Pular para o conteúdo
17/10/2021 09:30:59 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 28 de setembro de 2021

CVV apresenta seu trabalho em prol da valorização da vida

Representantes do Centro de Valorização da Vida (CVV), José Theodoro e João Erni Machado dos Santos estiveram em Sessão explanando sobre o trabalho da entidade frente à prevenção contra o suicídio na região. O convite, que partiu do vereador Davi de Almeida, é alusivo ao Setembro Amarelo.

O CVV, através do número 188 presta um apoio emocional em âmbito nacional. Com atendimentos por telefone, e-mail ou chat, o Centro age 24 horas por dia, por meio de voluntários capacitados para o serviço. A taxa nacional de pessoas que cometem o suicídio, ou lesões autoprovocadas é de uma cada hora, conforme dados do Ministério da Saúde.  Casos esses, que segundo o CVV, podem ser amenizados abordando a doença de forma eficaz e transparente.

Conforme Theodoro, o atendimento prestado resume-se a uma escuta ativa e técnica, a qual não deve ser confundida com o atendimento psicológico realizado por terapeutas, psicólogos ou psiquiatras. Atualmente a entidade, no polo de Caxias do Sul, possui 40 voluntários que reforçam o sistema da entidade filantrópica.

O voluntário do Centro, Machado dos Santos alerta aos altos índices que ocorrem no RS, sendo a média de um caso a cada dez gaúchos. Em 2020, conforme estudo do IGP, homens na faixa etária dos 60 anos são os casos mais frequentes, sendo a depressão a causa mais atribuída ao ato.

Segundo o último trimestre do CVV, a entidade atende cerca de 320 mil registros por mês no Brasil.