Pular para o conteúdo
17/08/2019 08:09:13 - Farroupilha / RS
Acessibilidade
Atualizado em 29 de junho de 2019

Fórum apresenta soluções para filas de espera na saúde

O Parlamento Regional, o qual a Câmara de Farroupilha integra, realizou no Legislativo caxiense um Fórum para diagnosticar os hospitais da Serra Gaúcha, cujo propósito era entender as estratégias para zerar a fila de espera nas cirurgias de traumatologia.

O tema partiu do anseio de hospitais como o Pompéia, que apresenta um acúmulo de serviços nesta referência por ser a única da Serra, ao mesmo tempo em que o hospital São Carlos está disposto para também tornar-se referência e com um estado de ociosidade na estrutura.

Segundo estudos realizados pelo Parlamento Regional, dados de 2014 apresentaram uma fila de espera de 2.500 pessoas para cirurgias traumatológicas na Serra Gaúcha. Segundo a coordenadora da 5ª CRS Solange Sonda, a mudança desse número é muito dinâmico, mas o Governo do Estado aprovou o Hospital São Carlos para tornar-se referência, e esta decisão está sob análise do Ministério da Saúde que deve deliberar dentro de três meses.

Porém, a diretora do São Carlos, Janete Toigo alertou no Fórum que o hospital farroupilhense não será a solução para que a fila de espera zere-se, e sim uma forma de diminuí-la. Ao encontro disso, Solange informou que o Estado estuda também referenciar o Hospital de Vacaria.

O presidente da Amesne, prefeito Guilherme Pasin enalteceu a importância de pensar a Serra como um único órgão, entendendo que os problemas de um município podem ser refletidos em toda a região. Contribuindo nesta ideia, a coordenadora do Corede Serra, Monica Mattia apresentou o estudo da Serra 2015/2030. No que tange a Saúde, Monica apontou que a descentralização da traumatologia é benéfica para a logística da Serra, e alertou para a necessidade dos hospitais investirem nas UTIs. Segundo o Estudo, os leitos são a base para que os hospitais insiram novas referências em cirurgias.

Presentes no evento os deputados estaduais Carlos Burigo, Pepe Vargas e Tiago Simon reforçaram seu compromisso com emendas de custeio para os hospitais visando a saúde financeira dos mesmos. Já o deputado federal Ronaldo Santini, membro da comissão que analise a Tabela de Valores SUS reforçou seu empenho em garantir um investimento mais justo por parte do Governo Federal, bem como a defesa pelo Pacto Federativo, o qual garantiria mais recursos para os municípios.

Texto e fotos: Gabriel Venzon | MTE 18.804