Pular para o conteúdo
18/05/2024 16:57:36 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 25 de agosto de 2023

27% dos casos da Coordenadoria da Mulher é Maria da Penha

A Coordenadoria da Mulher encaminhou para Câmara de Vereadores informações a cerca de sua atuação no primeiro semestre de 2023. Conforme o órgão, ocorreu aproximadamente 600 atendimentos as mulheres vítimas de violência entre janeiro e julho deste ano. Já a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado possui o registro de 164 casos enquadrados na Lei Maria da Penha, em mesmo período em Farroupilha.

Segundo o Secretário de Assistência Social, Jorge Cenci, os atendimentos computados ocorreram de forma presencial, contatos telefônicos ou aplicativos de mensagem. A Pasta segue informando que as demandas chegam através dos órgãos de segurança, como Delegacia ou Patrulha Maria da Penha, Promotoria, UBS ou de forma espontânea por parte da vítima.

Entre os 164 registros na SSP, 107 são ameaças, 55 lesões corporais e dois por estupro. A Coordenadoria possui a premissa de acolher mulheres vítimas de qualquer tipo de violência em situação de vulnerabilidade social, física, ou emocional, proporcionando serviços psicológicos e jurídicos.

As informações partiram através do Pedido de Informação, da então vereadora em exercício no período, Francyelle Bonaci de Matos.

Programação