Pular para o conteúdo
19/07/2018 13:48:37 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3820 – 05/03/2018

SESSÃO ORDINÁRIA

 

Presidência: Sr.  Thiago Pintos Brunet

Às 18:00 horas, o Senhor Presidente Vereador, Thiago Pintos Brunet assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Fabiano André Piccoli Jonas Tomazini, Jorge Cenci José Mário Bellaver, Josué Paese Filho, Odair José Sobierai, Raul Herpich, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Tiago Ilha.

PRES. THIAGO BRUNET: Boa noite a todos. Invocando o nome de DEUS declaro abertos os trabalhos da presente Sessão Ordinária. Em aprovação as atas nºs 3.816 de 19.02.18 e 3.817 de 20.02.18. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovadas por todos os Senhores Vereadores. Dando seguimento ao Protocolo dessa Casa, hoje a Tribuna Livre fará uso o Clube de Mães Sagrada Família do 1º de Maio. Convido então a representante para que faça uso da Tribuna. Com a palavra a Sra. Maria Rodrigues, representando o Clube de Mães Sagrada Família do 1º de Maio.

SRA. MARIA RODRIGUES: Boa tarde a todos. Eu vim aqui como representante do nosso Clube de Mães para convidá-los para o nosso café colonial em comemoração ao aniversário de 18 anos do nosso Clube. Estamos também participando da 5ª Jornada da Mulher e gostaríamos que todos participassem indo ao nosso jantar que será muito bom e tem também a dança depois. Vocês serão bem-vindos. Gostaria de entregar os convites. É dia 17 de março de 2018, que tem já no dia 18 o dia da Mulher Farroupilhense, tudo será comemorado junto.

PRES. THIAGO BRUNET: Gostaria de agradecer a Senhora Maria Rodrigues pelo convite a todos os Vereadores. Sem dúvida nenhuma eu farei todo esforço para estar presente. Acredito que todos os Vereadores aqui também. Muito obrigado e obrigado pela presença de vocês e eu faço o convite agora a vocês para que permaneçam na Sessão e assistam ela. Muito obrigado. Dando seguimento então, passamos ao espaço destinado ao Grande Expediente.

GRANDE EXPEDIENTE

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Partido Republicano Brasileiro – PRB para que faça uso da Tribuna. Com a palavra então o Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, caros colegas Vereadores, todas pessoas que acompanham essa Sessão, as pessoas que nos acompanham também através das suas casas pela internet, também cumprimento a imprensa que traz a importante missão de levar até a casa de todos os farroupilhenses as informações que são trazidas nessa Casa Legislativa. Queria cumprimentar também aqui a todos também Presidentes de partidos, está aqui o Nestor do Partido Progressista, os companheiros também do Partido Republicano que prestigiam e um cumprimento especial a toda diretoria do Clube Santa Rita, na pessoa do nosso Presidente Oscar e também pelo belíssimo trabalho que vem conduzindo e hoje será tema também dessa Sessão. Gostaria de falar Senhor Presidente, caros colegas Vereadores, primeiro de ocupar esse espaço para dar os parabéns ao encaminhamento da Secretaria Municipal de Esporte, junto com a Liga Farroupilhense de futebol. Hoje fiquei sabendo da realização da primeira taça Farroupilha de futebol, que vai acontecer em abril, de futebol de campo, temos duas categorias, categoria livre e categoria veterano. Esse Vereador no final do ano passado também trouxe aqui com a contribuição de todos os Vereadores, um importante, também uma sugestão, para que voltasse a ter esse fomento do futebol de campo principalmente no município de Farroupilha e eu acho que o trabalho da liga tem sido importante através também do auxílio da Secretaria Municipal de Esportes, espero que possa ser realizado muito bem esse campeonato que se avizinha, que possa ter o maior número de times possíveis.  O que me traz como tema principal, na nossa Sessão de hoje, é sobre o grande número de animais maltratados e animais abandonados no nosso município e estou falando aqui, me referindo aos animais de grande porte, cavalos e outros. Trouxe alguns dados a nível de Brasil, que só em 2016 teve mais de 2.600 acidentes só em estradas federais, causados por animais em situação de abandono. Também alguns números, também de estradas, rodovias federais, que acabou desses tendo mais de 1.800 pessoas feridas e animais, mais de 90 pessoas perderam a vida por um acidente totalmente imprevisto de um animal que acaba atravessando a via e um animal de grande porte aqui dando exemplo como o cavalo, pode ter a condição não só de perder a vida do animal, mas também de perder a vida das pessoas, no nosso trânsito. E trazendo para a realidade da nossa cidade, aqui a gente trouxe uma reportagem recente da Rádio Spaço, que falava sobre mais uma situação de abandono e aí se a gente entrasse nessa área também dos maus tratos, seguidamente presente da nossa cidade, na zona urbana, na zona rural e nós demos uma estudada sobre o tema, até a nível de Brasil. Estaremos apresentando nas próximas semanas nessa Casa, um Projeto sugestão de Lei que dispõe sobre apreensão, registro e cadastramento de animais de grande porte, soltos nas vias públicas e zona urbana e rural do município de Farroupilha. Então está no momento de regulamentar isso, então esse Projeto Sugestão que nós vamos trazer nas próximas semanas, até a minha colega Vereadora Doutora Eleonora comentou e eu faço referência a reportagem de um responsável pelo Executivo desta área, onde que ele afirmou que estaria já tramitando na Câmara de Vereadores um Projeto dessa natureza e como todos os Vereadores sabem, até o momento não temos nenhum Projeto sobre isso tramitando na Casa. Então, por uma questão de justiça e tão bem como esse funcionário nunca conversou comigo a respeito sobre isso. Então eu estou trazendo isso por nossa iniciativa, também por uma conversa que nós estamos tendo com muitos, principalmente com o seguimento do tradicionalismo que hoje tem muitos cavalos, onde que são colocados em cavalgada, são colocados também em torneios de laço e também para o lazer, para o ecoturismo que também existe bastante aqui no nosso município e esse Projeto que nós estamos ainda lapidando ele, trazendo para a realidade do município, ele é dividido principalmente em, primeiro de tudo a identificação do proprietário, que é um dos pontos difíceis de ter, principalmente quando ele, o proprietário abandona o animal em situações lamentáveis e nunca mais aparece. Tenho alguns exemplos que a gente tem observado no Brasil, que estão dando certo, lá no nordeste tem muito, então quando não consegue identificar de quem é o animal, o município ou tem uma estrutura própria de abrigo temporário, ou contrata uma empresa terceira que possa abrigar esse animal obviamente através de licitação para o X tempo, se nesse X tempo, depois de ele ser medicado, acompanhado, estar em condições mínimas de convivência e não apareceu o proprietário, e ser identificado, o que é o mais importante desse trabalho e hoje tem identificado assim como os animais de pequeno porte pelo chip, a ideia, em algumas cidades eu achei uma sugestão muito boa, coloco em leilão um animal depois recuperado, fazem leilões municipais, colocam em leilão e esse leilão beneficente é destinado ou para entidades do município ou para bancar as despesas com a própria Lei que o município poderá ter. Talvez possa criar uma despesa nova pro município? Até pode, mas eu imagino que é uma situação que vem sido recorrente no nosso e que está no momento de ser regulamentado e aqui eu estou trazendo uma sugestão de Projeto de Lei, porque nós Vereadores e eu comentei isso aqui em algumas Sessões, temos algumas limitações e a gente não pode sair daqui com uma Lei que talvez fosse o mais óbvio dentro da nossa função de Vereador, mas a Lei nos limita, por isso que nós temos que criar uma sugestão de Lei e que ela se for acatada pelo município, pelo Prefeito, volto aqui como exemplo de outras né, que tiveram, e aí vira Lei. Mas eu acredito muito, nosso Vereador líder do governo, que é um tema que tem que ser regulamentado, não pode mais um tema como esse, importante, e aí nós estamos falando no bem-estar dos animais de grande porte, me lembro que na nossa discussão, nosso Presidente da Frente Parlamentar dos Animais, Vereadora Dra. Eleonora comentou que nós não colocamos o animal de grande porte na sugestão do Projeto que nós estamos tentando trabalhar também para virar Lei, por ser um pouco mais específico do que o animal de pequeno porte, o animal doméstico. Então também por ser específico nós estamos estudando bastante o tema para tentar apresentar aqui, eu vou pedir até a ajuda de todos os Vereadores, antes de protocolar essa sugestão. Eu vou tomar liberdade de compartilhar com todas as bancadas o texto, para que, se vocês, antes de nós protocolarmos aqui, vocês possam nos ajudar, inclusive vou encaminhar também para Frente, talvez ali para a Frente de Defesa Animal, para que quando a gente conseguir protocolar aqui, que tenha uma força de todos os Vereadores né, pra que quando chegar no Executivo desperte também a importância do Executivo de mandar aí nosso Vereador Líder de Governo, um Projeto definitivo de Lei a essa Casa e conversando com algumas pessoas que vivem isso no dia a dia, eles tem me descrito outras situações que acontecem toda semana, que ás vezes a gente não acompanha pela imprensa, Vereador Tadeu, mas que toda semana tem pelo menos tem um desses Senhores que lida muito com cavalo e que toda semana é chamado pela Polícia Rodoviária, chamado pela Brigada Militar para ir interceder em alguma situação de abandono, de maus-tratos, e também é visível, se a gente andar pela cidade, em muitos lugares acho que alguns de vocês já se perguntaram “como é que pode um animal desse estar nessa situação? Como é que pode um animal estar sendo tratado desta forma? ” E quem anda pelas rodovias, já não foi mais do que uma, outras tantas vezes que acompanhou e encontrou e visualizou animais abandonados nas vias, as vezes de alto tráfico e que a possibilidade de acontecer um acidente é evidente, é muito grande, então quando se trata de interesse público e coletivo, é o nosso papel também como Vereadores, de trazer e debater esses temas de enorme importância para nossa cidade de Farroupilha e para tanto, nós estamos também trazendo esse assunto aqui na Tribuna e que nas próximas semanas com a contribuição de todas as bancadas devemos apresentar uma sugestão de um PL. Para findar o meu tempo, queria novamente falar sobre, e eu acho que também será tema aqui de outros Vereadores, porque é um problema da nossa comunidade, o tema da água. Falamos aqui a semana passada, semana retrasada e eu coloquei como objetivo: se esse é um espaço que as pessoas me deram através do voto, nem que eu tenha que falar todas as Sessões até o problema ser resolvido, eu vou voltar aqui e vou falar em todas as Sessões até ter o encaminhamento. O que a gente não pode mais aceitar é a situação que a CORSAN trata o Município de Farroupilha, que trata quase 80.000 pessoas que dependem, e que, agora semana passada, durante o final de semana, sexta-feira, quinta-feira quem mora na região central já teve problema com água de novo, quem mora na região central já viu. Então aquela questão que se levantava “ah não, o problema aconteceu, passou e tal e aqui eu não estou culpando de forma nenhuma os nossos funcionários da CORSAN, que fazem um trabalho aqui, mas nós temos que chamar a atenção da gerência desta companhia, nós temos que chamar a atenção do Governador desse estado, para que ele olhe pra Farroupilha e busque o encaminhamento, nem que seja para fazer cumprir um contrato que existe. E que esse contrato seja cumprido e que o município, que o nosso Prefeito Municipal também auxilie para que esse contrato seja cumprido de forma íntegra e que o Rui que debate muito esse tema, conhece muito desse tema e tenho certeza que poderá contribuir, o que não dá é pra uma cidade que talvez uma das poucas cidades do nosso estado que dá lucro para a CORSAN, ter esse desprezo, esse descaso com a água. Imaginem, eu falei isso já algumas semanas atrás, um farroupilhense só não pode pagar a conta da água, vê se ele vai ter água na casa dele, é claro que ele não vai ter. Então nós estamos falando que um serviço essencial que é a água, que ele pague, e paga bem, o Rio Grande do Sul é um dos estados que tem a tarifa mais elevada do país,  então se a gente paga bem, dá lucro, o mínimo é olhar, se eu sou uma companhia, eu tenho que olhar primeiro para as cidades que estão dando super certo, então essas eu não posso perder, porque aí eu me coloquei no outro lado, uma companhia é uma empresa, uma empresa que presta serviços. Estou prestando serviço de água, então eu tenho que atender bem os meus clientes.  Então eu estou olhando o meu rol de clientes, todos os meus clientes são importantes. E aqui temos o pessoal do Comércio, o meu cliente é o meu principal, é minha joia, minha preciosidade e se eu tenho um cliente que me dá lucro, então ele é mais preciosidade ainda e aí eu trato ele pior que todos, então não pode acontecer dessa forma. Então desculpa, como não ter gerador uma cidade como a nossa, uma companhia como a CORSAN não ter um gerador de emergência, não dá. Então se tem que fazer investimentos para ajudar os funcionários daqui, prestar um bom serviço, então nós temos que fazer essa discussão, levantar esse assunto, quantas vezes forem necessárias para que a CORSAN possa olhar de forma definitiva e o mínimo que a cidade de Farroupilha precisa é ter a condição de abrir a torneira e ter a água para o seu consumo. Estamos pedindo o mínimo e não estamos nem falando nos mega investimentos que tinham na promessa do tratamento do esgoto e outros que até esse momento não foram realizados. Nós falamos aqui e o que mais nos deixa, pra finalizar, tristes, é que essa Casa que representa os moradores da cidade, fez inúmeros pedidos e sequer compareceram aqui pra dar explicação, era o mínimo que aquele momento imagino que uma companhia tão importante como a CORSAN, deveria vir, ou trabalha de forma direita, ou fecha as portas, isso é a Lei para todo mundo que tem qualquer tipo de negócio, ou atende bem ou deixa quem quer atende. Muito obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Muito bem, dando seguimento então. Convido o Partido da Rede Sustentabilidade para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Alberto Maioli.

VER. ALBERTO MAIOLI: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadora Eleonora, quero dar uma saudação muito especial as pessoas que se encontram aqui presentes nesse Poder Legislativo, representantes da empresa Quero-Quero, imprensa, Rui que é bom no empreendimento e desenvolvimento do nosso município, na arquitetura, o Renato Tartarotti, Tiburi, enfim, todas as pessoas que se encontram aqui presentes. Em primeiro lugar eu quero dar uma saudação muito especial as representantes do Clube de Mães do Bairro 1º de Maio, por fazer parte daquele Bairro, porque eu moro bem encostado no Bairro 1º de Maio. Saber que são grandes empreendedoras, lutadoras, batalhadoras e quando se fala de mãe, todos nós sabedores somos que é um nome sagrado, que tenho certeza absoluta que cada um de todos nós tem um lugar guardado no nosso coração com aquele lugarzinho “mãe tu és uma pessoa muito sagrada para a gente”. Bom, agora quero também falar, eu não falo tão bonito, mas eu quero falar algumas coisas importantes. Ontem de noite vimos no Fantástico, mais ou menos falaram 10 minutos de uma atriz que morreu, que é a Tônia Carrero, claro, porque ela é uma artista, porque não sei o que, falaram 10 minutos no Fantástico, morreu o Raul Randon de Caxias do Sul, quantas mil famílias viveram e vivem dependendo desse homem, como se nada fosse morreu Raul Randon. Pobrezinho, o reconhecimento que o povo brasileiro, principalmente o estado do RS deveria ter, que um homem de qualidade que nem Raul Randon, nem falaram. Amanhã ou depois até certamente será esquecido. Então essa é uma coisa que eu queria questionar que ainda bem que eu sou compositor, que amanhã ou depois se eu morrer são capazes de falar bastante de mim, porque sou compositor. Tem que falar daqueles grandes empreendedores, meu DEUS do céu, que fazem o desenvolvimento e o progresso para a sustentabilidade do nosso país. Mas está bom. Falar de cachorro depois a Vereadora Eleonora que é Presidente da Frente Parlamentar dos cachorros vai falar algumas considerações, nós fomos visitar os cachorros aqui de Farroupilha, aonde é que tem o canil e pelo que deu para constatar estão bem até demais para mim, então bem tratados, bem cuidados os cachorros. Mas, falar de cachorro, de animais, que tu falaste de animal, eu acho que nós temos que começar a responsabilizar cada proprietário que tem um cachorro, um animal, que eles devem ser os responsáveis, não comprar os cachorrinhos e depois largá-los pelas ruas e a comunidade tem que recolher e começar a tratar. Tem que responsabilizar os proprietários dos animais. Há poucos dias eu estava viajando lá para Ijuí, um motoqueiro morto e um cavalo morto lá na rua também. Então aonde é que estamos chegando gente, e assim por diante, eu falo isso porque o primeiro acidente que sofri na minha vida, com um caminhão que eu estava viajando quando era jovem ainda, foi com uma vaca que atravessou no meio da estrada e o caminhão bateu. Esses são os fatos da vida. Mas, o que eu queria dizer também de coisas boas, que nós há poucos dias nos meios de comunicação se ouviu bastante, foi falado bastante, foi feito uma frente de Vereadores, um de cada bancada, fomos à Brasília, conseguimos buscar apoio pelo menos para conseguir verbas para o Município de Farroupilha e aqui eu tenho da Câmara dos Deputados, “Gabinete do Deputado João Derly REDE – RS, Ofício 11/2018. Brasília, 26/02/2018 ao Excelentíssimo Senhor Deputado Giovani Cherini, Coordenador da Bancada gaúcha, assunto: Rolo compactador do Deputado João Derly. Senhor Coordenador, conforme solicitação, venho através desta indicar ao Município de Farroupilha para ser beneficiado um rolo compactador no valor de R$ 237.000,00. ” Isso foi a Maria da Glória Menegotto que queira, ou não queira, ela é uma batalhadora de buscar subsídios junto com o Partido da REDE, junto com esse Vereador e vem um rolo compactador para o Município de Farroupilha. Segundo, Ofício 28/02/2018, ao Excelentíssimo Senhor Claiton Gonçalves Prefeito Municipal de Farroupilha, assunto: emenda Lei Orçamentária anual. Senhor Prefeito, ao cumprimentá-lo venho através do presente comunicá-lo da existência da emenda individual do Ministério da Saúde, apresentada por este Parlamentar na Lei Orçamentária anual de 2018, destinada para este município nas seguintes condições e valor” então aqui vai vir mais R$ 400.000,00 para a saúde de Farroupilha, Maria da Glória Menegotto, batalhadora também que foi quem pleiteou essa batalha e essa tem a minha, como sou mais pequeno, batalhador, quando fomos a Brasília, conseguimos junto com João Derly uma emenda também de R$100.000,00 que está aqui também apresentada que depois vou passá-la ao nosso Presidente da Câmara para que seja passada para o Hospital mais um valor de R$ 100.000,00 para o HBSC. Uma coisa eu quero dizer a todos vocês aqui que eu acho uma coisa muito importante e é bom salientar para a comunidade, que quando as vezes a gente vai para Brasília “os Vereadores foram para Brasília para passear” deveria fazer 4 viagens por ano os Vereadores para Brasília e de 4 viagens conseguir uma só emenda parlamentar, já se pagaram as viagens e vai sobrar muito dinheiro para fazer obras maravilhosas para os seus municípios. Então mais ou menos nessa noite minha gente, era isso que eu queria falar e podem contar, as mães do Bairro 1º de Maio, inclusive se vai ter festa eu vou doar planta lá para doar no rifão, que isso eu faço sempre e eu estarei lá presente, participando junto com vocês, principalmente para dançar. Muito obrigado Senhor Presidente, e que DEUS abençoe a todos nós.

PRES. THIAGO BRUNET: Agora nesse momento, convido o Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, cumprimentar aqui também os engenheiros da Prefeitura, os que estão agora lá e também o Renato que já esteve na Secretaria, o Pergher, o Rui, cumprimentar os meios de comunicação, o Clube de Mães Sagrada Família do Primeiro de Maio que faz um belíssimo trabalho naquele Bairro e um esforço muito grande pra se manter, a gente sabe das dificuldades que sempre tem, mas são batalhadoras e além de festas tem muito trabalho pra que chegue depois os passeios e as festas. Cumprimentar o Clube Santa Rita, através do Presidente Oscar, que pra nós é motivo de orgulho, o Clube Santa Rita é onde nós vamos na nossa região, nós podemos dizer que tem um clube com 90 anos e um clube que está firme, sólido e com pessoas batalhadoras, apesar que a gente sabe que praticamente os mesmos sempre estão batalhando, é difícil de ter pessoas novas, mas vocês fazem um trabalho que orgulha os clubes, até porque se nós formos olhar na região nós não temos mais muitos clubes ativos e principalmente com as finanças em dia e com sede própria e com sede campestre e proporcionando aos seus associados e a comunidade toda de Farroupilha um belíssimo trabalho e horas de lazer que todos precisam. Também gostaríamos de cumprimentar aqui da Quero-Quero o Gallina e o Pedro que com uma belíssima nova loja agora na Rua Barão do Rio Branco, que orgulha também Farroupilha e a gente sabe que a Quero-Quero não vem aqui e ninguém que abre um empreendimento vem por só fazer bonito, achar que a cidade, as pessoas aqui são bonitas, mas sabem do potencial de Farroupilha, sabem que podem vender seus produtos, que tem pessoas pra comprar e que a economia, e que as finanças de Farroupilha enfim, os farroupilhenses, eles dão o retorno. Da mesma maneira cumprimentar o Joel e a Ana, com um belo empreendimento, um novo empreendimento em Farroupilha, porque já tem o Beijo Frio né Joel, e agora Ana também vocês agora investindo em Farroupilha, praticamente ali aquele prédio, a esquina toda ali, a família praticamente trabalhando ali, o Rudinha com um empreendimento também e vocês com esse novo empreendimento que é a Florybal, ficando bonito também, a gurizada se divertindo, passei várias vezes no final de semana, aí a gente viu o movimento que tinha, os carros antigos, exposição, enfim, a família Feltrin também investindo em Farroupilha e proporcionando horas também de lazer no nosso município, nosso suplente de Vereador também João Juarez, os meios de comunicação que já comentei e o que eu queria falar nessa noite Senhor Presidente, são as declarações do Senhor Prefeito Municipal nos meios de comunicação, onde vai à imprensa e diz que Farroupilha estão as mil maravilhas, que nunca esteve tão bem, que conseguiu fazer com que Farroupilha mudasse totalmente, e que está escrevendo história. A única coisa é que tenta apagar a história daqueles outros que passaram por Farroupilha, que vai construir a sua história, que vai deixar o seu nome, que vai ter as suas páginas, disso ninguém tem dúvida, disso nós ouvimos do Prefeito e vamos aceitar em todas às vezes, todas as vezes que ele falar, ou falar bem da Administração dele, só faltava o Prefeito falar mal da Administração dele mesmo, quem usa aqui mais a Tribuna para falar algo, ou pra criticar mais ainda são os Vereadores de oposição e nem sempre, porque na grande maioria das vezes aprovamos as Leis, inclusive mandadas por Projetos do Executivo Municipal, mas que são de interesse da comunidade de Farroupilha. Agora, nós não podemos ouvir o Prefeito Municipal falando em termos de HBSC, depois do que fez com o HBSC. Falando que o Município de Farroupilha foi tudo ajeitado, que os vazamentos que tinha, tipo dizendo, aquelas coisas todas erradas, porque Farroupilha não tem nada certo, só começou em 2013 quando ela assumiu Administração, os outros Prefeitos, as outras pessoas que passaram, ninguém fez nada. Farroupilha não tem 83 anos, 84, Farroupilha nasceu agora. Então ele dizer que o Hospital São Carlos tem um vazamento e que ele gostaria de dar um prêmio, à pessoa que descobrir merece um prêmio porque ele sabe o que tem no HBSC, mas ele vai falar mais tarde. Prevaricação, se sabe o que está acontecendo no HBSC, tem que ir lá e ajeitar, tem que ir lá e resolver, fez uma intervenção no hospital, levou a polícia para tirar as pessoas de bem que estavam lá administrando o hospital e fez o que fez, a dívida subiu para 40 milhões, um escândalo em Farroupilha, isso sim é tratar as coisas do município com descaso, trazer as pessoas para cá e dizer que eras expertise em administração hospitalar, quebraram, 40 milhões de dívida no HBSC. Volto a dizer, se o Prefeito sabe, ele não tem de dizer amanhã, ou esperar alguém da comunidade. Eles fizeram auditoria no HBSC, se sabe aonde está o problema deveria ter resolvido quando fez a intervenção. Mas ele não sabe, ele blefa, ele vai para a imprensa e fala, e quer que as pessoas acreditem. Se ele soubesse deveria ter feito, ou está prevaricando. Esse tom em que ele usa quando ele vai para a imprensa e diz que há um vazamento no HBSC, parece um tom de dizer que alguém está fazendo alguma coisa errada e eu não vou falar em roubo, mas que alguém está fazendo alguma coisa errada na Administração do Hospital e que ele vai dizer depois, mas pelo que eu ouvi, as pessoas que estão administrando o HBSC hoje, são as pessoas que diminuíram as contas do HBSC. São os que estão fazendo funcionar, são os que estão pagando as contas do HBSC, são os que estão estabelecendo uma nova dinâmica com os médicos de Farroupilha, fazendo com que eles internem aqui em Farroupilha, fazendo com que a credibilidade do HBSC volte e aí o Prefeito que deveria vir para a rádio, dizer que sabe aonde está mais um problema e resolver esse problema, vem dizer que vai dar um prêmio para quem descobrir o problema que tem. Mas será que ele está pensando o que? Ele quer ficar quantos anos, ou quer amanhã ou depois vir dizer que é o pai da historia, como ele já disse que é o pai de Farroupilha. Só que está deixando o filho dele de lado. Quando eu ouço alguém da Administração, falando sobre suas obras, eu acho que está mais do que no direito deles de falar das obras. Agora, quando se ouve falar que sabe e não resolve, aí é mais preocupante e aí me perguntaram ser tem que fazer algo judicialmente, se tem alguém que tem que fazer algo judicialmente contra o Prefeito, é a Administração do hospital, porque da forma que ele falou parece que tem alguém metendo a mão no Hospital, ou este vazamento o que é? O que é este vazamento que o Prefeito falou? Ou ele sabe e não vai falar, ou ele está blefando. E se ele sabe ele tem que falar. Então este é um assunto que nós ouvimos todos hoje na imprensa e que tem que se visto sim, porque é um dos principais problemas que Farroupilha tem, a saúde do município, a saúde dos munícipes de Farroupilha, quando ouço falar em CORSAN, eu vou ser mais um sim, ouvi falar do Governador, não tem problema, é do PMDB, vamos cobrar dele também, da Corsan, que está fazendo investimento sim agora em Farroupilha, na questão do saneamento básico, nas estações de tratamento que está vindo para cá Rui, mas que nós precisamos cobrar e precisamos de uma mão do Executivo Municipal, através de vocês, que conhecem o problema, o que eu não posso ouvir é que a água é de má qualidade, que isso não presta, que não sei o que, para daqui um pouco criar mais um monstro em Farroupilha, que nem o HBSC, por exemplo, ou que nem a ECOFAR. Vamos falar da ECOFAR, a ECOFAR faz uma limpeza lá perto do monumento da imagem de Nossa Senhora de Caravaggio, na subida, para dizer aqui em Farroupilha a entrada está bom, mas e o resto da rua ali? E os bairros da cidade como é que estão? É mato puro. E para que tem 100 funcionários dentro da ECOFAR? E falavam na empresa que tinha antes porque pagavam muito, agora gastam igual. Então a ECOFAR, já disse aqui Presidente, nós vamos falar toda semana da vergonha que Farroupilha está, de colocar uma loja, agora até umas duas, três ruas no centro da cidade pintaram os cordões, porque diziam que quando estava o PMDB só pintavam os cordões, pelo menos nós pintava os cordões. Agora nem isso está fazendo. Bom, falar do hospital também, da mesma maneira Vereador Alberto Maioli, que bom que os Vereadores foram para lá, mas não seria necessidade e não é, os Vereadores que tem que ia à Brasília para buscar dinheiro, isso não é dever do Vereador e não é responsabilidade do Vereador. Se o Deputado tem emenda lá, ele tem que vir aqui quando recebe os votos também, assim como fez o Mauro Pereira, R$ 900.000,00 para o hospital, o Deputado do PMDB, R$ 900.000,00 para o hospital, não quero dizer que a viagem para Brasília não tem que sair, tem que ir. Quem não é visto às vezes não é lembrado e nós temos que, o que eu estou dizendo é que é uma vergonha nós ter que ir lá com um pires para recolher o dinheiro, que é merecido da cidade pelos impostos que recolhe. Agora, nós temos que ficar agradecendo milhões de vezes, porque os Deputados trouxeram um pouco assim para nós, não faz mais nada do que a obrigação. O Nestor Zanonato, Presidente do PP aqui, sabe, tem os Deputados que ele representa aqui, ele mesmo leva as reivindicações, tem os assessores dos Deputados, eles têm que vir para a região, ou eles ficam, eles vão aonde? Ficam terça, quarta e quinta lá em Brasília. Segunda, domingo, sábado, sexta é para passar nas regiões, eles dizem toda hora que tem as verbas de representação para fazer viagens pelo interior, para visitar as cidades que são as bases deles, base eleitoral. Quando vem para cá vamos pedir dinheiro. Vamos pedir também, eu sei que todo mundo aqui pede. O que eu estou dizendo é que jogar isso para a comunidade é bonito. Jogar isso para a comunidade de que nós vamos lá buscar o dinheiro, é bonito também e é bom para o Deputado vim aqui dizer o que ele está fazendo, agora não deveria ser assim. Quero comentar também as declarações do Vice-Prefeito, porque logo, logo alguém desmente ele, porque ele vem aqui, ele fala e depois que ele fala alguém diz “não era isso que ele estava falando”. O Vice-Prefeito, Pedro Pedroso, disse que tem 367 pessoas para se aposentar na Prefeitura, com a quantidade de funcionários que tem até não duvido que tenha isso mesmo, porque está grande o número de funcionários. Diziam que precisava uma sinaleira dentro da Prefeitura, agora precisa uma sinaleira e um viaduto para ir até o CEAC. Porque lá no CEAC está cheio e lá na Prefeitura também. Lá na ECOFAR também e no Pró Saúde também. Aonde não tem lugar na Prefeitura manda para a ECOFAR ou manda para o Pró Saúde. Que aí resolve o problema do emprego do compadre, do amigo, aí resolvido, mas antes era porque estava o PMDB lá, estava tudo errado, agora tem e tem um monte de gente, se tu fores olhar é parente de quem está lá dentro. Nós podemos fazer uma relação de parentesco aqui. Aí eu vou dizer aqui que o Vice-Prefeito disse que tem 367 pessoas, é um dado oficial. Então estou fazendo um Pedido de Informação: “A Bancada do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB após ouvida a casa, requer à Vossa Excelência, nos termos da Lei Orgânica (Artigo 23, inciso XII), combinada com o regimento interno (Artigo 141, §1º), solicita ao Excelentíssimo Sr. Prefeito, para que nos informe: Número de servidores municipais que se aposentaram nos anos 2016 e 2017” deve ter sido uns 25, 30 que se aposentaram em cada ano e nós queremos saber também “Nome dos servidores que irão se aposentar nos anos de 2018, 2019 e 2020, discriminado ano a ano.” E não venham dizer que está no portal porque eu quero escrito. Não quero olhar no portal, eu quero escrito aqui, ele vai me mandar informação que ele já tem, ele foi no meio de comunicação e diz que não é 360, que é 367, esse era o erro e que é um dado oficial. E se é um dado oficial e público, nós temos o direito de saber e nós queremos saber quem são essas pessoas. Nós queremos saber quem são as pessoas e ele fala do Fundo de Previdência do Servidor, o Fundo de Previdência do Servidor também tem responsabilidade e é pago o índice que é pago hoje porque teve um Prefeito do PDT que não pagou na época e sabe o que ele fazia? Descontava do funcionário e ficava o dinheiro na Prefeitura, não vou dizer que desviou, ficava na Prefeitura, não depositava no Fundo e além disso não depositava aquilo que a Prefeitura tinha que depositar e aí vem falar que é o Prefeito do PMDB que fez uma aplicação financeira que deu resultado positivo, que tem o problema. Obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Convido o Partido Progressista – PP para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadora Eleonora, quero saudar, em saudando os colegas Vereadores, saudar a todos que estão aqui, começando pelo nosso Presidente, Senhor Nestor Zanonato, membro da Executiva Renato Tartarotti, também ressaltar quem está aqui hoje que são membros do Poder Executivo Municipal, ocupando cargos de extrema importância e trazendo a função pública, sempre aquele detalhe de que há pessoas diferentes em todos os setores, aqueles que são apontados como pessoas do bem, fazendo o bem. Saudar o Primeiro de Maio, através do clube de Mães, que são pessoas extraordinárias, nós sabemos o quanto é difícil manter um clube de Mães e a concorrência que existe com outros clubes, em algumas situações. Aonde que tem que se justificar porque vieram, por que estão aí, enfim parabéns a vocês que enaltece em muito a comunidade do bairro Primeiro de Maio como um grande clube e um clube extremamente atuante e que marca como uma boa referência entre todos. Saudar a imprensa, que a imprensa é fundamental para registrar todos os fatos, sejam eles aqui, sejam eles nas inaugurações, sejam eles também para falar de grandes histórias e histórias lindíssimas. Daqui a pouquinho vou falar mais diretamente para o Joel, para a Ana Paula, sobre a Florybal, essa delícia que é falar em chocolate, essa delícia que está chegando em Farroupilha depois de já ser consagrada pelo sucesso através do empreendimento Beijo Frio. Já retomo e falarei um pouquinho sobre este investimento e essa coragem no momento difícil de vocês empreenderem na nossa cidade, porque eu sei que vocês acreditam em Farroupilha acima de tudo. Quero-Quero veio pra cá e veio aqui para dizer para que veio. A medida que o tempo foi passando de uma loja, duas lojas e diversificando pontos e hoje reinaugurando uma nova loja, novo design, uma nova proposta, valorizando inclusive profissionais da nossa cidade. Parabéns a Quero-Quero, por tudo, a começar pelo nome: Quero-Quero, uma ave que ela identifica quando alguém se aproxima, já diz isso numa canção e a Quero-Quero quando alguém se aproxima ela dá as boas-vindas até pelo próprio nome, que continuem a ter sucesso e que DEUS abençoe essa a reinauguração e que vocês que gerem e trabalham lá, possam se realizar também como profissionais. Bem, Clube Santa Rita, só me dá uma pausa, que eu quero saudar as demais pessoas aqui, o seu Menzen, João Juarez que prazer em te ter aqui meu irmão, de uma caminhada linda de vida, uma pessoa do bem, sempre fez o bem sem olhar a quem e sem perguntar o nome. Eu vou ajudar e vou cantar, isso é muito bonito, isso vem de dentro, vem de sentimento, vem de alma e de pessoas comprometidas em fazer o bem e ser do lado bom da vida. E a todas as pessoas que estão aqui, não nominando cada um, mas dizer do nosso carinho e do nosso orgulho em ter vocês aqui, olhando a condução dos trabalhos da voz do povo que somos nós, que temos que dar explicações a vocês que nos elegeram. Clube Santa Rita, eu queria dizer ao Oscar, que o Clube Santa Rita tem uma história muito próxima com Farroupilha, com o crescimento, com o sucesso e uma coisa Oscar, que as pessoas não se deram talvez por conta de dizer, a maior criação do universo e a maior empresa que existe no universo é a empresa chamada família. O Clube Santa Rita foi o mentor e o fundador de muitas dessas empresas, através do domingo à tarde, Santa Rita da noite, ou Santa Rita dos carnavais do passado, que era uma expressão de toda região, aonde que pessoas se conheciam no trocar de olhares e ali constituíam a maior empresa do universo que é família, através daquele olhar surgiu o namoro, veio o noivado e o casamento. Que lindo, 90 anos do Santa Rita, é tão lindo quanto eu que estou chegando próximo dos noventa anos e vibrando e dizendo que ainda tenho energia para caminhar mais um pouco e vocês com a organização e a maneira como conduzem, eu quero dizer que 90 anos é muito pouco para quem fez da sua caminhada um verdadeiro sucesso. Parabéns e parabéns. Antes de falar da Florybal, de uma coisa doce, eu tenho que falar sobre algumas coisas que realmente ouvindo a quem nos antecede aqui, parabéns Vereador Tiago Ilha, parabéns. Os animais de grande porte têm que ter um olhar nosso, olhar de quem valoriza e ama o maior presente, presente único que é a vida e só tem um único que nos dá que é DEUS. Preservar aquilo que DEUS coloca aqui, eu acho que deveria ser uma obrigação de todos nós e um dever em respeito à criação da vida. Eu acho que hoje falar sobre os animaizinhos, eu falo com um pouquinho de revolta, porque é lamentável que quem ama os animais em muitas situações seja penalizado por assassinos covardes que se escondem no anonimato. É muito pesado né Senhores, falar de assassinos covardes, pois bem, na minha casa foram tirados 11 animaizinhos de rua, hoje eu tenho 10. Desculpe, mas é muito difícil falar isso, na sexta para amanhecer sábado, fechados num canil nos fundos da casa, alguém acessou lá e atirou veneno. De quatro que estavam naquele espaço, o espaço que poderia abrigar 10 ou 15, mas para abrigar eles com dignidade, os 11 eram abrigados separadamente para se dar uma melhor qualidade vida e todos vieram da rua. Alguns com o desafio, até dito por profissionais, que diziam: “não vai sobreviver, vocês recolheram por recolher” investimos e foi um dos grandes investimentos da minha vida. Investir em animaizinhos para poder dar a eles qualidade de vida, para que um assassino covarde vá lá e atire veneno, de quatro, felizmente, olhem e atentem ao nome: Vitória. O nome tem um sentido Vereador Tiago, Vitória porque ela foi uma vencedora, ela venceu tudo, vão ao Bairro Santo Antônio e eu indico para vocês as casas que ela visitava, ela fazia isso no final da tarde, enquanto eu saia com 5, 6 ela tinha 4 ou 5 casas que ela passava para cumprimentar as pessoas, por incrível que pareça e eu digo pra vocês, essas pessoas perderam um ente do seu relacionamento, muito querido. Então tudo o que for em prol dos animaizinhos eu defendo e vou defender sempre. Desculpem eu trazer isso, mas eu tinha que desabafar de certa forma. Vereador Alberto Maioli, eu vou aproveitar, desculpa mas tem coisa que eu não consigo conviver com isso, a política me judia muito em alguns momentos e que as vezes me deixa até meio descrente pela falta de diálogo quando não se ouve as pessoas, mas se coloca as imposições radicais e o diálogo fica para último plano. O Senhor falou de Raul Randon, eu tive o privilégio de conhecê-lo pessoalmente, de estar na empresa dele, de conversar com ele, inclusive numa das viagens de retorno de Campinas para Caxias do Sul, aonde ele estava sentado nas primeiras poltronas, junto com a sua esposa e eu tive o prazer de quando eu estendi a mão, ele foi mais rápido e a mão dele chegou mais rápido que a minha. Um homem que dignifica qualquer grande empresário e que merece o respeito e todas as homenagens. Pena na política a insensibilidade às vezes fala mais do que a razão. Caxias do Sul, o Governador do estado estava ali e ficou durante algumas horas no velório do Seu Raul. Ele fez o papel dele, pelo menos teve ali representado pela figura maior do nosso Executivo Estadual e com ele veio muita gente do Executivo Estadual, não estou aqui defendendo José Ivo Sartori, mas foi digno, ele vir ali e agradecer como ser humano, não é mais nem o dever político, isso é o papel humano, porque nessa hora é a parte humana que fala mais alto, mas lamentável Prefeito Guerra, não ter colocado luto oficial em Caxias do Sul, olha, se isso, se Farroupilha colocasse luto oficial eu diria pra vocês que teria sentido. Farroupilha colocou, informa o nosso Presidente, sabe gente, ele era um homem da região, um homem que gerou empregos, que sustentou famílias, que fez, meu DEUS do céu e a cidade que ele quem sabe foi o mantenedor até pelo que recebia e fora o que ele levou nome de Caxias do Sul ao mundo inteiro. Lamentável e é isso que na polícia eu fico. Hospital São Carlos, nós temos confirmados, os Senhores sabem os nomes que nós trouxemos de Brasília, nós fomos numa Comissão, e foi anunciado, como foi dito para nós lá. Temos uns que nós, dois ainda não temos confirmação, mas confirmado José Otávio Germano R$ 350.000,00 para Hospital São Carlos, Luís Carlos Heinz R$ 200.000,00 para o HBSC, Senadora Ana Amélia R$ 200.000,00 confirmado para nós e o Deputado Jerônimo Goergen esteve participando também porque ele estava numa reunião conosco programada para sábado e coincidiu com a inauguração da Florybal e nós o convidamos, com a permissão do Joel e da Ana, fomos com ele até lá também para conhecer empreendedores e esse novo empreendimento também de Farroupilha, porque coincidiu a inauguração com a visita dele. R$ 100.000,00 e confirmado pelo Presidente do Partido Progressista Nestor Zanonatto, Afonso Hamm R$ 100.000,00. Então, eu tinha um assunto extremamente importante, um programa do governo que se chama Proad, para o HBSC. Estaremos verificando isso com a Diretora do hospital e logo traremos esse assunto aqui para Câmara, dizendo a vocês tudo o que o que realmente é esse programa. E para fechar: “Os Vereadores signatários, após ouvida a Casa, requerem a Vossa Excelência que seja enviado Votos de Congratulações ao jovem casal de empreendedores Joel Correa e sua esposa Ana Paula Misturini Berlaver, pela inauguração da franquia da loja de chocolates Florybal, mais uma marca importante para Farroupilha. Parabéns ao Joel e a Ana pela nova loja Florybal e também pela sorveteria Beijo Frio. Através deste nosso reconhecimento e nossos cumprimentos a vocês, seus funcionários e colaboradores. Partido Progressista, através dos Vereadores Tadeu Salib dos Santos e Josué Paese Filho. ” Senhor Presidente, muito obrigado por nos conceder alguns segundos a mais. Joel eu queria falar de alegria, de felicidade, falar em vocês na parte final da nossa fala é acreditar na vida, acreditar em DEUS e pedir para Ele todas as bênçãos a vocês e que vocês continuem sendo felizes. Parabéns.

PRES. THIAGO BRUNET: Muito bem, Joel e Ana Paula, as congratulações realizadas pelo PP, pelos Vereadores Josué e Tadeu serão referendadas ainda nesta noite, no final do Grande Expediente. Só esperar um pouco. Obrigado. Convido o Partido dos Trabalhadores – PT para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Um boa noite a todos e a todas, uma saudação aos colegas Vereadores, Vereadora Eleonora Broilo, imprensa presente, saudar as Senhoras do Clube de Mães do Bairro 1º de Maio, Clube de Mães Sagrada Família, que muito gentilmente vieram nos convidar para esse dia tão especial de comemoração dos 18 anos de fundação. Se tudo der certo estaremos presentes, mas desde já agradecemos o convite. Saudamos a nossa coordenadora da Coordenadoria da Mulher, a Márcia, que acredito que já teve que se ausentar e desde já deixamos o convite a todos os Senhores para que na próxima semana estejam presentes nessa Câmara de Vereadores na qual uma Sessão Solene que entregará o Certificado Mulher Destaque às mulheres que de alguma forma estão sendo reconhecidas pelos seus trabalhos e essa Sessão Solene faz parte da 10ª Jornada da Mulher e aqui externo a homenageada do PT que será a Senhora Regiane Comin, uma jovem psicóloga, fundadora do grupo DNA da Alma, que é um grupo de apoio e suporte a pais que querem adotar e também um suporte aos pais que já realizaram adoção, fazem um trabalho belíssimo em Farroupilha, que é referência nacional em adoção e desse grupo, ele dá um suporte muito importante a essas famílias e a Regiane foi uma das fundadoras deste grupo DNA da Alma. Por isso o nosso reconhecimento. Também saudamos os integrantes do Clube Santa Rita, na pessoa do seu Presidente Oscar, e quem fala é um dos mais recentes sócios, né Casca? Podemos aproveitar e desfrutar, nosso filho Benjamim adorou aquele tobogã lá e as pessoas ficavam impressionadas ele com três anos descendo aquele tobogã várias vezes, se apaixonou e nós também sempre gostamos do clube e esse ano nos associamos, já éramos sócios né Casca, só que não estávamos ativos. Então parabéns pelos 90 anos de trabalho, sabemos de todas as dificuldades que é pra manter um clube e se nós olharmos para a região, vocês são referência. Queremos parabenizar também o Jornal Informante, que nessa semana comemora seus 10 anos de fundação, parabéns aos empreendedores Ramon e Fabiano Gasperin pela coragem de colocar um veículo de comunicação de uma forma tão séria, tão transparente e tão imparcial na forma de comunicar. Já brigamos muitas vezes, o Ramon por mais que fui colunista, por muitas vezes briguei com meu redator que não concordava com suas colunas, mas o diálogo sempre prevaleceu. Nessa linha de parabenizações também deixo meus parabéns aos representantes da Quero-Quero, o Gallina e o Pedro, parabéns por mais esta loja, por mais este ponto comercial que Farroupilha ganha, sabemos que temos alguns entraves para serem resolvidos, provavelmente, acredito que virá para essa Casa para saná-los, mas temos certeza que a equipe da Secretaria de Planejamento está trabalhando para resolver as questões. Parabenizar o Joel e a Ana, também da Florybal, pela coragem de empreender, de aproximar Farroupilha de Gramado, Vereador Tadeu, por que é uma forma de nós olharmos o desenvolvimento da região de uma forma harmônica. Quando nós temos filiais de grandes redes, de grandes lojas, vindo pra Farroupilha, demonstra que Farroupilha a cada dia que passa se insere mais no cenário, não só no cenário turístico, mas no cenário comercial, no cenário industrial do Estado do RS. Farroupilha sempre foi referência, sempre foi um berço de pessoas empreendedoras e não é de hoje não é de 2, 3, 4 anos, Farroupilha foi e é um berço de empreendedores e nós ficamos felizes quando marcas como a Florybal escolhem também Farroupilha, porque não é só decisão de vocês de escolher Farroupilha, é todo um estudo que permite que Farroupilha tenha a capacidade para receber uma loja como a Quero-Quero ou uma loja que nem a Florybal. Então ficamos felizes por estar inseridos em um cenário como este de Farroupilha. Em relação ao que o Vereador Tadeu comentou da covardia, a pessoa que é covarde para fazer mal a um animal, é covarde para fazer mal ao ser humano e infelizmente nós estamos vivendo um triste momento histórico em que os valores estão se perdendo. Uma pessoa que coloca veneno para matar um animal, ou 21 marmanjos que com paus e com chutes matam um torcedor adversário de um clube, não sei se vocês viram ontem à noite. Eu não consigo entender da onde que vem a coragem de um cidadão para olhar para alguém que está no chão, inconsciente e ir lá com um pedaço de ferro e dar no rosto dessa pessoa, que valores têm esse cidadão? Se assim dá para ser chamado de cidadão. Então nós estamos vivendo uma triste realidade e eu vi agora a pouco também, depoimentos de um outro cidadão chamado Bolsonaro que nos seus depoimentos essa semana crucificou os refugiados da Síria, que estão sendo vítimas da política, do poder e da ganância e ele veio e disse que “os refugiados da Síria são a escória do mundo” quando é que uma pessoa dessas, que fala que refugiados, que crianças são a escória do mundo? Esse cidadão não merece ser Deputado, não merece ser Vereador, se tem um pensamento dessa forma. Por outro lado, nós temos que valorizar sim, os Deputados e os políticos que, mais que nós tenhamos que passar o pires Vereador Arielson, continuam olhando pra Farroupilha, assim como o Deputado Mauro, Deputado José Otávio que sempre auxilia, Senadora Ana Amélia, nós temos dois Deputados que são o Henrique Fontana que confirmou R$ 250.000,00 para o  Hospital São Carlos que ele havia se comprometido na nossa viagem à Brasília e esteve aqui no último sábado na entrega oficial da praça do Bairro Alvorada, que o Vereador Aldir Toffanin estava presente, Vereador Raul estava presente, e além disso, o Deputado Pepe Vargas também confirmou um repasse para o Hospital São Carlos, que inicialmente era de R$ 300.000,00 aumentou para R$ 500.000,00 o valor para o Hospital São Carlos e confirmou também mais dois repasses, um repasse de R$ 250.000,00 para a continuidade da pista de caminhada pra Caravaggio e também um rolo compactador, então nós teremos dois novos equipamentos para o setor de obras, assim como o Deputado do PRB, João Derly, enviará um rolo compactador. Então temos que reconhecer e agradecer e trabalhar. Bom, em relação ao Deputado João Derly, retomo minha fala de semana passada em relação à criação da Zona Franca do Vale dos Vinhedos, na qual nós aprovamos um Requerimento, solicitando a inclusão de Farroupilha e brevemente para quem não pode acompanhar, o Deputado João Derly apresentou um PL sugerindo a criação da Zona Franca do Vale dos Vinhedos para quatro municípios: Bento Gonçalves, Santa Tereza, Monte Belo do Sul e Garibaldi. Com uma isenção de IPI e outras taxas, outros impostos para importação e exportação, tanto de matéria prima como de produto final. Nós aprovamos aqui um Requerimento sugerindo que o Município de Farroupilha esteja dentro dessa Zona Franca e que a Zona Franca não seja restrita a esses quatro municípios, que seja a Zona Franca da região da Serra Gaúcha, ou da região da uva e do vinho, ou da região metropolitana da serra gaúcha, porque nós não podemos beneficiar quatro municípios e deixar de beneficiar outros 15 municípios, 16 municípios que são produtores de uva e são produtores e importadores e exportadores de vinho e de matérias-primas. Ouvindo o depoimento do Deputado na Rádio Spaço na última sexta-feira, ele foi muito ingênuo porque os municípios se reuniram e foram até o gabinete dele e pediram para que fosse feito esse PL. Deixando de fora Farroupilha, Flores da Cunha, Caxias do Sul, Pinto Bandeira, São Marcos e outros municípios que também o setor primário baseado na uva e também em toda a cadeia de fora. Como é que nós vamos beneficiar Bento Gonçalves e não vamos beneficiar Farroupilha? Como é que nós vamos querer que a região progrida, que a região cresça como um todo, se nós estamos beneficiando Garibaldi e Bento Gonçalves e não beneficiando Farroupilha. Um turista, quando ele se hospeda em Caxias do Sul, ele vem pra Farroupilha, vai pra Gramado, vai pra Bento Gonçalves e vai para Garibaldi, ele não fica só em Farroupilha. Um grande empreendedor chamado Tarcísio Michelon, ele diz ele diz que ele não tem que brigar com o hotel que está do lado dele, ele tem que dar a mão para o hotel que está do lado dele e conseguir convencer o turista para que venha para a serra gaúcha e não vá para Curitiba, e não vá para o Rio. Depois que ele está aqui, é outra briga. Nós temos que convencer o nosso farroupilhense a comprar nas lojas de Farroupilha. Comprar na Quero-Quero, comprar nas outras lojas que nós temos em Farroupilha, quando ele decide comprar aqui, aí entra o melhor preço, melhor atendimento, melhor condição de pagamento. Então acreditamos que o Deputado vai incluir Farroupilha, mas nós temos que brigar para que a região seja incluída. E não só Farroupilha, e não que seja só Bento Gonçalves, Garibaldi, Monte Belo e Santa Teresa. Enquanto nós não pensarmos como região, nós não vamos avançar. Foi individualismo dos municípios irem atrás de benefício só para eles. Nós temos aqui as organizações, ATUASERRA, diversas entidades que reúnem os municípios e lutam pelas mesmas causas. Então eu falo com todas as palavras e sem medo, foram individualistas, pensaram somente neles e aí nós queremos que a Vinícola Perini feche em Farroupilha para abrir uma filial em Garibaldi, porque lá ela vai ter isenção de EPI. Como é que fica Farroupilha? A Vinícola São João vai transferir pra Santa Teresa porque lá ela vai ter melhores condições. Então nós temos que dar um basta nisso. Eu vou falar pela terceira vez, foram individualistas, mas nós temos coisas boas também e dentro dessa linha das cooperativas, eu apresento um PL Legislativo nº 01/2018, que concede Título de Cidadão Emérito de Farroupilha ao Senhor Valderiz Possa, todo ano a Câmara Legislativa ela escolhe dois cidadãos, um que nasceu em Farroupilha e um que veio de fora e fez um trabalho em Farroupilha, assim como foi o nosso colega Vereador Tadeu, para reconhecer esse trabalho e dar esse título. Então esse ano os Vereadores todos aprovaram o nome de Senhor Valderiz Possa, que é o Presidente da Cooperativa Vinícola São João. Seu Valderiz está 15 para 16 anos à frente da Cooperativa, o seu pai falecido no ano passado, Seu Dolorindo, ficou 25, 26 anos à frente da Cooperativa, aonde diversas cooperativas quebraram, a Cooperativa Vinícola São João seguiu firme e forte nas mãos de uma família muito simples, mas muito honesta. Então essa Casa vai reconhecer o trabalho desse agricultor que leva o nome de Farroupilha ao mundo, porque a Cooperativa Vinícola São João está nos quatro cantos do mundo. Para finalizar Senhor Presidente, no Pequeno Expediente falarei sobre a CORSAN, e também deixo aqui nosso sentimento a toda família Randon, pela perda desse empreendedor, desse homem que além de empreendedor era um ser humano muito querido. Frei Jaime hoje comentou que a grande preocupação do Seu Raul era o ser humano, eram as pessoas. Então como é bonito ver que empreendedores que prosperam, que têm sucesso, que conseguem fazer riqueza, que é o resultado de seus trabalhos, também tem esse carinho dos seus trabalhadores, que é um grande desafio para quem exerce funções de liderança, é liderar e ainda é ter o carinho de quem está sendo liderado. Então Senhor Presidente o Grupo Randon tem a Fras-le que está em território farroupilhense, eu acredito que seria prudente nós fazermos no final da Sessão um minuto de silêncio em homenagem a esse empreendedor que tanto fez por Farroupilha, pela região e pelo estado do RS. Fica aqui também a minha crítica ao Prefeito Daniel guerra pela sua insensibilidade, não somente com o Senhor Raul, porque quando o Seu Paulo Belini faleceu, também não foi decretado luto oficial, mas em uma cidade que nem Caxias do Sul, que o suporte da economia está na indústria metalmecânica, não reconhecer o trabalho de um cidadão desse, é no mínimo vergonhoso. Muito obrigado Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Então neste momento convido o Convido o Partido Socialista Brasileiro – PSB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Odair Sobierai.

VER. ODAIR SOBIERAI: Boa noite a todos, Senhor Presidente, colegas Vereadores, saudar a imprensa aqui presente, a empresa Quero-Quero e dizer que o sucesso vem pelo atendimento, sou cliente lá da Quero-Quero e sempre fui bem atendido, então quer dizer que a expansão do negócio também vem do atendimento. Parabéns pelo sucesso. Ao Clube de Mães do 1º de Maio pelo trabalho do dia-a-dia, a gente sabe o quanto é difícil, mas é valoroso esse trabalho que vocês fazem. Ao Joel da Florybal, parabéns pelo empreendimento e sucesso. O assunto também é o Clube Santa Rita, saudar a todos, a diretoria aqui presente, em nome do Oscar, saudar a todos e dizer que o Clube Santa Rita esse ano completa 90 anos e chegar a 90 anos não é fácil, é um trabalho de dedicação, quantas pessoas passaram nesses 90 na direção do Clube Santa Rita, pelo trabalho sério, a gente sabe que é um trabalho voluntário, mesmo eu fiz parte de várias entidades e a gente sabe que dá incomodarão, mas a satisfação de você ter uma entidade onde as pessoas, as famílias podem ir lá e usufruir, é muito valoroso. Tenho dois Requerimentos que quero apresentar: “Os Vereadores abaixo firmados, solicitam a anuência dos demais pares, que seja encaminhada ao Poder Executivo Municipal, a sugestão de Projeto de Lei que inclui no Calendário Municipal de Eventos do Município de Farroupilha, o 90º aniversário de fundação do Clube Santa Rita, que se comemorar-se-á no dia 28 de maio deste ano. ” “Sugestão De Projeto de Lei: Institui no calendário Municipal de Eventos do município de Farroupilha de 2018 o “nonagésimo aniversário de fundação do Clube Santa Rita” e dá outras providências. Os Vereadores signatários, no uso das atribuições que lhes conferem a Lei Orgânica apresenta o seguinte: Sugestão De Projeto De Lei. Art. 1.º Fica instituído e incluído no calendário oficial de eventos do Município de Farroupilha de 2018, estabelecido pela Lei Municipal n. º 1.800, de 13-12-1990, o evento do nonagésimo aniversário de fundação do Clube Santa Rita. Art. 2º Durante o mês de março, abril e maio, o Clube Santa Rita, estará promovendo eventos a fim de comemorar o nonagésimo aniversário de fundação. Art. 3.º Para a execução e aplicação da presente Lei, poderá o Poder Executivo Municipal firmar convênios com entidades não governamentais. Art. 4.º O Poder Executivo Municipal regulamentará, no que couber, a presente Lei. Art. 5.º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Art. 6.º A vigência desta Lei, será até o dia 31 de dezembro de 2018. ”também não podemos deixar de fazer uma homenagem aqui na Câmara de Vereadores. Então tenho mais um Requerimento: “Os Vereadores signatários, após reunião Secreta, requerem a anuência dos demais pares, para que seja realizada uma Sessão Solene, ao Clube Santa Rita, de acordo com a Resolução n. º 510 de 08 de maio de 2013, modificada pela resolução nº 562/2017, que no dia 28 de maio deste ano, completam 90 anos de fundação. Pela qual sugerimos a data do dia 21 de maio deste ano. ” Senhor Presidente, para essa presente Sessão. Então cedo um aparte ao Vereador Tiago Ilha.

PRES. THIAGO BRUNET: Aparte ao Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Obrigado pelo aparte Vereador, apenas para contribuir na sua colocação, eu quero já adiantar que sou totalmente favorável. Também solicito, se tiver o entendimento dos Vereadores para subscrever os dois Requerimentos, e quero também reiterar a importância dessa entidade a qual não falo só como Vereador, também falo como sócio e como assíduo frequentador, principalmente da sede campestre e eu sei o quanto aquela sede, por mais simples que seja, traz de felicidade para a minha família, aos meus familiares e a mim e essa é uma justa homenagem proposta pelo Vereador e quero dizer que somos totalmente favoráveis como também pedimos para subscrever Vereador.

VER. ODAIR SOBIERAI: Obrigado pelo aparte Vereador Tiago. Só dizer que nesse período de 90 anos, período de boates e carnavais, quantas histórias. Quantos namoros começaram lá. Eu fui um frequentador bem assíduo quando tinha a boate nos domingos, Carnaval do Santa Rita e hoje praticamente quase todo domingo a gente está lá na sede fazendo churrasco, uma confraternização entre amigos e famílias. Era isso Senhor Presidente, gostaria que colocasse em votação no término do Grande Expediente. Obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Nesse momento então eu convido o Vice-Presidente da Casa, Vereador Tiago Ilha para que dê continuidade aos trabalhos para que eu possa fazer uso da Tribuna.

VER. TIAGO ILHA: Sendo assim eu convido para que faça uso da Tribuna em nome do PDT, o Vereador Thiago Brunet.

VER. THIAGO BRUNET: Boa noite a todos, boa noite Senhor Presidente, demais colegas Vereadores, imprensa local, os trabalhadores aqui que com afinco estão nos ajudando e colaborando para o seguimento e o trabalho da Casa. Queria aqui saudar aos amigos do Bairro São Francisco, ao Adriano Turcatti, em seu nome saúdo a todos os outros que estão presentes neste dia. Saudar aqui a Quero-Quero, os amigos Pedro, Gallina, da Florybal, Ana Paula, Joel e sem dúvida nenhuma a toda aquela turma lá do fundão lá que gostam de festa, diz que a turma do fundão gosta de festa. Então, queria saudar aí ao Clube Santa Rita que também me proporcionou já muitos momentos de felicidade. Esse ano, inclusive, não tive tempo por todas as questões de trabalho, mas desde que cheguei na cidade, sempre frequentei o Clube e lá, inclusive, fiz até exames médicos, lá. Então tenho boas lembranças, né, do Clube Santa Rita e sem dúvida nenhuma, pode contar com esse Vereador para o que for necessário. Mas, Senhores, eu queria fazer uma homenagem especial ao Pergher ao seu Rui que aqui estão e dizer que o que me leva a esta tribuna hoje é o tema água, né. Queria agradecer, novamente a seu Rui Pergher e a minha assessora Diane. Sem vocês todo material que eu juntei não seria possível, então diante dos fatos, diante da minha bandeira, que é a água, diante da minha convicção, Vereador Arielson Arsego, de que a água de Farroupilha não é de boa qualidade, mas sem dúvida nenhuma, eu acho que ficar falando que é de má qualidade, que é de boa qualidade, ficar falando ao vento, isso não leva a nada. Então diante desses fatos, de que a gente vai na imprensa, fala, vai, conversa com o Prefeito, chama o pessoal da Corsan, falta de respeito de alguns que não vêm nos atender, Vereador Fabiano Piccoli, eu resolvi montar um documento que eu entreguei a todas as Bancadas, né, com documentos convincentes de que realmente a Corsan não vem cumprindo com parte do seu trabalho para com o Município de Farroupilha. É importante que a gente saiba que foi firmado um contrato entre o Município de Farroupilha e a Corsan no ano de 2008 com uma previsão de prazo contratual de 25 anos e desde então não houve nenhum investimento significativo no abastecimento e tratamento de água, na sua infraestrutura, não arranjar cano que quebrou ou fazer algumas reformas, não, eu estou dizendo em estruturação e principalmente no sentido de esgotamento sanitário coletivo. Este, sim, até o momento, até a presente data, não houve sequer um centavo de investimento da Corsan neste segmento. Então, Senhores, eu fiz um cronograma aqui e peço espaço, então, para a manifestação e a primeira situação que eu coloco, que eu enxerguei, estudando o contrato, estudando alguns aditivos contratuais, lendo o plano de saneamento do Município, no que se refere a abastecimento e tratamento de água, esgotamento sanitário, a gente percebe claramente que a Corsan vem lançando também nas mídias, inclusive eu tenho documentos aqui do próprio site da Corsan que ela diz que tem um investimento de R$ 52.000.000,00 do PAC a fundo perdido, que está lá desde 2008. Então, faz 10 anos que esse dinheiro está parado e que até hoje não foi usado, sempre tem uma desculpa porque a licitação não deu certo, porque a empresa responsável quebrou, mas isso não pode. Quem paga essa conta? Nós usuários da água de Farroupilha. Esse dinheiro gente, R$ 52.000.000,00, até agora não foi investido nada. O que se tem é uma promessa de finalização de uma estação de tratamento de esgoto no Bairro Santa Catarina, prevista para 2019. Então, o primeiro ponto que eu coloco aqui, e que tem documentos que, inclusive, aqui seguem anexos ao cronograma da Corsan, que se inicia em outubro de 2012 e tem seu término previsto para março de 2015, com investimento total no valor de R$ 24.000.000,00. Cadê esse investimento? Eu quero que me mostre, porque eu não vi e eu acredito que o Rui que lida com isso, o Pergher lida com isso, também não viram esse investimento aqui na cidade de R$ 24.000.000,00. Segunda situação, num contrato, e eu vou ser técnico aqui, de acordo com a cláusula, 4° cláusula do contrato, e vocês têm todos aí para acompanhar, diz: “no contrato que o Município tem com a Corsan, contrato de programa para a prestação de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, os investimentos em esgotamento sanitário deverão ser compatíveis com o Plano Municipal e serão efetivados, respeitados a viabilidade econômica e financeira do sistema e a obtenção desses recursos e a sua execução, estabelecidos nas bases, estabelecidos pela meta de investimento a longo prazo.” Esta cláusula, aqui, deixa claro que é necessário um auto sobrevivência deste investimento da Corsan. Então, diante disto, diante desta cláusula, o que a gente propõe, a gente propõe que seja criado um Fundo de Gestão Compartilhada e inclusive através dos documentos que eu peguei em 2011. Rui, em 2011, o Vereador aqui do Município e eu quero citar o nome do Vereador aqui do Município, que é importante, Vereador Antônio Chiele, já cobrava isso em Requerimentos, pedindo que fosse já criado este Fundo. Então isso aqui não é nada novo, isso aqui está desde 2011 que um Vereador foi e fez 2 Requerimentos solicitando repasses para este Fundo. Por que este Fundo? Porque através do site da Corsan também, a gente tem o entendimento que a Corsan tem lucro com a água em Farroupilha. Foi falado, nos meios de comunicação, que a Corsan tem um retorno financeiro em torno de R$ 1.700.000,00 por mês aqui em Farroupilha. Isso dá R$ 20.000.000,00 por ano e o lucro dela gira em torno de 40% disso, ou seja, R$ 8.000.000,00. Então, R$ 8.000.000,00 do Município que a Corsan arrecada aqui. E a estratégia da Corsan, por ser uma empresa Estadual, e aí tudo bem, eu também acho que ela tem que ter um Fundo Estadual, ela pega esse dinheiro e bota no Fundo Estadual. E aí, através de uma estratégia gerencial da Corsan, que se chama subsídio cruzado, o que vem a ser isso? Ela bota tudo num fundo Estadual, Municípios superavitários como Farroupilha, e têm outros que são superavitários, botam seu dinheiro lá para pagar as contas dos municípios deficitários. Então nós estamos pagando a conta de outros municípios, nada contra, cada um com seus problemas e eu acho que uma parte desse dinheiro deverá seguir no Fundo Estadual, eu só quero que uma pequena parte desse dinheiro, 20%, 30%, sei lá, fique no nosso Município para que nós tenhamos autonomia para realizar o nosso sistema político, as nossas diretrizes gerenciais e financeiras no sentido de abastecimento de água de qualidade e principalmente no tratamento do esgoto doméstico deste Município. Então, gente, assim, Bento Gonçalves, por exemplo, tem este Fundo compartilhado. Algumas cidades, que a Corsan tem contrato, têm este Fundo e este dinheiro fica ali. Já pensaram, desde 2008, que foi feito o contrato, nós termos este Fundo? Pega 20% de um lucro de R$ 8.000.000,00 são R$ 2.000.000,00 vezes 10 anos, nós teríamos R$ 20.000.000,00 para investir em esgotamento sanitário. O Município de Novo Hamburgo, falei com o Presidente da Câmara de lá, que é o Presidente Felipe Kuhn, Presidente do PDT, meu partido. Eles estão tendo, esse ano, nada menos que R$ 18.000.000,00 para investir em tratamento de esgoto e na questão de abastecimento e tratamento de água. E por quê? Porque lá o, e não é o meu foco, mas lá a água foi municipalizada, porque eles fizeram o diagnóstico e viram que dava lucro, bom, “se dá lucro, a água, vamos ficar para nós”, mas não é esta a questão, a gente entende que com uma parceria, com esse documento aqui vá, sim, ter um entendimento que a Corsan vai abrir, um pouquinho, para que nós façamos algumas mudanças no contrato. Outra coisa que me atenta muito aqui, é com relação às barragens. E eu coloco aqui, num termo aditivo contratual, possível termo aditivo, que a Corsan se responsabilize pelo monitoramento e fiscalização dessas barragens. Ora, pois, se ela ganha dinheiro com a água das barragens, se ela usa água das barragens e aí por que o responsável jurídico é o Município e não a Corsan? Então aquelas pessoas que estão lá, com as ocupações irregulares, é o Município que tem que indenizar? A culpa é do Município que tem que tirar? Não. Se ela usa as barragens, ela é que tem que fiscalizar e monitorar o andamento, e o bom andamento dessas localidades, nada mais justo, nada mais certo. Outra situação, e aí eu quero me reportar aqui aos meus amigos do Bairro São Francisco, nós temos uma estação de tratamento de esgoto, aqui sendo montada há tantos e tantos anos, né, um verdadeiro festival de desencontros e notícias de que não conseguem finalizar uma estação de tratamento de esgoto e no Bairro São Francisco, nós temos uma pronta resultado do Loteamento Felicitá né, com capacidade para fazer e tratar o esgoto do bairro inteiro. É uma pequena estação? Sim, mas o Bairro São Francisco ela teria capacidade de tratar. Isso representaria cerca de 4% a 5% do esgotamento de todo nosso Município e ela está parada, inclusive tem dados que mostra que está E.T que está ali no Bairro São Francisco, ela tem o aval da própria companhia Corsan para funcionamento. Então, outra coisa que a gente quer, e que eu solicito aqui, é que as ETs já construídas neste Município, que a Corsan seja responsável pelo funcionamento delas. Para que botar dinheiro fora? Por que está pronta lá e a Corsan não liga os encanamentos? Faça o trabalho técnico, que eu não sei qual é, para que ela efetivamente funcione, porque não adianta ela estar ali e fazer parte da paisagem e não ser funcional. E ali nós temos uma área de esgotamento a céu aberto, atrás da Rua Luiz Ornaghi. Eu fui lá, visitei lá, aquilo tem um cheiro horrível. Por que? Porque todo esgoto da empresa Bigfer, que vem ali de cima, ela acaba ali atrás daquelas casas e no verão não dá. Dá para sentir o cheiro. Realmente, eu estive lá no verão, estive lá no inverno, tenho ido frequentemente ao Bairro São Francisco. Então, assim, não é porque a empresa, não tenho nada contra a empresa Bigfer, é porque tem uma empresa ali, esta empresa é um conglomerado populacional, ali gira muita gente. Se gira muita gente, tem muito esgoto sendo criado ali e esse esgoto vai, todo ele, para o Bairro São Francisco. Então, vamos fazer com que esta estação de tratamento de esgoto entre em funcionamento também. Também, propomos aqui, enquanto as estações de tratamento de esgoto estejam sendo construídas, que a Corsan se responsabilize pela coleta individual do esgotamento doméstico sanitário, principalmente em aglomerados populacionais com prédios comerciais e residenciais através da coleta mecanizada das fossas que feita por um caminhão especial que limpa as fossas e drena as fossas e faz o esgotamento localizado, fazendo com que, muitas vezes, esse cheiro ruim que a gente sente no Centro seja extinto do nosso Município. Também, quero aqui, atentar para uma situação muito grave do meu ponto de vista e aqui eu quero também falar a todos Vereadores que eu fui convidado para fazer parte do Comitê da Bacia Taquari-Antas, que é a Bacia responsável por abastecer 120 municípios da nossa região, uma das maiores bacias do Brasil, depois eu fiquei sabendo. Então a importância dessa bacia. E está lá, foi constatado qual é o problema da nossa Bacia? Orgânico. Potreiros, dejetos de animais, dejetos humanos, então o problema da nossa Bacia, hoje que alimenta todos nossos municípios é orgânico e agrotóxicos e aqui eu quero pontuar uma situação que eu ouvi, ninguém me falou, né, da engenheira química Juliana Pastorelo Ruboe ela demonstra que foi encontrado traços do agrotóxico DDT, que é o chamado “pó de gafanhoto”. Gente, esse agrotóxico, para vocês terem uma noção, ele foi banido para a venda no mercado brasileiro no ano 2009, nos Estados Unidos desde 1972 ele é proibido, tamanha a gravidade que ele causa à saúde do ser humano. Aí, eu pergunto: Temos níveis seguros do agrotóxico que foi banido do nosso país para ser vendido e que nós encontramos ele nas estações de tratamento, não é na Bacia, não é na Bacia, é depois da captação, lá nas estações de tratamento, nas 2 estações? Eu peço um pouquinho, só um pouquinho, seu Presidente. Nós encontramos nas 2 estações de tratamento traços de Pó de Gafanhoto. Isso é grave, gente. Os cálculos são feitos com pessoas de 60 quilos, por isso que ela disse que são traços, porque não chegou a ter níveis mais elevados. Só que ela mesmo, na fala dela, e aí é que eu solicito aqui, também, nessa minha fala, que a Corsan pelo menos faça um comunicado à população de que isso existe, de que existem traços e principalmente recomendem às crianças menos de 2 anos para que não façam o uso da água da torneira, pela possibilidade de agravamento da saúde delas. Por que?  Porque essas crianças têm uma massa corporal pequena. Elas absorvem mais o veneno do que o adulto, então não vão misturar leite com água da torneira ou dar água para crianças pequenas, pelo amor de DEUS. Ela mesmo na sua fala, orienta isso, ela disse que adulto não tem problema, inclusive no final, no final da fala dela, ela recomenda o que? Que diminuam os níveis de tolerabilidade dos agrotóxicos porque está água no Brasil é tida como potável, se fosse lá na Europa, não seria mais potável. Eu vou finalizar já, tem muito mais coisas. Infelizmente eu me passei, não deu para falar tudo. Para concluir, então, estou encaminhando esse documento ao nosso Prefeito da Cidade, como todos os anexos e queria concluir aqui, né: “O Vereador signatário, após ouvir a Casa, requer a anuência dos demais pares para que sejam enviados votos de congratulações ao gerente regional das Lojas Quero-Quero, Cedenir Galina e ao gerente Pedro Eloi Schwaiser pela reinauguração das Lojas Quero-Quero ocorrido no dia 05/03. ” Eu estive lá. Lindíssima loja, gente. Assim, Lojas Quero-Quero com mais de 260 lojas no Estado, empregando mais de 3.000 pessoas. Merece o respeito e, assim como o Senhor Raul Randon, o Seu Tili começou lá de baixo, na sua garagem e é este exemplo que faz com que grandes multinacionais, grandes empresas, deem certo no nosso país. Parabéns e também faço meu voto aqui de consideração e lamento pela morte do nosso grande empresário Raul Randon. Estou de saída, eu sei que já passei meu tempo.

PRES. TIAGO ILHA: Obrigado, Vereador do PDT, Thiago Brunet. Convido o mesmo Vereador que retorne aos trabalhos dessa Sessão.

PRES. THIAGO BRUNET: Bem, desculpa, Vereadores, mas é que era muita coisa e ficou muita coisa que eu vou ter que passar no Pequeno Expediente, porque tem muito material aqui. Depois eu quero falar com vocês rapidinho aí, só me dá um tempinho aqui. Bom, neste momento, então, coloco em votação o Requerimento de n° 028, formulado pelos Vereadores Josué Paese Filho e Tadeu Salib dos Santos. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Subscrito por todas as Bancadas. Vou botar o meu aqui. Requerimento, então. Boto em votação o Requerimento de n° 027/ 2018, formulado por este Vereador. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Subscrito por todas as Bancadas. Requerimento, então, de n° 029, formulado pelos Vereadores Odair Sobierai e Sandro Trevisan. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. Subscrito por todas as Bancadas. Requerimento n° 030/2018, formulado pelos Vereadores Odair Sobierai e Sandro Trevisan. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Com a palavra o Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente e Senhores Vereadores, nós sabemos que os Eventos Oficiais Do Município, e isso é uma determinação que vai ser feita pelo Prefeito, e por isso ele vai como uma sugestão de PL, até porque quando tem matéria financeira, os Vereadores não podem legislar sobre o assunto ou, melhor, podem fazer requerimento sugerindo ao Prefeito Municipal incluir ou instituir no Calendário De Eventos Oficiais Do Município. Porém o Calendário De Eventos Oficiais Do Município, são eventos que acontecem todos os anos, são eventos que nós colocamos ou pedimos para incluir no Calendário De Eventos, eventos em que acontece num ano, acontece num outro e eventos que se fortalecem, que ficam no Município e que daí sim enraizados eles vão para o Evento Oficial Do Município. Eu vou dar um exemplo: o Natal de Nova Milano. Por vários anos eles fizeram, se enraizou, deu certo, aí o que aconteceu? Foi para o Calendário De Eventos Oficiais Do Município. Uma sugestão de uma Vereadora, inclusive, que assumiu aqui, Vereadora Por um Dia, aluna do colégio de Nova Milano. Neste caso, nós estamos fazendo e nós não estamos dizendo aqui que a Bancada do PMDB vota contra ou a favor eu sei que as pessoas aqui do Santa Rita, do Clube fizeram uma solicitação, né, para que seja incluído, mas está incluído o aniversário de 90 anos. E a minha intenção é melhorar a sugestão do Projeto, porque quando ele chegar no Executivo, eu não sei se vocês já conversaram com o pessoal do Executivo, mas pode chegar no Executivo e pode parecer que, porque a intenção do Clube Santa Rita pode parecer um apoio. A Administração Municipal poderá aí dar um apoio ao evento, porém um evento, como falei antes, ele não está consolidado, mas eu não tenho dúvidas com a experiência e com a maneira que o Clube Santa Rita trata ele vai se consolidar, mas eu também acredito que não seja só na comemoração dos 90 anos, porque não pode estar lá a comemoração no Calendário De Eventos Oficiais Do municípios 90 anos, porque no ano que vem já vai ser 91.  E aí a Lei já não adianta mais, né, a Lei não adianta mais porque tem os 91 anos daí e é um evento que vai estar na Lei e inclusa lá no Calendário Oficial e não vai mais ter. Então este evento não acontece anual, é mais difícil. A sugestão que eu trago e talvez, acho que pode ser tratado assim, é ao invés de ser a comemoração dos 90 anos do Clube Santa Rita, que seja incluída no Calendário De Eventos Oficiais Do Município, a comemoração do aniversário do Clube Santa Rita, que acontece todos os anos. E tomara que por muitos anos. Então esta é a sugestão que eu quero dar aos Vereadores do PSB, se assim entenderem. Que não seja para não chegar no Executivo, e olha bem que sou Vereador de oposição, para não chegar no Executivo e ele dizer: “não, mas isto eu não posso incluir, porque está me parecendo aqui, que se eu ajudar no evento, eu burlar alguma coisa porque eu não posso ajudar o Clube de outra maneira se não estiver numa Lei” e eu estou colocando esse no evento, mesmo que seja só, não financeiramente, não em dinheiro, mas em outras atividades que o Clube, como por exemplo, uma ambulância através do Pró Saúde, sei lá, algum enfermeiro, enfim outras atividades que o Município possa colocar lá e uma fiscalização, um auxílio da Administração Municipal. Então, de repente, em vez de nós colocarmos aqui a comemoração dos 90 anos, que seja incluso, então no Calendário De Eventos Oficiais Do Município a comemoração do aniversário do Clube Santa Rita. Obrigado, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Encaminhamento de votação. Vereador Fabiano Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Senhor Presidente. Eu queria fazer minhas suas palavras Vereador Arielson, se me permite e temos ciência da intenção dos Vereadores Sandro e Odair e também a necessidade  que os integrantes do Clube assim o fizeram, assim os levaram a solicitar aos nossos Vereadores, mas também não concordo que nós coloquemos no Calendário Oficial, de eventos oficiais, o 90° aniversário do Clube, porque  como o Vereador Arielson pontuou, fica meio estranho, fica esquisito para nós aprovarmos uma sugestão de PL que depois virá, se vier do Executivo, para nós aprovarmos um aniversário de uma entidade. Então, nós temos que ser imparciais por mais entendedores do que nós somos do que o Clube representa e assim homenagearemos aqui nos seus 90 anos, mas do jeito que o Requerimento está posto, eu voto contra. Mas a sugestão do Vereador Arielson, acredito que venha ao encontro do que precisa e vai ficar dentro do que nós como Vereadores temos que ter a ciência e legislar. Então, reitero a sugestão do Vereador Arielson que seja retirado do Requerimento, Vereadores Odair e Sandro, o “nonagésimo” para nós possamos incluir o aniversário do Clube Santa Rita. Aí nós seremos coerentes com o que diz o calendário, que é o calendário de eventos e também coerente com os legisladores que somos. Era isso, Senhor Presidente. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra, Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Obrigado, Senhor Presidente. Quero cumprimentar o Senhor e aos demais Vereadores, a imprensa aqui presente, através do Jornal O Informante, ao Ramon e ao Gasperin e apenas uma pequena contribuição e também reforçando o que colocou o Vereador Arielson e o Vereador Fabiano Piccoli. Nós gostaríamos também, caso for reestudada essa sugestão de PL. Entendemos que o aniversário do Clube Santa Rita tem estatura de evento para estar presente em todos os anos e não só no aniversário de 90 anos no calendário oficial do Município e para isso também e talvez só para a gente contribuir. Neste caso, Vereadores Sandro e Odair, nós sugerimos também que seja suprimido o artigo 6º da sugestão de PL, porque o artigo 6º fala; “ a vigência desta Lei será até o dia 31 de dezembro de 2018”. Então caso a gente chegue a um consenso, de que possa permanecer todos os anos, então a gente não vai limitar o prazo de vigência desta Lei. Então, para somar, mais uma contribuição da nossa Bancada, que seja suprimido o artigo 6º da sugestão de PL e aí não limita para 2018, apenas, a inclusão do aniversário do Clube Santa Rita e sendo assim ele poderia permanecer por outros anos também no Calendário Oficial. Era isso, Senhor Presidente. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Vereador Alberto Maioli.

VER. ALBERTO MAIOLI: É bem simples e objetivo. Esse ano de 90 anos é o início do primeiro aniversário que será incluído nos Eventos Oficiais do Município de Farroupilha. E dá-se continuidade por toda vida, evidentemente, que os dois autores do Requerimento vão concordar. Por quê? Por que esse ano aqui é o início do primeiro aniversário que será incluído nos eventos municipais, no calendário oficial dos eventos do Município de Farroupilha. É bem simples e bem tranquilo é só fazer um relato e os dois autores do Requerimento tenho certeza de que vão concordar, porque é benéfico até para a comunidade de Santa Rita, para o Clube Santa Rita. Só mudar um pouco o Requerimento e será aprovado por todas as Bancadas, tenho certeza absoluta. E eles vão concordar, porque é bom para eles e para o Clube Santa Rita. Só isso, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Vereador Odair Sobierai.

VER. ODAIR SOBIERAI: Boa noite colegas Vereadores. Então eu retiro esse Requerimento e daí na verdade, eu retiro e colocamos em votação num outro dia e a gente pegar todas ideias dos colegas Vereadores para a gente formular melhor. Na verdade a gente já tinha até conversado com a direção que esse ano já estaria bom para eles, mas na verdade a ideia de vocês é melhor e também já tinha até sugerido para eles que se fosse para sempre, mas vamos lá. Se assim. Só retiramos então o artigo 6º que a vigência desta Lei será até o dia 31 de dezembro de 2018. Então ela fica.

PRES. THIAGO BRUNET: Vamos fazer o seguinte. Só um pouquinho, só um pouquinho. Tira todo e apresenta ele.

VER. ODAIR SOBIERAI: É isso, Senhor Presidente. Vou retirar e colocamos em votação na próxima segunda-feira.

PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Presidente, obrigado. Senhores Vereadores, Vereadoras e demais presentes. Eu acho que não há necessidade de retirar esse Projeto, até o pessoal está aqui há mais de 2 horas, né. O pessoal do Santa Rita está há mais de 2 horas aqui. Eu acho que é só modificar o artigo 1º e retirar o artigo 6º e daí acabou o assunto e votamos hoje à noite. É só redigir, é só mudar o Requerimento. O pessoal está há duas horas aqui e agora vão para casa sem saber o que vai acontecer. Eu acho que todos os Vereadores, Presidente da Casa, todos Vereadores aqui, já comentaram que concordam com o Requerimento mudando esses dois artigos, está solucionado o problema. O pessoal está aí presente, vamos bater a foto com o Santa Rita. Obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Vereador Raul Herpich.

VER. RAUL HERPICH: Senhor Presidente, Senhores Vereadores. Bom, eu li atentamente o Projeto aqui, ele é específico, né, Vereadores. Institui no calendário de eventos do Município de Farroupilha, em 2018, o aniversário, 90º aniversário do Clube Santa Rita. É uma Lei específica para o 90º, que é comemorativo, 91 talvez não seja. Então me parece que ela está bem formulada, essa Lei. Tanto assim, que no mês março, abril e maio tem atividade do Clube Santa Rita e que o Município poderá participar, porque tem uma Lei que autoriza. Então, o meu entendimento está correto, é só para 2018 que é o 90º aniversário que é realmente comemorativo, que é uma data especial: 90 anos. Noventa e um já é outro. Mas é para este ano para que talvez o município de Farroupilha possa participar das comemorações nos 3 meses que vai ter atividade, está autorizado o Município participar, participar das atividades, porque tem Lei que autoriza, investimento ou sei lá. Então no meu entender, a Lei é específica, está correta e eu acho que tem que ser votada como está. Obrigado, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Assim, só um pouquinho. Vamos fazer o seguinte: quem é o dono do Projeto é o PSB. Vereador Sandro e Vereador Odair, vocês vão fazer o que? Vão retirar ou vão botar em votação? Pronto. Então, está em votação o Requerimento formulado pelo Vereador. Qual é o número do Requerimento? Requerimento de nº 30 formulado pelo Vereador Odair Sobierai e pelo Vereador Sandro Trevisan. Os Vereadores que estiverem. Retirando o artigo 6º e modificando o 1º. E gostaria que a Casa pudesse fazer isso agora, nesse momento, já. Já fizemos as modificações e aí botamos em votação. Com essas condições, os Vereadores, se todos os Vereadores estiverem de acordo, permaneçam como estão. Aprovado por todos Senhores Vereadores. Bem, nesse momento, então, eu convido rapidamente aqui, para subir ao Plenário, aqui a Ana Paula e o Joel para receberem os votos de congratulação do Vereador Tadeu e do Vereador Josué. Por favor.

(ENTREGA DE VOTOS DE CONGRATULAÇÕES)

PRES. THIAGO BRUNET: Convido, então, para subir aqui ao plenário, também, o Pedro e o Galina para receber, também, os votos de congratulação.

(ENTREGA DE VOTOS DE CONGRATULAÇÕES)

Muito bem, então. Nesse momento, então, passamos ao espaço destinado ao Pequeno Expediente. A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, queremos cumprimentar os membros, novamente aqui, do Clube Santa Rita, que se fazem presentes na nossa Sessão. Também estendermos os cumprimentos ao Joel e a Ana que estiveram aqui presentes e que estão aumentando os seus empreendimentos aqui na cidade, aos servidores do Município, o Rui, aqueles que se fazem presentes aqui nesta noite. Aos funcionários e ao gerente da Quero-Quero, da Lojas Quero-Quero que também recebeu, então, essa pequena homenagem aqui da Câmara nessa noite e cumprimentar a todos os presentes do Bairro São Francisco que prestigiam a nossa Sessão, ao Seu Menzen, ao Rodrigo, que também estão sempre conosco aqui acompanhando nossas Sessões da Câmara de Vereadores. Senhor Presidente, e demais Vereadores eu gostaria de apresentar dois Requerimentos. O primeiro Requerimento é o Requerimento nº 026/2018, que nós já tivemos a oportunidade de falar na semana passada aonde: “A bancada do Partido do Movimento Democrático Brasileiro, após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que seja oficiada à diretoria da Associação de Pais e Amigos do Autista, AMAFA de Farroupilha, para que venha a esta Casa explanar sobre a inauguração da nova sede e os importantes trabalhos realizados pela entidade. ” Relembra a todos, que nós discutimos, na semana passada, o requerimento não está indo com a data da Sessão, mas fica nossa sugestão para que o convite seja para o dia 02/04, então, que é o dia de conscientização do autismo. Então eu peço que o Senhor coloque em votação o Requerimento nº 026/2018. Requerimento 026/2018 que convida a AMAFA, Associação dos Pais e Amigos do Autista de Farroupilha, com a sugestão que não está no Requerimento, mas que a gente passa a Presidência desta Casa, para que o evento seja realizado no dia 02/04.

PRES. THIAGO BRUNET: Então colocado em votação o requerimento de nº 26, formulado pelos Vereadores da Bancada do PMDB. Se todos os Vereadores estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores.

VER. JONAS TOMAZINI: O próximo Requerimento, Senhor Presidente, é o Requerimento nº 032/2018: “O Vereador signatário, após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que seja enviada ao Poder Executivo para que providencie o recolhimento de lixo junto ao residencial Morada do Sol, como também a colocação de contêineres adicionais no local. ” Nós temos uma imagem aqui atrás que está passando para quem pode nos acompanhar da situação que nós temos no residencial Morada do Sol, esta foto foi tirada na data de hoje. Nós temos naquele condomínio, então, 120 residências, unidades habitacionais. Temos a informação de moradores, que em torno de 450 pessoas habitam nesse local. Nós tínhamos até pouco mais de 2 meses, 4 contêineres que estavam nesse local, 2 containers de recolhimento de lixo orgânico, 2 containers de recolhimento de lixo seco. Nós não estamos citando a Ecofar, aqui neste requerimento, porque a gente sabe que quem disponibiliza os containers é a Administração Municipal e a Ecofar efetua, então, a distribuição e o recolhimento desses resíduos. A gente até viu algumas imagens, recentemente de alguns colegas Vereadores que estiveram no residencial Morada do Sol, lá inaugurando algumas benfeitorias ou participando de benfeitorias que foram feitas neste local, e a gente lamenta que hoje a situação é está exposta nessa imagem que não precisa dizer muita coisa, pois ela fala por si. O Requerimento faz esse pedido específico com relação a Morada do Sol, mas eu quero também apresentar algumas outras fotos que a situação não é tão complicada quanto essa, mas no Bairro São Francisco, também, aonde a gente tem uma série de condomínios e também estamos na situação apresentada nestas fotos. Então, aqui a gente percebe que há dificuldade de disposição de contêineres de lixo, não é uma situação localizada, nós já apresentamos Requerimentos nas Sessões anteriores, também demonstrando isso. Eu acho que essa não é a imagem que nenhum de nós Vereadores queremos que as pessoas que venham visitar o nosso município levem de Farroupilha. Tenho certeza. E eu nem quero ficar colocando muito essas imagens, porque acaba nos envergonhando a situação que está Farroupilha. Nos disseram e nos contaram uma história, que criariam uma empresa pública no Município que iria custar menos e qualificar os serviços. Não é isso o que nós enxergamos. Vereador Arielson, outros colegas da Bancada do PMDB, já apontaram isso em outras oportunidades e a gente percebe, e eu peço que o Senhor depois acrescente um tempo em função do seu retorno para a Presidência desta Casa, para que a gente tenha soluções com relação ao que está sendo apresentado rotineiramente na Câmara de Vereadores. Mas, assim, para complementar, eu só quero dizer que a definição de prevaricar, prevaricar é faltar ao cumprimento do dever por interesse ou má fé. Se nós faltarmos, eu estou concluindo, se nós faltarmos ao cumprimento do dever por interesse ou má fé, qualquer um dos dois é muito negativo, e se o Prefeito Municipal, como colocou o Vereador Arielson, usando o espaço da Bancada do PMDB, tem informações e que não está tomando as devidas providências, ele está faltando ao cumprimento do seu dever, por interesse ou má fé. Qualquer um dos dois é muito negativo. Eu gostaria que o Senhor colocasse em votação o requerimento nº 032/2018 e muito obrigado, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Colocado em votação, então, o Requerimento de nº 032/2018 formulado pelo Vereador Jonas Tomazini. Se todos Vereadores estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos Senhores Vereadores. A palavra está à disposição. Com a palavra o Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Senhor Presidente, colegas Vereadores. Um cumprimento especial, então, pelo dia de homenagem tanto ao pessoal da Florybal, o pessoal da Loja Quero-Quero, que ainda está aqui, ao Clube Santa Rita que possa comemorar todos os anos e que o município possa estar auxiliando de alguma forma. A esse e outros eventos que possam ser realizados, também quero fazer aqui um registro, também, de vamos dizer, assim, me somo aqui ao Vereador Tadeu, ao Vereador Fabiano André Piccoli. Do meu colega de partido, Prefeito de Caxias do Sul, na função de Prefeito, de não ter decretado luto oficial pelo passamento de um homem tão importante como foi Seu Raul Randon, continuará sendo para história do empreendedorismo da Serra Gaúcha e do Brasil. Aliás, o nosso Prefeito Municipal de Farroupilha decretou luto oficial, porque Farroupilha e muitas famílias de Farroupilha também têm a sua história ligada, entranhada junto com a empresa Randon, então é um gesto muito importante e sensível do nosso Prefeito, doutor Claiton Gonçalves. Quero, também, informar: confirmada a emenda parlamentar de R$ 200.000,00 do Deputado Federal Carlos Gomes, emenda que nós estivemos juntos com os demais Vereadores a Brasília e tivemos a confirmação. O hospital deve receber, nos próximos dias, um ofício confirmando a emenda do Deputado Federal Carlos Gomes, que já auxiliou o Município com R$ 200.000,00 para os postos de saúde, dinheiro que já está sendo utilizado, com R$ 250.000,00, com a estação já vencida, terminada e a empresa está há poucos dias de iniciar a obra do palco multiuso, aqui atrás da Câmara de Vereadores, no Largo Carlos Fetter e mais R$ 200.000,00  agora do Deputado que não é da nossa região, é de Porto Alegre e que nós conseguimos interceder e a sua sensibilidade tem olhado muito significativamente ao município. Já vai perto de R$1.000.000,00 do Deputado Federal Carlos Gomes ao Município de Farroupilha. Quero também apresentar o Requerimento, Senhor Presidente, Vereadores e Vereadora, após ouvida a Casa requer a Vossa Excelência que seja encaminhada ao Poder Executivo Municipal o pedido de instalação de uma lombada, é um quebra-molas em frente à Escola Infantil Projeto Esperança, no Bairro Primeiro de Maio, conforme traz aí, na foto, né, a escola encontra-se localizada sobre um local de extremo tráfego diário na comunidade do Primeiro de Maio. E fui procurado pelo grupo de pais que solicitou a situação de ver a possibilidade de talvez, pelo declive da rua, não possa ser quebra mola, talvez possa ser, talvez possa ser tachões ou alguma coisa que possa os veículos reduzirem a velocidade nesse trajeto, aliás se olhar o Bairro Primeiro de Maio é praticamente uma cidade e essa seria, então, a entrada da cidade com enorme fluxo de veículos. Gostaria de ceder um aparte ao meu colega Vereador Arielson Arsego.

PRES. THIAGO BRUNET: Aparte, Vereador Arielson Arsego.

VER. ARIELSON ARSEGO: Senhor Presidente. Vereador Tiago Ilha, obrigado pelo aparte. Só para contribuir no requerimento. Esta rua, está escrito aqui: Rua Sílvio Vicente Soprana, não deve ser a Rua. É Pedro Antonello.

VER. TIAGO ILHA: É que foi colocada a rua da esquina, né, mas a verdade.

VER. ARIELSON ARSEGO: É porque a rua transversal é essa. Eu não tinha falado. Se é nesta, e na frente da Rua Pedro Antonello. Então é só mudar o nome.

VER. TIAGO ILHA: Obrigado pela colaboração, inclusive peço à casa, então, que a gente possa auxiliar na redação final aqui do encaminhamento e peço que coloque em votação, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Colocado em votação, então, o Requerimento de nº 033 formulado pelo Vereador Tiago Ilha. Se todos Vereadores permanecerem como estão. Aprovado por todos Senhores Vereadores.

VER. TIAGO ILHA: Obrigado aos Senhores Vereadores e era isso que tínhamos para o momento, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, demais aqui presentes, os amigos do Santa Rita, Rodrigo, Seu Menzen e demais que nos acompanham até essas horas. Referente da Morada do Sol, Vereador Jonas, este Vereador, deve ter sido um que o Senhor viu nas fotos, lá, não esteve só na inauguração e sim no auxílio, também, na construção, juntamente com um grande batalhador lá o Rodrigo o qual não canso de parabenizar por estes trabalhos aí, Rodrigo. E a realidade dos containers naquela oportunidade era bem outra, né. Então lhe cumprimentar, se está havendo problema temos que cobrar, sim, que seja resolvido. Mas só não foi, não levantamos esse assunto na oportunidade porque a realidade naquele local era outra naquela oportunidade que nós estivemos lá. Então, eu gostaria, Senhor Presidente, de apresentar um Requerimento, o Requerimento de nº 031, que se trata: “o Vereador signatário, após ouvida a Casa, requer a Vossa Excelência que seja encaminhado Ofício para a empresa Bento Transportes, solicitando alteração da rota de transporte coletivo no Bairro Ipanema. ” Este Requerimento tem por finalidade atender à solicitação dos moradores daquele bairro, lá. O ônibus sobe todo pela Rua Itália, então os moradores querem que faça um pequeno trajeto, lá, para facilitar, para facilitar para os moradores, principalmente, em dias de chuva. Então gostaria que fosse colocado em votação esse Requerimento, Senhor Presidente.

PRES. THIAGO BRUNET: Colocado em votação, então, o requerimento nº 31 formulado pelo Vereador Aldir Toffanin.  Encaminhando de votação, Vereador Jonas Tomazini.

VER. JONAS TOMAZINI: Senhor Presidente e demais Vereadores. Vereador Toffanin, eu quero lhe parabenizar primeiro pela participação e envolvimento que o Senhor teve junto aos moradores do condomínio, quando da realização dessas melhorias e também lhe parabenizar pela apresentação do Requerimento nº 031. Só quero fazer uma ressalva, isso não proíbe de encaminhar, mas quem sabe para a gente verificar como seria o melhor encaminhamento. Eu acredito que neste caso, este tipo de requerimento deveria ser encaminhado, primeiro ao Prefeito Municipal porque considerando que a licitação é feita pelo Poder Executivo e a Secretaria de Obras tem um Conselho Municipal, lá, que discute, por exemplo, a questão das passagens, questão do itinerário. Parece-me que talvez tenha, inclusive, mais força, Vereador Aldir Toffanin, caso passe pelo Executivo e essa sugestão venha também do Prefeito Municipal, junto com a empresa Bento Transportes que é uma concessionária contratada, né, através de licitação do Poder Executivo. Claro, assim nós teremos mais força, vai junto ad Câmara de Vereadores, mas quem sabe tendo o aval, né, do Poder Executivo, a gente possa ter, inclusive, mais força junto à empresa. Se o senhor entender, né, de encaminhar direto para a empresa ou a Câmara encaminhar para a empresa e aí nós encaminharmos, também, para o Executivo e o Executivo também reforça, nenhum problema. Só com o objetivo de auxiliar, reforçar para quem sabe ter êxito na solicitação que o Senhor faz, visto que quando é alguma empresa assim, vinculada ou contratada pelo Poder Executivo normalmente a gente manda para o Prefeito Municipal. Era isso, Senhor Presidente. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Prossiga.

VER. ALDIR TOFFANIN: Queria lhe agradecer o aparte, Vereador Jonas, que muito contribuiu. Eu acho que a Casa pode mandar para os dois, sem problema nenhum, né. A gente aprova aqui e faz para mandar, também, para o Senhor Prefeito Municipal. Era isso, Senhor Presidente. Muito obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Colocar em votação, então, o Requerimento nº 031/2018 formulado pelo Vereador Aldir Toffanin. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos Senhores Vereadores e fazer esse encaminhamento escrito por todas as Bancadas. Isso aí. Para a empresa e o Executivo, será encaminhado o ofício. A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Jorge Cenci.

VER. JORGE CENSI: Senhor Presidente, colegas Vereadores, uma saudação ao Ramon da imprensa, ao Rui, ao Rodrigo, Seu Menzen, ao pessoal do Clube Santa Rita, da qual sou sócio há muito tempo. É bom tê-los aqui. Eu queria falar de uma questão que o Vereador Tiago Ilha levantou a qual também me somo e acho que devemos fazer alguma ação um pouco mais incisiva, que é o abandono ou cavalos soltos no nosso Município. Têm diversos problemas de cavalos invadindo propriedades rurais ou lindeiras ao nosso Município aqui, causando prejuízos significativos, sem contar o perigo constante da travessia das rodovias, da RS 122, a RS 453, ou até a ida para quem vai a Caxias, aí, o trecho todo do perímetro urbano do nosso Município. Eu me somo a sua colocação, Vereador, eu acho que nós temos que ir um pouco além da Administração Municipal ou de uma simples multa. Eu acho que a gente deve reunir forças e talvez chamar a Polícia Rodoviária Estadual, que eu tenho conhecimento que por diversas vezes ela tem que usar o termo: “espantar os cavalos” que estão atravessando ou estão causando ou estão próximos à rodovia. Eu acho que a gente buscando o apoio da Polícia Rodoviária Estadual, Promotoria Pública e vou além, tenho conhecimento de pessoas que se dispõe a ceder o espaço para colocação desses cavalos que estão abandonados. Então, eu acho que a gente pode alinhavar, e aqui já convido a nossa Presidente da Frente Parlamentar Animal, a nossa Vereadora Eleonora para que a gente, em conjunto, Vereadora, faça uma ação um pouco mais forte, porque a gente percebe que são corriqueiras essas demandas ou esses problemas que existem e temos que tomar providências porque os proprietários, eles não estão muito preocupados com os danos que estão causando e, muito mais, não estão preocupados se vão causar um acidente um pouco mais grave ali na frente. Então eu acho que, eu deixo uma sugestão aqui, Vereadora, a Senhora como Presidente da Frente Parlamentar que a gente se una e eu acho que a gente pode fazer uma ação um pouco mais forte e também, né, Vereador, que o Senhor levantou a questão do PL, eu acho que esse Projeto tem que ter penalidades e ações, e além das ações, um respaldo jurídico para que essas ações sejam realizadas. Eu acho que é fundamental que isso aconteça e se faça essa ação. Uma questão, também importante, que eu vejo que junto ao Requerimento apresentado pelo Vereador Sobierai e pelo Vereador Sandro, referente à ação ou a comemoração do Clube Santa Rita, dos seus 90 anos. Eu acho que essa sugestão que foi dada pelo Vereador Arielson Arsego e também pelo Vereador Fabiano André Piccoli, ela tende a acrescentar e abrir um pouco mais o fato e não discordo, também, da sua colocação, que é um ano, né, que seria para esse ano, né, os 90 anos de comemoração, mas tendo em vista um Clube praticamente centenário e digo mais um Clube que é referência para muitos outros clubes, né, da nossa região. Eu acho que com a concordância do nosso Presidente Oscar, né, e os demais colegas da direção, eu acho que é fundamental que se homenageie, sim, né, e se o Clube achar conveniente, se façam ações todos os anos de homenagem. Eu acho que é importante e parabenizo os dois colegas que também entenderam a colocação e a nossa intuição foi acrescentar, foi agregar, tendo em vista que o Clube é uma referência na região e nada melhor e nada mais honroso, né, e que seja homenageado todos os anos. Era isso, Senhor Presidente. Obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Bom, só para constar aqui, então, foram feitas as alterações necessárias no Requerimento formulado pelo Vereador Sandro e pelo Vereador Odair e cada Vereador recebeu já com alteração. A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra a Vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite, Senhor Presidente, colegas Vereadores, Senhores e Senhoras presentes, Rui, Seu Menzen, sempre aqui conosco, o Jessé estava até a pouco conosco, representantes do Clube Santa Rita. Eu acho do Clube de Mães Primeiro de Maio já não tem mais ninguém aqui pelo adiantado da hora, nossos funcionários, o meu marido que eu gostaria que ele estivesse mais presente nas Sessões, né, meu bem. E, enfim, imprensa que eu também não vejo mais ninguém, o Rodrigo, né. Enfim, eu gostaria primeiro de dizer ao Vereador Tadeu o quanto eu me solidarizo com a sua dor e eu gostaria de dizer que eu tenho certeza que a Vitória sabe o quanto ela foi amada incondicionalmente e o quanto é importante atos como o seu de adoção de 11 animais, não tem como a gente descrever isso. Mas tenho certeza que a Vitória sabe o quanto ela foi amada. Bem, quero também, dizer, Vereador Tadeu, que eu acho, minha opinião e sei que é de todos, o fato lamentável do Prefeito de Caxias do Sul não ter decretado luto oficial pelo falecimento do Senhor Randon. É um absurdo, não tem como descrever. Os meus sentimentos à família, eu mesma, já dei, porque conheço a filha Roseli Randon que é minha colega. Mas, concordo plenamente com o Senhor. Vereador Alberto Maioli, o Senhor falou que eu, hoje, falaria sobre a nossa visita ao abrigo de animais. Não vou falar hoje.  Eu vou aguardar, eu tenho alguns dados a receber e a Frente Parlamentar com os seus pares, vai fazer um apanhado geral do que vimos, do que não vimos, de denúncias, de tudo que nós temos, disso que eu estou aguardando ainda. E, então, representando a Frente eu vou falar no Grande Expediente nós vamos comentar sobre isso. Vereador Fabiano André Piccoli, o Senhor falou e eu concordo plenamente, maldade não é seletiva. Quem é mau, é mau sempre. Não existe ser mau para animais e ser bom para pessoas, isso não existe. Não existe ser mau em determinada situação e ser bonzinho em outra, não existe. Ou a gente é mau, ou a gente é bom. Isso vêm de berço. Eu concordo plenamente com o Senhor. Quanto ao HBSC, eu vou me pronunciar, também, em outro momento, mas de qualquer maneira eu gostaria de dizer o seguinte:  o nosso representante do Poder Executivo ele não pode ir à mídia e falar que ele sabe o que acontece e não fazer nada. Ele sabe o que acontece, mas não faz nada. Ele sabe e não toma providências. Isso não pode, ele não pode fazer isso. Ou ele sabe e fala e toma providência ou ele então fica quieto. Era isso, Senhor Presidente. Obrigada.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Mário Bellaver.

VER. JOSÉ MÁRIO BELLAVER: Senhor Presidente, colegas Vereadores, uma saudação ao Rui, que permanece na Casa, o Menzen, o Rodrigo, ao Presidente do Santa Rita, Oscar Triches, sua diretoria, componentes do Clube Santa Rita e funcionários da Casa. Nós também, ouvindo a manifestação do Senhor Prefeito nos deixa, põe à comunidade farroupilhense numa dúvida, muita dúvida, muita expectativa, porque se ele sabe que tem vazamento quando o hospital estava aos comandos do Senhor Prefeito, na intervenção, ele teria que ter sanado esse vazamento e agora joga e não é a primeira vez que faz isso, por várias ocasiões, Senhor Presidente, ele faz isso deixa perguntas, dúvidas no ar e a população fica nessa angústia de poder saber o que está acontecendo no HBSC, que é a única casa de saúde que nós temos. Infelizmente, Vereador Jonas, eu acredito que é mal-intencionado. O Prefeito quando ele coloca essas dúvidas à população de Farroupilha onde que ele deveria, sim, ele como o Chefe do Executivo, dar tranquilidade à população e principalmente aos usuários e aos funcionários do hospital. Dessa forma, infelizmente ele está agindo de má fé. Também falar, na semana passada, falei das limpezas, das ruas do nosso Município, mas uma hoje, eu vi um trecho de 150 metros na Rua Júlio de Castilhos, no início do Bairro Bela Vista, Vicentina, limparam 150 metros e uns trechos estão pintados em cima do mato e outros trechos ainda o mato alto. Não tem uma sequência, a limpeza do nosso Município. E cadê, cadê a máquina que existia, o trator que fazia a limpeza aqui? Que cavocava, que carpia no meio-fio? Não existe mais. Por isso do atraso, também, da limpeza das ruas do nosso Município. A população exige pelo menos a limpeza das ruas e paga o seu IPTU, paga seus direitos e tem direito de ver a sua rua em condições. Infelizmente, já vários meses, se não for um ano que as nossas ruas da cidade estão nessa situação. Então por favor, Vereadores, cobrem do Senhor Prefeito que chame o responsável da Ecofar e que faça mutirões e que limpe e que dê sequência onde que é feita a limpeza, que o faça com qualidade e não tudo matado como está sendo feito. Senhor Presidente, eu gostaria de ceder um aparte ao Vereador Toffanin.

PRES. THIAGO BRUNET: Um aparte ao Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Apenas para contribuir, estive fazendo uma visita na Ecofar na última semana, até cobrando, realmente, Vereador, porque não dá para esconder o estado em que se encontram nossas ruas aí e fomos informados até que uma capinadeira, esse tratorzinho, estava voltando a trabalhar na semana passada e outra ia ser contratada para trabalhar também e até fazer um grande mutirão aí. Então, apenas para contribuir, Senhor Vereador.

VER. JOSÉ MÁRIO BELLAVER: O aparte contribuiu, Vereador Toffanin, mas há quanto tempo está parado, quanto tempo não tem aquela máquina que pode carpir no meio-fio? Então, tem que se prevenir, tem que ter planejamento. Se estão dispensando ou se estão na mecânica, tem que dar um jeito de arrumar e fazer o trabalho que a população necessita. Também, Senhor Presidente, lamentamos a atitude do Prefeito de Caxias, quando ele não decreta luto oficial ao maior empresário da nossa região, do Estado do Rio Grande do Sul. Infelizmente, não concordamos com essa atitude e aonde que, bem lembrado, Vereador Fabiano André Piccoli, quando o Senhor solicitou à Casa que fizesse um minuto de silêncio, porque as informações que nós recebemos, têm cerca de oitocentos funcionários do Município de Farroupilha que trabalham no Grupo Randon. Então, quantas famílias são que estão vivendo e gerando riqueza, impostos para Farroupilha do Grupo Randon. Então, bem lembrado e, sim, concordamos com esse minuto de silêncio ao grande empresário, o Raul Randon. Era isso Senhor Presidente. Muito obrigado.

PRES.THIAGO BRUNET: Antes de botar a palavra à disposição, passou despercebido, por esta Presidência aqui, o pedido de informação formulado pelos Vereadores da Bancada do PMDB de nº 02. Então, coloco em votação. Os Vereadores que estiverem de acordo permaneçam como estão. Aprovado por todos os Senhores Vereadores. A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Raul Herpich.

VER. RAUL HERPICH: Senhor Presidente, eu tenho pelas colocações, que foram feitas aqui, eu só gostaria de fazer uma ressalva. Não é ressalva, mas salientar pelo seguinte: vemos que o Prefeito de Caxias não decretou luto oficial, muito menos o Governo do Estado, também deveria ter feito. Muito obrigado.

PRES.THIAGO BRUNET: Com a palavra o Vereador Fabiano Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Não deu tempo para falar sobre a pauta Corsan, que é uma pauta que no ano passado, essa Casa trabalhou intensamente, com poucos resultados efetivos, na verdade, né, mas foi pauta das discussões, foi pauta das conversas e nós aqui, eu só queria ressaltar que alguns Requerimentos foram atendidos quando veio o Superintendente Regional, com poucas informações na verdade, mas ele veio. Por outro lado, inclusive participou de um debate com o Rui e com o Secretário David, mas por outro lado o Presidente Flávio, que nós fizemos o requerimento para que viesse e que nós pudéssemos ter uma reunião em conjunto, Corsan e Executivo, para principalmente rediscutir o contrato, dos itens que não estão no contrato, não veio. Na semana passada ou na retrasada nós aprovamos um novo Requerimento, convidando o Presidente Flávio para estar presente porque na questão da Corsan eu acho que nós temos que ter um olhar sobre dois aspectos, um aspecto é o imediato, é a situação atual da nossa rede de distribuição. E o segundo aspecto, é olhar a longo prazo. São os investimentos contratuais que não foram cumpridos, que estão alguns em execução, mas olhar também os outros itens que não estão claros no contrato e precisam estar. Então, solicito, Senhor Presidente que a Casa intensifique a pressão em cima do Presidente Flávio para que ele atenda a solicitação desse Vereadores para que venha a esta Casa. É um diálogo. Vamos pressionar, sim, mas é uma forma de nós dialogarmos com a Corsan. E eu queria deixar aqui deixar uma sugestão, em face do que o Senhor trouxe, dessa análise de água feita, que o Município, se assim o puder, através da Secretaria da Saúde, faça coletas de água em pontos estratégicos da cidade e nas duas estações de tratamento para verificar a qualidade da água, porque se nós temos uma informação, que é terceirizada, e se a Secretaria faz, de Saúde, esse acompanhamento periódico, que traga as informações, então, para essa Casa, para que a gente possa ter essas informações e até tranquilizar ou acelerar nosso debate nessa Casa em relação a isso. Porque muitas pessoas questionam a real situação da água, se podem ou não podem beber, porque tem muitas pessoas que não têm condições de escolher entre beber água da Corsan ou comprar água engarrafada. E essas pessoas estão preocupadas e têm filhos menores de dois anos. Então, se o Município não o faz, que o faça e se o faz que chegue até nós pelo menos as últimas duas ou três análises de água das estações de tratamento, mas que também possa pegar pontos estratégicos na cidade para verificar a qualidade da água. Então fica aqui essa sugestão e somente para contribuir, o convite feito para o Senhor participar do Comitê Taquari-Antas foi uma indicação do antigo Presidente do ano passado para que o Senhor pudesse fazer parte como futuro Presidente do Comitê Taquari-Antas. Muito obrigado, Senhor Presidente. Boa noite.

PRES.THIAGO BRUNET: Muito obrigado, então, pelo convite, eu não sabia, né, foi o que chegou lá. Abriram, lá, a reunião e me falaram que eu estava convidado, mas não sabia da onde tinha saído o convite. Então já agradeço até porque realmente é uma coisa que eu, como defendo bastante, gostei de participar da primeira reunião e sem dúvida nenhuma vou manter, acompanhando essa situação. A palavra, então, está à disposição. Com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER.TADEU SALIBDOS SANTOS: Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Vereadora Eleonora. Eu até mencionei isto na Tribuna e disse que não falaria, mas já que temos cinco minutos eu quero, resumidamente falar, até porque hoje se vê aqui, o questionamento sobre uma entrevista a qual eu não ouvi, não sei o conteúdo, não sei a fala em absoluto. Mas, enquanto isso, a gente está tentando ainda trabalhar, trabalhar forte para o HBSC como fizemos durante o ano passado e também esse ano. Ouvi, quando estivemos em Brasília, a criação do Proadi. E não tinha tantas informações. A partir daquele momento, de novembro para cá, comecei a buscar informações, e informações sobre o que seria o Proadi. Até que, a última que me levou a buscar ainda mais informações, foi da visita do Senhor Ministro da Saúde a Caxias do Sul, visitando o Hospital Geral e trazendo ali verbas para aquele Hospital e ele falando sobre a questão Proadi. O que é o Proadi? O Proadi é um programa desenvolvido pelo Governo Federal para institucionalmente assessorar na questão SUS, porque quem paga a conta disso é o Governo Federal, é o chamado INSS que tem uma conta a mais e que ele é deficitário, enfim. E o Governo preocupado com isso, ele contatou com hospitais, entre eles o Einstein, que já foi mencionado publicamente que o HBSC um dia seria o Einstein, quem sabe agora ele receba o Einstein como um sorteado para vir para cá, o Moinhos de Vento, aqui do Sul, e o que foi salvo recentemente, o Beneficência Portuguesa que estava com as portas fechadas. Tem o Sírio Libanês, também. É um total de seis instituições que farão consultoria, através do Governo Federal, sendo que essa consultoria não pode inspirar o prazo de acima de três meses. Três meses é o prazo máximo para que eles indiquem tudo o que aconteceu com o Hospital, aonde falhou, onde o rombo foi grande, isso tudo feito pela consultoria de um desses Hospitais. São mais de mil hospitais inscritos para receber essa consultoria e nó temos a confirmação de dois hospitais que dependem, um só depende da inscrição no sistema que é feito pela direção do Hospital, um já está confirmado. Será em, agora que estive lá tantas vezes, a Cachoeira do Sul, obrigado, Renata, Cachoeira do Sul, hospital de Cachoeira do Sul, já está confirmado, só não se tem a data que inicia, mas termina-se em no máximo 90 dias e eles apontam tudo e dizem o que os gestores estão fazendo, se eles estão certos ou errados. O próximo hospital, que depende só dessa inscrição, Senhor Presidente, e amanhã ou até quinta-feira estaremos reunidos com a diretora, Senhora Janete do HBSC, para agilizar essa inscrição coma garantia de que o segundo hospital confirmado é o HBSC e é imediato isso. Então, enquanto que estamos aqui discutindo algumas coisas, que eu não ouvi a entrevista, eu quero falar que em termos de HBSC é uma luz que está ali na frente para nós. Então, era essa notícia. Eu espero poder vir aqui, na próxima semana, quem sabe ou em poucos dias, e confirmar que HBSC terá respostas para muitas indagações. Obrigado, Senhor Presidente.

PRES.THIAGO BRUNET: Muito bem, então. A palavra está disposição.  Com a Palavra o Vereador Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Obrigado, Senhor Presidente. Queria cumprimentar, então, os Senhores Vereadores, a Senhora Vereadora, aos integrantes que estão ainda aqui do Clube Santa Rita, aos funcionários dessa Casa. Eu queria dizer que já deixei exposta essa minha intenção e me deixo à disposição para qualquer assunto referente a Corsan no sentido de que eu acho que nós possamos cobrar, sim, porque eu estive em uma das explanações e tinham muitos Vereadores lá, no momento em que explanavam sobre os investimentos da Corsan, para Farroupilha, Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa, enfim toda região e nesses investimentos, seriam investimentos significativos. Então me deixo à disposição de pensarmos de maneira de burocratizar esses compromissos, porque me parece que são contratos vagos, porque se não fossem tão vagos, teriam ao menos começado a fazer investimentos mais significativos. Então me deixo à disposição para qualquer assunto referente a questão de poder burocratizar esses contratos, poder fazer com que isso seja uma cobrança legal, que possa ter. A Corsan precisa desse compromisso. De novo conheço funcionários da Corsan e sei da dedicação deles. Alguns funcionários que eu conheço trabalham há mais de 20 anos na Corsan e desse período, sacrificam, muitas vezes, o Natal, sacrificam o primeiro dia do ano, Páscoa e inúmeros desses dias festivos para estar lá trabalhando. Então me coloco à disposição, Senhor Presidente. Outro assunto que eu acho interessante, tenho que concordar plenamente com o Vereador Arielson, é a questão da dificuldade dessas emendas virem, de que se faz necessário, sim, ir até Brasília, mas todos nós aqui sabemos o quão complicado é conseguir essas emendas que são de direito e tem que ir lá passar o chapéu. Então concordo plenamente contigo, Vereador Arielson, nesse quesito dizendo que é um absurdo. Diria, eu: não sei como pode, mas sei, sim, como pode, porque além de tudo a gente precisa ainda fazer esse jogo porque seria fácil de pôr essas emendas em outros lugares, né. Então, a gente precisa fazer esse trabalho para poder trazê-las para cá. Então, é complicado, é extremamente complicado nesse sentido. Gostaria, eu, de ver um dia em que essas emendas parlamentares pudessem ser distribuídas de outra forma. Não tenho um modelo mágico para distribuição, mas distribuídas de outra forma e não simplesmente indicada: “ah, eu quero que vá lá”. Justificativa: eu quero lá porquê? “Ah, porque eu quero lá, eu gosto muito daquele lugar”. Que a gente sabe que não é verdade. Isso independentemente de partido, independentemente de partido. Eu queria, outra coisa, aliás, depois de elogiar o teu depoimento, de dizer que foi bacana, vou dizer assim que no momento você foi um pouco contraditório nos teus argumentos, aonde diz que o Prefeito deveria falar se sabe de algo, também concordo, deveria. Mas no momento que fala a respeito de pessoas, com parentesco lá dentro também gostaria, então, que falasse, porque, então, nesse sentido me sinto extremamente prejudicado. Senhor Presidente, era isso que eu tinha para essa noite. Muito obrigado.

PRES.THIAGO BRUNET: A palavra continua à disposição. Vereador Josué Paese Filho.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Obrigado, Senhor Presidente, Senhores Vereadores, público que está ainda presente aí, o Menzen, o pessoal do Santa Rita, o Broilo. Sobre a Corsan, Vereador Fabiano, concordo perfeitamente contigo. Muitas pessoas falaram comigo na rua dizendo o seguinte: “Vereador Josué, o que vamos fazer se não dá mais para tomar água da Corsan”? O que está acontecendo? Com todo respeito ao Presidente que levantou esse assunto. Está acontecendo que nem aconteceu há algum tempinho atrás, não muito tempo, do HBSC. Que inclusive os médicos baixavam os pacientes em outras cidades, porque as pessoas diziam, não, eu não quero ser baixado no HBSC. Eu vou morrer lá dentro. E era mentira. O HBSC tinha problemas e tem problemas, Vereador Tadeu, financeiros, mas eu sei de pouca gente, poucas pessoas, falar do atendimento do HBSC, dos profissionais de lá, seja as enfermeiras, seja os médicos. Têm algumas queixas, têm. Então o negócio da água está se tornando, na cidade, uma preocupação muito grande. Se vai cozinhar o arroz e o feijão com esta água da Corsan, o que tu vais fazer, ou se vai beber, ou se vai dar para o seu filho beber. Então eu acho que nós temos que cobrar da Corsan, sim, temos que cobrar da Corsan, e eu fico assim porque a Secretária da nossa Cidade, Secretária da Saúde, diz que a água é de boa qualidade, Presidente. Então ela não tem conhecimento que a água não é de boa qualidade, então ela não tem conhecimento nenhum. Então fica difícil. Lá no meu estabelecimento por duas vezes já a Corsan passou lá, com os frascos, pedindo se usava aquela torneira frequentemente, ele colhia água. Aí eu pedi para o rapaz para que é? Para fazer análise, né. Agora se a análise está certa ou está errada, ou acho que nenhum técnico vai assinar alguma coisa que não é verdadeira. Agora que nós temos uma água que talvez poderia melhorar, com certeza, né. Eu que para começar a melhorar nós temos que partir pelo esgoto, aí nós vamos ter uma água tanto no Buratti como na Julieta de melhor qualidade. Eu também fiz diversos requerimentos, eu estava olhando aqui, Senhor Presidente, documentos, mas teria até mais requerimentos meus com certeza, tá, chamando os gerentes da Corsan que não compareceram nessa Casa. É uma falta de respeito com quem representa a comunidade farroupilhense, é uma falta de respeito. Não vieram a essa Casa. Sobre as emendas, dos Deputados, Vereador Sandro Trevisan e Vereador Arielson, primeiro lugar eu acho que os Deputados Federais não deveriam ter esse privilégio, vou dizer privilégio, de ter essas emendas para destinar aos municípios. Por isso que continua sempre os mesmos, que quando entra alguém novo, para ser um Deputado Federal, não vai chegar nunca numa cadeira lá, porque o Município de Farroupilha, Canela, Gramado, Garibaldi, tem um compromisso com o Deputado tal, porque ele empenhou tanto dinheiro e veio tanto dinheiro para o teu município. Então os Vereadores, a população, os partidos têm obrigação de dar retorno para esse Deputado. Não deveria existir emendas para Deputados, o dinheiro que é recolhido dos impostos em Farroupilha não deveria ir a Brasília, para depois fazer uma volta e chegar aqui 10%, já deveria ficar em Farroupilha, nos municípios, esta é a verdade. Agora eu quero dizer, Vereadores Sandro Trevisan e Arielson Arsego, que infelizmente funciona assim. Eu, todas as viagens que eu fiz a Brasília, e não foram poucas, eu nunca voltei de lá, nunca voltei de Brasília sem uma emenda. Eu trouxe emendas, aqui ó, para a saúde, agricultura com máquina, retroescavadeira e tratores que até hoje estão na Prefeitura. Para a educação com duas quadras de esportes, Nova Sardenha e Linha Paese, infraestrutura, asfalto no Vitória e no Belvedere, turismo, pessoal do Santa Rita, bem pertinho do Santa Rita, R$250.000,00 para restaurar a Casa de Pedras, né. Deste Vereador, do Deputado Federal, né. Então se a gente não vai atrás, Vereador Tiago, infelizmente não vem o dinheiro, se você não vai no gabinete deles, não adianta mandar o assessor pedir dinheiro para Farroupilha, Vereador Maioli, que não vem. Os Vereadores têm que ir lá, sim, buscar o dinheiro e não sei, eu acho que foi o Beto que falou, “se você vai cinco vezes a Brasília e cada vez traz uma Brasília, traz uma emenda, aliás, você paga toda sua despesa e todo seu salário de quatro anos que o Senhor está aqui nesta Casa”. Muito obrigado.

PRES.THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Com a palavra o Vereador Beto Maioli.

VER. ALBERTO MAIOLI: Bem rápido, Senhor Presidente. Falaram do HBSC, eu quero fazer uma colocação. O ano passado, 2017, foi destinado ao HBSC R$ 42.000.000,00 em saúde, do Município, do Estado e da União, e outras coisas que talvez entrou. R$ 42.000.000,00 de saúde. Se o Prefeito falou de algum vazamento, não ouvi, ao menos a entrevista, mas se tiver que fazer alguma averiguação no Hospital, teria que se fazer mesmo, porque uma coisa eu quero dizer aqui que há pouco dias eu falei com um paciente que foi hospitalizado em Caxias do Sul e o mesmo paciente foi hospitalizado em Farroupilha e ele disse: “o atendimento em Farroupilha foi muito melhor do que em Caxias do Sul”. Então seria uma lástima o Município que nós temos, pessoas qualificadas, pessoas competentes, pessoas queridas, realmente, que se viesse dinheiro para o nosso município, para atender os doentes, que ser desviado para “A”, “B” ou “C”. Então eu acho que é uma coisa muito importante isso aí que deveria ser verificado. E uma coisa que eu quero dizer aqui que não sei, me parece que agora vão me salientar para a semana que vem, eu vou trazer as coisas, que vão cobrar dos agricultores 2,5% de todas as notas tiradas no talão de agricultores de 5 anos para cá.  Então vejamos bem, se os agricultores, meio fuzilados que estão, se vão cobrar 2,5% do atrasado, não sei como que vai ficar a agricultura. Gente é coisa de arrepiar os cabelos. Porque eu acho que se é de direito, eu não sei, mas que os agricultores vão pelear, muitos agricultores vão pelear. Então eu acho que é muito importante aquilo que também falaram dos Deputados, cada Deputado tem mais de R$10.000.000,00de emendas parlamentares por ano para doar. Esse dinheiro, se fosse realmente destinado diretamente via Governo, do Presidente da República, via governo do Estado e viesse tanto por cento para cada cidadão, seria uma maravilha, não precisaria emenda parlamentar e cada município teria as suas emendas para fazer aquilo que bem entenderia, o que é melhor, o que é prioridade para os administradores do Município, para fazer, se é da saúde ou se é de investimento e assim por diante. Está bom, deu, terminei.

PRES.THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Encaminhamento de votação, votação no encaminhamento. Vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: É uma questão de ordem.

PRES.THIAGO BRUNET: É uma questão de ordem isso aí.

VER. ELEONORA BROILO: Pronto. Eu só, em relação ao Vereador Aldir Toffanin como líder do Governo, que eu gostaria de solicitar que o Senhor agilizasse, por favor, o Código De Conduta Para Tutores De Animais De Pequeno Porte que está em mãos do Procurador Municipal, por favor, tente agilizar junto a ele para a liberação. Era isso, obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Questão de ordem, Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Obrigado, Presidente. Apenas para colocar, Vereadora, vamos, sim, ver isso aí e houve até um mal-entendido, quem sabe uma precipitação do diretor de departamento que existe, sim, um projeto para animais de grande porte, vereador Tiago, que está sendo analisado antes de mandar para essa Casa, por isso que houve aquele mal-entendido. Mas vamos cobrar, sim, que mande o quanto antes para essa Casa. Era isso.

PRES. THIAGO BRUNET: Espaço de liderança. Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Senhor Presidente, apenas, eu não quero me estender aqui, até em respeito ao pessoal do Santa Rita, que está aí ansioso para continuar os seus compromissos. Eu queria fazer justiça aqui na questão do Proadi. Chegamos até o Ministro, ainda em Caxias do Sul, onde ele veio explanar sobre este assunto e a partir dali tudo isso tem que ser feito em Brasília e nós precisávamos de alguém e como vamos precisar daqui para frente que esteja lá em Brasília, que esteja lá para conduzir isso e para termos a certeza que o HBSC, fazendo a parte dele nós teremos aqui, nós teremos com certeza absoluta um resultado extremamente positivo apontando tudo e mais um pouco. Bem, quero agradecer, aqui, esteve aqui no sábado que passou o Deputado Gerônimo Goergen para tratar deste assunto, se comprometendo a nos auxiliar para dar um fim e um basta na questão do HBSC. Então essa consultoria tem que acontecer, vai acontecer a não ser que o HBSC não queira. Então eu acredito que o hospital quer, porque é o SUS que está, que está proporcionando isso através do Programa de Capacitação do Desenvolvimento Institucional do SUS. Então é aonde vem muito dinheiro, Vereador Alberto falou de um valor extremamente alto e olha, vem muito dinheiro para a gente dizer que o HBSC está mal do jeito que está. Então, isso vai apontar, tanto o que recebeu, quanto onde gastou e como gastou. Então era isso, Senhor Presidente. Eu queria só fazer justiça a quem continuará trabalhando assim como nós aqui, o Partido Progressista, através do Vereador Josué, enfim da nossa pessoa, enfim, com essa preocupação. Mas quem está lá em cima e se comprometeu, está registrado na Ata desta Casa também o nome dele e ali na frente, se não houver o resultado que nós desejamos, nós temos elementos para cobrar ainda. Obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição dos Senhores Vereadores. Questão de ordem. Vereador Kiko Paese.

VER. JOSUÉ PAESE FILHO: Sobre o Código de Postura, a conduta dos animais, eu ouvi o Vereador Tiago, na Tribuna, elaborando um Projeto, no caso, para animais de grande porte, aquele que nós encaminhamos, Vereadora Eleonora e Presidente da Frente Parlamentar, né, nós não tínhamos, os Vereadores que fazem parte, não tinha colocado os animais de grande porte. Segundo informações, hoje do Diretor do departamento, eles revisaram esse Código e já incluíram nele, já incluíram nele os animais, também, de grande porte. O Vereador Aldir Toffanin estava presente, o Vereador Alberto Maioli e eu acho que o Vereador Sandro Trevisan e foi feita essa pergunta para ele para vir para essa Casa e ele disse também que sobre os animais de grande porte estaria agora incluído no Código de Postura. Então gostaria que o Senhor desse uma olhada, Vereador Tiago, para de repente não bater de frente com o Código e mais um Projeto do mesmo assunto. Se foi isso que eu entendi. Obrigado.

PRES. THIAGO BRUNET: Declaração de líder. Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Continuamos, eu só quero acrescentar, que infelizmente há uma dificuldade de falar com o referido funcionário, mesmo sendo Vereador de situação, infelizmente, infelizmente, lamentavelmente, gostaria, aqui, de fazer esse registro, mas nada impede de estarmos trazendo esse assunto pelo seu nível de relevância e por muitos e muitas entidades ter nos procurado para tratar esse assunto. Era isso, Senhor Presidente.

PRES.THIAGO BRUNET: A palavra está à disposição. Bom, antes de finalizar, eu gostaria de convidar a todos, Vereadores, a Mesa Diretora desta Casa está promovendo o 1º Fórum Municipal da Água no dia 22/03, neste mesmo mês, que se puderem participar será interessante, vai ter pessoas aqui do Município que lidam com a água para explanar sobre o assunto. No mesmo dia estará tendo, também, o 8º Fórum Internacional da Água em Brasília. Vai ser uma semana muito interessante, algumas das pautas desta semana lá, do Fórum Internacional, é justamente a auto arquização e a remunicipalização da água em países europeus como França, né, o Rui muito sabe disso. Eles estão voltando, eles privatizaram a água e hoje estão remunicipalizando ela. Por que? Por que a água, hoje é como uma questão de saúde, até. Então para que o Governo tenha está segurança na mão, para que o Governo tenha esta estrutura na mão está havendo uma remunicipalização da água em países da Europa e é importante saber, assim, eu nunca fui para a Europa, mas eu conversando com alguns amigos meus, tu chegas a países como França, em países europeus de primeiro mundo, a primeira coisa que eles fazem é servir uma água da cidade deles, isso é um orgulho quer eles têm. Então eu vou fazer, não é uma brincadeira, mas é uma provocação, porque todos nós aqui estamos tomando hoje água mineral, não é água da Corsan, porque infelizmente nesse momento não é um orgulho para mim tomar água da Corsan. Eu espero que no fim desse mandato, nós, todo mundo estejamos aqui tomando água da Corsan. Era isso que eu tinha para falar e para finalizar, um minuto de silêncio em homenagem ao. Questão de ordem Vereador Fabiano Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Cinco minutos antes da Sessão, se nós pudéssemos fazer uma pequena reunião para decidirmos umas questões, e eu queria até fazer umas sugestões de encaminhamentos dos trabalhos da Casa.

PRES. THIAGO BRUNET: Então, um minuto de silêncio a Raul Randon, um grande empresário e mais que empresário, um grande cidadão humanista aqui da região da Serra.

(UM MINUTO DE SILÊNCIO)

PRES. THIAGO BRUNET: Então, em nome de DEUS declaro encerrados os trabalhos dessa Sessão. Um boa noite a todos.

 

 

 

 

 

 

 

Thiago Pintos Brunet

Vereador Presidente

 

 

 

Odair José Sobierai

Vereador 1º Secretário

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.