Pular para o conteúdo
17/11/2017 19:22:04 - Farroupilha / RS
Acessibilidade

Ata 3794 – 16/10/2017 – Professor Destaque

SESSÃO SOLENE

Presidência: Sr. Fabiano André Piccoli

Às 18:30 horas, o Senhor Presidente Vereador, Fabiano André Piccoli assume a direção dos trabalhos. Presentes os seguintes vereadores: Alberto Maioli, Aldir Toffanin, Arielson Arsego, Eleonora Broilo, Jonas Tomazini, Jorge Cenci José Mario Bellaver, Josué Paese, Odair José Sobierai, Raul Herpich, Sandro Trevisan, Tadeu Salib dos Santos, Tiago Ilha. Thiago Brunet.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Boa noite a todos e a todas. Invocando o nome de DEUS, declaro abertos os trabalhos da presente Sessão Solene de Outorga do título “Professor Destaque” de 2017. Inicialmente, a Câmara de Vereadores saúda nosso Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, Secretária de Educação Elaine Giuliatto, Presidente do Conselho Municipal de Educação Professora Deisi Noro, Senhor Marcos Ricardo Pretto Diretor do nosso Instituto Cenecista, Senhor Leandro Lumbieri Reitor do nosso Instituto Federal no Campus de Farroupilha, Senhor Itaroty Fagherazzi, Presidente do Lions Clube do Imigrante, a Senhora Beatriz Sosnoski, Presidente do SISMUF, o ex Vereador Paulo Afonso Schneider, a todos os professores, diretores, funcionários das escolas do nosso município, seja da rede pública ou provada, os alunos presentes, mas em especial os professoras e as professoras homenageadas desta noite: Adriana Canei Marchet, Augusto Massashi Horiguti, Flávio Antônio Manara e Kátia Alfonsin Grazziotin Brites. Também estendemos as nossas saudações as entidades aqui presentes, a imprensa, os familiares dos nossos homenageados, Senhoras e Senhores. Convidamos para que componham a Mesa conosco, o Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, a Secretária Municipal de Educação Elaine Giuliatto e a Senhora Deisi Noro, Presidente do Conselho Municipal de Educação. O título “Professor Destaque” foi instituído pelo Decreto Legislativo nº 086/2013. Os nomes indicados foram analisados pela Comissão de Educação desta Casa juntamente com o Conselho Municipal de Educação. O Decreto nº 086/2013 vem em substituição ao Decreto nº 064/2009, que foi alterado em concordância da autora, a então Vereadora e hoje nossa Coordenadora da Coordenadoria da Mulher, a professora Márcia Georg, que está aqui presente, então essa ideia, é uma ideia da professora Márcia e também com a concordância naquela época do Conselho Municipal de Educação. Para que todos saibam, nessa noite um Vereador por Bancada fará uso da palavra, após nós teremos a fala da nossa Secretária de Educação e do nosso Prefeito. De imediato passamos então as falas das bancadas aqui presentes. Para iniciarmos convido o Partido Democrático Trabalhista – PDT para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Thiago Brunet.

VER. THIAGO BRUNET: Boa noite Senhor Presidente, boa noite Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, Secretária Educação Elaine Giuliatto, Presidente do Conselho de Educação Deisi Noro, a todos os demais colegas Vereadores e ao público em geral que se faz presente hoje aqui em bom número na Casa do povo. Gostaria aqui de fazer uma homenagem especial aos professores homenageados a Adriana e Kátia e Augusto e Flávio e em nome deles fazer uma homenagem a todos os professores e já deixar aqui os meus parabéns ao dia de ontem. Gostaria aqui que todos soubessem que sou filho de professora e as duas mulheres mais importantes da minha vida que são a minha mãe e a minha avó, que o mundo levou a poucos meses atrás, foram professoras e educadoras e assim me tornaram sempre uma pessoa curiosa, uma pessoa em busca do conhecimento, o que fez com que eu me formasse, fosse depois em busca da medicina, pois estando aqui sempre também, não só preocupado comigo, mas preocupado com o social e preocupado com o outro, o que é muito importante em cada um de nós. Eu gostaria de dizer também que como pedetista que sou, e usando uma cadeira hoje do PDT, sou extremamente a favor não apenas da escola em tempo integral professor, mas sim da educação em tempo integral. Nós temos que saber hoje, no mundo das terceirizações e aqui quero falar para vocês como pais, não como professores também, que temos o cacoete hoje de terceirizar a educação dos nossos filhos, não é na escola que ele aprende a dizer “bom dia, boa tarde, boa noite, por favor, com licença” não é na escola que ele aprende os bons valores, a não pegar o lápis do colega, não é na escola que ele aprende a não jogar o lixo no chão, que ele aprende a ser gente, isso tudo deve ser um complemento e uma educação que parte de casa, mas também soma-se a escola. Na escola ele sem dúvida nenhuma deve aprender todas as cadeiras, filosofia, matemática, português e assim por diante. Gostaria aqui de me manifestar e se possível usar o dia de hoje, essa Tribuna, porque vejo que a escola, a casa dos alunos, a casa dos professores parece subutilizada nos dias de hoje, eu me lembro bem quando criança era, em que a gente fazia um furo na telinha da escola para nos finais de semana, nos sábados e domingos utilizar o campo de futebol e jogar bola, o campo de basquete e jogar basquete e a minha mãe era professora e me dizia assim “para de fazer isso menino, que depois eu que sou cobrada lá na escola, não entra mais na escola no final de semana” e assim está até hoje. Porque não abrirmos a escola e utilizarmos aquilo que a escola nos oferece também nos finais de semana? Para que as crianças possam aproveitar melhor a escola. Então gente acho, sem dúvida nenhuma, que vocês, professores, educadores que são, tem uma missão muito difícil nos dias de hoje, onde muitas vezes e infelizmente não tem mais o respeito que tinha no passado, não tem mais o respeito em primeiro lugar, pelos alunos, pelas pessoas que formamos, mas também muitas vezes pelos pais dos alunos que vão lá e vos cobram e não dão autonomia necessária para ajudar a educar os seus filhos. Gostaria de forma simples, singela, prestar a minha homenagem a vocês, dizendo que vocês sem dúvida nenhuma são a profissão mais importante que temos neste Brasil. Não desistam, não quero aqui entrar nos detalhes dos salários, das questões políticas que envolvem tudo isso, porque hoje é um dia de alegria e se eu entrar nessa questão se tornará um dia de tristeza, porque sem dúvida nenhuma vocês estão abandonados pelo Estado e pela União, sabemos da dificuldade que tem os municípios, mas todos sabem aqui que o Município de Farroupilha sem dúvida nenhuma, mesmo achando eu que valoriza pouco dentre as cidades do estado do RS, é uma das que mais valoriza. Então tenho certeza que o Prefeito Claiton está sempre tentando fazer mais, tentando fazer melhor, mas tem um orçamento que os limita muitas vezes. Então mais uma vez o meu profundo agradecimento a vocês, pois a minha formação, sem dúvida nenhuma foi vocês que fizeram. Muito obrigado e parabéns a todos mais uma vez.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Thiago Brunet. Convido o Partido Republicano Brasileiro – PRB para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Tiago Ilha.

VER. TIAGO ILHA: Já tem bastante Tiago nessa Câmara né? Senhoras e Senhores, boa tarde, um boa noite desta segunda-feira festiva comemorando também o Dia do Professor e do Professor Destaque. Gostaria Senhor Presidente de cumprimentá-lo, a todos os colegas Vereadores, nossa colega Vereadora, na presença do nosso Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, a todos os colegas do Poder Executivo, em especial a minha Secretária de Educação Elaine, que já há bastante tempo faz, fez no passado e continua fazendo no presente um grande trabalho à frente da Secretaria de Educação e aqui os demais membros também dessa referida Secretaria. Quero cumprimentar a nossa amiga que fez parte, esse Vereador na condição de Vereador Presidente da Comissão de Educação dessa Casa, que muito me honra, junto com meus colegas Jorge Cenci e meu colega Sandro Trevisan, junto com o Conselho Municipal de Educação aqui eu saúdo a Deisi e a todos os membros do Conselho que nos ajudaram nessa tarefa, que esse ano foi difícil né gente? De escolher, de trazer esses destaques para a noite de hoje, que além da indicação, esta referida Comissão teve um trabalho extremamente árduo Secretário, porque eram currículos belíssimos, isso mostra como a nossa cidade, professor Diego Tormes, está bem servida de professor. Então a história nos mostra e a nossa cidade se orgulha em ter professores interessantes e que fazem através da sua profissão algo que até posso aqui me atrever a dizer, divino. Porque eu digo que eu sempre gostei e gosto de referendar as pessoas que são apaixonadas pelo que fazem e se tem uma profissão nesse Brasil que a gente faz porque é apaixonado, é o de professor, desde quando escolhe estudar ser professor, desde quando passa uma vida inteira destinada a sala de aula, a essa grande missão que é a missão de ensinar. Eu quero aqui aproveitar pedindo licença ao meu colega Ramon, e ao colega Daniel que fizeram material fantástico de homenagem a esses professores, parabéns e realmente a escrita traz um pouquinho do dia-a-dia de cada um Ramon, parabéns pelas matérias. Eu começo aqui fazendo referência ao nosso mestre do xadrez, nosso professor lá do Instituto Federal, Augusto Horiguti, que através desta arte milenar que é o xadrez, acaba envolvendo muitos alunos e dividindo uma paixão de vida a novas gerações, fazendo com que o aluno se apaixone, eu particularmente também sou um apaixonado pelo xadrez, sou um jogador muito mediano, mas sou um apaixonado pelo xadrez e parabéns pelo trabalho que faz, pela qualificação e pelo incentivo que deu da sua vida e o sentido que deu da sua vida até chegar nos dias de hoje fazendo um trabalho de referência, de destaque junto ao nosso Instituto aqui em Farroupilha. Queria saudar o professor de educação física e aqui eu vejo alguns professores de educação física e Flávio, você traz em evidencia e até vi que reportagem você não esperava ser agraciado a profissão do professor de educação física, tão importante e o seu projeto é lindíssimo, que envolve as nossas crianças e adolescentes com a questão do desenvolvimento motor como um todo, desenvolvimento motor da criança que é muito importante, atividade física se faz necessário. Eu vejo pelos meus filhos que preferem Dr. Claiton, ficar à frente do smartphone do que sair correr, jogar um futebol muitas vezes. Então essas atividades são importantíssimas e a forma carinhosa como você cuidou desse projeto você está de parabéns. Queria também fazer aqui uma referência e gostei muito do título Ramon “só carinho, sem mordida” um projeto muito bem defendido pela nossa professora Adriana, parabéns viu Adriana, a gente que tem filho pequeno e acompanhou tudo isso e vê de muitos amigos, esse projeto é maravilhoso porque mostra essa fase da criança tão importante, eu me lembro que o Vereador Jorge destacava lá na reunião, talvez a mais importante de todas porque se a gente cuida da formação inicial de cada criança nós vamos ter a certeza de um adolescente, um adulto melhor no futuro. Parabéns pelo carinho como você cuidou desse projeto. Queria por fim fazer referência a nossa querida professora que é a professora Kátia Brites, que talvez coroou o nosso dia hoje coma sua história, despedida com chave de ouro professora, que momento de fechar um ciclo de vida, um ciclo de ensino, um ciclo de histórias, um ciclo que eu tenho certeza que quem aqui é o professor sabe que a gente mais aprende as vezes do que ensina, porque a gente vê a vida das pessoas, que vai além da formação, a gente entra no íntimo de cada aluno, de cada familiar, muitas vezes os professores se envolvem com a vida pessoa de cada aluno, com as suas incertezas, com seus medos, com seus desafios, com a possibilidade do amanhã e tenho certeza que você coroou a sua trajetória com esse momento que a Câmara de Vereadores junto com o município está lhe entregando. Professora, parabéns pelo carinho, pela dedicação aos nossos alunos e a arte do saber. Em nome do Partido Republicano Brasileiro, em nome de todas as pessoas que estão aqui presentes nesse dia, referendando esse momento mágico que tenho certeza que professores mesmo com todas as dificuldades que tenho certeza que os Senhores e as Senhoras enfrentam com a educação desse país, eu não vejo outro caminho para o nosso país se não através da educação. Continuem brigando, porque eu sempre digo, nunca fujam da peleia, porque quando tu tiveres alguém brigando, lutando e se dedicando pela educação é a certeza que teremos um futuro melhor para todos nossos filhos. Parabéns por esse momento, parabéns por essa homenagem.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tiago Ilha que falou em nome do PRB. Convido o Partido da Rede Sustentabilidade para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Alberto Maioli.

VER. ALBERTO MAIOLI: Senhor Presidente, demais Vereadores, quero dar uma saudação muito especial ao nosso Prefeito Municipal, nossa Secretária de Educação Elaine, a Deisi Noro, cumprimentar os homenageados e todas as pessoas que se encontram presentes nesse Poder Legislativo. Adriana Canei Marchet da Escola de Educação Infantil Tapete Mágico, que dá orientações a crianças de 2 a 3 anos com o projeto: “Criança Faz Carinho, quem morde é o cachorrinho”. Então vejam bem Senhores que as crianças de 2 e 3 anos são os princípios que começa a vida, eu quero te parabenizar, te cumprimentar pelo gesto tão carinhoso, porque essas crianças que se tornam gente e quando eu falo de gente depois eu vou dizer porquê. Augusto Massashi Horiguti do Instituto Federal do RS, campus Farroupilha. Trabalha com crianças, jovens e adultos. Projeto: Práticas de Xadrez, atividades para desenvolver a mente, a mente que desenvolve o cérebro do nosso computador que é a nossa cabeça, isso é muito importante para a vida de cada cidadão. Flávio Antônio Manara, quase nem é italiano né? Manara, que coisa bonita, eu conheço muitos Manara lá de Pinto Bandeira e de Bento Gonçalves também, da Escola Municipal Cinquentenário. Projeto: “Educação física escolar: para a vida toda”. Atividades que exercitam o corpo, evidentemente, que faz as flexibilidades do corpo de nossa gente. E a Kátia Alfonsin Grazziotin Brites Escola Estadual Farroupilha. Série: 1º ano do ensino médio. Projeto: meio ambiente e meio ambiente todos sabedores somes que são todos os segmentos da nossa vida. E quando fala de meio ambiente ninguém mais do que eu tenho conhecimento, eu sei que não são só as arvores, só as plantas que devemos preservar, mas é um monte de segmentos, é a água, é papel, é coisa que se joga fora, é coisa que vai para o lixo, é toda uma serie de segmentos. E agora eu vou fazer algumas frases que eu quero deixar aqui o seguinte: Ser educador, eu sempre disse isso e vou continuar dizendo, é um dom sagrado de DEUS. E não é fácil para ser educador no dia de hoje, depois até eu vou dizer porque que não é fácil, não é que nem antigamente, das autonomias dos professores. Os professores dedicam sua própria vida em função das atividades educativas. Os professores são para ensinar e orientar, depois vou dizer porque, por causa da educação, quer dizer que a educação depois eu vou dizer para vocês de onde tem que vir. Os professores nos conduzem, nos preparam e nos apoiam para o mundo da vida e é graças aos professores. Os nossos professores deveriam ser valorizados o quanto eles merecem. Eu quero dizer para todos vocês que eu estudei na Escola Municipal Santos Dumont nº46, aonde que me formei da minha faculdade da 4ª série primária, nós tínhamos uma professora, nós éramos em 20, 21 alunos, de 1ª a 4ª série, ali dava matemática, história, geografia, português, física e religião também nós aprendíamos no colégio. E agora vou fazer uma colocação, porque quando se falca de educação, que diz que são os professores, a educação tem que vir do berço, e eu presenciei em Foz do Iguaçu, aonde duas famílias chegaram em um restaurante muito bonito, dois casais e mais, eram 10 pessoas no total, com criança de 5, 10, 14, 13 anos e ali almoçaram, tudo numa boa, faceiros naquelas famílias e depois saíram de fininho e foram em um lado aonde tinha a sorveteria dentro naquele estabelecimento e não pagaram nada. Daí eu fico pensando, gente, com que formação vem essas crianças, que educação vão ter essas crianças se os pais já têm aquela mente diabólica para poder fazer traição. Gente, que coisa, que exemplo, esses certamente são os alunos que depois vão lá no colégio e dão pau nos professores, eu vou dizer uma coisa, os professores deveriam ter mais autonomia. Mais liberdade de poder repreender os alunos, eu não vou dizer que seria no nosso município aqui, mas é no segmento do Brasil que se vê tantas barbaridades e os alunos as vezes apanham, levam paulada e depois ficam amém, os alunos. Gente é de fazer uma reflexão muito importante sobre esses fatos dessas crianças e dos professores terem autonomia de ser mais preservados de poder não levar muitas desordens para a casa deles, mas eu mais uma vez quero dar os parabéns a todos os professores, aquele abraço, aquele carinho, muito sucesso, muita luz e que DEUS sempre abençoe vocês. Encerro aqui a minha fala com muito carinho e amor, e olhando para vocês eu vejo um grande esplendor, que DEUS abençoe nossos homenageados e também todos vocês queridos professores. Muito obrigado e boa noite.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Alberto Maioli. Que falou em nome da REDE. Convido o Partido Progressista – PP para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Tadeu Salib dos Santos.

VER. TADEU SALIB DOS SANTOS: Quer bela missão, falar para os mestres. Iniciando começamos com o nosso mestre da Casa do povo. Saudando nosso Presidente Vereador Fabiano André Piccoli, saudando vossa excelência quero saudar os demais colegas Vereadores e Vereadora Dra. Eleonora, saudar o nosso mestre Executivo, ele que comanda o município aonde que nós temos 70.000 pessoas e nesse número nós temos aí a representatividade de cada família em cada escola, Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, quero saudar com muito carinho a nossa Secretária de Educação Elaine Giuliato, quero saudar também Deisi Noro, nossa Presidente do Conselho Municipal de Educação, em saudando a Secretária Elaine, quero saudar a cada professor que aqui está, atuando ou mesmo hoje prestigiando este momento especial. Quero saudar a imprensa ressaltando o papel importante da imprensa, que em forma de letras e escritas valoriza cada vez mais os grandes mestres, como foi o caso do Jornal Informante, parabéns. A toda nossa imprensa a nossa saudação especial e quero saudar a cada uma das Senhoras e Senhores que aqui se fazem presentes. Cumprimento de forma especial nesta noite os Professores Destaques do ano de 2017. Aqui muito bem definido cada um, parabéns Vereador Tiago, parabéns pela forma carinhosa com a qual tratou, com respeito, com o qual tratou todos os professores, também ao grande mestre, filho de professores, avó, mãe, traz uma saudade louca a todos nós isso, de maneira especial ao Senhor e o Vereador Alberto definiu alguma coisa muito especial sobre cada um dos Senhores, vocês são bênçãos em nossas vidas, tanto os homenageados, quanto esses que se fazem presentes nessa noite. Todos estão sendo homenageados, mas o destaque para Adriana Canei Marchet da Escola de Educação Infantil Tapete Mágico; Augusto Massashi Horiguti do Instituto Federal do RS Campus Farroupilha; Flávio Antônio Manara da Escola Municipal Cinquentenário; Kátia Alfonsin Grazziotin Brites da Escola Estadual Farroupilha, também quero saudar aqui em especial seus amigos e familiares que se fazem presentes nesse ato, a toda comunidade escolar, diretores, como já falei, professores e também os alunos que estão aqui. Muito obrigado pela presença de cada um, pois vocês estão aqui hoje mais do que ocupando uma Tribuna, vocês estão trazendo algo muito importante, cada aluno que se faz presente valoriza cada professor, seja o homenageado ou o seu professor que não está na relação, mas representado por esses que estão nominados hoje. Agradeço inicialmente ao meu colega de bancada Vereador Josué Paese Filho, a oportunidade de ocupar esta Tribuna, representando o Partido Progressista, para que, em nome de nossa bancada, venhamos expressar nossa felicitação nesta Sessão Solene. O desenvolvimento social, econômico e cultural de um município se dá por meio de pessoas comprometidas, além de comprometidas dedicadas com o seu trabalho como vocês professores, que transmitem o conhecimento com o coração, e são importantes na engrenagem do desenvolvimento. Sabemos do potencial, e do destaque de Farroupilha na questão do ensino e temos professores preparados e qualificados que recebem o que há de melhor em formação profissional. Ser professor não é ofício para qualquer um. É preciso ser desdobrável e assumir diferentes facetas diante das mais diversas situações. Um professor não somente ensina, ele é multifuncional. Nos mostra caminhos novos, novas oportunidades, e nos inspira a sermos cidadãos críticos e reflexivos. Todas as profissões são importantes, mas só existe uma profissão pela qual todos os profissionais passam, pela mão do professor. Para sermos profissionais de qualquer área nós passamos pela mão do professor. Um bom professor pode marcar a vida de um aluno para sempre. Desejo que nunca percam a garra e a coragem, pois a melhor maneira de ensinar já criada no mundo é o exemplo. Que a educação de Farroupilha continue sendo destaque, referência, que estas novas gerações possam ainda muito contribuir e assegurar maior qualidade de vida a toda nossa comunidade. Que DEUS abençoe a vocês, desejo a vocês uma noite inspirada na felicidade e para ser feliz é simples, basta a gente querer, basta a gente ter quem sabe um aluno aqui que represente o amor e a dedicação de um professor, que tenha um professor aqui que este aluno represente para ele a esperança de um futuro melhor em todos os segmentos da nossa humanidade. Um boa noite a todos e que DEUS seja presente em todas as nossas vidas. Obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Tadeu Salib dos Santos, que falou em nome do PP. Convido o Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra a Vereadora Eleonora Broilo.

VER. ELEONORA BROILO: Boa noite, Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores Fabiano André Piccoli, Excelentíssimo Prefeito Municipal Dr. Claiton Gonçalves, Senhores Vereadores, Senhora Secretária de Educação Elaine Giuliato, Senhora Presidente do Conselho Municipal de Educação Deisi Noro, imprensa, alunos, Senhoras, Senhores. Cumprimentando os professores homenageados, Adriana Marchet, Augusto Horiguti, Flavio Manara e Katia Brites, cumprimento também todos os mestres presentes e os não presentes. Antes de começar meu pronunciamento, gostaria de registrar o nome de Helen de Abreu Silva Batista, a corajosa professora que deu sua vida para salvar os aluninhos da creche na tragédia de Minas Gerais. O nome de Helen e seu gesto não podem passar em branco. Bem, no mês de outubro em que comemoramos o dia das crianças, nós comemoramos também o dia daquele que abnegado em sua decisão de se dedicar à profissão de professor, com todas as suas responsabilidades intrínsecas, quais sejam, de ensinar, de educar, carregar também o encanto e o gosto pelo saber, pela descoberta, pelo entrelaçamento do passado, presente e futuro, pela descoberta do mundo, pelo entendimento dos números, pela lógica da matemática, pelo caminho dos sonhos que a literatura traz, enfim, é um mundo de novas realidades que se abre aos olhos dos nossos alunos. Eu faço parte de uma família de professores. Minha mãe Leda, minha tia avó Ada, minha irmã Heloisa, minha sobrinha Luciana e eu mesma por muitos anos tive a agradável experiência do contado de preceptoria com os alunos de medicina da UCS, quando em estágio no Hospital Geral de Caxias do Sul. Assim, sei muito bem que ao professor não cabe apenas a prática do verbo ensinar, mas a ele cabe muitas vezes vários papéis, como de conciliador, psicólogo, amigo, e muitas vezes, precisando agir com severidade, buscando e acolhendo vidas perdidas, encontradas em sua jornada. E muitas vezes este abnegado e fantástico profissional não é reconhecido. Mas hoje, hoje é o dia de alegria, não é um dia político, é um dia de reconhecimento, é um dia de lembrarmos de todos os mestres através dos homenageados, nesta noite Solene lembrando que ter sabedoria é sobretudo saber o momento certo de falar, saber o momento certo de calar, é saber compreender e ensinar muito além daquilo que está escrito nos livros. Parabéns aos nossos professores homenageados: Adriana Canei Marchet, da Escola de Educação Infantil Tapete Mágico; pedagoga responsável pelo projeto “Criança faz carinho, quem morde é o cachorrinho”. Fantástico projeto. Professor Dr. Augusto Massashi Horiguti, do Instituto Federal do RS, campus Farroupilha; primeiro Diretor Geral do IFRS campus Farroupilha, que além de suas atividades acadêmicas, desenvolve a prática do xadrez como formação de assessoria de ensino. Parabéns.  Professor Flávio Antônio Manara, da Escola Municipal Cinquentenário; responsável pelo projeto “Educação Física escolar para a vida toda” desenvolvido com estudantes da escola infantil do 1º ao 5º ano. Excelente projeto. Kátia Alfonsin Grazziotin Brites, da Escola Estadual Farroupilha; Professora Kátia, prestes a se aposentar, recebe essa justa homenagem após anos de dedicação, terminando sua jornada profissional estadual, mas seguindo sua trajetória na Escola Municipal Santa Cruz. Senhores, no dia em que recebem o Título de Professor Destaque 2017, saibam que o seu profissionalismo e dedicação marcou corações que compartilharam a vida com os Senhores. Mais do que isso, saibam que Farroupilha se orgulha de tê-los aqui e de, com os Senhores, ter escrito uma importante parte da nossa história. Antes de encerrar o meu pronunciamento, quero fazer um agradecimento aos meus colegas de bancada, Vereador Arielson Arsego, Vereador Jonas Tomazini, Vereadores Jorge Cenci e José Mário Bellaver, que me oportunizaram homenageá-los, em nome da Bancada do PMDB, deixando registrado nosso carinho e a nossa gratidão a todos, não apenas aos Senhores que estão sendo homenageados justamente aqui hoje, mas a todos aqueles que dedicaram e continuam dedicando suas vidas com amor ao exercício de ensinar e de educar. Muito obrigada a todos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereadora Eleonora Broilo, que falou em nome da bancada do PMDB. Convido o 1º Vice Pres. dessa Casa, o Vereador Dr. Thiago Brunet, para que assuma os trabalhos, afim de que eu possa fazer a homenagem em nome do PT.

1º VICE-PRES. THIAGO BRUNET: Com a palavra o Vereador Fabiano André Piccoli.

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Boa noite Senhor Presidente, saudação especial ao nosso Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, nossa Secretária de Educação Elaine Giuliato, Presidente do Conselho Municipal de Educação a Deisi Noro, colegas Vereadores, Vereadora Eleonora, aos professores homenageados dessa noite, professora pedagoga Adriana Canei Marchet, professor Flávio Manara, professora Kátia Alfonsin Grazziotin Brites e professor e Dr. Augusto Horiguti, demais professores presentes, diretores, funcionários de escolas, alunos, Senhoras e Senhores, em especial ao meu grande amigo, ex Vereador Paulo Afonso Schneider. Sejam todos então muito bem-vindos a esta Sessão em que nós de forma muito singela homenageamos os professores que foram escolhidos para receber o reconhecimento desta Câmara de Vereadores em um trabalho junto com o Conselho Municipal de Educação, pelos trabalhos desenvolvidos na nossa comunidade. Acredito fielmente que a escolha da profissão seja um dos primeiros grandes desafios das nossas vidas. E a escolha pela docência é uma demonstração de amor ao próximo e dedicação à vida. E que muito bem foi lembrado aqui pela Vereadora Eleonora, o gesto da professora da cidade de Janaúba, que deu a sua vida para salvar a vida daquelas crianças. A cada ano que se passa, ser professor torna-se um desafio sem limites: seja pela baixa remuneração; seja pela grande carga horária em sala de aula ou fora dela; seja pela falta de incentivo da sociedade; seja pela falta do suporte das famílias na educação dos jovens; seja pela concorrência desleal com as mídias sociais e voltarei a falar nesse ponto, ou seja pela soma de todos estes fatores. No dia de ontem o Prefeito Claiton mandou uma mensagem que falava sobre o papel dos pais e professores, os quais são confundidos por alguns a fim de evitarem as suas responsabilidades. E a mensagem que também foi lida pelo Vereador Thiago Brunet, dizia que é nas nossas casas que as crianças devem aprender a dizer: bom dia, boa tarde, por favor, com licença, muito obrigado, de nada, também é em casa e nas nossas casas que as crianças aprendem a serem honestas, aprendem a serem pontuais, bondosas, carinhosas, solidárias, respeitosas, enfim, a boa e velha educação é aprendida dentro do lar. E, para aprender, as crianças precisam de exemplos. E como faltam exemplos para nossas crianças nos nossos lares nos dias de hoje. E um dos grandes desafios da sociedade moderna é nós, pais termos a capacidade de sermos exemplos para os nossos filhos. Mas há os exemplos bons e na noite de hoje é uma noite de falar de bons exemplos, por isso temos os nossos homenageados e um parabéns ao Jornal Informante pela matéria na qual podemos todos nós conhecer um pouco mais do trabalho desses 4 professores que conseguem superar todas as dificuldades, e conseguem ter a coragem de ir além das aulas convencionais e desafiam o aluno e a aluna a se superarem, este é o caminho que nós pais, queremos contribuir para as escolas, que os professores tenham nos pais o suporte necessário para que dentro da sala de aula proporcionem aos alunos irem além. Começando pelos pequenos, a pedagoga Adriana Canei Marchet transforma um dos grandes desafios na educação das séries iniciais, que são as famosas mordidas em um ato lúdico. O ato de morder, como a própria Adriana comenta, pode até mesmo ser um ato de afeto, mas um ato de afeto dolorido. E é muito difícil ensinar aos pequenos que morder machuca o colega. “Criança faz carinho, quem morde é o cachorrinho”. Com este título então do projeto, a pedagoga consegue avançar nesse tema tão importante e desafiador para uma professora da educação infantil. E quem tem os filhos pequenos sabe o quão difícil é lidar com essa situação em casa e também tão difícil conviver no ambiente escolar com outras crianças que também tem essa prática.

Lembro das minhas aulas de educação física, professor. Queríamos, como a maioria dos guris, pegar uma bola e ir jogar. Que briga quando o professor de educação física vinha na sala de aula com esquemas táticos de vôlei, futebol, handebol, basquete, que coisa terrível que era naquele momento. Felizmente, há professores que conseguem incentivar os alunos a irem além dos seus desejos que é pegar uma bola e jogar, a educação física é muito mais do que pegar uma bola e jogar futebol e o exemplo do professor Flávio Manara, que com o projeto Educação Física: para a vida toda, consegue oportunizar muito além de uma bola de futsal. É um grande exemplo a ser seguido. Superar as quatro linhas de um esporte e mostrar à criançada que educação física vai muito além do que simplesmente um ou dois esportes. E esse é o grande desafio de todos os educadores físicos. Que despedida Professora Katia Alfonsin Grazziotin Brites. Ser reconhecida lecionando química, física e ciências é um grande desafio. Tornar o aprendizado um jogo lúdico inspira a criatividade, a memorização, o desenvolvimento intelectual, a desenvoltura, as relações interpessoais e mostra que é possível sim lecionar de forma diferente, interagindo com os alunos. Desde a primeira vez que eu vi a Senhora, uma coisa sempre me marcou, o seu sorriso no rosto. Sempre alegre e disposta. Isso sempre me chamou a atenção e o seu amor pelas crianças passou de geração para geração. Com 3 filhos que estão presentes e o esposo, mas com dois filhos professores e um deles professor do meu filho, o Benjamin que ama as aulas do “Prof. Matheus”. Mas é física mesmo Professor Augusto? Física, física? Quantas vezes o Senhor deve ter ouvido esta pergunta? Professor Augusto Horiguti, falo isso porque também sou formado em Física, mas em Licenciatura e essa pergunta é uma pergunta muito recorrente. O Prof. Augusto é um pouco mais ousado, para não usar uma palavra um pouco mais assim “louco”, assim dizendo, pois ele é Bacharel em Física. Não satisfeito dedicou-se em um mestrado e doutorado em Física, mas ainda não satisfeito cursou pedagogia, cursou Direito e tem pós-Graduação em Direito, superando os limites de uma única área do conhecimento. Desmistificar a dificuldade de aprender o xadrez deve ter sido um dos grandes desafios, nesse trabalho que o trouxe até essa noite, mas o resultado vai além de ensinar um jogo aos alunos, o xadrez melhora a concentração, o raciocínio lógico, a tomada de decisão. E como o primeiro reitor do Instituto Federal Campus Farroupilha, temos orgulho do trabalho realizado e lamentamos o descaso atual para com as instituições públicas de Ensino. Bom, nós temos hoje quatro exemplos de docentes que transcendem o processo de ensino aprendizagem e mudam a realidade de seus alunos. Ter a capacidade de ir além, de motivar, de incentivar, de entender o aluno e aluna nos seus anseios e buscar soluções é um exemplo moderno de se relacionar em sala de aula. Há a necessidade de interagir com outras áreas, de transversa lizar os conteúdos didáticos; mas isso não é suficiente. Há a necessidade de compartilharmos muito mais do que conteúdos no processo educativo: precisamos educar para a vida. Educar para a humanidade. Educar para o respeito. Educar para a adversidade. Educar contra o preconceito. Educar para a criticidade. Temos a obrigação de educar para que nossos jovens sejam críticos e evitarmos que sejam massa de manobra e mentes férteis para pessoas mal-intencionadas. Serem críticos ao serem bombardeados pelas redes sociais com informações sem fonte, inverídicas, informações levianas, esse eu acredito que seja um dos grandes desafios da nossa sociedade moderna, no ato pedagógico de ensinar. O professor também tem um papel fundamental nesse trabalho. Paulo Freire nos diz que onde quer que haja homens e mulheres, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender. O ensino é um processo que vai muito além dos bancos escolares e nos acompanha por toda a vida. Tenhamos os olhos e o coração aberto para aprenderemos todos os dias. Como um revolucionário, Paulo Freire falava que educamos mais pelos nossos exemplos do que pelas nossas palavras. Com um pequeno vídeo, quero deixar meus parabéns a todos os educadores presentes pelo seu trabalho e dedicação. Aos homenageados, nosso carinho e reconhecimento. Que sejamos exemplos aos nossos filhos e filhas, aos nossos alunos e alunas. Por gentileza o vídeo.

 

(EXIBIÇÃO DE VÍDEO)

 

VER. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: As crianças veem e as crianças fazem. Um boa noite a todos e a todas.

1º VICE-PRES. THIAGO BRUNET: Dando seguimento então as atividades festivas, em homenagem ao Dia do Professor, convido o Vereador Fabiano André Piccoli para que retorne as atividades da presidência dessa Casa.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Thiago Brunet. Convido o Partido Socialista Brasileiro – PSB, para que faça uso da Tribuna. Com a palavra o Vereador Sandro Trevisan.

VER. SANDRO TREVISAN: Boa noite Senhor Presidente, Senhores Vereadores, quero cumprimentar aqui o Prefeito Municipal Claiton Gonçalves, a Secretária de Educação Elaine Giuliato, estamos aqui também com a Presidente do Conselho Municipal de Educação Deisi Noro, gostaria de cumprimentar de maneira especial aos professores que estão aqui presentes, ao público que acompanha para homenagear os professores, aos professores homenageados, a imprensa aqui presente e então é o Dia do Professor. Na verdade, para essa homenagem eu também me encaixo, também sou professor. Eu gostaria de iniciar com Adriana Canei Marchet, com o trabalho da escola Tapete Mágico, e nesse trabalho, o Projeto dela “criança faz carinho, quem morde é o cachorrinho” a primeira impressão que nos dá é algo extremamente simples, mas que bom seria se todos conseguissem compreender a verdadeira profundidade de um projeto desses, pois essas crianças começam a montar sua base psicológica, seu caráter, muito cedo, segundo pesquisadores. Pelo menos, é o que a grande maioria afirma, e é o que eu acredito também. Eu acredito realmente que as crianças começam a montar sua base psicológica, seu caráter lá, bem cedo. E o fato de fazer com que uma criança entenda que aquilo não faz bem, prejudica e contenta a ambos, se no lugar da mordida foi feito um carinho, deve ser algo difícil de se fazer, mas imaginem só a complexidade de tudo isso, imaginem só a importância de tudo isso para a construção de uma nova população, de um novo tipo de cidadania, a gente passa despercebido com esses detalhes e eu tenho sim na minha opinião que isso fundamenta e fundamenta muito. Até agora o Presidente estava passando um vídeo que retomava essa ideia né? Então é um projeto muito bonito e extremamente importante. Bom, continuando dando sequência, eu tenho a Kátia Alfosin Grazziotin Brites, a Kátia, a minha colega Kátia do Colégio Estadual Farroupilha, a professora e colega Kátia e aqui tem outros inúmeros colegas do Colégio Estadual Farroupilha, da família do Colégio Estadual Farroupilha. Eu queria dizer que nesse projeto eu sim estive presente vários anos, eu estive presente enquanto a professora lá organizava esse projeto. O que tem de muito importante nisso é assim, a professora sai, não é mais o epicentro dentro da aprendizagem, continua sim sendo o agente mais importante do sistema, mas no momento ela para e ela diz “agora está com vocês” né Kátia? E daí começa a fazer com que eles montem os seus próprios jogos e através desses jogos eles começam a dar aula para os seus colegas, gente, tem uma diferença muito grande porque aí o professor sabe, a gente fica explicando, explicando, explicando e eu fico fazendo isso e às vezes eu paro e olho “meu DEUS o quanto isso está sendo vantajoso, quanto tempo eu estou utilizando para ficar falando, falando, falando enquanto eles simplesmente olham e estão em uma dimensão paralela, sei lá, de nível 1,2, 3” e daí eu paro e penso, será que a culpa é só minha? E nesse projeto da professora Kátia, a gente vê nitidamente que eles têm que primeiro entender, primeiro eles precisam entender sobre o que eles estão falando para depois montar uma estrutura de jogo, para depois jogar com as outras pessoas. A significância que tem para esses adolescentes é incomparável com qualquer outro tipo de aula, eu sei, eu estava presente, eu via e olhava como eles queriam jogar, como eles queriam entender, como eles queriam fazer aquilo dar certo, como eles queriam tentar entender todo o processo para poder jogar e ganhar, eles gostam muito de ganhar. Então eu estive presente e meus parabéns, já disse antes enquanto estava desenvolvendo esse jogo, muito bom Kátia e agora tenho a oportunidade de te parabenizar aqui. Saindo e indo um pouco além Dr. Augusto Massashi Horiguti, do IFRS, não vou aqui começar a falar sobre todo o currículo porque foi me dado pouco tempo professor, então não tenho como dizer tudo, mas na área do Direito, e o que mais me impressiona Doutorado em Física, isso passa da dificuldade e entra no campo da loucura né? Dinâmica da coerência com subsistemas dissipativos e eu achei bacana o Mestrado, Mestrado em Física, espalhamento de átomos de 2 níveis por uma cavidade supercondutora quase ressonante, é bonito né? O nome é mais bonito do que é fácil. Então gente, nós temos aqui uma pessoa hoje, um professor que eu me orgulho em estar falando dele, porque eu sei o quanto essas disciplinas são difíceis e sei do empenho que tem que se possa ter para poder chegar aonde o Senhor chegou, é extremamente complexo, esse estudo é extremamente complexo. Gostaria de dizer que isso vinculado ao xadrez, bacana, pois além de tudo está vinculado ao xadrez, o xadrez é um jogo maravilhoso. Xadrez é um jogo que dá umas habilidades incríveis, poder de raciocínio, até o Presidente já fez aqui e aqui eu tenho o projeto escrito quais são as finalidades do poder de raciocínio, estratégia, a ideia de que a gente nem sempre ganha, tem vinculado uma quantidade imensa de benefício que trazem o xadrez, o xadrez é um jogo lindo, é um jogo que só traz benefício. Então eu queria dizer que é até estranho esse currículo. Bom, agora então assim, no final, deixei para o final porque tenho aqui Flávio Antônio Manara, com o projeto voltado à educação física, até agora a gente falou de toda formação humana em si e fez uma análise do que se tem de conteúdo e de ensinamento, fez uma análise nesse sentido e agora a gente chega na parte que eu acho interessante, que as vezes a gente utiliza o stress psicológico para conseguir as coisas, a gente utiliza o nosso corpo para poder trabalhar o dia inteiro, utiliza o nosso corpo para um monte de coisas e a gente simplesmente não tira o tempo para fazer a manutenção da máquina principal que é o nosso corpo e daí eu paro para analisar o quanto incoerente eu sou, porque poxa vida, eu fico o dia inteiro em função de um monte de coisas, de stress, de dinheiro, de trabalho e de um monte de coisas e não tiro um tempo para fazer a manutenção do próprio equipamento que me dá a oportunidade de realizar tudo isso que é o meu próprio corpo. Então eu acho que assim, a gente não tem essa consciência e o dia a dia ele é tão massacrante que a gente acaba perdendo essa noção do quão importante é cuidar do único mecanismo que nos faz continuar a viver que é o nosso corpo. Então parabéns pelo teu projeto professor, porque é outro projeto que a gente precisa entender a importância dele na nossa vida, meus parabéns. Eu gostaria de terminar e não tomar mais tanto tempo e dizer o seguinte, as vezes eu vejo alguns pais dizendo “nossa, meu filho tem 3 anos e ele fica dentro de casa e eu não consigo fazer a vida com ele” multiplique por 20, 25, 30, ponha em uma sala de aula fechado, tudo junto e alguém para cuidar, os professores sabem do que eu estou dizendo né? É complicado. Por isso que eu digo, me incluo a vocês, vocês são vencedores, vocês são guerreiros, vocês são pessoas que realmente fazem. Eu tenho um imenso orgulho de dizer que eu sou professor, as vezes me perguntam “tu é o que? ” Quem não me conhece, e eu poderia dizer que eu sou Vereador, e eu não digo, eu digo que sou professor. Eu tenho orgulho de ser professor, embora com as condições que a gente tem no país, nem vamos comentar porque isso tudo já foi falado, eu tenho um imenso orgulho de dizer que eu sou professor e tenho orgulho em dizer que uma grande quantidade de pessoas que estão aqui são meus colegas professores e vão sempre continuar sendo meus colegas professores. A gente vai morrer, mas vai morrer batalhando, peleando. Foi um prazer, eu queria agradecer aqui ao meu companheiro de partido PSB o Odair que me deu a oportunidade de vir aqui, nesse dia que para mim é extremamente significativo e homenagear a vocês, que são meus colegas de coração mesmo. Muito obrigado, muito obrigado por terem vindo. Um boa noite a todos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Sandro Trevisan. Encerramos aqui as falas dos Vereadores, agradecendo a todos pelas palavras proferidas e agora nós temos o nosso primeiro momento lúdico. Eu convido o Coral da Escola Santa Cruz, de Nova Milano, que nos encantará com sua apresentação. Com os professores Maria Carolina Grazziotin Brites e Matheus Brites, filhos da professora Kátia.

 

(APRESENTAÇÃO DO CORAL DA ESCOLA SANTA CRUZ)

 

SRA. MARIA CAROLINA GRAZZIOTIN BRITES: Muito boa noite,  a todos, nós somos o coral da Escola Santa Cruz e nós viemos homenagear claro né, todos os professores que estão sendo homenageados nesta noite, gostaríamos de parabenizar todos vocês, mas principalmente a nossa mãe Kátia, que está representando aqui também o Estadual Farroupilha e a Escola Santa Cruz, a gente tem muito orgulho de ti, pode ter certeza que a escolha da nossa profissão também foi muito do que tu nos passou e nos ensinou, a garra que tu tens, a dedicação que tu tens a dedicações que tu tens e o amor pela profissão. Então nós temos algumas canções aqui para homenagear a todos os professores que estão aqui presentes também.

 

(APRESENTAÇÃO DO CORAL DA ESCOLA SANTA CRUZ)

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Agradecemos a presença do Coral da Escola Santa Cruz, de Nova Milano, aos professores Maria Grazziotin e Matheus, muito obrigado pela presença. Seguindo o nosso protocolo, convidamos a nossa Secretária Municipal de Educação, a Senhora Elaine Giuliato, para que faça uso da Tribuna.

SEC. DE EDUCAÇÃO ELAINE GIULIATO: Boa noite, primeiramente eu gostaria de saudar nosso Prefeito Claiton Gonçalves, saudando-o eu gostaria de saudar a todas as autoridades aqui presentes, também cumprimentar o nosso Presidente da Câmara Fabiano, a nossa Presidente do Conselho Municipal Deisi, minha colega, os nossos Vereadores e Vereadora Eleonora, bom estarmos aqui novamente reunidos em uma noite tão especial, as nossas professoras, nossas equipes diretivas, os nossos alunos presentes aqui nessa noite, as nossas famílias, mais um especial cumprimento aos nossos professores. Eu sempre digo que talvez a gente na vida não perceba, mas eles fazem parte de uma vida nossa, porque eu sei que se hoje nós estamos aqui, foi porque a gente passou pelos bancos escolares, foi porque a gente teve bons professores. Eu acho que isso é extremamente importante para que a gente consiga perceber e ter isso como ponto primordial na vida da gente. Gostaria também de cumprimentar a imprensa sempre presente nesses momentos tão especiais quanto o de hoje à noite. Eu acho que é uma justa homenagem. Vou começar com o professor Flávio, professor Flávio é professor nosso da rede, ele trabalha na nossa escola municipal de ensino fundamental Cinquentenário e para mim é um prazer muito grande poder estar aqui contigo essa noite, também de uma certa forma te homenageando junto com todos os teus colegas e junto com todos esses que proporcionam esses momentos que a gente considera realmente especiais para a vida da gente. Educação Física escolar para a vida toda, eu tenho uma paixão muito grande pelas questões que envolvem educação física, porque elas trabalham muito com a questão da psicomotricidade e a psicomotricidade é a minha especialização, então acho que a gente tem muito em comum principalmente quando eu penso que este projeto ele tem uma dimensão muito maior do que a questão da competição. Esse Projeto, ele tem a questão do desenvolvimento motor, ele tem a questão do festivo social, do cognitivo e eu vejo que todas essas possibilidades não são um fim em si mesmos, elas abrem outras dimensões muito além do que só aquela da competição. A gente sempre vê um professor de educação física como um professor competitivo, que vai para os jogos, que faz, que aplica as regras e na realidade talvez ele seja um dos professores mais queridos pelos alunos, porque ele tem essa possibilidade de deixar as crianças, os alunos, os adolescentes e quem sabe até os nossos jovens da educação de jovens e adultos, essa possibilidade de eles sempre se tornarem crianças. É nas aulas de educação física que a gente se diverte, a gente extravasa todas as nossas possibilidades como os seres e como crianças e como eternos aprendentes. Eu gostaria também de parabenizar professor, por essa por essa oportunidade que o Senhor está dando de os poderem conviver contigo e aproveitarem essa possibilidade ampla em termos de educação física que tu estas dando dentro das nossas escolas. Gostaria também de cumprimentar e parabenizar nosso professor Augusto que trabalha com xadrez na escola, e eu vejo assim, em uma escola de ensino superior, também de ensino médio, mas mais trabalhando na área de ensino superior e eu vejo que é um professor que não perdeu aquela característica de estar dentro da sala de aula, de estar com o seu aluno. Jogo de xadrez é estratégia, é raciocino lógico, é poder, trabalha com dama, com reis, com cavalos, com muitas coisas que nos dão um tom de poder muito grande, mas professor, a gente sabe que no final do jogo tanto rei quanto peão vão para o mesmo lugar, vão para a caixa, essa relação de aprendizagem que se tem com relação professor aluno é imprescindível, a gente nunca perde a humanidade, mesmo jogando xadrez que eu acho que é o melhor jogo de estratégia que eu conheço pelo menos, em toda essa minha vivência com relação questões de aprendizagem. Parabéns professor por essa tua oportunidade que tu tens no dado, principalmente com relação a tua vida acadêmica junto aos nossos alunos do ensino superior. Professora Kátia, também é nossa professora da rede, ela trabalha na escola Santa Cruz e a gente já te conhece a um longo tempo e tem um carinho especial pelo teu trabalho, mas principalmente pela tua pessoa. Então assim, a gente quer te agradecer e te parabenizar muito por esse espaço que tu tens no dado de convivência dentro das nossas escolas, não só de convivência, mas também de muita aprendizagem, trazer um exemplo disso dentro da nossa rede, a gente gostaria muito de parabenizar e agradecer por estar aqui nesse momento, dividindo com todos vices esse momento especial. A professora Kátia, o projeto dela é “jogando também se aprende”, eu acho isso extremamente especial, porque quando a gente trabalha com jogo, a gente trabalha também com uma questão que nós estamos trabalhando muito dentro da rede, que é a ramificação, a ramificação é exatamente essa relação que a gente tem com as estratégias de jogo e esse jogo que a professora Kátia desenvolve, principalmente é dentro das questões que envolvem o meio-ambiente, dentro das áreas das ciências naturais. Bom, essa relação que se estabelece com as questões de aprendizagem, baseados na ludicidade, no afeto e consequentemente todas as aprendizagens que essa vivencia, que essa experiência pode trazer para o nosso aluno, com certeza, absoluta certeza, a construção do conhecimento nas áreas das ciências e da natureza se tornam muito mais efetivas e aprazíveis. Parabéns Kátia por essa tua oportunidade, eu tu estás dando para os nossos alunos de poder ter essa vivencia com relação a jogos, essa ludicidade é incrível, a gente precisa muito disso dentro das nossas escolas. Isso é alegria, isso é felicidade, nós precisamos disso. A professora Adriana, a professora Adriana de certa forma trabalhou conosco quando ela fazia estágio ainda né Adriana? Também trabalhou conosco na nossa rede, é um prazer poder estar aqui contigo hoje te parabenizando pelo teu projeto “criança faz carinho, quem morde é o cachorrinho” vocês veem assim, quanto afeto, quanto carinho tem nessa relação, eu sempre comento que quando eu dava aula com os meus pequenos que vinham da educação inclusiva, antes de trabalhar com pessoas, eu trabalhava com os bichinhos, sabem porque? Porque os bichinhos são puros. O que eles nos dão é extremamente verdadeiro, se eles querem te morder, eles vão te morder, mas se eles querem te dar um beijo, tu vais saber que esse beijo é bem verdadeiro. E esta relação que a professora Adriana consegue construir dentro desse seu projeto é uma relação extremamente verdadeira, as vezes a mordida mesmo doída, ela é um sinal de carinho. É alguém que chamou atenção e para esse alguém que me chamou atenção eu quero também chamar atenção dele, talvez não da forma mais apropriada e é isso que a gente precisa trabalhar. Mas eu te garanto assim, que o teu projeto é extremamente profícuo para as nossas crianças, é extremamente construtivo para os nossos bebes, é ali aonde tudo começa, é ali que realmente a gente tem que se preocupar, é na parte da educação infantil. Esse projeto contextualiza as situações do cotidiano de forma também muito lúdica e principalmente afetiva, como é bom a gente sentir esse afeto né? E aí ele estimula todas as questões de aprendizagem através de toda essa interação que se tem através dessas brincadeiras, do cachorrinho que chega lá, que ele brinca, que ele aproxima todas as crianças e é um ser que realmente está aí, que estimula a questão do afeto que eu acho extremamente importante de uma forma muito boa e muito lúdica. Trabalhando todos esses cenários dentro das escolas de educação infantil que são cenários desafiadores, realmente são muito desafiadores, mas também eles estimulam o convívio com o outro e esse convívio com o outro é que torna todas essas relações prazerosas. A escola tem que ser prazerosa desde muito cedo. Essa é a verdadeira função do professor. A gente diz o seguinte, que para sermos bons aprendentes, nós temos que ser bons ensinastes e para sermos bons ensinastes, a gente precisa ser eternamente bons aprendentes, essa é a verdadeira relação que existe entre professor com relação aos processos de ensino e aprendizagem, aprendentes a vida inteira. Só assim realmente a gente vai ser bons ensinastes. Essa é a verdadeira relação. E eu gostaria de falar das quatro esferas hoje aqui presentes, que eu acho que é algo inédito que acontece, né Deisi? Tu que participastes já a um longo tempo com relação a isso, eu acho que é algo inédita gente, que a gente vai ter que levar isso um bom tempo da nossa história, existem as quatro esferas aqui, a esfera municipal, a esfera estadual, a privada e a federal. Um momento extremamente importante, porque essas esferas, nós somos contemplados, os nossos professores destaque fazem parte dessas quatro esferas, que são os pilares, são os degraus que a gente precisa galgar com relação a nossa educação, a nossa educação de cada, os estudantes também do nosso município de Farroupilha, tem o privilégio de poder conviver com profissionais que atuam desde o maternal, a educação básica, ao ensino médio, que faz parte da educação básica, mas a esfera de terceiro grau superior, infantil também, pelo amor de DEUS não posso esquecer disso. Isso é que realmente faz a educação ser o que ela é no município de Farroupilha. É por causa de profissionais como esses que a gente tem hoje como destaque, mas que representam todos os professores que fazem parte dessas quatro esferas, que bom podermos ser alunos que vão poder usufruir da sabedoria, da ciência e das possibilidades que esses professores estão dando quanto redes de ensino. Gostaria muito de dar parabéns a todos os envolvidos para que essa noite pudesse acontecer, gostaria também de deixar aos Professores Destaque que estão representando todos os outros professores aqui presentes e todos os professores que são referências nessas redes de ensino e parabenizando-os de uma forma muito afetiva, em nome de todos os nossos professores aqui representados, mas simplesmente para dizer para vocês que vocês fazem a educação acontecer, localmente e também intelectualmente que é uma esfera muito superior, é uma esfera planetária. Parabéns a todos muito, muito obrigada.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Secretária Elaine por suas palavras. Passamos nesse momento ao início da outorga do Professor destaque para nossos professores e professoras homenageadas nessa noite. Nós faremos o convite individual para todos os professores virem aqui em cima, o Prefeito Clayton vai entregar o certificado de professor destaque e nós entregaremos uma lembrança da Câmara de Vereadores. Nossa primeira homenageada a Pedagoga Adriana Canei Marchet representando a esfera particular para que receba das mãos do nosso Prefeito o título Professor destaque, e após você poderá fazer o uso da palavra.

SRA. ADRIANA CANEI MARCHET: Primeiramente eu gostaria de agradecer todas as autoridades aqui presentes as demais pessoas responsáveis por fazer essa honraria chegar a todos os professores, eu vejo como uma forma de valorização conto-docente, gostaria de agradecer a minha família por sempre me apoia em todas as minhas decisões, agradecer a Carmem e a Patrícia que são as proprietárias da Escola Tapete Mágico por confiarem no meu trabalho e apostarem nele, aos pais das crianças por confiarem eles que são tão preciosos em minhas mãos e principalmente as crianças por que se não fosse por eles e com a ajuda deles não teria acontecido esse momento tão especial. Obrigada.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Muito obrigada pedagoga Adriana. Convido nesse momento o Professor Doutor Augusto Horiguti que representa a esfera Federal para que receba das mãos do nosso Prefeito o título de professor destaque e uma lembrança da Câmara de Vereadores.

  1. AUGUSTO HORIGUTI: Um boa noite a todos, uma saudação ao Presidente da Câmara, ao Senhor Prefeito e demais autoridades, aos nossos colegas do Lions, nossos colegas de escola e todos aqui presentes. Na verdade, eu gostaria de agradecer aos meus pais que não estão aqui presentes eles que moram em outro Município e hoje foi muito falado do exemplo da educação e eu dedico a eles, foram exemplos que eles me deram, eles não são professores, mas, o exemplo que eles me deram durante todos os dias da minha infância da minha adolescência é que me permitiram chegar aonde cheguei. Então fica essa lembrança para eles e que com certeza no Município que eles moram eles estão bem contentes e é uma honra para mim. Obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Professor Augusto. Convido nesse momento o professor de Educação Física Flávio Antônio Manara que representa a esfera Municipal para que receba das mãos do nosso Prefeito o título de Professor destaque do ano.

  1. FLÁVIO ANTÔNIO MANARA: Boa noite a todos a todos os presentes, familiares, para mim é um momento muito especial estar aqui recebendo o título de Professor destaque do ano. São anos de batalha e de luta diária quem é professor sabe que todo dia é uma luta, a gente tem que proporcionar para o aluno atividades que na rua eles não encontram, essas atividades têm que ser desafiadoras tem que ser atrativas para gente poder conquistar esse aluno. O professor aqui fez um trabalho exemplar e pelo currículo dele a gente tem certeza que é uma pessoa super inteligente à gente tem que valorizar isso, parabéns professor. Nossa colega que está se aposentando com anos de carreira e um trabalho glorioso, parabéns professora. Aos nossos pequenos da educação infantil, eu também trabalho com educação infantil e sei a importância que a gente tem trabalhar com os pequenos, parabéns professora teu trabalho é exemplar. A educação física é um pouco desvalorizada na escola, só que nós somos muito estudiosos, a gente tem que buscar a gente tem que estudar determinada atividades para poder passar para nossos alunos aquilo que seja mais importante para vida deles. O meu projeto de educação física para vida toda contou com atividades que realmente ao longo da vida eles vão poder vivenciar aquilo, eles irão poder remeter a época de infância deles que foi na escola com atividades que eles irão ver. Uma o coisa bem importante, gostaria de agradecer minha mãe que está presente por ter me proporcionado toda minha formação, ela junto ao meu pai batalharam diariamente para que eu pudesse estudar fazer faculdade, minha especialização, poder ser um homem de caráter, obrigado mãe ti amo. A minha esposa meu filho que estão aqui presente meu filho eu quero que ele seja muito feliz independente da profissão que ele siga, aos meus alunos da escola Cinquentenário, aos meus colegas aqui presentes que vieram prestigiar, sem vocês eu não conseguiria fazer esse projeto, muito obrigado de coração pelo apoio que vocês me dão diariamente, aos meus colegas professores que estão presentes também, nossa luta tem que ser diária. Então muito obrigado a todos.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Professor Flávio. Finalizando nossa noite de homenagem eu convido a professora Kátia Alfonsin Grazziotin Brites que representa a esfera Estadual para receber das mãos do nosso Prefeito o titulo de professor destaque do ano.

SRA. KÁTIA ALFONSIN GRAZZIOTIN BRITES: Eu juro para vocês que estou com meu coração aqui me dá uma sala de aula cheia, mas, não me da um microfone, mas, já que ele me deu eu trouxe uma cola. Eu sabia que a emoção não ia me permitir, capaz até que eu não iria precisar. Inicialmente eu gostaria de cumprimentar as autoridades já mencionadas no protocolo, cumprimentar meus colegas homenageados, meus colegas professores que se fazem aqui presentes. Esse é um momento muito especial para mim, como diz aquela música e lá em casa tudo é muito música né? Para guardar do lado esquerdo do peito. Dizem que quem é professor de verdade não escolhe ser professor já nasce professor, não me lembro de brincar de ser outra coisa a não ser professora e mãe. Desde muito pequena eu já sabia que seria professora, meu grande exemplo foi minha mãe, professora dedicada e feliz por suas escolhas. Apesar de toda a dificuldade que a profissão nos apresenta eu nunca me arrependi da escolha que fiz, não foram poucas as pedras que encontrei no caminho, mas, isso só me fortaleceu. Acredito que consegui contornar os obstáculos por que tenho muito amor e respeito pela profissão que escolhi. O processo de ensino e aprendizagem não pode ser visto desvinculado do processo de educação como um todo, quando se pensa no ensino na área da ciência e da natureza na qual sou professora de química, em seus objetivos, em seu conteúdo, em seus métodos e técnicas não se pode deixar de ir mais longe, de vê-los de forma mais abrangente ou deixar de fazer reflexões que conduzam a questionamento com: Que tipo de individuo se está ajudando a formar com essa proposta de ensino? Que sociedade se quer ter? Como que estamos contribuindo para gerar essa sociedade? Se não houver reflexões dessa natureza estaremos somente fazendo treinamento com fins imediatistas e preparando indivíduos para repetirem para se submeterem, para obedecerem ou para mandarem ditatorialmente. Por tanto é imprescindível organizar o processo de ensino e aprendizagem a fim de que ele contribua para o crescimento do indivíduo e da sociedade e é nisso que acredito. O Projeto jogando também se aprende vem ao encontro de uma proposta de educação onde o aluno é estimulado a pesquisar, a criar, a trabalhar em equipe, a desenvolver liderança e cidadania. Quero agradecer aos colegas do Colégio Estadual Farroupilha que sempre acreditaram no meu trabalho, aos meus colegas de área, ao apoio incondicional da direção da escola, a isso se deve também o sucesso desse projeto. Quero registrar o quanto me emociona a presença dos meus colegas da Escola Municipal Santa Cruz que se fazem aqui presentes Escola na qual também faço parte. Agradeço ao meu marido, ele disse que era para dizer marido querido, então: Marido Querido. Aos meus filhos muito amados que sempre me apoiaram que entenderam muitas e muitas vezes minha ausência corrigindo provas enquanto eles queriam sair. Por fim, não posso deixar de agradecer a DEUS pela oportunidade de poder fazer parte da equipe do Colégio Estadual Farroupilha. Querido colegas, isso não é meu eu li e caiu redondo aqui; somos todos anjos de uma asa só e somente poderemos voar se nos abraçarmos uns aos outros. Muito obrigada.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Convido os professores para uma foto.

 

FOTO.

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Agradecemos aos nossos homenageados. Nesse momento teremos quatro alunos do Colégio Estadual Farroupilha que farão uma apresentação musical em homenagem aos professores em especial a Professora Kátia. Esses alunos já estiveram aqui na Câmara de Vereadores no ultimo sarau literário e foi um grande sucesso a participação deles. Por gentileza a música está com vocês.

SRA. MARLI BORTOLINI: Boa noite, eu sou a professora Marli e fui convidada para representar aqui nossa Escola com alunos para homenagear os professores e em especial a professora Kátia. Eu quero dizer da minha parte assim como teus filhos disseram não me comparo a eles, mas, eles disseram como muito orgulho aqui e eu também digo Kátia: Eu tenho muito orgulho hoje de estar aqui fazendo essa homenagem sendo que fui a primeira pessoa a te receber na escola quando você chegou. Eu tenho muito orgulho disso da nossa amizade para sempre amiga.

 

 

(APRESENTAÇÃO MUSICAL)

 

ALUNO GABRIEL: Boa noite a todos, em nome da instituição Estadual Farroupilha, em nome dos colegas professores e funcionários eu venho nessa noite oferecer a ti professora Kátia pelo excelente trabalho que prestaste por todos esses anos de convívio, de educação agindo como mãe, como professora, como amiga. Pois, Professor não é só aquele que transmite conhecimentos práticos além de ser muito importante, Geografia, história, química, física, professor é aquele que mostra para o aluno o caminho, professor é aquele que dá o aluno a oportunidade, aquele que abre portas, aquele que transforma o mundo e transforma tudo e todos. Embora passe as estações o que fica é que, amigos para sempre é o que nós iremos ser.

(APRESENTAÇÃO MÚSICAL)

 

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Gabriel, passar pela Câmara de Vereadores tem que cantar uma música que foi muito sucesso no sarau em homenagem aos professores, acredito que eles mereçam. Peço à gentileza que os alunos retornem. Vocês sabem de que musica estou falando. Quem sabe faz ao vivo Professora Marli.

ALUNO GABRIEL: Claro que não é comparado a grandeza e a nobreza do que é ser professor, mas também então complementando o que o Presidente Fabiano nos pediu, esta música é um agradecimento a vocês profissionais, professores. Como eu disse antes, mestres da educação, que transformam e também fazem a gente buscar, querer estudar, querer ser alguém. Parabéns mais uma vez e para encerrar, então cantamos Aleluia.

(APRESENTAÇÃO MUSICAL)

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Muito obrigado aos alunos do Colégio Estadual Farroupilha ao Gabriel, ao Cris, a Michele, Julia sob o comando da Professora Marli essa belíssima apresentação. Finalizando essa noite solene de homenagem, convido para que faça o uso da tribuna em nome do Poder Executivo Municipal o Prefeito Claiton Gonçalves.

PREF. CLAITON GONÇALVES: Sras. e Srs. Boa noite. Belas mensagens do quinteto do Colégio Estadual no rosto as marcas da puberdade, mas, a voz com uma grandeza soberana. Gabriel quando terminar de crescer quando a caixa torácica ficar pronta eu não sei o que vai produzir por que já canta muito agora. Quero agradecer ao quinteto ao coral do Colégio Santa Cruz, minha filha me pergunta todos os dias; quando é que eu terei idade para cantar no Coral do Colégio Santa Cruz, calma que está chegando. Saúdo de forma efusiva o Presidente do Parlamento Municipal Fabiano Piccoli em nome do Fabiano aos demais Vereadores, uma referência a Doutora Eleonora, saúdo também de forma carinhosa a Deisi Noro Presidente do Conselho Municipal de Educação e a Professora Elaine Giuliato nossa Secretária Municipal de Educação. Na noite especial que começa lá em 2009 com um projeto de decreto Legislativo apresentado pela querida Marcia e que se consolida em 2013 durante o período de Presidência desse Parlamento da Vereadora Glória Menegotto criando a figura de Professor destaque de Farroupilha e nessa edição destaque de 2017. Saudamos nessa noite de forma carinhosa o Professor Augusto Massashi Horiguti representando o naipe Federal, a Professora Adriana Canei Marcheti representando a Escola Particular do Município, saudando a Kátia Alfonsin Grazziotin Brites representando a esfera Estadual e ao o Professor Flávio Antônio Manara representando o grupo de Professores do Município de Farroupilha. Não quero fazer referência especial aos projetos que cada um dos Senhores apresentou para estar aqui nessa noite, não quero fazer referência aos naipes de forma especial, mas, quero dizer que vocês são Professores. Ser Professor vai muito além de identificar como professor de Estado, Professor de Município ou da União, vai muito além de Professor de Educação Física. Eu me lembro do Omar Dokeumeu primeiro professor de educação física que me dizia: Correr para respirar e respirar para correr, correr para crescer. Eu corri muito respirei muito e é por isso que você fica em uma sala de cirurgia quatro a cinco horas em pé e você consegue. Quero fazer uma referência a quem lida com vidas tão infantis, eu me debrucei mais a amiúde apesar dos mais de nove mil e quinhentos nascimentos na vida, mas, mais amiúde sobre essa questão da educação infantil enquanto Prefeito e eu tenho visto nessa atividade uma atividade extremamente importante para a nação Brasileira, para o Brasil. Os grandes Países do mundo são os Países que aprenderam a respeitar as crianças a respeitar os seus universos e a extrair desses universos as experiência que conduza a vida longa, aos setenta aos oitenta, aos noventa, aos cem anos de idade quando se extrai da criança toda essa energia e a grandeza e os professores lidam com essa preciosidade no seu dia a dia. Eu diria que eles trabalham o carbono e o hidrogênio muito mais do que na formação do grafite, mas, na formação de verdadeiros diamantes, essa é a grandeza essa é a qualidade do trabalho do professor, que não mede hora, que não mede dia, que corrigi provas nos finais de semana, que faz planos de aula, que se debruça nas madrugadas refazendo seus conteúdos, estudando para que apresente uma aula inovadora, uma aula incandescente, uma aula atrativa. Eu não sei professor jogar xadrez e tampouco conheço os naipes de um baralho, nunca me debrucei a fazer esse aprendizado, mas, cada um tem o seu caminho e se debruça naquilo que melhor aprende, enquanto a minha esposa a irmã meu cunhado jogam cartas eu cozinho, adoro cozinhar, cada um faz o seu caminho, mas, isso tudo é aprendizado. Eu aprendi a cozinhar por necessidade fui morar sozinho dinheiro curto, casa do estudante, restaurante universitário, universidade Federal, livros da biblioteca, sugar até as ultimas gotas as aulas de laboratório, de anatomia e quando sobrava um tempo no domingo num fogareiro primo eu fazia um carreteiro vegetal por que eu sou vegetariano. “Ai que se aprende”. O que vocês têm feito na vida é mostrar a vida como se foram espelhos, os outros que veem depois miram-se em vocês professores. Ai eu falo para toda a categoria aqui presente nessa noite, toda a categoria que sem falsa modéstia constrói verdadeiramente essa nação. Pelo exemplo: Nunca na história do Brasil o professor foi tão castigado como é hoje e nós pais sabemos do que estamos falando não se tem tempo para mais nada, nós entramos no mundo competitivo onde é feio ter o carro menos valoroso do que o carro do vizinho, é feio ganhar menos do que o vizinho, é feio produzir menos do que o vizinho e nós nos comparamos o tempo todo, todo o tempo o dia inteiro, todos os dias e esquecemos todos os diamantes que temos em casa os nossos filhos, e terceirizamos nossos filhos para os mestres professores, todas as angustias que nós temos nós transferimos para os professores. Mãe, como eu nasci? Pergunta para professora. Mãe, de onde eu vim? Pergunta para o professor. Mãe como nascem os bebes? Pergunta para o professor. Mãe, o que é sexo? Pergunte para o professor. Assim fazemos, é tão mais simples parece tão mais logico, porque nós não discutimos os temas importantes com a nossa família. Quem aqui faz o culto familiar na sua casa todos os dias, quem se senta ao redor da mesa e lê um texto bíblico todas as noites para dizer que o mundo aos filhos é muito mais do que a globo apresenta, do que a internet oferece e nós dessa forma não transferimos pílulas que poderão salvar nossos filhos de muitas coisas. Reprimimos, redarguimos, às vezes nos tornamos bravios, discutimos os filhos com todo mundo, brigamos com eles, reclamamos do modo como se vestem do modo como se portam, das roupas que tem, reclamamos de como gastam o escasso dinheiro, reclamamos de como vão para escola e xingamos se vem lá um bilhete dizendo que se comportaram mal, mas, nós não nos ouvimos por que estamos transferindo aos professores essa tarefa que não é pequena, é grande. O mês de outubro é um mês especial é um mês de religiosidade, é um mês da saúde, é o dia médico é o dia do professor, dia da criança é tudo mês de outubro e o outubro é o mês para reflexão, mas, é um mês também para se homenagear. Professor é muito mais do que altruísmo é muito mais do que abnegação, professor é muitas vezes o desejo edípico da criança, o desejo de Electra da criança que venceu recém suas fases da primeira infância e que se espelha no professor para que se avance ou busca nele formas. Professor de educação física, quantas vezes adolescentes se apaixonam por eles e os levam em sua mente nos seus devaneios por que são os objetos dos seus desejos dentro desse complexo normal de desenvolvimento. Professoras doces como a minha professora da primeira serie a Dulce, doce Dulce por quem nutria uma paixão de vanguarda naquela época por que era doce e ela falava como se for minha mãe de forma macia e é isso que se instiga a educação, é aí que se da transferência da educação. Vamos aprendendo, vamos crescendo, vamos carregando professores que são exemplos que são espelhos, que são nossa própria existência, que são o futuro da nossa vida e até aprendemos a jogar xadrez. Doutor Augusto, porque isso nos estimula nos desafia, e isso é grande por que isso é forte. Quantas crianças passaram pela vida de cada um dos Senhores professores, quantos jovens, quantos adolescentes, quantos juvenis, quantos púberes, quantos passaram e que impressão bonita cada um de vocês pode deixar na vida desses jovens, na esperança de uma vida melhor, na esperança de construções bonitas. Jandira, na esperança de transformação do mundo de um mundo melhor, quantos vocês ofereceram o melhor pão do dia e não falo do pão de farinha, falo do pão de nutrição intelectual a quantos vocês ofereceram, quantos receberam de vocês muito mais do que recebem do pai e da mãe, quantos que se miraram nos sapatos que vocês usam, na calça que vocês usam, nos tênis que vocês usam, no tipo de penteado, no jeito de falar, no jeito de andar, no jeito de respirar e quantos estão imitando cada um de vocês até hoje. Que bonito isso, que profundo isso, isso talvez coubesse em um livro da experiência evidente da educação, da relação própria do professor com seus alunos, da institucionalização e da eminente transformação das pessoas através da educação, não sei! Muita coisa poderia ser dita sobre o ato educar, sobre o ato de ser professor, professor amigo, exemplo, professor cuidadoso, professor que realmente ensina e eu diria que de tudo isso os jovens buscam professor com conteúdo na sua área de atuação, lá está o aluno lá está o professor com conteúdo para que possam arrastar esses jovens atrás de si. Eu queria encerrar minha fala dizendo que, pode ser pretexto qualquer índice, pode ser IDEB, pode ser qualquer índice que vocês imaginar, pode ser pretexto para uma boa educação, mas, a maior das educações é sempre a insuficiência de um Estado em apreciar um professor, a desgrandeza dos pais em terceirizar a educação, tudo isso vai fazer com que se tenham realmente grandes e diferenciados professores. Eu queria que nessa noite cada professor saísse daqui com o pretexto de fazer uma pequena vigília e nessa vigília conversasse com o Pai Celestial agradecendo por essa oportunidade de ter sido um ser transformador de verdade como diria o gaúcho, um ser quer muda às pessoas. Eu queria que cada um de vocês seguisse Platão. A gente houve muito isso, amor platônico o que é esse negócio? Platão levava seus alunos ele não tinha uma sala de aula, ele não tinha luz eletrônica, ele não tinha tablete, ele não falava para grandes grupos, ele tinha um pequeno grupo que os seguia por onde fosse e no campo na relva, embaixo de uma arvore no porão de um casario em dias de chuva onde alguém abrisse a porta ele se assentava e sobre o seu ambiente ele conversava e ensinava matemática, filosofia, ciência historia e tudo mais da forma mais simples e direta como se fora uma lousa viva a ensinar constantemente. Eu queria desafiar a cada professor que mantivesse esse foco platônico de atrair para si e de fazer com que a vida de vocês possa ser de um ensinar constante e que nós pais aprendamos a fazer a nossa parte para oferecer cada vez material humano melhor, para que ainda se possa agregar muito e muito mais. Muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Prefeito Municipal Claiton Gonsalves. Em nome do Poder Legislativo Municipal eu agradeço a presença do nosso Prefeito, da nossa secretaria de Educação Elaine, da Presidente do Conselho Municipal de Educação a Deisi, aos nossos professores e professoras homenageados, aos seus colegas docentes, aos alunos, Diretores, imprensa, Senhoras e Senhores que nos prestigiaram e prestigiaram essas referências educacionais farroupilhenses. Antes de encerar compartilho com todos um convite que chegou da faculdade CENEC Farroupilha para o primeiro seminário Nacional desafios da educação no século XXI, inovação um novo professor e um novo aluno, dias 26, 27 e 28 de outubro. Questão de ordem ao Vereador Aldir Toffanin.

VER. ALDIR TOFFANIN: Senhor Presidente, apenas para deixa o convite a todos os Vereadores que tiverem o interesse amanhã as 17:15 horas para que possamos junto fazer uma visita, tem uma área de térreas no primeiro de maio que a mesma será doada para o interesse social conforme o Projeto 071. O convite está estendido a todos os Vereadores em nome da comissão de obras, em meu nome, em nome do Vereador José Mário Bellaver e em nome do Vereador Odair Sobierai. Era isso Senhor Presidente e muito obrigado.

PRES. FABIANO ANDRÉ PICCOLI: Obrigado Vereador Aldir Toffanin pelo comunicado. Nada mais a ser tratado nessa noite eu declaro encerrados os trabalhos da presente sessão solene, um boa noite a todos e uma boa semana.

 

 

 

 

Fabiano André Piccoli

Vereador Presidente

 

 

Sandro Trevisan

Vereador 1º Secretário

 

OBS: Gravação, digitação e revisão de atas: Assessoria Legislativa.