Pular para o conteúdo
17/08/2019 08:41:56 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 27 de maio de 2019

Solene – Cidadão Emérito

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 27/05/2019
18:00 - 22:00

Localização
Câmara de Veradores de Farroupilha

Categorias


A Lei Municipal 4514 dispõe sobre a concessão do Título Cidadão Emérito ao Sr. Itacyr Luiz Feltrin, nome indicado pela Bancada do PP e aprovado em Sessão Secreta.

O Sr. Itacyr Luiz Feltrin, filho de Abramo Feltrin e Maria Annunciata Feltrin, nasceu em 18 de maio de 1931, porém seu registro de nascimento foi lavrado em 17 de agosto de 1931. Formou-se na faculdade de odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) em 20 de dezembro de 1958, sendo o primeiro dentista formado de Farroupilha. Casou-se em 16 de maio de 1959 com a ex-Vereadora Marlene Rozina Feltrin, e dessa união nasceram os filhos Bianca, Giancarlo e Fabiano.

Nos anos 1960 foi grande líder político na luta pelas demandas da sociedade farroupilhense. Foi fundador da CNEC, juntamente com Antão de Jesus Batista e Thomaz Molina Martins, para que os jovens pudessem trabalhar e estudar a noite. Na época, com a falta de professores, acabou lecionando as matérias de Biologia, Química e Física, além de auxiliar na direção do colégio.

 

Em 1967 foi fundador do Conselho Regional de Odontologia, que garantiu normas e legislação à profissão.

 

Nos anos 1970 criou a primeira clínica odontológica, incentivando seu colega Dr. Nestor Feltrin. Criou a primeira Associação dos Dentistas do Estado, para orientar e estruturar novos profissionais, com treinamentos e cursos que ministrava de forma voluntária.

 

Ainda nos anos 1970, incentivou sua esposa a se formar em Direito, iniciado na UCS em Caxias do Sul e terminando na PUC em Porto Alegre, sendo uma das primeiras mulheres a se formar em Direito na Cidade.

 

Também atendeu no Seminário Apostólico, por três décadas como voluntário.

 

Foi cônsul gaúcho do Grêmio FootBall Porto Alegrense, trazendo o primeiro jogo beneficente para a cidade, com o objetivo de arrecadar fundos às primeiras entidades assistenciais de Farroupilha.

 

Presidiu todos os clubes da cidade, a exemplo do Clube Santa Rita, Clube do Comércio, Círculo Operário e Clube Primeiro de Maio, além da SERC BRASIL, que também atuou como jogador do clube.

 

Em 1981 incentivou a sua esposa Marlene a concorrer por uma vaga na Câmara de Vereadores, sendo a primeira mulher eleita pelo voto e com mandato pleno no Município de Farroupilha.

 

Em 1987 iniciou os estudos da cultura do KIWI no Município e no Estado, sendo o primeiro produtor em 1988. E devido a isso, em 1990 foi o maior índice de notoriedade do Município, estando nas principais emissoras de TV e nos horários de maior audiência do país.