Pular para o conteúdo
22/10/2021 00:16:48 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3719 – 23/01/2017

SESSÃO ORDINÁRIA

 

Presidência: Sr. Fabiano André Piccoli

 

Às 18:00 horas, o Senhor Presidente Vereador, Fabiano André Piccoli assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Fabiano André Piccoli, Jonas Tomazini, José Mario Bellaver, Josué Paese, Odair Sobierai, Raul Herpich, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Thiago Brunet, Tiago Ilha.

 

ORDEM DO DIA

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Boa noite a todos. Invocando o nome de Deus declaro abertos os trabalhos da presente Sessão Ordinária. Solicito ao Vereador Sandro Trevisan, 1º Secretário, para que proceda a leitura do Expediente da Secretaria.

 

EXPEDIENTE

 

 

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite a todos, o primeiro assunto é uma resposta ao requerimento feito pelo Vereador do PMDB pedindo a demarcação a cada 100mts  da pista de caminhada  do parque dos Pinheiros n, então a resposta: Excelentíssimo  Senhor Presidente  da Câmara de Vereadores , honra nos cumprimenta-lo  em que  a resposta  ao ofício acima mencionado  informamos que o mesmo já se encontrava em nosso cronograma de trabalho  aguardando condições climáticas  favoráveis o que ocorreu na última quinta-feira dia 19.

Assunto Projeto de Lei: Senhor Presidente, honra nos cumprimentar Vossa Excelência na oportunidade em que encaminhamos para análise dessa Egrégia Câmara de Vereadores, os seguintes Projetos de Lei:

  1. Altera lei Municipal nº 4.170, de 18-11-2015
  2. Altera Lei Municipal nº 4.176 de 26-11-2015
  3. Institui e inclui no calendário oficial de eventos do Município a Semana Municipal da Alimentação Orgânica e o Dia do Almoço Ecológico.

Sindicato dos trabalhadores agricultores familiares de Farroupilha – SINTRAFAR : Senhor Presidente , o SINTRAFAR solicita  junto a Câmara de Vereadores  de farroupilha espaço para se manifestar em Sessão  contra a  reforma da previdência, por parte de seu presidente Marcio Roberto Ferrari. Solicitamos que cada vereador converse com os deputados de seu partido no sentido de que as medidas anunciadas sejam revistas e que uma possível reforma na Previdência só seja aprovada após discussão com as entidades de trabalhadores e a sociedade civil.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Sandro Trevisan. Encaminhamento Vereador Josué Paese Filho. Para posicionar todos os Vereadores então, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais solicitou um espaço para tratar desse tema que está indo à votação no Congresso Nacional, então nós permitimos a eles usar a Tribuna Livre na próxima segunda-feira para tratar sobre o tema. Vai ser distribuída uma cópia dessa solicitação a cada um dos Vereadores. Nós temos que colocar em votação a ata 3.712 de 01.01.17. Foi solicitada então a Assessoria Jurídica dessa Casa que nos desse um parecer o qual foi acatado pela presidência e que passarei a ler a todos os Senhores: “Orientação nº 01/2017: Instada essa Assessoria Jurídica a se manifestar em relação à interpretação do Regimento Interno, Resolução nº 540/2015, a respeito da Ata de n° 3.712 de 01/01/2017, vem essa Assessoria dizer que o artigo 91, parágrafo 3º do Regimento interno, diz que o Vereador poderá impugnar ou pedir retificação de atas, por Requerimento escrito, ou a pedido que será submetido à Plenário, sem discussão ou encaminhamento de votação. Parágrafo 4º do mesmo dispositivo diz que aprovada a impugnação será lavrada a nova ata. Aceita a retificação, a ata será alterada. Como a situação ocorrida na Sessão não seria possível nenhuma das formas acima apontadas. Já que não há como aferir em que período do discurso de posse do Prefeito Municipal houve a retomada da Sessão, então suspensa, orienta-se no sentido de apenas constar no final da ata nº 3.712 a menção de tal situação, para fins de registro, mencionando também que tal menção foi a pedido em Sessão ocorrida posteriormente pela bancada solicitante. É o que cabia orientar ao Presidente desta Casa, para apreciação. ” Então acataremos a sugestão, Vereador Jonas, de colocar no final da ata, uma menção de que a Sessão estava suspensa e o Prefeito Municipal continuou seu discurso, não estando de acordo com o Regimento Interno. Então será colocada uma observação no final da ata. Questão de Ordem ao Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Para que não aconteça mais isso, eu acho que está bom o que está sendo decidido, mas para que não aconteça mais isso, quando o Senhor pediu para encerrar a Sessão por alguns minutos, dois minutos para ir resolver o problema, isso deveria estar escrito na ata, na hora em que o Prefeito falou e que o Senhor na verdade fez a solicitação para que encerrasse por alguns minutos para resolver esse problema, deveria estar escrito lá “O Vereador Presidente Fabiano Piccoli solicitou a paralisação da Sessão”, quando o Senhor voltou e ele tinha falado aquilo que ficou gravado, o Senhor disse “Dá reinicio a Sessão” aí dá continuidade, este intervalo não é o que diz no Regimento Interno. Então esse intervalo deveria ser observado e o que diz no Regimento Interno, então para este caso poderia sim, porque nós sabemos qual é o prazo em que foi encerrada a Sessão, foi na hora que o Senhor fechou e na hora que o Senhor abriu. Aquilo que o Prefeito falou no meio, não estaria na ata, mas só para dizer, para que na próxima então quem está fazendo a degravação da ata, que fique bem claro, quando encerrou a Sessão, mesmo que a pessoa que está na Tribuna esteja falando, o que ele falar na Tribuna não vale, não fica gravado, ou fica gravado, mas com uma ressalva de que essas foram as palavras proferidas quando a Sessão estava encerrada, ou paralisada no momento.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Arielson Arsego. Questão de Ordem ao Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Obrigado Senhor Presidente, eu acho que dificilmente vai acontecer de novo, mas pode vir. Quando o Senhor encerrou a Sessão, a Mesa corta todos os microfones, eu acho que não vai mais acontecer, mas também é uma ideia.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Josué Paese Filho. Questão de Ordem ao Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente, como o Vereador Arielson colocou, eu acho que a solução apresentada, ela está de bom tamanho e nós concordamos com ela, apenas só eu quero deixar registrado que realmente se nós quiséssemos olhar na ata, fica muito claro o momento do discurso em que o Prefeito faz com a Sessão suspensa, porque há uma fala do Senhor dizendo que vai se afastar e há uma fala do       Senhor dizendo que retornou e aí no meio disso, uma fala do Prefeito, isso está claro na ata nº 3.712 eu só peço então que seja feita a redação desta ata e que ela seja redistribuída para as bancadas para que a gente possa votar na semana que vem, já com o texto final que vai ser dado a ela. Era isso, muito obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Jonas Tomazini. Serão acatadas as três sugestões, dos três Vereadores, a do Vereador Arielson e do Vereador Josué para as próximas, caso houverem e a do Vereador Jonas Tomazini, deixaremos então em suspensa a aprovação da ata nº 3.712, peço aos funcionários da Casa que façam a nova redação para que na próxima semana a gente possa colocar em votação. Em aprovação as atas nº 3.717 de 06.01.2017 e 3.718 de 17.01.2017, os Vereadores que estiverem de acordo, permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Passamos ao espaço destinado ao Grande Expediente.

 

GRANDE EXPEDIENTE

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Convido o Partido Republicano Brasileiro – PRB para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, colegas Vereadores, Vereadora, gostaria aqui de cumprimentar primeiramente aos Senhores, chegamos uns minutos atrasados, estávamos retornando de São Paulo, onde estivemos no último final de semana, em um curso profissional e chegamos uns minutos atrasados, achei até que não ia conseguir, mas, quando o vôo dá certo, o transito estava bom, conseguimos chegar a tempo. Queria cumprimentar as pessoas que estão aqui e que dão sinal de prestigio a essa Casa, vocês são muito importantes aqui, aos funcionários da Casa, em especial, queria saudar aqui o meu amigo Edson Barbosa, e hoje eu estou usando o Expediente também para pedir a tua ajuda, nós estamos enfrentando, a gente sabe do teu envolvimento lá na Prefeitura, estaremos no dia de amanhã junto com a Arlene, até eu convido aqui a Dra. Eleonora, se puder me acompanhar e mais integrantes da nossa Comissão, que eu acho que já deve ter sido feita a reunião hoje, ou será feita após a Sessão, vai ser amanhã? Então para que o primeiro tema da Frente Parlamentar de Defesa Animal seja as situações que vem acontecendo de frequente abandono dos animais aqui na nossa cidade. Isso tem sido motivo de muitas manifestações em redes sociais, até de animais de grande porte, de cavalos, de cachorros, as pessoas infelizmente tem ainda aquela coisa de abandonar um animal em situações muito judiados, onde que eu vi uma foto que a Arlene postou de um cavalo que já tinha informação que recebia muitos maus-tratos e que a gente tem que achar uma forma de a gente buscar alguma solução para essa questão que é frequente na nossa cidade, claro que não é um problema exclusivo de Farroupilha, mas é uma situação que nós temos que usar a nossa Frente Parlamentar para que a gente possa conjuntamente, me coloco à disposição como Vereador de situação, meu líder de governo Vereador Dr. Thiago, para que a gente envolva o Executivo também, não tirando a responsabilidade do Executivo, mas que a gente possa estar de forma conjunta interligando informação, interligando forças para que a gente possa trazer uma solução para essa questão dos animais abandonados no nosso município. Eu queria dividir com os colegas Vereadores, com as pessoas que estão aqui, um pouco do que eu observei na Cidade de São Paulo, quando os exemplos são bons, independente do partido, eles têm que ser reconhecidos e eu queria aqui trazer um pouco da minha impressão de forma positiva sobre a administração que é feita nos primeiros dias desse ano pelo Prefeito João Dória Júnior, o João Dória, do PSDB, se eu não estou enganado, está trazendo uma administração que é um sonho de qualquer brasileiro de ver o seu administração trabalhando de forma como gestor de uma empresa, aonde que traz parceria público-privada, aonde que envolve muito o empresariado, e claro que a vivencia dele no mundo empresarial ajudou isso e eu tive a felicidade de conhecer um dos integrantes, que estavam no mesmo evento que eu estava, os integrantes do Governo do Dória, uma pessoa muito próxima dele também, um empreendedor que na verdade é um consultor do Governo dele, mas não é um funcionário da Prefeitura, lá ele fez uma coisa que eu achei sensacional, que é um Conselho de empresários da cidade, que ajudam com ideias e aí eu comentei na conversa um pouco sobre a questão dura que nós estamos enfrentando com o nosso Hospital. E nós achamos que essa união de forças que nós estamos construindo Vereador Dr. Thiago, com a Frente Parlamentar agora, com o Executivo, com esse grupo de empresários que estão se envolvendo, eu acho que a gente vai buscar trazer talvez em um espaço bem curto, uma solução importante para a questão do nosso hospital. Porque vendo nesse evento exemplos vitoriosos de gestão de diversos empreendedores do Brasil e do mundo, não tem como não imaginar que empresários como esses que fazem parte dessa Comissão formada pelos empresários possam auxiliar, mas claro que nós também temos que achar formas que as pessoas que estão no comando, não só do nosso hospital, do Conselho também possam ser abertos à sugestões desses empresários e também aproveito para dizer à Frente Parlamentar que já essa semana, depois da Sessão vamos conversar com os Vereadores, dependendo da agenda, no dia de quarta ou quinta-feira, nós já temos algumas pautas importantes para a Frente Parlamentar para dar algum encaminhamento já nessa semana, então nós vamos conversar com os integrantes da Frente Parlamentar para ajustar isso, trazer a boa impressão que eu vi em uma cidade que sempre foi reconhecida por ser uma cidade suja né? Quantas vezes a gente vê no noticiário, São Paulo uma cidade suja, desorganizada, em poucos dias, com boa vontade, com bom relacionamento, com um grupo de pessoas, o Dória deu um exemplo de gestão, de encaminhamento do que é público e isso para nós que estamos trabalhando, estamos envolvidos com a questão política e é sempre muito importante que o gestor, ele sempre tem muito a nos ensinar, não só no Executivo, como nós também aqui no Legislativo, até porque somos nós que avalizamos o que o Executivo faz e traz. Dizer também que, sobre ainda a questão da Defesa Animal, nós estaremos já no dia de amanhã, e eu peço a tua ajuda Edson Barbosa, para a gente fazer uma agenda com o Secretário e aí eu convido os Vereadores aqui que estão aí, a Dra. Vereadora Eleonora que foi a autora também junto com o Vereador Josué, para que a gente possa quem sabe, conversar já com o Secretário amanhã, para que a gente consiga trazer também algum encaminhamento para essa questão animal. No mais Senhor Presidente, o que nós tínhamos para o Grande Expediente era isso, reiterando o nosso agradecimento pela presença de todos os Senhores, que nós possamos ter uma boa Sessão, muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tiago Ilha, do Partido Republicano Brasileiro. Convido o Partido da Rede Sustentabilidade para que faça uso da Tribuna. Abre mão do espaço. Convido o Partido Progressista – PP para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, demais Vereadores, Vereadora Eleonora, minha saudação a todos, saudar a todos os colaboradores desta Casa, todos esses funcionários abnegados nas suas funções, trazendo para nós um apoio e um incentivo muito grande para a execução do nosso trabalho. Quero saudar também o Presidente do nosso partido, Partido Progressista, Renato Tartarotti e assim o saudando, saudar a todos os membros componentes de partidos aqui presentes e também saudar os Senhores e Senhoras que estão conosco. Eu pedi para fazer uso da Tribuna hoje, porque o tema animal, colega Vereador Tiago, é uma das coisas que é uma das bandeiras que eu tenho na minha família, tenho na minha família isto. Tanto é que nós temos hoje, na nossa casa, mesmo não tendo condições de ter este número, nós chegamos próximo de 20 animais, todos recolhidos da rua e hoje nós contamos com a presença de 11. Coincidência, mas são 11, que estão lá conosco. São tamanhos desde um pequeno até uma cadela que tem um porte extremamente grande. Eu acho que esta Frente Parlamentar, eu ouvi atentamente, amanhã ela vai ser formada propriamente, o Senhor vê que a nossa ansiedade é tão grande, que mesmo antes de formar a Frente, nós já queremos agendar uma reunião com o Secretário, devido a gravidade e a urgência deste tema, é a preocupação de todos nós e aí nós nos antecipamos e felizmente que nós temos esta preocupação e nos preocupamos tanto que acabamos avançando mesmo sem a Frente ainda não estar devidamente criada e formada com os seus membros e as suas funções. Eu acho que nós temos que começar também, e trago isso como ideia, é de que nós temos que manter um controle e nós não temos um controle na nossa cidade. Eu sei que existem animais, que existem chips, que existe uma forma. Porque é muito fácil hoje e muitas pessoas têm vindo até nós dizendo que tem muito animal abandonado pela dificuldade na adoção, pelas exigências que tem para se adotar um animal, só que na verdade, se exige, mas nós não temos um sistema de fiscalização mais amplo, por mais que as ONGs, independente do nome, tentem, mas é quase que impossível se nós não tivermos aí um controle para podermos dar uma resposta no momento certo. Se nós fizermos uma denúncia de um abandono de animal hoje, e nós chegarmos até a Promotoria, nos dificulta por quê? Porque nós não temos elementos maiores de provas e aí quando chega na hora de executar esses processos e eu quero lhe dizer uma coisa, se nós conseguirmos, e tomara que isso seja em um curto espaço de tempo, nós conseguimos identificar devidamente esses animais, todos, e se quiserem chipar os primeiros 11 estou lá à disposição, porque aí eu sou o responsável por aqueles 11, não somente de alimentá-los, de cuidá-los, de vaciná-los e dar vida digna a eles e fazerem parte da nossa família. Eles fazem parte sim, eles não são apenas uns cães de guarda, mas são membros da nossa família. São tratados pelo nome, com respeito, com dignidade e tudo aquilo que um animal precisa. Então é isso que eu acho que nós temos que partir do princípio de pedir o auxílio do Poder Executivo, já no primeiro momento, de que o Poder Executivo nos auxilie, já que esta responsabilidade também cabe ao Executivo e a responsabilidade é atribuída também a ele dos animais, e que nós possamos identificar devidamente esses animais para que em caso de adoção e abandono, ou maus-tratos através do chip nós possamos aí, não que a gente queira um sistema punitivo, mas se não houver punição, nós não teremos proteção animal aqui. A gente vê as barbaridades que estão sendo feitas por aí, expondo pessoas que tem responsabilidade e colocando todos no meio comum, aonde que estão dizendo e nominando, hoje por exemplo eu recebi alguma coisa, aonde que já nos cobravam, estava o seu nome, da Vereadora Dra. Eleonora, Vereador Josué, meu nome e mais nomes de nós legisladores, claro, a Frente está sendo ordenada para ter êxito no seu trabalho, mas ela vai ser devidamente formada, a partir de amanhã. Então, antecedendo a formação desta Frente, as pessoas já estão atribuindo a nós algumas coisas que são quase impossíveis de nós fazermos sozinhos. E se nós não identificarmos esses animais que estão aí, dificilmente nós teremos êxito nessa Frente também. Então fica como sugestão aqui, endossando todas as tuas palavras e desejando que a nossa Frente realmente tenha sucesso, porque quem ama preserva e cuida. Isso vale não somente para nós, seres humanos, vale também para os seres vivos, que são aqueles seres de quatro patas. Independente de cavalo, gato ou cachorro, enfim, mas que nós tenhamos essa preocupação. E eu queria dizer de que eu estou muito feliz de estar fazendo parte desta Frente, porque é uma das bandeiras que a gente traz no coração e quando a gente tem o coração a frente de qualquer ação, eu tenho certeza absoluta que em algum momento nós vamos receber, porque quem dá sem olhar a quem, o retorno vem, se não vem de nós seres que as vezes temos as lições mais criativas e melhores formas de se entender dadas por animais, que aonde se leva um tapa se devolve com uma lambida depois. Então eu acho que a gente aprende muito e essa bandeira eu sou parceiro sempre. Quero desejar a todos uma ótima Sessão e muito obrigado por esse espaço.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tadeu Salib dos Santos. Convido o Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, demais presentes, nós temos assuntos que não são tão polêmicos, nem complicados, mais são esclarecimentos, solicitações, agradecimentos. Primeiro nós gostaríamos de falar sobre uma reunião que aconteceu hoje em Caxias do Sul, na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, aonde os parlamentares das diversas Câmaras da região foram convidados a participar. Nós ouvimos pela imprensa e ficamos surpresos, porque na verdade não foi este Vereador, não foram os Vereadores do PMDB, não foram os Vereadores do PDT, foram os Vereadores desta Casa. Saiu na imprensa dizendo que os Vereadores de Farroupilha não estariam presentes nesta reunião. Primeiro porque nós não sabíamos da reunião, a Casa sabia e se a Casa, como sugestão, se a Casa sabe, de uma reunião onde deveria ser representada e daí nós fomos até Caxias do Sul para ver o que estava acontecendo, que tipo de reunião é essa? O Parlamento Regional, “convite para as Câmaras Municipais, constituição de um Parlamento Regional” o que nós já estávamos fazendo para alguns assuntos aqui em Farroupilha, que uma delas era o pacto federativo porque os municípios não recebem o dinheiro, ficam com as responsabilidades e o Governo Federal fica com o dinheiro e não executa, e o Governo Estadual não tem nem para executar e nem recebe quase. Então nós temos que partir do princípio de que o Governo Federal fica com a fatia e é o Governo Federal, mesmo que seja hoje do PMDB que tem que repassar o dinheiro para os municípios, ou caso contrário os municípios não vão conseguir executar tarefas que o próprio Governo Federal repassou para nós, seja nesse Governo, ou muito mais em Governos passados que tentaram fazer de tudo pelo social, mas jogaram as responsabilidades para os municípios, eu vou dar o exemplo de um CRAS, por exemplo, Centro de Referência de Assistência      Social, eles vem aqui, ajudam a construir um prédio, vão embora, mandam uma merreca e sobra uma responsabilidade social para o município enorme e o município não tem dinheiro. Eles mandam dinheiro, constroem uma UPA e quem tem que sustentar praticamente é o município, então, essas coisas não podem mais acontecer e existe lá, no Governo do Estado, uma Frente Parlamentar, a qual o Presidente é o Deputado Zanchin e não é porque é do PMDB, mas nós já tínhamos falado e existia outra Comissão pró-municípios que era do PDT e o Vereador Dr. Lino tinha também entrado em contato e nós iríamos fazer aqui em Farroupilha uma reunião com todas e como era no final do ano já, não tinha mais condições de convidar estas Câmaras, mas eu acho que é interessante que se leve este Parlamento Regional, inclusive essas Comissões que tem no Parlamento Gaúcho, para que eles consigam fazer inclusive palestras e a união dos Vereadores é que vai ser o fator diferencial para nós cobrarmos daqueles que estão lá em Brasília, que são os nossos representantes, os Senhores Deputados e Senadores. Porque eu digo isso? Porque aquelas pessoas que estão lá, se nós, milhares de Vereadores, fizermos uma caravana à Brasília e dissermos, ou vocês votem para repassarmos mais dinheiro para os municípios, ou nós não fizemos mais campanha para vocês, ou as nossas populações não vão mais votar em vocês. Vocês acham que isso não tem um peso? Tem e muito grande, assim como tem a população quando vem dentro desta Casa e é isso o que nós precisamos fazer. Participar realmente desta reunião. Fiquei sabendo que a Assessora do Presidente foi, eu lamento Senhor Presidente e acho, não pela competência ou não da Assessora, mas que deveria ser comunicado no mínimo para um vice-Presidente, o 2º Vice-Presidente, um Secretário, alguém dos Vereadores, dos 15 Vereadores, eu quero crer que estaria em condições de ir nesta reunião representando esta Casa, me colocaria à disposição, porque tenho tempo para fazer isso. Quero dizer que tenho tempo para fazer isso. Se quando os 14 Vereadores não puderem ir, me chamem que eu vou. Não só quando os 14 não forem, mas eu estou falando isso porque a princípio é a Mesa Diretora da Casa para esta reunião que era preparatória, mas enfim esta foi, a assessora foi, deve ter depois o relato de tudo isso, como nós vamos poder participar, o que nós vamos poder dar de sugestão para esta Frente, bom enfim este é um assunto, inclusive para a nossa Câmara Em Ação, ia ser interessante. Liguei para a rádio dizendo que nós não tínhamos sido convidados, se amanhã sair alguma coisa, fui eu que liguei, mas não podia passar aqui em branco e dizer que os Vereadores de Farroupilha não estiveram presentes. Compra de containers, eu vi o pessoal falando de compra de containers, que é difícil, a ECOFAR, é através da ECOFAR, mas a Prefeitura que paga, então tem dois sobrando lá na Vila Esperança, do lado daquele lixão que tem que recolher, que eu não sei como é que está, parece que está na justiça, mas esses dois containers não estão, está cheio de lixo dentro e é quase R$3.000,00 que estão lá parados, gostaria que levassem para a situação e teria que recolher esses containers e colocar nos lugares que são necessários. Pista de caminhada, eu vi um ofício aqui dizendo que brilhantina, purpurina Vereador Thiago Ilha, eu fiz um requerimento para pintar de 100 em 100 metros, eu já havia conversado com o Secretário Roque, talvez ele já tinha passado para o Secretário Sedinei Catafesta, que solicitou, junto com o Secretário Catafesta o Juliano do Esporte e o Edson Barbosa estava com o GPS, o Catafesta foi lá para ajudar a medir junto com o Miguel para pintar e o Broilo, estavam lá por causa da Cultura, mas enfim, quero dizer que no meu ponto de vista ficou bom, agradecer porque não sou eu que estou agradecendo, são as pessoas que caminham, apesar que mesmo assim, quero dizer pra vocês que tem gente que diz assim  “ah, mas não precisava” é porque talvez não vai lá caminhar de tarde, vai só no horário que eu vou ali, mas se for de tarde vai ver que realmente ficam 4 pessoas, quem está correndo não consegue passar. Então eu acho que é interessante e quando é feito não importa, Vereador vou falar da purpurina agora, não importa quem foi que pediu, quem não pediu, eu só fiz por aqui porque achei que era interessante, mas já tinha conversado com o Secretário Roque, que bom que foi feito, então eu sei ver também as coisas boas. Nós vamos ter na próxima quinta-feira um anúncio do início de obras aqui da VRS 813 e da 448, vai ser lá em Porto Alegre “Ordem de início do restauro das rodovias” eu vou falar só as de Farroupilha “448 e 813” e este convite veio para os Vereadores que quiserem fazer parte, vai ser as 11 horas do dia 26 de janeiro, portanto quinta-feira. Já quero fazer a solicitação Senhor Presidente, para estar lá presente, sei que a Vereadora Eleonora e o Vereador Jorge Cenci também vão estar, e vamos levar mais reivindicações junto ao Deputado, algumas coisas que já estavam em andamento do ano passado e vamos conversar, mesmo que em recesso em Porto Alegre, mas vamos estar em Porto Alegre, no Gabinete do Deputado Boessio então nós temos esta notícia que provavelmente o Deputado vá dar também na imprensa neste final de semana. O que nós gostaríamos de falar também é a respeito do Hotel DiCapri e gostaríamos de encaminhar aqui o Requerimento: “A Bancada do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB abaixo firmada requer a Vossa Excelência, após ouvida a Casa, que seja Parabenizado o Hotel DiCapri, por ter sido eleito o melhor hotel 3 estrelas do país, pelo site Trivago, no Awards 2017, nos sentimos honrados por divulgar o nome da nossa cidade em todo o país, desejamos-lhes sucesso. ” Então este é o requerimento e gostaríamos de falar assim a respeito do turismo em Farroupilha. O turismo em Farroupilha, nós ouvimos falar, está melhorando, vai melhorar, ou já está bem melhor, quero dizer, Senhor Presidente, que com as declarações do Tarcísio Michelon, uma das pessoas que mais entendem de turismo na nossa região, eu fiquei agora preocupado com o turismo em Farroupilha. Porque que eu fiquei preocupado com o turismo em Farroupilha? Porque ele está preocupado com o turismo de Bento Gonçalves. E se ele está preocupado com o turismo de Bento Gonçalves, quem dera nós meros mortais do turismo em Farroupilha. Não porque nós não temos belezas ou pontos turísticos em Farroupilha, porque nós temos aqui o Berço da Imigração Italiana, nós temos o Kartódromo que é o segundo melhor do Brasil, nós temos Centro de Compras que traz milhões e milhões de pessoas com vários lugares e centenas de lojas em Farroupilha, trazendo quem sabe um público muito maior do que Gramado, do que Bento Gonçalves, porém eles vão lá e compram, que é o que interessa. Não adianta vir aqui e jogar o papel no chão, tem que vir aqui jogar aquele outro papel dando caixa ali da empresa, tem que colocar o “isquei” lá dentro, contar os “money” lá, não adianta vir aqui largar papel no chão. Então o que importa para nós realmente é isso. Turismo religioso, Caravaggio, agora temos aí a recuperação, graças a um projeto que nós havíamos feito, da recuperação da igreja São José, tocado por essa administração e liberado pelo Governo Sartori, para a melhoria da Igreja São José. Então, nós temos aqui a capital brasileira da malha, vamos dizer que nós temos a capital brasileira da malha, desde quando eu era Secretário do Turismo, lá de 2001 a 2004, nós colocamos essa marca em Farroupilha, capital brasileira da malha. Pelo menos lá naquele viaduto seco lá, deveria ser trocada aquela faixa que nem aparece mais, nem lavar é lavado, teria que pelo menos dar, vamos aproveitar este nome até que não tiram, que a capital brasileira do calçado masculino nós já perdemos. Agora, a capital brasileira da malha a gente ainda tem, apesar de a malha retilínea ser lá em Santa Catarina, a maior produtora e se nós formos ver por esse critério nós não seriamos também, mas nós temos que aproveitar aquilo que nós, por enquanto, temos. Nós temos o ENTRAI, nós temos a Semana Farroupilha que pode não ser um evento turístico, mas é comentado em outros lugares, como diz o Vereador Tiago Ilha, na “gauchada”, não é muito a minha praia, quero confessar que me pediram para usar bombacha e eu disse que vou ficar mais largo que alto, não vão me ver de bombacha. Caravaggio, eu já citei aqui, nós tínhamos alguns roteiros, que era o Roteiro da Fé, que saia lá de Nova Milano, passava pela Igreja São José, que agora restaurada ficaria melhor, pela Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus e até Caravaggio, podia ir para o capitel, quem sabe para Pinto Bandeira, nós tínhamos Vale Trentino ali na Forqueta que pegava todas aquelas famílias ali de São Roque, Menino Deus, Salete, eu não vi mais isso. Nós tínhamos o Caminhos do Salto Ventoso, nós fazíamos reuniões com o SEBRAE, colocando aquelas pessoas fazerem com que elas tivessem os empreendimentos deles marcados pelo Turismo, infelizmente eu sei que é difícil e não é a Secretaria sozinha que vai conseguir fazer isso, quem vai conseguir fazer isso são os investidores, os empreendedores, e nós sempre falamos isso, as pessoas agora, cervejaria, por exemplo, é uma das questões que  se eles não colocarem o produto deles para a frente, a iniciativa privada não divulgar, não vai ser o município que vai fazer sozinho essa divulgação, mas nós podemos fazer algumas coisas, nós podemos participar nas feiras, nós podemos fazer folders, nós podemos fazer revistas, nós podemos estar nos jornais, nós podemos fazer panfletos, nós podemos ir na agencia brasileira de viagens, lá naqueles fóruns que são feitos, naqueles salões de turismo, por exemplo, em Brasília, fiquei 3 dias em Brasília gastei R$ 400,00, isso com a passagem aérea. Tudo por uma empresa de Bento Gonçalves que para estas entidades eles fazem, nós divulgávamos toda região, mas fiquei preocupado quando o Tarcísio Michelon falou isso, porque ele disse que as grandes empresas, como uma delas CVC, por exemplo, todo mundo conhece e eu não sei o nome das outras porque eu não anotei, não vendem mais, não Farroupilha, a nossa região, só vende Gramado, não vende mais a nossa região e eu achei que era o contrário, que essas belezas todas que a gente tinha aqui eles estavam vindo para cá para ficar um ou dois dias pelo menos passeando aqui, e depois eles não iam mais, eles voltavam para Bento Gonçalves para dormir de repente, mas me chamou atenção, com hotel que nós temos aqui agora, que mesmo que com 3 estrelas, mas o melhor do Brasil, nós temos que aproveitar. Está sendo construído mais um hotel. Então acho que na parte do turismo nós vamos ter que fazer um grande trabalho, porque o que foi dito é que nós estamos fora do mapa, não Farroupilha, a região da uva e do vinho, isto é muito preocupante, nós temos que resgatar algumas coisas da nossa região, porque nós vamos realmente ficar para trás e Gramado vai usar para eles, não tenho dúvida nenhuma. Eu, se vocês quiserem, eu trago aqui dos 4 anos, uma pasta cheia de coisas, de panfletos, de revistas, que nós fazíamos em torno da região, eu não ouvi mais, por exemplo, A tua Serra, acho que é uma entidade que tem que trabalhar mais, que tem que vir mais daqui um pouco para Farroupilha. Sei do trabalho que todos fizeram, que não é fácil. Para concluir Senhor Presidente, mas que não vou aqui dizer que nós temos que fazer uma Frente Parlamentar do Turismo, porque daí ta louco, vai virar em Frente Parlamentar né? Mas nós temos uma Comissão, quem sabe, são três Vereadores, o Vereador Josué, não me recordo agora quem é o outro Vereador. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Arielson Arsego. Convido o Partido Socialista Brasileiro – PSB, para que faça uso da Tribuna. Abre mão do espaço. Convido o Partido Democrático Trabalhista – PDT para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Raul Herpich.

VER. RAUL HEPRICH: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadora Eleonora, demais presentes esta noite. Gostaria de aproveitar essa noite e fazer um relatório das ações da gestão 2016 na qual tive o prazer de presidir essa Câmara de Vereadores, sabemos que a Câmara de Vereadores poderia ter até 7% da receita de impostos, tributos, transferências, e nós estamos hoje com menos de 1,5%, então eu vou mais ou menos pautar algumas coisas que foram feitas durante o ano de 2016. Uma marca muito importante foi a criação do novo Site da Câmara de Vereadores, já apresentado aos demais Vereadores e está à disposição da comunidade, aonde temos todas as informações de todas as atividades da Câmara de Vereadores, todas as Leis desde a 001, todos os requerimentos, todos os Vereadores, todas as atas disponíveis, todo esse novo site que foi agora feito em 2016. Algumas coisas que a gente conseguiu também modificar foram as Sessões Solenes que eram sempre as 18h e a partir deste ano nós começamos a fazer as Sessões Solenes a partir das 18h30. Até pela solicitação de alguns homenageados. Então nós começamos a fazer as Sessões Solenes às 18h30. Introduzimos lembranças para todos os homenageados levarem uma lembrança da Câmara de Vereadores, dos Vereadores, da Casa, afinal e também estivemos presentes em diversos eventos, a convite desta Casa Legislativa. Em abril, nós estivemos em Brasília, na Marcha dos Vereadores.  Em maio, Santa Catarina no Curso Gestão e Encerramento e Transição de Mandatos nas Câmaras. Em setembro, estivemos em Tocantins, com um representante do Poder Público Municipal, tanto o Executivo como o Legislativo na premiação ao CME pelo PME, que a Prefeitura de Farroupilha e a Câmara recebeu esta honraria, então estive lá representando o Município de Farroupilha. Em outubro, estivemos em outro evento em Santa Catarina também, sobre Câmara de Vereadores, com iniciativa da Ordem dos Vereadores do Brasil. Em novembro, estivemos em Brasília acompanhando o prefeito na busca de verbas parlamentares. Em dezembro, novamente com o Prefeito Municipal em Brasília aonde tivemos um encontro especial com outros Deputados e em especial com o senador Lasier Martins, onde conseguimos uma verba bem significativa para equipar a nova UPA, que foi inaugurada agora em dezembro. O mais importante aqui é o que foi gasto pela Câmara, temos o orçamento da Câmara de Vereadores, o total de crédito orçado: R$ 3.438.000,00, sendo que desse valor nós temos que tirar aqueles R$650.000,00 que constava nos orçamentos desde a década de 90, que era aquela questão da transição da nova Câmara de Vereadores com o Fórum de Farroupilha, isso não acontece mais, mas quando estivemos lá em frente a Prefeitura, 24 dias no mês de dezembro. Conseguimos ali inclusive, ali era o momento de iniciar a negociação para essa permuta entre o Município de Farroupilha e o estado do Rio Grande do Sul, aonde o terreno do município de Farroupilha, aonde está instalado o Fórum, foi doado, entregue para o Governo do Estado. O Município recebe em troca a Delegacia de Polícia futuramente, aquela área e mais outro prédio e a Delegacia de Polícia então vai para o antigo Fórum, além dessas avaliações ainda está vindo uma área, a parte de um lote em uma área no Bairro 1º de Maio, junto a Escola Estadual Olga Ramos Brentano, que vem para o município também em função da diferença de valores, então vem um valor ao município daquela área. Benefícios Previdenciários: R$ 724,85. Benefícios Assistenciais: R$ 52.917,20. Vencimentos e Vantagens fixas – Civil: R$ 1.612.713, 69.Despesas Variáveis – Pessoal Civil: R$ 4.591,11.

Diárias: R$ 26.728,95. Material De Consumo: R$ 25.567,2. Equipamento e Material permanente: R$ 9.449,00. Passagens e Despesas com Locomoção: R$ 17.458,27. Outros Serviços Terceiros Pessoa Física: R$ 147.429,92. Outros Serviços Terceiros Pessoa Jurídica: R$ 98.628,86. Auxílio Alimentação: R$ 61.967,24. Publicidade e Divulgação: R$ 9.480,00. Aquisição ou Indenizações de Imóveis: R$ 600,00. Encargos Previdenciários de Regime Geral: R$ 320.833,26. Encargos Previdenciários de Regime Próprio: R$ 9.004,10. Então essas foram basicamente as despesas que tivemos durante a gestão de 2016. Desses R$ 3.438.000,00, estamos tirando os R$650.000,00 que era daquela negociação do fórum, total de gastos foi R$ 2.398.033,68. Em outubro, quando estivemos na frente do Município de Farroupilha, que fui Prefeito por 4 dias, naquela oportunidade fizemos um repasse ao Executivo Municipal de Farroupilha no valor de R$ 150.000,00 que era destinado ao Hospital São Carlos, em uma oportunidade em reunião com a diretoria, com a administração, com o Conselho, para fazer esse repasse de R$ 150.000,00, lembro bem quando o pessoal do Conselho disse assim “só R$ 150.000,00? ” Então pela dívida que tinha, era um valor irrisório, mas havia uma solicitação aqui na Casa, como Presidente, da RGE falando de uma dívida que tinha com o Município de Farroupilha, com o Hospital São Carlos e que nós só repassamos esse dinheiro aqui para eles para pagar pelo menos uma parcela do parcelamento, que era R$35.000,00 e R$ 105.000,00 então seria para a despesa do pagamento de alguns médicos. Resumo de toda essa nossa gestão de 2016, em 02 de janeiro a Câmara de Vereadores repassou ao município a sobra do exercício de 2016 de mais R$411.620,05. Poderíamos dizer, se fosse o Executivo ia dizer “foi má administração, pois sobrou dinheiro”, mas nós pensamos na situação do município quando repassamos R$ 150.000,00 para o hospital, os R$ 411.620,05também foram muito importantes para servir de contrapartida para o asfaltamento da Pedro Antonello do Bairro 1º de Maio e o asfaltamento da Bigfer até entrada do Bairro São José. Então essa contribuição que a Câmara de Vereadores deu para a Comunidade de Farroupilha, podendo gastar em outra coisa, podíamos inclusive ter colocar ar-condicionado, a questão do estacionamento, conseguimos negociar com o proprietário, hoje nós temos uma área de estacionamento exclusiva para a Câmara de Vereadores, sem custo adicional. Então achamos importante também que, desse valor que foi devolvido ao Município de Farroupilha é a contribuição que a Câmara de Vereadores pode dar para a comunidade. Inclusive na legislação de 2016, circulou aqui um abaixo assinado para que os Vereadores voltassem a ganhar um salário mínimo, foi recebido por esta Casa e foi arquivado por não ter sustentação jurídica constitucional. Então dizer que se fala na comunidade que os Vereadores só gastam, só tem despesas. Tem também as suas contribuições para a comunidade e também esse dinheiro que era para gastar na Câmara de Vereadores, repassamos para o município R$ 411.620,05, mais R$ 150.000,00, quase R$ 561.000,00 que era da Câmara Municipal de Farroupilha e nós repassamos isso para o Executivo e a nossa contribuição que nós demos da Câmara de Vereadores, através deste Presidente para também suprir algumas necessidades, algumas deficiências financeiras tanto do Hospital São Carlos, como também da própria municipalidade que havia até problema de recursos para contrapartida para a efetuação daqueles dois asfaltos que foram feitos agora no início de janeiro. Então essa foi a contribuição que a Câmara de Vereadores deu para o Município de Farroupilha e me sinto muito feliz por ter realizado esta administração em 2016 e dentro desse resultado positivo que nós tivemos. Podíamos ter gastado muito mais, podíamos, mas acho que foi importante nós devolver esse dinheiro também para o Executivo para contribuir para a comunidade, para não falarem que os Vereadores só gastam, só ganham dinheiro e não fazem nada. Nós trabalhamos, tivemos atividades, e essa Casa, meu Presidente, eu fui Presidente ano passado, representei sempre essa Casa em todos os eventos que nós fomos convidados e participamos de todos os eventos representando não só a Câmara de Vereadores, como o próprio Município de Farroupilha, o que é muito importante, então essa é a mensagem que eu gostaria de citar, dizer que foi um privilégio muito grande ter sido Presidente e fazer parte da galeria de Presidentes, de pessoas ilustres de Farroupilha, que já dirigiram essa Casa, tivemos o Vereador Alberto Maioli, o Josué Paese Filho, José Mário Bellaver e outros que virão, hoje Vereador Fabiano Piccoli e assim por diante, cada um tem a sua responsabilidade e a sua participação na comunidade de Farroupilha, frente à Câmara de Vereadores, me sinto muito orgulhoso por ter participado desse pleito e ter sido então indicado como Presidente da Câmara de Vereadores no Exercício de 2016 e por isso estou prestando contas daquilo que foi feito, poderia ter sido feito mais, mas acho que foi bem mais importante nós passar isso para o município e para as pessoas tanto do Bairro 1º de Maio como o São José, que foram beneficiadas, como o próprio Hospital São Carlos também, uma pequena parcela, mas foi o que a Câmara de Vereadores pode fazer. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Raul Herpich. Eu convido o 1º Vice dessa Casa, Vereador Dr. Thiago Brunet, para que assuma a presidência, enquanto eu uso a Tribuna desta Casa. Questão de Ordem Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Se o Senhor quisesse, como PT, Partido dos Trabalhadores, usar o Grande Expediente, o Senhor deveria ter usado por primeiro hoje, o Senhor usou o Grande Expediente por último a semana passada, é um rodízio de partidos, portanto, para usar o Grande Expediente, se o PT entrar, como não tem bancada aqui, e está como Presidente, tem que entrar no rodízio. Então o Senhor usou o Grande Expediente por último a semana passada, nesta semana seria o primeiro. O Senhor não pode todas as vezes usar o Grande Expediente por último.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Ok, eu vou aceitar a sua sugestão e na próxima semana serei o primeiro se for usar a Tribuna e conversei sobre isso com o nosso Secretário Executivo, ele não está aqui, mas a orientação que eu tinha é que poderia sempre usar. Ok, na próxima semana serei o primeiro a usar o Grande Expediente.

1º VICE-PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra, o Vereador Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Senhor Presidente. Senhores Vereadores, público presente, funcionários da Casa, boa noite a todos. Primeiramente eu queria falar sobre o Projeto de Lei nº 06/2017 que deu entrada na Casa nesta noite que é um Projeto de Lei que vem do Executivo, na qual no ano passado enquanto eu pude fazer uso desse Parlamento, apresentei dois Projetos de Lei como sugestão para incluir no calendário de eventos do município o primeiro, criar a Semana Municipal da Alimentação Orgânica e o segundo colocar no Calendário Oficial do Município também o Dia do Almoço Ecológico. São duas pautas que vem sendo trabalhadas a bastante tempo com os nossos produtores orgânicos aqui do município, com AFAPAN, os próprios COMAM. Então deu entrada na Casa esses dois projetos o qual eu fico muito feliz de que poderemos votá-los e contemplar essa parcela dos produtores farroupilhenses que tem uma produção toda diferenciada. A segunda questão que eu queria dividir com os Senhores é pesar pelo falecimento do Ministro Teori Zavascki, que aconteceu na última quinta-feira, se eu não estou enganado, Ministro que foi nomeado em 2014 pela então Presidenta Dilma Rousseff e que fez um trabalho extraordinário à frente do Supremo. Foi muito questionado no início como indicação da ex-presidente, todos nós sabemos que os Ministros todos são indicados pelo Presidente da República em exercício. Cedo um aparte ao Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Obrigado Senhor Presidente, eu até tinha anotado aqui, olhando os Projetos que entraram hoje eu acabei esquecendo, eu acho que a Casa e os presentes, até pela autoridade que o Teori era, Ministro, catarinense, ainda adotou Rio Grande do Sul, Porto Alegre, e pelas suas condições de levar os processos, eu acho que a Casa deveria prestar um minuto de silencio para o Ministro Teori. É a minha sugestão. Obrigado.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Josué, sem dúvidas faremos isso, podemos fazer no intervalo do Grande para o Pequeno Expediente. Ok, obrigado. Então o Ministro Teori, ele foi muito questionado pela imprensa, pelos partidos políticos de que ele ia ser um apêndice do Governo Federal, que ele teria entrado para defender a Dilma, para defender o Lula, inclusive tem uma matéria do O Globo de 16/10/2015, o título é: “Os três trabalhos de Teori como Ministro do Supremo que ajudaram Dilma e Lula”. Então passado algum tempo, ele começou o seu trabalho e hoje é inquestionável o trabalho dele como Ministro do Supremo, engraçado é que, e o que me deixa triste é que as pessoas são boas depois que morrem né? Depois que o cara morre aí todo mundo elogia e é incrível isso. Aí, dentro dessa linha, tem várias reportagens aqui que retratam o trabalho sério, dedicado, coerente e apartidário do Ministro Teori à frente do Supremo. Segundo o ex-ministro Cesar Peluso, “Teori era um dos melhores juízes que conheceu e teve uma carreira extraordinária”. O Governador de São Paulo Geraldo Alckmin como “uma das pessoas mais lúcidas e coerentes do Judiciário”, que “fará muita falta”. O juiz Sergio Moro: “Sem ele, não teria havido a Operação Lava Jato. Espero que seu legado, de serenidade, seriedade e firmeza na aplicação da lei, independente dos interesses envolvidos, ainda que poderosos, não seja esquecido.” E aí a professora e advogada Janaína Paschoal, uma das autoras do processo que culminou no impeachment da presidenta Dilma Rousseff, disse à BBC que o caso “precisa ser investigado”.  E ela fala mais “O importante é que o país exija que essa investigação criteriosa seja feita. Devem participar a Força Aérea, a Polícia Federal, o Ministério Público Federal. Muitas pessoas poderosas serão beneficiadas com essa morte, nem que seja pelo atraso nas investigações e nas revelações, que seriam feitas.” O Ministro Teori estava de férias e tinha deixado toda a sua equipe trabalhando, não deu férias para a equipe para ficar trabalhando, na qual ele tinha, estavam trabalhando na divulgação de 77 delatores ligados à Odebrecht e esses 77 delatores, e ele iria abrir o sigilo de cerca de 900 depoimentos. E que iria sobrar para todo mundo envolvido na Lava-Jato. Independentemente de partido político, religião ou time. Então o que a gente espera é que a Ministra Carmem Lúcia redistribua os processos do Teori e que este trabalho da Lava-Jato continue e que sobre para todo mundo que esteja envolvido na Lava-Jato. Todo mundo que meche no que não é seu, precisa ser julgado, tem que ter o seu direito de defesa, mas não pode passar impune. A justiça existe para isso. Todos nós temos o direito de nos defender, mas a justiça tem que fazer o seu papel. Então queria deixar registrado aqui com pesar, o falecimento, essa morte trágica do Ministro Teori que vinha fazendo um trabalho excepcional e deixar como reflexão, que nós temos que ser muito críticos frente o que a imprensa fala, porque muitas vezes o que a imprensa faz é gerar a notícia e a notícia pode ser verdadeira ou não toda 100% verdadeira. Então fica aqui, Vereador Josué, obrigado pela sua sugestão, quando entrarmos no Pequeno Expediente, proporemos um minuto de silencio. Para finalizar Senhor Presidente, em relação à reunião de hoje, o convite veio por uma ligação telefônica, do Presidente Felipe aqui para a presidência da Casa, que ia acontecer no dia de hoje essa reunião, seria uma reunião inicial para retomada desse Projeto que é o Parlamento Regional, que é um Projeto que estava parado a algum tempo já, e na minha impossibilidade de participar, pedi para os funcionários da Casa, para o Secretário Executivo Duilus e a Assessoria participar, o Duilus, por um problema de carro não pode estar presente e o convite chegou para o Presidente, como era a primeira reunião, sem saber a pauta, sem saber a amplitude, decidi por participarmos, analisarmos o que seria e depois compartilhar com os Senhores e é o que eu farei agora, então na reunião de hoje, nós tivemos a presença de Caxias do Sul, Antônio Prado, Bento Gonçalves, Ipê, Monte Belo, Nova Roma do Sul, Pinto Bandeira, Veranópolis, São Marcos e Farroupilha. Os municípios que foram convidados e que não participaram foi Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua e Santa Tereza, então o Presidente Felipe fez uma explanação do objetivo da retomada do parlamento, de debater assuntos de interesse da região, começou-se a debater o primeiro que é um posicionamento em defesa de uma Lei que já está aprovada pelo Congresso mas foi vetada pela Presidência da República que acaba com o privilégio de 135 municípios que concentram arrecadação do ISS dos cartões de créditos utilizados. Então levou esse assunto para pauta, a próxima reunião será no dia 10/02 na cidade de Veranópolis, às 14h, esse parlamento será itinerante, foi em Caxias do Sul, será em Veranópolis, virá para Farroupilha também e será então colocado em debate para aprovação da emissão desse manifesto para o Poder Executivo e Legislativo em todas as instancias e também Farroupilha vai levar como modelo que nós temos aqui hoje, do transporte público para as universidades. Então nós levaremos o que Farroupilha tem de Lei nessa área para compartilhar com os outros municípios. Caso o Presidente não possa estar presente nessa reunião, levaremos para essa Casa, para que alguém possa estar presente e participar. Cedo um aparte ao Vereador Arielson Arsego.

VER.ARIELSON ARSEGO: Só gostaria de saber, esta reunião do dia 14/02, também será só para os Presidentes?

VER.FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Dia 10/02, não a primeira reunião foi convite para o Presidente, se o Presidente na próxima não puder ir, eu vou abrir, porque agora nós sabemos a pauta, sabemos o que irá acontecer, a princípio a informação que nós tínhamos, mas vamos levantar essa informação, porque não chegou nenhum convite oficial, se for aberto, vamos fazer presença em massa, todos os Vereadores que puderem estar presentes. Então, em relação a esse parlamento, é isso, e assim, eu queria pedir para todos os Senhores Vereadores, quando tiverem alguma dúvida em relação a essa Casa, eu nunca deixei de atender o celular de ninguém, então, Fabiano, Presidente, alguma questão quanto a isso, eu sempre fui uma pessoa muito aberta, meu celular está sempre a disposição de todo mundo, para tirar qualquer dúvida direto com essa Casa. Então para finalizar, só para complementar a preocupação que o Vereador Arielson trouxe em relação ao turismo, realmente ingressar na rota turística do Brasil não é fácil, Bento Gonçalves, veio trabalhando há mais de 30 anos e Seu Tarcísio Michelon é uma das pessoas que mais incentiva, mais busca, para quer o turismo de certo, o que ele comentou, essas operadoras que nós chamamos Vereador Arielson, que é a Brocker Turismo, a CVC, a Vento Sul, são empresas que vendem pacotes turísticos, eles vendem “Gramado e Maria Fumaça”, não vendem Bento Gonçalves, não vendem a Região da Uva e do Vinho, não vendem Caravaggio, é Gramado e Maria Fumaça, porque? Porque é onde eles ganham dinheiro, e o que infelizmente nós tentamos nos últimos 4 anos, é muito difícil estabelecer uma operadora de turismo aqui na cidade, Bento Gonçalves tem algumas pequenas que estão fazendo belos trabalhos como por exemplo a Giordani Turismo, que agencia Maria Fumaça, mas ela faz agendas, para outros destinos turísticos também, que são elas que trazem os turistas, um dos grandes desafios que nós tínhamos e falo como ex-Secretário do Turismo, era atrair empreendedores, investidores, para que façam o turismo acontecer, mas também recuperar os espaços públicos. Então são etapas que tem que serem seguidas, e felizmente nós conseguimos com o apoio dos mais diversos deputados, dos diversos partidos que compõem a base do Governo federal, da oposição e da situação, nós tivemos muitos recursos que vieram e nós conseguimos fazer ao menos um pouco do dever de casa, que era deixar nossos parques revitalizados, que são os espaços públicos, os desafios são grandes, o setor do Turismo, e temos a certeza que Farroupilha está no caminho certo. Obrigado Senhor Presidente.

1º VICE-PRES. THIAGO BRUNET: Passo a palavra para o Presidente Fabiano André Piccoli.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Acatando a sugestão do Vereador Josué Paese Filho, faremos um minuto de silêncio, homenagem póstuma ao Ministro Teori Zavascki.

 

(Um minuto de silêncio em homenagem póstuma ao Ministro Teori Zavascki)

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado a todos, questão de ordem ao Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIESLSON ARSEGO: Só antes de começar o Pequeno Expediente, eu fiz eu Requerimento na Tribuna, tem que ser posto em votação.

PRES.FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Colocamos em votação o Requerimento de nº 016/2017, de autoria da bancada do PMDB. Encaminhamento, Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Ao PMDB, o PDT gostaria de subscrever o requerimento.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: OK, pode ser assim Vereador, requerimento subscrito por todas as bancadas? Então, colocamos em votação o Requerimento 016/2017, de autoria da bancada do PMDB, subscrito por todas as demais bancadas, os Vereadores que estiverem de acordo, permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Se me permitem só fazer um comentário em relação ao Hotel DiCapri, o Hotel DiCapri, foi a primeira visita que eu fiz como Secretário de Turismo, uma coisa engraçada, Vereador Arielson que naquela oportunidade ele me comentou, que lá em 2013, que eles tinham uma taxa de ocupação alta, de segunda a quinta, de sexta a domingo a taxa de ocupação despencava, uma das últimas visitas que eu fiz como Secretário, foi a ele, e ele disse que no ano de 2016, em função da situação econômica inverteu, de segunda à quinta a taxa de ocupação despencou, de sexta a domingo aumentou, que aí era mais o turista de lazer, isso são palavras dele. Então, bastante nos alegrou isso, que contribui muito para o Município de Farroupilha. Então agora sim passamos ao espaço destinado ao Pequeno Expediente.

 

PEQUENO EXPEDIENTE

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Alberto Maioli.

VER. ALBERTO MAIOLI: Boa noite Senhores Vereadores, Vereadora Dra. Eleonora, saudação especial a todas as pessoas que estão aqui nessa Casa, funcionários da Casa, e não poderia deixar de dar aqui uma saudação muito especial, um abraço muito cordial as pessoas da REDE que sempre vem prestigiar a nossa Sessão, a Franciele Sena, a Renata, Assessora da bancada da REDE, a Renata Trubian, que é a Presidente do Partido e o Edson Barbosa que vem inclusive fazendo um trabalho, me dando orientações muito importantes, sobre animais. E já que falaram de animais, o meu amigo, tem falado na Tribuna, sobre a Frente Parlamentar de Animais, e muitas pessoas quando me vêem, pensam assim, “Bá, o Vereador Alberto Maioli quer matar todos os animais”, é mentira o Vereador Alberto Maioli, quer que os animais tenham o devido respeito e cuidado pelos proprietários, inclusive já conversei com a Arlene, que nós temos que passar a responsabilidade para os proprietários do animais, e nós temos que auxiliá-los para ter uma identificação, para responsabilizar os proprietários dos animais, quem não cumpre com a legislação animal que seja dada multa e que essas multas sejam revertidas as ONGS doa animais para comprar e tratar aquilo que precisa. Então essa vai ser a minha identidade de lutar para que todos os animais sejam identificados e responsabilizar os donos dos animais. Porque já comentei aqui nas outras Sessões, porque as mamães com os filhos pequenos passam lá e dizem “ah, que animal bonito, lindo, mamãe compra um para mim”? E a mamãe compra, depois de 2, 3, 4 meses, começa a fazer arte, vai à rua, larga na rua longe da criança, para não mais ver o animal, diz que morreu, mas está lá, solto na rua. Então todo o animal tem que ser identificado, e não custa muito porque o Barbosa me falou que entre agulha e o chip não custará nem R$ 15,00, e a Prefeitura tem um aplicador. Então é uma coisa que nós juntamente com todos os seguimentos vamos fazer uma coisa bem importante. Comentaram aqui sobre Farroupilha, de turismo, que é uma coisa muito importante, acho que a comissão muito bem falou o Vereador Arielson, nós temos que 4 ou 5 cérebros de computadores pensam mais do que um, porque Farroupilha se vocês fizerem uma reflexão, acho que é importante salientar, não existe no Brasil, uma cidade que tem uma mata nativa no centro, praticamente no coração da cidade de aproximadamente 10 hectares, eu nem sei se não é muito mais que 10 hectares, eu até vou ter que me informar, sei que é uma área bastante grande. Então acho que junto com o Secretário de Turismo, temos que ajudar a divulgar, não sei se dá para mexer alguma coisa lá dentro, deveria ter para mim todos um carreiro, que deve ter dezenas e dezenas de variedades de árvores e deveriam todas serem identificados para fazer um turismo maravilhoso para Farroupilha e divulgar Farroupilha, que é um lugar maravilhoso. E acho que nós Vereadores, estou vendo acho que todo mundo está entusiasmado, de vez em quando dá uma briga, mas que isso é normal, mas em benefício de nossa comunidade, isso deverá acontecer. Bom, eu quero dizer aqui que JESUS, intercedesse junto a DEUS para que o espírito, do Ministro Teori, se encarnasse no coração do próximo Ministro para poder dar continuidade ao trabalho maravilhoso, que ele estava fazendo. Mais uma coisa eu quero dizer aqui, muitas pessoas dizem que cada um deveria fazer a sua parte e é verdade, porque eu quero dizer que há diversos anos atrás eu dei de presente para a Prefeitura Municipal o asfalto que vai lá para o 1º de Maio, ali que passa naquele asfalto todas as plantas de Extremosas Brancas, para plantar, e a turma passou, e o que não quebram, cortaram fora com facão tudo, não tem 3 ou 4 mudas, o resto tudo quebrada, isso que me deixa triste. Eu só para encerrar vou dizer o seguinte: “quem ama a natureza e a preserva, ama a DEUS e aos seus semelhantes”. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Alberto Maioli. A palavra a disposição dos Senhores Vereadores, com a palavra o Vereador Dr. Thiago Brunet.

VER. THIAGO BRUNET: Boa noite Senhor Presidente, boa noite funcionários da Casa, assim como a comunidade que aqui se faz presente, neste local, muito obrigado pelo prestigio. Eu estou profundamente triste do nosso Ministro Teori Zavascki, eu sou uma pessoa que tentava na medida do possível dentro do meu tempo acompanhar o trabalho dele, assim como acompanhava o do Ministro Barbosa também. Porque eu vejo que neste país, o grande câncer, que temos hoje sem dúvida nenhuma se chama corrupção, ou nós acabamos com ela, ou ela irá acabar com o nosso País. No ano passado estima-se que cerca de R$ 200.000.000.000,00 foram desviados dos cofres públicos, pessoas de colarinho branco, de modo covarde, entraram lá, e na cara dura do povo, retiraram de lá ou desviaram de lá R$ 200.000.000.000,00. Quando isso acontece, pessoas por favor, eles estão tirando da gente, nossa saúde, nossa segurança e a nossa educação, passamos o ano inteiro assistindo na televisão desviaram R$ 2.000.000.000,00, roubaram R$ 200.000.000.000,00, tiraram isso, fizeram aquilo. E nós achávamos que estavam impunes, que este roubo ou este desvio não iria chegar até nós, mas chegou, é por isso que nós temos uma porcaria de segurança pública, uma saúde precária, nós temos uma educação que infelizmente não dá para confiar mais, então isso é resultado de pessoas de má fé, de pessoas covardes que tem que pagar pelo que fizeram. R$ 200.000.000.000,00, é o estimado do desvio do ano passado, isto é quase o Produto Interno do Brasil, é 20% do Produto Interno do País, os caras conseguiram desviar, isso não com faz, nem que mágica os caras fazem. Mas tem que pagar, ficar preso, e não pode ficar preso um ano só, sair e pegar R$ 10.000.000,00 que roubou e ir embora, isso aí, daí isso é presente, não é punição. Então gente, quando quem manda perde a vergonha, quem obedece perde o respeito, e o povo perdeu o respeito pelos políticos por atitudes assim. E isso eu falo aqui porque é uma das situações que me levou a entrar na política, para tentar ser uma pessoa justa, tentar ser uma pessoa honesta e fazer com que os dinheiros dos nossos impostos caiam nas mãos do povo, não no bolso de maus políticos. Então gente aqui fica minha consternação pelo acontecido, queira eu que como disse nosso Vereador Alberto Maioli, que a próxima pessoa que estiver lá que realmente faça jus ao nome do que ali estava e siga o trabalho grandioso e magnifico que esse cidadão estava nos proporcionando e estava nos presenteando. Era isso Senhor Presidente. Muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Thiago Brunet. Palavra a disposição dos senhores Vereadores, com a palavra o Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Obrigado Senhor Presidente, boa noite a todos os Vereadores, Vereadora Dra. Eleonora, quero cumprimentar o Gasperin do Jornal Informante que representa nossa imprensa farroupilhense nesta noite, aproveito também para cumprimentar o meu amigo Gustavo Hipólito Chiele, que já veio em outras Sessões e eu não tinha mencionado ele aqui, quero cumprimentar a família Menzen que se faz presente aqui através do Leandro, do Seu Odenilo e da Dona Rosa, em nome desses cumprimentar todos os presentes, e também um cumprimento muito especial a Arlene Lazzari suplente de Vereadora da bancada do PMDB, certamente a pessoa que quando se fala de assuntos de Proteção Animal não só na teoria, mas sim na prática é quem mais contribuiu e quem mais merece os créditos do que a gente conseguiu de fazer de defesa de proteção animal, aqui no município até os dias de hoje. Eu estou usando este espaço Senhor Presidente, para apresentar então 2 Requerimentos, o 1º Requerimento ele é fruto inclusive da disponibilização de alguns endereços eletrônicos através do site da Câmara de Vereadores, lá está divulgado o nosso e-mail conforme o Senhor disse em reunião, com todos os Parlamentares desta Casa, então um cidadão aqui do município de Farroupilha encaminhou ao meu e-mail pessoal, o e-mail da Câmara de Vereadores em meu nome, uma solicitação ao bueiro, aqui próximo à Câmara de Vereadores, e eu vou ler até aqui o e-mail, para que fique aqui e depois a gente coloque em votação. Ele fala aqui que, “na rua Julio de Castilhos, nas proximidades do nº 500, praticamente ao lado da Câmara de Vereadores, tem um bueiro que está quebrado”, ai ele coloca que ele tem dificuldades principalmente nos dias de chuva, e para isso e respondendo a demanda da comunidade, que é o trabalho que a gente deve fazer eu apresento o Requerimento de nº 14/2017, aonde eu peço, “após ouvida a Casa, eu peço a Vossa Excelência, que seja enviada ao poder Executivo que encaminhe para a secretaria competente, o pedido para que seja concertado a boca de lobo localizada na Rua Júlio de Castilhos, em frente ao numeral 486, tendo como referência a Oficina do Esporte, conforme foto que está junto em anexo”, para isso eu peço a votação pra este requerimento, senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Só por uma questão de encaminhamento o Senhor quer ler os dois e colocamos em votação os dois juntos? Fizemos a votação dos 2 juntos, fizemos e encaminhamento dos 2 juntos pode ser?

VER. JONAS TOMAZINI: O encaminhamento dos 2 pode ser. Seguindo então o requerimento de nº 015/2017, ele convida na verdade, ele está renovando o requerimento que foi feito ano de 2016, pelo Vereador Vinicius De Cesaro pela bancada do Partido dos Trabalhadores, onde então foi convidado o Leandro Menzen, para que viesse a essa Casa, para demonstrar seu projeto desenvolvido na faculdade como Tema de Conclusão de Curso, para que ele viesse até a Câmara de Vereadores e apresentasse o projeto desenvolvido, como era bem no final do ano a solicitação foi feita, no mês de dezembro, não recordo bem qual data, não se conseguiu fazer a notificação do convidado e o agendamento para que ele participasse da Sessão aqui na Casa, então para não ficar esquecido isso, eventualmente não foi localizado naquela oportunidade, nós estamos refazendo o requerimento onde eu então coloco, “após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que  se oficie o Senhor Leandro Menzen, morador de Farroupilha, para que venha a essa Casa, explanar e apresentar um jogo criado por ele, chamado Player City, a proposta do jogo é ser usado como ferramenta pedagógica, nas escolas  do Município. O jogo desperta o interesse das  crianças em conhecer o que tem nos pontos turísticos da cidade e despertar a curiosidade delas, em querer conhecer os locais”, tal pedido foi apresentado através de requerimento pelo Vereador Vinicius De Cesaro, mas a apresentação não foi possível dentro da legislatura anterior, com o atual pedido estamos dando a oportunidade de apresentação para os Vereadores e para a Comunidade, eu quero ressaltar aqui que o jogo teve o cuidado Presidente e demais Vereadores, de ser possível de ser rodado mesmo nas máquinas de baixa potência, vamos dizer assim. Porque muitas vezes nós temos nas escolas computadores doados que vieram de outros lugares que não são dos melhores, e mesmo assim o jogo tem condições de ser rodado, acho que nós falamos de turismo hoje, um dos primeiros momentos é instruir a nossa população, acho que se a nossa população tem instrução e conhece o que tem nosso município, facilita, para que a gente possa vender as belezas naturais, o nosso comercio, para que as pessoas venham visitar Farroupilha, era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Jonas Tomazini, colocamos em votação os requerimentos 014/2017 e 015/2017, de autoria do Vereador Jonas Tomazini, encaminhamento de votação do Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Gostaria de cumprimentar o Vereador Jonas pelo Requerimento 014/2017, dizer que essa solicitação chegou também nos e-mails desse Vereador e na última sexta feira, nós encaminhamos para o Secretário, mas dizer que é válida a colocação e com certeza a gente vota favorável.

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Aldir Toffanin, mais algum encaminhamento de votação? Colocamos então em votação os requerimentos de nº 014/2017 e 015/2017, de autoria do Vereador Jonas Tomazini. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores, palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Josué Paese Filho. Vereador da Bancada do PP.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Obrigado Senhor Presidente, desde já vou apresentar um Requerimento 018/2017, “o Vereador abaixo assinado requer a Vossa Excelência, após ouvir a Casa que seja oficiado ao Poder Executivo, ou ao seu órgão competente para que ver a possibilidade da troca da lâmpada na Rua Alecrim numeral 188, Bairro Cinquentenário, a pedido dos moradores. ” Isso já faz uns 4 meses, segundo os moradores, então a gente pede para a Secretaria dar uma olhada, que é uma rua perto de uma praça inclusive, onde acumula muitas pessoas e é muito escuro lá, então, era isso Senhor Presidente.

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Colocamos em votação o Requerimento 018/2017, de autoria do Vereador Josué Paese Filho, Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. A palavra continua à disposição de todos os Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Primeiro lugar Presidente quero fazer um agradecimento aos funcionários da Casa, e a Assessoria da bancada do PMDB, a Tania e o Gabriel, pela assistência que deram ao Partido Progressista, para este Vereador e ao Tadeu, na ausência, que estava em férias a nossa Assessora, que volta quarta feira, então agradecimento da bancada do PP, a todas essas pessoas. Sobre a Frente Parlamentar, sobre os animais, que nós vamos discutir amanhã que vamos escolher o Presidente, o Vice-Presidente, Secretário e o vice-secretário, às 18h30min amanhã, eu acho que a gente já vem batalhando há muito tempo, quero aqui aproveitar para cumprimentar a Arlene que por muitos anos fez frente à ONG dos Peludos, mas continua sempre ativa, nosso Presidente Renato que estava presente, e as demais pessoas aqui. Dizer que sei das suas intenções Vereador Tiago, mas primeiro temos que escolher as pessoas que irão fazer parte dessa frente, antes de falar com o Secretário que é muito importante e as pessoas que são ligadas ao Executivo, sobre esse assunto muito importante, amanhã vamos discutir isso depois da escolha e antes disso de reunir com a ONG Dos Peludos e outros Voluntários, para a gente discutir o assunto e levar depois ao Executivo, porque eu conheço o assunto de baixo pra cima e de cima pra baixo. Então o trabalho das ONGs e dos Voluntários, das ONGs, não porque ONG só existe uma que é dos Peludos, mas tem outros voluntários ai que fazem um grande trabalho também, não estão registrados como ONGs, então acredito que nós deveríamos guardar um pouco da sugestão desse Vereador, antes de entrar em contato com o Executivo e com o Secretário, de nós formar essa Frente amanhã, reunir essas pessoas da ONG, e outras pessoas interessadas no assunto para nós buscarmos mais umas informações e depois sim buscar alternativa junto ao Executivo, ideias que Vereador Tadeu deu na Tribuna, e de ideias que a Frente irá ter e todos os Vereadores podem opinar. O assunto que me chamou atenção também hoje de manhã ouvindo a rádio, um cidadão, não me lembro se ele fez o nome eu acredito que não, nós falamos aqui, Vereador Thiago Brunet, da Rua Tiradentes da algazarra, que tem lá aquela baderna toda, e hoje de manhã veio à tona outro assunto da Rua da República, que as pessoas amanhecem fazendo anarquia, vamos dizer, disse aqui nessa Casa que é falta de Educação, com som alto, bebedeira e tudo que é tipo, e lá na Rua Independência, lá não tem bar, lá o pessoal vai lá, senta lá, leva sua caixa de isopor e vão fazer festa e não respeitam ninguém. Na Rua da República tem um bar, agora á tarde antes de vir para a Câmara, veio um cidadão que me pediu para não fazer o nome por enquanto, numa outra rua perto da Rua da República onde também existe outro bar, que eles não aguentam mais o barulho à noite, então são diversos pontos da cidade. Quero dizer aos Senhores que já estou vendo algumas Leis em alguns municípios, que a gente tem que ter muito cuidado no falar, mas ele sugeriu, que em Caxias do Sul, por exemplo, existem leis que esse bar tem que fechar a meia noite, é bastante complicado, porque lá dentro do bar eles tem o respeito, mas na rua, não é responsabilidade deles, então nós temos que analisar bem isso. Eu gostaria de fazer uma convocação à comissão de Segurança que sou eu, o Vereador José Mario Bellaver e o Vereador Aldir Toffanin, amanhã ou durante a semana de se reunir para a gente se reunir e tratar desse assunto junto na Brigada Militar, junto com o Executivo, para buscar uma solução, para esses casos que são muito sérios nessa cidade. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Josué Paese Filho, a palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Raul Herpich.

VER. RAUL HERPICH: Só para mencionar, eu vi o Vereador Arielson falou a pouco da assinatura do contrato da VRS 813 e da 448, veio convite para a Casa? Ou é só para a bancada do PMDB isso? Isso que eu gostaria de saber?

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Respondendo à pergunta, até o momento não chegou nada para Casa.

VER. RAUL HERPICH: Não, é só para esclarecimento, porque de repente, né? Só isso Senhor Presidente, obrigado.

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Obrigado, Vereador Raul Herpich. A palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores, com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, demais Vereadores, Vereadora eu solicito encaminhamento para o Requerimento 017/2017, onde estão aqui nominadas três solicitações em uma só, a questão da iluminação. Queria saudar aqui o Vereador Aldir Toffanin que conhecesse esse tema como poucos é um grande mestre, eu não sei exatamente se eu poderia ter formulado o pedido somente num, e fiz isso por uma questão de facilitação na organização na organização dos trabalhos, porque 2 é no mesmo bairro, e um em outro bairro. Então eu faço o Requerimento de nº 17/2017 que contém o seguinte conteúdo escrito: “O Vereador abaixo firmado requer a vossa Excelência, após ouvida a Casa que seja oficiada ao Poder Executivo para ver da possiblidade da troca de lâmpadas e fotocélulas, na Rua Jose Fitarelli nº 197, Bairro Santo Antônio, Rua João Gardini 116, Bairro Santo Antônio e Rua Jose Highert nº 473, bairro São Luiz, a pedido dos moradores. ” O porquê de citar fotocélula e talvez o Vereador Aldir Toffanin me auxilie, porque muitas vezes solicitamos o reparo da lâmpada e que muitas vezes não é a questão lâmpada e sim o conjunto fotocélula, em algumas noites apagada, pelo problema estar na fotocélula, então como sugestão já nesse pedido aqui, acresci fotocélula para que seja revisado ao mesmo tempo a revisão da fotocélula. Peço votação também desse Requerimento senhor Presidente.

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Em votação o Requerimento 017/2017 de autoria do Vereador Tadeu Salib dos Santos. Vereadores que estiverem de acordo permaneçam em suas posições. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Palavra continua à disposição do Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Era somente isso, obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANOANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Tadeu, a palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores, com a palavra a Vereadora Dra. Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite Senhor Presidente, demais Vereadores, Senhores e Senhoras presentes hoje na Casa do Povo, minha amiga Arlene Lazzari, boa noite a todos. Amanhã Senhores decidiremos então a Comissão, que por fim fará parte da Frente Parlamentar pela Saúde Animal, 4 dos nossos Vereadores, já falaram hoje sobre a Frente Parlamentar, mas eu me sinto na obrigação de complementar algumas coisas. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não se restringe apenas a salvamento de cães e gatos de maus tratos, a complexidade dessa causa exige muito trabalho, conhecimento, desenvoltura, coragem, sobretudo muita doação pessoal, campanhas de conscientização são essenciais sim, mas infelizmente Leis se fazem urgentes, que se façam cumprir as que já existem. Vejam Senhores, animais servem aos homens desde o início do século, nos alimentam, nos vestem, nos protegem, aram nossos campos, nos fazem companhias. Atualmente programas treinam animais para terapia coadjuvantes de pacientes, especialmente crianças com necessidades especiais. E resultados excelentes têm sido obtidos, terapias lúdicas com pacientes internados também se mostram benéficos. Idosos institucionalizados que recebem esses animais terapeutas, recebem um novo alento nas suas vidas. Sabe-se que os animais de estimação diminuem riscos de infartos, depressão e até mesmo de suicídio. Crianças que tem contato restrito com cães e gatos antes dos seis anos de idade, tem diminuído suas chances de desenvolver doenças respiratórias alérgicas, ao contrário do que é pregado por aí. Mas esses são apenas alguns de seus inúmeros benefícios que os animais despojadamente oferecem ao ser humano. O mínimo que nós podemos oferecer em troca é cuidar da dignidade desses animais e ter respeito a eles, mas infelizmente não é o que nós vemos no dia a dia. Embora, graças a DEUS, cada vez mais pessoas vem demonstrando respeito e amor a essa causa. Senhores eu recebi uma denúncia, da Senhora Arlene Lazzari, que exemplifica muito claramente o desrespeito com os animais, animais de grande porte, nesse caso, eu não vou citar nomes, porém, em plena região urbana, no coração do bairro industrial, temos uma pessoa que cria gados para o abate, um abate de fundo de quintal, esses animais ficam soltos, eles se alimentam também de lixo, a carne é vendida sem qualquer inspeção, fora o fato de que esses animais vivem soltos e são abatidos sem condições de higiene, e com que crueldade esses animais são abatidos. Ainda nós temos o risco de contaminação dessa carne, porque os animais comeram lixo e foram abatidos sem higiene. Doenças graves podem advir desse consumo, desde simples parasitoses até a contaminação por agentes bacteriológicos evasivos e potencialmente mortais, esse é apenas um exemplo, está cheio de casos assim por aí. Por isso Senhores, eu quero dizer que em meio a calamidade, da área da saúde que nós estamos vivendo, um olhar de respeito, de fiscalização de preocupação de controle, de responsabilidades, de proposição no cumprimento das Leis que existem e talvez, na sugestão de novas Leis Municipais que protejam não só os animais, mas a comunidade, que os abriga, esta deve ser uma das prioridades da Frente Parlamentar pela Saúde Animal, que com certeza vai ter muito trabalho pela frente. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigada, Senhora Vereadora, a palavra continua à disposição dos senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadora Eleonora, quero cumprimentar meu grande amigo Juliano, o nosso assessor Rafael, o Deco que tive a honra de trabalhar com ele durante 4 anos, César, que até com a permissão dos Senhores Vereadores, vou entregar os Requerimentos em mão para ele, para troca de lâmpadas, que é o novo responsável pelo setor, a Fernanda, o Edson Barbosa, os demais aqui presentes. Quanto a sua sugestão Vereador Josué Paese Filho, esse Vereador está à disposição sem problema nenhum, só marcar que estamos aí. Então quero ser até bem breve hoje no meu pronunciamento, queria aproveitar apenas para cumprimentar o Vereador Jorge que na última sexta feira, tive a oportunidade de estar num bate papo no programa Cidade Aberta, na TV Cidade, onde conseguimos ficar lá por um bom tempo, mais de uma hora né Vereador Jorge, com muita educação, que vindo da sua parte tinha certeza que iria ser assim, então lhe cumprimentar pelo respeito, dizer que estamos sempre à disposição também. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado. Cedo um Aparte ao Vereador Josué Paese Filho.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Um Aparte ao Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Senhor Vereador Aldir Toffanin, o Senhor já se colocou à disposição e o Vereador José Mário, se assim o Senhor concordar a Casa já poderia agendar uma visita da Comissão, junto com a Brigada Militar, o Comandante no caso da Brigada. Podemos fazer? Então Senhor Presidente se a Casa puder já agendar, junto a Brigada Militar, para a Comissão de Segurança. Obrigado Senhor Presidente, obrigado pelo Aparte Vereador Aldir Toffanin.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Faremos a solicitação de agenda, com a palavra o Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado senhores Vereadores, só nós teremos a posse da nova Tenente Coronel que vai comandar o 36º BPM, que ela foi nomeada em agosto de 2016, só não tinha tomado posse, ela deverá tomar posse nos próximos dias. Sugiro nós aguardarmos a posse e aí sim fazermos uma agenda pode ser? Ok, a palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores, com a palavra o Vereador Dr. Thiago Brunet no seu espaço de Líder de Bancada, Líder de Governo.

VER. THIAGO BRUNET: Boa noite a todos novamente, gostaria de expor aqui novamente a minha preocupação com a água e com o esgoto dessa cidade, queria agradecer ao Rafael que buscou alguns dados para mim, num primeiro momento essa Casa teve aqui uma ação muito forte com relação ao Hospital São Carlos e eu pessoalmente, uma das minhas maiores propostas, durante minha campanha como candidato a Vereador foi a água, fui à casa de muitos e muitos cidadãos Farroupilhenses onde a queixa principal que eles tinham era em relação a qualidade da água e eu quero expor aqui minha preocupação e quero solicitar que todos nós Vereadores aqui façamos uma fiscalização devida e importante, com relação hoje ao trabalho da Corsan, saiu no Jornal Farroupilha, que a Corsan está neste momento investindo, saiu uma licitação dia 06/01/2017, estão esperando pra ver quem irá ganhar, tem 7 grandes empresas segundo meu assessor, para que veja quem é que vai fazer o trabalho, no Saneamento básico nessa cidade, nos próximos 2 anos, são investimentos em torno de R$ 20.000.000,00 que a Corsan está como autarquia estadual, está colocando em disposição do município. Porém, isso, essa promessa já foi em outras épocas também, prometido e não cumprido, então eu peço, eu não sei se teremos que fazer uma Frente, Vereador Tiago, ou, uma Comissão, mas alguma coisa tem que ser feito para o tratamento da água esgoto. Vereador Josué, eu estive durante a campanha lá na sua localidade, onde o Senhor nasceu, falei com uns parentes seus inclusive lá, tem muito carinho pelo Senhor, fui em algumas casas, que diziam, não, não, eu já tenho o meu primo que já está na Câmara e me assustou muito lá na linha Paese, um córrego que tem, uma invasão, onde as pessoas, estão vivendo junto com os bichos, tinha porcos, cachorros, alguns animais e as crianças, e atrás eu tirei foto na época, não existe fossa, não existe tratamento de esgoto, ele sai diretamente da casa, faz pelo córrego, além disso trazer doença para as pessoas, também traz um prejuízo grande em relação ao meio ambiente né? Então eu me preocupo muito porque hoje a Cidade de Farroupilha não tem uma gota de esgoto tratada, e isso é falado, foi comentado já pelo próprio Prefeito Municipal da cidade que também mostra preocupação com relação ao tratamento de esgoto, uma vez que compete a Corsan realizar esse tratamento. E a Corsan é uma autarquia do estado, em alguns municípios, em que há estação de tratamento de esgoto, a grande maioria dos municípios que o meu Assessor conseguiu me trazer aqui, Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Santana do Livramento, entre outras cidades, não é a Corsan que faz esse trabalho, são empresas municipais, ou seja, a água foi municipalizada, esse valor referente ao que pagamos aqui, o município usa e faz o saneamento básico o tratamento de esgoto, é importante também, Vereadora Dra. Eleonora, como médica sabe o grande potencial de doenças que essa água pode trazer, nós temos hoje na cidade, conversando com alguns médicos sanitaristas, de postos de saúde, que mostram preocupação intensa com relação à giardíase, os animais também estão contaminados com giardíase, e isso mostra em parte uma péssima qualidade da nossa água. Ela é tratada, é verdade, mas ela é tratada depois que já foi para o lençol freático, que já foi, para os canalizadores de água que são a Julieta e o Burati. Então, de alguma forma essa água em algum momento ela recebe uma carga biológica que merece ser tratada devidamente. O esgoto deve ser tratado, não a água, a agua deve chegar lá com o esgoto tratado, para que a gente possa tratar adequadamente, então, eu queria manifestar aqui a minha preocupação com o tratamento de esgoto e com a qualidade da água da nossa comunidade. Muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Dr. Thiago Brunet, a palavra a disposição dos Senhores Vereadores, com apalavra o Vereador José Mario Bellaver.

VER. JOSÉ MARIO BELLAVER: Boa noite Senhor Presidente, colegas Vereadores, uma saudação a colega Vereadora Dra. Eleonora, saudar também a imprensa, a nossa suplente a Vereadora a colega Arlene, funcionários municipais e a colega presente. Colegas Vereadores, até que enfim após muitas reclamações e vários pedidos feitos, aqui eu cito o colega Vereador Josué Paese Filho e o Vereador Raul que são de outras legislaturas, quantas viagens ao DAER de Bento Gonçalves, e várias viagens a Porto Alegre, pedindo a recuperação dessas ERS 813 e a 448, que no mínimo a gente cruza todos os dias por essas rodovias e até que ultimamente, está sendo mantida, não em bom estado, mas os tapa buracos estão realizando, mas falando dessas duas rodovias, as quantidades, as viagens, as preocupações, as reclamações da população a respeito da conservação dessas rodovias. E agora até que enfim nós temos esse convite para que agora no dia 26/01/2016, na próxima quinta-feira, no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini, então a ordem de restauro dessas duas rodovias que são muito importantes nessa região, inclusive mais uma rodovia que é bastante importante, para essa região que é a que liga São Valentim do Sul à Dois Lajeados, a rodovia 431, que isso também faz parte de Bento Gonçalves, Guaporé, aquela região que vai, sair em Dois Lajeados também que a gente tem conhecimento do trabalho e até do trecho onde não há asfalto, onde há vários anos houve o desmoronamento, dessa rodovia, e não foi concertada, e agora será feita a recuperação. Mas vindo para o nosso lado as duas rodovias que cruzam nosso município, e a importância dessa Casa, do Executivo e da importância do nosso Deputado Álvaro Boessio, que sempre esteve presente todas as vezes que nós agendávamos as visitas no DAER e a cobrança que ele fazia junto a Secretaria de Obras do Estado para que pudesse fazer essa recuperação. Próprio ao nosso Governador José Ivo Sartori que é filho dessa terra e tem conhecimento da preocupação de toda comunidade em recuperar todas essas rodovias. Então, apesar de todo o protelamento que tivemos, da demora, mas até que enfim chegou a hora, Vereador Josué, e colegas Vereadores, da recuperação dessas estradas que são muito importantes para nossa região. Dito isso gostaríamos de dizer que os colegas Vereadores, já se prontificaram, o Vereador Arielson, o Vereador Jorge Cenci e a Vereadora Dra. Eleonora também irão a Porto Alegre na quinta-feira, e lógico que todos os Vereadores que puderem ir, é interessante que vão lá, como são essas rodovias do nosso município, importante estar presente e marcar presença, que possa ter um impacto maior, porque realmente é uma obra que há muito tempo estávamos solicitando e até que enfim eles estão fazendo toda essa recuperação. Esperamos que não demore muito, que possa atender a comunidade do nosso município e da nossa região, com essa recuperação dessas rodovias. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador José Mário Bellaver, a palavra continua à disposição. Com a palavra o Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Presidente, na realidade era o assunto que eu iria falar, o Vereador José Mário, já fez uma bela explanação, duas rodovias de grande importância para nosso município, tanto a rodovia 488 e a 813, de grande movimento e traz um perigo enorme, que se falar não é para dizer que é estrada. Se fosse estrada de chão, se pegasse a rodovia 813 e patrolasse toda ela e deixaria estrada de chão teria muito mais segurança, do que tem lá hoje, quem passa por aí sabe disso, sabe que é verdade, graças a DEUS, tarde, mas antes tarde do que nunca, vamos ver se concluímos essa obra muito importante, era esse o assunto que eu iria levantar. Sobre a Corsan Vereador Thiago, da água, eu me lembro que acho que uns 3 anos atrás, teve uma empresa que ganhou uma licitação aqui, e já vinha ai do PAC 2, e já vinha, PAC 1, PAC2, PAC 3, como diz o italiano só “pac”, mas não vinha nada, para quem entende o italiano, “pac” significa bater, mas o que me preocupa é o seguinte, tem R$22.000.000,00, que era para ser naquela época, vem uma licitação, a empresa A ganhou a licitação, essa empresa A, foi o que aconteceu aqui em Farroupilha, e acontece em todas as empreiteiras, passam para a empresa B, a B passa pra C e a C passa para a D que é desse tamanho, aí vem aqui em Farroupilha, abre os buracos que nem abriram lá em cima no bairro São Roque, que está até hoje lá as ruas danificadas, aí pegam vão embora porque não tem mais condições de tocar a obra. Então esse negócio de licitações o governo teria que mudar essa lei, que quem ganhou essa licitação teria que cumprir com ela, agora, vai passando para A, B ou C, chega lá no fundo e sobra um tanto assim, os caras vão meter a mão, logo termina a verba, aí querem um reajuste, não tem reajuste, para tudo, mais uma vez, não convocando a DEUS, que venha essa licitação, que essa obra seja realmente necessária para Farroupilha, obrigado. Cedo um aparte ao Vereador Dr. Thiago Brunet.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Um aparte ao Vereador Dr. Thiago Brunet.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Não é espaço de liderança, desculpe Vereador.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Espaço de líder de bancado com o Vereador Dr. Thiago Brunet.

VER. THIAGO BRUNET: Rapidamente, só para fechar aqui, hoje de manhã veio um pessoal do bairro São Francisco, que moram alguns na Rua Luiz Ornaghi e lá também temos um problema com relação ao esgoto ao céu aberto, durante minha campanha eu estive lá, estive em todos os lugares, onde tem esgoto nessa cidade, porque foi a minha proposta maior de campanha sem dúvida nenhuma. Então se durante os quatro anos que a gente estiver aqui como Vereador a gente consiga fazer que com Farroupilha passe de 0%, para 5% de esgoto tratado, eu já me dou como satisfeito é para isso uma das causas que eu estou aqui, e conto com a colaboração de todos, acho que é uma situação que afeta a todos, e é um legado que podemos deixar como Vereador aqui nessa cidade, para que nossos filhos, nossos netos possam usufruir da água de uma maneira saudável. Eu gostaria aqui de finalizar rapidamente, só para mim ter uma noção para saber se eu estou certo ou não o público que está aqui presente, levante quem toma água da torneira sem filtro por favor? Duas, sem filtro. Então a gente vê que a credibilidade da nossa água da torneira ela é deficitária, as pessoas não acreditam e desconfiam da água. Então, com razão, tem tudo para desconfiar, quem conhece o Burati, quem conhece principalmente a Julieta, realmente é um dos canalizadores de água que nos passa um aspecto de sujeira, que tem espuma ali dentro, que mostra a baixa oxigenação da água. Então, eu acho que a gente tem urgência, e o Vereador Josué Paese Filho, boa sua explanação, previa do que já aconteceu, então, eu acho q cabe a nós Vereadores desse Município, não permitir que isso aconteça novamente, como eu disse, não sei o que nós podemos proporcionar aqui para a população, mas eu acho que dá para nós criarmos uma Comissão da água e do esgoto, eu vou conversar com o Presidente, conversar com o pessoal da bancada do PDT, alguma posição, alguma situação vamos ter que tomar, para verificar melhor a água, e alguma posição vamos ter que tomar para verificar a nossa água, muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Thiago Brunet, se me permitem chegou dois convites, não para a presidência, mas para esse Vereador, que compartilho com vocês, no próximo dia 31/012017, teremos a posse da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa, que vai acontecer às 14 horas, esse Presidente não irá poder estar presente, se algum Vereador quiser representar, é o Deputado Edgar Preto, do Partido dos Trabalhadores quiser representar, Vereador Raul vai representar a nossa Câmara Legislativa, e se mais alguém quiser estar presente. Também chegou um outro convite que agora na próxima quarta-feira, dia 25/01/2017, ás 9 horas da manhã nós teremos a entrega oficial da ambulância do SAMU, que o Presidente da República entregou há umas duas semanas atrás, e será entregue, de forma oficial para a comunidade dia 25/01/2017, às 9 horas da manhã, se algum Vereador quiser estar presente, que não tenha recebido convite. Encerrando então, em relação ao asfalto da rodovia 448, já conversei, felizmente vai sair do papel, esse dinheiro veio do Banco Mundial, projeto foi aprovado em 2014, fazia parte do Projeto de restauro do CREMA, com a mudança de governo mudou projeto e assim, com o PAC, que é herança do governo passado em 2014, e assim vai passando governo, vão passando os anos e nós que vamos, sofrendo, mas felizmente é assim que a democracia tem que prevalecer um governo faz um projeto, outro executa e é assim que vamos melhorando a solução de vida de nossa população. A palavra está a disposição dos Senhores Vereadores, com a palavra o Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Gostaria, ainda em tempo, trazer a essa Casa, a nossa saudação aqui a Arlene, para ver como que a era digital é importante viu Arlene. A Arlene levantou lá, o Vereador Tadeu comentou, e nos marcou lá no Facebook, comentando uma necessidade, onde os Vereadores que assinaram juntos o Requerimento da criação da Frente Parlamentar da Defesa Animal, viu como que é a era digital, ela é importante, eu não tenho nenhum problema em ser marcado no Facebook, inclusive quando é para ser cobrado, não vejo nenhum problema, acho que as redes sociais têm que serem usadas inclusive para isso, eu fico um pouco triste quando vejo nas redes sociais serem usadas para denegrir as pessoas, que é diferente de cobrar, tem uma grande diferença entre denegrir e cobrar, fico feliz com a movimentação do nosso Deputado Álvaro Boessio, quero até me somar, se possível estar junto, quero até defende-lo por um amigo meu que sempre me traz uma corneta, dizendo que nosso deputado só manda carta. Então quero ir lá defender, ele, que não manda só carta, que faz coisas importantes em nossa comunidade. Aliás, quero até trazer uma sugestão ao Deputado Álvaro Boessio que use mais que tem o nosso Farroupilhense Egui que é fera na comunicação, use mais a questão digital, mande e-mail, mande mensagem, mande anúncio no Facebook para o aniversário, não precisa mandar carta, esse negócio de mandar carta não tem mais tanta utilidade né? Vou defender o Deputado dessa pessoa que cria uma corneta, independentemente de partido ele é representante da minha cidade se tiver possível. Quero trazer um dado aqui, Arlene e Senhores Vereadores, “a organização mundial da saúde, estima que só no Brasil mais de 30.000.000 de animais abandonados, cerca de 10.000.000 de gatos e 20.000.000 de cães, em cidades de grande porte, para cada 5 habitantes há um cachorro abandonado”. Então vocês vejam que essa questão animal que a Arlene levanta com propriedade, há muito tempo aqui na cidade ela é preocupante, então eu vou esperar, obviamente, que a gente finalize no dia de amanhã essa questão, mas que já possa caminhar algumas questões já importantes da Frente Parlamentar, para que a gente possa se envolver de cara nesse assunto, extremamente importante Arlene, e esse Vereador do PRB, vai fazer toda a força possível, assim como os demais Vereadores, para que  a gente possa interceder nessa questão. Para finalizar meu amigo Vereador Alberto Maioli, que está louco para ir para casa, fica tranquilo, que temos que aproveitar de maneira prudente esse espaço, da melhor forma possível, depois na saída eu atendo seu pedido da canção, fica bem tranquilo. Dizer que essa questão que o Vereador Dr. Thiago, nosso Líder de Governo sobre a questão da água é extremamente importante Vereador, acho que essa discussão vai trazer para essa Casa, para o nosso Município, discussões importantes Senhor Presidente, hoje nós vivemos, uma situação delicada da água e digo mais, não sei de forma isso, mas como Vereador Josué falou, nós Vereadores temos que estar lá acompanhando, essa empresa que irá realizar a obra, para que não caia num terceiro, num quarto, num quinto, como aconteceu em alguns lugares, até porque esse recurso tem que atender  a necessidade e do porque ele está vindo, então até sugira pela Liderança do Vereador Thiago, das pessoas que mencionaram esse assunto para que a gente ache uma forma que a Casa possa estar acompanhando de perto essa questão e nós como estamos próximos do Executivo, vamos acompanhar as interfaces com a questão da licitação para que a gente possa também estar evolvido nesse assunto, que como o Vereador Josué e o Vereador Dr. Thiago comentaram é de extrema importância. No mais era isso Senhor Presidente, meu muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICOLLI: Obrigado Vereador Thiago Ilha, a palavra continua à disposição dos Senhores Vereadores, se nenhum Vereador quiser mais fazer uso da palavra, declaro encerrados os trabalhos dessa Sessão, um boa noite a todos e até amanhã.

 

 

Fabiano André Piccoli

Vereador Presidente

 

 

 

Sandro Trevisan

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.