso atraso, estávamos no aguardo dos alunos, mas vamos começar a Sessão e os alunos quando chegarem eles participam da Sessão Solene. Inicialmente a Câmara de Vereadores de Farroupilha agradece a presença de todos e todas, e saúda as autoridades aqui presentes, saudação especial ao Prefeito Claiton Gonçalves, aos Secretários presentes, ex Secretários de Educação, professores e professoras, alunos, direção, imprensa, Senhoras e Senhores. Convidamos para que façam parte da Mesa o Excelentíssimo Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves e a Diretora do Estadual Farroupilha Elezita Ferrari. Informo a todos os presentes que farão uso da Tribuna nessa noite o Vereador Sandro Trevisan representando a bancada do PSB, que é a proponente desta justa homenagem e após o Vereador Sandro, um Vereador por bancada, em um tempo de 5 minutos, a nossa Diretora Elezita Ferrari e o Prefeito Municipal Claiton Gonçalves. Para iniciarmos essa noite Solene, convido o Vereador Sandro Trevisan, para que faça uso da palavra em um tempo de 15 minutos.

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite Senhor Presidente Fabiano André Piccoli, Senhor Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, Secretários Municipais, Diretora Elezita, as vices, ex professores, ex diretores, queria aqui então não deixar gente para trás na hora de cumprimentar, mas preciso cumprimentar o meu ex Diretor, o Senhor Luis Troes que foi Diretor do Estadual de noite, quando eu comecei a estudar lá, então não gosto de ficar citando pessoas porque a gente sempre esquece pessoas, mas me vejo obrigado a cumprimentá-lo, cumprimentar os Senhores Vereadores que estão aqui presentes nessa noite, os meus colegas, bom, toda comunidade, enfim funcionários da Casa. Bom, gente olha só, hoje à noite então é de homenagem ao Colégio Estadual Farroupilha. Cumprimentar também a Márcia que foi uma das pessoas que chegou até a Câmara de Vereadores então preciso falar disso, chegou aqui pedindo essa homenagem ao colégio. Bom, eu queria dizer que é muito importante para mim nessa noite e é extremamente prazeroso estar aqui falando a respeito do Colégio Estadual Farroupilha, que foi o colégio onde comecei a estudar durante a noite, saindo de lá do interior, nos unimos para poder vir até o colégio durante a noite que era algo difícil que acontecesse para famílias que vinham do interior, muito difícil. Foi muito complicado conseguir juntar um grupo de pessoas, de adolescentes na época, juntar esse grupo de pessoas, conseguir um transporte, pedir apoio na época para a Prefeitura, porque os recursos eram bem poucos e juntar essa turma de jovens e vir para o centro naquela época para estudar, era uma coisa bem fora do comum e nós conseguimos. Então minha história com o Estadual Farroupilha começou naquela época, 1990 e algumas coisas, 92, 93. Bom, depois disso então, passado um tempo, não sei se isso é para todo mundo, ou se é para quem é professor, mas a gente sai do colégio, mas sente uma falta muito grande do colégio, acredito eu que os professores pensam assim dessa maneira, caso contrário não seriam professores. Eles saem do colégio, saem do antigo segundo grau que a gente tinha antigamente, sai agora do ensino médio e querem voltar para o colégio, não entendo outra possibilidade e é o que eu quis fazer, eu quis sair do colégio, mas eu quis voltar depois. E aí quando foi em 2009, voltei para o Estadual Farroupilha para dar aula, para trabalhar em sala de aula, com apenas dois períodos, que logo começaram a aparecer mais ofertas de aula. Nesse meu retorno comecei a reencontrar alguns professores que tive a honra de estar na sala de aula com a professora Márcia, não porque ela é mais velha do que eu, mas sim porque ela começou a dar aula muito cedo, e na verdade encontrar alguns outros professores que foram meus professores e estavam agora nesse momento como meus colegas. Eu gostaria de dizer que esse período do Estadual Farroupilha foi extremamente importante para mim, como professor, por conhecer pessoas, na verdade essa trajetória que fiz hoje estou aqui como Vereador dessa cidade, se dá em função sim por causa dos colégios, foram nos colégios que eu conheci pessoas, foram nos colégios que eu conheci muita gente, que eu fiz muitos amigos. Fiz um grupo de professores que hoje se encontram ali que com certeza se eu não estivesse aqui, estaria junto com eles sentados aí. Enquanto a gente fica sentado, sempre tem algum assunto, sala de professor né? Sempre tem algum assunto. E o Colégio Estadual Farroupilha é um local onde os professores se reúnem na hora do intervalo e aquele intervalo é muito bom, é muito divertido, é muito interessante. Falando do Estadual Farroupilha então, eu poderia ficar falando a noite inteira porque eu considero ele minha casa, o próprio Lino quando eu cheguei lá estava dentro do colégio, dava aula, eu não tive aula com o Lino, mas eu estava dentro do colégio. Então eu gostaria de dizer o seguinte para vocês, homenagear o Colégio Estadual Farroupilha para mim é algo extremamente importante, porque é um colégio que hoje ele está fazendo 90 anos de história. Esses 90 anos, imaginem vocês a quantidade de alunos, de professores, de diretores que passaram por esse colégio. 90 anos sem considerar a junção de outros dois colégios que tinha no Nova Vicenza, esses dois colégios pertenciam a Caxias do Sul e daí depois da fusão de desses dois colégios é que foi criado o Colégio Estadual Farroupilha então na verdade ele vem de mais de 100 anos, ele possui registros, a gente tem de 90 anos, contudo ele existe, acredito eu, segundo informações que nos deram, a mais de um século. Se a gente pensar que esses colégios em algum momento tiveram lá dentro mais de 1000 alunos e se a gente multiplicar isso por 90 e tirar um pouco fora, não exagerar, colocar 500 são 45, 50.000 pessoas que passaram pelo Colégio Estadual Farroupilha, isso pessoal mais um pouco, sem contar aquelas pessoas que entram no colégio, saem, fazem transferência então a quantidade aumenta e se levarmos em consideração o número de pessoas que passaram lá de alunos, que lá dentro do Colégio Estadual estudaram e dos professores que lá dentro estudaram ele deve ter servido uma quantidade de pessoas muito próximo ao número de habitantes que tem em Farroupilha hoje. Então como não homenagear um Colégio desses e pergunto como não homenagear? É nesse sentido que eu venho falar a respeito do colégio, eu queria dizer a vocês meus colegas, que estão dentro do Estadual, trabalhando a direção do colégio, que vocês são pessoas extremamente importantes, que o Colégio Estadual existe, existiu e continuará existindo por causa de pessoas como vocês, pessoas como vocês professores, meus colegas, meus ex colegas, que ma verdade estão lá trabalhando dando duro, porque é muito bonito falar e eu vejo muitas vezes alguém falando assim “as férias do professor” agora a sala de aula é mais complicado né? Então sem vocês colegas, o Colégio Estadual não existiria. Então dou os parabéns a vocês e sei o quanto difícil que é e sei o trabalho que vocês fazem dentro daquele colégio. É extremamente importante, muito bonito mesmo. Outra coisa que eu gostaria de falar a respeito da educação é de que infelizmente e infelizmente mesmo, eu vejo que a educação não tem o valor que mereceria ter, eu sempre falo a respeito disso porque eu não entendo como que as coisas podem mudar, e de repente até os Vereadores que aqui estão, vão dizer “poxa, lá vem ele de novo com esse assunto chato, que vive falando. ” Eu não entendo como que o nosso sistema, como que a nossa sociedade pode mudar sem que exista uma verdadeira valorização da educação, eu não entendo como isso pode acontecer, não consigo ver no Brasil uma melhora significativa se aqui no Brasil não for mais valorizada a nossa educação. Retorno de novo a dizer, então imaginem a importância nesse dia de estar homenageando um colégio como o Estadual Farroupilha. Eu queria então falar dessa contribuição também que fez o Colégio para mim, no sentido como pessoa, por que ali dentro eu encontrei amigos e eu como professor no tempo que estive lá dentro eu consegui na verdade aprender muito com esse Colégio, com as pessoas que estavam lá dentro, porque ali dentro desse colégio encontra-se pessoas que no mesmo tempo que tem inteligência, eles são capazes de ser amigos e companheiros, uma grande quantidade de amigos eu fiz ali dentro e que me ensinaram muito. Que me ensinaram a ser flexível, que me ensinaram a brincar em determinada situação, que me ensinaram a cobrar em outra situação, alguns professores diziam “tu tens que cobrar mais, tem que olhar mais, tu tens que ter essa relação com o aluno, tu não pode ser tão brabo, tu não pode brincar tanto” ali dentro eu aprendi demais com esse meus colegas. Parece que eu estou falando um pouco demais de toda uma história assim que tive, ou que tem os professores e menos do colégio, eu não acredito, porque esse é o Estadual, esse é o Estadual Farroupilha. E a gente sabe que lá dentro daquele colégio tem um grupo de pessoas, acima de tudo. E os alunos, os alunos que lá se encontram, eu vejo alguns colégios que são particulares e que os pais levam os alunos até o colégio, tem toda uma estrutura, toda uma infraestrutura atrás dos alunos, o próprio colégio e a gente sabe que ali no Colégio Estadual Farroupilha tem gente que estuda de noite, que batalha, que trabalha de dia, ou que trabalha de dia e estuda de noite, os terceiros anos vivem mudando de turno dentro do Estadual Farroupilha porquê? Porque eles acharam serviço, eles estão começando a ter 16, 17, 18 anos, acham serviço, saem do turno da amanhã e vai para o turno da noite, para que? Para estudar de noite, porque são pessoas que trabalham, que batalham, que correm o dia inteiro. Então sem me alongar muito Senhor Presidente, eu gostaria assim de novo de dizer que eu fico extremamente feliz em ser a pessoa que está aqui nesse momento homenageando o Colégio Estadual Farroupilha. É muito emocionante mesmo saber que essas pessoas que estão aqui inúmeras delas são meus colegas. Então queria parabenizar de novo a todos vocês que compareceram nessa noite aqui e dizer assim, que o Colégio Estadual Farroupilha, ELE não para por aqui, ele continua na luta dele, na luta incansável dele, na luta incansável das direções, na luta incansável dos professores, que durante todo esse tempo formaram pessoas e continuarão sim formando pessoas, pois conheço quem está dentro do Estadual Farroupilha. Muito obrigado por essa oportunidade, meus parabéns ao Colégio Estadual Farroupilha, meus parabéns aos professores, alunos, direção, a todos vocês. Muito obrigado, é isso Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Sandro Trevisan, passamos agora a homenagem que as bancadas farão ao Colégio Estadual Farroupilha nos seus 90 anos. Convidamos a Vereadora Eleonora Peters Broilo que falará em nome da bancada do PMDB.

VER. ELEONORA BROILO: Senhor Presidente, colegas Vereadores, Prefeito Claiton Gonçalves, Diretora Elezita Ferrari, todo o corpo docente do Colégio Estadual Farroupilha, nossa ex Secretária Estrelita Cignachi, Secretários Municipais presentes, todos os estudantes que se encontram nessa Casa, todos os nossos assessores, nossos professores, professoras, nossos ex professores que nos abrilhantam com a sua presença, Senhoras e Senhores presentes. Em primeiro eu quero agradecer a minha bancada pela oportunidade de representá-la nessa Sessão Solene dos 90 anos do Colégio Estadual Farroupilha. Vereador Arielson, Vereador José Mário, Vereador Jorge Cenci e Jonas Tomazini. Um breve histórico: fundado em julho de 1927, o Colégio Estadual Farroupilha é uma das nossas mais antigas escolas e um dos patrimônios da nossa cidade. Originou-se da união de duas escolas localizadas, nas imediações da estação ferroviária, que funciona desde fevereiro de 1916, no então Distrito de Caxias do Sul, Nova Vicenza, que depois receberia o nome de Farroupilha por ocasião da sua emancipação. Em 1938 passou a funcionar no prédio que ocupa até hoje, construído pelo Governo Estadual, passando a chamar-se Grupo Escolar Farroupilha. No início dos anos 60 passou a funcionar também nesse prédio a Escola Normal Ângelo Antonello, que se destinava à formação de professores primários, que era tão necessário nessa época, quanto é necessário ter hoje. Em 1971 iniciou o funcionamento do Ginásio Estadual Farroupilha, em 1978 com a unificação dos cursos, recebeu o nome de Colégio Estadual Farroupilha, em 1990 houve a inclusão do Segundo Grau. Esse breve histórico Senhores, introduz o orgulho que sinto de ter sido uma das alunas dessa escola. Iniciei no jardim de infância em 1959, com apenas 3 anos, cursei até o 4º ano primário e só saí dessa escola porque a minha família foi transferida à Porto Alegre. Uma das minhas professoras, a minha professora do primeiro ano primário, minha grande mestra, que eu guardo com muito carinho até hoje, faleceu esse ano, a professora Dejanira Mangoni Busetti. Assim como a professora Dejanira, outras grandes educadoras e alfabetizadoras passaram por essa escola. Vale a pena nós lembrarmos da professora Eulália Zamboni, aqueles que tem a minha idade, ou próxima dela devem se lembrar da grande educadora que foi a professora Eulália Zamboni. Professora Olga Brentano, eu não poderia esquecer a minha mãe, Lena Venzon Peters, muitos dos Senhores foram alunos dela, tantas outras igualmente importantes, que por falta de tempo eu não vou poder citar o nome de todas, então eu me desculpo por isso, mas todos até hoje estão incluídos estão incluídos na qualidade de mestres e mestras, que com muito orgulho formaram e formam até hoje pessoas de bem, pessoas de caráter, pessoas de sucesso profissional, a todos esses mestres e mestras desde 1927, até os dias de hoje com muito orgulho por ter feito parte dessa escola, eu parabenizo os 90 anos de sua inauguração. E eu tenho absoluta certeza que a minha mãe, uma das primeiras diretoras da Escola Normal Ângelo Antonello, lá de cima onde ela está, com muito orgulho, aplaude também. Era isso, muito obrigada.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereadora Eleonora Broilo, passamos a palavra então ao Vereador Tadeu Salib dos Santos que falará em nome da bancada do PP.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadora Eleonora, Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal Dr. Claiton, quero saudar também a todos os Secretários Municipais presentes nesta noite festiva, quero saudar a Senhora Elezita Ferrari e saudando a Senhora, quero saudar a todos que integraram as direções do passado e fazem parte da direção presente do nosso Estadual Farroupilha. Quero saudar a cada professor que está aqui, a nossa ex-Secretária Estrelita Cignachi, também a todos de uma forma muito carinhosa, com muita gratidão. Quero saudar a cada aluno que está aqui, que está começando a sua caminhada, terá no seu currículo tenho a certeza absoluta, o nome do Estadual Farroupilha, num futuro que chegará muito ligeiro, e eu tenho certeza absoluta que o curriculum de vocês, levará a história de 90 anos de pessoas que ajudaram a construir Farroupilha. Quero saudar aos membros da Casa, todos os funcionários. Dizer que 1980, eu descobri uma casa de sonhos, chamada, Grupo Escolar Farroupilha, Colégio Estadual Farroupilha. Rostos que me são presentes, que não precisaria mexer na minha memória, para dizer que hoje é um dia de gratidão para mim, não somente para mim, mas para minha esposa, que nosso sonho de consumo era, como trabalhador que tinha no final do mês o seu salário contado para aquilo que era mais necessário, dentre as coisas necessárias estava como prioridade a formação das nossas filhas, Ariane Laura, Aline Thaís e posteriormente Amanda Thaiane, todas passaram pelo Farroupilha, todas estão hoje formadas, também quero dizer aqui pela UCS, a nossa Universidade Regional que nós temos, quero lembrar o nome aqui, me perdoem os Senhores, por citar apenas este nome, dentre tantos nomes que aqui fazem parte da minha gratidão, do meu sonho de consumo realizado, graças a vocês. Eu lembro da profe Isa Farinon que está hoje morando no Rio de Janeiro, recentemente encontrei ela, ainda na Rua da República, onde foi a sua residência por muito tempo e com muito carinho, aquilo para mim foi um verdadeiro presente, quando ela me disse, “como é que está a Ariane, como é que está a Aline, como é que está a Amanda? ” Com isso eu quero dizer a todos os professores que estão aqui, que para mim, são os verdadeiros Mestres, que a família de vocês, no tempo que vocês não estavam com eles, vocês estavam participando de uma outra família, que vocês permanecerão eternamente, tenho certeza absoluta, como permanecerão eternamente na minha família. Vocês fazem parte do sucesso do meu papel de pai, do papel de mãe da minha esposa Arlene, naquele sonho que está realizado graças a vocês, continuem fazendo aquilo que vocês fazem como ninguém, continuem realizando o sonho de pessoas e justifico isso dizendo a vocês, não tive o curso universitário, mas como cidadão tenho orgulho de dizer que as minhas  filhas iniciaram a vida delas em termo da teoria no nosso querido Colégio Farroupilha e isso vai permanecer no curriculum delas na minha memória e na minha relação de gratidão a tudo que DEUS me deu de melhor, entre o que DEUS me deu de melhor está a presença de vocês na minha caminhada. Obrigado pelo presente da vida, obrigado a DEUS e obrigado a vocês pela existência de vocês. Parabéns que esses 90 sejam eternos na memória de cada um, que tenham consciência, que o maior patrimônio que alguém deixa para os filhos é a educação, e vocês merecem esse mérito, assim como nós de pais. Muito obrigado e parabéns, obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tadeu Salib dos Santos. Passamos agora a palavra ao Vereador Raul Herpich, que falará em nome da bancada do PDT.

VER. RAUL HERPICH: Senhor Presidente Fabiano Piccoli, Senhor Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, senhora Diretora Elezita Ferrari, cumprimentar os Secretários Municipais e demais presentes. Mas em especial gostaria de fazer uma referencias especiais em nome da professora, Leonilda Pessin, eu gostaria de cumprimentar todos os professores, e ex-professores, professoras e professores aqui presentes. Em nome do professor Luiz Atílio Troes, cumprimentar todos os professores e ex-professores, cumprimentar o Presidente do meu partido, Dr. Lino Ambrósio Troes, agradecer aos Vereadores da minha bancada. Aldir Toffanin e Thiago Brunet que me proporcionaram falar essa noite tão especial, em homenagem aos 90 anos do Colégio Estadual Farroupilha. É um tanto difícil de falar de alguém de 90 anos, de uma história que nós chegamos bem depois, mas ficou esse legado ao município de Farroupilha, desde 1927, quando foi através de um Decreto do Governo Estadual criado o Grupo Escolar, onde as escolas funcionavam na Nova Vicenza velha e outro na sede, começou lá com 84 alunos e seu diretor era pessoa que eu conheci com muita satisfação, foi o saudoso, Antão Jesus Batista, essa escola que hoje tem 800 alunos em suas salas de aula. Lembro do meu professor, eu não vejo aqui hoje, mas o meu professor Ademir Bartelle, na época, da matemática moderna, aonde nós podemos admitir que de 1 ao infinito era uma coisa, do 01 ao infinito era outra coisa, foi muito difícil esta época de entender isso, porque a gente sabia que 1+2 a gente sabia só para frente, daqui a pouco mudou do zero, do menos um até o infinito menos, infinito mais. Então foi uma lembrança que eu trago dessa escola, onde eu estudei também, tive a oportunidade de frequentar por três anos e essa matéria realmente me deixou, até hoje eu me lembro disso, como que isso poderia ser, hoje é (inaudível). Então, falar de alguém de 90 anos como eu disse inicialmente é difícil, porque é uma história de tantas pessoas que participaram desse evento, professores, muitos que já se passaram, mas que já deixaram esse legado para a comunidade de Farroupilha, para a sociedade, educando nossos filhos, nossos netos, de muitos que iniciaram essa caminhada com o Colégio Estadual Farroupilha. Então é um orgulho muito grande para Farroupilha, para a Comunidade de Farroupilha, ter uma escola, ter tantos anos de funcionamento, ter tantas pessoas ilustres que trabalharam, que ali trabalham, que trouxeram, progresso, trouxessem a educação e com isso o progresso do município, então isso é muito importante frisar isso nesta noite. Dizer de que os 3 anos que estudei naquele colégio me marcaram profundamente e provavelmente todos que passaram por este colégio, tem essa formação, que deixou essa lembrança na vida de cada um, por aquilo que aprenderam naquele estabelecimento de ensino, que há poucos anos teve um temporal quase desapareceu a parte nova, mas com a ajuda da comunidade e do Governo Estadual, isso foi reorganizado e foi reconstruído e hoje continua servindo a comunidade, mesmo tendo os seus 90 anos. Logo, logo, teremos 100 anos de um educandário dessa qualidade, que tanto fez pelo município de Farroupilha, pelos seus filhos, e todos que aqui passaram, que aqui moraram e que tiveram, oportunidade de participar e de estudar nesse colégio. Então, quero mais uma vez cumprimentar a todos os professores hoje aqui presentes e ex-professores, por tudo que fizeram pela comunidade de Farroupilha e os atuais professores, que estão fazendo hoje ainda pela comunidade de Farroupilha, ensinando os filhos de Farroupilha a ter essa oportunidade de ter um colégio estadual, com tanta carência, temos hoje de sala de aula, mas continuam firmes lá trabalhando, pelo bem da comunidade de Farroupilha. Muito obrigado, parabéns a todos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Raul Herpich. Passamos agora a palavra ao Vereador Alberto Maioli, que falará em nome do partido da REDE da Sustentabilidade.

VER. ALBERTO MAIOLI: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, quero aqui neste momento, dar uma saudação especial ao nosso Prefeito Municipal, cumprimentar a imprensa escrita e falada, funcionários da Casa e todas as pessoas que se encontram presentes nesta noite, aqui nesta Casa Legislativa. Hoje é um dia muito especial e permitam-me que neste momento, até quase quebre o Protocolo, de fazer referência da minha infância, de quando eu comecei a estudar na Escola Municipal Santos Dummont com nº 46, aonde não tinha naquela época Secretários, nós tínhamos uma orientadora que se chamava Alvina Broilo Turra. Tenho certeza que tem pessoas aqui nessa Casa, que se lembram dessa Senhora, uma pessoa muito querida, que fez muito trabalho para a educação no Município de Farroupilha, aonde que eu tive o privilégio de me formar na faculdade da vida, de 1º até a 4ª série. Aqui não poderia neste momento, nesta noite, de fazer uma referência de poucas palavras que eu consegui falar, que não foi por nada que perdeu seus cabelos o Senhor Luiz Troes, quando diretor do Colégio Estadual Farroupilha, que ele conseguiu trazer o segundo grau, para Farroupilha nesse colégio, foi o Senhor Luiz Troes. Irmão do Vereador Lino Troes, que trabalhei muito com ele nesta Casa, eu tenho certeza que o nosso trabalho, independente de cores partidárias sempre se lutou, sempre se trabalhou em benefício da comunidade de Farroupilha. Agora eu quero fazer uma referência de dizer que nesses 90 anos de ensino, quantas milhares de pessoas que se profissionalizaram de universidade, mas que se profissionalizaram no trabalho de dia a dia para formar gente. Porque vocês professores, eu sempre digo nos meus pronunciamentos, vocês vão para o céu, porque nos dias de hoje ser um educador é um dom sagrado de DEUS, que não é como antigamente. Hoje, eu sei como é que funciona as coisas, mas antigamente se precisasse vara, até se usava a vara, hoje não se pode mais. Infelizmente ou felizmente. Mas eu tenho certeza de que nós temos grandes profissionais nos dias de hoje, que sabem educar as pessoas com categoria, com profissionalismo, que é aonde que se formam muitas pessoas para o trabalho, para a dedicação para a vida. Então eu queria aqui, nas minhas singelas e simples palavras, desejar ao Colégio Estadual Farroupilha, a todos os professores, que fizeram e que fazem parte do quadro de profissionais, que atuaram e que atuam nesse quadro de Farroupilha, eu desejo a todos vocês, de que a paz, o amor e o carinho, e a felicidade sejam sempre eternos companheiros de cada um de todos vocês, de que a tristeza, jamais pudesse se arquivar nas páginas de suas tão preciosas vidas. Encerro aqui a minha fala, pois chegou a minha vez, falo um pouco em italiano, um pouco em português, mas que DEUS Pai Celestial, sempre abençoe todos os lares de vocês. Muito obrigado e boa noite.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Alberto Maioli, que falou em nome do Partido da Rede da Sustentabilidade. Passamos agora a palavra ao Vereador Tiago Ilha, que falará em nome da bancada do PRB.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, Senhores colegas Vereadores, Senhor Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, extensivo a todos os Secretários Municipais, um boa noite especial a cada um de vocês que se fazem presentes nesse dia de homenagens tão importantes ao nosso Colégio Estadual Farroupilha. Queria cumprimentar a nossa diretora do Colégio, Elezita Ferrari, em nome dela todos os professores que aqui estão, que já foram, que já fizeram parte dessa História. Ficava eu aqui atentamente observando os olhares de vocês, enquanto cada um dos Vereadores fazia a sua referência, a sua homenagem e ficava eu imaginando quantas histórias passavam pela cabeça de cada uma de vocês, que fizeram parte dessa história, eu costumo dizer que um ditado muito importante que “só sabe para onde vai, quem sabe da onde veio”, e uma história de 90 anos Vereador Tadeu, está no DNA do farroupilhense, são 90 anos, é uma história para ser comemorada, é uma história, para ser preservada e também para ser relembrada, como foi aqui, pelos os demais Vereadores. Contando a história, e a identidade aqui nessa composição de 15 Vereadores, todas as bancadas tem indireta ou diretamente uma história com o Colégio Estadual Farroupilha. Márcia este trabalho que o colégio desempenha e desempenhou ao longo desses 90 anos, foi muito importante para a formação do farroupilhense. Nos últimos meses estive a convite do colégio em um dos projetos sensacionais da escola, um deles é levando a arte ao tradicionalismo, aonde fui convidado pelo professor Gilberto e a Márcia, onde fizemos uma prosa sobre tradicionalismo, sobre CTGs, sobre a arte, no turno da noite, tivemos uma noite festiva, memorável que nunca mais sairá do meu coração. Lá tive histórias, dançamos, brincamos e eu pude também observar nos alunos, que aqui muitos deles, estão presentes, também o seu apreço de estudar nesse colégio, mesmo sabendo e aqui quem faz parte, sabe que nunca foi fácil, que a educação no Brasil, infelizmente passa sempre por muitos obstáculos e os professores e os funcionários que lá estiveram nesses 90 anos sabem quais são esses obstáculos, Seu Luiz Troes, e sabem como eles passaram por eles, sabem os caminhos das pedras que enfrentaram, mas o importante, é que esses caminhos foram superados e abriu um novo horizonte, e quando nós estamos aqui comemorando esses 90 anos, é a certeza que o Colégio Estadual Farroupilha, tem muito ainda pela frente a nos ensinar e fazer parte da nossa vida. Dizia um importante filosofo russo, chamado, Leon Tolstoi “cante a sua aldeia e serás universal”, quando a gente valoriza o que é nosso certamente nós vamos ter a certeza do futuro aí na frente. E depois desse convite que a Marcia me fez, estive lá no colégio, conversando com a diretora e fizemos um bate papo com um grupo de alunos, muitos deles apontados aqui na sessão Presidente, como Alunos Destaques do colégio que receberam até uma distinção aqui nessa Casa. Fizemos um bate papo, até depois colocamos a disposição nas redes sociais que me chamou muito a atenção. Aí tinha alunos de diferentes idades, que a ideia era de fazer um bate papo, pelo que eles imaginavam da cidade, do nosso estado e do nosso país. Lá pelas tantas, nós fizemos uma brincadeira, nós colocamos um púlpito e damos a eles, a condição “olha aproveitando esse embalo que sofre a política nacional que nem bem Presidente nós temos, eu vou fazer uma brincadeira, se você fosse o Presidente, o que você faria? ” Posso relatar cinco ou seis desses que me deixaram impressionado com a importância das sugestões que eles deram, que nós registramos nesse material. Me fizeram certamente pensar que nós temos que aprender todos os dias, eu tenho certeza professores, que é na superação, é nas estórias é nas famílias de muitos alunos que aqui estão, vocês trazem coisas para a vida de vocês e quando a gente ensina, eu já tive a oportunidade de trabalhar como professor lá dentro do CTG, eu sei que a gente mais aprende do que ensina. Porque o que vem das experiências de vida, vale mais que qualquer universidade, porque as experiências que vida nos traz mostra o caminho que a gente tem que seguir. Então em nome da bancada do PRB, neste dia de festa, de homenagens, gostaria de desejar a todos vocês, pais, alunos, professores, diretoria, outros 90 anos do nosso querido Colégio Estadual Farroupilha. Todos vocês, hoje estão de parabéns. Meu muito obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tiago Ilha da bancada do PRB. Para encerrar essa etapa, somente algumas palavras:      educar é um gesto de amor, amor incondicional, ao próximo, amor incondicional aos nossos filhos, é fato que precisamos valorizar o processo educativo e entende-se por essa valorização a melhoria constante das estruturas físicas das escolas. A valorização e a remuneração dos professores e todos os funcionários das escolas e sem dúvida, a melhoria nos planos de carreira dos professores. A educação é o único caminho para transformarmos a realidade, porque como diz Paulo Freire: “gosto de ser gente, porque inacabado, sei que sou um ser condicionado, mas consciente do inacabado, sei que posso ir mais além dele. Esta é a diferença profunda entre o ser condicionado, e o ser determinado. Sejamos sempre inconformados para que possamos continuar mudando a nossa realidade”. Com essas palavras encerramos então, a etapa de fala das bancadas e gostaríamos de convidar alguns farroupilhenses ilustres, com um belo dom, para que faça uma homenagem aos 90 anos do Colégio Estadual Farroupilha. Convidamos os cantores, Robson, Felipe e Ana Gervasoni, a Marli Bertolini da Silva e o Claudiomiro da Silva e o Jair Roque Siementz, que prestarão uma bela homenagem ao Colégio Estadual Farroupilha.

SRA. MARLI BERTOLINI DA SILVA: Boa noite. Quando os primeiros imigrantes embarcaram lá na sua Itália, rumo ao Brasil, mais especificamente a nossa terra aqui, certamente eles fizeram muitas vezes essa pergunta: “Meu querido país, minha querida Pátria, minha querida terra, o que será de mim agora? Ché sará? Se eu fizer alguma coisa, ou se eu não fizer nada? Eu não vou saber, o que vai ser? O que será? Meu país querido eu não estou te abandoando, mas é preciso que eu vá embora. ” É a inspiração, da nossa primeira canção.

 

(Música Ché Sará)

 

SRA. MARLI BERTOLINI DA SILVA: Quantos corações foram separados na trajetória dessa vidas todas? Desses 90 anos? Quantas pessoas precisaram se separar? Tanto os migrantes, como pessoas que passaram pela nossa escola? Deixaram saudades, deixaram marcas, quantos amores? Quem sabe quantos amores passaram pela nossa escola e se separaram? Mas quantos desses corações disseram um dia, um para o outro, um dia eu voltarei?

 

(Música Tornerô)

 

SRA. MARLI BERTOLINI DA SILVA: Da quando sei partito é, cominciato per me la solitudine, Intorno a me c’è ilricordo dei giorni belli del nostro amore. La rosa che mi hai lasciato si è ormai seccata.Ed io la tengo in un libro che non finisco mai di leggere. ”

 

(Continuação Música Tornerô)

 

SRA. MARLI BERTOLINI DA SILVA: Na tradução dessa próxima canção, muito grande é o desejo das crianças de dizer assim: “não quero ser manipulado”, mas ao contrário disso, a nossa escola sempre mostrou que a educação conscientiza todos do papel década um na construção da sociedade, que a construção acontece de dentro para fora e que não somos apenas um tijolo, mas que a parte de cada um constrói uma história de sucesso e se assim não fosse, não estaríamos aqui.

 

(Musica Another Brick In The Wall)

 

SRA. MARLI BERTOLINI DA SILVA: Nosso final agora é com a participação de vocês, todo mundo assim. (PALMAS)

 

(Música Funiculi, Funiculá)

 

SRA. MARLI BERTOLINI DA SILVA: Muito obrigada.

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Agradecemos os cantores farroupilhenses, Robson, Felipe, e Ana Gervasoni e a Marli Bortolini da Silva e ao Claudiomiro da Silva e ao Jair Roque Siementz, que fizeram uma linda homenagem através da música aos 90 anos do Colégio Estadual Farroupilha. Convido nesse momento a Diretora da Escola, A Senhora Elezita Ferrari para que faça uso da Tribuna, e fale em nome do Colégio Estadual Farroupilha.

SRA. ELEZITA FERRARI: Boa noite Ilustríssimos Senhores Vereadores Municipais, Ilustríssimo Senhor Vereador Mui Digníssimo desta Casa Fabiano André Piccoli, Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal Claiton Gonçalves. Gostaria de saudar a presença dos vice-diretores do Colégio Estadual, Silvana Portela Galina, e do vice-Diretor Micael Crocoli, aos demais membros da equipe administrativa, supervisão, Maria de Fátima Henick, e Fabricio Romani Gomes, ao nosso financeiro Elisete Ordovás, aos nossos professores, aos funcionários, pais e alunos presentes nesta noite. Aos membros que construíram a história, deste educandário. O CEF, brinda os seus 90 anos de história na educação, conduzindo mentes humanas a serem mais fortes, perseverantes e proativas, para com isso serem protagonistas na construção de um futuro novo e brilhante em suas vidas, este brinde vai também aos nossos tantos funcionários, alunos e seus pais, e a toda comunidade, que nestas nove décadas de atividade, participaram direta ou indiretamente do gratificante sucesso que foi e é preparar pessoas mais solidárias, autenticas e felizes. Ao nosso corpo docente, um brinde mais que merecido, pois somos sabedores, das angustias e dos desafios que todas que abraçam o magistério, enfrentam no dia a dia. Por isto, agradecemos a vocês, pela dedicação e confiança, que juntos podemos nesta nossa caminhada, desenvolver grandes e promissores Projetos em nome da educação. Hoje o CEF atende 785 alunos distribuídos em 26 turmas de ensino médio e EJA. Procurando sempre transmitir aos seus alunos, mais que os conhecimentos didáticos necessários as suas formações intelectuais, mais do que isso e incessantemente, passar a todos a importância das coisas simples que fazem a diferença na convivência humana. Temos convicções de que ensiná-los no exemplo de convivência a ver um mundo com uma nova ótica dentro de uma nova ética, com mais amor, mais cuidado, por si e pelos semelhantes, com respeitos as diferenças, alicerçadas em princípios morais e humano, transformá-los-emos em cidadãos mais conscientes e prontos para fazer a diferença. Hoje olhamos com orgulho os inúmeros homens e mulheres competentes e responsáveis, com princípio de dignidade que tiveram a oportunidade de estudar nesse colégio, que agora engrandecem os quadros de profissionais nas mais diversas áreas da atividade humana. Estes 90 anos do CEF, na história da educação só foi possível, pela dedicação e emprenho dos professores e funcionários, que por aqui passaram e que continuam a trilhar essa história de sucesso, portanto, incansavelmente agradecemos e brindamos a todos e a cada um em particular. Que de uma maneira ou de outra deixaram a sua marca e seus ensinamentos aos milhares de alunos que por aqui passaram. Parabéns CEF, que Sua história na educação seja duradoura, este espirito de c0ontribuição nas pessoas, na formação de bem, honestas e proativas, siga por mais décadas, agradecemos a Câmara de Vereadores, ao Poder Legislativo, este momento de homenagem, que a partir deste momento, entra para nossa história. Muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Aproveito para convidar a Diretora Elezita, juntamente com o nosso Prefeito Claiton, juntamente com este Presidente, para que nós façamos de forma simbólica o descerramento da placa alusiva aos 90 anos de fundação do CEF. Que posteriormente será fixada nas dependências da escola.

SRA. ELEZITA FERRARI: Vou fazer a leitura para que todos possam escutar, já que não podem ler aqui, então vou eu ler: Câmara Municipal de Vereadores. “Educação não transforma o mundo, educação muda as pessoas, pessoas transformam o mundo, (Paulo Freire). ” Homenagem da Câmara de Vereadores de Farroupilha, aos 90 anos do Colégio Estadual Farroupilha. Vereador Presidente, Fabiano André Piccoli e a bancada do PMDB, PRB, PP, PDT, PT, PSB e a Rede Sustentabilidade, Farroupilha, 03/07/2017.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Nessa noite especial o Colégio Estadual quer fazer uma simples homenagem, mas muito representativa, a Diretora Sra. Elezita Ferrari. Convidamos uma das vice-diretoras, a Sra. Silvana Galina, que em nome de todo corpo docente, todos os funcionários e de todos os alunos, fará a entrega de uma orquídea, que representa todo o carinho e dedicação que a Senhora tem a esta escola.

 

(Entrega da Orquídea)

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Convido nesse instante o nosso Prefeito Claiton Gonçalves para que fale em nome do Poder Executivo Municipal.

PREF. MUNIC. CLAITON GONÇALVES: Faço uma saudação efusiva ao Presidente desta Casa, do Parlamento Farroupilhense, Vereador Fabiano André Piccoli, em nome do Presidente Fabiano, aos demais Parlamentares do município de Farroupilha, uma saudação efusiva a Sra. Elezita Ferrari, neste momento diretora do Colégio Estadual Farroupilha – CEF, aos seus braços direito e esquerdo a Silvana e o Micael, aos demais professores desta Casa, aos alunos que estão aqui, a população em geral, a imprensa. Uma alegria muito grande vir aqui neste Parlamento aplaudir 90 anos de história. Eu não fui aluno, professora Elezita, da CEF, mas a minha primeira professora foi, a Dulce, um doce de pessoa. Lá em Gramado, ela é natural de Farroupilha, ela aprendeu as primeiras letras aqui nessa escola. Eu tenho saudade das primeiras aulas, porque foram doces aulas, com carinho maternal, daqueles professores que se dedicam e que amam o que fazem e como é bom essa escola ter durante 90 anos derramado bênçãos tão especiais sobre essa terra na formação de pessoas, de caráter e de conduta irrefutável, que tem conduzido na verdade propósitos relevantes na nação brasileira. Parabéns pelos 90 anos, parabéns pela Escola Farroupilha. Quero saudar também o Secretário Vandré Fardin, que representa neste momento o Secretariado do Poder Executivo de Farroupilha e a Márcia George que tem uma relação umbilical com a escola, com o CEF, e que hoje também presta serviço ao Município de Farroupilha na Coordenadoria da Mulher. Eu vou falar Elezita, aos mestres em 1º lugar, Abraão recebeu a visita de um anjo e disse: “tenho notado, embora tu sejas um homem muito rico, tenha muitas posses, tenha muitos bois, muitas ovelhas, tenha muito gado, tenha muitos camelos, tenha muita terra, tendas, muitos cervos, que tu és um homem temente a DEUS e por ser temente DEUS, farei de ti uma grande Nação. ” E Abraão não duvidou, mas argumentou dizendo: “olha, eu sou um homem já bastante avançado em idade e a minha esposa também é muito avançada em idade, como seria possível ser o pai de uma grande nação se nós já estamos aí nos aproximando, passando dos 90 anos? ” E a promessa aconteceu, Abraão foi pai de Isac e se fez dele uma grande Nação, não pela extensão territorial de Israel, mas pela perenidade da Nação, pela perenidade de Israel e por Israel ter influência direta em todas as grandes invenções e todas as grandes conquistas deste planeta em toda a história. Infiltrado em todas as nações os Judeus perneiam as grandes invenções, são os melhores cérebros deste mundo, a partir de uma benção, que aconteceu por parte de DEUS, a um casal já bastante avançado em idade, com quase 100 anos, Abraão torna-se pai e Sara com idade semelhante torna-se mãe, sinal de juventude, uma mulher que aos noventa e tantos anos mantinha suas regras, que a partir disso teve a possibilidade de ter um filho. Sinal de Juventude perpetuada de inteligência mantida, uma história que serve muito para se contar também da escola, do educandário que um dia foi da cidade e hoje é do rio grande, do Brasil, CEF, 90 anos. Quero dizer que essa escola, e aí volto a falar dos mestres, ela teve na sua história, mestres fundamentais para impressão digital e continuada, do que se diz à educação verdadeira, aqueles mestres que imprimiram em mentes tão frágeis que chegavam com faces tão suplicantes em cada sala de aula, cada dia, que ao serem observados pelos seus mestres, eram recebidos e acolhidos. O professor verdadeiro, não precisa ensinar matemática, não precisa ensinar português, não precisa ensinar geografia, não precisa ensinar história com uma única razão, ele precisa ensinar o acolhimento. Eram acolhidos nas suas angustias tão pessoais, e tão únicas, crianças rejeitadas ainda no útero no ventre das suas mães, crianças, que muitas vezes não haviam tido um alimento naquele dia, crianças que suplicavam, pão, crianças que suplicavam a mão quente do mestre, do professor, crianças que suplicavam no seu olho, pequeno, mas ávido, busca de amparo para o seu coração. Parabéns por contarem essa história, 90 anos imprimindo em cada uma dessas crianças a segurança necessária para que fossem ou se tornassem grandes mulheres e grandes homens. Outro dia encontrei no aeroporto de Brasília um moço de terno, bem vestido, ele me chamou, pelo nome e eu disse? “te conheço da onde?” Ele disse: “de Farroupilha, em 1994, tu destes uma palestra lá no Estadual Farroupilha, falando sobre assuntos que para nós eram extremamente intrigantes, eu e os meus amigos na época experimentávamos cocaína, mas tu falastes não diretamente de drogas, mas falastes, de formação de caráter, falastes de gravidez, de aborto, de parto, falaste de saúde, da ovulação, como não engravidar e falaste algumas coisas que me impressionaram e hoje eu estou voltando de um Congresso na Europa, porque eu trabalho como médico no Hospital Albert Einstein e passei pelo colégio Farroupilha, onde nós nos encontramos.” Então eu queria trazer essa história para dizer que está escola tem formado cidadãos para o mundo, para a vida, para o mundo, para as pessoas, para a Glória do Pai Celestial. Parabéns por esses 90 anos, são muitas histórias, eu queria falar também aos alunos que lá estão, aproveitem cada dia, cada momento como se fosse único, aproveitem cada instante nessa escola como se fosse único, busquem como se fossem beija-flores, o néctar do entendimento em flores extremamente raras, que são os vossos mestres, e permitam que esse néctar perneie cada uma das células do vosso organismo que circule na mais ampla e na mais restrita das circulações, que invada cada núcleo de cada célula, que reparta está sabedoria na reprodução de vossas historias diárias do dia a dia. Sejais grandes, como a inspiração dos vossos mestres e tornareis esta cidade ainda maior e melhor, tornareis este estado ainda maior e melhor, tornareis este país, ainda maior e melhor, tornareis enfim a vida, ainda maior e mais  abundante, para que realmente as história que se perpetuem nos 100, nos 150 e nos 200 anos, sejam historias sólidas e ricas de grandeza. Parabéns CEF, pelos recém 90 anos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Agradecemos a presença do Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, da diretora a Sra. Elezita Ferrari, dos professores, ex-professores, dos diretores, ex-diretores, Secretários Municipais, imprensa, ex-Secretária Estrelita Cignachi, que fez parte desta história, entidades, alunos, alunas, Senhoras e Senhores, com muita alegria esse Parlamento Municipal, fez essa justa homenagem a essa escola que tanto contribuiu e contribui para a formação dos cidadãos farroupilhenses. Sendo assim, nada mais será tratado nessa noite, agradeço a presença de todos, e declaro encerrado em nome de DEUS, os trabalhos desta sessão Solene. Um boa noite a todos e uma boa semana.

 

 

 

 

 

 

Fabiano André Piccoli

Vereador Presidente

 

 

 

 

Sandro Trevisan

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.