Pular para o conteúdo
21/11/2018 08:16:22 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3880 – 08/10/2018

SESSÃO ORDINÁRIA

 

Presidência: Sr. Thiago Pintos Brunet

Às 18 horas, o Senhor Presidente Vereador Thiago Pintos Brunet assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes Vereadores: Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Fabiano André Piccoli, Jonas Tomazini, Jorge Cenci, José Mário Bellaver, Josué Paese Filho, Odair José Sobierai, Raul Herpich, Renata Trubian, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos e Tiago Diord Ilha.

 

1º VICE-PRES. TIAGO ILHA: Invocando o nome de DEUS declaro abertos os trabalhos da presente Sessão Ordinária. Em aprovação as atas nº 3.876 de 24/09/18 e 3.877 de 25/09/18. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Quero dar uma boa noite e um cumprimento a todas as pessoas presentes nessa Sessão, as pessoas que também nos acompanham através da sua casa e seus lares e desde já pedir um pouco de desculpa, não sabia que hoje estaria aqui conduzindo a Sessão, pela nossa voz um tanto afônica. Porque sem duvida nenhuma as últimas horas foram de uma comemoração extremamente vibrante, que quando usar a Tribuna falarei. Solicito ao Vereador Odair Sobierai, 1º Secretário, que proceda a leitura do Expediente da Secretaria.

 

EXPEDIENTE

 

1º SEC. ODAIR SOBIERAI: Boa noite Senhor Presidente, colegas Vereadores, publico aqui presente, sejam todos bem vindos. Oficio 176/2018 – SEGDH; Assunto: Mensagem retificativa ao PL nº 047/2018. Eu vou só ler que chegou um novo anexo da mensagem. Vou ler só o que veio de novo. Ademais a expressão “concessão” do antigo art. 15, caput, atualmente art. 16, caput; também não esta sendo retirada, por se referir à concessão de licenças ambientais. Por outro lado o capitulo III, Do contrato de parceria publico-privada passa a ter disposição própria recebendo o art. 10, com a seguinte redação: As clausulas dos contratos de parceria publico-privada atenderão ao disposto no art. 23, da Lei Federal nº 8.987, de 13/02/1995, no que couber, devendo também prever; e o art. 17 passa a vigorar com a seguinte redação: Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Atenciosamente Claiton Gonçalves, Prefeito Municipal. Oficio 179/2018 – SMGDH; Assunto: PL. Senhor Presidente, honra-nos cumprimentar Vossa Excelência, oportunidade em que submetemos à elevada apreciação dessa Casa de Leis, os seguintes Projetos de Lei: a) Altera Lei Municipal nº 4.265, de 31/08/2016; b) Dispõe sobre a garantia de percepção do piso salarial profissional do magistério publico da educação básica, pelos servidores públicos municipais titulares do cargo de provimento efetivo de Professor e de Professor de Educação Infantil, e dá outras providências; c) Autoriza a abertura de crédito especial. Atenciosamente Claiton Gonçalves, Prefeito Municipal. Oficio 180/2018 – SEGDH; Assunto: Retirada de PL. Senhor Presidente, honra-nos cumprimentar Vossa Excelência, oportunidade em que solicitamos a retirada do PL nº 32/2018, que dispõe sobre a gestão democrática das escolas publicas municipais, por meio do processo de escolha de suas direções, e dá outras providências. Atenciosamente Claiton Gonçalves, Prefeito Municipal. Era isso Presidente.

1º VICE-PRES. TIAGO ILHA: Passamos ao espaço destinado ao Grande Expediente.

 

GRANDE EXPEDIENTE

 

1º VICE-PRES. TIAGO ILHA: Convidamos o Partido Democrático Trabalhista – PDT, abre mão. Na condição agora aqui agora seria a ordem do PRB, gostaria de pedir o entendimento dos demais líderes, que se nós pudéssemos fazer ao final, talvez o pessoal do PSB assim concordar, não sei se as outras bancadas vão acabar usando o tempo, para que a gente possa, pode ser? O próximo da ordem seríamos nós, daí para nós ficarmos, só alterar a ordem. Uma solicitação do PRB se há a possibilidade. Então passamos ao partido da REDE Sustentabilidade. Com a Vereadora Renata Trubian.

VER. RENATA TRUBIAN: Muito boa tarde. Cumprimento o Ver. Tiago Ilha, hoje substituindo o nosso querido Presidente da Câmara Thiago Brunet, também aos meus colegas Vereadores.  A todos que estão nos acompanhando pelas redes sociais a nossa Sessão de hoje, os funcionários desta Casa, a imprensa, as pessoas aqui presentes. Em que pese no dia de hoje, os ânimos estejam acirrados, algumas pessoas tristes e felizes em função do resultado do pleito, quero deixar para falar sobre eleições no final do meu pronunciamento. Pois ainda é tempo de falar da data comemorativa ao Dia do Idoso que ocorreu dia 01/10/2018. Sabemos que a expectativa de vida vem crescendo nos últimos anos e que o número de idosos hoje é significativa em nossa comunidade. Diante disso a Administração Municipal desenvolve serviços continuados, visando à melhoria da qualidade de vida dos mesmos. Através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos desenvolvido junto aos Centros de Referência, que é o CRAS 1 e CRAS 2, junto ao CREAS e no Centro de Convivência São José. Dentro destes serviços quero destacar o encaminhamento para o Cadastro Único para os Programas Sociais do Governo Federal, as orientações do Passe Livre, acesso aos Benefícios Eventuais: as cestas básicas, auxilio funeral, passagens para outros municípios, entre outros; visitas domiciliares, acolhimento para idosos em instituições de longa permanência para idosos, atendimentos individualizados, atendimento em domicilio, orientação e encaminhamentos para acesso ao benefício de prestação continuada, que é o BPC. Só em julho de 2018, 137 receberam o BPC. Averiguações de violência contra idosos, orientações jurídicas, atendimentos individualizados e em grupos. Sabemos que a perspectiva de vida tem aumentado consideravelmente, e pensar no idoso faz parte de uma política nova e com projetos muito modernos para mantê-los inseridos na sociedade. A sabedoria que vem deles é fonte de inspiração para os mais novos. Os que amam profundamente jamais envelhecem; podem morrer de velhice, mas morrem jovens. E quem vive com qualidade, com cuidado, enfrenta até questões que a idade traz. Dito isso, quero parabenizar todos os idosos da nossa comunidade e dizer que, a Administração Municipal já faz um grande trabalho em relação à política do idoso e vai continuar se aprimorando e desenvolvendo novas ações. Durante a Semana Municipal do Idoso a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, capitaneada pela Secretária Glória, desenvolveu inúmeras atividades visando à ampliação dos conhecimentos dos idosos. A recreação, o lazer, o estreitamento de laços, a socialização. Quero mostrar rapidamente para vocês um pouco do que aconteceu durante essa semana especial. Ali fala um pouquinho do Centro de Convivência que é aquilo que eu já falei e a semana do idoso então foi realizada de 1º a 5 de outubro. Aqui temos a programação, inúmeros munícipes participaram inclusive os Vereadores também em algum momento estiveram presentes. No dia 1º então foi a abertura, tinha aproximadamente 120 pessoas. Na terça-feira teve o baile com a escolha do Rei e Rainha, com a presença de aproximadamente 380 pessoas. Sempre na terça-feira é um momento de graça dos idosos, eles adoram. Então aí temos o corpo de jurados e as candidatas que concorreram, e aí os meninos candidatos então e lá a candidata. Aqui nós já temos então o resultado com a rainha e o rei eleitos, olha que alegria a deles e ali o baile, nossa como gostam de dançar, que lindo. Passando da questão desta do baile, então foi feito uma gincana colonial. Lembra Vereador Arielson da gincana colonial? Da colônia? Que legal né? Então rememorando isso com os idosos. Os jogos de mesa, essas atividades também tem durante o ano, que visa o fortalecimento da memória, a interação, a questão lúdica, os reflexos e tem o jogo de cambio, bingo e piquenique. Aqui eu quero passar para frente e vou falar um pouco agora, mudando de assunto, daquilo que todo mundo gosta e está com o coração doído. Eu estou com o coração doído. Eleições. Quero parabenizar aqui a Maria da Glória Menegotto que não está aqui, mas deveria estar, que coordenou a campanha da REDE Sustentabilidade. Todo o partido que se mobilizou para estar nas ruas. A Fernanda que é a nossa porta-voz Estadual, que esteve administrando os assuntos do Estado com pulso forte e ainda podia se dedicar estando à frente das equipes de Farroupilha na mobilização da campanha. Parabenizar também a Isabel Settin, que é Assessora do Deputado João Derly, fazendo a ponte entre o Deputado e o município. Quero cumprimentar ao Vereador Alberto Maioli pela sua disposição e participação direta no pleito, visitando as famílias, os bairros, o interior, visitando outros municípios, divulgando a Rede Sustentabilidade e apoiando a candidatura de João Derly. A Rede Sustentabilidade de Farroupilha, na avaliação do resultado do pleito entende que se sobressaiu muito bem, em razão da pouca estrutura de campanha e escassos recursos. A campanha feita foi campanha de pacificação e amor, de forma voluntária pelos integrantes do elo municipal e outras pessoas que foram se integrando. O resultado de eleição, na minha ótica, é como uma sentença judicial, não se discute apenas se cumpre. Cabe aqui agradecer a cada voto depositado na urna ao nosso querido Alberto Maioli e ao nosso campeão João Derly. Para vocês terem uma ideia, João Derly na eleição de 2014 recebeu aqui na cidade em torno de 150 votos, e isso não foi óbice para ele dedicar seu mandato e verbas parlamentares para nossa querida Farroupilha; conseguiu enviar um milhão e novecentos mil para uma cidade que lhe deu 153 votos. Farroupilha reconheceu o trabalho de João Derly, pois ampliou aquela votação em mais de 10 vezes. Foram 1.244 votos de reconhecimento e carinho da nossa população. Nos entristece muito a não reeleição do nosso Deputado João Derly, porque João Derly realmente estava sempre presente ajudando a Administração e ajudando a construir junto com a educação, com a saúde, com o esporte, uma vida melhor para a nossa comunidade. Estou certa que João Derly fará muita falta na Câmara, projetos importantíssimos para nossa região se perdem como a Zona Franca do Vinho, a Zona Franca do Calçado, afora a sua batalha pelo fim do Foro Privilegiado e também contra corrupção. Por hora perdemos um grande líder, mas como também o parlamento está sempre em constante alteração, o fato é que eu estou aqui, com certeza com o resultado da majoritária para Governo do Estado, que a gente já declara que daremos apoio ao Eduardo Leite, visto a nossa coligação; com certeza poderá algum Deputado subir e o João Derly voltar para a Câmara que é o que a gente está torcendo. Então eu queria colocar ali um pouquinho, a Rede, a votação dos nossos Deputados em Farroupilha e no geral e os Senadores, a Rede cresceu muito na questão dos Senadores e temos uma bancada de 5 Senadores, o que não é pouca coisa e não é para qualquer partido. Para finalizar, eu gostaria de cumprimentar a querida Francis, te dar os parabéns Francis, tu és uma guerreira, tu fazes um trabalho maravilhoso. Quero te desejar muito sucesso na Assembleia e queria dizer, há bocas largas aqui “que não é o que dizem ali fora que a Administração Municipal vai de mal a pior, que o Claiton tem rejeição”. Se o Claiton tivesse rejeição nós não tínhamos uma Deputada por Farroupilha eleita. Parabéns Francis. Conte conosco para produzir coisas boas para nosso Rio Grande. Obrigada a todos.

1º VICE-PRES. TIAGO ILHA: Obrigado Vereadora. Passamos, convidamos para que use a Tribuna o partido do Movimento Democrático Brasileiro – MDB. Nada a declarar. Passamos ao Partido Progressista – PP, com o Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Senhor Presidente Tiago Ilha, em exercício nesta noite, colegas Vereadores, Vereadoras, quero cumprimentar aqui todos os presentes nessa noite, a imprensa. E desde já quero cumprimentar aqui a primeira dama do município, a Francis Somensi, pela sua eleição vitoriosa. Farroupilha não elegeu o atual Deputado Álvaro Boéssio que, queira ou não queira, pode ter tido alguma falha, mas também fez um bom trabalho para Farroupilha. Nos ajudou muito e eu sou testemunha disso que quando eu ia à Porto Alegre, alguns assuntos de interesse do município, se não era ele, mas algum assessor sempre nos acompanhava e fez o que pode também. E agora então cabe a nossa primeira dama, Deputada eleita, parabéns; e tenho certeza que a Senhora vai representar bem Farroupilha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Parabéns e sucesso para a Senhora. Também aqui quero aproveitar e parabenizar todos os candidatos que concorreram aqui por Farroupilha. Não lembro nome de uma, mas vocês podem me ajudar; o Raul Herpich que está aqui, nosso colega Vereador Alberto Maioli meu amigo, a Francis que eu já falei, o Álvaro Boéssio e parece que tinha uma outra menina também; me desculpe se ela estiver presente, que me desculpa, Monica Agazzi e Sandra Picolli. Parabéns para todos vocês, porque hoje para enfrentar uma eleição a nível estadual e federal, em primeiro lugar tem que ter coragem, tem que gostar da política, que muitos estão descrentes com a política, eu não quero saber de política, para mim não interessa, para mim não resolve nada, é justamente o contrário. E a gente viu hoje na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal e no Senado também a mudança que teve. A mudança que teve das pessoas tentando mudar os nossos representantes. Isso ficou bem claro para todos nós. Também quero me referir, falando em eleição, das pesquisas da Rede Globo e Data Folha. Para mim uma vergonha, uma vergonha o que eles apresentavam. Vou citar dois casos só para o Senado. Lá em Minas Gerais a Dilma Rousseff, lá em cima nas pesquisas sempre, o que aconteceu? O que aconteceu? Ficou em 4º lugar, uma votação baixíssima. Aqui no RS, no meu partido, o Luís Carlos Heinze aparecia em quarto lugar. Eu sinceramente esperava que aqui no RS os dois Senadores seriam o Fogaça e o Paim, o Paim e o Fogaça; o Beto correndo por fora e invertia os papéis. Olha a votação que esse homem fez no RS, aqui em Farroupilha mais de 15.000 votos. Então quero dizer para os Senhores, quem está definido continua, nós vamos ter o segundo turno agora, tanto para o estado como a nível Federal. Quem não está, procure escolher o melhor. Não vão pelas pesquisas. Não vamos se iludir pelas pesquisas “eu vou votar em quem está na frente”; que é pura balela. Se tivesse trazido aqui, eles erraram, fizeram questão de errar em muitos estados. Mas fico contente que também nosso Partido Progressista tem um Senador que vai honrar o Senado Federal e representando muito bem o RS, disso tenho certeza, que nem Ana Amélia vinha fazendo. Apesar que aqui, se o partido achar que tem que puxar as orelhas, pode puxar, acho que a Ana Amélia pegou um caminho totalmente errado. Totalmente errado. Eu acho que ela encerrou a carreira política dela. E não é segredo, estou falando ao vivo aqui, ela pode ficar sabendo daqui cinco minutos. Ela se enterrou, ela tinha uma eleição garantida e deixou o nosso partido sem candidato ou sem uma coligação para o Governo do Estado. Mas as pessoas, por isso que eu digo não voto mais em partido, eu voto muito nas pessoas também. Então parabéns a todos aqueles que concorreram. Eu tenho dois Requerimentos Senhor Presidente, depois gostaria que o Senhor colocasse no Pequeno Expediente em votação; dois Requerimentos de grande importância. Vou começar com esse aqui, aonde que no 3º Distrito em Vila Rica, aconteceu um acidente ontem à noite, antes de chegar na comunidade, um atropelamento, aonde uma pessoa de 49 anos acabou falecendo. É uma reta que tem ali, o Alexandre, quero cumprimentar o Alexandre, meu primo, a Sirlei, que se eu estou aqui hoje também com a força de vocês, que ajudaram muito na campanha, muito obrigado. Para ti entender Alexandre, os Vereadores não vão saber, talvez pelo nome, mas é em frente à casa do Miro; ali tem uma reta que o pessoal abusa da velocidade. Eu nunca fiz Requerimento, mas já foi falado de fazer um quebra-molas ou colocar tachões para diminuir a velocidade. Então eu estou fazendo um Requerimento para o Poder Executivo, para ver a possibilidade de colocar ao lado de Vila Rica, 3º Distrito, em frente moradia do Senhor Danilo Chermer, ou número 1196 Senhor Presidente, e gostaria que a Casa aqui acertasse depois o Requerimento que no Requerimento não consta o número 1196 arrumar a localização depois. Se não for possível colocar um quebra-molas, os tachões né para o pessoal diminuir um pouco a velocidade, porque eles passam principalmente no final de semana; uma velocidade que aonde poderia passar 60 no máximo, eles passam a 80 a 100 por hora e aconteceu um acidente ontem com uma vítima fatal naquela região. O segundo Requerimento é para apresentar uma moção, acho que todos os Senhores já tiveram a oportunidade de ler. Aqui nós temos os nossos amigos batalhadores que nos entregam nossas informações, as nossas contas para pagar e muitas vezes para receber também, o pessoal do correio. Então eu vou ler só o Requerimento porque praticamente a moção, ela consta a mesma coisa que o Requerimento. “O Vereador signatário solicita a anuência dos demais pares para que seja encaminhado ao Exmo. Sr. Presidente da República, Presidente do Senado Federal, Presidente da Câmara Federal, Ministro da Fazenda, Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Secretário do Tesouro Nacional e do Ministério da Fazenda, Diretor-Superintendente Substituto da PREVIC, Ministro da Casa Civil, Senador Presidente do Senado Federal, Deputado Federal Presidente da Câmara dos Deputados, Advogada Geral – AGU, Presidente dos Correios”. E a MOÇÃO em apoio aos Empregados Aposentados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ETC – conforme minuta de sugestão em anexo. O que está acontecendo? Isso aqui a gente pode, mais ou menos, comparar com o SISMUF aqui que tem o fundo de aposentadoria. Um pouco diferente porque aí a pessoa escolhe o quanto ela quer ganhar e ela desconta por isso. Se o funcionário ganha 5 mil reais hoje e ela se aposenta pelo INSS com 3 mil reais, esse fundo vai complementar o salário dela com 2 mil reais. Só que tem pessoas aqui dentro, não vou fazer o nome, que já recolheu e já pagou os 30 anos que teria que se pago; e agora ela vai ter que pagar mais 29 anos, Deputada, mais 29 anos para ter esse direito, já pagou 30 anos. Só que o fundo praticamente desapareceu. E nós temos pessoas aqui dentro que aconteceu isso. Falei agora com o Presidente Toccheto, de Porto Alegre, recentemente e ele me explicou o que estava acontecendo. Aplicaram esse fundo no BB, aplicaram em um outro banco, com títulos, e a coisa desapareceu. Então eles estão muito preocupados com o futuro deles, Vereador Tadeu Salib dos Santos; estão muito preocupados. O Estado de SP, a Câmara do município de SP já apresentou essa Moção e mais de 100 municípios do interior de SP já apresentaram. Aqui no RS é o primeiro que nós estamos apresentando, que essa Casa está apresentando. O Tochetto está me dizendo agora, o Presidente então em Porto Alegre, já está com o contato feito com a Câmara Municipal de Porto Alegre e outras regiões. Mas hoje Senhor Presidente é o primeiro do estado do RS. Então eu peço a todos os colegas Vereadores e Vereadoras para nós aprovarmos esse Requerimento com essa Moção. Porque eu acho que é um direito que esse pessoal trabalhador tem e não deve perder, porque já pagaram por isso. Volto a dizer, 30 anos e agora vai ter que recolher mais 29 se quiser ter algum benefício. Imagina se essa pessoa Vereador Tadeu Salib dos Santos e Vereadores, estivesse hoje ali na porta da aposentadoria com 60 anos, 65 e pagar mais 29 anos. Então as coisas aqui no Brasil muitas vezes, que nem diz o Paulinho das Quebradas, é de chorar do que acontece. Então Senhor Presidente e Senhores Vereadores peço a colaboração de vocês para depois no Pequeno Expediente a aprovação, e já também peço depois da Sessão, para não quebrar o Protocolo Senhor Presidente, se o pessoal do correio ficar aí para bater uma foto junto com os Vereadores e depois encaminhar para todo estado para vocês terem mais força também com as outras Câmaras de Vereadores. Também já faço o pedido Senhor Presidente, para encerrar, que no fim da Sessão que a gente faça um minuto de silencio para o nosso amigo Márcio, que concorreu duas vezes a Vereador, amigo pessoal, nós vivia toda semana praticamente junto tomando um cafezinho e infelizmente o destino o levou. Então eu pediria no fim da Sessão, um minuto de silencio. Desculpe a minha emoção. Obrigado.

1º VICE PRES. TIAGO ILHA: Obrigado Vereador. Faremos sim. Gostaríamos de convidar então o Partido dos Trabalhadores – PT – com o Vereador Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Boa tarde a todos e a todas. Uma saudação ao nosso Presidente em Exercício Tiago Ilha, colegas Vereadores, Vereadora Eleonora, Vereadora Renata, uma saudação especial a mais nova Deputada Estadual do RS, Francis, parabéns pela tua caminhada, parabéns pelo teu trabalho. Eu discordo um pouquinho da Renata, que além de o município ser reconhecido por um bom trabalho, grande parte, se não a maioria, foram votos conquistados pelo trabalho da Francis. A Francis tem uma caminhada que quando você olha pra traz você consegue reconhecer o trabalho, e eu ouso falar, ela não se elegeu pela sombra do Claiton, ela se elegeu porque ela é a Francis Somensi, porque ela tem um trabalho e o povo reconheceu isso. Parabéns Francis, não vai ser um uma missão fácil, mas tenho certeza que tens capacidade, tem vontade pra superar todos os desafios e a população de Farroupilha e região conta contigo. Saúdo os demais cidadãos e cidadãs presentes, Secretário Fernando, imprensa aqui presente, funcionários do correio. Começo com, vamos falar sobre eleição que é o que mais está fresco na nossa memória. Queria saudar e parabenizar também, além da Francis, os nossos colegas Vereadores Raul e Alberto que colocaram o seu nome à disposição, numa eleição tão difícil, uma eleição tão pulverizada, com tantos candidatos; a Renata e a Sandra e também ao Deputado Boéssio que infelizmente, e eu falo infelizmente, não conseguiu se reeleger. E quem me conhece sabe que estou falando a verdade porque para Farroupilha nós teríamos um cenário muito bom se nós tivéssemos dois Deputados Estaduais. Imagina a força que o município de 85.000 habitantes teria com dois Deputados Estaduais. Então eu lamento a não eleição dele, mas eleição sempre é uma caixinha de surpresa, nós nunca sabemos o que vai aparecer lá na urna. Queria aqui agradecer aos eleitores dos nossos candidatos, os candidatos que eu particularmente apoiei: o Deputado Henrique Fontana que foi reeleito, uma votação de 1.947 votos. Diminuiu a votação em relação à outra eleição, mas conseguiu o reconhecimento desses farroupilhenses, mas sabemos que muitos outros o reconhecem, mas a quantidade de candidatos era muito grande. O Deputado Marcon também que fez 265 votos, são os dois Deputados então do partido que serão os braços para Farroupilha lá em Brasília, o Dionísio Marcon. E também a Deputado Estadual, o meu candidato foi o Deputado Pepe que fez 992 votos, foi o quinto mais votado de Farroupilha, e também o Deputado Edgar que fez 161 votos. Então serão os dois Deputados que o partido vai trabalhar junto na Assembleia, junto com a Francis, para que as demandas de Farroupilha sejam atendidas. Uma coisa preocupante, mas já era previsto e nós já falávamos sobre isso, foi o grande número de brancos, nulos e abstenções. Somados aqui em Farroupilha para Deputado, tanto Estadual como Federal, nós tivemos 27% de abstenção, brancos e nulos, quase 1/3 dos votos perdidos. Isso é um grande sinal amarelo, se não para dizer vermelho, que se acende, porque a cada dia que passa as pessoas estão mais descrentes e descrédulas da política. E a política é um grande instrumento de transformação social, é o grande instrumento de transformação da vida das pessoas. Se não fosse a política nossos funcionários dos correios não estariam aqui brigando por um direito que é de vocês, por um erro lá de cima, de agentes que foram políticos e usaram a política para, não sabemos para que, vocês não estariam aqui lutando pelos seus direitos.    Então é preocupante a situação que nós enfrentamos de descrença na política, mas cabe a nós sermos os agentes dessa transformação, esses agentes da mudança e mostrar para a comunidade que sim, existem pessoas que são corruptas, sim existem partidos que tem pessoas que são corruptas, que usam o público para beneficio próprio. Mas assim como numa sociedade, numa entidade, num clube de futebol tem pessoas que fazem uso do coletivo para si, os partidos políticos são assim também. E felizmente nós não pertencemos a essa pequena parte, e ouso a dizer, que é uma pequena parcela dos políticos que usam o bem público para si, às vezes as pessoas dizem “ah, 99% dos políticos são corruptos” eu peço e comece a enumerar, quem te vem na cabeça que os políticos são corruptos? A pessoa fala, chega nos 20, 25 e não lembra mais. Aí só de Vereadores em Farroupilha, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, nós temos aqui mais de 100 políticos, nenhum de nós aqui está nas manchetes dos jornais que passa por problemas de corrupção. E aí a pessoa “Bah, é verdade”. Então nós temos um grande problema que parte da mídia faz; parte da mídia, sendo bem correto, faz uma avalanche em cima de problemas de algumas pessoas e generaliza, e nós somos botados todos dentro do mesmo pacote. Então nós temos que a cada dia mais mostrar para a sociedade que nós fomos eleitos para lutar pela população, para lutar pela melhoria da qualidade de vida da população. E dentro dessa linha, também lamento que alguns Deputados que contribuíram muito com Farroupilha não conseguiram a sua reeleição. O Derly, o próprio Stédile, que foi um Deputado que ajudou muito Farroupilha. Aí nós temos o Molling que não conseguiu se eleger, o próprio José Otávio Germano com seus problemas, mas ele não conseguiu se eleger e perdemos com isso. Perdemos com o apoio que nós tínhamos lá em Brasília, se nós somarmos os recursos vindo das emendas parlamentares do Stédile, do Derly, do Molling e do José Otávio Germano, nesses últimos 4 anos, ouso dizer que nós perdemos mais de 6, 7 milhões. Perdemos não, nós ganhamos, mas daqui para frente nós perderemos. Então é uma pena que essa turma não conseguiu permanecer em Brasília, porque são pessoas corretas, são pessoas que trabalham e trabalham muito por Farroupilha. Queria fazer algumas análises em relação a alguns vencedores e alguns derrotados nas eleições. O primeiro grande vencedor desse primeiro turno foi o fenômeno chamado Bolsonaro. De um partido de oito, o PSL está com 8 Deputados Federais, saltou para 52, Deputados Estaduais aqui no estado acho que tinha um, passa a ter 3, eu não sei se tinha um, aquele Major, Tenente, então não tinha nenhum e passa a ter três; Deputados Federais são três do PSL e pessoas que a gente nunca se quer ouviu falar. Então o PSL, o Bolsonaro, um outro que eu acredito que saiu vitorioso foi o Luís Carlos Heinze, dessa decisão errada da Ana Amélia, fazendo uma analise política de conjuntura, uma decisão errada, de ser candidata à vice. De abandonar a sai candidatura ao Senado, mexer com toda estrutura partidária que estava montada e ele foi, colou no Bolsonaro e despencou voto para ele. Então sem dúvida sai como um dos grandes vitoriosos dessa eleição. A nível nacional alguns ao meu modo de ver, alguns derrotados. Algumas figuras históricas do Congresso Nacional, espero que passarão pelas filas de Curitiba, pelas filas do juiz Sérgio Moro; porque aí eu vou passar a ser um pouco mais, vou ter um pouco mais de esperança, vou dar mais crédito a algumas situações. Se essas pessoas perderem o foro privilegiado agora e forem para as fileiras, assim como outras pessoas que cometeram irregularidades foram, se estas forem eu continuo acreditando na justiça. Eunício Oliveira, Presidente do Senado, foi para casa; Edison Lobão foi pra casa; Romero Jucá, o cara do grande ‘acordão’ nacional que nós vamos primeiro derrubar a Dilma, depois nós fizemos um acordo no Congresso com a justiça e nos mantemos aqui. Foi para casa. A Dilma não se elegeu, continua em casa. Meirelles, um grande quadro, fez menos voto que o Cabo Daciolo; 60.000 votos a menos que o Cabo Daciolo. O Alckmin que deu uma debandada geral do voto útil para o Bolsonaro. E numa análise mais, e a própria Ana Amélia que eu já mencionei, acredito que foi uma das grandes derrotadas dessa eleição. O centrão abandonou o Alckmin e aqui nós temos alguns partidos que fazem parte do centrão, abandonaram o Alckmin e a campanha do Alckmin e que foi uma das esperanças da Ana Amélia. De levar o centrão para apoiar o Alckmin e que particularmente num segundo turno Alckmin e Bolsonaro, meu voto seria Alckmin, Ciro e Bolsonaro, meu voto seria Ciro. Então o Alckmin também é um político que eu acho que volta para casa. A eleição foi muito pulverizada, nós tivemos uma diminuição expressiva da votação dos nossos candidatos, alguns cresceram como o Deputado Carlos Gomes cresceu a votação, o próprio João Derly aumentou a votação aqui em Farroupilha, mas não se elegeu. Mas se nós olharmos a votação, a quantidade de candidatos que fez voto em Farroupilha, é muito grande; tanto para Estadual como para Federal. E dessa eleição pulverizada então nós tivemos, Vereador Josué Paese Filho, em relação às pesquisas, às vezes é muito, e não vou aqui defender os institutos. Mas em relação, por exemplo, a eleição para o governo do estado, acertou. A eleição de Senador, as pessoas acabam deixando para o último momento e como eram dois candidatos, acabam deixando praticamente para a finaleira para escolher. E o Heinze colou no Bolsonaro e a eleição foi muito balizada por ‘whatsapp’. Então eu estava na fila para votar, duas pessoas atrás, as duas dizendo que tinham recebido sugestões de amigos por ‘whatsapp’ para votar. Os dois caras votaram nos Deputados do Novo, inclusive, mas receberam por ‘whatsapp’ pessoas que nem conhecem. E foi esse fenômeno do Heinze foi assim também, assim como foi o fenômeno da eleição do Senador do PDT que agora está no PSD, o radialista lá da Rádio Gaúcha, me fugiu o nome dele agora, Senador Gaúcho Lasier Martins. Foi um fenômeno que o Olívio estava na frente e por causa de um movimento arquitetado de sábado para domingo, o Lasier passou o Olívio e venceu. Então tem algumas questões da pesquisa que é muito imensurável, Vereador Josué Paese Filho. E todas elas davam mais ou menos ali o Fogaça e o Paim, e no final o Heinze passou. Então tem algumas coisas que é muito difícil o pessoal acertar, mas na grande maioria das pautas, até em relação aos Governadores do estado, eles acertaram. Em relação ao 2º turno, confesso que ainda não decidi em quem vou votar aqui no Governo do Estado. Pretendo não e não votarei nulo, minha posição de escolher um candidato já tem uma diretriz partidária, mas eu particularmente vou escolher um candidato, para depois poder botar o dedo lá e cobrar. Não vou, cada um tem uma opinião, mas a minha opinião é essa, vou escolher um. Confesso que está meio difícil escolher, mas vamos analisar bem. Em relação ao Governo Federal não tenho outra opção a não ser apoiar o Ex-prefeito de São Paulo Haddad, tenho algumas críticas e posteriormente, passada a eleição farei as minhas críticas em relação à postura do partido nesse momento. Nesse momento pré-eleitoral e eleitoral, acredito que o partido cometeu muitos equívocos, mas e por ‘N’ motivos votarei no Haddad. E em relação, para finalizar, ao pleito dos colaboradores dos Correios, somos a favor, somos defensores de uma empresa pública de qualidade, com profissionais bem remunerados, bem treinados e uma gestão muito técnica. Sabemos que os correios lá no alto tem muita coisa errada que acontece e quem acaba sofrendo são as pessoas aqui da base. Assim como a Caixa, assim como o BB, então nós temos que ter uma gestão pública eficiente. Alguns serviços públicos precisam serem mantidos como concessões públicas, minha opinião e não podemos terceirizar. Mas nós temos que ter uma gestão eficiente e comprometida com o resultado, não somente com apadrinhamentos políticos. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Dando continuidade então ao protocolo desta Casa, primeiramente queria justificar minha ausência, dizendo que eu estava no bloco cirúrgico, acabou atrasando as cirurgias, por isso que eu estou descabelado também, mas é bom estar descabelado, significa que tem cabelo ainda. Então vamos lá. Convido nesse momento o Partido Socialista Brasileiro – PSB – para que faça uso da Tribuna. Que abre mão. Convido o PRB – Partido Republicano Brasileiro – com a palavra o Ver. Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, colegas Vereadores, colegas Vereadoras. Queria cumprimentar as pessoas que também estão aqui e as pessoas que estão em casa através das redes sociais nos acompanhando. Desde já pedi desculpa pela minha voz afônica, porque o grito da comemoração e a emoção nas últimas horas tem tomado conta de mim e de muitas pessoas aqui na nossa cidade. Um grito preso que soltamos há poucas horas atrás, quando as urnas mostraram Francis Somensi eleita Deputada Estadual de Farroupilha. Quero saudar de forma carinhosa as pessoas que nós chamamos de ‘os multiplicadores’, que graças a ele que nós vamos referendar na nossa fala, nós chegamos a esse objetivo. A uma campanha que mostrou ser uma campanha multipartidária onde o mais importante não era o partido e nem os partidos e sim a pessoa. Ontem me posicionava na imprensa e falo e divido isso com cada um de vocês, o que acontece com o candidato Bolsonaro, o que aconteceu com muitos Deputados do partido do Bolsonaro mostram o que é a tendência da política no nosso país. Cada vez mais a pessoa, o ser humano, isso vem em primeiro lugar, não que os partidos não tenham valor e tem muito, mas as pessoas são identificadas com lideranças. E lideranças constroem, sem dúvida nenhuma, campanhas vitoriosas como tem acontecido ultimamente. Quero também dizer da minha felicidade, assim como comentou aqui a colega Renata, o nosso Deputado Carlos Gomes que no último pleito em Farroupilha fez 126 votos e mesmo assim acreditou no nosso trabalho, acreditou em mim, acreditou no nosso grupo, acreditou na Francis. Trouxe muitos recursos para nossa cidade na ordem de um milhão de reais, ajudando o hospital São Carlos, ajudando os postos de saúde do nosso município, Vereador Aldir Toffanin, e ajudando a construir o início do parque de eventos, que já está com o palco pronto aqui no Largo Carlos Fetter. Então é uma pessoa que acreditou no nosso município, meu Presidente, e que Farroupilha referendou mais de 1.400 votos nesta eleição e fez dele também um dos Deputados com mais de 100.000 votos no Rio Grande do Sul, aumentando em mais de 10.000 votos a sua eleição da última para agora. Uma pessoa decente e que sem dúvida nenhuma vai contribuir muito para nossa cidade e para nossa região. Quero também agradecer os 10.800 farroupilhenses que deram a Francis Somensi, a campeã de votos no último pleito. Quero agradecer aos nossos multiplicadores que como eu falei o nome já diz tudo né? Multiplicaram o nome da Francis para a nossa cidade, muitos deles não estão aqui, mas nós vamos gravar e cuidadosamente entregar, por que essa eleição não é do nosso partido, essa eleição é de todos vocês. Quero aqui saudar os que aqui estão, meu amigo Fernando Silvestrin, meu querido amigo, uma pessoa extremamente competente, carismática e tem nos ajudado e muito, o que caminhou esse homem junto conosco para fazer o bem. Também para fazer o bem, meu amigo Eder da Silva, o Jorge Serpa, a Ariadne, a Ângela, o pequeno Murilo, que está aqui, o Rodrigo Tibica, o Alexandre Paese, sobrenome forte hein Vereador, meu colega. Aline Silvestrin, a filha do Fernando, uma jovem que eu digo que vai mais longe que o pai ainda, que essa guria tem o faro da política. Uma menina extremamente inteligente e que mostra que o ensinamento vem de casa Fernando. Quero também saudar o Sidnei Werner que nos ajudou muito também, está junto aqui conosco, o Élio, o César que está aqui, a Maria Luiza também, a quem mais eu esqueci aqui, o companheiro da Maria Luiza também, o nosso amigo. Enfim as pessoas que aqui estão que multipliquem para os que aqui não estão; meu amigo Anderson Oliveira que estava por aqui, não sei se chegou ou foi; meu amigo, meu irmão, trabalhou junto conosco aqui muito tempo também na bancada. Senhoras e Senhores, hoje é um dia muito especial, um dia de comemorar um novo amanhecer, uma nova esperança, um dia de renovação na política, não só do meu partido PRB, mas de toda cidade de Farroupilha. Um dia em que o bem prevaleceu, sobretudo, um dia que podemos olhar para frente de cabeça erguida e ter a certeza de que nossa cidade terá sim uma representação efetiva na Assembleia Legislativa do RS. E ter a certeza de que vamos ter alguém fazendo política para as pessoas, para o bem da população. Quero aqui parabenizar a todos aqueles que colocaram seus nomes a disposição, que fizeram uma belíssima campanha na nossa cidade. Aqui de forma carinhosa meu colega Vereador Raul Herpich e também meu colega Vereador Alberto Maioli, que nesse momento não exerce aqui a função, e os demais candidatos que fizeram uma excelente campanha no nosso município. Mas aqueles que também sabemos que bem sabem o quanto é difícil colocar o seu nome à disposição; envolver de uma forma ou de outra a família, envolver os amigos em uma campanha. Mas o que mais me deixa feliz é saber que sim, ainda existem pessoas de boa vontade, que trabalham com honestidade, que dedicam o tempo, a sua vida para tentar transformar uma sociedade. De lutar por um mundo mais digno, mais igual, mais justo e o mais incrível de tudo isso, que está acontecendo. Que pessoas estão começando a fazer a sua própria reforma política, como isso me agrada. Isso vai levar alguns anos, sim, mas aos poucos a população com o seu maior triunfo democrático, que é o seu voto, estão fazendo uma verdadeira renovação no campo político gaúcho e brasileiro. Vocês sabiam que mais 50% dos novos Deputados Estaduais nunca estiveram lá? Próximo de 50%. Isso é dados da eleição que terminou ontem. Para nós do PRB é sim motivo de muito orgulho, de muita honra poder dizer que nós, ainda que com uma equipe extremamente enxuta, com todas as dificuldades, elegemos a primeira representante mulher da cidade de Farroupilha, dentro da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Uma mulher de fibra, de coragem, com coração gigante, que sabe a importância de olhar para o próximo, para podermos construir uma sociedade mais humana, justa, sustentável e solidária. Obrigado a cada farroupilhense pela sua confiança em nossa candidata. Obrigado a nossa equipe guerreira que não descansou um minuto sequer, até alcançar o seu objetivo. Agradecer ao bom DEUS que tem sido generoso com a nossa vida e com a nossa família e tem nos dado uma vitória atrás da outra, vitórias de vida que a gente nunca mais esquece. Quero também agradecer a todos os soldados do bem, a essa família do bem, ao meu partido PRB, a todos que apoiaram independente da sua sigla. Porque a partir de agora nós podemos bater no peito e falar para todo mundo com muita vontade, “nós somos de Farroupilha, nós somos da terra da Francis Somensi, Deputada Estadual do nosso município”. E tenho certeza colegas Vereadores, de todos os partidos que qualquer um dos Senhores, assim como fizemos por muitos anos com o Deputado Boéssio, vão ter um gabinete à disposição na Assembleia Gaúcha, porque essa é a característica da Francis de trabalhar. Tenho certeza que todos nós como falamos muitas vezes, Vereador Tadeu Salib dos Santos, passou a campanha, agora nós temos que olhar para nossa cidade, Vereador Josué Paese Filho, para a nossa comunidade. Porque nós Vereadores sabemos o quanto é importante ter uma representante lá, porque a gente sai daqui sem saber onde bater e muitas vezes essa representante vai estar lá para nos atender Vereador Fabiano André Piccoli, independente de cores partidárias, eu tenho certeza por conhecer o caráter e a honestidade da Francis, vai ser assim com todos nós Vereadores a partir do pleito do ano que vem. E como não sou de ficar em cima do muro, sou Eduardo Leite, fui no primeiro turno e obviamente com muita alegria e vou bater perna nessa cidade, nessa região porque acredito na sua honestidade, no seu caráter. Como também me posicionei no primeiro turno e sou Jair Bolsonaro também no segundo turno. Não sou de ficar em cima do muro e nunca fui e essa é a minha característica. No mais eu quero dizer a todos vocês, meu Presidente, em especial a todas as pessoas que aqui estão que sem dúvida nenhuma, nós vamos estar felizes, fazendo o bem, porque fazer o bem faz bem pra gente mesmo. Muito mais do que para quem está precisando, faz bem pra quem ajuda e a Francis mostrou isso com o seu trabalho. E se hoje ela está nessa condição, passando esse momento único na vida dela é porque como o Vereador Fabiano André Piccoli lembrou bem, ela trabalhou para isso, trabalhou de forma voluntária para isso. E, sem dúvida nenhuma, vai entregar para a população, para o estado e para a nossa região, Fernando, um dos melhores e mais atuantes trabalhos na Assembleia Legislativa do RS. Muito obrigado a todos, tenham uma boa noite e, sem dúvida nenhuma, muitos outros momentos voltaremos aqui para falar do nosso partido e também das nossas funções ativas aqui na Casa do povo. Obrigado Senhor Presidente, demais colegas Vereadores e eu finalizo dizendo o que diz um pedacinho do jingle, meu amigo Aleferson da comunicação, que ganhou o coração das pessoas “eu estou disposto a fazer o bem, você também?” Fica aí essa mensagem a todos nós. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Agora então, acabou o Grande Expediente né? Coloco em votação então o Requerimento nº 123 e 125/2018 formulado pelo Vereador Josué Paese Filho. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Com a palavra o Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente, Senhores Vereadores. Só uma questão aqui de redação no Requerimento nº 123, na verdade é citado por dois momentos os Presidentes das Casas do Legislativo Federal, Presidente do Senado e Presidente da Câmara em ordem inversa depois. Mas então só para eventualmente não produzir ofícios em duplicidade e que esse Requerimento então seja feito só uma vez para o Presidente do Senado Federal e só uma vez para o Presidente da Câmara Federal. E desde já nós apoiamos também o Requerimento, a bancada do MDB apoia o Requerimento apresentado pelo Vereador Josué Paese Filho em benefício dos funcionários dos correios.

PRES. THIAGO BRUNET: Então, colocamos em votação. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Encaminhamento de votação Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, somos completamente a favor do Requerimento 123, a moção de apoio, e pedimos autorização do requerente para subscrever o Requerimento. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Subscrito pela bancada do PDT, PT, REDE, PRB, PSB e MDB, todas as bancadas então com a subscrição de suas bancadas. Aprovado. Então nesse momento agora passamos ao espaço destinado ao Pequeno Expediente.

 

PEQUENO EXPEDIENTE

 

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra a Vereadora Renata Trubian.

VER. RENATA TRUBIAN: Quero encaminhar então dois Requerimentos. O Requerimento nº 124/2018: “A Vereadora signatária, após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que seja enviado Votos de Congratulações aos candidatos a deputados estaduais Alberto Maioli pela Rede Sustentabilidade, Álvaro Boéssio pelo MDB, Francis Somensi pelo PRB, Monica Agazzi pelo PSD e o colega Raul Herpich pelo PDT e também a Sandra Turcatto Piccolo pelo PSD. A participação no pleito de todos os candidatos citados, enobrece o município.”

PRES. THIAGO BRUNET: Coloco em votação então o Requerimento nº 124/2018 formulado pela Vereadora Renata Trubian. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Segue.

VER. RENATA TRUBIAN: Requerimento nº 128/2018: “A Vereadora signatária, após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que seja enviado votos de congratulações a Rainha Juvelina Kurmann Bertollo, Primeira Princesa Denir Leal Picollo, Segunda Princesa Edite Feltrin e o Rei Volmi Liberato Grasseli, pela participação premiação recebida no Baile de escolha do Rei e Rainha do Centro de Convivência Idosos São José”.

PRES. THIAGO BRUNET: Coloco em votação então o Requerimento nº 128/2018 formulado pela Vereadora Renata Trubian. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Subscrição do MDB, PP, PDT, PSB, PT, mas enfim, essa é a subscrição. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Com a palavra pode continuar Vereadora Renata Trubian.

VER. RENATA TRUBIAN: Nada mais Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente, Senhores Vereadores e aos demais presentes. Só então para rapidamente também encaminhar dois Requerimentos, o de número 126 e 127/2018. O 126 então nós estamos solicitando que seja encaminhado ao Poder Executivo para que realize manutenção da estrada próxima ao Salão do Farrapos, tendo como referência também a residência da família Trubian. Aqui conversando com o colega Vereador Jorge Cenci, também na semana passada ele já fez esse pedido junto à Prefeitura Municipal, já deve ter sido encaminhado a Secretaria de Obras, nós não tínhamos o conhecimento dessa solicitação e acabamos então, e tem mais gente solicitando neste local e isso comprova na verdade as condições em que está essa via. E aí nós reforçamos então através do Requerimento nº 126 a solicitação para que sejam tomadas as providencias. E o Requerimento nº 127 então, solicita a troca de uma lâmpada na Rua Treviso nº 214. Era isso Senhor Presidente. Peço que o Senhor coloque em votação os Requerimentos nº 126 e 127.

PRES TIAGO BRUNET: Coloco em votação então os Requerimentos N° 126 e 127/2018 formulado pelo Ver. Jonas Tomazini; Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão; aprovado por todos os Senhores Vereadores. A palavra à disposição dos Senhores Vereadores; com a palavra o Ver. Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadoras, quero aqui cumprimentar os nossos amigos do correio, o nosso Secretário Fernando que está aqui presente hoje, meu amigo Juliano, a minha filha Ariane que nos orgulha com sua presença aqui nesta noite e o César diretor de iluminação, o Jorge do jornal Farroupilha e demais aqui presentes. Quero cumprimentar, e para isso pedi a palavra, e parabenizar a nossa nova Deputada Francis, desejar muito sucesso. E dizer Francis que conforme este Vereador falou e também não era de ficar em cima do muro, o dia da sua filiação do PRB, que nós iríamos respeitar uma decisão partidária, mas torcemos muito pela sua eleição. Torcemos muito e agora queremos desejar todo sucesso do mundo. Então gostaria até de dizer que na minha família teve alguns votos para Senhora e com certeza foram votos de coração. Porque torcemos, sabemos do seu trabalho, e queremos que na Assembleia temos certeza Ver. Tiago, que as portas estarão abertas para todos os Vereadores dessa casa. Então Senhor Presidente só peguei a palavra neste momento, para parabenizar a nossa Deputada, e desejar sucesso. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores; Com a palavra o Ver. Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Senhor Presidente. Seguindo um pouco que estávamos comentando antes em relação aos vitoriosos e derrotados nessa eleição, minha colega Renata aqui me lembrou de alguns nomes que eu havia esquecido. Darcísio Perondi colou, eu estava ouvindo a Gaúcha ontem à noite e aí o Daniel Escola ou a Rosana de Oliveira, comentou que os dois Deputados que andavam um em cada lado de mãos dadas com o Temer, não se elegeram; Darcísio Perondi e Mauro Pereira. Então acabaram pagando um preço bastante alto, o Darcísio não tem nenhum problema, até ponto que eu sei com a justiça. Mas tem 3 aqui que eu quero ver se o Juiz Sérgio Moro vai tratá-los como eles merecem ser tratados. E que ali na Polícia Federal, em Curitiba onde tem o Lula, que tenha uma cela para os três: Moreira Franco, Eliseu Padilha e Michel Temer. São os três, é o tripé do atual Governo Federal que só não estão presos ainda pelo foro privilegiado. E que as cenas de negociação de mala de US$500.000,00 para cá, R$500.000,00 para lá; espero com toda a minha esperança, que esses três cidadãos façam companhia para quem já está lá em Curitiba. O Brasil não merece essas pessoas, como não merece que seja governado por essas pessoas. Um outro que também, esse vai continuar com Foro, mas foi ali na rabeira, Aécio Neves; na hora da votação foi vaiado, parece em Minas, discordo dessa postura de vaiar as pessoas, mas isso demonstrou lá na terra dele, um Senador, um Ex-governador por 8 anos, de que as pessoas perceberam qual que era a verdadeira postura desse cidadão. E o engraçado que a política é muito dinâmica, colega Vereador Tiago Ilha, há 4 anos atrás nós tínhamos uma eleição de segundo turno extremamente disputada no país, acredito que foi mais disputada que será essa, entre a Dilma e o Aécio. A Dilma ‘impeachmada’, não se elege para o Senado, Aécio míngua para se eleger Deputado Federal. De mais de 50 milhões de votos ele fez para Deputado se eu não me engano foi 79.000 votos, e entrou ali na rabeira. Então esse é um recado da população nas urnas. Essa renovação ela é muito importante, ela deve acontecer, mas ela deve acontecer com responsabilidade. Nós aqui conhecemos a Francis, sabemos a capacidade dela, e sabemos do caráter dela. Agora quando a renovação é feita simplesmente pela renovação, é muita democracia, ela fica muito à deriva da cabeça de loucos, da cabeça de insanos e da cabeça de pessoas paraquedistas. E é isso que me preocupa, é o que me tira o sono nos dias de hoje. Uma possibilidade de atentado à democracia, uma democracia que foi tão suadamente conquistada por muitos, se não nós não estaríamos aqui. É isso que me preocupa um pouco. Então a renovação ela deve acontecer, mas ela deve acontecer de forma responsável, com pessoas que sejam capazes e capacitadas para tocar o nosso país, para tocar o nosso estado, para tocar o nosso município, sempre olhando para o povo. Para que essas pessoas tenham uma melhor vida, e uma melhor condição de vida. E outra pessoa que eu lamento de não ter sido eleita é o Vinícius Ribeiro, de Caxias, que é um jovem, um menino trabalhador também, uma pessoa de um bom caráter e que por 600 votos ele não conseguiu entrar. Então é uma pena porque há pessoas boas que se entregam para política, e essas pessoas às vezes por um pouquinho não conseguem entrar. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Ver. Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, para me somar na discussão do colega Vereador Fabiano André Piccoli, até trazer um pouquinho dessa conjuntura. Eu discordo um pouquinho do posicionamento do colega Fabiano porque três coisas foram fundamentais para mim decidir o meu voto. E muitas pessoas ligadas que nós conversamos, principalmente pessoas que caminharam conosco na eleição para Vereador, e a comunidade, essa caminhada eleitoral ajuda a olhar no olho e ver o que as pessoas estão pensando, colega Vereador Tadeu Salib dos Santos. E eu votei no Senador Heinze com uma convicção que vai ser um grande Senador, porque está no seu DNA trabalho, a palavra trabalho, não é de falar, mas é de trabalhar muito. Eu sempre dou um exemplo, trazendo um exemplo municipal, Fernando Silvestrin não é de falar tanto, mas o que trabalha essa pessoa, e o que trabalhou ao longo da sua vida. Então o que me conquista é o trabalho, acho que isso é importante. E discordo Vereador que, talvez possa parecer um aventureiro, eu acredito que o país precisa ter um momento de oxigenar, respirar de novo, olhar novos horizontes, enxergar um novo campo, olhar um novo horizonte, pensar de maneiras diferentes. Porque não me convenço nem um pouco, que o que aconteceu nos últimos anos no país, jamais a gente pode imaginar que possa voltar novamente, independente de hoje estar na liderança outras pessoas. Mas a renovação ela é importante, eu sempre digo toda vez que a gente renova, a gente tem 50% de chance de acertar. Por que tu não sabe como vai ser, tu deu 50%; bom se depois de um determinado prazo, tempo, essa pessoa não correspondeu. Bueno tu vai lá de novo e reprova como muitos foram reprovados nas urnas. Porque o que aconteceu nesse pleito de ontem, é dizer sim para coisas diferentes, ou pessoas que já estavam e fizeram bons trabalhos; receberam o que? Sim. Outras pessoas que não tiveram essas respostas receberam não. E isso é dado por quem, pelas pessoas, é simples assim. Então toda vez que eu deposito a confiança em uma pessoa, eu tenho 50% de chance de acertar, e que o país nunca viveu um momento como está vivendo. Eu vou dizer muitas vezes, principalmente quando eu me posicionei no primeiro turno ao Bolsonaro, alguns amigos pessoais me chamaram para prosear e me disseram “Tiago, tem isso, é radical naquilo, radical naquilo outro”. Toda vez que tem muita bagunça, toda vez que tem muita bagunça até na nossa casa, alguém tem que chegar e dizer o acabou, acabou, deu. Nós temos que pensar de novo, então meus 50% de chance está em Jair Bolsonaro, com extrema convicção. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores; com a palavra o Ver. Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Obrigado Senhor Presidente. Cumprimentar os Senhores Vereadores, Senhoras Vereadoras, cumprimento especial a nossa mais nova Deputada, Francis. Cumprimentar também esses apoiadores, que a corrida é grande né, a eleição é comprida, parece curta, mas ela é comprida pra caramba, a gente se desgasta. Você deve estar extremamente cansada hoje porque esses últimos dias a gente corre muito, a noite é de comemoração, hoje à noite é o dia de querer ver a cama né, em primeiro lugar, meus parabéns mesmo. Dizer que eu acho que é um ato de coragem mesmo concorrer. Parabenizar o Raul, o Betinho, principalmente, que são nossos companheiros aqui né, mais do que Vereadores. Essa corrida é complicada, muito complicada. Sinto muito também pelo fato nessa questão assim de nós termos, que bom que temos uma pessoa representando então Farroupilha né, seria importante que tivesse mais sim, porque essa representação é importante. Gostaria de cumprimentar também o nosso Secretário Fernando Silvestrin e dizer que a gente é totalmente a favor a Moção apresentada pelo Ver. Josué Paese Filho, que na verdade é de apoio aos funcionários do correio, somos extremamente favoráveis. Cumprimentar o público presente, imprensa funcionários da Casa. E dizer que essa votação feita pelo fenômeno Bolsonaro, ela demonstra uma coisa né, um momento de indignação, é o mínimo que eu posso pensar, isso está explícito e nem é implícito. É um momento de votação, um momento de que as pessoas simplesmente fazem da oportunidade que tem de votar para que tenha uma mudança e é o que aconteceu. Aqui estava fazendo um comentário né o Vereador, meu vizinho aqui né, Tiago, a respeito dessa renovação feito aqui a Deputados do Estado, mais de 50% né, isso é extremamente significativo. A gente percebe que muitas pessoas não se reelegeram e eu fico às vezes pensando. Sabe já pensei em várias maneiras porque assim oh, a porcentagem de votos feitos por Deputados Estaduais aqui variou ali de 0.6, 0.5, 0.6 até 3 e lá no topo 5.99 eu vi; ou seja, a gente tem uma quantidade ali de um Deputado bem votado em torno de 2%. Eu me pergunto porque que não existe um voto de rejeição, porque que não existe no momento que a gente vota um voto de rejeição. Por exemplo, eu Sandro Trevisan atingi como Deputado, eu sei que isso não acontece a nível de Presidência porque, por que chega no final a gente tem dois candidatos e obviamente o que ganha à maioria. Agora porque não existe o voto de rejeição? Eu, por exemplo, Ver. Josué Paese Filho, não quero de jeito nenhum o Sandro Trevisan para Deputado Estadual e voto nele como rejeição. E o Sandro Trevisan atingindo ali, sei lá, um valor de porcentagem como se fosse 20%, de forma alguma, embora tenha feito uma votação muito boa, de forma alguma deve assumir. Porque enquanto alguns por cento, quanto à porcentagem consegue determinar que elege. Porque que o Deputado nesse caso ele poderia ser eleito, se ele tem uma rejeição extremamente alta. Como que alguém pode assumir um posto com 2%, 3%. Se tivesse, por exemplo, 20% de rejeição, 20% das pessoas dizendo não quero aquele cara. Eu acho que isso serviria como um filtro. Ah, é uma ideia diferente onde certas pessoas, de repente, podem olhar e dizer, “meu Deus isso não cabe, isso já foi pensado?” Senhor Presidente, eu particularmente acharia extremamente interessante, voto de rejeição. Não concordo com aquele fulano de tal, aonde uma quantidade, como um cara poderia ser eleito, mesmo tendo 2%, 3%, sendo bem votado se 20% diz, eu não gostaria de forma alguma que aquele cara assumisse uma cadeira. Senhor Presidente, muito obrigado, era isso.

PRES. THIAGO BRUNET: Senhores eu só vou, como Presidente, eu preciso chamar a atenção aqui de todos, para que; por que fui chamado à atenção pelo jurídico da Casa agora, nesse momento, tem uma resolução da Mesa Diretora a qual nós compomos juntos Tiago Ilha e é uma orientação do Tribunal de Contas para que a gente não faça moção ou declaração de votos aos candidatos, claro os que já se elegeram não tem problema, mas os que poderão ainda se eleger é conduta negada nesta Casa tá. Só por favor, só porque fui chamado à atenção né, e alguns colegas falaram aqui e eu também nem me dei conta, mas agora fui chamado à atenção pelo Jurídico. Vamos lá, tocando então o Protocolo da Casa, com a palavra, não? A palavra à disposição dos Senhores Vereadores; Com a palavra o Ver. Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadoras. Quero cumprimentar aqui a nossa Deputada Estadual, cumprimentar o pessoal dos Correios, cumprimentar o Secretário Silvestrin, a imprensa na figura do Jorge Bruxel e a todas as pessoas que estão aqui acompanhando esta Sessão. Eu queria dizer de que, feliz de nós uma região tão rica, de tantos nomes bons que já representaram, que nós tenhamos apenas um nome, colocando sobre este nome a responsabilidade de defender uma região. Mas não é somente de defender a região como Deputada Estadual, ela terá que trabalhar um pouquinho quem sabe, a nível de defender a região lá na Federação também. Bento Gonçalves, Caxias do Sul, que são os maiores, não temos nenhum representante da nossa região lá em cima. E aí eu acredito Deputada que o seu trabalho será muito intenso, muito intenso. Porque quer queira ou quer não queira, a Senhora será uma mensageira também de assuntos da Capital Federal para esta região sem representatividade. Que nos deu aí a prova de que nós estamos vivendo uma eleição diferente, extremamente diferente, e que talvez as pessoas vem endossar aquilo que o Vereador Tiago colocou. Os partidos esquecidos, mas as pessoas valorizadas por alguma coisa, por alguma ação, por alguma atitude. E de certa forma também com a sua expressão de cativar a confiança das pessoas e sem comparativo, cada eleição é uma eleição única. Aí também a Senhora comprovou um aval ao qual a Senhora se candidatou a ser a primeira dama do município; a Senhora também passou por essa avaliação, tenha certeza disso. E quero lhe dizer de que a Senhora foi vencedora em todos os quesitos. O que eu desejo realmente é que essa conquista que dependeu muito da sua sensibilidade em escolher pessoas para trabalhar, para somar esforços, teve figuras que serão inesquecíveis nesta caminhada. E a Senhora sabe de quem eu estou falando e das pessoas que eu estou falando. Eu desejo que realmente a Senhora possa, não esquecendo de colocar o pé direito quando chegar lá na Assembleia, e dizer, este é o pé que vai me conduzir a uma missão de estar junto a uma região, todo sucesso para Senhora. Gostaria claro que tivesse mais alguém, até para amenizar um pouquinho o trabalho. Quem sabe lhe ajudar um pouco, mas eu tenho muita confiança e a partir de hoje eu quero lhe dizer que com o mesmo respeito, que eu lhe tratava apenas como a Francis da farmácia, a Francis primeira-dama na primeira gestão e a Francis primeira-dama da segunda gestão, daqui para frente eu vou dizer, nossa Deputada, porque a Senhora será a deputado de todos. Que Deus lhe encaminhe de forma muito amena e que saúde seja plena para Senhora aguentar este esforço, que eu sei que a Senhora vai fazer com muito amor. Parabéns. Senhor Presidente era isso, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores; com a palavra a Ver. Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite Presidente, colegas Vereadores, colega Vereadora Renata Trubian, todas as autoridades presentes, imprensa, nossos funcionários da Casa, seu Menzen, sempre presente aqui, os funcionários do correio que tem toda a nossa admiração, e a nossa justa participação também neste Requerimento. Nossa nova Deputada Francis Somensi também. Enfim, eu gostaria de parabenizar a todos os Farroupilhenses, que concorreram nessa eleição a um cargo, seja de Deputado Estadual ou Federal, eu gostaria de parabeniza-los a todos, os que se elegeram ou não. Acho que a coragem já merece este, essa menção. Eu gostaria na realidade essa é a razão de estar falando aqui, de dizer o quanto eu sinto da não reeleição do Deputado Boéssio, simplesmente eu vou explicar por que. Muitas pessoas, eu diria a maioria, não sabe de muitas das coisas que o Deputado fez; eu vou citar apenas uma das coisas que eu particularmente procurei ajuda nele e na sua equipe, e ele ajudou a salvar a vida de uma criança. Um bebê de 5 meses, que não era meu paciente, eu fiz um diagnóstico de Artrite Reumatoide Juvenil, que é uma doença muito rara nessa idade, grave, gravíssima dependendo da gravidade e extensão desta doença. Feito o diagnóstico encaminhei para uma médica em Porto Alegre, que é referência na América do Sul em Artrite Reumatoide juvenil, a criança estava medicada, mas com a medicação que é usada normalmente, não houve melhora alguma. A criança necessitava de um medicamento importado, medicamento caríssimo. Essa criança corria o risco de vida absurdo, ela ia morrer, recorremos à equipe do Boéssio e nós conseguimos o medicamento, salvamos a vida dessa criança. Assim como este caso, “n” outros casos nós resolvemos com ajuda e o apoio do Boéssio. Então eu gostaria muito de deixar registrado o quanto eu sinto pela não reeleição do mesmo. Enfim, eu acho que essa reeleição, essa eleição para Deputados, foi uma eleição realmente de renovação, muito mais do que trabalho, foi renovação. Se vai dar certo ou não o tempo vai dizer, de qualquer maneira, de qualquer maneira, nós continuaremos tendo então uma referência lá, uma Deputada que será uma referência para Farroupilha. Com certeza eu vou continuar tendo alguém para quem encaminhar todos os meus casos cabeludos. Era isso, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição, espaço de líder Ver. Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Senhor Presidente, eu queria pedir escusas pelo meu pronunciamento antes, de ter extrapolado o que a Casa permite aqui, também não me atentei a esse detalhe ao entrar no assunto do segundo turno. Mas queria Ver. Eleonora, acho um grande desafio aos políticos, a nós conseguir comunicar as coisas que são feitas. Por que eu tenho a mais absoluta certeza que todos de vocês, assim como eu, às vezes às 10h, às 11h, a meia-noite, às 6 horas da manhã, recebe ligação, recebe mensagem de ‘whatsapp’ pedindo ajuda aqui, pedindo uma orientação ali. E esse é o nosso papel, sermos um elo entre os poderes constituídos, o Executivo e o Legislativo, e também um elo na solução dos problemas das pessoas. Porque as pessoas nos veem como uma luz que pode ajudar no momento difícil, em ‘n’ situações, e acredito que o grande desafio é esse, a gente conseguir assim como o Deputado Boéssio de comunicar isso, de mostrar que está sendo feito, porque às vezes as pessoas não conseguem enxergar, e quem passa por uma, por um órgão público sabe o quanto é difícil, o quanto engessado é para que uma ação seja colocado em prática. Essa questão que a Senhora mencionou, se nós tivéssemos políticas públicas claras, políticas públicas que atingisse toda a população como um todo, nós e agentes públicos, agentes políticos, nós não precisaríamos intervir nessas questões. Mas como independente de governo, a nível Municipal, Estadual ou Federal, como nós não temos isso ainda, nosso sistema político não nos permite isso. Nós precisamos de pessoas que façam esse meio de campo, entre as nossas demandas e as demandas do Município ou do Estado. E aqui ontem na rádio Spaço eu pontuei, o Vereador Arielson Arsego colocou algumas coisas, teve duas situações e eu sempre bati no gabinete do Boéssio, assim como bati no gabinete de outros Deputados, e assim como nós bateremos no gabinete da Deputada Francis, sempre que precisar, e ela sempre vai nos atender, tenho a mais absoluta certeza disso. Na questão do trevo da Tramontina, e eu já falei isso várias vezes aqui, enquanto nós tínhamos o governo do Tarso até 2014, nós passamos um ano tentando, tentando e não avançamos, quando mudou o governo, entrou nova Direção no DAER, eu acionei o Boéssio. E eu disse olha, preciso de uma agenda com o DAER e de lá que eu conheci o Rogério, e que aí a gente conseguiu avançar, e o trevo tá aí, tá salvando vidas. E a outra situação que fez com que Farroupilha não perdesse mais de um milhão e meio de reais, foi a pista de caminhada para Caravaggio, que nós estávamos num impasse também com o Governo passado, que era o Governo que eu fazia parte, que o meu partido fazia parte e nós acionamos o Deputado e nós conseguimos resolver. Dentro da legalidade encontrar uma alternativa para; então o trabalho de um deputado ele vai muito além daquilo que se imagina Francis, vai ser um grande desafio, e é muito importante ter uma boa proximidade com o Governo do Estado, porque essas questões são questões que com uma ligação, com uma relação estabelecida, se consegue avançar em alguns problemas que são do município. Então eu acredito que fica essa mensagem para quem não se elegeu para quem se elegeu agora, a importância de comunicar às questões que são feitas. Teu trabalho de comunicação de mídia foi excelente, foi muito bom. Eu tive a oportunidade de falar isso antes da eleição tá. Eu acredito que tem que continuar dessa forma e mostrando para comunidade as coisas que são feitas, por que já é difícil convencer as pessoas de que a gente trabalha e aí quando a gente não mostra, fica mais difícil ainda. Então acredito que essa é uma das nossas grandes lições, e que acredito que foi um dos porquês que o Deputado Boéssio não conseguiu a reeleição. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Ver. Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente, Senhores Vereadores. Eu não ia usar a palavra hoje, mas já que a Deputada eleita tá aí, eu vou usar para parabenizar, tenha sucesso no seu trabalho e com certeza não vamos deixar de solicitar algo se for para interesse do município de Farroupilha. E dizer que é uma pena que a eleição foi ontem, porque se ela fosse amanhã o Deputado Boéssio ia se eleger. Que ele fez tanta coisa boa e as pessoas estão dizendo, “bah viu o Deputado Boéssio não se elegeu, que pena que não se elegeu, por que ele fez isso, fez aquilo, fez aquilo”. Então somente para deixar registrado Senhor Presidente, que pena que foi ontem, se fosse amanhã ele ia se eleger. Obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Ver. Raul Herpich.

VER. RAUL HERPICH: Cumprimentar os Senhores Vereadores, Vereadoras, as pessoas que se encontram aqui, pessoal dos correios, amigos, pessoal de Terceiro Distrito. Cumprimentar a Deputada eleita Francis Somensi, parabéns, bom trabalho, desejo muito sucesso na sua carreira, que foi conquistado com muita luta, com muito trabalho e com muita dedicação, mesmo acima do, saindo assim aos 45 minutos do segundo tempo, e realmente (inaudível) que eu acho muito bacana, então parabéns, bom trabalho a você. Senhor Presidente já aproveitando a oportunidade, eu gostaria de pedir uma licença para a Sessão de amanhã em função do falecimento da minha sogra na semana passada, e nós temos a missa de sétimo dia amanhã; então eu gostaria de pedir licença e a sua autorização para a Sessão de amanhã. Quem sabe não vai ter votações importantes, então gostaria de pedir essa solicitação e essa dispensa Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Ver. Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Obrigado Senhor Presidente. Um assunto que o Ver. Tadeu Salib dos Santos levantou aqui, a nossa região da Serra, se não é a primeira e a segunda em arrecadação do Estado. Olha o potencial de Farroupilha, Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa, vamos deixar Caxias né, que a segunda maior cidade do Estado, que também devia ter um Deputado Federal lá em Caxias do Sul, não tem nenhum. A nossa região aqui não tem nenhum Deputado Federal e não é culpa dos eleitores, não é nossa culpa que não tem Deputado. Falta pessoas com coragem, ou por um motivo, por outro de não colocar o seu nome numa cadeira na Câmara Federal. E nós temos bons nomes em Farroupilha, Bento Gonçalves, em Garibaldi que eu conheço pessoas né, Caxias então nem se fala, e não temos nenhum representante lá. Nós temos que ir a Brasília com ‘piresinho’ como eu sempre falo, de pessoas que fizeram aqui 200 votos, que fizeram 500 votos, que fizeram 2000 votos, minguando e todos eles dá para dizer, eu vou dizer assim, um número de 100 quilômetros longe daqui. Eu a minha candidata a Deputada Federal, que era aqui de Nova Prata não se elegeu, mas pela primeira vez, fez uma bela votação. Ela plantou uma semente essa menina, pode ter certeza disso, plantou uma semente que ela vai colher logo uns bons frutos ali na frente Ver. Tadeu Salib dos Santos, o Senhor que é o homem da semente. Mas é uma pena, ela fez em Farroupilha 186 votos, eu não sai fazer campanha para ela, não fui na minha região pedir voto para ela, foi só nas redes sociais, Ver. Arielson Arsego entende. Por isso que eu digo que as pessoas, os eleitores, eles querem mudanças sim. Lógico que vai fazer falta aqui para Farroupilha e para a região o Deputado Stédile, Deputado Renato Molling, que foi um, não nos últimos anos agora, mas lá nos anos 2010 na outra eleição ainda, era um dos Deputados que mais mandavam verbas para Farroupilha, e eu provo isso; depois veio, depois veio o Stédile, depois veio o Fontana, e ai veio vindo, o Pepe Vargas e tantos outros do PMDB também que mandaram. Então é uma pena que o Renato Molling não se elegeu? Sim. Pensando por Farroupilha, agora eu tenho certeza que essas pessoas que entraram agora, seja do meu partido ou de qualquer partido que está representando hoje a Câmara Federal, eles têm interesse, Vereador Raul Herpich, para daqui 4 anos. Nós vamos ter que ir lá sim com o ‘piresinho’ pedir verbas para Farroupilha. E nós vamos trazer Ver. Sandro Trevisan, vamos trazer, eu do meu partido, Ver. Tadeu Salib dos Santos, o PMDB, todos os partidos aqui, todos os partidos vão conseguir alguma coisa, porque que os caras têm interesse em continuar lá na Câmara dos Deputados. Por isso que eu escolhi sinceramente, eu apoiei por 3 vezes Renato Molling aqui em Farroupilha. Um homem que quando que dizia “estou mandando”, não falhou uma Emenda dele. Eu sempre tive um cuidado antes de anunciar na imprensa do valor e se vinha ou não vinha, eu deixava vim antes, tá na mão do Executivo, para depois anunciar. Porque podia dar um problema lá em cima, no Ministério ou coisa parecida, mas não falhou nenhuma, então é um homem que eu tenho maior respeito por ele, o Renato Molling. Mas optei essa vez para Paula Cassol lá de Nova Prata, até porque, eu quero mudança no Congresso e queria uma candidata, ou um candidato aqui na nossa região da Serra para representar nós todos aqui, que eu já falei em outra cidade. Então eu acho que é importante. E dizer que eu também tenho uma Deputada e eu disse isso por telefone quando a Senhora estava em campanha né, eu falei por telefone que eu disse “olha Deputada Fran, eu não vou te prometer o voto, porque eu já tenho minha candidata”, mas toda sorte para Senhora. A minha candidata em Porto Alegre tenho certeza que vai atender qualquer Farroupilhense muito bem, que é a Silvana Covatti, conseguiu se eleger. Que a Senhora conhece ela e vai ter uma bela parceira pode ter certeza lá né. Então mais uma vez parabéns e muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Ver. José Mário Bellaver.

VER. JOSÉ MARIO BELLAVER: Senhor Presidente, colegas Vereadores, uma saudação às colegas Vereadoras. Quero também nesse momento parabenizar a Primeira-dama pela expressiva votação e desejar um bom trabalho na Assembleia Legislativa. E com certeza nós da Bancada, quando houver a necessidade de abrir as portas de alguma instituição no estado com certeza vamos acionar para ser a porta-voz ou encaminhamento das soluções para o nosso município; mas desde já eu quero parabenizar pela votação e desejar um bom trabalho na Assembleia Legislativa. Também quero cumprimentar a imprensa, o Secretário Silvestrin e a todos os presentes nesta noite. E a imprensa também que se faz presente, através do Jorge do jornal Farroupilha. Ver. Fabiano André Piccoli, além desses que o Senhor citou também a Presidente do PT Nacional parece que não se reelegeu né? Ah se elegeu Deputada, de Senadora foi para Deputada. Mas infelizmente, infelizmente ela se elegeu, por que ela está também envolvida, ela e o marido também que quando que. Ah já está 50% está resolvido o problema, mas infelizmente são assim. E isso é uma aula para nós políticos que realmente a população exige a renovação, por isso que é muito importante nessa, nós podemos acompanhar a votação da Assembleia Legislativa, passou de 50% da renovação. Na Câmara dos Deputados também teve bastante candidatos, se não foram novos, mas eram Deputados Estaduais e assumiram a cadeira de Deputados Federais. Então realmente acredito que a partir desse momento vamos torcer que dê tudo certo, que sim também o Comando Nacional se faça sim uma reflexão. E que possa sim administrar o país com responsabilidade e aqui no estado também acreditamos que possa sim, sair vencedor o melhor candidato para que possa sim, dar continuidade ao trabalho que está sendo realizado para sanar as dívidas, e a recuperação do nosso Estado. Enfim desejar então a todos os eleitos, inclusive aos que foram candidatos aqui no Município, parabenizar pela coragem. Porque hoje ser candidato não é fácil; e os que, o Raul, o Beto, e os demais que foram candidatos, juntamente com a Primeira-dama, cumprimentos pela coragem de poder participar da eleição e botar o nome à disposição para concorrer a ser Deputados neste Município. Era isso Senhor Presidente; vou ceder um aparte ao Ver. Josué Paese Filho.

PRES. THIAGO BRUNET: Um aparte Ver. Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Obrigado pelo aparte Vereador. Só para eu não falei do assunto, que o Ver. Fabiano tinha falado que faz parte do seu assunto também, para não fugir né. Pode ter certeza Ver. Fabiano A. Piccoli e José Maria Bellaver que o Sérgio Moro já está com os convites feitos. Pode ter certeza, já está com os convites feitos para muita gente aí, inclusive acredito eu que ele vai fazer um convite talvez o ano que vem, ou mais adiante para Ex-presidente Dilma também. Obrigado Vereador.

VER. JOSÉ MARIO BELLAVER: O aparte contribuiu e realmente a preocupação e a posição da população brasileira é acabar com a corrupção que aí vai sobrar dinheiro para investimento na Saúde, na Educação, na Segurança. Com certeza vai sobrar dinheiro se os novos candidatos, novos representantes, quem vai comandar o país realmente forem pessoas sérias. Com certeza a recuperação e vai ter recurso para um bom atendimento da comunidade. Era isso Senhor Presidente, muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Ver. Odair Sobierai.

VER. ODAIR SOBIERAI: Senhor Presidente, colegas Vereadores, uma saudação especial aí a nossa Deputada Estadual Francis Somensi, o Fernando Silvestrin, Secretário de Obras, demais presentes. E dizer assim, que para a equipe dos Correios também, que somos favorável e somos apoiadores da briga que vocês têm. E acho que tem que brigar por aquilo que vocês merecem né. Então contem com nosso apoio. E dizer Francis, que o resultado é reflexo do bom trabalho que você faz para a nossa sociedade e continue assim, trabalhando, sendo uma pessoa honesta como você sempre é. Parabéns Francis.

PRES.THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra a Ver. Renata Trubian, espaço de Líder.

VER. RENATA TRUBIAN: Quero aproveitar e cumprimentar o Secretário Fernando Silvestrin, o seu Odenilo, meu amigo, pessoal das agências de correios e todos os outros que estão aí. Gostaria de colocar em função do que o Ver. Arielson Arsego falou com relação a que se a eleição fosse hoje talvez o Álvaro se elegesse; é importante à gente pensar o que a gente faz quando a gente está no mandato e as urnas deram um recado muito importante. A população quer renovação, a população quer oxigenação e essa discussão de renovação já existia na primeira vez que eu concorri a Vereador. Eu concorri duas vezes e não me elegi e outros colegas da então agremiação partidária minha também saíram do partido justamente por quê? Pelo discurso de renovação e de oxigenação fomos retalhados. Então assim dizer que se talvez eleição fosse hoje poderiam falar de mais coisas que o Álvaro fez. Por exemplo, dos funcionários fantasmas, de muitas pessoas que trabalham no gabinete e não trabalham, ou quem sabe poderiam falar de quanto ele falou que os funcionários públicos eram vagabundos, quem sabe os professores se lembraram também na hora da votação das palavras que ele falou. Então assim, também não adianta aparecer só na época da eleição e fazer, querer fazer milagre e querer mostrar que fez. Hora ridículo dizer no panfleto dele que ele batalhou para autorizar o semáforo de Nova Vicenza, por favor, façam-se obras né. Era isso Senhor Presidente, Senhores colegas, boa noite.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores; espaço de líder Ver. Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Só para dizer a Vereadora Renata Trubian, não vou falar do Boéssio tá, não vou falar do Boéssio. Só para responder uma questão tá. Teria mais coisas para falar, mas não vou falar porque eu parabenizo as pessoas que dão continuidade a um trabalho que alguém levantou. Eu teria muitas coisas, uma delas é o que está no trevo Santa Rita. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Ver. Arielson Arsego, espaço de Líder.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente, Senhoras Vereadores. A Ver. Renata Trubian ela fala com o sentimento, porque ela falou do Deputado e depois levou um troco. E aí ela tem sentimento de raiva com o Deputado. No mesmo modo em que ela veio aqui falar do Deputado dela que era o Deputado João Derly, que um dia deu uma entrevista na rádio e não sabia nem aonde é que ele estava, nem se ele era Deputado em Brasília acho que ele sabia. E aí ela fala que pena que o Deputado fez isso, fez aquilo, mas será que ele estava tão presente assim em Farroupilha? Será que uma das coisas que ele fez aqui vim dizer, vim aqui dizer que a Rota do vinho ou a questão do vinho e do suco, agora não vai mais ter porque o João Derly não está lá. Isso é uma enganação completa, sabe por quê? Porque a Zona Franca, tem 500 Zonas Francas sendo pedida lá em Brasília e não sai uma. E era uma questão eleitoreira barata e nós aprovamos aqui para não dizer que nós ficamos fora, mas que de maneira nenhuma iria sair lá no Governo Federal por que não tem condições. O Governo Federal não abre mão e todos sabem. Só aqueles que queriam dizer que o Deputado estava trabalhando e inventaram uma bandeira, inventaram uma bandeira para o Deputado João Derly. Para dizer que ele era o responsável por uma Zona Franca que não ia sair, para tentar conseguir os votos da região. E nós não falamos isso, mas como veio falar do Deputado Boéssio, por que tem uma questão pessoal com ele, e isso eu sei. E que vem dizer que ele chamou os funcionários de vagabundos, porque não foi essa palavra, foi outra palavra. E outra que foi tirada de um contexto que ele disse que o Governador Sartori teria feito uma redução de CCs dentro do seu governo, que reduziu de 30 para 16 Secretarias no seu governo, e que além de ter feito toda essa redução, por mais que digam que foi aumentado o salário, foi na Assembleia, que foi votado e o salário dele não aumentou. E ele fez essa redução para que o estado pudesse andar melhor. Mas o Deputado Boéssio disse que poderia sim, ter outros que pudessem ser até demitidos e que infelizmente concursados, mas não falou que os concursados eram aquela palavra que a Senhora disse. Disse que no meio de tudo isso, tem algumas pessoas que daqui um pouco poderiam ser demitidas também, mas o contexto de tudo isso foi tirado uma parte para tentar fazer com que o Deputado fosse, chegasse até a Comunidade uma imagem diferente do Deputado. A questão de fantasmas se a Senhora não sabe, não deu em nada, foi arquivado, porque existia um funcionário e estava lá trabalhando. Então quando a Senhora fala isto, quando a Senhora diz que o Deputado tinha isso ou aquilo, é meramente uma mágoa que a Senhora tem, eu diria assim, pode achar que não. Então, eu só quero dizer que nós estamos bem tranquilos e aquilo que eu coloquei é um sentimento que todos têm quando termina uma eleição, e vocês sabe disso. Quando a gente termina a eleição Deputada Francis, a Senhora fez 15 mil votos, se começar a contar daqui para frente quantos votos fez vai chegar a 45, 50 mil. No primeiro dia já chegou, imagina até o fim; e é assim que funciona. Eu não falei aqui o que eu disse para o Ver. Tadeu Salib dos Santos, por que eu não vou querer deixar registrado nos anais da Casa, mas sempre a pessoa é boa depois que foi né. Então o Deputado Boéssio tem sim o trabalho da 448 que foi asfaltada, daqui dessa aqui que vai para Alto feliz, passa pela Boemia; de uma parte da RS813 que tem que ser dado uma continuidade, do recapeamento da 122, sempre cobrando; da sinaleira do Trevo Santa Rita sim, que foi lá atrás que o DAER nem a liberação dava. E o Ver. Fabiano Piccoli sabe disso, por isso que falou do trevo da Tramontina. A Prefeitura fez um financiamento com a Tramontina, para que pudesse fazer aquilo numa equação, numa maneira de achar a solução do problema, que ajuda e muito para Farroupilha. Mas foi através do Deputado Boéssio sim, assim como a caminhada aqui, a calçada para Caravaggio, que também não era liberado. Então a Senhora vai aprender muito ainda estando aqui. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Ver. Tiago Ilha, espaço de Líder.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, colegas Vereadores. Como eu falei é uma questão de avaliação, eu acho que o resultado das urnas. Ou você é aprovado ou você é reprovado, isso acontece em todas as eleições. Então eu não sou, e nem vou aqui ficar opinando, porque que o Deputado Boéssio não se elegeu né ou porque que a Fran se elegeu. O que mostra é o que, a decisão das pessoas, que decidiram não o eleger. Agora isso é o mais importante de se avaliar. Se acalma Doutora Eleonora enquanto estou falando, é um direito meu agora e é um direito da Senhora de obedecer como eu faço quando a Senhora está falando. Muito obrigado Senhora colega Vereadora querida. Então o que eu quero dizer é o seguinte, que as urnas passam por uma avaliação. Eu acho que o Ver. Arielson Arsego falou muito bem; agora daqui a pouco a pessoa vai dizer: “ah, mas era bom eu não votei”. Então se era bom, porque que não votou né? Então você não votou porque não quis. É exatamente isso. Então a avaliação das urnas está exatamente nesse ponto. Não gostei, não foi bom, não voto; gostei, foi bom, tá reeleito. Gostei é legal, tá eleito, gostei tá mostrando trabalho, vou dar confiança; simples assim. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra à disposição dos Senhores Vereadores. Bem vamos finalizar aqui então. Eu gostaria de parabenizar novamente Francis, já te parabenizei já te dei um abraço, mas eu não tenho como deixar de falar aqui Ver. Tiago Ilha, e parabenizar o Senhor pelo seu trabalho. Por que o Senhor foi muito criticado dentro da base do Governo, criticado até por mim, às vezes, mas eu falei para o Senhor isso, tudo que eu tinha para falar, nunca falei para ninguém. E o Senhor é vitorioso junto com a Francis, foram vitoriosos, tiveram coragem para enfrentar muitas críticas da nossa base, muito ‘mimimi’ né que agora está na moda. E foram um grupo pequeno, com um grupo enxuto, mas trabalhando; eu vi a sua cara de cansado nesses 45 dias aí. De vez em quando tu falava com o Tiago, ele nem te escutava né, ele estava sempre no celular e conversando e saia daqui rapidinho para fazer campanha. Acho que sem dúvida nenhuma vocês fizeram com que o dia de 24h fizesse 72h. Eu acho, eu acho que fizeram campanha até de madrugada, deve ter gente que deve ter atendido a porta às 3 da manhã, assim estava lá o Tiago e a Francis. Então é isso aí, eu acho que o trabalho de vocês, Tiago quero te parabenizar, por que tu é, e a Francis sabe disso, é a pessoa que arquitetou toda a campanha, é o grande diretor desta campanha. Então tu é vitorioso também meu velho tá, parabéns. Assim oh, acho que a gente tem que reconhecer né e eu reconheço que você estava certo. E você conseguiu. Parabéns Francis né, depois eu quero falar contigo pessoalmente tá, certo? Mas tu sabe né, eu vou falar aqui um pouquinho só. Tu teve 2 votos lá em casa, da minha mãe e do meu pai; que o meu pai quase me enlouqueceu no ouvido e no telefone, e eu disse: “pai, eu tenho uma coerência partidária, pai eu represento a Câmara, eu preciso né, ter essa coerência que eu sempre tive”. Mas enfim tu és vencedora, tu não precisaste do meu apoio, para ser vencedora e se tornar Deputada, parabéns novamente. Gostaria de dizer aqui, que na verdade a democracia, eu acho que ela não, esses dias eu li, acho que todos leram aqui talvez, que ela não é um sistema perfeito e um sistema para escolher os melhores. Mas ela é um sistema para que a gente possa não permitir com que os ruins fiquem para sempre. Então é aquilo, aquela oxigenação, não gostei, não está bom, fez errado, por algum motivo ou outro, então vamos trocar. E essa eleição mostrou essa grande oxigenação, com 50% de mudança no Legislativo. Parabenizar o pessoal do Correio que também tem um representante, um Deputado de Caxias aqui que se elegeu Deputado Estadual também que é oriundo do correio, que é carteiro, então parabéns a vocês, todos vocês. Antes de finalizar então encaminhamos as Comissões de Constituição e Justiça, Finanças e Orçamento o PL N°65/2018; as Comissões de Constituição e Justiça, e Justiça, Educação e Assistência Social o PL N°66/2018 e as Comissões de Constituição e Justiça, Saúde e Meio Ambiente o PL N° 67/2018. Se nenhum Vereador quiser fazer uso da palavra, declaro encerrado, mas antes calma, deixa molhar o bico. Mas antes faremos um minuto de silêncio pelo passamento de Marcio Sgarabotto, que foi Vereador aqui nesta Casa. (UM MINUTO DE SILÊNCIO). Declaro encerrado então a presente Sessão, uma boa noite a todos. E vamos tirar uma foto agora com o pessoal dos correios, por favor, subam.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Thiago Pintos Brunet

Vereador Presidente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Odair José Sobierai

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.