Pular para o conteúdo
20/10/2018 08:03:48 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3862 – 06/08/2018 – Agricultor Destaque 2018 – Clemente Valandro

SESSÃO SOLENE

 

Presidência: Sr. Thiago Pintos Brunet

Às 18 horas, o Senhor Presidente Vereador Thiago Pintos Brunet assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Fabiano André Piccoli, Jonas Tomazini, Jorge Cenci, José Mário Bellaver, Josué Paese Filho, Odair José Sobierai, Raul Herpich, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos e Tiago Diord Ilha.

 

 

PRES. THIAGO BRUNET: Uma boa noite a todos. Em nome de DEUS então declaro abertos os trabalhos da Sessão Solene de outorga do Certificado Agricultor Destaque do Ano ao Sr. Clemente Valandro. Inicialmente a Câmara Municipal de Vereadores de Farroupilha agradece e saúda as autoridades aqui presentes, entidades de classes, imprensa, Senhoras e Senhores. Reconhecer o trabalho prestado pelo homem e mulher do campo é fundamental e essencial. Nesta noite o Senhor Clemente Valandro, ladeado de sua esposa Rosa Dell’osbel Valandro, representam as famílias que assim como ele que pode contar com seu irmão: Carlos e esposa Ivanete e seu sobrinho Vinicios e esposa Raquel; família de agricultores farroupilhenses que tanto batalham pelo desenvolvimento da agricultura do nosso país. Sua preocupação vai além da agricultura, de forma discreta, a família busca contribuir socialmente com as entidades farroupilhenses, o que torna este certificado muito mais precioso. Eu pude acompanhar esse trabalho social de perto, estando à frente dessa Casa e com um envolvimento muito grande de toda a família para que nessa noite a gente pudesse ter uma festa bacana e Casa cheia, como aqui estou vendo. Agradecer, reconhecer e homenagear é o intuito do Legislativo farroupilhense ao conceder o Título Agricultor Destaque. Neste ano então, me alegro, pois pude acompanhar o entusiasmo e alegria com que o homenageado desta noite recebeu a notícia desta honraria. Acompanhou de perto cada passo da organização juntamente com os funcionários desta Casa. Também, fiquei sabendo agora na chegada que o Agricultor Destaque, seu Clemente Valandro, convidou todos os Agricultores Destaques que já foram concedidos o título nesta Casa, o que torna esta noite mais brilhante e o que faz com que a humildade do Seu Clemente vá além apenas da agricultura. Mas sim o entusiasmo, um trabalho digno, social e que contenta muito qualquer cidadão político e público dessa cidade. Convidamos então para fazer parte da Mesa o Exmo. Senhor Pedro Evori Pedrozo, Vice-Prefeito Municipal; Sr. Marcos Zucco, Presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural e o nosso homenageado desta noite Senhor Clemente Valandro. Informamos aos presentes que farão uso da Tribuna nesta noite, um Vereador por Bancada, o Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Marcos Zucco, nosso homenageado Clemente Valandro e o nosso Vice-prefeito Pedro Pedrozo. O certificado Agricultor Destaque foi instituído pela Lei Municipal nº 2.698, de 11 de junho de 2002, de autoria do Vereador Orlando Pegoraro. Neste momento então, daremos início aos trabalhos protocolares desta Casa e já então convidamos o Partido Socialista Brasileiro – PSB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite Presidente. Queria cumprimentar então os Senhores Vereadores, Senhora Vereadora, gostaria de cumprimentar nosso Vice-prefeito Pedro Evori Pedrozo, representando o nosso Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, cumprimentar aqui também os Secretários Vandré, Elaine, Glória que aqui estão presentes. Gostaria também de cumprimentar o Presidente do SINTRAFAR, Márcio, e aqui também cumprimentar o Presidente do Conselho Municipal de Agricultura, Marcos Zucco e de uma forma especial cumprimentar então a família Valandro. A família que é destaque então, está recebendo hoje a homenagem de Agricultor Destaque. Nesse sentido, eu gostaria de deixar uma coisa que ficou interessante aqui quando ouvi a respeito da família Valandro, até porque eu conheço, ele não me conheceu, mas eu conhecia de longa data, lá do interior, quando que naqueles tempos distantes existia a gincana e daí sempre atuante né. Na gincana dos agricultores, eu conheci, eu era menorzinho um pouco, então sabe aquelas pessoas que são mais velhas não conhecem os mais novos, mas os mais novos e não tão mais velhos, alguns anos poucos anos né, era uma diferença pequena até, mas eu lembrava de você e na conversa que a gente você nem lembrava de mim. Mas gostaria de deixar uma coisa clara assim que foi a ênfase que ele deu no sentido de ele estar representando a família. Ele veio aqui, receber essa homenagem representando a família, o irmão Carlos, sua esposa Ivanete, representando o sobrinho Vinicios, sua esposa Raquel, e ver que essa família é bem grande, família que eu digo no sentido de família mesmo, de laços familiares e amigos, pois nesse pequeno tempo que eu estou aqui, foram poucas as vezes que eu vi essa Casa tão cheia, foram poucas mesmo que vi essa Casa tão cheia. Com tantas pessoas, gente ficando em pé. Então isso demonstra que tipo de pessoa o Senhor é. Gostaria de dizer que no nosso amigo Brasil, algumas coisas, por exemplo, assim, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, MDS, no Brasil 70% de todos os alimentos que chegam à mesa da população são produzidos por agricultura familiar; 70% de todo alimento que chegam à mesa é produzido por pequenas famílias na agricultura. E daí isso já falei em outras ocasiões e algumas pessoas que aqui estão lembram disso, mas uma quantidade significativa não ouviu isso. Eu também sou do interior e chegou uma época que nós tivemos que sair do interior, eu junto com a minha família, tive que sair do interior; tivemos então que sair do interior, por quê? Porque não tinha condições, não tinha mais condições, hoje ainda é um pouco melhor o incentivo, não é o ideal, de forma alguma, mas ainda é um pouco melhor, na minha época isso não aconteceu. Chegou num ponto que eu tive que deixar meus pais e sair de casa, lá ficaram os meus pais e no tempo posterior fui lá buscar a minha família, porque as condições lá eram precárias. Esse investimento, esse olhar que o governo deveria ter para esses produtores, não é olhar que nós temos. A gente vê uma quantidade absurda dinheiro sendo desviado enquanto financiamentos existem sim, mas vejo dificuldades de conseguir, a burocracia de conseguir, embora os juros sejam interessantes até depois de conseguidas. Esses tempos atrás eu estava olhando JBS, a JBS conseguiu em 20 e poucos dias, 21 ou 26 não lembro, um financiamento de 1,1 quase 1,2 bilhões de reais, em 20 e poucos dias. Enquanto que uma família de agricultores, quando precisa desses financiamentos, demora quanto? Quanto que é a burocracia? Se nós tivéssemos investimentos naquela época, oriundas do governo, conseguisse pegar a um juro acessível, quem sabe não estaria lá hoje? Quem sabe minha família não estaria lá no interior? Então Senhor Presidente, quem nos dera de um dia a gente conseguir ter esse tipo de comportamento do governo, com olhar mais interessante para os nossos agricultores. Eu queria dizer de maneira bem rápida, agradecer ao Vereador Odair Sobierai que me permitiu que eu fizesse essa homenagem em função do nosso partido, dizer que o nosso tempo é curtinho, quando a gente começa a falar aqui o tempo voa. E agradecer a toda família Valandro, por ser uma família que está aqui na nossa região fazendo com que Farroupilha seja o que Farroupilha é. Muito obrigado, é um prazer poder estar aqui falando no nome de vocês. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Partido Democrático Trabalhista – PDT para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Excelentíssimo Senhor Presidente do Legislativo Municipal Thiago Pintos Brunet, Excelentíssimo Senhor Vice-prefeito Municipal Pedro Evori Pedrozo, Excelentíssimos Secretários Municipais, aqui quero destacar Vandré Fardin e em seu nome saúdo a todos os demais Secretários aqui presentes. Senhores Vereadores, Senhora Vereadora, Presidentes de partidos políticos, em especial quero destacar aqui a presença do Presidente do meu Partido, PDT, o Ex-vereador Lino Troes. Suplentes de Vereadores, representantes da imprensa e público em geral, sejam todos bem vindos. Gostaria de agradecer aos meus colegas de bancada, o Vereador Presidente desta Casa Thiago Brunet e o Vereador Raul Herpich, por ter me dado à oportunidade de ser o portador dos mais sinceros votos do PDT; onde homenageamos o Senhor Clemente Valandro, estendendo também esta homenagem a todos os seus familiares. Clemente, juntamente com sua família, trabalha na produção de laranjas e bergamotas. A empresa iniciou suas atividades em 1989 e desde o ano de 2004 aumentou a escala de produção, totalizando hoje cerca de 350 toneladas em 17 hectares cultivados de citrus. Nosso homenageado desta noite, assim como muitos outros agricultores de Farroupilha, é exemplo de dedicação e trabalho, que faz por merecer o destaque que tem na comunidade, que investe e acredita na agricultura familiar. Inclusive fomentando que o jovem permaneça no interior, não deixando subestimar-se e tornando-se referência no segmento. Queríamos que a sociedade percebesse uma grande verdade: se a indústria é a marca do progresso e a alta tecnologia o signo máximo da evolução material, é na agricultura que é a garantia de subsistência da humanidade. É a agricultura a base sobre a qual se sustenta todo o equipamento, porque ela é a mãe de todas as atividades humanas. Ressaltamos também a importância de sua família que participa efetivamente de todo progresso, mostrando que a agricultura familiar está presente sendo repassada de geração a geração. Vocês constroem a grandeza do nosso povo. São vários profissionais em um só, pois plantam, empreendem, inovam e administram. Vocês não tiveram medo de inovar e iniciar um novo tipo de cultura. Sentimos orgulho de ter junto a nossa comunidade pessoas que são destaques em seus segmentos, que levam sua marca e o nome de Farroupilha a ser reconhecida em todos os cantos do nosso estado. Pois nessas quase três décadas de trabalho a empresa já foi reconhecida diversas vezes pela qualidade de seu produto. Podemos dizer que por trás do sucesso econômico do Brasil existem homens no campo, que são a força humana desse país. Por isso nossa singela homenagem como reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Senhor Clemente e sua família; que DEUS ilumine a todos os agricultores e abençoe seu trabalho, como também o fruto do seu trabalho, que é aquele que chega até nossas mesas, todos os dias! Essa é uma pequena homenagem do Partido Democrático Trabalhista, os nossos parabéns.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido para que faça uso da Tribuna o Partido Republicano Brasileiro – PRB. Com a palavra o Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, colegas Vereadores, na pessoa do nosso Vice-prefeito Pedro Pedrozo, quero cumprimentar a todos os colegas do Executivo Municipal, os funcionários dessa Casa, a imprensa que se faz presente, a cada um dos Senhores que aqui hoje de forma expressiva vem prestigiar a esse momento de homenagem de referendar um valoroso homem do campo, na noite de hoje. Queria cumprimentar o Zucco, em nome do Conselho e pela belíssima escolha de trazer a essa Casa junto com os demais componentes do Conselho, para que a gente possa viver uma noite sem igual, de valorização ao trabalho do interior. Em especial ao nosso homenageado Clemente Valandro, quero te dizer Clemente, que você acaba, com um pequeno gesto já na chegada, quando tomado da emoção faz seus primeiros passos e vem até o centro dessa Casa e sem dizer sequer uma palavra já contagia a todos nós da mais profunda emoção. Eu quero dizer que a sua trajetória e o seu trabalho e a sua referência é uma referência da Farroupilha que dá certo. Nós temos que prestigiar uma comunidade que através do seu trabalho, do seu esforço, da sua criatividade, da sua persistência, valoriza a nossa cidade, valoriza os nossos agricultores e nos traz no dia que nem hoje, de trazer aqui o Vereador Presidente Dr. Thiago lembrava e da sua referência de trazer e eu vejo aqui alguns ex-homenageados desse mesmo destaque de Agricultor Destaque, mostra também que uma sociedade que pensa junto, uma sociedade que pensa que toda vez que possamos estar trabalhando de forma conjunta, nós vamos ter a certeza de uma comunidade que dá certo. E ficava eu aqui pensando que nós estamos aqui hoje somente para dizer ao Senhor e a sua família, as pessoas que junto com o Senhor trabalham no dia-a-dia, o nosso muito obrigado. Obrigado por cada suor derramado, obrigado por cada persistência, obrigado por cada determinação, obrigado pelos ensinamentos que foi passado para você através dos seus familiares, que você passe adiante através dos próximos que estão por vir. Há poucos dias atrás Valandro, eu vi aqui nessa Casa, alguns jovens de 17, 18, 20 e poucos anos que foram a convite do município, através de um processo, na coirmã cidade da Itália. E trouxeram pra cá experiências maravilhosas para compartilhar com homem do campo e aquele dia eu tive a certeza de ver que o nosso interior ainda tem muito jovem que continua na sua persistência de trazer essa referência tão presente. Então além de te homenagear hoje, quero te fazer um pedido, que você também como muitos agricultores que aqui estão junto com nós que estamos aqui no Poder Legislativo ou no Poder Executivo, que a gente possa fazer de tudo para incentivar essa nova juventude. Para que eles não saiam do campo, que não saiam do interior Valandro, que eles continuem, que persistam, porque está ali sem dúvida nenhuma o futuro do progresso desse país. Se tem uma coisa que nesse país dá certo, se chama agricultura, se chama agricultura familiar. Isso sim, nós homens públicos temos que, em todas as esferas, pensar em valorizar, não só com discurso, mas sim com ações, que possam dar ferramentas, incentivos e opções de trabalho forte para o interior, para que essa história continue. Então em nome do Partido Republicano Brasileiro, Clemente, um abraço bem apertado à sua família, à sua história. E muito obrigado por trazer essa referência para esse jovem Vereador. Meu muito obrigado. Boa noite a todos.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Partido da REDE Sustentabilidade para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Alberto Maioli.

VER. ALBERTO MAIOLI: Eu vou me apresentando, me sinto muito contente, vou saudando os Vereadores e o nosso Presidente, mas o meu abraço especial para este povo presente. Para este povo presente, me apresento desse jeito, me desculpem meus amigos se eu errar não sou perfeito, saudando o homenageado, também o Vice-prefeito. Também o Vice-prefeito tudo está predestinado, eu sinto no coração, um carinho que é dobrado, para a família dos Valandro que estão sendo homenageados. Que estão sendo homenageado não teve muito debate, foi uma grande vitória, nenhum sinal de empate, vocês foram escolhidos os agricultores destaques. Os agricultores destaques escutem o que lhes digo, tudo isso que merece por DEUS foi lhe concedido, por um grupo de alto nível, vocês foram escolhidos. Vocês foram escolhidos, falo com muito amor, a família dos Valandro são os grandes empreendedores, é uma família unida, exemplo de agricultor. Exemplo de agricultor rezar nunca é demais, tiveram os ensinamentos dos seus queridos pais, para que DEUS abençoasse os seus belos laranjais.  Os seus belos laranjais eu conto como é que é, lutaram tanto na vida, mas nunca perderam a fé, São Miguel é o padroeiro para manter vocês de pé. Para manter vocês de pé, esta família gentil, trabalhando honestamente, sempre mantendo o perfil, que é um orgulho para o Rio Grande e um exemplo para o Brasil. É um exemplo para o Brasil, às vezes dói à saudade e dos seus que já partiram para o campo da eternidade, deixaram a melhor herança que é a vossa honestidade. Que é a vossa honestidade é hora da despedida e que DEUS mantenha junto esta família querida. Sempre lhe dando saúde e muitos anos de vida. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Partido Progressista – PP para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, que missão, depois dos versos do Vereador Alberto Maioli, em uma melodia lindíssima, parabéns, fica difícil. O que nos facilita realmente nessa noite é ter aqui a presença do Clemente, representando a família e falar para esta família, aí isso facilita a nossa missão de vir aqui. Eu quero saudar Excelentíssimo Senhor Presidente desta Casa, Dr. Thiago Brunet, saudar os colegas Vereadores, colega Vereadora Dra. Eleonora Broilo, nosso Vice-prefeito Municipal, Pedro Evori Pedrozo, saudar os Secretários Municipais que aqui estão. Saudar a nossa imprensa, registrando esse momento único e impecável aqui na Câmara de Vereadores, com essa Casa lotada. Quero saudar a cada ex-destaque da agricultura que estão aqui também e nesse ato bonito do Clemente, dizer de que vocês são lembrados pelos colegas que estão vindo aqui de uma maneira muito linda, por parte do Clemente em trazê-los aqui, e lembrando o nome de cada um, parabéns a vocês que já conquistaram esse título. Falar na família Valandro, não é simplesmente falar, é acima de tudo agradecer a DEUS, quando Clemente recebeu a missão de liderar esta família, ele sabia da responsabilidade. E ele sabe que essa responsabilidade veio se somando a cada dia e nunca abandonou a família. Ele saiu, foi para a área comercial se tornando também um empresário lojista em Caxias do Sul, mas entre o vai e vem de Caxias do Sul, ele estava sempre à procura de uma segurança maior para poder também auxiliar em dirigir a maior empresa criada pelo universo, pelos seus pais e através dos exemplos esta empresa tem o nome família. Nas idas e vindas do Clemente, em algum momento o Clemente descobriu que ele tinha que buscar um apoio no meio do caminho. E eu imaginei, quando o Clemente relatando alguma coisa da sua vida, que o Clemente não seria um grande agricultor no futuro, ele seria a ‘Holambra’ do Rio Grande do Sul. Porque a tendência do Clemente, a gente entendia que ele seria um grande produtor de flores; porque ele colheu no meio do caminho ali pela Forqueta, por aquela redondeza, uma flor, de nome Rosa. Essa flor lhe deu dois cravinhos, são esses dois pequenos meninos que hoje formam a família do Valandro, mas ele quis desistir de ser um lojista para voltar para a sua origem e voltou. E trouxe um fruto da terra que seria aquela pessoa que construiria e ajudaria e o apoiaria e seria mais do que os 50% do sucesso que é o Clemente Valandro; é a dona Rosa. Aquela pessoa que o apoia, que o incentiva e que está sempre presente. Parabéns família Valandro, vocês tem uma herança, vocês tem nos pais de vocês, os exemplos, nesse irmão a persistência de nunca desistir. Eu quero te dizer mais Valandro, eu tinha escrito aqui algo muito lindo para falar, mas ouvindo os que me antecederam, eu achei importante dizer que tu também foi para o ramo comercial aprender quem sabe um pouco mais. Agora a APAE te agradece, a Escola Santa Cruz de Nova Milano te agradece, a comunidade de São Miguel te agradece, os ex-agricultores te agradecem. Nova Milano, o quarto Distrito, tem na tua pessoa o verdadeiro exemplo de um líder comunitário como ninguém, te doando boa parte, não somente na agricultura, mas no bem de toda uma comunidade. Então para encerrar, eu iniciei justificando que hoje era um dia de agradecimento e eu quero encerrar dizendo obrigado DEUS por existir dentro da sua criação, a natureza num todo, a terra, o homem representando a vida; que DEUS abençoe a vida de todos. E fundamentalmente daquilo que tu produz e daquilo que tu lidera, a família Valandro. Parabéns a todos vocês e que DEUS permaneça abençoando a vocês sempre. Na fé que vocês demonstram todos os dias na religiosidade e em acreditar no que fazem. Muito obrigado e boa noite a todos.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Movimento Democrático Brasileiro – MDB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Jorge Cenci.

VER. JORGE CENCI: Senhor Presidente, colegas Vereadores, saúdo aqui o nosso Vice-prefeito Pedro Evori Pedrozo, ao Marcos Zucco do Conselho Municipal da Agricultura. Saúdo também os Secretários Municipais aqui presentes, os Ex-vereadores e aqui quero fazer uma referencia ao Vereador Orlando Pegoraro, autor deste Projeto tão importante. Quero saudar a família Valandro, o Clemente Valandro, o Carlos Afonso Valandro, o Vinícios Valandro, seus familiares, seus amigos, os homenageados em outras oportunidades. Saúdo também os Presidentes das entidades aqui presentes, Senhoras e Senhores. Agricultor é aquela pessoa que acorda cedo todos os dias, tanto em época de plantio como em época de colheita. Sempre atuante e empenhado em prol da sua plantação, em prol das suas propriedades. Agricultor é quem procura manter e cultivar os laços familiares unidos, fortes, sempre com embasamento nos nossos pais, nossos avós; é uma tradição familiar, é uma tradição que o lado humano e o lado do carinho, do afeto, ele não se perde tão facilmente. Neste sentido, a família Valandro é uma referencia, é um exemplo, dentro desse quesito que eu apenas citei anteriormente. Hoje ocupo a Tribuna para lhe cumprimentar Clemente Valandro, cumprimentar a ti, a tua família, teus amigos e eu me sinto honrado e privilegiado em falar nessa Sessão Solene, uma Sessão importante e agradeço aqui a oportunidade que os meus colegas do MDB me proporcionaram e cito o Vereador Jonas Tomazini, Ver. Eleonora Broilo, Ver. José Mario Bellaver e Ver. Arielson Arsego agradeço por esta oportunidade. Esta homenagem também direcionada à família Valandro, se estende aos demais agricultores destaques e a todos os agricultores do nosso município. Agricultores que fazem do seu dia-a-dia, do seu trabalho com que o alimento, as frutas, a sua produção cheguem aos nossos lares e aos lares de milhões de cidadãos. Para demonstrar tamanha importância dessa classe profissional, têm-se como dados oficiais do Governo Federal que a agricultura é responsável por 30% do PIB do nosso país, 40% das exportações e 37% dos empregos no Brasil. Os agricultores também não sabem quando vão colher, o que vão colher, tendo em vista as intempéries e os dizeres de São Pedro. Estamos homenageados Clemente, Carlos e Vinícius, por mais que as intempéries aconteçam, vocês conseguiram se destacar dentro de seu ramo, trazendo uma referencia como a laranja de umbigo, a bergamota Montenegrina, que até então não eram cultivadas em nosso município. Permita-me estender os cumprimentos também ao seu trabalho voluntário, junto ao CPM da Escola Santa Cruz de Nova Milano, sempre atento às ações e os acontecimentos daquele CPM. Cumprimento também em nome da Comunidade de São Miguel pela participação no asfaltamento do acesso à comunidade, através do pioneirismo na parceria do financiamento com o Poder Público. Mesma parceria que se estendeu na viabilização da água potável, através do poço artesiano comunitário. Cumprimento também pela sua atuação junto à APAE do nosso município e por fim cumprimento pela participação como cozinheiro na Noite do Peixe. São esses atos que fazem com que a família homenageada hoje seja uma referencia e seja valorosa a sua homenagem, pois estão sempre envolvidos com os anseios da comunidade e inseridos no contexto para que a nossa comunidade e as entidades progridam e procedam sempre da melhor maneira. Parabéns pelo seu trabalho como agricultor farroupilhense. Vocês são merecedores desta homenagem. Obrigado e boa noite.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Partido dos Trabalhadores – PT, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Senhor Presidente, uma boa noite a todos e a todas; uma saudação especial ao Presidente dessa Casa, Vereador Thiago Brunet, colegas Vereadores, Vereadora Eleonora, nosso Vice-prefeito Pedro Pedrozo, ao Presidente do Conselho da Agricultura Marcos Zucco, aos Secretários Municipais presentes Vandré Fardin, Elaine Giuliatto e Maria da Glória Menegotto, ao Ex-prefeito Bolívar Pasqual, aos Ex-vereadores aqui presentes, Dr. Carlos Mario Paese, professor Raul Bampi, Paulo Afonso Schneider, Sérgio Rossi e também Presidente do Sindilojas, o Vereador autor desta bela homenagem Orlando Pegoraro e as Vereadoras que assumiram uma cadeira nessa Casa, a Márcia George e Anailde Valandro. Cumprimento os agricultores e agricultoras agraciadas em edições passadas aqui presentes, o cidadão emérito 2008 Valderiz Possa, obrigado pela presença, a imprensa falada e escrita. E principalmente os nossos homenageados, o Clemente Valandro, sua esposa Rosa e os seus sócios de trabalho, de luta, seu irmão Carlos Alberto e o seu sobrinho filho Vinícios Valandro, a esposa Raquel e a esposa do Carlos, a Ivanete. E ao cumprimentar os nossos homenageados estendo esse cumprimento a todos os familiares do Clemente que estão aqui presentes. Falar de agricultura é falar de superação, é de falar de luta, de trabalho, de sofrimento, falar de família é falar de medo. É falar do medo do tempo, se vai ter a geada, se vem à geada na hora certa, se vem, tardia, é ter medo da chuva, de muita chuva ou de pouca chuva, é ter medo da seca, do granizo. Mas falar de agricultura é falar de fé, fé numa vida melhor, fé na família, fé em DEUS, fé no trabalho. Todos nós somos frutos das mãos calejadas dos nossos descendentes que muito sofreram para construir o que nós temos hoje. Uma cidade pujante, uma região pujante, um país pujante. Falar de agricultores, de agricultura, é você passar em quase todas as casas do interior e observar nas janelas um terço, é observar ramos de oliveira que demonstram a fé no nosso bom DEUS, para que proteja as nossas produções. Esses agricultores, essas mãos calejadas nos proporcionam o que nós de mais sagrados temos em nossas casas, o nosso alimento. O que seríamos de nós sem o alimento? E dessa forma, nessa noite, nós homenageados uma família que muito faz pela agricultura, uma família que nós podemos comparar o tamanho dessas frutas, com o tamanho do bem que vocês fazem para a comunidade. Falar da família Valandro é falar das festas de São Miguel, é falar da Escola de Santa Cruz, é falar da participação no CPM no Natal da Escola, no bingo da Escola. É falar como o Vereador Jorge Cenci trouxe, da luta pela água, da luta pelo asfalto, do trabalho na APAE. Então nós temos aqui uma família que está sendo reconhecida pelo seu trabalho lá na terra, mas que representa muito mais para a comunidade farroupilhense. E por esse motivo, nós queremos parabenizar a todos os agricultores e agricultoras que lutam de sol a sol, para levar alimentos às nossas mesas. E Clemente, parabéns pela tua humildade, ao receber esse título, compartilhar com quem luta ao teu lado todos os dias. Porque ninguém faz nada sozinho e a tua humildade está presente aqui com essa Casa lotada. Parabéns, leve o nosso abraço, continue nessa luta, por que a agricultura sim, ela pode dar certo e vocês são um exemplo disso. Aproveito para saudar também o Ex-vereador Sedenir Bampi que está presente, o Vereador Lino Troes, obrigado pela presença e percebes Clemente, a quantidade de amigos e pessoas que gostam e que tem carinho por ti que estão nessa noite. Siga essa luta, com força, com fé, com trabalho, que todos os problemas, todos os desafios são superados. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Bem, depois da explanação de todas as bancadas agora, quero neste momento convidar o músico e cantor Caleb Coelho para sua apresentação.

  1. CALEB COELHO: Muito bem, é um prazer para nós estarmos aqui, quando nós falamos em agricultura, particularmente a mim, vem uma coisa que é otimismo. Porque o agricultor, acima de tudo ele é otimista. Imaginem vocês plantarem e não saber, como o Vereador Fabiano Picolli falou, não saber se vai vir chuva, se vai vir sol, se vai vir, quanto trabalho, quanta dificuldade. Nós que muitas vezes trabalhamos em nosso escritório, é fácil, mas o agricultor lá na terra, dói a mão, dói as costas, dói aquele nervo lá daquele país que é o Asiático sabe? Vocês já tiveram dor no Asiático? Aí tem que ir lá na massagista. Então é muito sofrimento, a gente sabe, a vida de agricultor e pensando nisso eu acho muito apropriado essa música que foi escolhida para que a gente possa demonstrar então um pouco do que a gente pensa dos nossos queridos agricultores. (APRESENTAÇÃO CALEB) Muito obrigado. Então claro que nós não temos o talento do Vereador Alberto Maioli, nem a beleza do Vereador Alberto Maioli, mas ficamos muito honrados de sermos convidados para essa família tão querida para fazer a homenagem junto com o meu amigo João Messinger então, que está aqui hoje para nos mostrar um pouco também do seu talento. Essa próxima música é uma música que na verdade é uma prece. Aliás, toda música é uma espécie de prece. Toda música que tenha uma boa letra, uma boa ideia, uma boa intenção. Então eu, com muito carinho quero cantar para vocês Aleluia, na versão para o agricultor. (APRESENTAÇÃO CALEB) Muito obrigado.

PRES.THIAGO BRUNET: Agradecemos então ao cantor e músico Caleb Coelho, muito obrigado Caleb, sempre é bom contar com seu apoio aí dentro da Casa Legislativa. Convido então para que faça uso da Tribuna nesse momento o Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, o Senhor Marco Zucco.

  1. MARCO ZUCCO: Senhoras e Senhores, boa noite. Minha saudação ao Excelentíssimo Senhor Vice-Prefeito Pedro Pedroso, ao Presidente do Poder Legislativo o Senhor Thiago Brunet, e em seu nome cumprimentar a todos os Vereadores presentes nessa sessão. Quero saudar o Secretário Adjunto do Desenvolvimento Rural, Rogir Centa, e aos Secretários Municipais presentes. Em nome do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, saudar a todas as entidades que fizeram parte da escolha do Agricultor destaque deste ano. Quero cumprimentar de modo especial o nosso homenageado, o Senhor Clemente Valandro e toda a sua família; cumprimentar ainda os seus amigos, imprensas, convidados e demais presentes. Saudar por fim todos que contribuíram para a realização desse evento. O nosso papel em quanto conselho, é destacar o potencial do setor primário, revelar quem se diferencia e incentivar a área. Esta é sem dúvida uma forma de mostrar o trabalho de nossos agricultores, que com muitas dificuldades, fé, vontade e dedicação, conseguem produzir com tecnologia muita qualidade, servindo de exemplo para toda a região. Nessa edição o segmento da citricultura foi o escolhido, e a indicação da família Valandro para receber essa importante certificação, não aconteceu por acaso. Mas sim por atender a todos os critérios que julgamos importantes, principalmente por ter um trabalho diferenciado, ser um exemplo de determinação, profissionalismo e liderança, sem esquecer o trabalho social e voluntário realizado em várias instituições do município. O agricultor destaque de 2018 mesmo com todas as dificuldades do setor, vem comprovando ao longo dos anos a necessidade de inovarmos a forma que tratamos a propriedade rural, deixando de ser meramente produtiva, para se transformar em uma atividade de negócio. Podemos destacar que a inovação e a visão empreendedora foram fatores importantes que impulsionaram o seu crescimento, e hoje transformaram a sua propriedade em um modelo de cultura. Esse é um incentivo à agricultura do município, a valorização de um trabalho executado que aposta na busca pela qualificação; se somos referência nesse setor, devemos isso ao comprometimento dos responsáveis pelo meio rural e as políticas públicas introduzidas nesse setor, agregando valor a propriedade. Essa certificação serve de referência para os demais, por que se os agricultores estiverem neste nível de excelência todo mundo sai ganhando. Para finalizar, gostaria de dizer a você Clemente que a distinção que vocês recebem hoje é sem dúvida merecida, pela determinação e coragem que permitiu que concretizassem seus planos, que permitiu viabilizar economicamente a atividade que desenvolve Que hoje permite que sirvam de exemplo, que hoje orgulha com certeza o Poder Público Municipal, essa Casa Legislativa, sua família, seus convidados e a cada um de nós. Mais uma vez cumprimentar, e que Deus permita que vocês continuem dando essa valiosa contribuição a todos, que como nós, valorizam o setor primário. Parabéns Clemente a toda a sua família. Uma boa noite a todos.

PRES.THIAGO BRUNET: Quero nesse momento então em nome do Poder Legislativo Municipal convidar o nosso Vice-prefeito, Pedro Pedrozo, que neste ato representa o Prefeito Claiton Gonçalves, para que juntamente com esse Presidente procedermos a Outorga do Certificado Agricultor Destaque do ano, ao Senhor Clemente Valandro e seus irmãos Carlos e Vinícios Valandro. (OUTORGA DO CERTIFICADO AGRICULTOR DESTAQUE DO ANO)

  1. CARLOS VALANDRO: Neste momento eu gostaria de agradecer a presença de todas as mulheres aqui presentes, principalmente a minha esposa Ivanete, a esposa do meu irmão Clemente, a Rosa, e a esposa do meu sobrinho Vinicios. Que subissem aqui no palco para receberem esta homenagem, que é tão merecedora quanto nós.

VICE-PREFEITO PEDRO PEDROZO: Estado do Rio Grande do Sul, Câmara Municipal de Farroupilha, Casa Legislativa Dr. Lidovino Antônio Fanton, agricultor destaque 2018. O Poder Legislativo Municipal, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Municipal 2.698 de 11 de junho de 2002, outorga o certificado Agricultor Destaque do Ano ao Senhor Clemente Valandro, em reconhecimento expresso ao trabalho desenvolvido em prol da agricultura do município.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido então para que faça uso da Tribuna o nosso homenageado Clemente Valandro.

  1. CLEMENTE VALANDRO: Boa Noite a todos. Inicialmente quero cumprimentar o Senhor Presidente da Câmara, Thiago Pintos Brunet, Senhores Vereadores e Vereadora, Excelentíssimo Senhor Vice-Prefeito do município Pedro Evori Pedroso, Senhores secretários e Secretárias, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, todas as autoridades aqui presentes, os ex-agricultores destaques, o Ex-vereador Orlando Pegoraro, autor da Lei Agricultor Destaque, os órgãos de imprensa aqui presentes. Quero fazer um cumprimento especial para minha família e por fim, todos vocês aqui presentes.

Este é um dia muito especial para mim e minha família. O título que recebemos hoje, muito nos honra, mas acima de tudo nos comove pelo forte significado que tem, representando o trabalho do agricultor. Eu vou falar para vocês um pouco da família Valandro, vou falar da onde veio e quem é hoje na família Valandro; vou falar um pouco para vocês da família Valandro na agricultura e vou também falar um pouquinho da família Valandro na comunidade e nos serviços sociais. Tudo começou assim: em 14 de fevereiro de 1909 em Santo Anton do Forromeco, morre Primo Valandro com a idade de 31 anos, deixando os filhos e esposa. Um dos filhos de Primo chamado Jesué Valandro, veio trabalhar em São Miguel e foi adotado pela família Finoti, residente na mesma localidade. Ali residiu por muitos anos. Na família Finoti, o filho Ferdinando era casado com Maria Colombo, que tiveram 7 filhos; no passar dos anos Ferdinando faleceu e Maria casou-se com Jesué Valandro, onde tiveram mais 6 filhos, e adotaram uma sobrinha, por parte dos Finoti, que tinha perdido pai e mãe. Os Finoti saíram todos de São Miguel. 3 filhos de Jesué Valandro, fixaram residência na comunidade de São Miguel; um deles, um desses filhos, Abílio Valandro ficou morando na casa paterna, casou-se com Faustina Veronese e tiveram 11 filhos. 3 desses 11 filhos ficaram residindo em São Miguel. Getúlio Valandro casou-se com Diva Mazzocco e tiveram 2 filhos, Gabriela e Vinicios. Carlos Valandro casou com Ivanete Mangini e têm 2 filhos, Amanda e Bernardo. Eu sou casado com Rosa Dell’osbel e temos 2 filhos, Bruno e Décio. Em 2002 Getúlio e Diva faleceram e seus filhos Gabriela e Vinícios vieram morar comigo e minha esposa Rosa. Hoje, Vinícios Valandro reside em São Miguel, é casado com Raquel Colombo e tem um filho, o Vicente e estão esperando a Veridiane, mais ou menos na família Valandro é por ali. Vou falar um pouco para vocês da família Valandro na agricultura. Nosso avô Jesué Valandro trabalhava com videiras, fazia vinho e também plantava de tudo para o sustento da família. Meu pai Abílio também trabalhou com videiras, fazia vinho e produzia algumas outras culturas. Toda vez que vinha para a cidade, trazia para vender algumas caixas de alface, abacate, cenoura, crem, ameixa de mato. Minha mãe vendia flores todos os anos no dia de finados. Assim passaram os anos com muitas e muitas dificuldades. Como éramos uma família grande, o trabalho começou muito cedo para todos, tanto para os homens quanto para as mulheres; ainda crianças íamos trabalhar nos vizinhos como diaristas. Conforme os anos foram passando os irmãos mais velhos foram saindo de casa para trabalhar na cidade.

Por volta dos anos 81 e 82 tivemos uma longa estiagem e a produção de uva foi pouca. Então eu e meu irmão Carlos resolvemos fazer uma plantação de pepinos, mas com a seca e sem irrigação precisamos puxar a água cerca de 300m de distância, com as mangueiras de tratar as parreiras. Passamos dias e dias irrigando os pepinos. Naquele ano tinha muita falta de verdura e o preço era muito bom. A colheita dos pepinos rendeu muito, que conseguimos comprar uma Kombi. Foi a partir desta plantação que eu e meu irmão Carlos começamos nossa sociedade. Nos anos seguintes começamos a plantar tomates e outras verduras. Com a produção aumentando, compramos um caminhão e três vezes por semana íamos para a Ceasa. No ano de 1989 foram colhidas mais de 80 toneladas de tomates, mas foi nesta mesma época que nós já estávamos de olho na citricultura. Começamos a observar que quando terminava a safra no Vale do Caí o preço sempre reagia. Um dia fomos à casa de um vizinho que tinha em sua propriedade três pés de bergamota e por sinal muito bonitas, justo naquela época que terminava no Vale do Caí. No mesmo ano plantamos 600 pés de bergamotas e 100 pés de laranja. No ano seguinte, começamos a plantação dos caquis, na época muito falado em jornais, rádios e, em 1992, uma parte do programa campo e lavoura foi gravado em nossa propriedade. Seguindo com o interesse pela citricultura, fizemos uma lavoura de bergamotas e laranjas em uma área de terras um pouco distante da nossa casa, mas não deu certo e tivemos que desistir dessa lavoura, porque antes da fruta ficar pronta os macacos e os quatis levavam tudo. No ano de 1996, surgiu uma oportunidade de negócio na cidade de Caxias do Sul. Junto com uma irmã montamos um comércio que deu certo, mas nunca largamos das nossas lavouras. Oito anos depois, poderíamos até abandonar a agricultura, tínhamos um negócio rentável e bom, mas resolvemos vender a empresa para um irmão, que continua até hoje e nós então começamos a investir mais na plantação de laranjas. Muitos duvidaram da nossa ideia. No ano de 2004, fizemos a primeira plantação junto com o sobrinho Vinícios. No mesmo ano eu e meu irmão Carlos adquirimos uma área de terras perto da nossa comunidade, essa área de terras foi plantada no ano seguinte. Em 2007 fizemos mais uma plantação e em 2009 outra. No ano de 2014 começamos a investir mais no plantio de bergamotas. As plantações foram crescendo, vieram as pragas e as doenças. Na época tanto nós quanto técnicos da nossa região, tínhamos pouca experiência com citros, então tivemos que buscar informações no Vale do Caí com agricultores e agrônomos daquela região. Por vários anos fomos para alguns munícipios do Rio Grande do Sul em palestras de profissionais e agrônomos formados em citricultura, buscando sempre o melhor para nossas lavouras. Segundo dados dos nossos compradores e de um professor e agrônomo da Universidade Federal do RS formado em citricultura e palestrante em todo nosso Estado, hoje a família Valandro na variedade laranja umbigo Monte Parnaso está entre as cinco maiores produtoras do RS. Nosso objetivo é produzir frutas de qualidade, foi pensando nisso que no mês de dezembro de 2017, a família foi homenageada por uma grande distribuidora de frutas do estado pela qualidade, sendo uma das melhores safras já colhidas. No mês passado a família Valandro novamente foi homenageada por uma entidade da nossa região, pela dedicação e trabalho na agricultura. Vou falar para vocês alguns dos nossos serviços sociais, os nossos queridos Vereadores, muito obrigado a todos, já falaram alguma coisa, e eu vou falar alguma coisinha também. Desde s gerações de nossos avós, a família Valandro, além do trabalho sempre teve como grande missão colaborar com causas sociais e nas comunidades. Dentre elas podemos destacar o avô, como um dos fundadores do Hospital São Carlos, seu nome é lembrado em várias igrejas do município. Quando a igreja de São Miguel foi construída, meu avô e meu pai ofereceram hospedagem durante seis meses para todos os pedreiros que estavam trabalhando na construção, meu pai também por muitos anos assumiu as lideranças da comunidade. Hoje a família Valandro continua seguindo os exemplos deixados por eles, colaborando em vários segmentos da sociedade. Minha vida social começou desde a juventude, como líder sindical o qual me proporcionou conhecer todo o interior do município, ajudando nas gincanas e encontro de jovens. Por várias vezes participei de viagens reivindicando melhores preços para os produtos agrícolas. Desde então a vida foi me impondo outros compromissos. Fui integrante da comissão pró-asfalto para São Miguel, participei nas diretorias da sociedade e poço artesiano, hoje sou Presidente do CPM da Escola Santa Cruz pelo segundo mandato. Dentre todos os serviços sociais que estive envolvido até hoje, tenho uma grande gratidão por ter participado de todos eles, mas tem um deles que me marca profundamente, pois proporciono a alegria de muitas crianças e jovens. Com tudo isso fiz um grande grupo de amizades que carrego comigo dentro do meu coração. Também atuo como tesoureiro da equipe administrativa da Capela São Miguel junto com meu sobrinho Vinícios, que é o presidente atual, sua esposa Raquel é presidente do Clube de Mães. Meu irmão Carlos é membro da diretoria da APAE e sua esposa Ivanete é Presidente do CPM pelo segundo mandato. Rosa minha esposa, Raquel e Ivanete são integrantes do grupo de cantos da comunidade. Por vários anos a família Valandro faz doações de frutas para escolas e entidades do município, também colaboramos com a casa da criança por quase 20 anos. Enfim, está dentro de todos nós da família Valandro colaborar e ajudar ao próximo. Que Deus nos de sempre saúde e disposição para continuarmos. Antes do meu agradecimento final quero convidar todos os ex-agricultores destaques aqui presentes e o Ex-vereador Orlando Pegoraro, para que no final da sessão se dirijam até aqui à frente para que possamos registrar esse momento. Eu quero agradecer aqui todos, só vou deixar um recadinho a vocês Vereadores, a todos vocês, assim que a família foi homenageada, estou aqui representando a família, eu quis passar um a um, de todos os Ex-vereadores, desculpa os ex-agricultores destaque, quis conhecer as famílias, quis conhecer o que eles plantam, o que eles fazem no dia a dia. Eu incomodei um pouquinho a Márcia da EMATER, obrigado pela sua presença que está aqui, mas ela me ajudou a fazer esse trabalho, muito obrigado Márcia. Por isso eu quero já falei aqui o meu presente para os ex-agricultores destaques, para nós deixarmos registrado, e relembrar mais uma vez esse momento de alegria que a família Valandro está passando hoje. Eu quero agradecer todas as autoridades já mencionadas, um agradecimento especial para a minha família, ao cantor Calebe Coelho, quero agradecer toda a comunidade de São Miguel, a todos os nossos fornecedores e compradores, direção, professores e alunos da Escola Santa Cruz; hoje eu digo para vocês todos, do fundo do meu coração, Escola Santa Cruz, minha segunda família. Enfim todos vocês aqui presentes. E para finalizar deixo com vocês uma pequena mensagem: “Somos o resultado de nossas escolhas e decisões, em nossas mãos estão à felicidade ou o sofrimento. É certo que não podemos voltar no tempo e apagar o que foi feito, mas sempre podemos começar de novo e fazer diferente.”.

Quero deixar mais um recadinho para vocês, toda vez que me convidam para gritar os números de rifão, seja de escola, seja São Miguel, seja nas outras comunidades que me chamam, seja aonde for. As minhas últimas palavras, eu sempre digo, “Levem para casa um abraço da tal comunidade, levem para casa um abraço da escola, levem para casa, aonde quer que eu esteja”. Eu não poderia deixar de repetir essas mesmas palavras aqui hoje, cada um de vocês aqui presente nesta noite, levem para casa um abraço, mas daqueles bem apertado, de toda a família Valandro. O meu muito, muito obrigado a todos.

PRES.THIAGO BRUNET: Bom dando segmento ao protocolo da Casa, convidamos então a Senhora Simone Guerra, que fará uso da Tribuna em nome da comunidade de São Miguel.

SRA. SIMONE GUERRA: Boa noite, Excelentíssimo Senhor Vice-Prefeito Municipal Pedro Pedroso, Ilustríssimo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vereadores Thiago Brunet, Ilustríssimo Senhores Vereadores, Ilustríssimos Secretários Municipais, Senhores e Senhoras representantes de entidades, membros da sociedade civil, meios de comunicação, amigos, convidados e colaboradores da preparação desta homenagem. É com muita alegria que falo nessa ocasião, ou seja, na 27ª entrega ‘Certificado Agricultor Destaque’ instituído pela Lei Municipal 2.698 de 11 de junho de 2002. Escolha feita pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e pela Câmara Municipal de Vereadores. Estou no momento representando a comunidade de São Miguel. São Miguel está em festa, pois temos 2 agricultores destaques, hoje queremos agradecer por evidenciarem o nome da família Valandro, que muito bem representa o tripé, força, fé e amor a Deus. Ela traz consigo a força para viver e lutar pelos sonhos e vitórias, a fé para fazer tudo tornar possível, ela vive a doutrina de Deus sabendo que ele está no controle de todas as coisas, fazendo o melhor. A comunidade de São Miguel sente-se honrada e agradecida às famílias de Carlos Afonso Valandro, Clemente Valandro e Vinicios Valandro por divulgarem a pequena comunidade, mas não menos importante São Miguel. Família Valandro, agradecemos por nos permitirem o convívio e partilharmos de nossas vidas familiares e comunitárias, a partilha das vivências, das horas boas, e também das horas ruins, pois elas são comuns a todos nós. Obrigado por não abandonarem a agricultura, atividade que tem objetivo garantir a subsistência alimentar do ser humano; a importância da agricultura é insubstituível, pois é a partir dela que se produzem os alimentos e os produtos primários utilizados pela indústria, pelo comércio e pelo setor de serviços. Convido o Senhor Ronaldo Guerra, o Senhor Geraldo Sperafico, a Senhora Lourdes Sperafico e o Senhor Ênio Ravizzoni e a Senhora Carmem Ravizzoni para entregarem as placas de agradecimento aos Senhores Carlos, Clemente e Vinicios e as flores as Senhoras Ivanete, Rosa e Raquel. A comunidade de São Miguel sente-se feliz pela oportunidade de poder nos manifestar, desejamos a todos uma boa noite.

PRES.THIAGO BRUNET: Convido então nesse momento para que faça uso da Tribuna em nome do Poder Executivo Municipal o nosso Vice-prefeito Pedro Evori Pedrozo.

VICE-PREF. PEDRO EVORI PEDROZO: Boa noite, boa noite a todos. Quero saudar o Presidente da Câmara o meu amigo Vereador Thiago Brunet, quero saudar a todos os Vereadores, saudar o senhor Clemente e sua família que hoje nos honram e nos enchem de orgulho, saudar o Zucco que dirige o conselho né Zucco, que foi um dos nossos homenageados. Venho aqui em nome do Prefeito Dr. Claiton Gonçalves honrosamente em um dia importante para a Câmara, venho representar o Município de Farroupilha e dizer, de trazer Clemente a ti e a tua família um abraço do Prefeito Dr. Claiton. Hoje é um dia muito importante na nossa cidade, nós construímos um prédio para ser a UPA, que era a Unidade de Pronto Atendimento 24hs, esse prédio por não ter a parceria dos governos do Estado e do Governo Federal mais, então ele foi repassado para o Município e nós estamos a partir de hoje um braço do Hospital do Câncer de Barretos, que está vindo para cá. Nós somos um dos Estados com maior incidência de câncer, por que a nossa população é branca e nós temos mais incidência de câncer e nós vamos ter um Hospital Regional de Câncer aqui instalado no nosso Município que vai ter uma unidade móvel, que vai recorrer à região trabalhando e fazendo diagnostico e tentando dar a nossa gente uma vida melhor e tenho certeza que vai melhorar. Então por esse motivo o Prefeito Dr. Claiton Gonçalves não está aqui conosco, mas eu com alegria, sobrou a mim essa boa tarefa de vir conversar com vocês. Quando o Clemente resolveu que ele tinha que buscar os ex-homenageados, ele quis com esse gesto, dizer o quanto é importante esse prêmio. O Orlando foi meu colega Vereador, ele criou um prêmio, por que ele tinha preocupação e o Orlando está aí, não onde é que ele está, mas ele está aí no meio, ali o Orlando, querido do Orlando; o Orlando sabia da importância e nós todos soubemos da importância, e nós todos soubemos da importância, mas o Orlando teve a felicidade de dizer que a Câmara tinha que de vez em quando chamar um para agradecer, chamar um representante dessa classe, e daí nós começamos, naquele ano foi o Senhor José Pasa, depois o Ricardo e a Marta Raupp, e o seu Ricardo já foi embora, foi para o céu, depois tivemos o Carlos e o Mário Massignani, depois teve Dolorindo Pozza que também já se foi, depois tivemos seu Orlando Tang, seu Plinio Tonet lá da tua comunidade seu Plinio, depois tivemos o senhor Pedro Antônio Capelleti que também, depois o Marcos Antonio Zucco que está aqui conosco, ativo, trabalhador, Omar Pasa, o Nelson Bortolanza, o Paulo Cezar Perini, o Paulo De Cezaro, a Claudete Lurdes Casa Grande, o Alexandre Henrique Bazzo, o Jandir Baggio, o Marcelo Bica Ferrari e agora o Clemente e a sua Família. Eu pedi para a Assessora da Câmara, procura o significado do nome Clemente para mim, enquanto a gente estava esperando aqui eu pedi para a moça ali, e diz o seguinte, o nome Clemente apareceu na Inglaterra, ali pelo século XII, e teve uma influência muito grande de São Clemente. São Clemente, ele era conhecido como um dos discípulos de São Paulo e se tornou o 4° Papa de igreja católica. Teve 14 Papas com o nome de Clemente, 14 Papas na história da igreja católica tiveram o nome de Clemente, Clemente significa brando e bondoso. O que a gente ouviu falar aqui, de todos os Vereadores, tudo o que eles disseram tinha ternura, o Vereador Sandro Trevisan falou das dificuldades e da importância, o Vereador Aldir Toffanin falou da família e da importância do agricultor, o Vereador Tiago Ilha falou de gratidão e ternura, o Vereador Alberto Maioli um poeta, cantou e nos encantou, o Vereador Tadeu Salib dos Santos falou de flores, e olha que o Clemente não brinca com flor, por que as rosas que eles deram era do tamanho das laranjas que ele cria, enorme, e ele gosta de rosa e eu vi o quanto que ele gosta de rosas, o Vereador Jorge Cenci falou de referência, de afeto, o Vereador Fabiano André Piccoli falou de humildade; todos falaram muitas coisas bonitas. Mas quando eu vi o Clemente falando aqui, eu olhei e o Carlos encheu os olhos de água, e o Vinicios corria lágrimas, e eu olhei aqui para traz tinha uma loirinha Assessora da Câmara e ela veio e enxugando as lágrimas, e logo em seguida a Simone falou com a voz embargada. Que ternura nós estamos vivendo na noite de hoje, quanta coisa boa foi trazida, quanto sentimento bom foi trazido para dentro da Casa do Povo. Clemente quando esse conselho te escolheu, te escolheu por tu ser um exemplo, e meu pai dizia, a gente ensina muito mais pelo exemplo do que pelas palavras. Tenho consciência disso, tenho consciência que o exemplo ensina muito mais do que muitas palavras, não basta tu dizer, tu tem que fazer. Quando o conselho escolheu e a Câmara de Vereadores deu redundância a esse Evento, ela quis dizer para toda essa gente que trabalha todos os dias, muito obrigado. Ela quis dizer o que cada Vereador falou aqui ternamente dizendo muito obrigado, daí os caras dizem, mas a Câmara de Vereadores só faz homenagem, não. Câmara de Vereadores trata de coisas complicadas da comunidade, são muitas vezes injustiçadas as pessoas que vem para cá, por que elas têm que tratar de coisas que às vezes não é do agrado de todos, mas hoje de noite, todos eles estão muito felizes, todos os Vereadores estão muito felizes, e poucas vezes eu vi uma plateia tão grande, tão variada, com tantas autoridades como se tem essa noite aqui. Quero dizer que em nome da Administração Municipal, em meu nome, em nome do Prefeito Dr. Claiton Gonçalves, nós estamos extremamente honrados, em poder ter gente que nem vocês, que nem a família Valandro, e que nem todas essas famílias, que nos honram, por não falar, mas por dar o seu exemplo de ternura, de grandeza que torna o nosso lugar melhor. Vi que tu és exagerado, as tuas flores não são pequenas, as tuas rosas são enormes, tuas laranjas são maior que uma ‘bocha’, teu amor por nosso povo é muito grande, por que eu senti e vi em tudo que tu faz. Que Deus te abençoe, em nome da Administração Municipal, em nome de toda essa gente que te olha com ternura, em nome das lágrimas que foram derramadas essa noite, nós queremos te dizer muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Bem quero então em nome do Poder Legislativo, agradecer a presença do nosso Vice-prefeito Pedro Evori Pedroso, parceiro nosso aí, Presidente do Conselho do Desenvolvimento Rural Marcos Zucco, muito obrigado Marcos, nosso Homenageado Senhor Clemente Valandro, é um prazer imenso ter recebido você e sua família hoje aqui na Casa Legislativa, a todos os familiares, a todos os amigos, senhores, senhoras, imprensa, funcionários da Casa. Queria dar o meu profundo agradecimento mesmo, por que todos os Vereadores aqui sabem da minha força que eu tenho tentado fazer com que essa Casa fique assim né, sempre tentando quando vai homenagear convidar o máximo de gente possível, quando tiver algum assunto polêmico convidar as pessoas para que participem. Essa Casa é a Casa do dissenso, é a Casa dos debates, mas hoje o senhor fez com que todos nós Vereadores entrássemos num consenso e fizéssemos uma homenagem linda, a sua pessoa e a sua família. É com muita honra que eu quero aqui, o mesmo abraço que o senhor deu para todos nós, eu quero que o senhor sinta o abraço do Poder Legislativo dizer que, sem dúvida nenhuma a nossa Casa sempre estará aberta para o que o senhor precisar, para que o senhor precisar reivindicar através do microfone da Casa do Povo, para ti, para a tua família e para toda a comunidade de São Miguel e para todas as demais comunidades obviamente. Quero dizer aqui para finalizar, que esses dias eu escutei uma frase que vai ao encontro do que o nosso Prefeito estava falando aqui a pouco, “que as palavras movem, mas o exemplo arrasta”. E o Senhor com seu exemplo de pessoa no campo e pessoa inserida dentro, no cerne, da comunidade de Farroupilha, não tem coisa mais bonita para nós na Casa Legislativa do que receber e poder dar está homenagem hoje ao Senhor. Muito obrigado em nome de todos os Vereadores, eu acho que eu posso dar um grande abraço ao Senhor e sua família. Nada mais então a ser declarado essa noite, em nome de DEUS, declaro encerrado os trabalhos da presente sessão. Muito obrigado a todos e boa noite.

 

 

 

 

 

 

 

 

Thiago Pintos Brunet

Vereador Presidente

 

 

 

 

 

 

 

Odair José Sobierai

Vereador 1º Secretário

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.