Pular para o conteúdo
23/10/2017 20:42:33 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3784 – 11/09/2017 – Solene Mérito Farroupilha

SESSÃO SOLENE

Presidência: Sr. Fabiano André Piccoli.

Às 18:30 horas, o Senhor Presidente Vereador, Fabiano André Piccoli assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Jonas Tomazini, Jorge Cenci José Mario Bellaver, Josué Paese, Odair José Sobierai, Raul Herpich, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Tiago Ilha. Thiago Brunet.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Boa noite a todos. Invocando o nome de DEUS, declaro aberta a Sessão Solene em homenagem à Semana Farroupilha e também Outorga da Medalha Mérito Farroupilha 2017. Peço à gentileza que todos ocupem os seus lugares. Inicialmente, a Câmara Municipal de Vereadores de Farroupilha, agradece e saúda as autoridades aqui presentes, as entidades tradicionalistas, as entidades de classes, a imprensa e todas as Senhoras e Senhores. Convidamos para fazer parte da Mesa, o Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal de Farroupilha Claiton Gonçalves e o Coordenador do Acampamento Farroupilha, o Senhor Rodrigo dos Santos. Convido a todos para que de pé ouçamos a execução do Hino Nacional Brasileiro.

 

(EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL BRASILEIRO)

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: No mês de setembro, nós comemoramos o mês da Bíblia e no início de cada uma das Sessões da Câmara de Vereadores, um Vereador faz a leitura de um trecho bíblico. Na noite de hoje convidamos o Vereador Aldir Toffanin para que proceda a Tribuna com a leitura do trecho de hoje.

VER. ALDIR TOFFANIN: O meu boa noite a todos, quero saudar o Presidente Fabiano André Piccoli, bem como saudar o Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal, Claiton Gonçalves, quero também cumprimentar a todos igualmente que fazem parte desta Sessão Solene. O texto da Bíblia nos traz por título: JESUS desprezado na sua Pátria. “E, depois que JESUS acabou de dizer estas parábolas, partiu dali. E, indo para a sua Pátria, ensinava nas suas sinagogas, de modo que se admiravam e diziam: Donde lhe vêm esta sabedoria e estes milagres? Porventura não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago e José e Simão e Judas? E suas irmãs não vivem todas entre nós? Donde vêm, pois, a este, todas estas coisas? E escandalizavam-se dele. Mas Jesus disse-lhes: Não há profeta nem prestígios, senão na sua pátria e na sua casa. E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles. ” Muito obrigado a todos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Aldir Toffanin. Nessa Sessão, além de homenagearmos a Semana Farroupilha, homenagearemos alguns cidadãos e cidadãs que se destacaram no último ano pelo seu trabalho ao longo dos tempos junto ao nosso tradicionalismo, através da entrega de uma Medalha e também do Certificado Mérito Farroupilha 2017. Essas pessoas contribuíram e contribuem para o desenvolvimento do tradicionalismo em Farroupilha. Os homenageados desta noite são os seguintes cidadãos e cidadãs: do Rancho de Gaudérios o Sr. Idair Arrosi, do CTG Chilenas de Prata o Sr. Luiz Valmir Barbosa, do Piquete Querência Farroupilha o cidadão Maurício Flach, do CTG Aldeia Farroupilha a Sra. Marines dos Santos Pereira e do CTG Ronda Charrua a Sra. Veneide Giubel. Dando prosseguimento à essa noite Solene, nós teremos a fala de um Vereador por Bancada, que falará em torno de 5 minutos, começamos com o Vereador Tadeu Salib dos Santos, que falará em nome do Partido Progressista – PP.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente Fabiano Piccoli, Senhor Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, colegas Vereadores, Vereadora Eleonora, Senhores Secretários Municipais, um cumprimento especial aos Grupos Tradicionalistas e aos CTGs aqui presentes nesta noite, aos homenageados que recebem a Medalha Mérito Farroupilha: Idair Arrosi do CTG Rancho de Gaudérios; Marines dos Santos Pereira do CTG Aldeia Farroupilha; Maurício Flach do Piquete Querência Farroupilha; Valmir Barbosa do CTG Chilenas de Prata; Veneide Giubel do CTG Ronda Charrua. Presidentes de entidades, imprensa, Senhoras e Senhores. Agradeço inicialmente ao meu colega do Partido Progressista, o Vereador Josué Paese Filho, o Kiko, pela oportunidade de ocupar esta Tribuna nesta Sessão Solene da Semana Farroupilha. Quero dizer aos Senhores que eu tenho muito nessa semana a comemorar. Primeiro porque no final de semana nós tivemos em rede nacional a expressão da cultura gaúcha sendo transmitida para todo o nosso país e para fora do nosso país, enaltecendo o RS que cultua e valoriza as origens e as raízes de um povo. Eu venho do campo, nasci lá no meio do campo, aprendi a tirar leite, a levantar cedo para cortar o pasto de azevém e centeio em parte da minha infância, mesmo naquela época, aonde a idade, ela não tinha o início, ela tinha os objetivos e quero dizer aos Senhores que com 8 anos de idade eu descia a Serra do 12 como madrinheiro de tropa para o estado de SC. Então a Semana Farroupilha para mim me traz e me reporta a um passado muito presente na minha memória, eu quero dizer para cada um que está pilchado nesta noite, que mesmo estando aqui, em um termo nosso, de “cola fina” eu estou orgulhoso por estar em meio à vocês, no mesmo sentimento fraterno de ser gaúcho e de estar podendo falar em uma Tribuna em nome do meu Partido, em nome também da boa política e daqueles que defendem a nossa verdadeira Pátria, o RS. Existem os que dizem que com o passar dos anos temos deixado as tradições de lado, que as comemorações da Semana Farroupilha não têm o mesmo sabor dos tempos de infância. Não acredito que seja assim. Quando chega o mês de setembro é inevitável não ser contagiado pelo vermelho, verde e amarelo. São poucos os estados brasileiros que celebram suas datas cívicas com tamanha mobilização e paixão. Comemoração com unanimidade regional, a Semana Farroupilha, congrega a todos os cidadãos, gaúchos de todas as regiões e classes sociais, até os que hoje vivem em outros lugares do Brasil e, porque não, do mundo. A maneira como foi conquistado o solo brasileiro, no extremo sul do país, determinou modos de vida e valores singulares, em grande parte, diversos daqueles cultivados em outras regiões. O reviver da história, o relembrar do passado e o recuperar a própria memória, a cada ano repetido na Semana Farroupilha, tem assegurado a manutenção da forte identidade gaúcha. Essa volta às origens tem produzido sucessivas gerações de homens de bem, que tanto têm contribuído para o desenvolvimento do Brasil com o seu trabalho em todos os setores da vida. O solo gaúcho não foi conquistado gratuitamente, mas sim através da luta, aí é que está a raiz da consciência tradicionalista. O tradicionalismo tem hoje uma expressão forte, visível não apenas na vitalidade dos Centros de Tradição Gaúcha, na música nativista, no churrasco, no mate. Mas sim no modo de ser do gaúcho, na fibra, na coragem, na determinação de nosso povo. Nesta homenagem, em nome do Partido Progressista, reverencio os bravos farroupilhas que, criaram a autêntica identidade gaúcha. Um abraço a todos. Viva a Semana Farroupilha! Viva o Rio Grande do Sul! Muito obrigado a todos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tadeu Salib dos Santos, que fez a homenagem do PP. Nesse momento convido o Vereador Jonas Tomazini, que falará em nome do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB.

VER. JONAS TOMAZINI: Exmo. Senhor Presidente, da Câmara de Vereadores de Farroupilha Fabiano Piccoli. Exmo. Senhor Claiton Gonçalves Prefeito Municipal, colegas vereadores, Secretários Municipais, imprensa, entidades tradicionalistas, gaúchos e gaúchas aqui presentes. Com imensa satisfação que ocupo este espaço, em nome do PMDB, para saudar a todos os tradicionalistas locais e regionais em mais esta Semana Farroupilha. Agradeço ao líder da bancada do PMDB, Vereador José Mário Bellaver, aos Vereadores Arielson Arsego, Jorge Cenci e a Vereadora Eleonora Broilo, pela oportunidade de ocupar este espaço em nome do partido. Quero fazer uma referência toda especial à todos os representantes de entidades tradicionalistas locais e regionais presentes nesta noite. Aos agraciados com a Medalha Mérito Farroupilha 2017: Idair Arrosi do CTG Rancho de Gaudérios; Marinês dos Santos Pereira do CTG Aldeia Farroupilha; Maurício Flach do Piquete Querência Farroupilha; Luis Valmir Barbosa do CTG Chilenas de Prata e a Veneide Giubel do CTG Ronda Charrua. O nosso reconhecimento ao trabalho realizado pelas nossas tradições durante todos os dias nas entidades que aqui vocês representam. O trabalho das entidades tradicionalistas é muito importante, fazendo muitas vezes a educação complementar de muitos jovens farroupilhenses e mantendo acesa a chama do nosso tradicionalismo. Além disso, as nossas entidades, os nossos CTGs geram oportunidades, particularmente eu sou uma prova disso, meus pais retornaram para Farroupilha em 1991, na Administração do Prefeito Clóvis Zanfeliz, quando da inauguração do novo prédio do CTG Ronda Charrua, que tinha como patrão o Senhor Noivar Pessin e vice o hoje colega Vereador Tadeu Salib dos Santos. Vieram para trabalhar na churrascaria instalada no mesmo prédio e foi ali, ouvindo os ensaios do Ronda, ao som do Maçanico, Aí Bota Aqui O Seu Pezinho, e outras músicas tradicionais, que nós convivemos os primeiros dias aqui no nosso município. Tenho certeza de que hoje todas as nossas entidades continuam gerando oportunidades. Durante o mês de setembro, o Rio Grande do Sul revive fatos memoráveis de sua história. Recorda seus feitos e os marcos que contribuíram para a formação da identidade deste povo. Neste período, temos a oportunidade de recordar os feitos dos gaúchos que nos antecederam na defesa destes pagos, na busca daquilo em que acreditavam e que viam como sendo o melhor para esta gente. Se isso não bastasse, recebemos como precioso legado, e em referência a esse período marcante da história, o nome do nosso município, da nossa revolução – Farroupilha. Sim, porque foram de desafios e de conquistas que se construiu e se constrói toda essa jornada, para que pudéssemos chegar aqui. Celebramos, então, o nosso povo e sempre a nossa história. Este povo que sabe reconhecer a importância daquilo que canta, que reconhece e dignifica pela cor do lenço, que é capaz de compreender o valor cultural de uma roda de chimarrão, que leva a mão ao peito enquanto canta seu hino porque, com ele, sabe que conta a história de todos nós. Parabéns a todos aqui presentes que cultivam no dia a dia as nossas tradições e desejamos a todos uma ótima Semana Farroupilha. Muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Muito obrigado Vereador Jonas Tomazini que fez uso da Tribuna, representando o partido do PMDB. Nesse momento convido o 1º Vice-Presidente Vereador Thiago Brunet para que assuma os trabalhos, para que eu possa fazer uso da Tribuna.

1º VICE PRES. THIAGO BRUNET: Boa noite a todos os gaúchos e gaúchas desta querência e agora então passo a palavra ao Vereador Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Senhor Presidente, uma boa noite a todos e a todas, saudação especial ao nosso Prefeito Claiton Gonçalves, obrigado pela presença, aos colegas Vereadores. Em meio a tanto descrédito, tanta desilusão, tantos problemas em nosso país, a Semana Farroupilha nos lembra que é possível termos esperança. Ela recarrega nossas energias e a vontade de lutar pelos ideais os quais muitos entregaram suas vidas para a construção de uma sociedade melhor. Para a construção de um RS melhor e desenvolvido. É tempo de luta, é tempo de reviver, mas também é tempo de esperança e a esperança nós podemos resumir em cinco homenageados dessa noite, pessoas que se entregam, pessoas que se doam, que lutam pelos seus ideais, que lutam pelas suas entidades. Uma saudação muito especial e um abraço ao Senhor Idair Arrosi do CTG Rancho de Gaudérios; ao Senhor Luis Valmir Barbosa do CTG Chilenas de Prata, ao Maurício Flach do Piquete Querência Farroupilha e as Senhoras Marines dos Santos Pereira do CTG Aldeia Farroupilha e a Veneide Giubel do CTG Ronda Charrua. Ser gaúcho é levar no sangue e na alma a garra e a vontade de lutar por um mundo melhor. Ao cumprimentar também nosso chefe de gabinete Adamoli, demais Secretários, vi a Secretária Glória, Secretário adjunto Vinicius, finalizo essa frase, esse texto, essa intervenção, com uma poesia de um gaúcho muito ilustre Jayme Caetano Braun, que diz o seguinte: “Está na hora – Eu penso enquanto mateio, e mateando a gente pensa, será que morreu a crença da indiada do pastoreio? Com três séculos e meio, fazendo pátria e querência, ou será que a incompetência de uns e a má fé de outros tiraram de índios potros até o ar de independência! Aprendi na mocidade, algo que ninguém me tira, que não há meia mentira, tampouco meia verdade e nem meia liberdade, pois não pode ser cortada, quem acha o rumo da aguada, não morre de sede à míngua, e quem fala meia língua,
termina dizendo nada! Já é hora da indiada, que a velha capitania, dentro da democracia, voltasse o que foi outrora, gaúchos de ontem, agora, sempre a mesma sentinela, a pátria verde-amarela nasceu aqui nestes planos, e os velhos taipas pampeanos nunca se apartaram dela! Meu grito de revolta neste descontrole imenso, mas um alerta ao bom senso, e é sempre a melhor escolta, para que o país de volta, por si só se siga sozinho, o patrocínio daninho, de fora, nós não queremos, DEUS permita, superemos, ‘solitos’ nossos caminhos. Dentro da filosofia a qual sempre nos filiamos quando pátria nos tornamos na essência e na ideologia, o gaúcho de hoje em dia, tem a mesma dimensão e guardada a dimensão entre presente e passado, é o mesmo pastor soldado, do início da formação. Se as distâncias encolheram, as inquietudes ficaram se os tempos se transformaram, as ânsias permaneceram, e os centauros não morreram, no sentir e no pensar, o impulso de gauderear, latente se transfigura, na defesa da cultura que ninguém pode esmagar.” Com essas palavras de Jayme Caetano Braun, deixo aqui a nossa homenagem a todos os guerreiros farroupilhas que lutam diariamente na construção de uma sociedade melhor, de um tempo melhor e de um mundo melhor a todos nós e aos nossos filhos. Uma boa noite a todos.

1º VICE PRES. THIAGO BRUNET: Solicito então ao Vereador Fabiano André Piccoli que retome as atividades da presidência desta Casa.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Thiago Brunet. Nesse momento convido o Partido Socialista Brasileiro – PSB para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Odair Sobierai.

VER. ODAIR SOBIERAI: Boa noite Senhor Presidente, colegas Vereadores, queria saudar o Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, nosso coordenador Tibica, Secretários, chefe de gabinete e a imprensa. Agradecer ao colega Sandro pela oportunidade de me deixar representar o PSB. Saudar e parabenizar todos os acampados, que de uma forma ou outra fazem o nosso movimento tradicionalista, e que são responsáveis pela nossa Semana Farroupilha, em especial ao CTG Chilenas de Prata, em nome do Patrão Leandro Rodrigues, saudar a todos os tradicionalistas aqui presentes. Quero iniciar dizendo, que a tradição faz de nós aquilo que somos, trazendo consigo a herança de um povo que num passado de lutas, mobilizou e mobiliza até hoje uma geração tradicionalista. Existem os que dizem que com o passar dos anos temos deixado as tradições de lado, que as comemorações da Semana Farroupilha não têm o mesmo sabor dos tempos de infância. Não acredito que seja assim. Quando chega o mês de setembro é inevitável não ser contagiado pelo vermelho, verde e amarelo. Logo, iniciam-se os preparativos para as comemorações do dia 20 de setembro, data em que se comemora o dia em que os Farrapos, em 1.835, iniciaram sua revolta contra o Governo Imperial do Brasil. Em todos os cantos do Rio Grande são organizadas as celebrações que relembram a mais longa das rebeliões brasileiras. Os farroupilhas, que negociaram uma paz honrosa e tiveram as suas reivindicações atendidas. Comemoração com unanimidade regional, a Semana Farroupilha, congrega a todos os cidadãos, gaúchos de todas as regiões e classes sociais. A maneira como foi conquistado o solo brasileiro, no extremo sul do país, determinou modos de vida e valores singulares, em grande parte diversos daqueles cultivados em outras regiões. O solo gaúcho não foi outorgado gratuitamente, mas sim através da luta, aí é que está a raiz da consciência tradicionalista. O tradicionalismo tem hoje uma expressão forte, visível não apenas na vitalidade dos Centros de Tradição Gaúcha, na música nativista, no churrasco, no mate. Mas sim no modo de ser do gaúcho, na fibra, na coragem, na determinação de nosso povo. Enfim, devemos continuar comemorando sim, relembrando os farrapos que marcaram profundamente a nossa história. Lutaram por 10 anos e não foram poucos os que acabaram perecendo na defesa de um Estado livre e independente. Nos deixam viva ainda hoje a necessidade de lutar por liberdade, participação e, principalmente, responsabilidade política, dando vida ao passado e realçando os ideais farroupilha. E para encerrar meu presidente, quero dizer que nossa Semana Farroupilha, desde os primeiros acampamentos, vem a cada ano crescendo e se destacando dos demais municípios, não parando no tempo, sendo que nos últimos anos foi introduzido a Semana Farroupilha dentro das escolas, trazendo um sentido diferente para nossas crianças e jovens, que representam o futuro de uma nova geração tradicionalista de nossa cidade. Deixo aqui também os meus parabéns aos homenageados Destaques Farroupilha desse ano Maurício Flach do Piquete Querência Farroupilha, Veneide Giubel do CTG Ronda Charrua, Idair José Arrosi do CTG Rancho de Gaudérios; Marinês dos Santos Pereira do CTG Aldeia Farroupilha, Luis Valmir Barbosa do CTG Chilenas de Prata, que de uma forma ou de outra sempre trabalharam para o crescimento do tradicionalismo em nossa cidade. Termino minha fala com uma estrofe do nosso hino rio-grandense, “mas não basta, para ser livre. Ser forte, aguerrido e bravo. Povo que não tem virtude. Acaba por ser escravo. ” Viva o Rio Grande do Sul. Viva Farroupilha.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Odair Sobierai que falou em nome do PSB. Convido nesse momento o Vereador Raul Herpich, que falará em nome do Partido Democrático Trabalhista – PDT.

VER. RAUL HERPICH: Excelentíssimo Senhor Presidente do Legislativo Municipal de Farroupilha Fabiano André Piccoli, Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, cumprimentar nossos Secretários presentes, Excelentíssimos Senhores Vereadores, Presidentes de partidos, suplentes de Vereadores, representantes da imprensa e público em geral, em especial ao Rodrigo dos Santos, o Tibica, que também tem organizado essa Semana Farroupilha aqui no nosso município. Quero agradecer aos meus colegas de bancada que me oportunizaram a utilizar a Tribuna nesta noite em nome do partido, Thiago Brunet e Aldir Toffanin. Devemos lembrar-nos da data, 20 de setembro e da história de pessoas que se mantiveram firmes na busca de construir um Rio Grande do Sul mais digno e mais justo, lutando durante uma década pelo fim da espoliação imperial. Sem restar dúvida, a Revolução Farroupilha foi o mais relevante episódio da história do nosso Estado. O fato é que são poucos os estados brasileiros que celebram suas datas cívicas com tamanha mobilização e paixão. As homenagens, como esta Sessão Solene, dão vida ao passado e realçam os ideais farroupilhas. A história da Semana Farroupilha ficou enlaçada em nossa cultura, basta observar o que ficou desta em nossos símbolos, na bandeira e no hino que nós cantamos com tanta emoção. O Rio Grande do Sul tem um passado diferenciado. A maneira como foi conquistado o solo no extremo sul do país, determinou modos de vida e valores singulares, diferentes daqueles cultivados em outras regiões. O solo gaúcho não foi outorgado gratuitamente, mas sim através da luta, aí é que está a raiz da consciência tradicionalista. O tradicionalismo tem hoje uma expressão forte, visível não apenas na vitalidade dos Centros de Tradição Gaúcha, na música nativista, no churrasco ou no mate. Mas sim no modo de ser do gaúcho, na fibra, na coragem, na determinação de nosso povo. Nesta homenagem aos 182 anos da Revolução Farroupilha, em nome da bancada do PDT, reverencio os bravos farroupilhas que, em sua façanha libertária, criaram a autêntica identidade gaúcha. Quero por fim, parabenizar aos homenageados nesta noite, Idair José Arrosi, Luiz Valmir Barbosa, Marinês dos Santos Pereira, Maurício Flach e Veneide Giubel. Em nome do Partido Democrático Trabalhista, meu cumprimento a todos e uma boa Semana Farroupilha. Muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Raul Herpich que falou em nome do PDT. Neste momento convidamos o Vereador Tiago Ilha para que fale em nome do Partido Republicano Brasileiro – PRB.

VER. TIAGO ILHA: Boa noite a todos, como eu estava com saudade da Farroupilha Bem Gaúcha, estava que não me segurava. Queria cumprimentar de forma carinhosa o nosso Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves o qual durante o meu pronunciamento quero fazer uma justa referência, cumprimentando ao Prefeito cumprimento a todos já citados no protocolo, de forma especial o nosso Presidente da Casa e demais colegas Vereadores e o nosso coordenador da Farroupilha Bem Gaúcha, meu amigo Rodrigo dos Santos, o Tibica. Aqui vejo muitos homenageados que nos anos anteriores estiveram aqui recebendo essa justa homenagem. Essa referência que a comunidade tradicionalista para que as pessoas saibam, que não são nós Vereadores que escolhemos e sim as próprias entidades tradicionalistas que de comum acordo indicam os nomes para que recebam essa homenagem e nós Vereadores, estamos aqui apenas para confirmar e para agradecer a todos que fazem a sua história. Gostaria aqui, em nome da comunidade tradicionalista, em nome de muitos tradicionalistas que eu tenho conversado nesses primeiros dias aqui da Farroupilha Bem Gaúcha, que agora estou aqui pelo primeiro ano como visitante passeando, aproveitando e como é bom também estar do outro lado, como é bom também abraçar os amigos e ver como esse evento tem crescido. Eu queria te fazer uma justa saudação, Senhor Prefeito, há cinco anos sobre a sua liderança o Senhor oportunizou esse jovem tradicionalista, junto com grupo de pessoas que muitos aqui estão, inclusive um deles está aqui também, hoje como coordenador, a incumbência de trazer um novo Projeto de Tradicionalismo para a nossa cidade. Para a Semana Farroupilha que sempre foi bonita e sempre foi grande, mas que o Projeto pudesse ser diferente. Professor Vinicius esteve comigo lá nas primeiras reuniões e nós conversávamos que teríamos que ter um Projeto que aproximasse a tradição, os CTGs da escola, porque a gente acredita que é dentro do colégio a garantia do futuro da tradição e hoje fico muito feliz quando ando pelas nossas entidades e vejo todas as entidades cheias de crianças que vieram do Projeto Farroupilha Bem Gaúcha. Então é a certeza da semente plantada. Eu conto aqui um rápido episódio, estávamos eu, o Vinicius e o professor Gelson em uma reunião e “esse Projeto que vai na escola, que trazer para cá, que vai fazer oficina de música, de poesia, de dança, falar da história, fazer um grande concurso, que nome tem isso? ” e aí vai um lá dar um palpite, outro dá um palpite e dali a pouco do nada sai o nome que fica eternizado, meu amigo Tibica, Farroupilha Bem Gaúcha. Que nome espetacular para referendar esse Projeto tão bonito e essa noite que coroa hoje a homenagem, eu me sinto muito feliz de falar desses homenageados, em nome do nosso Partido Republicano Brasileiro e que, o Prefeito Dr. Claiton, DEUS foi muito feliz comigo em me dar a oportunidade, veja só o destino, cinco anos atrás estávamos aqui como coordenador da Farroupilha Bem Gaúcha, hoje estamos aqui na condição de Vereador desse município, que muito me honra, muito me orgulha e espero poder corresponder com muito trabalho. E hoje entregando essa homenagem justa a esses tradicionalistas. Eu começo falando do meu amigo Idair Arrosi, o Idair Arrosi tem na sua característica especial a simplicidade, um homem que dentro da cozinha do nosso CTG, do Rancho de Gaudérios, há muitos anos fez muitas delícias naquele CTG, mas o Idair Arrosi era daquelas pessoas que você não precisava pedir para ajudar, ele estava lá João sempre estendendo a mão para poder ajudar. O Idair Arrosi sempre teve como característica a felicidade, eu nunca vi em toda história que eu conheço esse homem, esse homem triste e ele nunca deixou dentro da entidade ninguém triste, ele sempre contagiou alegria, então ele trouxe uma coisa importante do Gaúcho, que identifica essa história, a alegria, a fraternidade e acima de tudo a humildade. Então Idair Arrosi, esse jovem tradicionalista fica muito feliz em prestar essa justa homenagem a você e em nome de toda família tradicionalista do CTG Rancho de Gaudérios. Falar do meu amigo Barbosa, que nós conhecemos como “Sapo”, e o pessoal disse “eu vou quebrar o protocolo aqui, eu conheço ele como Sapo, meu amigo” do CTG Chilenas de Prata, esteve junto conosco em todo o processo, uma daquelas pessoas que levou para dentro da sua família a característica da tradição gaúcha, criou e cria até hoje a sua família, agora também o seu neto, dentro de um CTG. Eu sempre digo pra todos os amigos que eu posso “criem seus filhos dentro do CTG, que vocês não vão tirar ele do presídio amanhã ou depois, criem- dentro de um CTG que jamais vocês vão tirar ele de um presídio amanhã ou depois”. Então eu vi muitas vezes o meu amigo Barbosa e sua família, em nome desse CTG querido que é o Chilenas de Prata, esse jovem tradicionalista se orgulha em prestar essa homenagem a você que representa essa característica de estar lá de corpo presente, para ajudar de forma fraterna, amiga e trazendo a família para o berço da tradição, parabéns. Quero falar do Maurício, Maurício é um Gaúcho velho, que traz com a sua característica principal aquele homem prestativo, estive lá pelo Piquete Querência Farroupilha e eu disse “tchê, me falem do Maurício” “tchê, esse é um homem prestativo, você precisa é só olhar que ele está juntando e ajudando a todo mundo, aquela pessoa que se entrega” e eu sei Mauricio, que tem uma característica também que fala um pouco da nossa história, quando a gente tem uma segunda causa, que quem é tradicionalista como você, a gente tem uma segunda causa, que vai mais além da vida, dos nossos estudos, do nosso trabalho, é a causa com a tradição e você é uma dessas pessoas que faz e faz muito bem feito. Então esse jovem tradicionalista também se sente muito feliz em nome do querido Piquete Querência Farroupilha, em lhe prestar essa homenagem. Falar Marines, nossa eterna patroa do CTG Aldeia Farroupilha, a Marines, uma daquelas pessoas que eu posso até chamar de intelectuais da tradição, porque foi buscar o conhecimento junto com seu esposo e contribui Marines, com uma parte importante da nossa história, aquelas pessoas que buscam conhecer Vinicius, que buscam passar para as outras gerações, porque o tradicionalismo que segura dentro da gente ele não acresce, ele não modifica, ele não passa, a Marines tem essa característica, de aprender, de buscar o conhecimento e repassar as próximas gerações, eu acompanhei esse trabalho Marines e me sinto muito feliz, em nome do teu esposo, da tua família, do CTG que é uma família para ti, esse jovem tradicionalista se sente muito feliz em prestar essa homenagem, justa homenagem. Falar das Veneide, a moça da cozinha, a tia da bóia, como é conhecida lá no Ronda Charrua, eu conversava agora a pouco lá no CTG e  com alguns integrantes que muitas vezes, aliás desde criança lhe conhece e sabe o carinho fraterno que você tem, um carinho de mãe, de amiga, que está ali pra ajudar, se tem alguém que quer ser chefe pode ser, eu estou aqui para ajudar, a Veneide tem uma característica de acompanhar o CTG a muitos anos, acompanhando no ônibus, levando a bóia, fazendo a comida pra gurizada poder fazer a sua refeição e aqui quem viaja com CTG sabe a braba dura que é para ir para um rodeio, as vezes não tem prato que chega, não tem garfo que chega, a comida tem que ser improvisada, o fogão é feito de qualquer jeito. Então vocês imaginam tudo que têm passado e é um orgulho de ver a sua simbologia como mãe, como amiga e como tradicionalista. Esse jovem tradicionalista se sente muito feliz em prestar essa justa homenagem do querido CTG Ronda Charrua para a Senhora, parabéns. E eu finalizo a minha fala dizendo a todos vocês, especial também ao meu Secretário Francis Casali que está por aqui e toda a sua equipe da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, que tem sido incansável para realizar esse evento, Francis eu queria em teu nome também agradecer a toda sua equipe e do nosso coordenador Tibica que vem conduzindo de forma brilhante esse evento da nossa Farroupilha Bem Gaúcha. Finalizo dizendo que o meu coração continua o mesmo tigre charrua das andanças do passado, sempre de pala encilhado bombeando pampa e coxilha, a pátria é minha família e não há Brasil sem Rio Grande nem tirano que mande na alma de um Farroupilha. Viva a Farroupilha Bem Gaúcha.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tiago Ilha que falou em nome do PRB. Convido agora o Vereador Alberto Maioli, que falará em nome do Partido da REDE SUSTENTABILIDADE.

VER. ALBERTO MAIOLI: Boa noite minha gente; Assim vou me apresentar; Vou cantar versos de rima; Para todos eu saudar; Aqui tem 5 escolhidos; Para nós homenagear; Para nós homenagear; Por que tem os seus valores; Seja qual a sua religião; Independente de cores; Recebam nosso abraço; De todos os vereadores; De todos os vereadores; Cada verso tem sua trilha; Nossa cidade tão bela; No alto desta cochilha; Hoje estamos festejando; A Semana Farroupilha; A Semana Farroupilha; E vocês homenageados; Mulheres vestidas de prenda; E homens bem pilchados; Pois muito bem nos representam; A cultura do estado; A cultura do estado; Em todas nossas querências; Esses trajes de gaúchos; Tem a nossa preferência; Quantos gaúchos morreram; Pela nossa independência; Pela nossa independência; Às vezes no peito dói; Mas gaúchos são bem fortes; E quando querem eles constroem; E quantos antepassados; Que morreram como herói; Que morreram como herói; E a história é bem comprida; Que a saúde de vocês; Por DEUS seja sempre concedida; Mas JESUS também morreu; Para nós poder ter vida; Para nós poder ter vida; E o verso vai mais além; E nós gaúchos e gaúchas; Temos que se querer bem; Muito obrigado a todos; E até o ano que vem.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Alberto Maioli. Encerramos as falas dos Vereadores. Passamos agora a fala do representante da Secretaria de Turismo e Cultura a qual saúdo o Secretário Francis Casali, que também é o coordenador do Acampamento Farroupilha, Sr. Rodrigo “Tibica” dos Santos. O qual já parabenizamos pela organização, pela condução dessa Semana Farroupilha.

  1. RODRIGO DOS SANTOS: Bueno, primeiro quero convidar o Vereador Alberto Maioli, para o ano que vem fazer parte do Projeto Bem Gaúcha, vamos colocar o concurso de trova o ano que vem. Saudar o nosso Presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano André Piccoli, saudar o nosso Prefeito Municipal, Claiton Gonçalves, saudar o nosso Secretário Francis, da Secretaria o qual faço parte de Turismo e Cultura, saudando o Francis, saúdo os demais Secretários, os demais colegas Vereadores, sejam bem-vindos ao nosso Acampamento Farrapo, aqui na nossa Bem Gaúcha. Saudar os nossos homenageados, o Vereador Tiago Ilha, muito bem fez um contexto de todos eles, ficamos muito agradecidos, de conhecer um pouco de cada um. Nosso querido Idair Arrosi, que eu tenho orgulho de conviver há muitos e muitos anos, lá no Rancho de Gaudérios, desde 1987/1988, com certeza. O nosso querido amigo, na sequencia aqui eu vou seguir, “o Sapo”, vou pegar a cola do Vereador Tiago Ilha, do nosso querido CTG, Chilenas de Prata. O nosso querido Maurício Flach, do Piquet Querência Farroupilha. Marines dos Santos Pereira, tive também a oportunidade de trabalhar lá no nosso querido CTG Aldeia Farroupilha, por muito tempo. A Veneide Giubel, do CTG Ronda Charrua, fica os nossos cumprimentos, os nossos parabéns pelo envolvimento e de tanta dedicação que a gente tem pela nossa Cultura, pelo nosso Tradicionalismo. Vou fazer alguns agradecimentos bem rápidos, porque esse trabalho da nossa Semana Farroupilha é custoso, é difícil e a gente vem se dedicando há muito tempo, para que a gente conseguisse estar com essa estrutura, dessa forma, agradecer a todas as secretarias que não mediram esforços, essas pessoas que nos apoiaram e vão nos apoiar até o dia 20, não vou aqui citá-las, pois é uma equipe muito grande e eu com certeza vou acabar esquecendo, então eu fico agradecido no geral a todas elas, aos nossos Patrocinadores, em especial a todos eles na verdade, porque sem os nossos patrocinadores de forma alguma seria viável. Todos sabemos da dificuldade que a gente cesta passando não só o nosso município, estado, Brasil. A nossa Grendene, Sul Gás, Lojas Colombo, Tecnova, Freuden Bier, Saindo a Cavalo, Vento Negro, Reginatto Bebidas, aos nossos apoiadores, a Ferragem De Biasi, Ecofar, Fecomercio, SESC, SESI, a Brigada Militar, aos Corpo de Bombeiros, Fachini Extintores, Amiga Informática, aos nossos CTGS aqui de Farroupilha, a todas as entidades, aos nossos galpões, que sempre nos apoiam e assim vão nos apoiar até o dia 20. A gente escuta bastante falar que a nossa tradição, está morrendo, está diminuindo, está cada vez mais difícil, e aí o Vereador Tiago, meio que pegou um pouco do meu discurso aqui, dizendo que a gente em Farroupilha, briga e leva e tenta manter a nossa tradição. A gente faz o caminho inverso que o nosso Paixão Cortes fez, quando saiu lá de Santana do Livramento e chegou em Porto Alegre e sentiu falta das coisas do campo, sentiu falta das vivencias que ele tinha e lá se criou um Grupo de Tradicionalistas, que eram apaixonados pela nossa arte, ali surgiu o 35 CTG, como muitos nós sabemos. Hoje temos entidades em todo o mundo, não é apenas no nosso Brasil, tive oportunidade de viajar diversas, diversas não, mas umas 4 vezes, já para o EUA, fazer trabalhos com Grupos de danças, e a gente vê a cada ano a nossa cultura aumentando mais, a gente aqui em Farroupilha também trabalha. Porque como bem disse o Vereador Tiago, é na semente é na raiz que vai se manter viva. Muito orgulhoso de fazer parte, quero parabenizar o Vereador Tiago que lá em 2013, teve a ideia do Projeto, e ele vem crescendo a cada dia, o Projeto Farroupilha Bem Gaúcha que já foi citado, leva toda a nossa arte, leva dança, leva chula, leva toda poesia, leva o canto para dentro da escola, e lá em 2013, quando a gente visitou a primeira escola, a primeira ideia do Projeto, entramos em uma das escolas aqui do município, eles nos olhavam, e acho que eles pensavam que nós fossemos uns ETS de bombacha. Infelizmente algumas pessoas veem dessa forma, onde andar de bombacha, ás vezes é estranho, infelizmente, isso vamos trabalhar e com certeza a gente vai mudar isso. Então sou muito grato pela confiança que tiveste lá em 2013, e a gente vem adiante com esse Projeto e esse ano temos mais de 550 alunos envolvidos no Projeto Farroupilha Bem Gaúcha, hoje iniciamos as atividades com concurso instrumental, amanhã nós temos mais e 70 alunos participando do concurso de declamação, na sequência, quarta-feira tem o concurso de interprete vocal, quinta-feira de danças e chula, no ano passado foi inserido chula, tinha dois chuleadores, dois ou três, esse ano nós vamos ter 12. Então isso mostra que está sendo fomentado. Talvez, ainda não na melhor forma como a gente pensa, que a tradição deve ser inserida na escola, desde o início, não talvez em julho e agosto, que às vezes essa chama pode se apagar, mas as nossas entidades agradecem ao Projeto Farroupilha Bem Gaúcha. Finalizando convidamos a todos para que frequente o nosso acampamento, estaremos aqui até o dia 20, com muita música, com muita cultura, palestras, amanhã de manhã já convidamos a todas as entidades que puderem estar presentes, teremos aqui o Pedro Junior, fazendo uma palestra ás 10h00min horas da manhã e durante o dia, temos o concurso de declamação. Um grande abraço a todos que Nosso Senhor nos abençoe até o dia 20, na nossa Farroupilha Bem Gaúcha, muito boa noite.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Rodrigo Tibica dos Santos, que falou em nome da Secretaria de Turismo e Cultura e também coordenador do Acampamento Farroupilha. Daremos início nesse momento a Cerimonia de Outorga da Medalha e do Certificado Mérito Farroupilha, aos cinco Tradicionalistas que muito fizeram e ainda continuam fazendo pelo Tradicionalismo Gaúcho. A medalha Mérito Farroupilha, foi instituída através do Decreto Legislativo, nº 070/2011. Tem a finalidade de homenagear os cidadãos e cidadãs, pelo reconhecimento a sua relevante atuação na preservação e na valorização do Tradicionalismo Gaúcho. Os agraciados de 2017, foram indicados pelas entidades tradicionalistas e que serão nesse momento agraciados com a medalha e com o Certificado. Convido ao Secretário Executivo da Câmara o Sr. Duílus André Pigozzi, para que dê início ao Cerimonial de Outorga da Medalha e do Certificado Mérito Farroupilha. Onde fará a leitura do Curriculum de cada homenageado e após a outorga. Após outorgao homenageado se assim desejar, fará uso da palavra, este Presidente fará entrega da Medalha e o nosso Prefeito Claiton fará entrega do Certificado Mérito Farroupilha. Com a palavra o nosso Secretário Executivo.

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Senhor Presidente, vamos dar início então, a Cerimonia de Outorga da Medalha Mérito Farroupilha 2017. Eu convido para que receba das mãos do nosso Presidente da Câmara de Vereadores, Vereador Fabiano André Piccoli, a medalha do Mérito Farroupilha 2017 e das mãos do nosso Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, o Certificado ao Tradicionalista, Idair José Arrosi. Idair José Arrosi, está no Movimento Tradicionalista, desde 1988, quando ingressou no CTG Rancho de Gaudérios, sempre participou da Patronagem e departamento de eventos, onde até hoje está atuando. É chefe da cozinha, e um exímio cozinheiro, participou da invernada Xiru do CTG Rancho de Gaudérios, por vários anos como dançarino e também como posteiro. Idair José Arrosi, Mérito Farroupilha 2017.

 

(ENTREGA DE OUTORGA E MEDALHA MÉRITO FARROUPILHA 2017).

 

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Convidamos para receber a Medalha Mérito Farroupilha 2017 das mãos do nosso Presidente Vereador Fabiano André Piccoli e o Certificado das mãos do Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, o Tradicionalista Luiz Valmir Barbosa. Luiz Valmir Barbosa, iniciou sua atividade Tradicionalista através de cursos de danças gaúchas de salão, a partir daí, começou a fazer parte do CTG Chilenas de Prata, em meados de 2005 e de lá para cá, muitas histórias ajudou a construir. Luiz Valmir Barbosa Medalha Mérito Farroupilha 2017.

 

(ENTREGA DE OUTORGA E MEDALHA MÉRITO FARROUPILHA 2017).

 

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Convidamos para receber a Medalha Mérito Farroupilha 2017 das mãos do nosso Presidente Vereador Fabiano André Piccoli e o Certificado das mãos do Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, a tradicionalista Marines dos Santos Pereira. Marines, iniciou a sua trajetória tradicionalista, acompanhando o seu esposo nas atividades do CTG Aldeia Farroupilha há 27 anos, desde a sua fundação, fazendo parte da Patronagem, inclusive assumindo interinamente o cargo de Patrão da entidade, no ano de 2004. Auxiliou em todos os trabalhos da entidade, desde a documentação, busca por um terreno, assim como a construção da sede e inúmeros eventos. Marines dos Santos Pereira, Medalha Mérito Farroupilha 2017.

 

(ENTREGA DE OUTORGA E MEDALHA MÉRITO FARROUPILHA 2017).

 

SRA. MARINES DOS SANTOS PEREIRA: Um boa noite, minhas saudações a todas as autoridades já nomeadas no Protocolo e todas as pessoas aqui presentes. Momentos são muito importantes na nossa vida, tem momentos que passam e momentos que ficam marcados e este com certeza é um deles. Também existem muitos momentos nessa trajetória de 27 anos na minha entidade do coração, o CTG Aldeia Farroupilha, uma trajetória que ficaria difícil falar neste momento, seria um tempo de muitas rodas de chimarrão, muita conversa para relatar as histórias, as experiências, os acontecimentos, as aprendizagens e todo o conhecimento de nossa cultura dentro do movimento tradicionalista. Parece um grande tempo, 27 anos, mas o tempo passou tão rápido, porque foram tantas conquistas que não foi percebido, todo este tempo. Bom eu acho que essa noite além das homenagens é um momento de agradecer e que quero então agradecer a todos que me oportunizaram e estiveram comigo nessa caminhada, nessa trajetória, aos amigos que fiz, aos amigos que estiveram e estão sempre ao meu lado. Com certeza estão guardados no meu coração. A minha família em especial ao meu esposo Ataíde, que fortaleceu o sentido maior de ser tradicionalista, a minha filha Larissa 1º Prenda Mirim, que desde bebe carregamos a tiracolo, por todas as nossas andanças, neste Rio Grande afora, que não foram poucas. Quero agradecer em especial a minha família CTG Aldeia Farroupilha, pois é a minha segunda família, realmente vivo lá, por muitas vezes amis tempo do que na minha própria casa. Em nome do Senhor Patrão Oneide de Souza Rosa, quero agradecer aos demais membros da patronagem, aos membros dos departamentos, aos pais, aos peões, as prendas por essa oportunidade de reconhecimento, agradecer aos demias CTGS, pelo carinho, pelo qual eu sempre fui acolhida e principalmente a DEUS, por estar aqui neste momento. Para finalizar eu gostaria de citar um trecho de Cora Coralina, ela não é uma tradicionalista, mas ela deixa em sua escrita, em seus versos a essência de nossa história. “Pedacinhos coloridos que se passa pela minha e que vou costurando na alma, sou feita de retalhos, nem sempre bonitos, nem sempre felizes, mas acrescentam e me fazem ser quem eu sou, penso que é assim mesmo que a vida se faz. De pedaços de outras gentes que vão se tornando parte da gente também, em cada encontro em cada contato, vou ficando maior, em cada retalho uma vida, uma lição, um carinho, uma saudade, que me torna mais pessoa, mais humana, mais completa. E a melhor parte é que nunca estaremos prontos e finalizados, haverá sempre um retalho novo para adicionar a alma.” Portanto obrigada mais uma vez a cada um de vocês, que fazem parte da minha vida. Que me permitem engrandecer a minha história, principalmente a história tradicionalista. Que eu também possa deixar pedacinhos de mim pelos caminhos, que eles possam ser partes das suas histórias. Muito obrigado.

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Convidamos o tradicionalista, Idair Arrosi, também se quiser fazer uso da palavra. Convidamos o Luiz Barbosa para fazer uso da palavra.

  1. LUIZ VALMIR BARBOSA: Um boa noite a todos, todo mundo me conhece como “Sapo” eu queria agradecer a minha família, porque sem vela eu não estaria aqui hoje, agradecer o Patrão do CTG Chilenas de Prata o Leandro Rodrigues, por esta oportunidade. Vou falar uma história, desde que, lá em casa o único que usava bombacha era o meu pai. Daí um dia ele chegou para mim e disse: “Meu filho, tu não vais usar uma bombacha? ” Eu disse “olha, meu pai, eu acho que não. Os tempos vão mandando, mas eu acho que eu não vou usar bombacha. ” Aí o velho disse: “está tudo bem então, não é obrigado a usar”. Aí foi indo, foi indo, fizemos um curso de dança, eu e a mulher, fui fazer o curso, e o cara disse: “Olha, para fazer a formatura tem que comprar bombacha”. E eu “bah, vou ter que usar”? E aí a mulher disse: “vais ter que usar para poder fazer”. E usei e gostei, só que no trabalho, não é sempre que o cara usa né, porque no trabalho, depende o trabalho, tu já não podes usar a bombacha. Senão era uma coisa boa, é bom de usar, como eu vou lá para a fronteira, lá para São Gabriel, que a minha mulher é de lá, lá todo mundo usa bombacha, lá não tem essa de, acho até que não existe calça de brim para lá. Acho que não existe, só bombacha, aí eu disse: “bah, estou em casa”. Chego lá tudo, tu passas na rua os caras te cumprimentam, aqui não, aqui tu botas uma bombacha, tu sais na rua, os caras dão risada. Dão risada e dizem: “O que este louco está fazendo, esse Gaúcho de apartamento? ”, mas eu só tenho a agradecer. Uma oportunidade assim que, agradecer também o CTG Chilenas de Prata, a minha família, ali se eu puder deixar meu coro, ali, eu acho que eu deixo, porque é uma família muito boa. Eu queria agradecer a todos por esta oportunidade e muito obrigado a todos.

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Eu quero convidar Monalisa Fernanda Busetti, que por solicitação do Idair Arrosi, vai fazer uso da palavra.

SRA. MONALISA FERNANDA BUSETTI: Bom né Idair José Arrosi, o que vou dizer de ti, não tem palavras, foram muitos anos juntos, desde 1988, comigo e com o Tibica, que praticamente é da nossa família, as outras pessoas que estão sendo homenageadas, também o meu imenso carinho, conheço cada um e sei do trabalho que cada um faz e teve, até os dias de hoje. São muitos anos de tradicionalismo, tem histórias e uma bagagem imensa de vida, porque a gente faz a nossa 2º família, também o CTG né? Então com todo meu carinho, obrigado por todo mundo estar aqui, parabenizando, essas belas pessoas que fazem o nosso tradicionalismo ser mais bonito do que já é, que dedica a sua vida e seu tempo, em prol do amor a cultura gaúcha. É muito amigo, Arrosi, estimado por todos que convivem perto de ti, sempre colaborou, se envolveu nos rodeios, FEGARTS, Festmirim, Juvenarts, Enarts, que o Rancho de Gaudérios participou e ainda participa, a Patronagem e Sócios do RG, parabenizam pela sua longa caminhada, leve o nosso carinho, um forte abraço no coração, parabéns tu mereces.

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Convidamos para receber a Medalha Mérito Farroupilha 2017, das mãos do Presidente do Legislativo, Vereador Fabiano André Piccoli, e o Certificado das mãos do Prefeito Claiton Gonçalves, o Tradicionalista Mauricio Flach.

 

(ENTREGA DE OUTORGA E MEDALHA MÉRITO FARROUPILHA 2017).

 

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Mauricio Flach, mora atualmente em Nova Milano, proprietário do Bar Parada 460, formado em Administração de Empresas, pelo CESF Farroupilha. Foi sócio e cavalheiro do Grupo Tradicionalista OS Farroupilhas, a partir do ano de 1993. Onde participou de inúmeras Cavalgadas, do Litoral Norte, Cavalgadas da Serra, Romaria de Caravaggio, Cavalgada do Divino, entre outras. Integrou também o Grupo de cavalgada Tropeiros Sem Rumo, fundado em 1902, em Nova Milano. Mauricio Flach, Medalha Mérito Farroupilha 2017.

  1. MAURICIO FLACH: Boa noite Gauchada, cumprimento ao Prefeito e ao Presidente Fabiano e a todos os Vereadores. Agradeço a indicação, agradeço o pessoal lá do Piquete. Estamos aí, estamos nas cavalgadas, estamos brigando um pouco pela tradição. Está difícil, está complicado, mas não podemos nos entregar, vamos lá. Boa noite a todos até outra hora.

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Convido para receber a Medalha Mérito Farroupilha 2017, das mãos do Presidente do Legislativo, Vereador Fabiano André Piccoli, e o Certificado das mãos do Prefeito Claiton Gonçalves a tradicionalista Veneide Giubel.

 

(ENTREGA DE OUTORGA E MEDALHA MÉRITO FARROUPILHA 2017).

 

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Veneide, iniciou a sua trajetória dentro do CTG Ronda Charrua, quando o filho Diego começou a dançar na invernada Mirim, depois na juvenil e adulta. Veneide sempre acompanhou e participou em tudo, apresentações, rodeios, festivais, promoções de entidades, desfiles cívicos. Logo que ingressou já foi trabalhando, sempre ajudou nas promoções, principalmente colaborando na cozinha. Em 2004, seu filho foi eleito 1º Guri Farroupilha, do CTG, se envolveu e auxiliou a gestão em tudo que foi necessário. Em 2005, Veneide foi eleita Prenda Chinoca e seu filho, Peão Farroupilha, foi eleita a Prenda Chinoca, por merecimento devido a sua expressiva participação. Veneide Giubel, Mérito Farroupilha 2017.

SRA. VENEIDE GIUBEL: Muito boa noite, em 1º lugar quero agradecer a DEUS, por este momento. Estou muito feliz, não esperava fazer parte dessa entidade há 19 anos, quero agradecer por essa homenagem. Jamais esquecerei. Fiz aqui, muitos amigos, Patroa Eliane, muito obrigada, meu esposo Moacir, meu filho Diego, minha nora Ritieli. Amo fazer parte dessa família, que DEUS abençoe sempre a minha família Ronda. Amém.

SEC. EXEC. DUÍLUS ANDRÉ PIGOZZI: Esses são os nossos homenageados, Senhor Presidente.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Secretário Executivo, Duilus André Pigozzi. Dando prosseguimento a nossa solenidade, convido para que faça uso da palavra em nome do Poder Executivo Municipal o nosso Prefeito Claiton Gonçalves.

PREF. MUN. CLAITON GONÇALVES: Senhoras e Senhores, boa noite, uma alegria estar aqui participando deste ato do Legislativo Municipal, em homenagem a Semana Farroupilha, o nosso Farroupilha Bem Gaúcha e que traz esta homenagem por parte do Poder Legislativo de Farroupilha e neste ato oferece a Medalha Mérito Farroupilha as cinco expressões do mais puro gauchismo, da mais pura tradição Gaúcha da nossa cidade. O CTG Rancho de Gaudérios, com o Idair Arrosi, o CTG Chilenas de Prata, com o Luiz Valmir Barbosa, o Piquete Querência Farroupilha, com o Mauricio Flach, o CTG Aldeia Farroupilha, com a Marines dos Santos Pereira e o CTG Ronda Charrua com a Veneide Giubel. Expressões da tradição que ajudaram a escrever a história do RS através do seu trabalho, emprestando o seu conhecimento, a sua grandeza e a sua condição de bons gaúchos, ao desenvolvimento dessa Terra, muito também dentro do Farroupilha Bem Gaúcha ou da Semana Farroupilha em dias passados. Nós estamos vivendo um momento muito especial e por ser setembro um mês da Bíblia, eu vou parafrasear e quero pedir licença para fazê-lo, homenageando o Presidente Fabiano André Piccoli e no seu nome aos demais Vereadores aqui desta Casa e enaltecer sobre modo o Rodrigo, vou chamar de Tibica, que neste ano ajuda escrever essa história iniciada lá em 2013, pelas mãos do Vereador Tiago Ilha. Em alguns desafios, que nós juntos escrevemos, mas que se consolidou no produto que agora temos, Farroupilha Bem Gaúcha. Lá na Bíblia diz: “Bem-aventurados aqueles que não se assentam na roda dos escarnecedores”, é dado ao gaúcho ter a grande diferença de caráter, que permite não se assentar na roda dos escarnecedores, mas de construir Patrimônio Cultural, Presidente Fabiano. Patrimônio, histórico de homens honrados, patrimônio diferenciado de pessoas de bem, de homens e mulheres trabalhadores, amalgamados nas cinco figuras aqui homenageados nessa noite, com essa distinção, Diploma e com a Medalha. Mas que contaram através de suas vidas, uma história muito bonita de gauchismo e de honradez. Bem-aventurados aqueles que não se assentam na roda dos escarnecedores, mas que se assentam em grupos para contar essa bela história, construir uma Farroupilha mais forte, um Rio grande mais forte, um Brasil Mais forte. “Me gusta” homenagear a nossa tradição, mas a nossa tradição mais simples e mais humilde, que ao estar estampada “Tibica” numa pilcha, num belo vestido de prenda, numa homenagem mais singela, ou mais robusta. Ela conta a história do gaúcho da serra, do gaúcho que respeita as tradições, que veste está pilcha, que cozinha em panela de ferro, em trempe, num pequeno fogo de lenha, que usa a sua faca para se defender, mas que usa a sua faca também para preparar um belo churrasco. Daquele gaúcho que não tem medo do frio, que anda na geada, que faz a sua campeada, que traz o gado de volta, que bebe da água do riacho, que toma o seu Camargo de madruga e que canta este Rio Grande e que ouve este Rio grande, nas ondas de um rádio que toca música nativa, musica própria do nosso estado. Daquele gaúcho lá do Sul, que prepara uma linguiça campeira, sempre respeitando o boi que vai até o matadouro, sempre dizendo Amém para aquele berro, o último berro, mas respeitando também, sabendo que é necessário trazer o alimento para si e para a sua família, prepara uma bela linguiça campeira, ou uma bela churrascada em varas de Cabuim, ou de mata que permitam suportar a carne pesada de um costelão sob o fogo que ajuda assar de forma demorada, lenta, silenciosa, amadurecendo a carne, fazendo com que se tenha tempo de pensar, de se preparar um café amargo, de se preparar um chá de folhas, de se permitir que a Prenda prepare alguma coisa a mais, ou o pão, ou um arroz, para acompanhar aquela carne. Na lida diária simples, humana, mas cheia de tradição e cheia de honradez, cheia da energia, da nossa cultura, que nós estampamos, Vereador Tiago, lá em 2013, no Farroupilha Bem Gaúcha. Que o Tibica agora, traz dentro da Secretaria e quero saudar a Secretaria de Turismo, com o Francis Casali, que traz essa condução do Farroupilha Bem Gaúcha, até os nossos dias. Homenageando os nossos grupos, o CTG Rancho de Gaudérios, Chilenas de Prata. Piquete Querência Farroupilha, Aldeia Farroupilha e Ronda Charrua, onde não há lugar para estultice, de novo lembrando a Bíblia. Porque lá é lugar sagrado da Cultura Gaúcha, do respeito e das boas práticas, lá é o lugar da família. Se lá a família está, longe de outros coisas ruins estará. Eu imagino que neste país continental, nós estaríamos muito melhor se todos cultuassem a tradição Gaúcha. Quando as Américas estão sofrendo como nunca, América do Norte e América Central, recebendo nos últimos dias furacões, água, devastação, ventos, destruição, casas derrubadas, mortes. A América do Sul, principalmente o Brasil que é o Grande representante da América do Sul, recebendo a ação malfazeja de grupos políticos, que guardam dinheiros em apartamentos, que dirigem o Congresso, que dirigem o Senado, que fazem com que a Câmara dos Deputados seja um grande picadeiro de belas e ruins piadas para a nação brasileira. Que produzem fantasmas, que produzem coisas ruins para esta nação. Não há lugar para todas essas coisas dentro da tradição gaúcha. Aqui é terra de homens e mulheres honrados. Às vezes nós temos dor no coração, hoje um dos meninos mais dedicados ao trabalho lá na Prefeitura, eu convidei ele a dizer tchau para a Prefeitura, porque ele não estava cumprindo todo o tempo que eu queria que estivesse cumprindo. Eu não, os Senhores, quando pagam os seus impostos, mesmo que fosse por uma causa nobre, de ser um Professor de uma Universidade, como lhe faltavam algumas horas eu disse: “Meu amigo, as portas estão abertas, mas neste momento, eu preciso honrar os centavos que cada um dos cidadãos de Farroupilha, colocam através de seus impostos e não há lugar para nem um minuto de fantasmas aqui dentro. ” Meus amigos, é um momento muito especial, viva a tradição gaúcha, viva cultura gaúcha, viva a honradez das pessoas de bem, dos homens e das mulheres de bem, que trabalham por essa nação, que produzem, que fazem acontecer, que educam bem essas crianças, que velam por elas, que dizem não as drogas, que dizem não àquilo que não constroem. Parabéns a todos que fazem isso e aqui neste lugar, neste belo espaço do Farroupilha Bem Gaúcha, que nós fazemos isso. Como eu tenho consultado sempre a minha esposa, e eu disse a ela: “Prenda o que, que eu devo falar hoje?” Ela disse: “aplaude uma bela gaúcha”. E eu vou aplaudir uma bela Gaúcha e vou pedir auxílio de vocês para fazê-lo. Eu estou falando da Dona Gema Giusti, 79 anos. Que todas as semanas está lá no fraldário ajudando a produzir fraldas para aquelas pessoas que não tem condições de adquirir a sua fralda, que está lá na costura refazendo velhos tecidos em roupas novas, para crianças que nascem ou para aquelas pessoas mais necessitadas. A Gema Giusti, 79 anos, avó do Tibica, ela está acometida de um tumor no pâncreas terrível, está fazendo exames, muito fraca, eu queria que todos ficassem em pé. Eu quero terminar a minha fala, por ela e pela sua saúde.

(ORAÇÃO DO PAI NOSSO)

 

PREF. MUN. CLAITON GONÇALVES: Pai do Céu, olhai por Gema Giusti. E viva e viva e viva muito mais o Farroupilha Bem Gaúcha, na alma desta mulher e na alam de todos os Gaúchos de bem. Boa noite.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Prefeito Claiton Gonçalves. Encerrando a nossa Sessão Solene, convido a todos para ouvirmos a execução do Hino Rio Grandense.

 

 

(EXECUÇÃO DO HINO RIO GRANDENSE)

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Muito obrigado pela presença dos Senhores e das Senhoras. Em nome de DEUS, declaro encerrados os trabalhos da presente Sessão. Um boa noite, uma boa semana e viva o Farroupilha Bem Gaúcha.

 

 

 

 

Fabiano André Piccoli

Vereador Presidente

 

 

 

Sandro Trevisan

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.