Pular para o conteúdo
03/12/2022 20:33:53 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 4236 – 10/10/2022 – Vereador por um dia

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sra. Eleonora Peters Broilo.

 

Às 18 horas a senhora presidente vereadora Eleonora Peters Broilo assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Calebe Coelho, Clarice Baú, Cleonir Roque Severgnini, Davi André de Almeida, Felipe Maioli, Gilberto do Amarante, Juliano Luiz Baumgarten, Marcelo Cislaghi Broilo, Mauricio Bellaver, Paulo Vitório Telles de Oliveira, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Thiago Pintos Brunet e Volnei Arsego.

 

PRES. ELEONORA BROILO: Senhoras e senhores, uma boa noite a todos. E solicito que todos os senhores ocupem nos seus lugares. Senhoras, senhores vereadores, vamos indo muito calmamente, porque faltam duas crianças ainda para chegar; então nós vamos indo com calma para dar tempo para que esses vereadores por um dia… chegaram? Beleza. Então podemos dar seguimento aos nossos trabalhos. Em nome de Deus, declaro abertos os trabalhos da presente sessão solene com a presença do Vereador Por Um Dia. Quero saudar a todas as autoridades, eu vejo aqui o secretário Cenci, a Luciana Zanfeliz, secretário Colloda, secretário Plínio, se mais algum secretário estiver em meio a essas pessoas tão bonitas aqui presentes e eu não estiver vendo, me perdoe, estou ficando cegueta. Então quero saudar as autoridades, secretários municipais, diretores de escola, professores e todos os alunos que estão aqui nesta noite. Quero saudar os familiares, os amigos, os vereadores, a imprensa, senhoras e senhores. Dada a verificação do quórum, temos nesta noite solene a presença de 15 vereadores, não há ausência de vereadores. O Vereador Por Um Dia foi instituído pela resolução nº 387/2001 e tem como objetivo proporcionar aos estudantes do nosso município a oportunidade de participar do poder legislativo atuando como vereador e conhecer o trabalho da casa legislativa. No início de cada ano a Câmara oficia a todas as escolas do município sobre a sessão do Vereador Por Um Dia e as escolas interessadas comunicam a Câmara de Vereadores e participam desta sessão. Nesses últimos dois anos não ocorreu esse evento em função da pandemia. Inicialmente então, começando nosso evento, eu convido a vereadora por um dia, Gabriele Fernandes Cadó – aluna do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Dutra – para que ocupe esta cadeira da vereadora presidente. Também para fazer parte desta mesa eu convido o Vereador Por Um Dia João Jair Lorenzzon do Prado – aluno do 9º ano da Escola Carlos Fetter; o João senta ao meu lado. Passo neste momento a palavra para a vereadora presidente Gabriele Fernandes Cadó para dar prosseguimento à sessão que fará a chamada nominal dos vereadores que após se manifestarem convidarão os Vereadores Por Um Dia para ocuparem suas respectivas cadeiras. Vereadora Gabriele a palavra está com a senhora.

VEREADORA POR UM DIA PRESIDENTE GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Roque Severgnini.

VER. ROQUE SEVERGNINI: Senhora presidente, Gabriele Cadó, uma honra nós poderemos estar aqui falando nesse momento e cumprimentar a todos os alunos que estão participando desse projeto do Vereador Por Um Dia, bem como cumprimentar todas as escolas que aqui estão presentes, as que se inscreveram que por mim que me chega aqui de informações foi a Escola Nossa Senhora de Lourdes, Teotônio Vilela, Júlio Mangoni, Padre Rui Lorenzi, Vivian Maggioni, Carlos Fetter, Medianeira, Primeiro de Maio, Oscar Bertholdo, Santiago, Presidente Dutra, Santa Cruz e Caravaggio. E também convidar então para que assuma aqui o seu lugar de vereadora a vereadora Laura Abreu de Miranda, aluna da turma 211 do Colégio Estadual Santiago que estará então aqui representando a sua escola e os seus colegas nesse projeto Vereador Por Um Dia. Pode assumir essa cadeira e eu fico então na retaguarda aqui depois.

VEREADORA POR UM DIA PRESIDENTE GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Juliano Baumgarten.

VER. JULIANO BAUMGARTEN: Acertou meu sobrenome, começou bem. Quero cumprimentar primeiramente a Vereadora Por Um Dia Gabriele, cumprimento os demais colegas vereadores, cumprimento todas as escolas, todos os alunos e todas as alunas que se fazem aqui presente. É muito bonito de ver isso e é um estímulo, nós precisamos com que os nossos jovens compreendam a função social, a função do poder legislativo/executivo/judiciário para a compreensão da sociedade. E sem isso não há maneiras, nós precisamos cada vez mais com que as pessoas tenham as informações. A gente sabe que elas existem, mas nós temos que buscar meios, programas, ferramentas, e o Vereador Por Um Dia é um dos meios. Eu quero cumprimentar em especial a minha representante aqui a vereadora Juliana Gonçalves Segatto do 9º ano da Escola Padre Rui Lorenzi. Chega aí, agora tu vai assumir aqui e vamos lá. E mais uma vez obrigado a todos. E todo mundo que vai se apresentar não precisa ter vergonha, não se acanhem, vocês vão ver que é bem tranquilo tá bom, e vamos aprender muito nesta noite.

VER. POR UM DIA PRESIDENTE GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Davi de Almeida

VER. DAVI DE ALMEIDA: Boa noite senhora presidente Vereadora Por Um Dia Gabriele Cadó. Quero cumprimentar já as vereadoras Laura e Juliana que estão aqui ao meu lado e cumprimentando elas quero cumprimentar a todas as escolas aqui representadas pelos seus diretores/professores e parabenizá-los por este evento Vereador Por Um Dia; cumprimentando também os demais vereadores por um dia que vão assumir aqui e desejar um excelente trabalho a todos. Quero convidar a assumir a minha cadeira de vereança a aluna do Escola Estadual Santiago Sabrina Graizyk do 8º ano que vai nessa noite ser a Vereadora Por Um Dia.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Gilberto do Amarante.

VER. GILBERTO AMARANTE: Boa noite, presidente Gabriela Cadó; em teu nome quero parabenizar todos as vereadoras que até então estão aqui compondo e também estender essa homenagem a todos os professores, diretores, os pais aqui presentes, os demais alunos. E também dizer a todos aos alunos que vão estar aqui sentado como Vereador Por Um Dia que é hoje, hoje são Vereador Por Um Dia, mas amanhã pode ser vereador de verdade, pode ser professor de verdade, pode ser médico, pode ser agricultores, ou seja, tudo que queiram ser. Parabéns por esse dia. E quero chamar aqui nosso Vereador Por Um Dia: o João Vitor de Bona da Escola Nossa Senhora de Caravaggio.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Eu passo a palavra ao vereador Thiago Pintos Brunet.

VER. THIAGO BRUNET: Boa noite, senhora presidente Gabriela Cadó e aos demais vereadores, imprensa e a todos que nos prestigiam neste dia. Quero dizer que essa ação Vereador Por Um Dia ela é muito importante para que a gente busque com que os nossos filhos, com que as crianças nas escolas tenham gosto pela política, esse é o objetivo né fazer com que daqui a pouco tenha um vereador aqui, como falou o Amarante agora, depois de fato né. Ou se não for vereador, mas que participe, que busque informação, que estejam engajados nas questões sociais. Então hoje chamo aqui a aluna para me representar Ketlyn Stefany da Costa Vargas da Escola Senador Teotônio Vilela. Por favor faça parte dessa mesa hoje.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Paulo Telles de Oliveira

VER. PAULO TELLES: Senhora presidente, senhoras e senhores vereadores. Quero saudar aqui todas as escolas, alunos, famílias, todos bem-vindos. Saudar nossa imprensa e os servidores da Casa. É uma alegria e um prazer enorme nós ter o Vereador Por Um Dia; e que essa gurizada, essa juventude é a nossa esperança viu, gente. Eles vêm e venham fazer uma boa política isso que o povo está esperando, isso que nesta noite nos fortalece aqui, nós sairmos fortalecidos aqui, a Câmara de Vereadores aqui. Parabéns por essa iniciativa. E eu estou muito alegre quero chamar que o Vereador Por Um Dia Gustavo Ilha da Escola Municipal Vicente Dutra. Bem-vindo, meu companheiro, chega mais.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Marcelo Broilo.

VER. MARCELO BROILO: Muito obrigado, senhora presidente Gabriele Cadó, nobres colegas vereadores, quero aqui dar boas-vindas a todos. E que bonita essa Casa cheia. cumprimentar os secretários aqui presentes, escolas, diretores e todos assistem também pelas redes sociais. Que importante esse projeto e a vocês vereadores por um dia essa experiência parlamentar, assim dizendo, numa sessão simulada que traga para suas vidas muitos conhecimentos, o gosto pela política e as ideias aqui apresentadas a seguir quem sabe possamos nós vereadores dar continuidade. Então eu quero aqui chamar a Júlia Cherobim Gonçalves da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Cruz para ocupar esta cadeira. Muito obrigado.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Clarice Baú

VER. CLARICE BAÚ: Boa noite, presidente Gabriele Cadó. Quero cumprimentar também a secretária de educação Luciana Zanfeliz e em nome dela cumprimentar todas as autoridades que aqui se fazem presentes hoje, todos os vereadores por um dia, os familiares, convidados, professores, enfim, toda a comunidade escolar, a imprensa e aqueles também que nos assistem de forma remota os nossos comprimentos. Quero dizer que hoje estou muito feliz como presidente da frente parlamentar de apoio e promoção dos direitos das mulheres, ver esta Casa com tantas vereadoras mesmo que seja por um dia, estamos conquistando nosso espaço. Então chamo o aluno Lucas Garcias Matias Barela do 9º ano da Escola Santa Cruz para tomar lugar aqui como Vereador Por Um Dia.

PRES. ELEONORA BROILO: Antes de passar a palavra novamente a nossa presidente haverá espaço para aplausos, certo. Muito obrigado.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite, presidente Gabriele Cadó. Boa noite a todos vereadores por um dia, senhores vereadores, já autoridades já citadas. Gostaria de dizer rapidamente aqui, porque hoje na verdade são os vereadores por um dia que são os legítimos vereadores dessa noite; então a gente faz uma fala bem rápida. E gostaria de chamar para que viesse aqui ao meu lugar um aluno do 7º ano da Escola Vivian Maggioni, o nome dele é Felipe Weber Bonorino Antunes. Por favor, venha assumir aqui a cadeira deste vereador.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Calebe Coelho.

VER. CALEBE COELHO: Boa noite a todos. Alguns dias atrás eu tive o privilégio de visitar a Escola de Ensino Fundamental Nossa Senhora Medianeira e tive o privilégio de conhecer essa moça tão querida que hoje é Vereadora Por Um Dia, vem para cá a filha do seu Érico: Júlia Pires Machado.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Felipe Maioli.

VER. FELIPE MAIOLI: Boa noite, senhora presidente Gabriela [sic], colegas vereadores, a todos que estão aqui presente e quem está em casa nos assistindo pelas redes sociais. Uma noite muito especial, uma noite especial, porque temos aqui colegas professores/colegas/diretores, sem o trabalho de vocês nas escolas essa galera não estaria aqui com certeza; e a todos os pais que estão aqui representando as famílias que é a sustentação de tudo, é a base de tudo. E é um prazer muito grande para mim estar aqui convidando agora a aluna Érica Salvador dos Passos do 9º ano da Escola Oscar Bertholdo.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Volnei Arsego.

VER. VOLNEI ARSEGO: Boa noite, senhora presidente Gabriele Cadó, aos vereadores presentes, as autoridades aqui que estão presentes também, as pessoas que vieram assistir o Vereador Por Um Dia contemplar essa data especial para esses alunos. Eu gostaria de convidar a senhorita Laura Zanella Severo da Silva da turma 802 Escola Municipal de Ensino Fundamental 1º de Maio para ocupar essa cadeira.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Maurício Bellaver.

VER. MAURICIO BELLAVER: Boa noite, Gabriela, presidente, colegas vereadores, um boa noite aos pais dos alunos que estão faceiro. Quero dar um boa noite a família Sartori lá de São Marcos que foi hoje estava com prazer de conhecer quem que era a Vereadora Por Um Dia, me surpreendi. Ela estuda na escola Júlio Mangoni; há 18 anos estudei lá, e quero convidar a vereadora/aluna vai ser Vereadora Por Um Dia Letícia Sartori.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEUS SALIB DOS SANTOS: Senhora presidente, prazer muito grande em tê-la na presidência nessa noite. Queremos saudar também a cada vereador que está aqui representando a sua escola, saudar a todos os mestres/os professores, também as autoridades aqui presentes; saudando a Luciana estamos querendo também levar a nossa saudação aos demais secretários e membros do Executivo. Saudar também os nossos colegas vereadores de todos as semanas que hoje serão a inspiração dos senhores inspirados é claro naquilo que vocês vão trazer para nós. Eu, com muito orgulho, convido para também assumir essa cadeira da Escola Fundamental Carlos Fetter a aluna Ana Flávia Gregolin do 7º ano.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Após tomarem seus respectivos assentos, vamos passar a palavra aos vereadores por um dia para suas considerações.

PRES. ELEONORA BROILO: Apenas uma informação antes de seguirmos com a sessão. Por uma questão de respeito nós temos aqui pais da escola CNEC que me pediram para se manifestar; eu expliquei a uma delas que durante a sessão regimentalmente não será possível, mas que depois da sessão, terminada a sessão, que fossem escolhidos cinco representantes e nós vereadores os receberemos na sala de reuniões. Todos os vereadores estão convidados para isso. E nós estaremos ouvindo os senhores nas suas pautas. Era isso, muito obrigado. Desculpe, presidente, pela interrupção.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra a vereadora Laura Abreu de Miranda.

VER. POR UM DIA LAURA A. DE MIRANDA: Muito prazer, me chamo Laura eu estudo na Escola São Tiago, tenho 16 anos e estou no 2º ano do ensino médio. Hoje vou apresentar o projeto de lei que altera o nome da Rua Treze de Maio. Então no ano de 2022 nós alunos do 2º ano do ensino médio da do Colégio São Tiago realizamos uma pesquisa sobre os nomes das ruas de Farroupilha; esta pesquisa está disponibilizada no perfil do Instagram chamado: cest_humanas – que publica atividades das áreas de ciências humanas da escola. Ao analisarmos os resultados da nossa pesquisa a gente percebeu que a maioria dos nomes das ruas homenageiam homens brancos; outros homens negros/indígenas quase não são nomeados, mulheres brancas/negras/indígenas também são pouco lembradas, por isso apresento o projeto de lei que altera o nome da Rua Treze de Maio. Escolhemos a Rua Treze de Maio para ser alterada, porque identificamos que a data vem sendo questionada por movimentos negros e por estudos históricos. O treze de maio se tornou uma data histórica pela assinatura da Lei Áurea; em 13 de Maio de 1888 a princesa Isabel assinou a lei que propôs o fim da escravidão no Brasil. Ao acessar essa lei, a figura da princesa Isabel, existe uma apropriação dessa data por ela e que vinha sendo construída politicamente para se tornar a governante do império do Brasil; associá-la a libertação dos escravos fortalecia a sua imagem política, porém a data que dá protagonismo à princesa Isabel inviabiliza a luta dos negros pela escravidão. A formação dos quilombos, as fugas, as cartas de alforria, o movimento abolicionista, entre outras ações se tornaram insustentáveis pelo sistema escravista no fim do século XIX, todas essas protagonizados pela população negra. Por isso no fim nos anos 70 o poeta gaúcho Oliveira Silveira, participante do grupo Palmares, iniciou o movimento que transferiu as comemorações pelo fim da escravidão no dia 13 de maio para o dia 20 de novembro – essa última data presente em nossos calendários escolares – e movimenta ações nas escolas ao combate ao racismo atualmente, lembra Zumbi dos Palmares importante líder quilombola de um dos principais quilombos brasileiros morto no século XVII. Ao lembrar Zumbi, lembramos do protagonismo negro na luta contra a escravidão no Brasil. Maria Beatriz Nascimento, historiadora negra brasileira foi uma das intelectuais que buscou resgatar em seus escritos a ação da população negra contra a escravidão. Ela tirou a população negra da situação de escravizada passiva com a situação vivida e sem capacidade de reação para uma situação de agência e de descontentamento e de busca por alternativas para sair da situação de violência imposta pelo sistema escravista. E a população negra, na sua organização, é a verdadeira responsável pelo fim da escravidão no Brasil, por isso sugerimos essa mudança. Ao alterarmos o nome da Rua Treze de Maio para Rua Beatriz Nascimento, estamos mudando a perspectiva histórica e valorizando o protagonismo negro na luta pelo fim da escravidão. Dessa forma, ao realizarmos essa mudança valorizamos e homenageamos Beatriz Nascimento, a luta da população negra pelo fim da escravidão e relembramos a trajetória de Anazilda Theodoro, primeira e única vereadora negra a ocupar o cargo em Farroupilha. Obrigada.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Juliana Gonçalves Segatto.

VER. POR UM DIA JULIANA G. SEGATTO: Saúdo a Câmara Municipal de Vereadores de Farroupilha e todos aqui presentes, em especial ilustríssima senhora Eleonora Peters Broilo presidente da casa; cumprimentando-a estendo meus cumprimentos ao meu padrinho vereador Juliano Baumgarten e aos demais vereadores, autoridades, professores, diretores, cidadões [sic] farroupilhenses, imprensa, presentes nessa sessão, boa noite. Meu nome é Juliana Gonçalves Segatto eu represento a Escola Estadual de Ensino Fundamental Padre Rui Lorenzi, do 9º nono ano, e irei apresentar o projeto de lei: mostra teatral nas escolas do município de Farroupilha. O presente projeto prevê a criação de uma mostra de teatro realizada nas escolas do município de Farroupilha compreendendo o território no município de Farroupilha, podem ser das esferas municipais, estaduais, federais ou particulares. Os objetivos do meu projeto são divulgar as ações artísticas dos alunos, fomentar a cultura e promover a integração das escolas. Essa lei entrará em vigor na data da sua publicação. Senhora presidente e senhores vereadores, a realização de obras teatrais nas escolas busca valorizar as diversas manifestações culturais onde os alunos podem expressar e desenvolver seus sentimentos, sua fala, sua dicção, sua oratória, espírito em grupo, promovendo a sociabilidade, ajudando a vencer a timidez e proporcionando a melhora na comunicação verbal e corporal; também auxilia no aumento da autoestima e autoconhecimento. Tendo como função, o teatro integra socializa e acima de tudo desenvolve a aprendizagem de maneira lúdica em si e no mundo que o cerca, criando cidadões [sic] críticos, conscientes, criativos e atuantes na sociedade. O meu projeto então consiste em a escola inscrita criar uma peça de teatro sobre um assunto relevante e importante para a comunidade escolar e sociedade, envolvendo os alunos das turmas – principalmente dos anos finais do ensino médio e fundamental -, enviando um roteiro para uma equipe julgadora que selecionará os assuntos mais interessantes a serem apresentados. E posteriormente em forma de peça teatral para as escolas e o público em geral promovendo integração em todas as escolas da cidade. Diante da ciência da escola, famílias e comunidade, a importância do teatro para a formação do indivíduo, sugiro a criação da mostra de teatro entre as escolas do município de Farroupilha. Dessa forma concluo a proposta cultural da minha escola agradecendo a atenção de todos, e solicito que essa proposta seja levada adiante. Obrigado

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra a vereadora Sabrina Graizyk.

VER. POR UM DIA SABRINA GRAIZYK: Muito boa noite a todos os presentes hoje aqui na Câmara. O meu projeto é sobre uma semana indígena que deve ocorrer durante, enfim, a semana do dia 19 de abril. Ela deve ser feita por todas as escolas do município de Farroupilha tanto de rede pública, privada, ou, enfim, as federais. Elas devem contemplar os princípios da lei nº 11.645/2008 de âmbito nacional que estabelece o ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena em todos os estabelecimentos de ensino. Essas atividades que devem ser desenvolvidas durante essa semana elas devem ter, como eu posso dizer, não podem ficar limitadas só à área de ciências humanas, mas devem ser sim trabalhadas por todas as áreas de conhecimento hoje nas escolas tanto de humanas, exatas, linguagens, o que for. Todas as atividades elas devem superar essas visões estereotipadas hoje da população indígena não só no Rio Grande do Sul, mas no Brasil e no mundo. Elas devem quebrar esses preconceitos contra que essas populações hoje sofrem e devem quebrar aquele estereótipo claro de que eles são presos ao passado; porque hoje se um indígena tem acesso à internet, tem acesso a uma água tratada e etc. Isso não faz dele menos indígena. E algo que eu peço hoje que mesmo que esse projeto não seja aprovado é que hoje a gente tem  temos o site da Prefeitura Municipal de Farroupilha que existe uma aba que temos a história – uma breve resumo da história do município onde cita se me lembro um índio um indígena chamado Luiz Bugre; ele seria um índio semicivilizado e é o que a gente quer é retirar essa palavra ‘semicivilizado’ por poder ser, é um termo, na verdade, como posso dizer, que desmerece o estilo de vida e a cultura indígena como se ela não fosse algo normal. Essa lei ela deve entrar, enfim, em vigor no dia da publicação. Mas agora porque a gente quer isso e para quem? Porque é simples, para essas populações hoje terem o reconhecimento que merecem, porque elas sim são a maior riqueza do Brasil. É importante que os estudantes, os professores ou qualquer pessoa tenha ciência de onde vieram as nossas origens, não só ficar colocando uma pessoa – os europeus brancos – em um pedestal. É importante sim a gente ressaltar a cultura, a diversidade desses povos e como eu já havia dito, quebrar esses estereótipos/esses padrões que são impostos a essas populações. Outro ponto que eu queria ressaltar seria que essas populações hoje não tem o merecimento/o mérito que merecem no Brasil; são populações que na maioria das vezes são esquecidas e alvos de xingamentos xenofóbicos e racistas. É pensando nisso né e também da busca do conhecimento que eu quero propor essa semana para que além dessas populações serem beneficiadas né, porque conhecimento como todo mundo aqui sabe nunca é demais, para que as pessoas entendam porque hoje em dia ninguém, vamos falar a real, ninguém liga para essas populações. Então é necessário sim que algum professor ensine da maneira correta sobre suas origens, sobre as suas culturas, sobre o seu modo de vida, porque não é algo errado, não é algo semicivilizado, enfim. E assim, basicamente que eu termino né e eu espero que esse projeto consiga ser aprovado, porque talvez com essa com esse meu pequeno discurso e com esse projeto a gente possa servir de exemplo não só para cidades grandes como Caxias do Sul ou Porto Alegre, mas servir de exemplo para o Brasil inteiro, porque é necessário sim nós valorizarmos os nossos indígenas hoje e valorizar essa cultura. É um pequeno passo para um mundo melhor.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador João Vítor de Bona.

VER. POR UM DIA JOÃO VÍTOR DE BONA: Cumprimentando a presidente da Câmara Municipal de Vereadores doutora Gabriele Cadó cumprimento e saúdo a todos os vereadores, autoridades e comunidade farroupilhense aqui presente. Sou João Vítor de Bona, tenho 12 anos, estou cursando o 7º ano na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Caravaggio localizada na comunidade de Caravaggio/1º distrito de Farroupilha, na qual também resido. Nossa escola atende a educação infantil até os anos finais do ensino fundamental num total de 215 alunos; desenvolvemos importantes projetos tais como educação financeira e ambiental, badminton e aula de xadrez na educação, banda marcial e flauta doce. Através de um ambiente de ensino lúdico e desafiador temos a oportunidade de sermos cidadãos participativos e agentes de mudança socioculturais, assim sendo estamos comprometidos com os anseios e necessidades da nossa comunidade. Atualmente, crianças, jovens e suas famílias estão muito voltadas para o uso das tecnologias especialmente das redes sociais, vários jovens e crianças passam muito tempo em frente as telas divertindo com jogos violentos ou assistindo conteúdos pobres de conhecimento o que tem gerado problemas para a saúde mental e física das crianças elevando os índices de ansiedade, de depressão e de obesidade infantil. Sendo assim, a nossa sugestão seria de proporcionar à população de Farroupilha um espaço de lazer ao ar livre durante sábados, domingos e feriados aonde fosse possível andar de bicicleta, skate, patins, patinetes, sem o risco de atropelamento. O local escolhido seria a rua que fica em frente à nossa escola, na comunidade de Caravaggio; o espaço é amplo, plano e asfaltado, sendo ideal para prática esportiva, assim enquanto as crianças se divertiriam e se movimentariam ao ar livre os pais poderiam levar cadeira de praia e desfrutar de um momento de conversa e de roda de chimarrão inclusive levando os animais de estimação da família já que no entorno dessa via há também uma ampla área verde. Hoje em dia há pessoas que se reúnem no local com tal objetivo, porém com circulam veículos, o espaço se torna perigoso para a presença de crianças. Além disso, o local tem sido aproveitado por jovens que se reúnem para o consumo de bebidas alcoólicas deixando sujeira no local, inclusive garrafas quebradas e colocando as suas vidas e a de outras pessoas em risco visto que muitos deles dirigem os seus automóveis logo após o consumo de álcool. Para solucionar esse problema no final de semana a rua precisaria ser fechado por cones ou cavaletes. É importante o comentário, porque a nossa proposta não prejudicará o livre acesso dos moradores pois não há moradias nesta via apenas a escola que estará fechada nos dias sugeridos. Em frente à área de lazer proposta mora o policial da comunidade que poderia auxiliar na colocação dos cones e cavaletes, além de ajudar na fiscalização. Esse tipo de projeto já existe em outras cidades como Porto Alegre e tem grande adesão por parte da população. Entendemos, por fim, que esse projeto seria de suma importância para o incentivo do esporte e do lazer ao ar livre beneficiando não só a comunidade local, mas o público em geral favorecendo comerciantes locais e valorizando ainda mais o santuário de Caravaggio, ponto turístico da nossa cidade. Tudo isso vale lembrar sem gerar nenhum custo para o município a única necessidade seria a colocação de mais lixeiras a fim de incentivar a limpeza do espaço. Antes de concluir, peço que nesse momento sejam exibidas algumas imagens do local sugerido. Aqui vemos a Avenida Edvaldo Pereira Paiva conhecida também como bem Beira Rio, em Porto Alegre, que é fechada para o lazer nos sábados, domingos e feriados. Esse seria o local proposto né a escola fica à esquerda, aqui por outro ângulo a imagem do local. Nos finais de semana atualmente o espaço já é ocupado por diversas pessoas por isso a gente gostaria que a rua fosse fechada. Para finalizar a minha participação quero agradecer a Câmara de Vereadores de Farroupilha pela oportunidade bem como o meu padrinho, o senhor Gilberto do Amarante, por todo apoio e incentivo. Muito obrigado.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra a vereadora Ketlyn Stefany da Costa Vargas.

VER. POR UM DIA KETLYN S. DA COSTA VARGAS: Boa noite a todos. Saúdo o presidente da Câmara, os colegas vereadores por um dia, os senhores vereadores e em especial o vereador Thiago Brunet o qual estou representando nesta sessão, as equipes diretivas, direção e professores da Escola Senador Teotônio Vilela, as autoridades e demais presentes. Meu nome é Ketlyn Stefany da Costa Vargas, sou filha de Marioni de Oliveira Vargas e de Emília da Silva da Costa, tenho 13 anos estudo no 8º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Teotônio Vilela localizada na Rua Antônio Benvenutti no bairro Industrial. A Escola Senador Teotônio Vilela foi inaugurada no dia 15/12/1984 no governo do então prefeito Wilson Cignachi, a escola tem 30 turmas da educação infantil ao 9º ano. Tem 640 alunos matriculados. A missão da escola é assegurar um ensino de qualidade formando sujeitos críticos, conscientes e participativos capazes de interagir e intervir na realidade; a escola contribui para uma sociedade mais justa, fraterna e feliz. Eu como vereadora representante da Escola Teotônio Vilela sinto-me agraciada com esse projeto Vereador Por Um Dia e agradecida a minha escola por ter me dado a oportunidade de representá-lo. Minha proposta com Vereadora Por Um Dia é sugerir ao poder público através da Câmara de Vereadores a possibilidade de concessão do uniforme escolar de forma gratuita aos alunos da Escola Senador Teotônio Vilela. A importância dos uniformes escolares está diretamente ligada à aprendizagem pois permite a inclusão do aluno por meio de uma identidade visual promovendo a redução da desigualdade social, o respeito mútuo com as pessoas com as quais os alunos convivem, o aumento da motivação e autoestima entre os estudantes, tendo como consequência um melhor aproveitamento escolar. Atualmente  a Escola Teotônio Vilela não cobra o uniforme para seus alunos por se tratar de uma comunidade carente inserida num contexto de invasões territoriais; percebe-se que as famílias não têm condições de comprar esse uniforme. Ao possibilitar o uso do uniforme na nossa escola além de facilitar a identificação dos alunos e de evitar possíveis situações de risco, contribuem também para evitar a evasão escolar; benefício ainda maior será a garantir uma maior segurança no contexto escolar e consequentemente uma aprendizagem efetiva. O respeito às diferenças é um dos grandes desafios a serem enfrentados pela administração pública municipal. Temos que oferecer às crianças o nível de igualdade dentro do ambiente escolar iniciando-se pela utilização de uniformes. Diante do exposto, peço a atenção e o apoio dos nobres vereadores para a aprovação deste requerimento. Muito obrigada.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Gustavo Maria Ilha.

VER. POR UM DIA GUSTAVO M. ILHA: Primeiramente queria dar um boa noite a todos que estão assistindo à Câmara. Boa noite a todos os vereadores, boa noite senhora presidente. Então, eu, senhoras e senhores, eu queria propor uma revitalização na Avenida Veneza que é a avenida que fica em frente à Escola Presidente Dutra; que ela começa ali na frente da escola e vai até o meio do Bairro São Roque ali, ligar entre os dois. Ela é uma avenida muito boa que passa diversos carros só que acontece o problema de ela ser toda esburacada e ser muito mal cuidada. A questão seria ali de asfaltar pelo menos ou tampar os buracos que acaba muitos carros ali murchando e furando os pneus, já vi diversas vezes carros parados ali tendo de trocar o pneu por causa dos buracos. E também sobre o, tem um canteiro no meio dessa Avenida que divide as duas vias e o correto seria para esse canteiro ser vivo/alegre cheio de flores só que acontece que não foi cuidado ali as árvores também e acaba sendo tudo desmatado e tudo mato alto, assim digamos, né, que fica uma coisa muito feia e fica até difícil de enxergar as coisas do outro lado da via. Tem a questão também dos quebra-molas que são muito altos assim daí carros vão passando e se passar um pouco mais na pressa que o filho que está atrasado para chegar na escola que já aconteceu comigo, minha mãe passou um pouco mais rápido e acabou ali murchando o pneu e teve que se atrasar para ter que chegar ao trabalho dela que aconteceu por causa do quebra-mola muito elevado. E eu acabei consultando alguns moradores ali da rua também né por causa que eu fui conversar com um morador e ele reclamou justamente ali do canteiro que tem no meio da via, ele, ele ainda disse que ele que foi ali e podou algumas árvores e plantou ali algumas flores no meio que ficava em frente à casa dele, pois ele disse que não estava sendo cuidado e estava muito alto, e até às vezes prejudicava e era muito lixo ali no meio entre aquelas plantas. E o correto assim da minha ideia que eu quero propor seria uma revitalização e alguns containers de lixo ali também pelo fato de ser muito lixo e não couber tudo em um só; daí acaba que nem na segunda-feira que na segunda-feira de manhã fica cheio de lixo em volta do container e daí vem os cachorros e os gatos e acaba espalhando ali pela rua inteira e fica muito sujo, polui demais. E é isso que eu queria propor mesmo, seria uma revitalização e espero que minha ideia seja ouvida por todos. Muito obrigado.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Julia Cherobim Gonçalves

VER. POR UM DIA JULIA C. GONÇALVES: Boa noite a todos. Saúdo a presidente da Câmara, os colegas vereadores por um dia, os senhores vereadores, as equipes diretivas, a direção e os professores da Escola Santa Cruz, as autoridades, familiares e demais presentes; e em especial o vereador Marcelo Broilo a quem represento nesta sessão. Meu nome é Júlia Cherobim Gonçalves, sou filha de Mônica Cherobim e Juliano Nunes Gonçalves, tenho 15 anos e estudo no 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Cruz. Como Vereadora Por Um Dia e representante da escola sinto-me honrada e na responsabilidade de fazer jus a minha instituição e ao parlamentar que me oportunizou estar aqui. Compartilho com os senhores um projeto de duplo reconhecimento ao uma professora que atuou com veemência na educação e as instituições escolares de Farroupilha que são destaques na mais representativa avaliação nacional que qualifica o segmento. Solicitação de requerimento: por meio deste requerimento sugiro a instituição do troféu Geni Maria Torchetto Magero que reconhece o desempenho das escolas do município que obtiveram os melhores resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB. A proposta é destinar um olhar de valorização às instituições cujos indicadores projetam a educação de Farroupilha como referência no Estado e até mesmo no país. O IDEB é uma avaliação aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais; o INEPE é vinculado ao governo federal e acontece a cada dois anos. É um indicador voltado a mensurar o segmento a partir da prova aplicada pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica – SAEB – e dados que são obtidos pelo censo escolar. É uma poderosa ferramenta que serve como base para que políticas públicas sejam estruturadas e o sistema em serviços aplicando estratégias de melhorias. Aqui em Farroupilha há a 31ª melhor escola entre os 277.000 educandários do país e esta é, senhores, é com orgulho que digo fazer parte, essa é a minha Escola Santa Cruz. O nome desse troféu homenageia a professora Geni Maria Torchetto Magero falecida em 2008 durante o seu mandato como secretária municipal de educação. Formada em ciências, foi diretora da Escola Municipal Santa Cruz e esteve à frente do segmento na Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste e na União dos Dirigentes Municipais de Educação, de 2005 a 2008 ocupou o cargo de secretário de educação de Farroupilha e o prédio dessa instituição foi batizado com o seu nome num reconhecimento do poder público a quem teve a educação como projeto de vida. Personalidade de atuação marcante na área, sempre foi conhecida por sua busca incansável em buscar o ensino, em criar olhares de valorização, ao fazer diário do professor e aluno. Nas palavras de quem é a conheceu, Geni amava a educação, acordava e dormia pensando na educação e ela sempre foi assim; e Geni continuará sendo referência ao ter o seu nome vinculado a um troféu que confere mérito as escolas renomadas na missão de bem educar. O troféu Geni Maria Torchetto Magero é a oportunidade dessa casa legislativa congratular e homenagear personalidade e instituição, quem tornou e quem torna o ato de educar uma nobre e desafiadora missão. A sugestão é que inclusive o troféu siga esse modelo como pode ser apreciado na tela. Então como os senhores podem ver, como eu já havia dito, o prédio da secretaria municipal de educação já tem o nome da professora Geni vinculado, essas são algumas fotos, no próximo slide vocês podem ver 4 das escolas que foram destaque no IDEB de 2021 em âmbito estadual nas séries finais e 5 escolas que foram destaque no IDEB de 2021 também em âmbito Estadual em séries iniciais. E como vocês podem ver, já tiveram iniciativas anteriores para uma homenagem, um certificado de âmbito municipal e um troféu de âmbito estadual. A nossa sugestão é que, como vai mostrar no slide à frente, um certificado que foi uma iniciativa do Estado do Ceará que premiou escolas ocupadas nos primeiros lugares em âmbito nacional. Então, senhores, sem mais para o momento agradeço a atenção de todos e desejo uma boa noite. Muito obrigada.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Lucas Garcias Matias Barela.

VER. POR UM DIA LUCAS G. M. BARELA: Boa noite a todos. Saúdo a presidente da Câmara, os colegas vereadores por um dia, os senhores vereadores, as equipes diretivas, a direção e os professores da Escola Santa Cruz, as autoridades e demais presentes e, em especial, à vereadora Clarice Baú a quem estou representando na sessão. Meu nome é Lucas Garcias Matias Barela, sou filho de Michelle da Cruz Garcia e Wagner Matias Barela, tenho 15 anos e estudo no 9º ano da Escola Ensino Fundamental Santa Cruz. Como Vereador Por Um Dia e representante dessa instituição sinto-me agraciado por participar desse projeto, agradeço por isso a minha escola por ter me dado a oportunidade de representá-la. Na noite de hoje compartilharei com os colegas vereadores um antigo sonho da comunidade escolar cuja primeira parte foi alcançada graças a esse momento vivido no ano de 2019 pela minha colega Carina Marques. Solicitação de requerimento: senhora presidente, colegas vereadores, autoridades presentes na sessão solene do Vereador Por Um Dia, equipes diretivas, senhoras e senhores, venho por meio deste requerimento sugerir que seja realizada a continuação da pavimentação da Rua Roque Vitor Barbieri em Nova Milano. Esta é a rua que passa em frente à nossa escola e também dá acesso à capela mortuária, a casa paroquial e ao salão comunitário. No ano de 2019 fomos contemplados com uma emenda parlamentar que previa a pavimentação de toda essa rua, em virtude das mudanças econômicas com o valor destinado não foi possível realizar todo o projeto apresentado na época; foi possível apenas pavimentar o espaço em frente à escola. Seguimos convictos que a pavimentação total da Rua Roque Victor Barbieri beneficiará não somente os moradores de Nova Milano como também o público de nossa escola uma vez que o número de estudantes vem aumentando significativamente e cada vez mais o número de veículos escolares e particulares necessitam ocupar outros espaços em torno para deslocamento mais seguro e melhor fluxo de trânsito. O nome dessa rua homenageia um farroupilhense ilustre, membro marcante de nosso município especialmente para comunidade de Nova Milano, entre tantas atividades, queremos lembrar que Roque foi professor de técnicas agrícolas durante 6 anos na Escola Municipal Santa Cruz. A pavimentação dessa rua é importante para a comunidade de Nova Milano, pois melhorará a qualidade de vida e oportunizara melhor trafegabilidade para veículos e pedestres. Sermos agraciados com a continuidade da pavimentação será a concretização de um sonho para as famílias e para a comunidade escolar de Nova Milano pois há inúmeros transtornos causados pela ação do tempo tanto em períodos de seca quanto em períodos de chuva. Diante do exposto, peço a atenção e apoio dos nobres vereadores. Muito obrigado a todos.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao vereador Felipe Weber Bonorino Antunes

VER. POR UM DIA FELIPE W. B. ANTUNES: Boa noite a todos. Primeiramente quero cumprimentar a todos os vereadores e autoridades presentes, em especial ao vereador escolhido pela nossa escola, Sandro Trevisan, ainda a toda comunidade farroupilhense, as escolas presentes e com gratidão a Escola Vivian Maggioni neste ato representado pela diretora Simone Moroni e pela professora de história Maiara Rebelatto. Eu irei adentrar num assunto que está em alta nos dias de hoje, basicamente a questão do meio ambiente e o lixo produzido na nossa cidade. Isso é um problema grave que é fácil notar na cidade como um todo em destaque o bairro São José. Algumas imagens ali né de algumas partes do bairro que estão numa situação deveras complicada, algo bem feio por sinal. E bom, tecnicamente já existe uma lei que proibiria esse tipo de situação acontecer, mas ela definitivamente não tá sendo colocado em prática. Então visto esse problema, eu gostaria de apresentar uma possível solução que pode ajudar nessa situação difícil. A ideia inicial é fazer uma limpeza das áreas que estão viradas em um lixão completo, juntar pessoas qualificadas para esse serviço e fazer uma limpeza genuína dessas áreas; após limpar esses lugares deverá ocorrer uma fiscalização dos locais onde se encontravam a maioria do lixo. Depois dessas duas etapas deverá ocorrer uma sinalização do problema do lixo, por exemplo, placas: a proteção do meio ambiente é algo essencial para nossa vida tanto fisicamente na saúde quanto psicologicamente até porque um ambiente sujo não deixa as pessoas felizes. Isso é um fato comprovado cientificamente. Além de que áreas verdes são essenciais não só para os humanos, mas também para todos os seres vivos do planeta, elas fornecem uma redução dos efeitos da poluição, dos ruídos e agem diretamente na redução da temperatura e na velocidade dos ventos. Também irei propor um projeto de conscientização sobre o problema nas escolas. Bom, passeio pela ECOFAR para os alunos conhecerem como é o processo de separação de lixo, reciclagem e principalmente da quantidade de lixo produzido. Uma forma de conscientizar um público maior talvez seria com propaganda como cartazes, rádios e etc. É uma honra representar o Vereador Por Um Dia visto que nós estudantes podemos trazer a público nossas ideias, sugestões e melhorias para a cidade. Sou grato por esse momento e agradeço a todos os presentes nesse ato. Boa noite a todos.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Júlia Pires Pacheco.

VER. POR UM DIA JULIA P. PACHECO: Boa noite a todos aqui presentes, vereadores e a presidente Gabriele Cadó. Meu nome é Júlia Pires Pacheco e eu estou aqui representando a Escola Nossa Senhora Medianeira e estou aqui para falar de um problema bem evidente em nossa escola que é o nosso ginásio esportivo. O ginásio esportivo da escola teve sua inauguração em setembro de 2019, porém em virtude da pandemia não foi muito utilizado. Desde 2021 a situação do ginásio vem se deteriorando e tornou-se um espaço que não é nada atrativo a quem o vê. Os problemas não estão somente na parte visual do ginásio que está inteiramente pichado, mas também na estrutura que não é muito boa, pois é aberta o que facilita a entrada de água em dias chuvosos deixando a quadra quase inutilizável e perigosa pelo fato de estar escorregadia. O problema mais evidente do ginásio em si é o vandalismo como constatamos nas fotos. E com isso eu pergunto a todos aqui presentes: este é um lugar apropriado e educativo para que os alunos da nossa escola tenham aula? Sabendo disso alguns alunos da nossa escola se dispuseram a limpar algumas das pichações que tinha no local, porém infelizmente isso não adiantou visto que continuaram seguindo ainda mais pichações. Além disso, por esse mesmo motivo o ginásio não pode fornecer água potável, luz, nem segurança para os alunos. Portanto eu gostaria de sugerir que a parte aberta do ginásio fosse fechada para o bem-estar dos alunos que são prejudicados em razão do frio e da chuva como mencionado anteriormente. Por fim eu gostaria de agradecer pela atenção de todos, pela oportunidade de estar aqui essa noite, especialmente ao vereador Calebe Coelho que tão bem nos recebeu nessa Casa. Eu estou muito feliz de representar nossa escola e evidenciar o nosso problema que já vem sendo uma pauta muito importante e discutida por toda comunidade escolar desde 2021. Muito obrigada mais uma vez pela atenção de todos.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Érica Salvador dos Passos.

VER. POR UM DIA ÉRICA S. DOS PASSOS: Boa noite a todos. Meu nome é Érica Salvador dos Passos, eu tenho 14 anos estou representando a Escola Oscar Bertholdo no projeto Vereadora Por Um Dia/2022. Meu projeto de lei é instituir no calendário oficial das escolas do município de Farroupilha a gincana cultural da juventude. Como justificativa durante o ano de 2022 participei da gincana cultural da juventude com a equipe ‘capuccino’s black’ formada pelos alunos e alunas do 9º ano da Escola Oscar Bertholdo. Nossa participação foi premiada com o título da 1ª edição da gincana e consideramos essa atividade muito divertida, que promoveu a interação entre colegas e professores. Pode voltar uma slide? Isso. Então fica instituída no calendário das escolas do município, e para que a próxima edição seja ainda melhor também sugerimos que a atividade seja realizada durante um sábado letivo, 1º sábado do mês de agosto. As atividades propostas contemplarão as diversas áreas do conhecimento: matemática, linguagens, ciências humanas e ciências da natureza, aspectos relacionados às culturas juvenis também de acordo com os princípios da base nacional comum curricular referencial curricular gaúcho e do município de Farroupilha. Pode passar o slide. Isso. E essa foi o nosso grupo que foi premiado com o título na 1ª edição. É isso. Eu quero agradecer a todo mundo.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra a vereadora Laura Zanella Severo da Silva.

VER. POR UM DIA LAURA ZANELA S. DA SILVA: Sou Laura Zanella Severo da Silva aluna do 8º ano da Escola Primeiro de Maio. Senhores e senhoras boa noite, minha saudação especial ao vereador Volnei Arsego, nosso padrinho na sessão de hoje. A Escola Municipal de Ensino Fundamental 1º de Maio atende 632 alunos, é um educandário de turno integral, pois junto a escola temos o CAI – Primeiro de Maio. A escola está localizada na Rua Wilson Tartarotti, 356 no Bairro Primeiro de Maio. A via de posicionamento da entidade é de grande tráfego, é um caminho que faz parte do itinerário de ônibus do transporte coletivo assim como diversos transportes. Atualmente em frente à escola existem as seguintes sinalizações: faixa de segurança e quebra-molas, porém nem sempre respeitadas pelos condutores. Nossa reivindicação é uma recorrente visto que em outras oportunidades já havíamos apontado como inquietude de grande relevância. Nossa preocupação é em relação à segurança dos estudantes assim como da comunidade escolar que necessita acessar a entrada principal do educandário; isso ocorre devido ao grande fluxo de circulação de veículos principalmente nos momentos de entradas e saídas da escola. Assim solicitamos que seja instalada uma sinaleira com acionamento manual para bloquear o trânsito de veículos e permitir a travessia dos pedestres. Gratidão pela notável oportunidade de fazer parte desse momento único.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Letícia Sartor.

VER. POR UM DIA LETÍCIA SARTOR: Boa noite. Primeiramente gostaria de saudar a todos, em especial o vereador Maurício Bellaver. Sou a estudante Letícia Sartor, tenho 17 anos e curso o 3º ano do ensino médio, represento a Escola Estadual de Ensino Médio Júlio Mangoni na Vila Jansen. Hoje estou aqui em nome de toda a comunidade escolar bem como de todo o segundo distrito em redondeza para reforçar um ofício que foi entregue ao excelentíssimo prefeito municipal de Farroupilha protocolado em 27 de abril de 2022 para que seja viabilizado o possível retorno do posto de retirada de correspondência os Correios na sede subprefeitura de Vila Jansen, pois encontra-se desativado causando inúmeros transtornos as famílias residentes na vila e demais comunidades vizinhas: Linha Amadeu/Linha Rio Branco/Linha 47/ Linha 80/Linha 100; e bem como as 4 capelas localizadas na Linha Jacinto: São Luís, Santo André, Santo Antônio e São José. São aproximadamente 500 famílias que se beneficiam diretamente de serviço e que hoje necessitam deslocar-se até a sede do município para retirar suas correspondências. Defendo a ideia de que é preciso facilitar a vida das pessoas que residem na zona rural evitando assim o tão temido êxodo rural. Além de atender às famílias o referido serviço é igualmente importante as várias empresas que se localizam na Vila Jansen e em seu entorno como a Cooperativa Vinícola São João, o Posto de Combustíveis e Comercial Vô Andrea, o Mercado Girelli, Friosul, Polar Frutas, Comércio de Frutas Moroni, Emecal, Frutas Baggio, Patrivale e entre outras que muitos colaboram com a economia do município. Nosso desejo é então que seja novamente efetivado uma parceria onde a Associação dos Moradores da Vila Jansen arcaria com o contrato e despesas decorrentes com o atendente que já presta serviço para nossa associação. A prefeitura municipal então continuaria cedendo o espaço físico e é nesse sentido que contamos com vossa compreensão em atender nosso pedido.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra à vereadora Ana Flávia Gregolin.

VER. POR UM DIA ANA FLÁVIA GREGOLIN: Boa noite a todos os presentes. Gostaria de estender um cumprimento especial aos senhores vereadores e vereadoras desta Casa, as demais autoridades presentes e aos meus colegas vereadores e vereadoras por um dia. Também gostaria de, em especial, saudar os membros da direção e os professores da minha Escola Carlos Fetter que se fazem aqui presentes. O projeto que venho apresentar hoje foi construído em parceria com a minha colega Gabriela Sotilli, aqui presente; ele nasceu de uma preocupação nossa. Recentemente nossa região sediou a Surdolimpíadas e nos demos conta de que não sabíamos nos comunicar com as pessoas surdas e como seria importante que soubéssemos. Dessa forma, quando nosso professora Jéssica falou sobre o Projeto Vereador Por Um Dia, pensamos que seria uma grande oportunidade de sugerir que as LIBRAS – Linguagem Brasileira de Sinais – fosse ensinada nas escolas. Pensamos que este ensino poderia ser feito por meio de oficinas realizadas com todos os níveis de ensino, nas quais aprenderíamos o básico para comunicação. Entendemos que este projeto não geraria grandes custos para o município tendo em vista que a secretaria de educação poderia buscar parcerias com instituições de ensino como Instituto Federal de Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Sul ou a Universidade de Caxias do Sul a fim de oferecer formação para os professores da rede municipal e estadual que atuam no município e estes poderiam ser multiplicadores dessa prática em suas escolas com suas turmas. Ou mesmo que estas oficinas fossem oferecidas nas próprias escolas. Este projeto é importante, pois ele vem de encontro com a necessidade social: a da inclusão. É preciso preparar e orientar as crianças e adolescentes para que respeitem as diferenças e para que possam criar ambientes em nossa sociedade nos quais todos sejam tratados de maneira igualitária e tenham as mesmas condições de desenvolvimento. Em seu poema Judite Hertal escreveu: “como as aves as pessoas são diferentes em seus voos, mas todas têm o direito de voar”. Gostaríamos de acrescentar algo ao poema de Judite: “como as aves as pessoas são diferentes em seus voos, mas todas têm o direito de voar e as escolas têm o poder de criar asas”. Muito obrigado.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Passo a palavra ao Vereador Por Um Dia João Jair Lorenzzon do Prado.

VER. POR UM DIA JOÃO JAIR L. DO PRADO: Boa noite a todos caros colegas vereadores e vereadoras por um dia, senhores vereadores desta casa legislativa e as demais autoridades presentes. Gostaria de cumprimentar todos aqueles que se fazem aqui presentes, em especial aqueles que pertencem a comunidade escolar da Escola Carlos Fetter da qual faço parte. O projeto que desenvolvi envolve a conscientização dos cidadãos na separação adequada do lixo reciclado. Estudamos na escola e observamos no nosso dia a dia os impactos que o descaso com o meio ambiente tem gerado em nossa sociedade; assim a produção e o descarte do lixo é uma pauta de interesse social e uma preocupação que deve receber atenção do poder público. Desta forma, minha sugestão de projeto é que Farroupilha desenvolva uma campanha de conscientização sobre a separação adequada do lixo reciclável a fim de instruir seus cidadões [sic]; e além da conscientização, seja oferecido um benefício para as pessoas que fizerem a separação de forma adequada com intuito de estimular e incentivar a prática por parte das pessoas. Esse benefício poderia, a exemplo de outros municípios no Brasil que criaram projetos semelhantes, oferecer descontos no IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano. O município de São Paulo apresentou um projeto semelhante e segundo o site da câmara do município citado: “o PL – projeto de lei nº 530/2019 de autoria da vereadora Rute Costa/PSDB determina a criação do crédito verde no município mediante a troca de material reciclável pelo munícipe nos pontos definidos pelo poder executivo como ecopontos, por exemplo, cada troca irá gerar uma pontuação que será aplicada como desconto no IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano”. Além de contribuir com o meio ambiente esse projeto auxiliaria nas atividades laborais de catadores de materiais recicláveis facilitando seu trabalho além de impedir que toneladas de lixo fossem destinados à aterros devido à separação inadequada, além de potencialmente transformar Farroupilha em um modelo a ser seguido. Agradeço a atenção de todos os presentes.

VER. POR UM DIA PRES. GABRIELE F. CADÓ: Também essa presidente fará uso da palavra. Boa noite vereadores e vereadoras, estudantes representantes do projeto Vereador Por Um Dia.  Boa noite a todos que aqui presentes estão e ao público que assiste essa sessão pelo canal da Casa e pelas redes sociais. Senhoras e senhores, eu sou a Gabriele Fernandes Cadó estudo na Escola Presidente Dutra, estou no 9º ano. Ela se localiza no Bairro Medianeira e venho solicitar providências em relação a sua infraestrutura. A escola foi fundada no ano de 1960 e até então tem passado por reformas e atualizações para trazer aos alunos, professores e funcionários um ambiente mais adequado às funções que exerce, porém ainda muitas ainda há muitas mudanças a serem feitas. Ela foi criada em 18 de setembro de 1960 pelo decreto nº 790 e contava com aproximadamente 30 alunos. Com o desenvolvimento industrial da região, ocorreram ampliações nas décadas seguintes para que a comunidade fosse amplamente atendida; apesar das reformas e ampliações ocorridas nos anos de 1970, 1990 e 2000, alguns problemas na infraestrutura vêm afetando a escola e respectivamente o bem-estar da comunidade escolar. No ano de 2016 ocorreu o fechamento parcial da quadra esportiva, obra realizada apenas para a cobertura da quadra o que deixou as laterais abertas e encobriu a janela de quatro salas de aula; a quadra esportiva aberta nas laterais, por exemplo, vem ocasionando alguns acidentes e percalços tais como uma professora que veio a se acidentar escorregando e caiu no ano de 2016 o que acabou causando uma fratura grave.  Isso só aconteceu pois o chão da quadra estava molhado devido à chuva que invadiu o local. Ali dos slides é possível ver umas fotos de como são a quadra. Foi colocado essas lonas para evitar um pouco do frio e da chuva; o frio também tem sido um problema constante para os alunos e funcionários que utilizam a quadra esportiva dado ao inverno rigoroso de Farroupilha. A verba já foi ganha, contudo, não foi liberado pois depende dos trâmites burocráticos entre a mantenedora e a FNDE explica a vice-diretora do turno da manhã Loivane Rebelatto. Isso vem trazendo um atraso por para o início das obras de fechamento da quadra o que pode ocasionar em outros acidentes tais como já ocorreu. A escola aguarda a reforma e aguardando a reforma, utiliza uma lona plástica para diminuir o problema, a mesma lona plástica usada em galinheiros na nossa região. Essa foi a forma encontrada e disponível para amenizar o problema. Quanto às janelas das salas obstruídas pela cobertura tornam as salas de aulas escuras, sem grande ventilação e úmidas; efeito esse ano que ocasionou uma grande infestação de mosquitos no início do ano. Lembrando que aqui na nossa região houve 51 focos positivos de aedes aegypti e que segundo o próprio site da prefeitura em publicação de 22/03 não há produtos que possam ser aplicados nos locais onde há a presença de mosquitos, somente a prevenção. Por esses motivos gostaria de solicitar o apoio do poder legislativo e executivo para que as obras sejam iniciadas em nossa quadra esportiva o mais brevemente possível e que haja maior empenho nas resoluções e na adequação do nosso ambiente escolar para que seja um lugar acolhedor, prazeroso, livre de infestações e que possa oferecer estímulos adequados para o desenvolvimento de potencialidades da melhor maneira possível, pensando na formação completa dos estudantes. Certa de que receberemos a atenção necessária da Casa agradeça a vereadora e presidente da mesa diretora senhora Eleonora Broilo, a equipe diretiva pela oportunidade de fazer parte deste projeto e a turma 901 e os meus familiares pelo apoio recebido. Obrigada. Após as manifestações de todos os vereadores eu coloco em votação, em conjunto, todos os projetos e requerimentos apresentados pelos vereadores por um dia. Os vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão; aprovados por todos os senhores vereadores por um dia. Os projetos e requerimentos aqui serão encaminhados ao prefeito Fabiano Feltrin, chefe do executivo municipal. Se nenhum vereador quiser fazer mais uso da palavra passaremos para a diplomação dos nobres vereadores. Conforme vou nominando o vereador padrinho e o Vereador Por Um Dia se postem a frente desta mesa para diplomação. Convido o vereador Cleonir Roque Severgnini para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a Laura Abreu de Miranda. Convido o vereador Juliano Baumgarten para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Juliana Gonçalves Segatto. Convido o Vereador Davi de Almeida para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Sabrina Graizyk. Convido o vereador Gilberto do Amarante para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a João Vitor de Bona. Convido o vereador Thiago Pintos Brunet para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Ketlyn Stefany da Costa Vargas. Convido o vereador Paulo Telles de Oliveira para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a Gustavo Maria Ilha. Convido o Vereador Marcelo Broilo para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Julia Cherobim Gonçalves. Convido a vereadora Clarice Baú para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a Lucas Garcias Matias Barela. Convido o vereador Sandro Trevisan para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a Felipe Weber Bonorino Antunes. Convido o vereador Calebe Coelho para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Julia Pires Pacheco. Convido o vereador Felipe Maioli para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Érica Salvador dos Passos. Convido o vereador Volnei Arsego para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Laura Zanela Severo da Silva. Convido o vereador Maurício Bellaver para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a Letícia Sartor. Convido o vereador Tadeu Salib dos Santos para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a Ana Flávia Gregolin. Convido a Vereadora Eleonora Peters Broilo para que proceda a outorga do diploma de Vereador Por Um Dia a João Jair Lorenzzon do Prado. Por fim, convido a vereadora Eleonora Peters Broilo para que proceda a outorga do diploma de Vereadora Por Um Dia a esta presidente. Quero em nome do Poder Legislativo agradecer a presença dos vereadores por um dia, aos diretores e professores, aos alunos e familiares, a imprensa, senhoras e senhores presentes. Após o encerramento eu convido a todos os Vereadores Por Um Dia e a todos os vereadores padrinhos para a foto oficial defronte à mesa. Informa a todos os Vereadores Por Um Dia que todos os projetos e solicitações apresentadas nesta noite serão encaminhados ao executivo municipal. Eu quero avisar também que a partir de amanhã esta sessão vai estar no canal… O Adamatti está avisando que estará no site da televisão dele. Nada mais a ser tratado nessa noite, declaro encerrados os trabalhos da presente sessão solene. Boa noite a todos.

 

 

 

 

Eleonora Peters Broilo

Vereadora Presidente

 

 

 

 

Tadeu Salib dos Santos

Vereador 1º Secretário

 

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa e Apoio Administrativo.